Moto E – Aegerter e Ferrari vencem em Rimini e decisão do título

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
140Jordi TorresPons Racing 40Energica1’43.154
211Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’43.165
377Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica1’43.297
451Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergica1’43.352
510Xavier SimeonLCR E-TeamEnergica1’43.417
635Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergica1’43.432
727Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergica1’43.502
863Mike Di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergica1’43.845
966Niki TuuliAvant Ajo MotoEEnergica1’43.850
1055Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergica1’43.906
1115Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergica1’43.990
1270Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergica1’44.133
137Niccolò CanepaLCR E-TeamEnergica1’44.139
1418Xavier CardelúsAvintia Esponsorama RacingEnergica1’44.251
1516Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergica1’44.502
1661Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’44.591
176María HerreraOpenbank Aspar TeamEnergica1’45.310
1884Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergica1’45.965

Na primeira prova do final de semana, Realizada no sábado, teve uma bela largada de Matteo Ferrari passando Jordi Torres, assumindo a liderança, com Torres e Simeon nas 3 primeiras posições. Aegerter caiu para 4º, Casadei e Granado completavam os 6 primeiros colocados na primeira volta.

No final da primeira volta, Jordi Torres foi para cima de Matteo Ferrari. Enquanto que Mike di Meglio acabou indo para o chão. Foi uma corrida de vários pilotos caindo. Um dos acidentados foi Eric Granado, que foi ao chão e levou com ele o Belga Xavier Simeon (Que perdeu posição para Aegerter), no que levou o abandono de Ambos.

Nessa altura do campeonato, a 5 voltas do final, Aegerter já esta na cola de Jordi Torres. Após a queda de Granado e Simeon, os 3 primeiros colocados (Ferrari, Torres, Aegerter) estavam bem a frente de Mattia Casadei. Alex de Angelis em 5º acabou caindo no final da 4ªVolta. Essa posição passou a ser de Alejandro Medina.

Na volta final, Dominique Aegerter estava em 3º e começou seu caminho para a vitória ao passar Torres na curva 1. Depois o piloto suíço foi para cima de Ferrari e nas curvas finais acabou superando o campeão de 2019 da Moto E, chegando a 2ªVitória na temporada. Ferrari acabou sendo penalizado e perdeu a segunda posição para Jordi Torres da Pons, deixando o piloto da Gresini na terceira posição.

Completando os 6 primeiros colocados ficaram: Mattia Casadei, Tommaso Marcon e Nicolo Canepa.

Resultado Final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto E – 7 Voltas – GP DELL’EMILIA ROMAGNA E RIVIERA DI RIMINI

posPilotoEquipeMotoTempo
177Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica12:11.346
240Jordi TorresPons Racing 40Energicaa 0.103
311Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 0.075
427Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 2.531
570Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaa 6.578
67Niccolò CanepaLCR E-TeamEnergicaa 7.695
755Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergicaa 8.277
816Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 8.336
918Xavier CardelúsAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 8.553
1061Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 8.640
116María HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaa 11.566
1284Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergicaa 16.973
1366Niki TuuliAvant Ajo MotoEEnergicaa 17.538
15Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 4 Voltas
10Xavier SimeonLCR E-TeamEnergicaa 5 Voltas
51Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 5 Voltas
35Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergicaa 7 Voltas
63Mike Di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 7 Voltas

O grid da corrida de domingo foi em decorrência do resultado da corrida do sábado. Aegerter era o pole position, com Jordi Torres e Matteo Ferrari. Na segunda fila estavam Mattia Casadei, Tommaso Marcon e Nicolo Canepa. Pilotos como Xavier Simeon e Eric Granado que largaram na frente na primeira corrida acabaram largando nas últimas posições.

Aegerter largou bem e mante a liderança, Matteo Ferrari ganhou a posição de Torres. Quem deu um bela largada foi o piloto Tommaso Marcon, que subiu da 5ª para a 3ªposição.

Na metade da primeira volta, Aegerter perdeu a liderança para Ferrari, mas isso não seria o pior para o piloto Suíço. O pior foi no começo da segunda volta, foi quando Macron tentou uma manobra impensada e desastrosa e acabou derrubando Aegerter, ambos foram para o chão. O líder do campeonato conseguiu voltar a corrida, bem longe do pelotão na última posição, com alguma esperança de marcar algum ponto.

Ferrari vinha na liderança mais tranquilo, com uma vantagem para Mattia Casadei e Jordi Torres, os dois disputavam a segunda posição, com o piloto da Pons atacando o piloto da SIC58. Na penúltima volta, Torres passou para a segunda posição, mas Casadei recuperou a segunda posição.

No final, Ferrari segurou a liderança e venceu com tranquilidade a segunda corrida do final de semana, que fez o italiano passar para a liderança do Mundial, restando apenas à rodada dupla de Le Mans. Dominique Aegerter não conseguiu chegar aos pontos, ficou apenas na 16ªposição.

O pódio foi completado por Mattia Casadei da SIC58 e Jordi Torres da Pons. Nicolo Canepa completou seu bom final de semana com mais um 4ºlugar. Alessandro Zaccone da Gresini e Mike di Meglio da Marc VDS completaram os 6 primeiros colocados. Eric Granado ficou em 7ª após ter largado das últimas posições.

Para a decisão do campeonato, 4 pilotos estão de fato na disputa do título: Matteo Ferrari com 86 pontos, Dominique Aegerter com 82 pontos, Jordi Torres com 79 pontos e Mattia Casadei com 71 pontos. Eric Granado com 43, Niccolo Canepa com 42 e Xavier Simeon com 37 tem chances apenas matemáticas de conquistarem o título.

Fotos:

Resultado Final da 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto E – 7 Voltas – GP DELL’EMILIA ROMAGNA E RIVIERA DI RIMINI

posPilotoEquipeMotoTempo
111Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergica12’11.053
227Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 0.996
340Jordi TorresPons Racing 40Energicaa 1.098
47Niccolò CanepaLCR E-TeamEnergicaa 3.907
561Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 4.619
663Mike Di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 6.046
751Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 6.097
815Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 6.775
955Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergicaa 6.672
1018Xavier CardelúsAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 7.042
116María HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaa 7.868
1266Niki TuuliAvant Ajo MotoEEnergicaa 11.514
1384Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergicaa 12.652
1410Xavier SimeonLCR E-TeamEnergicaa 15.533
1535Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergicaa 27.210
1677Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergicaa 38.363
16Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 2 voltas
70Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaa 6 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto E – Matteo Ferrari vence em Misano

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
127Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergica1’43.852
210Xavier SimeonLCR E-TeamEnergica1’43.952
335Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergica1’44.027
411Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’43.580
577Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica1’44.206
67Niccolò CanepaLCR E-TeamEnergica1’44.221
740Jordi TorresPons Racing 40Energica1’44.262
870Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergica1’44.269
963Mike Di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergica1’44.352
1061Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’44.687
1166Niki TuuliAvant Ajo MotoEEnergica1’44.697
1255Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergica1’44.754
1318Xavier CardelúsAvintia Esponsorama RacingEnergica1’44.847
146María HerreraOpenbank Aspar TeamEnergica1’45.008
1516Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergica1’45.162
1615Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergica1’45.261
1784Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergica1’45.753
1851Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergicaSem Tempo

Corrida do domingo teve um alto nível de competitividade e uma incrível recuperação de Mattia Ferrari, que apesar da punição que sofreu em decorrência da prova passada.

Na largada, Mattia Casadei tentou manter a liderança e acabou conseguindo, com Xavier Simeon mantendo a segunda posição e Mattia Ferrari subindo para a 3ªposição. Jordi Torres, Tommaso Macron, Dominique Aegerter, Mike Di Meglio e Alessandro Zacconi completavam os 8 primeiros colocados. Lukas Tulovic fez uma largada ruim e perdeu várias posições.

Josh Hook escapou e saiu da pista. Alguns outros pilotos perderam a trajetória da curva. Porém, não perderam muito tempo. Alex de Angelis e Eric Granado foram os pilotos que mais conquistaram posições. Na terceira volta, Granado passou Tulovic e passou para a 11ªposição.

A partir da 4ªVolta, Ferrari iniciou sua arrancada para a vitória. Primeiro, passou Xavier Simeon e na volta seguinte, na reta oposta, superou Mattia Casadei e assumiu a liderança. Aliás, Casarei teve um final de prova complicado, perdendo a 2ªposição para Simeon e perdendo o pódio após ser superado por Dominique Aegerter e Jordi Torres.

Mattia Ferrari conquistou a 3ªvitória da carreira na Moto E, a primeira vitória na temporada 2020. Completando o pódio Xavier Simeon em uma atuação muito boa e Dominique Aegerter em franca recuperação ficou com a terceira posição. Jordi Torres, Mattia Casadei e Mike di Meglio completaram os 6 primeiros colocados. A diferença entre eles foi de apenas 780 milésimos.

Fotos:

Resultado Final da 3ªEtapa – Moto E
GP de Misano – 7 voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
111Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergica12’14.331
210Xavier SimeonLCR E-TeamEnergicaa 0.213
377Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergicaa 0.372
440Jordi TorresPons Racing 40Energicaa 0.474
527Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 0.606
663Mike Di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 0.780
761Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 4.393
815Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 4.476
970Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaa 4.915
1051Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 5.056
117Niccolò CanepaLCR E-TeamEnergicaa 5.439
1235Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergicaa 5.705
1355Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergicaa 8.448
1418Xavier CardelúsAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 8.582
156María HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaa 8.813
1684Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergicaa 11.795
1766Niki TuuliAvant Ajo MotoEEnergicaa 12.892
1816Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 36.401

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Pole e vitória de Dominique Aegerter na Moto e – Etapa de Andaluzia

O suíço Dominique Aegerter da Dynavolt dominou o final de semana, marcando a E-Pole no Sábado e a sua primeira corrida da carreira em sua segunda corrida na categoria das motos elétricas e assumiu a liderança do campeonato, Beneficiado por que Eric Granado acabou sendo abatido pela manobra inconsequente de Matteo Ferrari na parte final da corrida.

Na classificação do Sábado, Jakub Kornfeil começou com uma volta ruim, sem chances de pole. Maria Herrera que fez volta melhor que o tcheco teve sua volta anulada por passar os limites na curva 4. Alessandro Zacconi e Josh Hook superaram o fraco tempo de Kornfeil.

Tommaso Macron acabou saindo depois o tempo ser esgotado e foi impedido de abrir sua volta. A marca de Hook só foi baixada e muito bem baixada pelo Alemão Lucas Tulovic, O piloto da Tech 3. Com quase 1 segundo de frente para Hook.

Depois, Niccolo Canepa e Xavier Simeon não chegaram nem perto do Alemão. Outros dois pilotos foram para a pista, e chegaram perto de tirar a pole das mãos de Tulovic, mas Tanto Jordi Torres com 1:48.743 como Alejandro Medina com 1:48.766.

A pole estava nas mãos de Tulovic, até que o vice-líder do campeonato Matteo Ferrari fez uma grande volta, baixando todos os setores e marcando 1:48.425 tomando a ponta da classificação. Depois os pilotos Alex de Angelis e Mattia Casadei fizeram voltas intermediarias.

Eric Granado fez uma boa volta, mas acabou tendo que se segurar na pista 2 vezes para não cair e acabou marcando a 3ªMelhor marca. O último a entrar na pista foi Dominique Aegerter. O suíço da equipe Dynavolt fez as melhores parciais da classificação e acabou conquistando a pole position com 1:48.158. Sobrando acabou marcando a pole e larga na frente, tendo ao lado do dele Matteo Ferrari da Gresini e Lucas Tulovic da Tech 3.

Eric Granado da Avintia abre a segunda fila, com Jordi Torres da Pons e Alejandro Medina da Aspar Martinez compõem essa fila.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
177Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica1’48.158
211Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’48.425
335Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergica1’48.525
451Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergica1’48.576
540Jordi TorresPons Racing 40Energica1’48.743
655Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergica1’48.766
715Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergica1’48.863
827Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergica1’48.897
97Niccolo CanepaLCR E-TeamEnergica1’49.206
1016Josh HookOCTO Pramac MotoEEnergica1’49.255
1118Xavi CardelusAvintia Esponsorama RacingEnergica1’49.334
1210Xavier SimeonLCR E-TeamEnergica1’49.395
1363Mike di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergica1’49.525
1461Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’49.734
1584Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergica1’50.229
166Maria HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaSem tempo
1770Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaSem tempo

Abrindo o dia de domingo, a Moto E teve mais uma curta corrida com muitas disputas por posições, mas o domínio foi mesmo do suíço Dominique Aegerter, que acabou largando muito bem e manteve a liderança.

Só nas 2 primeiras voltas tivemos disputa pela ponta, Ferrari passou Aegerter na curva 4 e o suíço recuperou no final da reta oposta. Na curva 9, Ferrari novamente passou Aegerter. Alejandro Medina aproveitou a briga para superar o piloto da Dynavolt, não satisfeito, o espanhol passou Ferrari e cruzou a linha da primeira volta na liderança, deixando Aegerter e Ferrari disputando a segunda posição. Casadei, Torres, de Angelis e Granado completavam as 7 primeiros colocados.

Ainda na primeira volta, Granado que não largou muito bem acabou perdendo a curva, assim como Lucas Tulovic. Mais atrás, Alessandro Zacconi e Tommasi Macron caíram e deixaram a prova após 6 curvas.

Após superar Ferrari, Aegerter foi com tudo para cima de Medina e acabou voltando a liderança após ficar roda com roda com o jovem piloto da Aspar Martinez na curva 9. Ferrari começava a ser pressionado por Mattia Casadei, logo atrás Jordi Torris e Eric Granado disputaram a 5ªposição, a briga acabou com ultrapassagem do piloto brasileiro.

Medina perdeu posições para Ferrari e Casadei, logo os dois pilotos passaram a disputar a 2ªposição, na disputa dos pilotos italianos acabou o da SIC58 levando a melhor. No final da terceira volta, Granado supera Medina que tentou dar o troco na curva 13, na perseguição ao piloto da Avintia acabou o espanhol caindo e deixando a corrida.

Granado na 4ªvolta passou primeiro Ferrari e depois passou também a Casadei assumindo a segunda posição. Com duas voltas para terminar a corrida, o brasileiro era o único que poderia tentar alcançar Aegerter.

Porém, na penúltima volta, Granado é vitima da manobra inconsequente e desastrosa de Matteo Ferrari, que praticamente não conseguiu fazer a curva e acertou a traseira da moto 51. Os dois caíram, Ferrari deixou a prova, já Eric conseguiu voltar para terminar a corrida.

Depois disso, ai que não teve mais briga. Só apenas no final, Casadei brigou e ganhou a 3ªposição de Niccolo Canepa. Na curva final, Canepa ainda perderia posição para Alex de Angelis que levou o 4ºlugar.

Dominique Aegerter acabou com a vitória, em um final de semana perfeito (Assim como Eric Granado teve na abertura do campeonato na semana anterior) e assume a liderança do campeonato com 41 pontos ganhos. Jordi Torres fez uma prova discreta, mas esteve na hora certa e sem grandes riscos foi premiado com o 2ºlugar. Mattia Casadei da SIC58 completou o pódio.

Alex de Angelis, Niccolo Canepa e Lucas Tulovic completaram as 6 primeiras posições. Eric Granado ficou em 13º completando a corrida mais de 1 minuto e meio atrás do vencedor e novo líder do Mundial de Moto E. O Campeonato das motos Elétricas volta no dia 13 de Setembro para a etapa de San Marino, do circuito de Misano para a 3ªetapa.

Fotos:

Resultado final da 2ªEtapa do Mundial de Moto E
GP da Audalucia – 6 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
177Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica10’54.366
240Jordi TorresPons Racing 40Energicaa 2.688
327Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 3.759
415Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 4.484
57Niccolo CanepaLCR E-TeamEnergicaa 4.537
635Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergicaa 5.980
763Mike di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 6.133
816Josh HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 6.513
910Xavier SimeonLCR E-TeamEnergicaa 8.695
1018Xavi CardelusAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 10.583
116Maria HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaa 13.594
1284Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergicaa 13.641
1351Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 1’37.947
11Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 2 voltas
55Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergicaa 3 voltas
61Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 6 voltas
70Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaa 6 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Eric Granado sobra e conquista vitória na etapa de abertura da moto e em 2020

Eric Granado sobrando na turma na etapa de abertura da 2ªTemporada da Moto E, em uma exibição maravilhosa no domingo. Só tivemos 17 pilotos em Jerez por que  Alessandro Zaccone fraturou o Femur e acabou não tendo condições para correr na estreia do campeonato das motos elétricas.

O Formato de classificação da classe não foi modificado, Cada piloto iria para a pista um de cada vez, Assim que um piloto abria sua volta rápida, o piloto seguinte precisava entrar na pista ou seria desclassificado e não teria direito de fazer a volta.

Jakub Kornfeil foi o primeiro a entrar na pista, Sua volta foi bem lenta e acabou sendo a pior volta de todas. Maria Herrera superou a volta em 1.3 segundos e o Andorrenho Xavier Cardelus fez a volta 33 milésimos mais rápido que a piloto da Aspar Martinez. Nenhum deles iria disputar de fato a pole, Muito menos Tommaso Marcon da Tech3 que marcou uma volta muito ruim, só ficando na penúltima posição no Grid de Largada.

Depois Casadei já melhorou bem a marca da pole com 1:49.374, O piloto da Sic58 foi superado logo depois por Alex de Angelis da Pramac em 243 milésimos. Joshua Hook e Mike di Meglio não foram capazes de superar o piloto de San Marino.

9ºpiloto a entrar na pista, o estreante  Alejandro Medina acabou marcando uma bela marca, sendo o primeiro a romper a barreira do 1 minuto e 49 segundos, com seu tempo de 1:48.996. Esse tempo foi superado pelo alemão Lucas Tulovic da Tech 3, com 1:48.811.

Depois disso, Jordi Torres, Xavier Simeon e Matteo Ferrari tentaram, mas não conseguiram tirar a 1ªposição do piloto Alemão. O campeão da Moto E no ano passado ficou com o segundo tempo com 1:48.945.

Um dos últimos pilotos a irem para a pista, Niccolo Canepa vinha muito bem, com marca para passar para a ponta, mas na curva 11 o piloto italiano caiu e o treino foi interrompido por uns 10 minutos.

Faltava apenas Aegerter e Granado fazerem suas voltas, o piloto Suíço da Dynavolt fez uma grande volta, mas não superou Tulovic que tinha a pole nas suas mãos. Sendo o mais rápido dos treinos livres, Eric Granado da Avintia foi para a pista com a missão de confirmar seu favoritismo.

O Brasileiro teve dificuldade até a metade de volta, mas dai por diante, Eric Granado foi mais rápido nas parciais finais e acabou conquistando a pole position com 1:48.620, confirmando o seu favoritismo para a classificação e se colocando como candidato a vitória. Tulovic, Aegerter, Ferrari e Medina completavam os 5 primeiros colocados.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
151 Eric Granado Avintia Esponsorama RacingEnergica1’48.620
235 Lukas Tulovic Tech3 E-RacingEnergica1’48.811
377 Dominique Aegerter Dynavolt Intact GPEnergica1’48.876
411 Matteo Ferrari Trentino Gresini MotoEEnergica1’48.945
555 Alejandro Medina Openbank Aspar TeamEnergica1’48.996
610 Xavier Siméon LCR E-TeamEnergica1’49.070
715 Alex de Angelis Octo Pramac MotoEEnergica1’49.131
840 Jordi Torres Pons Racing 40Energica1’49.293
966 Niki Tuuli Avant Ajo MotoEEnergica1’49.372
1027 Mattia Casadei Ongetta Sic58 Squadra CorseEnergica1’49.374
1163 Mike Di Meglio EG 0,0 Marc VDSEnergica1’49.650
1218 Xavier Cardelús Avintia Esponsorama RacingEnergica1’49.710
1316 Joshua Hook Octo Pramac MotoEEnergica1’49.722
146 María Herrera Openbank Aspar TeamEnergica1’49.743
1570 Tommaso Marcon Tech3 E-RacingEnergica1’50.110
1684 Jakub Kornfeil WithU MotorsportEnergica1’51.012
177 Niccolò Canepa LCR E-TeamEnergicaSem Tempo

Abrindo a programação de domingo, o Mundial de Motovelocidade e os telespectadores em casa acabaram vendo uma lavada de Eric Granado em cima da Concorrência. Na largada, Lucas Tulovic da Tech3 assumiu a ponta após largar melhor que o piloto Brasileiro, mas isso não durou muito tempo, na reta oposta, Granado superou Tulovic e assumiu a liderança e a partir dai começou o passeio do piloto da Avintia.

Em 2 voltas, Granado abriu praticamente mais de um segundo sobre os demais, A partir de Lucas Tulovic para trás, tivemos uma grande disputa pela segunda posição. Matteo Ferrari foi para cima de Tulovic nas 3 voltas restantes da curta corrida de 6 voltas das motos elétricas. Também mostrava que o desempenho da moto de Ferrari estava bem melhor, mas o piloto Alemão resistia a pressão bravamente.

A 2 voltas do final, Ferrari superou Tulovic e passou para a segunda posição, mas teria que tentar tirar quase 3 segundos de Granado, ou seja, uma missão praticamente impossível de se tirar essa vantagem até a bandeirada. Dominique Aegerter vinha se recuperando após uma largada ruim, passando de um a um seus adversários. No final, O piloto suíço superou Tulovic e assumiu a terceira posição. Já na disputa entre Jordi Torres e  Alejandro Medina acabou ambos passando do ponto e nisso, Mattia Casadei se aproveitou e ganhou suas posições.

Eric Granado completa final de semana impecável com a vitória, É a terceira vitória do piloto Brasileiro que se torna o maior vencedor da Moto E, se colocando como um sério candidato ao título da categoria.

O pódio foi completado pelo Campeão do ano passado Matteo Ferrari da Gresini e do Suíço Dominique Aegerter. Os dois sem dúvida serão fortes adversários para Granado na disputa pelo título, sendo que Ferrari quer repetir a dose e conquistar o bicampeonato. Lucas Tulovic teve uma boa estreia na categoria, mas sem ritmo suficiente para segurar seu lugar no pódio. O também italiano Mattia Casadei completou os 5 primeiros colocados.

A próxima etapa da Moto E acontece nesse domingo no mesmo circuito de Jerez de La Fronteira.

Fotos:

Resultado final da 1ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto E

posPilotoEquipeMotoTempo
151 Eric Granado Avintia Esponsorama RacingEnergica10’55.542
211 Matteo Ferrari Trentino Gresini MotoEEnergicaa 3.044
377 Dominique Aegerter Dynavolt Intact GPEnergicaa 3.299
435 Lukas Tulovic Tech3 E-RacingEnergicaa 3.517
527 Mattia Casadei Ongetta Sic58 Squadra CorseEnergicaa 4.082
640 Jordi Torres Pons Racing 40Energicaa 4.245
755 Alejandro Medina Openbank Aspar TeamEnergicaa 4.906
810 Xavier Siméon LCR E-TeamEnergicaa 5.475
916 Joshua Hook Octo Pramac MotoEEnergicaa 5.795
1063 Mike Di Meglio EG 0,0 Marc VDSEnergicaa 8.484
1166 Niki Tuuli Avant Ajo MotoEEnergicaa 8.791
1270 Tommaso Marcon Tech3 E-RacingEnergicaa 10.301
137 Niccolò Canepa LCR E-TeamEnergicaa 10.579
1418 Xavier Cardelús Avintia Esponsorama RacingEnergicaa 10.868
156 María Herrera Openbank Aspar TeamEnergicaa 14.311
1684 Jakub Kornfeil WithU MotorsportEnergicaa 21.385
1715 Alex de Angelis Octo Pramac MotoEEnergicaa 26.977

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder fecha temporada com vitória em Valencia e confirma o vice-campeonato da Moto 2

Brad Binder acabou tendo mais dificuldade do que se esperava, Mas acabou conquistando a sua 5ªvitória na temporada, fechando o ano com o Vice-campeonato Mundial da Moto 2. A disputa pela vitória e pela 2ªposição do campeonato ficou entre O Sul-Africano e o Suíço Thomas Luthi que deu trabalho para o piloto da KTM, ficando na ponta na maior parte da prova. Navarro completou o pódio após briga a corrida toda com Stefano Manzi, um dos destaques do final de semana em Ricardo Torno.

Prova da moto 2 foi reduzida para apenas 16 voltas. Jorge Martin e Thomas Luthi se aproveitaram da fraca largada de Jorge Navarro e assumiram os 2 primeiros lugares. Navarro caiu para o 3ºlugar, seguido de Brad Binder, Xavi Vierge e Stefano Manzi.

No final da primeira volta, Binder supera Navarro subindo para o 3ºlugar. Na segunda volta, Martin erra e permite a Luthi a liderança da corrida e Binder passou para o segundo lugar.

A partir da volta seguinte, O Gueopado Sul-Africano vai para cima de Luthi. Os dois principais postulantes ao campeonato lutando mano a mano pela vitória e pela posição no campeonato, Com Navarro em 3ºlugar, acompanhando os 2 primeiros lugares. Manzi superou Martin e assumiu o 4ºlugar. É de longe a melhor corrida da carreira do piloto da MV Agusta no Mundial. Enquanto isso, Martin acabou perdendo posição para Vierge e Marquez, caindo para o 7ºlugar.

Luthi resistia a pressão e chegou a abrir meio segundo de Brad Binder. Porém, O Sul-africano foi para cima e acabou conquistando a liderança no começo da 11ªvolta, Mas em seguida, Binder errou e Luthi acabou voltando para a liderança da prova. Nisso, Navarro e Manzi chegam nos 2 e formam o Grupo que vinha disputando a liderança e a vitória. O principal piloto da MV Agusta estava com a moto embutida na moto da Speed UP de Navarro em busca do pódio.

Alex Marquez estava fazendo uma boa prova de recuperação, em uma solida 5ªposição, Mas a 4 voltas do final, O campeão do mundo vai para o chão e acaba saindo da disputa. (Voltando a mais de 1 minuto atrás dos lideres)

A 2 voltas do final, Binder foi para cima de Luthi e acabou no final da reta oposta superando o suíço. Era o golpe fatal para liderar a prova e de garantir do vice-campeonato da Moto 2. Na volta final, Binder abriu vantagem para Luthi. Na curva 6, Manzi superou Navarro e poderia ter ganho o pódio, Mas Navarro não se entregou e acabou recuperando a posição no final da reta oposta.

Brad Binder conquistou a vitória e acabou confirmando o vice-campeonato da Moto 2. Com a queda de Alex Marquez o sul-africano acabou ficando a 3 pontos do campeão da temporada. No ano que vem, Binder vai correr na MotoGP em 2020. Uma bela despedida para o piloto que juntamente com Alex Marquez ficou com 5 vitórias na temporada. Thomas Luthi termina o ano com o 2ºlugar na corrida e terminando em 3ºlugar no Mundial de Pilotos, apesar disso acaba sendo frustrante como o piloto da Dynavolt tinha a vitória e o vice-campeonato nas mãos a maior parte da prova.

O pódio ficou mesmo com Jorge Navarro, O 4ºlugar no Mundial de Pilotos. Um bom resultado para o Espanhol, para 2020 o foco primeiro era a conquista da primeira vitória e de disputar o título. Jorge Martin fez uma boa corrida, chegando na 5ªposição. Augusto Fernandez usando a pintura da moto de Sito Pons. (Em homenagem ao antigo Piloto campeão das 250cc de 1988 e 1989)

Xavi Vierge da Marc VDS ficou em 7ºlugar, a frente de Luca Marini da Vr46, Fabio di Giannantonio da Speed UP e de Sam Lowes da Gresini. O Campeonato de equipes ficou com a equipe Pons, Com 4 pontos de diferença para a Dynavolt. A Marc VDS acabou não conseguindo o campeonato pela irregularidade de Vierge. O Italiano Fabio di Giannantonio acabou com o título de Rookie do ano, na frente de Enea Bastianini.

Mattia Pasini da Tasca, Dominique Aegerter da MV Agusta, , Jake Dixon da Angel Nieto, Enea Bastianini da Italtrans e Remy Gardney da SAG completaram a zona de pontuação. Alex Marquez fechou a corrida em 30ºlugar, Mas comemorou o campeonato mesmo assim. Amanhã, Além de Marquez, Binder, Luthi e Fabio di Giannantonio vão para a festa de premiação da MotoGP amanhã.

Fotos:

Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
141Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM25’30.766
212Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 0.735
39Jorge NavarroMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 1.045
462Stefano ManziMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 1.185
588Jorge MartínRed Bull KTM AjoKTMa 8.066
640Augusto FernándezFLEXBOX HP 40Kalexa 8.311
797Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 9.922
810Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 11.085
921Fabio Di GiannantonioMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 11.739
1022Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 12.362
1154Mattia PasiniTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 16.620
1277Dominique AegerterMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 17.160
1396Jake DixonInde Angel Nieto TeamKTMa 17.595
1433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 17.624
1587Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 17.835
1623Marcel SchrötterDynavolt Intact GPKalexa 18.090
177Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 18.251
1816Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 18.434
1972Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 19.829
205Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 20.278
2145Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 20.298
2211Nicolò BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 20.362
2335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 20.280
2464Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 25.732
2520Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 28.179
2665Philipp ÖttlRed Bull KTM Tech 3KTMa 28.392
2770Tommaso MarconNTS RW Racing GPNTSa 32.617
2818Xavier CardelúsInde Angel Nieto TeamKTMa 37.281
2947Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalexa 37.410
3073Álex MárquezEG 0,0 Marc VDSKalexa 1’29.344
69Sean KellyAmerican Racing KTMKTMa 2 Voltas
3Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 11 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP