Pole e vitória de Dominique Aegerter na Moto e – Etapa de Andaluzia

O suíço Dominique Aegerter da Dynavolt dominou o final de semana, marcando a E-Pole no Sábado e a sua primeira corrida da carreira em sua segunda corrida na categoria das motos elétricas e assumiu a liderança do campeonato, Beneficiado por que Eric Granado acabou sendo abatido pela manobra inconsequente de Matteo Ferrari na parte final da corrida.

Na classificação do Sábado, Jakub Kornfeil começou com uma volta ruim, sem chances de pole. Maria Herrera que fez volta melhor que o tcheco teve sua volta anulada por passar os limites na curva 4. Alessandro Zacconi e Josh Hook superaram o fraco tempo de Kornfeil.

Tommaso Macron acabou saindo depois o tempo ser esgotado e foi impedido de abrir sua volta. A marca de Hook só foi baixada e muito bem baixada pelo Alemão Lucas Tulovic, O piloto da Tech 3. Com quase 1 segundo de frente para Hook.

Depois, Niccolo Canepa e Xavier Simeon não chegaram nem perto do Alemão. Outros dois pilotos foram para a pista, e chegaram perto de tirar a pole das mãos de Tulovic, mas Tanto Jordi Torres com 1:48.743 como Alejandro Medina com 1:48.766.

A pole estava nas mãos de Tulovic, até que o vice-líder do campeonato Matteo Ferrari fez uma grande volta, baixando todos os setores e marcando 1:48.425 tomando a ponta da classificação. Depois os pilotos Alex de Angelis e Mattia Casadei fizeram voltas intermediarias.

Eric Granado fez uma boa volta, mas acabou tendo que se segurar na pista 2 vezes para não cair e acabou marcando a 3ªMelhor marca. O último a entrar na pista foi Dominique Aegerter. O suíço da equipe Dynavolt fez as melhores parciais da classificação e acabou conquistando a pole position com 1:48.158. Sobrando acabou marcando a pole e larga na frente, tendo ao lado do dele Matteo Ferrari da Gresini e Lucas Tulovic da Tech 3.

Eric Granado da Avintia abre a segunda fila, com Jordi Torres da Pons e Alejandro Medina da Aspar Martinez compõem essa fila.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
177Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica1’48.158
211Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’48.425
335Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergica1’48.525
451Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergica1’48.576
540Jordi TorresPons Racing 40Energica1’48.743
655Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergica1’48.766
715Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergica1’48.863
827Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergica1’48.897
97Niccolo CanepaLCR E-TeamEnergica1’49.206
1016Josh HookOCTO Pramac MotoEEnergica1’49.255
1118Xavi CardelusAvintia Esponsorama RacingEnergica1’49.334
1210Xavier SimeonLCR E-TeamEnergica1’49.395
1363Mike di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergica1’49.525
1461Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergica1’49.734
1584Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergica1’50.229
166Maria HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaSem tempo
1770Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaSem tempo

Abrindo o dia de domingo, a Moto E teve mais uma curta corrida com muitas disputas por posições, mas o domínio foi mesmo do suíço Dominique Aegerter, que acabou largando muito bem e manteve a liderança.

Só nas 2 primeiras voltas tivemos disputa pela ponta, Ferrari passou Aegerter na curva 4 e o suíço recuperou no final da reta oposta. Na curva 9, Ferrari novamente passou Aegerter. Alejandro Medina aproveitou a briga para superar o piloto da Dynavolt, não satisfeito, o espanhol passou Ferrari e cruzou a linha da primeira volta na liderança, deixando Aegerter e Ferrari disputando a segunda posição. Casadei, Torres, de Angelis e Granado completavam as 7 primeiros colocados.

Ainda na primeira volta, Granado que não largou muito bem acabou perdendo a curva, assim como Lucas Tulovic. Mais atrás, Alessandro Zacconi e Tommasi Macron caíram e deixaram a prova após 6 curvas.

Após superar Ferrari, Aegerter foi com tudo para cima de Medina e acabou voltando a liderança após ficar roda com roda com o jovem piloto da Aspar Martinez na curva 9. Ferrari começava a ser pressionado por Mattia Casadei, logo atrás Jordi Torris e Eric Granado disputaram a 5ªposição, a briga acabou com ultrapassagem do piloto brasileiro.

Medina perdeu posições para Ferrari e Casadei, logo os dois pilotos passaram a disputar a 2ªposição, na disputa dos pilotos italianos acabou o da SIC58 levando a melhor. No final da terceira volta, Granado supera Medina que tentou dar o troco na curva 13, na perseguição ao piloto da Avintia acabou o espanhol caindo e deixando a corrida.

Granado na 4ªvolta passou primeiro Ferrari e depois passou também a Casadei assumindo a segunda posição. Com duas voltas para terminar a corrida, o brasileiro era o único que poderia tentar alcançar Aegerter.

Porém, na penúltima volta, Granado é vitima da manobra inconsequente e desastrosa de Matteo Ferrari, que praticamente não conseguiu fazer a curva e acertou a traseira da moto 51. Os dois caíram, Ferrari deixou a prova, já Eric conseguiu voltar para terminar a corrida.

Depois disso, ai que não teve mais briga. Só apenas no final, Casadei brigou e ganhou a 3ªposição de Niccolo Canepa. Na curva final, Canepa ainda perderia posição para Alex de Angelis que levou o 4ºlugar.

Dominique Aegerter acabou com a vitória, em um final de semana perfeito (Assim como Eric Granado teve na abertura do campeonato na semana anterior) e assume a liderança do campeonato com 41 pontos ganhos. Jordi Torres fez uma prova discreta, mas esteve na hora certa e sem grandes riscos foi premiado com o 2ºlugar. Mattia Casadei da SIC58 completou o pódio.

Alex de Angelis, Niccolo Canepa e Lucas Tulovic completaram as 6 primeiras posições. Eric Granado ficou em 13º completando a corrida mais de 1 minuto e meio atrás do vencedor e novo líder do Mundial de Moto E. O Campeonato das motos Elétricas volta no dia 13 de Setembro para a etapa de San Marino, do circuito de Misano para a 3ªetapa.

Fotos:

Resultado final da 2ªEtapa do Mundial de Moto E
GP da Audalucia – 6 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
177Dominique AegerterDynavolt Intact GPEnergica10’54.366
240Jordi TorresPons Racing 40Energicaa 2.688
327Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 3.759
415Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 4.484
57Niccolo CanepaLCR E-TeamEnergicaa 4.537
635Lukas TulovicTech 3 E-RacingEnergicaa 5.980
763Mike di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 6.133
816Josh HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 6.513
910Xavier SimeonLCR E-TeamEnergicaa 8.695
1018Xavi CardelusAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 10.583
116Maria HerreraOpenbank Aspar TeamEnergicaa 13.594
1284Jakub KornfeilWithU MotorsportEnergicaa 13.641
1351Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 1’37.947
11Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 2 voltas
55Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamEnergicaa 3 voltas
61Alessandro ZacconeTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 6 voltas
70Tommaso MarconTech 3 E-RacingEnergicaa 6 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Eric Granado sobra e conquista vitória na etapa de abertura da moto e em 2020

Eric Granado sobrando na turma na etapa de abertura da 2ªTemporada da Moto E, em uma exibição maravilhosa no domingo. Só tivemos 17 pilotos em Jerez por que  Alessandro Zaccone fraturou o Femur e acabou não tendo condições para correr na estreia do campeonato das motos elétricas.

O Formato de classificação da classe não foi modificado, Cada piloto iria para a pista um de cada vez, Assim que um piloto abria sua volta rápida, o piloto seguinte precisava entrar na pista ou seria desclassificado e não teria direito de fazer a volta.

Jakub Kornfeil foi o primeiro a entrar na pista, Sua volta foi bem lenta e acabou sendo a pior volta de todas. Maria Herrera superou a volta em 1.3 segundos e o Andorrenho Xavier Cardelus fez a volta 33 milésimos mais rápido que a piloto da Aspar Martinez. Nenhum deles iria disputar de fato a pole, Muito menos Tommaso Marcon da Tech3 que marcou uma volta muito ruim, só ficando na penúltima posição no Grid de Largada.

Depois Casadei já melhorou bem a marca da pole com 1:49.374, O piloto da Sic58 foi superado logo depois por Alex de Angelis da Pramac em 243 milésimos. Joshua Hook e Mike di Meglio não foram capazes de superar o piloto de San Marino.

9ºpiloto a entrar na pista, o estreante  Alejandro Medina acabou marcando uma bela marca, sendo o primeiro a romper a barreira do 1 minuto e 49 segundos, com seu tempo de 1:48.996. Esse tempo foi superado pelo alemão Lucas Tulovic da Tech 3, com 1:48.811.

Depois disso, Jordi Torres, Xavier Simeon e Matteo Ferrari tentaram, mas não conseguiram tirar a 1ªposição do piloto Alemão. O campeão da Moto E no ano passado ficou com o segundo tempo com 1:48.945.

Um dos últimos pilotos a irem para a pista, Niccolo Canepa vinha muito bem, com marca para passar para a ponta, mas na curva 11 o piloto italiano caiu e o treino foi interrompido por uns 10 minutos.

Faltava apenas Aegerter e Granado fazerem suas voltas, o piloto Suíço da Dynavolt fez uma grande volta, mas não superou Tulovic que tinha a pole nas suas mãos. Sendo o mais rápido dos treinos livres, Eric Granado da Avintia foi para a pista com a missão de confirmar seu favoritismo.

O Brasileiro teve dificuldade até a metade de volta, mas dai por diante, Eric Granado foi mais rápido nas parciais finais e acabou conquistando a pole position com 1:48.620, confirmando o seu favoritismo para a classificação e se colocando como candidato a vitória. Tulovic, Aegerter, Ferrari e Medina completavam os 5 primeiros colocados.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
151 Eric Granado Avintia Esponsorama RacingEnergica1’48.620
235 Lukas Tulovic Tech3 E-RacingEnergica1’48.811
377 Dominique Aegerter Dynavolt Intact GPEnergica1’48.876
411 Matteo Ferrari Trentino Gresini MotoEEnergica1’48.945
555 Alejandro Medina Openbank Aspar TeamEnergica1’48.996
610 Xavier Siméon LCR E-TeamEnergica1’49.070
715 Alex de Angelis Octo Pramac MotoEEnergica1’49.131
840 Jordi Torres Pons Racing 40Energica1’49.293
966 Niki Tuuli Avant Ajo MotoEEnergica1’49.372
1027 Mattia Casadei Ongetta Sic58 Squadra CorseEnergica1’49.374
1163 Mike Di Meglio EG 0,0 Marc VDSEnergica1’49.650
1218 Xavier Cardelús Avintia Esponsorama RacingEnergica1’49.710
1316 Joshua Hook Octo Pramac MotoEEnergica1’49.722
146 María Herrera Openbank Aspar TeamEnergica1’49.743
1570 Tommaso Marcon Tech3 E-RacingEnergica1’50.110
1684 Jakub Kornfeil WithU MotorsportEnergica1’51.012
177 Niccolò Canepa LCR E-TeamEnergicaSem Tempo

Abrindo a programação de domingo, o Mundial de Motovelocidade e os telespectadores em casa acabaram vendo uma lavada de Eric Granado em cima da Concorrência. Na largada, Lucas Tulovic da Tech3 assumiu a ponta após largar melhor que o piloto Brasileiro, mas isso não durou muito tempo, na reta oposta, Granado superou Tulovic e assumiu a liderança e a partir dai começou o passeio do piloto da Avintia.

Em 2 voltas, Granado abriu praticamente mais de um segundo sobre os demais, A partir de Lucas Tulovic para trás, tivemos uma grande disputa pela segunda posição. Matteo Ferrari foi para cima de Tulovic nas 3 voltas restantes da curta corrida de 6 voltas das motos elétricas. Também mostrava que o desempenho da moto de Ferrari estava bem melhor, mas o piloto Alemão resistia a pressão bravamente.

A 2 voltas do final, Ferrari superou Tulovic e passou para a segunda posição, mas teria que tentar tirar quase 3 segundos de Granado, ou seja, uma missão praticamente impossível de se tirar essa vantagem até a bandeirada. Dominique Aegerter vinha se recuperando após uma largada ruim, passando de um a um seus adversários. No final, O piloto suíço superou Tulovic e assumiu a terceira posição. Já na disputa entre Jordi Torres e  Alejandro Medina acabou ambos passando do ponto e nisso, Mattia Casadei se aproveitou e ganhou suas posições.

Eric Granado completa final de semana impecável com a vitória, É a terceira vitória do piloto Brasileiro que se torna o maior vencedor da Moto E, se colocando como um sério candidato ao título da categoria.

O pódio foi completado pelo Campeão do ano passado Matteo Ferrari da Gresini e do Suíço Dominique Aegerter. Os dois sem dúvida serão fortes adversários para Granado na disputa pelo título, sendo que Ferrari quer repetir a dose e conquistar o bicampeonato. Lucas Tulovic teve uma boa estreia na categoria, mas sem ritmo suficiente para segurar seu lugar no pódio. O também italiano Mattia Casadei completou os 5 primeiros colocados.

A próxima etapa da Moto E acontece nesse domingo no mesmo circuito de Jerez de La Fronteira.

Fotos:

Resultado final da 1ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto E

posPilotoEquipeMotoTempo
151 Eric Granado Avintia Esponsorama RacingEnergica10’55.542
211 Matteo Ferrari Trentino Gresini MotoEEnergicaa 3.044
377 Dominique Aegerter Dynavolt Intact GPEnergicaa 3.299
435 Lukas Tulovic Tech3 E-RacingEnergicaa 3.517
527 Mattia Casadei Ongetta Sic58 Squadra CorseEnergicaa 4.082
640 Jordi Torres Pons Racing 40Energicaa 4.245
755 Alejandro Medina Openbank Aspar TeamEnergicaa 4.906
810 Xavier Siméon LCR E-TeamEnergicaa 5.475
916 Joshua Hook Octo Pramac MotoEEnergicaa 5.795
1063 Mike Di Meglio EG 0,0 Marc VDSEnergicaa 8.484
1166 Niki Tuuli Avant Ajo MotoEEnergicaa 8.791
1270 Tommaso Marcon Tech3 E-RacingEnergicaa 10.301
137 Niccolò Canepa LCR E-TeamEnergicaa 10.579
1418 Xavier Cardelús Avintia Esponsorama RacingEnergicaa 10.868
156 María Herrera Openbank Aspar TeamEnergicaa 14.311
1684 Jakub Kornfeil WithU MotorsportEnergicaa 21.385
1715 Alex de Angelis Octo Pramac MotoEEnergicaa 26.977

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 2 em Assen: Augusto Fernandez ganha pela 1ªvez e Luthi retorna a liderança do campeonato

Classificação do Sábado em Assen

Jogados para a fase de repescagem da classificação, Os pilotos Lorenzo Baldassarri e Jorge Navarro tinham a obrigação de classificação para o Q2. Começando a classificação era o britânico Sam Lowes que liderava a classificação com 1:37.826 contra 1:37.962 de Jorge Navarro que vinha em 2º com sua Speed UP. 

Em má fase na Temporada, Lorenzo Baldassarri a 11 minutos do final superou Lowes em 7 décimos com 1:37.053, Não satisfeito ele foi para uma nova volta e acabou baixando em mais 23 segundos. A classificação parecia garantida para o Q2. Os outros classificados eram Lowes, Navarro e Manzi a 9 minutos do final. Quem apareceu bem a 8 minutos do final foi Chantra, que subiu para a 3ªposição. Era o que precisava para Navarro partir para uma nova volta rápida. O Espanhol que estava na Bolha fez uma volta muito rápida e volta os 4 primeiros com 1:37.365 com o 3ºlugar. Chantra perderia seu lugar pra o Q2, Ele foi superado pelo Nicolò Bulega da Sky Racing VR46 e pelo piloto da MV Agusta Dominique Aegerter, Que agora estava com o 4ºtempo com 1:37.529.

A minutos do final, Navarro tentava garantir seu lugar no Q2. Enquanto isso, Baldassarri já estava nos boxes esperando o Q2. Nos últimos momentos do Q1 foi muito bom para os pilotos Jorge Navarro e Nicolo Bulega. O Espanhol da Speed UP acabou subindo para o 2ºlugar e O piloto da equipe de Valentino Rossi acabou subindo para o 4ºlugar, Tomando o lugar de Aegerter na zona de classificação.

Os pilotos da MV Agusta mais Chantra tentaram uma última volta, Mas acabaram ficando com que eles tinham mesmo. Baldassarri e Navarro confirmaram o Favoritismo e Lowes e Bulega foram os outros classificados para o Q2.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
17Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalex1’37.030
29Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’37.143
322Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’37.358
411Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46Kalex1’37.505
577Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’37.529
635Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’37.626
762Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’37.789
872Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.805
994Jonas FolgerPetronas Sprinta RacingKalex1’38.063
1064Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’38.103
1196Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’38.118
1224Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalex1’38.121
133Lukas TulovicKiefer RacingKTM1’38.462
1416Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM1’38.510
154Steven OdendaalNTS RW Racing GPNTS1’38.967
1618Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’39.474
1765Philipp OettelRed Bull KTM Tech 3KTMSem Tempo

Os primeiros a entrarem na pista pelo Q2 foram Tetsuda Nagashima, Remy Gardner, Luca Marini e Sam Lowes. Depois todos os outros foram para a pista, Após ter passado com facilidade no Q1, Lorenzo Baldassarri acabou indo ao chão na sua primeira tentativa de volta. O Italiano demorou mais ou menos 3 minutos para fazer sua moto funcionar, Depois disso Balda volta aos boxes para ajeitar sua moto.

Nesse meio tempo, Lowes assumiu a ponta, Mas foi logo superado pelo Espanhol Xavi Vierge da Marc VDS a 11 minutos e 30 segundos do termino da Classificação. Lowes, Nagashima, Luthi e Gardner vinham logo atrás.

Brad Binder conseguiu salvar-se de uma queda na chicane final, Isso foi legal para o Sul-Africano, Mas melhor que isso foi que ele fez a melhor volta na sua passagem seguinte, Com 1:36.682 a 9:40 do final. Remy Gardner era o segundo (Tinha sido o líder por 10 segundos até a volta do Binder) Thomas Luthi passou para o terceiro lugar com 1:37.078. Alex Marquez chegou a flertar com a primeira posição fazendo 3 parciais Vermelhas (As melhores do Treino) Mas perdeu muito no último Setor e acabou apenas tomando o 3ºlugar. A Surpresa naquele momento era Fabio di Giannantonio que vinha em 4º, A frente de Jorge Navarro.

A 6 Minutos do Final, Baldassarri e Locatelli não tinham tempos marcados. Lá na frente, Binder, Vierge e Marquez estavam separados por apenas 89 milésimos de segundo.

Outro que quase caiu foi Nagashima da SAG, Mas conseguiu se segurar e continuar o seu treino. E logo depois começou a fazer uma bela volta, Mas acabou perdendo tempo na segunda metade dela e ficou com o que tinha, Mesmo caso de Thomas Luthi que tentou melhorar e acabou ficando na mesma 6ªposição.

Remy Gardner foi para a sua volta a 2 minutos do final ele detonou todas as parciais e acabou levando a pole para a casa, Com 1:36.666. O Filho de Wayne Gardner conquistaria a pole position do GP da Holanda, Superando a Brad Binder, Xavi Vierge e Alex Marquez. Um belo desempenho da KTM que parece ter finalmente se achado na temporada com esse belo desempenho do piloto Sul-Africano. Vierge Superou seu companheiro de equipe e completa a primeira fila.

Na Segunda fila, vão largar Alex Marquez (o líder do campeonato), Sam Lowes em um bom treino levando a Gresini ao 5ºlugar e Fabio di Giannantonio mostrando velocidade ao levar a primeira SpeedUP do Grid ao 6ºlugar, Deixando para trás o Espanhol Jorge Navarro com a outra Speed UP. Tomas Luthi em um treino modesto acabou com o 8ºlugar. Enea Bastianini em constante crescimento na Moto 2 sai em 9º e Andrea Locatelli, Que esta ameaçado de sai da equipe larga em 10ºlugar. Lorenzo Baldassarri não conseguiu ir além do 12ºlugar com a sua moto da Pons.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
187Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalex1’36.572
241Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM1’36.682
397Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalex1’36.716
473Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalex1’36.771
522Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’36.855
621Fabio di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up1’36.979
79Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’37.076
812Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalex1’37.078
933Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’37.084
105Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalex1’37.171
1110Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’37.171
1223Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalex1’37.233
1340Augusto FernandezFLEXBOX HP 40Kalex1’37.340
1488Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTM1’37.405
1545Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalex1’37.413
167Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalex1’37.456
1727Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTM1’37.592
1811Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46Kalex1’37.604
1977Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’37.529
2035Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’37.626
2162Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’37.789
2272Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.805
2394Jonas FolgerPetronas Sprinta RacingKalex1’38.063
2464Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’38.103
2596Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’38.118
2624Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalex1’38.121
273Lukas TulovicKiefer RacingKTM1’38.462
2816Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM1’38.510
294Steven OdendaalNTS RW Racing GPNTS1’38.967
3018Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’39.474
3165Philipp OettelRed Bull KTM Tech 3KTMSem Tempo

Na Largada da prova intermediária do Mundial de Motovelocidade, Brad Binder larga melhor e toma a ponta de Remy Gardner que perderia posição longo em seguida para Vierge e quase perderia posição para Alex Marquez. Luthi largou bem e subiu do 8º para o 4ºlugar, Sam Lowes, Fabio di Giannatonio, Enea Bastianini, Luca Marini e Augusto Fernandez completavam os 10 primeiros colocados. Na segunda volta, Gardner supera Vierge e recupera o segundo lugar. Na curva 8, Luthi superou Marquez, Mas na curva seguinte ele acaba recuando e perdendo lugar para o irmão de Marc Marquez e também para Fabio di Giannatonio caindo para o 5ºlugar.

Gardner foi para cima de Binder e por causa da sua afobação acabou clicando sua moto e caindo para o 5ºlugar, O piloto da SAG começava a prova errando muito. Sam Lowes começava a prova muito bem, Ele chegou a ultrapassar Binder e assumir a liderança, Mas curvas depois o gueopado africano voltou a liderança da prova na 5ªVolta. Vierge vinha em terceiro com Luthi tentando passar Marquez de novo e o líder do campeonato levando a melhor e o suíço perdendo posições caindo para o 7ºlugar, Acho que o Suíço também vinha aforbado no começo de prova. Enquanto que Fernandez largando do 13ºlugar já vinha na 4ºposição e colado em Vierge. Lowes passou Binder, Mas na volta seguinte o piloto da Gresini quase caiu de posição.

Após 3 boas voltas, Fernandez passou Sam Lowes e depois na 9ªVolta passou Vierge e assumiu a segunda posição. Já o piloto da Gresini acabou recuando para o 6ºlugar após ser ultrapassado pelo Alex Marquez e Remy Gardner.

Remy Gardner no final da 10ªVolta acabou indo para o chão. Previsível pela sua enorme afobação que ele estava nas primeiras voltas da prova. Enquanto que Vierge voltou ao segundo lugar e foi para cima de Binder. Dava para ver que o piloto da KTM estava segurando a liderança de uma forma bem complicada, Mas a liderança não foi para as mãos do piloto da Marc VDS, Mas sim de Augusto Fernandez que passou Vierge e Binder. Porém, O piloto da Pons errou e permitiu que Binder voltasse a liderança.

Sam Lowes foi derrubado pelo Espanhol Jorge Martin e abandonou a prova, No final da volta 11 foi a vez de Navarro ir para o chão e deixar a prova. Enquanto Fernandez se pegava com Binder na luta pela ponta, Marquez e Luthi se pegavam pelo 5ºlugar, Os dois lideravam o campeonato de pilotos. Na 12ªVolta, Luthi levou vantagem sobre Marquez e acabou passando Jorge Martin e assumiu o 4ºlugar, Em contrapartida Baldassarri perdeu o 6ºlugar para o italiano Luca Marini.

Binder e Fernandez se tocaram na curva 5 e acabou o piloto da KTM mantendo a liderança e o piloto da Pons levando a pior, caindo para o 4ºlugar, Nessa Luthi se aproveita e sobe para o 2ºlugar e chegou a disputar e superar Binder, Que na curva seguinte deu um X no piloto da Dynavolt e voltou a ponta. Os 8 primeiros colocados estavam no primeiro pelotão: Binder, Vierge, Luthi, MArquez, Baldassarri, Marini, Fernandez, Bastianini quem vinha chegando era o Japonês Tetsura Nagashima. Já Jorge Martin acabou caindo na curva 4 da 13ªVolta e acabou por deixar naquela que era a sua melhor prova de 2019.

Vierge e Luthi disputaram posição e o piloto da Marc VDS levou a melhor, Luthi acabou errando e caindo para o 6ºlugar. Com todas essas brigas, Binder agradecia muito, Ele continuava líder da prova enquanto todos vinham brigando por posição atrás dele.

Na 17ªVolta, Marquez foi para cima de Binder. Mais atrás, Marcel Schrotter acabou punido e precisou fazer a volta longa, Ele vinha em um apagado 10ºlugar. A 6 Voltas do final, Marquez foi para cima de Binder. Na curva 5 ocorre a ultrapassagem, Mas o Sul-Africano na Reta oposta retorna a liderança usando a potência da sua moto.

A 5 voltas do final, Vierge vai para o chão na curva 5, Luthi acaba acertando a moto do piloto da Marc VDS, Mas quem caiu foi Enea Bastianini (Primeira corrida que ele não completa em 2019) Ambos deixaram a prova. Marquez voltou a liderança, Com Binder, Fernandez e Baldassarri e só os 4 estavam disputando a vitória. Marini e Luthi tinham ficado para trás. Logo os pilotos da Pons acabaram passado o piloto da KTM, Binder já não tinha mais moto para brigar por vitória.

Baldassarri foi para cima de Fernandez e assumiu o 2ºlugar, O Piloto da Pons buscava a 4ªVitória e tirar a 4ªVitória seguida de Marquez. A 2 Voltas do final, Baldassarri foi pra cima de Marquez, Mas ele fazendo a tomada e derrapando acabou caindo e levando o piloto da Marc VDS para o Chão. Os dois deixaram a corrida e viram a vitória ir para os braços de Augusto Fernandez. Que abriu uma pequena e suficiente vantagem para não se incomodado pelo Binder.

Augusto Fernandez conquistou sua primeira vitória da sua carreira na Moto 2. Uma grande vitória que coloca o espanhol na 3ªposição do Campeonato. Brad Binder em uma bela corrida chegou ao 2ºlugar e conquistou o seu primeiro pódio da temporada.

O Italiano Luca Marini completou o pódio, Sendo um dos sobreviventes do primeiro pelotão. Chegando na frente de Thomas Luthi da Dynavolt, Que depois dessa prova de fogo acabou agradecendo por não ter caindo quando atingiu a moto de Vierge e salvou um 4ºlugar, No que deu a ele de volta a liderança do campeonato. O Japonês Tetsura Nagashima chega ao seu melhor resultado na temporada e na sua carreira na Moto 2.

Andrea Locatelli conquistou um importante 6ºlugar para esse momento em que seu lugar na Italtrans esta ameaçado, Ele chegou a frente do Italiano Stefano Manzi que levou a MV Agusta ao melhor resultado da sua temporada de estreia. Aliás um belo final de semana da Forward. O Suíço Dominique Aegerter chegou em 9ºlugar. Entre eles ficou o alemão Marcel Schrotter em mais uma atuação decepcionante. Marco Bezzecchi completou os 10 primeiros colocados com a moto da Tech 3.

Nessa prova fizeram os primeiros pontos: Jake Dixon em 12º e Lucas Tulovic na 13ªposição. Nesse final de semana teremos a etapa da Alemanha do Mundial de Motovelocidade. Lá Saberemos que Thomas Luthi parte para as férias de meio de ano com a liderança ou Alex Marquez ira recuperar a 1ªposição do Mundial de Pilotos.

Fotos:

Resultado final da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – GP da Holanda

posPilotoEquipeMotoTempo
140Augusto FernandezFLEXBOX HP 40Kalex39’24.779
241Brad BinderRed Bull KTM AjoKTMa 0.612
310Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 3.686
412Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 4.028
545Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 5.391
65Andrea LovatelliItaltrans Racing TeamKalexa 13.127
762Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 13.183
823Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalexa 13.567
977Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 19.792
1072Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 21.291
1121Fabio di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Upa 23.591
1296Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 26.585
133Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 30.817
1416Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 34.122
1527Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTMa 34.406
164Steven OdendaalNTS RW Racing GPNTSa 40.034
1794Jonas FolgerPetronas Sprinta RacingKalexa 51.405
1818Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 59.200
x73Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalexa 2 Voltas
x7Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 2 Voltas
x97Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 5 Voltas
x33Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 5 Voltas
x88Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTMa 10 Voltas
x22Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 14 Voltas
x9Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Upa 14 Voltas
x87Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 15 Voltas
x11Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 22 Voltas
x24Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 23 Voltas
x64Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder conquista vitória em dia de Coadjuvantes em Phillip Island

O GP da Austrália na categoria intermediaria teve um dia de coadjuvantes, Os pilotos que disputaram o título não foram bem e a disputa pela vitória ficou com os pilotos que geralmente não estavam entre os favoritos. Brad Binder acabou conquistando a vitória e praticamente garantiu o terceiro lugar no campeonato de pilotos.

Antes da largada, Marcel Schrotter acabou tendo problemas  com sua moto. Fazendo ele largar dos boxes. Perdendo o 2ºlugar no grid. Com a primeira fila desfalcada a largada acontece em Phillip Island com Pasini largando bem e mantendo o 1ºlugar, Quem largou muito bem foi o Suíço Dominique Aegerter que assumiu o segundo lugar com a KTM de 2017 da Kiefer, Mas acabou superado pelo Vieger e Lecouna caindo para o 4ºlugar.

No começo da volta 2. Pasini, Vieger e Brab Binder começaram a disputar a liderança, O piloto da Italtrains acabou indo para o chão na curva 4 e abandonou a prova. A liderança passou a ficar nas mãos de Xavi Vierge com a outra moto da Dynavolt. Binder, Lecuona, Aegerter, Bagnaia, Marquez e A.Fernandes completavam os 8 primeiros lugares. O líder do campeonato fez uma ótima largada, Saindo do 16º para o 5ºlugar.

Mas logo o piloto da VR46 ficaria para trás, Ele não se acertou nesse circuito, Em poucas curvas ele perdeu posição para Marquez e Baldassarri.

Na 4ªVolta, Binder ultrapassa Vierge e toma a liderança. Na curva 10, Baldassarri e Marini disputaram lado a lado o 5ºlugar com vantagem para o piloto da equipe Pons. Francesco Bagnaia em pouco tempo já caia para o 11ºlugar, A frente de Miguel Oliveira que também não estava com um bom desempenho no final de semana. Um pouco mais a frente Marquez segurava Joan Mir e Remy Gardner disputando o 7ºlugar.

Na 7ªVolta, Lecuona erra a trajetória e acaba indo para o chão e prejudicou Xavi Vierge que precisou  diminuir a velocidade para não cair, perdendo posições. Aegerter voltou ao 2ºlugar, Com Baldassarri e Marini superando o piloto Espanhol da Dynavolt. O piloto da Pons foi para cima do esforçado Aegerter “que vinha em seu melhor final de semana com a moto da quase falida Kiefer) pelo 2ºlugar.

Apesar do melhor equipamento, Baldassarri não conseguia a ultrapassagem mesmo com uma melhor moto que o piloto Suíço. Vierge (que ganhou o 4ºlugar do Luca Marini) acabou não marcou bobeira e tomou o terceiro lugar do piloto Italiano. Na entrada da 10ªVolta, O piloto Espanhol não perdeu tempo e ultrapassou Aegerter ganhando o segundo lugar. O piloto suíço na curva seguinte perdeu posição para Baldassarri e no final da volta foi a vez de Mir tomar posição do piloto da Kiefer.

Lá Atrás, Oliveira e Bagnaia vinham perdendo posições. Em 12º e 13ºlugar, Sendo superados pelo Marcel Schrotter que acabou largando dos boxes.

Na 13ªvolta, Baldassarri tenta passar Binder que se defendeu bem desse ataque na reta dos boxes. Quem vinha muito bem, mas acabou caindo e deixando a prova foi Remy Gardner com sua Tech 3. Uma pena que isso aconteceu com o dono da casa. Na volta 14, Baldassarri depois de superar Binder acaba superando Vierge e assume a liderança. Na curva 4 da mesma volta, Vierge toma a ponta de volta para ele. Binder, Aegerter e Mir vinham completando os 5 primeiros lugares. Oliveira e Bagnaia continuavam a serem superados. Quartararo e Jesko Raffin passaram por eles. Uma triste prova dos dois postulantes ao campeonato.

Binder se aproveitando da briga entre Vierge e Baldassarri (Aonde ele se tocam de leve no curvão antes da reta dos boxes) e ultrapassou ambos com sua KTM oficial, ganhando o primeiro lugar. Ao contraio de Oliveira, O Sul-Africano estava tendo uma excelente corrida, Mas Vierge reagiu e na curva 3 tomou de volta a primeira posição.  Mais atrás, Schrotter passa pela grama ao passar do ponto na curva 1 e perdeu as posições para Raffin e Quaratararo.

A 7 voltas do final, Baldassari ultrapassa Vierge e ganha a liderança, Porém Vierge volta a liderar ultrapassando o piloto da Pons na curva 4. Binder que liderava a prova acabaria por perder o 3ºlugar para Joan Mir (Em suas últimas corridas na Moto 2) Na volta seguinte Baldassarri passa Vierge e liderar por 3 curvas até que Binder retorna a 1ªposição, Mas erra a linha certa da curva e cai para o 4ºlugar. Agora era Baldassarri o líder, Vierge o 2º, Augusto Fernandez em 3º e Binder em 4º, Todos disputando a vitória.

Vierge e Baldassarri disputavam ferozmente a vitória, Vierge era o líder, Mas deu uma brecha para Baldassarri e Fernandez ultrapassagem e formarem uma dobradinha da Pons (Coisa que a muitíssimo tempo não vimos no Mundial de Motovelocidade. Vierge caiu para o 5ºlugar também sendo superado pelo Mir e por Binder.

Em uma incrível recuperação, Vierge na 22ªVolta superou Binder, Mir e na curva 4 passou Fernandez e por muito pouco não passou Baldassarri. O piloto da Dynavolt estava vivo na disputa pela vitória. A três voltas do final, Vierge leva a Dynavolt de volta a liderança ao passar o piloto principal da Pons.

Baldassarri que disputava a vitória acabou errando e caindo na curva 10 na volta 23, Deixando a prova. Parecia que era o dia da primeira vitória do piloto espanhol. Porém, lá vem Brad Binder com sua KTM para tomar a liderança de Vierge, Depois Mir veio com tudo para cima do piloto espanhol, que acabou perdendo posições para Fernandez ficando em 4ºlugar. Marini apareceu de surpresa e passou Vierge e Fernandez e disputar o pódio, Mas acabou recuando na curva 4.

Na volta final, Joan Mir tenta um ataque final em cima de Binder enquanto que Vierge tomou nas curvas finais o 3ºlugar do piloto da Pons. Apesar de quase perder o controle da Moto, O piloto Sul-Africano Brad Binder conquistou sua 3ªvitória na categoria Moto 2. Uma grande vitória para o piloto da KTM que consolida definitivamente o 3ºlugar no Mundial de Pilotos.

Joan Mir conquista seu 4ªpódio na temporada, Em 2ºlugar a 36 milésimos sobre o vencedor da prova. Vierge completou o pódio com a Dynavolt, Faltou pouco para ele conseguir sua primeira vitória na moto 3. O Espanhol segurou o seu compatriota e piloto da Pons Augusto Fernandez, O 4ºlugar foi o resultado não só de sua melhor da sua carreira como foi a sua melhor exibição da sua carreira.

Luca Marini foi o melhor piloto da VR46 com o 5ºlugar, atrás do piloto italiano p suíço Dominique Aegerter, que com todos os problemas da Kiefer e do chassi da KTM de 2017 acabou em 6ºlugar, Concluindo seu melhor final de semana da sua difícil temporada de 2018.

Alex Marquez com a Marc VDS ficou em 7ºlugar, Jesko Raffin em sua 4ªcorrida na SAG marcou um belíssimo 8ºlugar, a Frente de Marcel Schrotter e de Fabio Quartararo (Que já ganhou corrida na Temporada)

Miguel Oliveira com sua KTM ficou em 11ºlugar, Seu resultado só não foi horrível e definitivo para o campeonato porque o líder do campeonato Francesco Bagnaia ficou em 12ºlugar. Ambos tiveram um final de semana péssimo. Mesmo assim o resultado favorece ao italiano, Que agora só precisa ter ir ao pódio em Sepang (Ou marcar 16 pontos nas duas corridas finais) para conquistar o título. Nakashima, Lowes e Pons completaram a zona de pontuação. Provavelmente na semana que vem, Bagnaia deve conquistar o campeonato da Moto 2, Na Malásia, no Circuito de Sepang.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final do GP da Austrália
Mundial de Motovelocidade – Categoria Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 39’23.427
2 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 0.036
3 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 0.949
4 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex a 0.957
5 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 1.767
6 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 2.482
7 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 3.759
8 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex a 4.850
9 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 6.250
10 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Speed Up a 7.453
11 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 8.675
12 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 9.725
13 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 9.787
14 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 11.209
15 57 Edgar Pons MB Conveyors – Speed Up Speed Up a 14.076
16 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 15.350
17 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 15.396
18 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 23.230
19 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 33.736
20 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 42.324
21 67 Bryan Staring Tech 3 Racing Tech 3 a 52.297
22 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 1’03.888
18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex a 11 Voltas
87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 12 Voltas
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 17 Voltas
27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 19 Voltas
21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 19 Voltas
95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 21 Voltas
32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter a 21 Voltas
54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Pasini conquista pole na Austrália, Postulantes ao título vão mal e largam lá de trás

Um dia diferente na classificação, Nenhum dos favoritos brilhou na classificação. A pole ficou com o Italiano Mattia Pasini da Italtrans. O Treino começou com Dominique Aegerter com sua moto KTM 2017 da Kiefer fazendo bonito, liderando a classificação. Com Pasini e Vierge logo a seguir.

Aos 10 minutos de Treino enquanto Iker Lecuona fazia uma bela marca se colocando em segundo lugar. O Espanhol Alex Marquez não conseguiu desviar de Steve Odendaal que estava em trajetória errada e lento e acaba caindo no chão em um acidente impressionante. O piloto nada sofreu. Com 12 minutos de Treino, Jorge Navarro da Gresini subiu para o 7ºlugar.

Pasini recuperou minutos depois a segunda posição, Com 1:33.954, A 26 minutos do final da Sessão, Marcel Schrotter ultrapassa Pasini e assume a 2ªposição com 1:33.880.

Faltando metade da classificação, O Veterano de 33 anos da Italtrans marcou 1:33.368, Quase meio segundo mais rápido que Aegerter e passou a assumir a liderança da classificação. Francesco Bagnaia e Miguel Oliveira vinham muito mal, O líder do campeonato estava em 14ºlugar e o Vice-líder em 17º, Atrás inclusive de Stefano Manzi com a patética Suter. (Que acabou caindo a 20 minutos do final do Treino, Manzi teve de ser levado de marca após bater com a cabeça no chão, A moto ficou destruída)

Marcel Schrotter estava disposto a recuperar seu lugar na primeira fila, Acaba conseguindo em sua primeira tentativa e na tentativa seguinte o piloto Alemão faz grande volta e assume a segunda posição. Quartararo subiu para o 5ºlugar. Vários pilotos quando pareciam que iriam melhorar seus tempos acabavam piorando no setor final do circuito, Tudo graças ao vento e a dificuldade dessa curva.

Pasini caiu na parte final da classificação. Porém, conseguiu garantir a segunda pole position da temporada. A primeira fila será completada pelos dois pilotos da Dynavolt. Marcel Schrotter em 2º e Xavi Vierge fechando a primeira fila em 3ºlugar.

Um grande treino de Dominique Aegerter com a KTM da falida Kiefer Racing, Que liderou uma parte do Treino e vai largar em 4ºlugar, Brad Binder com a KTM oficial larga em uma boa 5ªposição e Fabio Quartararo representa muito bem a Speed UP com o 6ºlugar.

Luca Marini da VR46 larga em 7ºlugar, Iker Lecouna e Alex Marquez que chegou a ocupar o 2ºlugar no treino fazem a terceira fila. Jesko Raffin, Levou a SAG Team a uma excelente 10ªposição, Abrindo a 4ªFila que terá também as presenças de Lorenzo Baldassarri e Jorge Navarro.

Francesco Bagnaia não foi bem e vai largar em 16ºlugar, O Campeonato dificilmente acaba nesse domingo com essa posição de largada do líder  do campeonato. Miguel Oliveira foi pior ainda, Larga em 20ºlugar e tem missão mais difícil ainda para diminuir a diferença do seu arquirrival na disputa do título.

Amanhã, As 00:20 de Sábado para Domingo teremos a 17ªetapa do Mundial de Motovelocidade, Categoria moto 2.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP da Austrália
Moto 2

pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’33.368
2 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’33.624
3 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’33.721
4 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’33.841
5 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’33.929
6 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Speed Up 1’33.951
7 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’33.963
8 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’33.988
9 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’34.007
10 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex 1’34.039
11 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’34.050
12 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’34.086
13 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex 1’34.094
14 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’34.149
15 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 1’34.181
16 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’34.367
17 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 1’34.413
18 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’34.491
19 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’34.540
20 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’34.556
21 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’34.784
22 57 Edgar Pons MB Conveyors – Speed Up Speed Up 1’34.844
23 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’34.850
24 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’34.851
25 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’34.934
26 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’34.958
27 67 Bryan Staring Tech 3 Racing Tech 3 1’35.760
28 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 1’35.978
29 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’35.986
30 32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter 1’36.173
31 18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex 1’37.065

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP