Corridas Históricas – GP de Portugal de 1984

Dia 21 de Outubro de 1984 – Estoril (Portugal)

Era dia de decisão na Formula 1 entre Niki Lauda e Alain Prost, Os dois pilotos da Mclaren que dominaram a Temporada estavam separados por apenas 3,5 pontos. Lauda tinha 66 pontos e Prost tinha 62,5 pontos. Um céu limpo para uma grande decisão

Grid de Largada:

posPilotoEquipe/MotorTempo
1Nelson Piquet(Brabham/BMW)1’21.703
2Alain Prost(McLaren/TAG)1’21.774
3Ayrton Senna(Toleman/Hart)1’21.936
4Keke Rosberg(Williams/Honda)1’22.049
5Elio de Angelis(Lotus/Renault)1’22.291
6Nigel Mansell(Lotus/Renault)1’22.319
7Patrick Tambay(Renault)1’22.583
8Michele Alboreto(Ferrari)1’22.686
9Derek Warwick(Renault)1’22.801
10Stefan Johansson(Toleman/Hart)1’22.942
11Niki Lauda(McLaren/TAG)1’23.183
12Riccardo Patrese(Alfa Romeo)1’24.048
13Philippe Streiff(Renault)1’24.089
14Eddie Cheever(Alfa Romeo)1’24.235
15Jacques Laffite(Williams/Honda)1’24.437
16Marc Surer(Arrows/BMW)1’24.688
17René Arnoux(Ferrari)1’24.848
18Thierry Boutsen(Arrows/BMW)1’25.115
19Manfred Winkelhock(Brabham/BMW)1’25.289
20Andrea de Cesaris(Ligier/Renault)1’26.082
21François Hesnault(Ligier/Renault)1’26.701
22Piercarlo Ghinzani(Osella/Alfa Romeo)1’26.840
23Gerhard Berger(ATS/BMW)1’28.106
24Jo Gartner(Osella/Alfa Romeo)1’28.229
25Mauro Baldi(Spirit/Hart)1’29.001
26Jonathan Palmer(RAM/Hart)1’29.397
27Philippe Alliot(RAM/Hart)1’30.406

A pole position era de Nelson Piquet, Com a sua Brabham-BMW fazendo a 9ªpole da Temporada de 1984. Em segundo larga Alain Prost, com a Mclaren-Porsche, O Carro do ano de 1984. Na segunda fila largam Ayrton Senna com a Toleman-Hart e Keke Rosberg com a Williams-Honda. A terceira fila era dos dois pilotos da Lotus-Renault, Com Elio de Angelis a frente de Nigel Mansell. Partick Tambay (Renault), Michele Alboreto (Ferrari). Derek Warwick (Renault) e Stefan Johansson (Toleman) fechavam os 10 primeiros. Niki Lauda fez um treino bem ruim devido aos problemas nos treinos de Sábado e largaria apenas em 11º.

A Vantagem era de Prost. O Circuito de Estoril estreava no Mundial de Formula 1 nesse ano, E logo em sua estreia teria uma decisão de campeonato. Portugal estava de fora da Formula 1 desde de 1960. Lauda poderia ser campeão pela terceira vez ou Prost poderia ir para o seu primeiro título da França.

Na Largada, Piquet foi mal e  Rosberg largou bem melhor e assumiu a liderança, Mansell passou do 6º para o 2ºlugar e Prost fez uma largada mais precavida e caiu para o terceiro lugar, Ayrton Senna recuou para o 4º, Alboreto subiu do 8º para o 5ºlugar e Elio de Angelis acabou perdendo uma posição e aparece em 6º. Nelson Piquet acabou rodando e caiu para o 27º e último lugar ao final da 1ªVolta.

Prost já foi para cima de Mansell, Na segunda volta e logo conseguiu passar para o segundo lugar. Lauda passou Cheever da Alfa Romeo na 3ªvolta assumindo o 10ºlugar. Enquanto que Phillipe Alliot da RAM abandonou a corrida.

O Francês partiu para cima de Rosberg com a Williams (Que era um carro muito problemático, mas rendia muito nas mãos do Finlandês) Os pilotos sofriam com a pista que estava bem lisa. Os 3 primeiros colocados já estavam muito distantes de Ayrton Senna, que em 4º vinha sendo pressionado pelo Alboreto e por De Angelis. A Toleman tinha um grande carro, Mas o motor era bem aquém dos principais motores turbo da Formula 1.

Classificação após 5 Voltas: Rosberg (7:31.516) – Prost (a 0.279) – Mansell (a 2.179) – Senna (a 8.189) – Alboreto (a 8.658) – de Angelis (a 8.946) – Lauda vinha em 9ºlugar após ultrapassar Partick Tambay.

Prost tenta passar Rosberg na entrada da 7ªVola, Só que Rosberg segurou a liderança com um carro não equilibrado, com visíveis problemas no seu Williams. Na Volta seguinte, Prost tentou de novo, Mas Rosberg segura de novo. Porém, isso não iria durar para sempre. Prost no começo da volta 9 no final da reta assumiu a liderança. Era que o Francês precisava com o Lauda em 9º o título era dele.

Marc Surer deixa a prova, Enquanto que Mansell foi para cima de Rosberg. O Finlandês não quis tomar conhecimento de Mansell. Qualquer coisa entre os dois poderia dar a Lauda duas posições. Classificação após 10 Voltas: Prost (14:45.990) – Rosberg (a 6.353) – Mansell (a 6.674) – Senna (a 12.271) – Alboreto (a 13.589) – Warwick (a 15.082) – De Angelis (a 15.569) – Johansson (a 15.916) – Lauda (a 16.540) – Tambay (a 23.244).

Após 3 voltas de disputa entre os futuros companheiro de equipe na Williams em 85, Mansell passou Rosberg que balançou seu carro. Depois disso, Mansell disparou e Rosberg estava ficando pelo caminho. Era a mostra do carro da Williams estava bem desequilibrado nas suas mãos. Mais atrás, Lauda estava em 9º, Mas bem perto de Senna, Alboreto, Warwick, de Angelis, Johansson. Ele vinha colado no Sueco na volta 13 para 14. Warwick foi para os boxes e isso permitiu a Lauda subisse para o 8ºlugar.

Lauda em posição de espera ver Johansson pressionando de Angelis, Ele vinha 22 segundos atrás de Prost, O Austriaco foi para cima de Johansson que acabou ficando um pouco mais para trás , Mas acabou desistindo da ultrapassagem de forma muito prudente e precavida em cima do piloto da Toleman.

Classificação após 16 Voltas: Prost (23:21.489) – Mansell (a 8.351) – Rosberg (a 19.410) – Senna (a 21.263) – Alboreto (a 22.744) – de Angelis (a 23.468) – Lauda estava em 8º, Logo atrás de Johansson.

Prost vinha tranquilo na ponta, estava na hora de pegar os retardatários; Os primeiros eram Gartner com a Osella e Mauro Baldi da Spirit-Hart. As ultrapassagens foram bem fáceis. Elio de Angelis foi superado por Johansson e Lauda na 18ªVolta. Rosberg vinha ficando com o desempenho cada vez pior, Senna já estava na cola do piloto da Williams e a ultrapassagem acabou aconteceu na volta 19. O piloto Brasileiro estava em 3ºlugar.

Classificação após 20 Voltas: Prost (29:05.089) – Mansell (a 7.103) – Senna (a 25.895) – Rosberg (a 27.642) – Alboreto (a 28.233) – Johansson (a 28.893) – Lauda (a 29.121) – Tambay (a 31.590) – de Angelis (a 32.818) – Cheever (a 47.461). O título nesse momento era de Alain Prost.

Lauda tentava ultrapassar Johansson, Enquanto isso a Williams de Jacques Laffite ira para os boxes caindo do 17º para o 24º e último lugar. O Francês da Williams voltou logo a frente de Alboreto, Johansson e Lauda. Phillipe Streiff com a terceira Renault acabou rodando, Era a primeira participação do Francês na Formula 1.

Lauda não conseguia passar Johansson e já estava ficando muito longe de Prost, Com 31 segundos de distância e 24 segundos atrás de Mansell para chegar ao segundo lugar. Laffite faz uma nova parada nos boxes. Piquet em 15º Vinha perto de De Cesaris, Winkelrock, Boutsen e Patrese na disputa pelo 11ºlugar.

Lauda continua tentando colocar o carro do lado do piloto da Toleman que vinha super bem na corrida, Com seus dois pilotos na zona de pontuação. A ultrapassagem estava ficando bem difícil. Lá na frente, Prost vinha mantendo os 7 segundos de diferença para Mansell, O Inglês vinha fazendo uma boa corrida. Na 25ªVolta, Boutsen dava adeus a prova. (Igualmente a Arrows que seus dois pilotos estavam de fora da prova)

Johansson foi para cima de Alboreto na reta na volta 27, Na parte mista do circuito Lauda finalmente deixou o Sueco para trás. Meia volta depois, Lauda passou Alboreto sem pensar. Em 1 volta o piloto da Mclaren passava do 7º para o 5ºlugar. Enquanto isso, Warwick deixava a prova na 28ªVolta. Quem vinha muito mal era Arnoux que estava em uma melancólica  13ªposição.

Classificação após 28 Voltas: Prost (40:28.063) – Mansell (a 6.694) – Senna (a 37.476) – Rosberg (a 40.210) – Lauda (a 41.367) – Alboreto (a 43.210) 23 carros estavam na prova.

Prost continuava na frente de Mansell com uma distancia segura para o Leão. Na entrada da 31ªVolta, Lauda passou Rosberg e assumiu a 4ªposição, Mas isso ainda não bastava para ser o campeonato. (O Campeonato ficaria Prost com 71.5 Pontos e Lauda teria com esse resultado  69 pontos) Lauda vai a caça de Senna, Em busca do terceiro lugar.

Classificação após 31 Voltas: Prost (44:45.611) – Mansell (a 5.358) – Senna (a 40.377) – Lauda (a 42.786) – Rosberg (a 44.379) – Alboreto (a 46.516) – Tambay (a 55.685) – De Angelis (a 57.955) – Patrese (a 1:13.444) – Winkelhock (a 1:24.865) – De Cesaris – Arnoux – Piquet – Berger – Warwick

Lauda vai para cima de Senna, Com muito mais carro que o piloto da Toleman, Andreas Nicolau Lauda esperou o melhor momento para superar Ayrton e na entrada da reta, na 33ªVolta, Lauda usando o motor Porsche contra o motor Hart da Toleman de Senna passou para o 3ºlugar.

Lauda vinha em 3ºlugar, Mas o problema era os 36 segundos que Mansell tinha de vantagem para Prost, Porém se Mansell tirasse os 8 segundos de Prost e fizesse a ultrapassagem o  jogo mudaria a favor do Austríaco. Classificação após 34 voltas: Prost (48:59.765) – Mansell (a 8.770) – Lauda (a 45.811) – Senna (a 47.047) – Rosberg (a 49.520) – Alboreto (a 50.928) Chegamos a metade da corrida. Prost já colocava uma volta no Ricciardo Patrese, que vinha em 9ºlugar.

Alboreto pressionava Rosberg. Era nítido que o carro da Ferrari era bem melhor que o Carro da Williams. Prost abre 10 segundos de vantagem para Mansell, Já o piloto Inglês vinha mantendo os 36 segundos a frente de Lauda. Conforme a corrida iria passando e a diferença do piloto da Lotus não baixava, O título começava a ficar cada vez mais próxima das mãos de Prost, Que vinha fazendo a volta mais rápida da prova na 39ªVolta.

Keke Rosberg deixa a corrida na 40ªVolta já em 6ºlugar, Com isso Tambay passou para o 6ºlugar. Classificação após 40 Voltas: Prost (57:27.217) – Mansell (a 16.465) – Lauda (a 45.227) – Senna (a 58.519) – Alboreto (a 59.686) – Tambay (a 1:12.610) – De Angelis (a 1:13.375) – Rosberg (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost já estava longe de Mansell e Lauda já vinha diminuindo a diferença para Mansell, Lauda passou para uma postura suicida para cima de Mansell. Restando 30 voltas era o tudo ou nada para o piloto Austríaco tentar a ultrapassagem que daria o título.

A Prova só não estava em Calmaria porque Lauda estava disposto a tirar diferença para Mansell. Já Alboreto acabou rodando na parte mista do circuito, Por sorte, O Italiano tinha vantagem para segurar o 5ºlugar, Só que agora teria um prejuízo de mais de 10 segundos para Senna que estava mais folgado. Lauda encontra Johansson de novo que não cede facilmente a ultrapassagem para um dos concorrentes ao título. Classificação após 45 Voltas: Prost (1:04:29.869) – Mansell (a 17.907) – Lauda (a 45.885) – Senna (a 1:11.318) – Alboreto (a 1:23.364) – De Angelis (a 1:24.290) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost agora vinha tranquilo em relação ao Mansell, O piloto da Lotus estava preocupado com sua vantagem para Lauda, Mas ainda isso tinha confortáveis 27 segundos e com o Austríaco com vários retardatários para fazer ultrapassagem. Isso ajudou bastante o Inglês a ganhar tempo e a vantagem subiu para 31 segundos. A Segunda posição parece ser praticamente um sonho impossível para Lauda e o Título de Prost cada vez estava nas suas mãos.

Classificação após 50 Voltas: Prost (1:11:32.750) – Mansell (a 17.996) – Lauda (47.426) – Senna (a 1:10.964) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta)

Até que na volta 52, Mansell que vinha fazendo uma grande corrida com seu carro da Lotus-Renault, acabou deixando a prova com problemas de freios. Foi para os boxes; De lá ele não voltou mais a prova. Era que precisava para Lauda assumir o segundo lugar, (Na pista, não iria acontecer essa ultrapassagem em condições normais) Senna passou para o terceiro lugar.

Agora o 2ºlugar de Lauda dava o tricampeonato para o Austríaco, Agora só restava para Prost que Lauda tivesse algum problema ou que Senna fosse para cima e tentasse tirasse o campeonato das mãos dele. Classificação após 53 Voltas: Prost (1:15:49.580) – Lauda (a 49.280) – Senna (a 1:12.121) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Arnoux (a 2 Voltas)

15 voltas para o final do campeonato: Prost vinha a quase 50 segundos de Lauda, que pilota com muito cuidado para assegurar o campeonato. Piquet vinha uma boa prova de Recuperação e ultrapassou Patrese assumindo o 7ºlugar na 55ªVolta.

Lauda começou a virar mais lento, Apesar disso o ritmo de Senna também não era alto e a diferença dos dois passou a ser de 21 segundos a 11 voltas do final. Até o Prost também diminuiu o ritmo. Já Senna precisava se preocupar com Alboreto. O piloto da Ferrari pressionava o Brasileiro na disputa pelo pódio.

Piquet na volta 63 passou Partick Tambay e assumiu o 6ºlugar e começou a andar do ritmo de Lauda. Lá na frente, Enquanto que Prost diminuiu muito o ritmo de prova. Em uma dessas voltas, Prost virou em 1:31 e Lauda na casa de 1:23. O Austríaco resolveu voar no final da prova tirando muito tempo da diferença do Prost. Senna vinha 17 segundos atrás de Lauda em 3ºlugar.

Piercarlo Ghinzani a poucas voltas do final estourou o motor Alfa Romeo e deixou óleo na pista, Eram as últimas 5 voltas do campeonato. Prost normalizou o seu ritmo e andou no ritmo que Lauda estava andando. Classificação após 65 Voltas: Prost (1:33:34.875) – Lauda (a 24.186) – Senna (a 44.442) – Alboreto (a 50.263) – de Angelis (a 1:27.860) – Piquet (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Com 24 segundos de vantagem, Prost encaminhava a 7ªvitória no ano, Mas o título estava nas mãos de Lauda. Senna ainda tinha a preocupação de Michele Alboreto que vinha tirando muito tempo em relação ao piloto da Toleman.

Prost acabou conquistando a vitória, Foi a 17ªVitória da sua carreira, Mas de nada adiantou essa vitória. Andreas Nicolau Lauda chegou a 13.425 segundos do Francês e acabou conquistando o título de 1984. Era o Terceiro título de um dos maiores pilotos da História da Formula 1. Após sofrer um acidente que quase tirou sua vida no GP da Alemanha de 1976 e de parar de correr de 1979 até 1982. Ele volta para a Formula 1 pela Mclaren e desenvolve o motor Porsche e conquista o título da temporada de 1984, Aos 35 anos de idade. Ayrton Senna segurou o 3ºlugar e encerrou sua primeira temporada no pódio.

Alboreto, De Angelis e Nelson Piquet completaram os 6 primeiros lugares. Nesse dia fazemos essa homenagem a um dos maiores pilotos e personagens da história do Esporte.

“É uma coisa muito forte que sai lá de dentro, do fundo do meu coração. Enquanto essa força existir, eu não paro mais” – Declaração de Niki Lauda a Rede Globo.

Obrigado por tudo Andreas Nicolau Lauda, Ou simplesmente Niki Lauda!

Resultado final do GP de Portugal de 1984

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic

Formula Indy – Dixon conquista Pentacampeonato em Sonoma, Com Hunter-Reay vencendo após corrida impecável

Na última prova do campeonato se confirmou o favoritismo do Neozelandês Scott Dixon, Com o segundo lugar ele conquistou o 5ºtítulo da sua carreira na Formula Indy. Em uma corrida calma para o piloto da Ganassi, Ainda mais ajudado pelo erro de Rossi na primeira curva que acabou dando a tranquilidade a Dixon. O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay dominou a prova e conquistou a vitória no Circuito de Sonoma, Que vai sair do calendário da categoria em 2019.

O Campeonato que estava favorável para o piloto Neozelandês, ficou bem melhor com a Largada. Enquanto Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon mantiveram as 2 primeiras posições. Alexander Rossi tentou ganhar posições, Mas acabou tocado em Marco Andretti, Quebrando o Aerofólio e furando o seu pneu. O piloto da Andretti foi se arrastando para os boxes. Ao trocar os pneus, Rossi voltou a quase 1 minuto atrás de Hunter-Reay e de Dixon.

Enquanto Hunter-Reay abria vantagem na liderança, Dixon vinha em uma tranquila segunda posição. Newgarden, Andretti e o estreante Patrício O’Ward com o carro da Harding vinha em 5ºlugar. Tony Kannan se aproveitando da confusão da largada, ganhou 5 posições e foi para o 13ºlugar. (O Brasileiro fazia a sua 300ªCorrida seguida na Formula Indy e sua 360ªprova na categoria)

O Estreante O’Ward desgastou muito seus pneus e começou a ser pressionado por Graham Rahal e Will Power fortemente. O Mexicano resistiu a pressão por 3 voltas, Mas como ele desgastou demais os pneus, Foi alvo fácil para Power, que na curva final antes de completar a volta fez uma manobra belíssima, levando a posição do filho do Bobby Rahal.

13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro a fazer a primeira parada. A previsão era de 3 a 4 paradas nos boxes. No meio disso, Takuma Sato abandonou com o estouro do seu motor Honda, O Vencedor do GP de Portland foi o primeiro a abandonar a prova.

Na 17ªVolta, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon foram para a 1ªparada. O piloto da Ganassi escapou por pouco de um choque com Sebastien Bourdais que estava também indo aos boxes para a sua primeira parada. Josef Newgarden na volta 19ª (O motor morreu após a parada e o piloto da Penske perdeu tempo) e Will Power na Volta 20 foram os últimos a pararem nos boxes.

Hunter-Reay voltou a liderança, Com Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud subindo para o terceiro lugar. Rossi foi para o 19ºlugar, Mas adotando a arriscada tática de 2 paradas apenas ele foi superado por pilotos na parte de trás indo para o último lugar. A 43 segundos de Hunter-Reay e a 41 segundos de Dixon.

Rossi para na 26ªVolta, Era bem difícil. Ou melhor, Quase impossível que ele terminasse a prova com apenas mais 1 parada de troca de pneus e reabastecimento. O piloto da Andretti voltou a 1 volta atrás dos líderes. Na volta 28, Power ultrapassa na curva final a Graham Rahal e sobe para o 5ºlugar.

Hunter-Reay e Dixon vinham sobrando e estava a 11 segundos de Pagenaud. O Francês vinha sendo pressionado pelo Marco Andretti.

Rossi foi tentar passa o piloto da Ganassi para tirar a volta de desvantagem para Dixon e tentar volta a corrida. Foram 5 voltas atrás do piloto da Ganassi acabou cedendo a ultrapassagem para o piloto da Andretti Autosport. Nesse meio tempo, O companheiro de equipe de Scott Dixon passou para o 7ºlugar, Superando a Rahal.

Na volta 35, Pagenaud e Rahal foram para a segunda parada. 4 Voltas depois, Hunter-Reay e Dixon foi para a segunda parada deles. Com isso, Rossi voltou a volta do líder. Power assumiu a liderança por uma volta, Na 40ªvolta, Ele e Bourdais foram para os pits. Hunter-Reay abriu 4.5 segundos a frente de Dixon. Simon Pagenaud continuava em 3º, Ainda pressionado pelo Marco Andretti. Depois vinham Power, Bourdais em 5º e 6º, Enquanto que o campeão da temporada de 2017 era pressionado pelo Graham Rahal.

Na volta 43, Rossi vai para os boxes. Durante sua parada. O Norte-Americano Graham Rahal acabou parando seu carro em uma das curvas do circuito, (Na maior reta da pista) Isso provoca a única bandeira amarela da prova. Era disso que Rossi precisava, após a parada ele manteve a Volta e com essa bandeira amarela ele pode se juntar a todo o pelotão. Nesse meio tempo ele foi para os boxes com mais uns 2 pilotos encher o tanque.

Na volta 50 a corrida recomeça. A partir dai começou o Show do piloto da Andretti, Que em um espaço de 3 voltas, Ele passou do 21º para a 9ªposição. Na volta 54, Rossi ultrapassou Tony Kannan subindo para o 8ºlugar. As chances do campeonato estavam aumentando para o norte-americano. Na volta 55, Foi a vez de Ed Jones tomar passada de Rossi que já estava em 7ºlugar em um espaço de 6 voltas, Ganhando 14 posições.

No meio do pelotão, Santino Ferrucci vinha fazendo uma corrida agressiva ao atacar a Jordan King da Carpenter. Atrás deles vinham Jack Harley que tentou passar o inglês, Mas acabou tomando passada do Norte-Americano Zach Veach.

Na entrada da volta 60, Rossi que vinha pressionando Bourdais foi para a sua última parada. Percebendo isso, Dixon abriu mão da vitória e acabou indo para os boxes na volta seguinte. Na entrada da volta 62, Hunter-Reay e Pagenaud foram para a última parada. Os últimos a fazerem isso foram Will Power e Ed Jones na 64ªpassagem.

Hunter-Reay continuava na liderança, Com 4 segundo a frente de Scott Dixon. Alexander Rossi vinha em 5ºlugar a 12 segundos do líder e a 8 segundos de Dixon. Mas não seria tão simples para o piloto da Andretti. Ele tinha 20 voltas para superar  Will Power que subiu do 5º para o 3ºlugar e de Simon Pagenaud que perdeu uma posição.

Porém, O rendimento de Rossi começou a declinar, A 12 voltas do final Rossi perdeu o 5ºlugar para Marco Andretti. A cada volta que passava Dixon estava cada vez mais perto do título e acabou levando seu carro sem riscos até o final da prova.

Lá na frente, Ryan Hunter-Reay teve um brilhante final de semana e levou a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Formula Indy. Porém, A festa ficou mesmo para Scott Dixon que acabou chegando na posição que ele precisava. O 2ºlugar fez com que Dixon conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se tornando o maior campeão da História da Formula Indy, CART e IRL (Contando os títulos desde de 1979 até hoje) De uma temporada aonde o pior resultado de Dixon foi o 12ºlugar em Iowa. Com 3 Vitórias e 9 pódio, Esse título esta em ótimas mãos ao piloto da Chip Ganassi.

O pódio foi completado pelo Australiano Will Power, Que no final da prova chegou a ameaçar o segundo lugar de Dixon. O Australiano ficou com o 3ºlugar na Classificação final. Em 4ºlugar ficou o francês Simon Pagenaud e em 5ºlugar o Norte-Americano Marco Andretti.

Alexander Rossi acabou a corrida em 7ºlugar, Conquistando o vice-campeonato em sua 3ªTemporada na Formula Indy. Sem dúvida é um piloto consolidado na categoria e acabou se recuperando de maneira fantástica na segunda metade de prova. Mas seu erro no começo da corrida acabou por decidir seu destino no campeonato. Sebastien Bourdais na volta final.

Completando os 10 primeiros ficaram Josef Newgarden (que perdeu não só o 3º como também perdeu o 4ºlugar para Ryan Hunter-Reay), Patricio O’ward da Harding e Ed Jones.

A Se destacar o brilhante final de semana do Mexicano, Que foi o campeão da Indy Lights e fez uma bela corrida, Claro que ele perdeu algumas posições no começo da prova. Isso não apaga o que ele fez nos 3 dias de evento. Ele não só ganhou o 9ºlugar em Sonoma como ele provavelmente ganhou um lugar para 2019.

Tony Kannan fez uma boa corrida, Chegando em 12ºlugar. O piloto de 43 anos de idade teve bons desempenhos nas 3 provas finais. Pietro Fittipaldi ficou em 16ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar. Não dava para cobrar muito dos pilotos Brasileiros nesse ano, Eles estavam em equipes de Média para pequeno pote.

Semana que vem teremos uma avaliação da temporada de 2018 da Formula 1 no Portal Sportszone.

Vídeo da prova:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final da última Etapa
Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto País Equipe Motor Voltas Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 85 2h 02:19.1667
2 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 85 a 2.7573
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 85 a 3.6550
4 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 85 a 4.6306
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 85 a 19.8030
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 85 a 21.6393
7 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 85 a 28.3778
8 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 85 a 34.6288
9 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 85 a 42.8662
10 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 85 a 44.2254
11 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 85 a 44.6273
12 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:00.4138
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 85 a 1:04.0637
14 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 85 a 1:05.4899
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:12.8026
16 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 85 a 1:14.2459
17 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 85 a 1:15.6462
18 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:18.6345
19 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:22.3819
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 85 a 1:23.4673
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 84 a 1 Volta
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 76 a 9 Voltas
23 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 66 a 19 Voltas
24 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 38 Mecânico
25 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Ryan Hunter-Reay toma pole das mãos de Dixon. Rossi larga em 6º na decisão em Sonoma.

Quando tudo parecia encaminhado para a pole de Scott Dixon, lá foi o norte-americano Ryan Hunter-Reay da Andretti Autosport superar na parte final o tempo do piloto Neozelandês que briga pelo campeonato com o Norte-americano Alexander Rossi que vai largar em 6ºlugar. Mesmo sem a pole, Dixon tem uma boa vantagem na disputa do campeonato.

Grupo 1:

Alexander Rossi Estava nesse Grupo.O vice-líder do campeonato marcou um bom tempo, Mas Que acabou cancelado a 3 minutos do final. Isso criou um drama para Rossi, que teria de voltar para marcar tempo que teria de ser o bastante para se colocar no Q2.

O piloto da Andretti não sentiu a pressão, Marcando o segundo melhor tempo, Só atrás de Simon Pagenaud, O mais rápido do Grupo 1. Os outros classificados foram Will Power com a Penske, Takuma Sato da Rahal, Marco Andretti com a Andretti-Herta e Graham Rahal da Rahal.

O brasileiro Pietro Fittipaldi da Dale Coyne ficou muito perto da classificação, Mas acabou sendo rebaixado para o 7ºlugar por Sato, Andretti e Power. O piloto da Dale Coyne vai largar amanhã em 13ºlugar. Matheus Leist não foi bem, E ficou em 12º e último lugar do Grupo e larga em 23ºlugar.

Classificação do Grupo 1:

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 1:17.92
2 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 1:17.93
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 1:17.93
4 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:18.00
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 1:18.05
6 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:18.26
7 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 1:18.53
8 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:18.57
9 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:18.67
10 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 1:18.68
11 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 1:18.75
12 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1:18.97

Grupo 2:

Scott Dixon participou desse grupo que tinha 13 piloto, Junto de Josef Newgarden que tem chances remotas de título, E com os outros pilotos:

Mas que se destacou foi o campeão da Indy Lights. O mexicano Patrício O’Ward da Harding andou muito bem, Parecendo um piloto experiente e disputando de igual para igual com com Newgarden, Dixon e Hunter-Reay. O estreante classificou para o Q2, Um feito para o estreante do carro número 8.

O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay acabou sendo o mais rápido, Com Scott Dixon ficando na segunda posição, sem qualquer risco na sua classificação. Josef Newgarden da Penske, Zach Veach que no final conseguiu uma belíssima volta quando estava em último lugar para a 4ªposição, Patricio O’Ward da Harding e Sebastien Bourdais da Dale Coyne. Tony Kannan ficou em 9ºlugar e vai largar em 18ºlugar.

Classificação do Grupo 2:

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 1:17.51
2 9 Scott Dixon Nova Zelândia Chip Ganassi Racing Honda 1:17.59
3 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 1:17.62
4 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 1:18.13
5 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 1:18.18
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 1:18.37
7 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 1:18.51
8 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 1:18.59
9 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1:18.60
10 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 1:18.62
11 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:18.72
12 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 1:18.85
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:19.15

Q2

Na segunda fase da Classificação, Marco Andretti começou muito bem e assumiu a liderança, com Hunter-Reay e Newgarden logo a seguir. Rahal apareceu na metade da classificação, Assumindo o 3ºlugar atrás de Newgarden. Partício O’Ward parecia nervoso no Q2, Tanto é que ele errou na primeira tentativa e teve sua volta anulada na segunda tentativa por passar na brita no final da volta.

A 4 minutos do final, Power, Pagenaud, Dixon e Rossi estavam em 7º, 8º, 9º e 10ºlugares respectivamente e estavam eliminados. Esse quadro seria bom para Newgarden para a corrida e Dixon em relação ao campeonato.

Nas suas últimas voltas, Dixon e Rossi se garantiram no Q3, Com o piloto da Ganassi em 3ºlugar e o piloto da Andretti Autosport classificando em 5ºlugar. Outro que se colocou na fase final foi O’Ward que arrebentou na volta final ao marcar o 4ºtempo.

Ryan Hunter-Reay foi o mais rápido, Com Newgarden, Dixon, O’Ward, Rossi e Marco Andretti se classificando para o Q3. Will Power acabou em 7ºlugar e eliminado da classificação.

Resultado do Q2:

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 1:17.45
2 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 1:17.45
3 9 Scott Dixon Nova Zelândia Chip Ganassi Racing Honda 1:17.52
4 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 1:17.56
5 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 1:17.57
6 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 1:17.58
7 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 1:17.65
8 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 1:17.87
9 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:17.90
10 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 1:17.91
11 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 1:17.92
12 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:17.99

Q3

Reta final da classificação, Com os 6 melhores pilotos do Grid acabou Dixon se sobre saindo. Com sua primeira volta em 1:17.76 com Marco Andretti a 4 centésimos atrás e o Mexicano Patrício O’Ward em 3ºlugar. Já Alexander Rossi vinha em 4ºlugar, A frente apenas de Hunter-Reay e Newgarden.

Nos 2 minutos finais, Rossi e Dixon foram praticamente juntos para a pista em suas últimas tentativas. A Menos de 1 minuto para o final, Rossi acabou voltando aos boxes e desistiu da sua última tentativa. Josef Newgarden passou para o segundo lugar, Ficando a 3 centésimos do líder do campeonato

Dixon também não conseguiu melhorar seu tempo, Mas parecia que a pole position estava assegurada. Só que Ryan Hunter-Reay veio com tudo na sua volta final e marcando 1:17.63 acabou tomando a pole position e 1 ponto das mãos do piloto da Chip Ganassi.

Mesmo com a perda da pole position, Scott Dixon esta em uma situação bem favorável para ser o campeão. Largando na segunda posição, largando na primeira fila enquanto que Alexander Rossi ficou na 6ªposição e vai fechar na 3ªfila. Sonoma é um circuito que a ultrapassagem não é muito fácil. Com isso, Rossi precisa tirar algum coelho da cartola para ser campeão pela primeira vez na Formula Indy.

Na Segunda fila, Largam Josef Newgarden com a Penske e Marco Andretti da Andretti-Herta. O piloto da equipe de Bryan Herta ganhou em Sonoma em 2006. (Primeira vitória da carreira) Patricio O’Ward foi a surpresa do treino e do final de  semana, Levando a Harding ao melhor grid da sua história. Larga na frente de Alexander Rossi, Na 5ªposição.

Amanhã, As 19 horas e 30 minutos, (Horário de Brasília) será dada a largada para a decisão do campeonato. Com Dixon e Rossi disputando o campeonato de forma direta, Será não só a última corrida do ano como a última do circuito de Sonoma. Já que em 2019 essa pista não vai estar no Calendário de 2018.

Veja o preview da decisão da Formula Indy:

Preview – Grande Prêmio de Sonoma

Vídeo:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do GP de Sonoma
Última Etapa do Mundial de Formula Indy

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 1’17.6277
2 9 Scott Dixon Nova Zelândia Chip Ganassi Racing Honda 1’17.7599
3 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 1’17.7937
4 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 1’17.7999
5 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 1’17.9737
6 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 1’18.0019
7 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 1’17.6495
8 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 1’17.7489
9 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1’17.9043
10 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 1’17.9111
11 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 1’17.9242
12 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1’17.9919
13 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 1’18.5281
14 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 1’18.5088
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 1’18.5740
16 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 1’18.5892
17 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 1’18.6687
18 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1’18.5966
19 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 1’18.6823
20 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 1’18.6172
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 1’18.7536
22 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 1’18.7211
23 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1’18.9665
24 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 1’18.8495
25 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 1’19.1519

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

 

Hunter-Reay fica na frente nos Treinos Livres de Sonoma.

Nesses treinos livres, A primeira posição ficou com Ryan Hunter-Reay nos tempos combinados, Sua marca foi feita na primeira sessão. (que aconteceu a Tarde no Brasil) Na segunda sessão o Norte-americano Josef Newgarden fez a melhor marca e acabou o dia com o segundo melhor tempo.

Entre os postulantes ao título, Scott Dixon teve um desempenho melhor que o desempenho do Rossi. O Neozelandês terminou o dia com a 3ªmelhor marca, Enquanto que o piloto da Andretti acabou o dia com o 11ºtempo.

Dos brasileiros, Pietro Fittipaldi marcou o 14ºtempo com o carro da Dale Coyne, Que teve seus três pilotos juntos na Classificação: Borudais em 13º, Fittipaldi em 14º e Santino Ferrucci em 15ºlugar. Já Tony Kannan em 23º e Matheus Leist em 24º não parecem que vão ter um bom final de semana com o carro da mal acertada equipe Foyt.

A Se destacar o ótimo desempenho do Mexicano Patricio O’Ward (Campeão da Indy Lights), Em sua estreia na categoria já emplaca um 6ºlugar. A Harding Racing colocou também no carro 88 o norte-americano Colton Herta, Substituindo ao Colombiano Gabriel Chaves.

Amanhã teremos a Classificação a partir das 19 horas, O grid de largada pode ser decisivo para definir o Campeonato Mundial de Formula Indy.

Resultado dos Treinos Livres (Tempos Combinados) – GP de Sonoma

Pos Piloto País Equipe Motor Tempo Voltas
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 01:17.5742 23
2 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 01:17.8156 22
3 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 01:17.8268 29
4 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 01:17.8818 32
5 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 01:17.9586 30
6 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 01:18.0073 38
7 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 01:18.0878 25
8 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 01:18.1385 32
9 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 01:18.1665 35
10 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 01:18.2356 33
11 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 01:18.2738 30
12 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 01:18.3541 36
13 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 01:18.3709 30
14 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 01:18.4442 36
15 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 01:18.5961 45
16 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 01:18.6350 38
17 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 01:18.6790 36
18 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 01:18.7290 25
19 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 01:18.7812 32
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 01:18.8261 38
21 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 01:18.9310 38
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 01:18.9310 38
23 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 01:19.0612 31
24 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 01:19.0917 38
25 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 01:19.1739 34

Vídeo do primeiro Treino Livre:

Fotos (IndyCar)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Preview – Grande Prêmio de Sonoma

A Decisão da Formula Indy – Com pontuação dobrada, 4 pilotos tem chances de título. Os dois principais pilotos que disputam o campeonato são Scott Dixon com 598 pontos e com Alexander Rossi com 569 pontos. Com chances pequenas estão na disputa ainda Will Power com 512 pontos e Josef Newgarden com 511 pontos.

Vejam as chances de cada 1 para o título: (Não contando com pontos extras)

Scott Dixon

Será campeão com o 2ºlugar, Independente do Resultado de Rossi.
Será campeão com o 3º, 4º, 5º, 6º e 7ºlugares se Rossi não vencer.
Será campeão com o 8º e 9ºlugar desde que Rossi não chegue em 1º ou em 2º.
Será campeão com o 10ºlugar se o Rossi não chegar ao pódio.
Será campeão com o 11º e 12ºlugares se o Rossi ficar do 5ºlugar para trás
Será campeão com o 13º e 14ºlugares se o Rossi ficar do 6ºlugar para trás
Será campeão com o 15º e 16ºlugares se o Rossi ficar do 7ºlugar para trás
Será campeão com o 17º e 18ºlugares se o Rossi ficar do 8ºlugar para trás
Será campeão com o 19º e 20ºlugares se o Rossi ficar do 9ºlugar para trás
Será campeão com o 21º e 22ºlugares se o Rossi ficar do 10ºlugar para trás
Será campeão com o 23º e 24ºlugares se o Rossi ficar do 11ºlugar para trás
Será campeão com o 25ºlugar se o Rossi ficar do 12ºlugar para trás
Mesmo se Dixon não largar, ele vai ser o campeão se Rossi não conseguir chegar em 13ºlugar para frente (Do 14ºlugar para trás)
Dixon não participando do evento, Ele será campeão se Rossi não ficar entre os 15 primeiros colocados.

Alexander Rossi

Será campeão se vencer e Dixon não chegar em 2ºlugar.
Sé ficar em 2ºlugar, Dixon não poderia chegar de 7ºlugar para a frente. O Neozelandês precisa chegar do 8ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 3ºlugar, Dixon não poderia chegar de 9ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 10ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 4ºlugar, Dixon não poderia chegar de 12ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 13ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 5ºlugar, Dixon não poderia chegar de 14ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 15ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 6ºlugar, Dixon não poderia chegar de 16ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 17ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 7ºlugar, Dixon não poderia chegar de 18ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 19ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 8ºlugar, Dixon não poderia chegar de 20ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 21ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 9ºlugar, Dixon não poderia chegar de 22ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 23ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 10ºlugar, Dixon não poderia chegar de 24ºlugar para frente. O Neozelandês precisa chegar do 25ºlugar para trás para Rossi ser o campeão.
Se ficar em 11º e 12ºlugares, Dixon não pode largar para Rossi ser o campeão.

Will Power e Josef Newgarden

Precisam vencer e torcer para Dixon não chegue além do 24ºlugar e que Rossi não passe do 10ºlugar.

Lista de pilotos inscritos para a última etapa da Formula Indy 2018:

Piloto País Equipe Motor
4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet
14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet
26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda
27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda
28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda
98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda
23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet
59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet
9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda
10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda
19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda
39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda
18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda
20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet
21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet
8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet
88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet
60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda
15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda
30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda
5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda
6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda
1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet
12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet
22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet

Como foi a prova no ano passado:

Vídeo: IndyCar

Matéria do ano passado:

Newgarden conquista o título da Formula Indy, Pagenaud conquista vitória em Sonoma

Previsão do tempo para os 3 dias em Sonoma.(Fonte: https://www.accuweather.com)

Sexta-feira

Sábado

Domingo

Curiosidades:

Como seria a classificação com a pontuação antiga da Formula Indy (20-16-14-12-10-8-6-5-4-3-2-1)

Pos Piloto Pontos
1 Scott Dixon 200
2 Alexander Rossi 179
3 Will Power 145
4 Josef Newgarden 137
5 Ryan Hunter-Reay 130
6 Robert Wickens 111
7 James Hinchcliffe 98
8 Simon Pagenaud 96
9 Sébastien Bourdais 84
10 Graham Rahal 82
11 Takuma Sato 77
12 Ed Jones 56
13 Spencer Pigot 46
14 Marco Andretti 46
15 Zach Veach 40
16 Ed Carpenter 31
17 Charlie Kimball 31
18 Tony Kannan 28
19 Hélio Castroneves 8
20 Carlos Muñoz 7
21 Pietro Fittipaldi 6
22 Jordan King 4
23 Matheus Leist 3
24 Max Chilton 3
25 J.R.Hildebrand 2
26 Zachary Claman DeMelo 1
27 Jack Harvey 1

Dixon só precisaria marcar mais 2 pontos para confirmar o título, Ou então, O Norte-Americano Alexander Rossi não conseguir a pole e também não conseguir marcar o ponto do maior número de voltas. A pontuação de hoje permite temos a disputa do título em aberta.

Sistema de Pontuação da Formula Indy hoje :

posição Pontuação Normal Pontuação Dobrada
50 100
40 80
35 70
32 64
30 60
28 56
26 52
24 48
22 44
10º 20 40
11º 19 38
12º 18 36
13º 17 34
14º 16 32
15º 15 30
16º 14 28
17º 13 26
18º 12 24
19º 11 22
20º 10 20
21º 9 18
22º 8 16
23º 7 14
24º 6 12
25º 5 10
Não larga x 5
Pole 1 1
Volta liderada 2 2
Maior número de voltas na liderança 1 1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar