Corridas Históricas – GP de Portugal de 1984

Dia 21 de Outubro de 1984 – Estoril (Portugal)

Era dia de decisão na Formula 1 entre Niki Lauda e Alain Prost, Os dois pilotos da Mclaren que dominaram a Temporada estavam separados por apenas 3,5 pontos. Lauda tinha 66 pontos e Prost tinha 62,5 pontos. Um céu limpo para uma grande decisão

Grid de Largada:

posPilotoEquipe/MotorTempo
1Nelson Piquet(Brabham/BMW)1’21.703
2Alain Prost(McLaren/TAG)1’21.774
3Ayrton Senna(Toleman/Hart)1’21.936
4Keke Rosberg(Williams/Honda)1’22.049
5Elio de Angelis(Lotus/Renault)1’22.291
6Nigel Mansell(Lotus/Renault)1’22.319
7Patrick Tambay(Renault)1’22.583
8Michele Alboreto(Ferrari)1’22.686
9Derek Warwick(Renault)1’22.801
10Stefan Johansson(Toleman/Hart)1’22.942
11Niki Lauda(McLaren/TAG)1’23.183
12Riccardo Patrese(Alfa Romeo)1’24.048
13Philippe Streiff(Renault)1’24.089
14Eddie Cheever(Alfa Romeo)1’24.235
15Jacques Laffite(Williams/Honda)1’24.437
16Marc Surer(Arrows/BMW)1’24.688
17René Arnoux(Ferrari)1’24.848
18Thierry Boutsen(Arrows/BMW)1’25.115
19Manfred Winkelhock(Brabham/BMW)1’25.289
20Andrea de Cesaris(Ligier/Renault)1’26.082
21François Hesnault(Ligier/Renault)1’26.701
22Piercarlo Ghinzani(Osella/Alfa Romeo)1’26.840
23Gerhard Berger(ATS/BMW)1’28.106
24Jo Gartner(Osella/Alfa Romeo)1’28.229
25Mauro Baldi(Spirit/Hart)1’29.001
26Jonathan Palmer(RAM/Hart)1’29.397
27Philippe Alliot(RAM/Hart)1’30.406

A pole position era de Nelson Piquet, Com a sua Brabham-BMW fazendo a 9ªpole da Temporada de 1984. Em segundo larga Alain Prost, com a Mclaren-Porsche, O Carro do ano de 1984. Na segunda fila largam Ayrton Senna com a Toleman-Hart e Keke Rosberg com a Williams-Honda. A terceira fila era dos dois pilotos da Lotus-Renault, Com Elio de Angelis a frente de Nigel Mansell. Partick Tambay (Renault), Michele Alboreto (Ferrari). Derek Warwick (Renault) e Stefan Johansson (Toleman) fechavam os 10 primeiros. Niki Lauda fez um treino bem ruim devido aos problemas nos treinos de Sábado e largaria apenas em 11º.

A Vantagem era de Prost. O Circuito de Estoril estreava no Mundial de Formula 1 nesse ano, E logo em sua estreia teria uma decisão de campeonato. Portugal estava de fora da Formula 1 desde de 1960. Lauda poderia ser campeão pela terceira vez ou Prost poderia ir para o seu primeiro título da França.

Na Largada, Piquet foi mal e  Rosberg largou bem melhor e assumiu a liderança, Mansell passou do 6º para o 2ºlugar e Prost fez uma largada mais precavida e caiu para o terceiro lugar, Ayrton Senna recuou para o 4º, Alboreto subiu do 8º para o 5ºlugar e Elio de Angelis acabou perdendo uma posição e aparece em 6º. Nelson Piquet acabou rodando e caiu para o 27º e último lugar ao final da 1ªVolta.

Prost já foi para cima de Mansell, Na segunda volta e logo conseguiu passar para o segundo lugar. Lauda passou Cheever da Alfa Romeo na 3ªvolta assumindo o 10ºlugar. Enquanto que Phillipe Alliot da RAM abandonou a corrida.

O Francês partiu para cima de Rosberg com a Williams (Que era um carro muito problemático, mas rendia muito nas mãos do Finlandês) Os pilotos sofriam com a pista que estava bem lisa. Os 3 primeiros colocados já estavam muito distantes de Ayrton Senna, que em 4º vinha sendo pressionado pelo Alboreto e por De Angelis. A Toleman tinha um grande carro, Mas o motor era bem aquém dos principais motores turbo da Formula 1.

Classificação após 5 Voltas: Rosberg (7:31.516) – Prost (a 0.279) – Mansell (a 2.179) – Senna (a 8.189) – Alboreto (a 8.658) – de Angelis (a 8.946) – Lauda vinha em 9ºlugar após ultrapassar Partick Tambay.

Prost tenta passar Rosberg na entrada da 7ªVola, Só que Rosberg segurou a liderança com um carro não equilibrado, com visíveis problemas no seu Williams. Na Volta seguinte, Prost tentou de novo, Mas Rosberg segura de novo. Porém, isso não iria durar para sempre. Prost no começo da volta 9 no final da reta assumiu a liderança. Era que o Francês precisava com o Lauda em 9º o título era dele.

Marc Surer deixa a prova, Enquanto que Mansell foi para cima de Rosberg. O Finlandês não quis tomar conhecimento de Mansell. Qualquer coisa entre os dois poderia dar a Lauda duas posições. Classificação após 10 Voltas: Prost (14:45.990) – Rosberg (a 6.353) – Mansell (a 6.674) – Senna (a 12.271) – Alboreto (a 13.589) – Warwick (a 15.082) – De Angelis (a 15.569) – Johansson (a 15.916) – Lauda (a 16.540) – Tambay (a 23.244).

Após 3 voltas de disputa entre os futuros companheiro de equipe na Williams em 85, Mansell passou Rosberg que balançou seu carro. Depois disso, Mansell disparou e Rosberg estava ficando pelo caminho. Era a mostra do carro da Williams estava bem desequilibrado nas suas mãos. Mais atrás, Lauda estava em 9º, Mas bem perto de Senna, Alboreto, Warwick, de Angelis, Johansson. Ele vinha colado no Sueco na volta 13 para 14. Warwick foi para os boxes e isso permitiu a Lauda subisse para o 8ºlugar.

Lauda em posição de espera ver Johansson pressionando de Angelis, Ele vinha 22 segundos atrás de Prost, O Austriaco foi para cima de Johansson que acabou ficando um pouco mais para trás , Mas acabou desistindo da ultrapassagem de forma muito prudente e precavida em cima do piloto da Toleman.

Classificação após 16 Voltas: Prost (23:21.489) – Mansell (a 8.351) – Rosberg (a 19.410) – Senna (a 21.263) – Alboreto (a 22.744) – de Angelis (a 23.468) – Lauda estava em 8º, Logo atrás de Johansson.

Prost vinha tranquilo na ponta, estava na hora de pegar os retardatários; Os primeiros eram Gartner com a Osella e Mauro Baldi da Spirit-Hart. As ultrapassagens foram bem fáceis. Elio de Angelis foi superado por Johansson e Lauda na 18ªVolta. Rosberg vinha ficando com o desempenho cada vez pior, Senna já estava na cola do piloto da Williams e a ultrapassagem acabou aconteceu na volta 19. O piloto Brasileiro estava em 3ºlugar.

Classificação após 20 Voltas: Prost (29:05.089) – Mansell (a 7.103) – Senna (a 25.895) – Rosberg (a 27.642) – Alboreto (a 28.233) – Johansson (a 28.893) – Lauda (a 29.121) – Tambay (a 31.590) – de Angelis (a 32.818) – Cheever (a 47.461). O título nesse momento era de Alain Prost.

Lauda tentava ultrapassar Johansson, Enquanto isso a Williams de Jacques Laffite ira para os boxes caindo do 17º para o 24º e último lugar. O Francês da Williams voltou logo a frente de Alboreto, Johansson e Lauda. Phillipe Streiff com a terceira Renault acabou rodando, Era a primeira participação do Francês na Formula 1.

Lauda não conseguia passar Johansson e já estava ficando muito longe de Prost, Com 31 segundos de distância e 24 segundos atrás de Mansell para chegar ao segundo lugar. Laffite faz uma nova parada nos boxes. Piquet em 15º Vinha perto de De Cesaris, Winkelrock, Boutsen e Patrese na disputa pelo 11ºlugar.

Lauda continua tentando colocar o carro do lado do piloto da Toleman que vinha super bem na corrida, Com seus dois pilotos na zona de pontuação. A ultrapassagem estava ficando bem difícil. Lá na frente, Prost vinha mantendo os 7 segundos de diferença para Mansell, O Inglês vinha fazendo uma boa corrida. Na 25ªVolta, Boutsen dava adeus a prova. (Igualmente a Arrows que seus dois pilotos estavam de fora da prova)

Johansson foi para cima de Alboreto na reta na volta 27, Na parte mista do circuito Lauda finalmente deixou o Sueco para trás. Meia volta depois, Lauda passou Alboreto sem pensar. Em 1 volta o piloto da Mclaren passava do 7º para o 5ºlugar. Enquanto isso, Warwick deixava a prova na 28ªVolta. Quem vinha muito mal era Arnoux que estava em uma melancólica  13ªposição.

Classificação após 28 Voltas: Prost (40:28.063) – Mansell (a 6.694) – Senna (a 37.476) – Rosberg (a 40.210) – Lauda (a 41.367) – Alboreto (a 43.210) 23 carros estavam na prova.

Prost continuava na frente de Mansell com uma distancia segura para o Leão. Na entrada da 31ªVolta, Lauda passou Rosberg e assumiu a 4ªposição, Mas isso ainda não bastava para ser o campeonato. (O Campeonato ficaria Prost com 71.5 Pontos e Lauda teria com esse resultado  69 pontos) Lauda vai a caça de Senna, Em busca do terceiro lugar.

Classificação após 31 Voltas: Prost (44:45.611) – Mansell (a 5.358) – Senna (a 40.377) – Lauda (a 42.786) – Rosberg (a 44.379) – Alboreto (a 46.516) – Tambay (a 55.685) – De Angelis (a 57.955) – Patrese (a 1:13.444) – Winkelhock (a 1:24.865) – De Cesaris – Arnoux – Piquet – Berger – Warwick

Lauda vai para cima de Senna, Com muito mais carro que o piloto da Toleman, Andreas Nicolau Lauda esperou o melhor momento para superar Ayrton e na entrada da reta, na 33ªVolta, Lauda usando o motor Porsche contra o motor Hart da Toleman de Senna passou para o 3ºlugar.

Lauda vinha em 3ºlugar, Mas o problema era os 36 segundos que Mansell tinha de vantagem para Prost, Porém se Mansell tirasse os 8 segundos de Prost e fizesse a ultrapassagem o  jogo mudaria a favor do Austríaco. Classificação após 34 voltas: Prost (48:59.765) – Mansell (a 8.770) – Lauda (a 45.811) – Senna (a 47.047) – Rosberg (a 49.520) – Alboreto (a 50.928) Chegamos a metade da corrida. Prost já colocava uma volta no Ricciardo Patrese, que vinha em 9ºlugar.

Alboreto pressionava Rosberg. Era nítido que o carro da Ferrari era bem melhor que o Carro da Williams. Prost abre 10 segundos de vantagem para Mansell, Já o piloto Inglês vinha mantendo os 36 segundos a frente de Lauda. Conforme a corrida iria passando e a diferença do piloto da Lotus não baixava, O título começava a ficar cada vez mais próxima das mãos de Prost, Que vinha fazendo a volta mais rápida da prova na 39ªVolta.

Keke Rosberg deixa a corrida na 40ªVolta já em 6ºlugar, Com isso Tambay passou para o 6ºlugar. Classificação após 40 Voltas: Prost (57:27.217) – Mansell (a 16.465) – Lauda (a 45.227) – Senna (a 58.519) – Alboreto (a 59.686) – Tambay (a 1:12.610) – De Angelis (a 1:13.375) – Rosberg (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost já estava longe de Mansell e Lauda já vinha diminuindo a diferença para Mansell, Lauda passou para uma postura suicida para cima de Mansell. Restando 30 voltas era o tudo ou nada para o piloto Austríaco tentar a ultrapassagem que daria o título.

A Prova só não estava em Calmaria porque Lauda estava disposto a tirar diferença para Mansell. Já Alboreto acabou rodando na parte mista do circuito, Por sorte, O Italiano tinha vantagem para segurar o 5ºlugar, Só que agora teria um prejuízo de mais de 10 segundos para Senna que estava mais folgado. Lauda encontra Johansson de novo que não cede facilmente a ultrapassagem para um dos concorrentes ao título. Classificação após 45 Voltas: Prost (1:04:29.869) – Mansell (a 17.907) – Lauda (a 45.885) – Senna (a 1:11.318) – Alboreto (a 1:23.364) – De Angelis (a 1:24.290) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost agora vinha tranquilo em relação ao Mansell, O piloto da Lotus estava preocupado com sua vantagem para Lauda, Mas ainda isso tinha confortáveis 27 segundos e com o Austríaco com vários retardatários para fazer ultrapassagem. Isso ajudou bastante o Inglês a ganhar tempo e a vantagem subiu para 31 segundos. A Segunda posição parece ser praticamente um sonho impossível para Lauda e o Título de Prost cada vez estava nas suas mãos.

Classificação após 50 Voltas: Prost (1:11:32.750) – Mansell (a 17.996) – Lauda (47.426) – Senna (a 1:10.964) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta)

Até que na volta 52, Mansell que vinha fazendo uma grande corrida com seu carro da Lotus-Renault, acabou deixando a prova com problemas de freios. Foi para os boxes; De lá ele não voltou mais a prova. Era que precisava para Lauda assumir o segundo lugar, (Na pista, não iria acontecer essa ultrapassagem em condições normais) Senna passou para o terceiro lugar.

Agora o 2ºlugar de Lauda dava o tricampeonato para o Austríaco, Agora só restava para Prost que Lauda tivesse algum problema ou que Senna fosse para cima e tentasse tirasse o campeonato das mãos dele. Classificação após 53 Voltas: Prost (1:15:49.580) – Lauda (a 49.280) – Senna (a 1:12.121) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Arnoux (a 2 Voltas)

15 voltas para o final do campeonato: Prost vinha a quase 50 segundos de Lauda, que pilota com muito cuidado para assegurar o campeonato. Piquet vinha uma boa prova de Recuperação e ultrapassou Patrese assumindo o 7ºlugar na 55ªVolta.

Lauda começou a virar mais lento, Apesar disso o ritmo de Senna também não era alto e a diferença dos dois passou a ser de 21 segundos a 11 voltas do final. Até o Prost também diminuiu o ritmo. Já Senna precisava se preocupar com Alboreto. O piloto da Ferrari pressionava o Brasileiro na disputa pelo pódio.

Piquet na volta 63 passou Partick Tambay e assumiu o 6ºlugar e começou a andar do ritmo de Lauda. Lá na frente, Enquanto que Prost diminuiu muito o ritmo de prova. Em uma dessas voltas, Prost virou em 1:31 e Lauda na casa de 1:23. O Austríaco resolveu voar no final da prova tirando muito tempo da diferença do Prost. Senna vinha 17 segundos atrás de Lauda em 3ºlugar.

Piercarlo Ghinzani a poucas voltas do final estourou o motor Alfa Romeo e deixou óleo na pista, Eram as últimas 5 voltas do campeonato. Prost normalizou o seu ritmo e andou no ritmo que Lauda estava andando. Classificação após 65 Voltas: Prost (1:33:34.875) – Lauda (a 24.186) – Senna (a 44.442) – Alboreto (a 50.263) – de Angelis (a 1:27.860) – Piquet (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Com 24 segundos de vantagem, Prost encaminhava a 7ªvitória no ano, Mas o título estava nas mãos de Lauda. Senna ainda tinha a preocupação de Michele Alboreto que vinha tirando muito tempo em relação ao piloto da Toleman.

Prost acabou conquistando a vitória, Foi a 17ªVitória da sua carreira, Mas de nada adiantou essa vitória. Andreas Nicolau Lauda chegou a 13.425 segundos do Francês e acabou conquistando o título de 1984. Era o Terceiro título de um dos maiores pilotos da História da Formula 1. Após sofrer um acidente que quase tirou sua vida no GP da Alemanha de 1976 e de parar de correr de 1979 até 1982. Ele volta para a Formula 1 pela Mclaren e desenvolve o motor Porsche e conquista o título da temporada de 1984, Aos 35 anos de idade. Ayrton Senna segurou o 3ºlugar e encerrou sua primeira temporada no pódio.

Alboreto, De Angelis e Nelson Piquet completaram os 6 primeiros lugares. Nesse dia fazemos essa homenagem a um dos maiores pilotos e personagens da história do Esporte.

“É uma coisa muito forte que sai lá de dentro, do fundo do meu coração. Enquanto essa força existir, eu não paro mais” – Declaração de Niki Lauda a Rede Globo.

Obrigado por tudo Andreas Nicolau Lauda, Ou simplesmente Niki Lauda!

Resultado final do GP de Portugal de 1984

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic

Corridas Históricas: GP do Japão de 1989

Xkhczmdg

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’38.041
2 Alain Prost (McLaren/Honda) 1’39.771
3 Gerhard Berger (Ferrari) 1’40.187
4 Nigel Mansell (Ferrari) 1’40.406
5 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’40.936
6 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’41.103
7 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’41.324
8 Philippe Alliot (Lola/Lamborghini) 1’41.336
9 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’41.458
10 Nicola Larini (Osella/Ford) 1’41.519
11 Nelson Piquet (Lotus/Judd) 1’41.802
12 Satoru Nakajima (Lotus/Judd) 1’41.988
13 Martin Brundle (Brabham/Judd) 1’42.182
14 Luis Perez-Sala (Minardi/Ford) 1’42.283
15 Alex Caffi (Dallara/Ford) 1’42.488
16 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’42.581
17 Ivan Capelli (March/Judd) 1’42.672
18 Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’42.709
19 Paolo Barilla (Minardi/Ford) 1’42.780
20 Mauricio Gugelmin (March/Judd) 1’42.880
21 Bernd Schneider (Zakspeed/Yamaha) 1’42.892
22 Emanuele Pirro (Benetton/Ford) 1’43.063
23 Olivier Grouillard (Ligier/Ford) 1’43.379
24 Eddie Cheever (Arrows/Ford) 1’43.511
25 Derek Warwick (Arrows/Ford) 1’43.599
26 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’43.757

Não Largaram:

René Arnoux (Ligier/Ford) 1’44.030
Michele Alboreto (Lola/Lamborghini) 1’44.063
Pierre-Henri Raphanel (Rial/Ford) 1’47.160
Bertrand Gachot (Rial/Ford) 1’47.295
Piercarlo Ghinzani (Osella/Ford) 1’44.313
Roberto Moreno (Coloni/Ford) 1’44.498
Stefan Johansson (Onyx/Ford) 1’44.582
Aguri Suzuki (Zakspeed/Yamaha) 1’44.780
Oscar Larrauri (Euro Brun/Judd) 1’45.446
J J Lehto (Onyx/Ford) 1’45.787
Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’46.705
Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’48.306
Enrico Bertaggia (Coloni/Ford)

Em Decisão absurda Senna é Desclassificado, Prost é o Campeão de 1989 e Nannini conquista sua 1ªvitória na Formula 1

Suzuka, Japão. Mais uma vez a decisão do campeonato iria para lá e mais uma vez entre Senna e Prost dessa vez com a vantagem para Alain Prost que tinha 76 pontos, Mas já estava limitado pelos descartes e Ayrton Senna com 60 pontos que só poderia ser o campeão se conseguisse vencer as 2 últimas etapas do ano.

O Script do filme estava armado. Com os melhores carros a Mclaren dominou os treinos com Senna largando na pole position e Prost em 2º depois vindo as Ferrari de Berger e Mansell que tomaram 2 segundos das Mclaren na Classificação.

Bgcgg5lx

As Atenções estavam voltadas aos dois pilotos da Mclaren que acabaram por se desentender durante a temporada de 1989. Tanto que Alain Prost iria deixar a Mclaren e correr na Ferrari para 1990. Ambos estavam concentrados para largarem bem, mas na largada Prost pulou mais rápido que Senna e assumiu a ponta da corrida enquanto Senna se manteve na frente de Berger e assumia o 2ºlugar. Quem largou bem foi Alessandro Nannini que pulou de 6º para a 4º já quem perdeu posições foi Mansell que caiu de 4º para 6ºlugar. A Corrida acabou para as duas Minardi na primeira volta Paolo Barilla nem largou e Luis Perez-Sala se acidentou e abandonou a corrida.

Prost logo de inicio impõe ritmo fortíssimo tentando fazer Senna cair em sua armadilha, Senna já ciente disso não adotou essa estratégia de perseguir Prost no começo da corrida.

A Classificação após a primeira volta era: Prost (1:49.369), Senna (a 1.401), Berger (a 2.793), Nannini (a 3.834), Patrese (a 4.917) e Mansell (a 5.393). Na Segunda volta Bernd Schneider com a Zakspeed-Yamaha acabou fora da corrida com problemas de Câmbio (Seria a última vez que a Zakspeed participaria de um Grande Prêmio).

Prost estava impondo um ritmo de corrida fortíssimo fora da principal característica do Francês que era o rei da estratégia. O piloto que mais poupa o carro, Já Senna Andava no ritmo normal. Mansell passou Patrese antes de acabar a 2ªvolta da corrida e assumia o 5ºlugar e agora Mansell partiria pra cima de Nannini na briga pelo 4ºlugar.

Genhcyhu

Prost continuava seu ritmo fortíssimo, Mas Senna não se preocupava em ter o mesmo ritmo de Prost no começo da corrida, procurando poupar o seu carro e atacar na hora certa. Classificação após 5 voltas: Prost (8:55.296), Senna (a 3.815), Berger (a 6.219), Nannini (a 9.635), Mansell (a 12.831) e Patrese (16.242).

Senna já abria 2 segundos na frente de Berger sem ter problemas de se poupar no começo ao contraio de Prost que continuava seu ritmo forte. Lá atrás Nakajima tentava recuperar terreno após ter tido uma largada ruim. Prost fazia a melhor volta da corrida na volta 7 com 1:45.827 – Média de 199.310 km/h (123.845 Mph) Prost tinha 4.5 segundo na frente de Senna, Mas já começava a sentir o maior desgaste de pneus e logo Senna começaria a andar melhor do que Prost.

Na Volta 9 a Classificação era : Prost, Senna, Berger, Nannini, Mansell, Patrese, Boutsen, Alliot, Modena e Piquet.

Na Volta 9 Senna é finalmente mais rápido que Alain Prost. Era a partir daí que Senna começava a sua luta pela vitória. Alesi e Pirro acabaram por se enroscar no grampo e Nakajima ganhou as posições dos dois.

Na Volta 11 Prost e Senna fizeram 1:45.7 mas foi Prost que fez a volta mais rápida com 1:45.722 – Média: 199.508 km/h (123.968 Mph) a Vantagem de Prost era de 5 segundos sobre Senna, Berger estava longe já de Senna. Na volta 12 Senna fazia a melhor volta da corrida 1:45.359 passando dos 200 km de média horária (200.195 km/h).

Senna tentava se aproximar de Prost mas só conseguia tirar 1 décimo por volta. Mas Prost na volta 14 respondia fazendo a melhor volta da corrida 1:45.200 – Média de 200.498 Km/h (124.583 Mph) com isso a diferença deles era de 5 segundos, Berger estava a 12 segundos de Senna e consequentemente a 17 de Prost depois vinha Nannini e Mansell brigando pelo 4ºlugar. Na Volta 15 Senna deu o troco pra cima de Prost. 1:44.960 (200.956 km/h).

Logo Começaria a rodada de paradas para os boxes, Alliot passou reto depois da Degner. Senna na volta 17 tirava 6 décimos de Prost fazendo a diferença cair para 3.8 segundos. Na Volta 18 Mansell fazia sua troca de pneus.

Depois de 17 voltas completadas a classificação era: Prost (30:03.892), Senna (a 3.878), Berger (a 20.332), Nannini (a 24.766), Mansell (a 27.428) e Patrese (a 37.099)

As Mclaren começariam a ter tráfego de retardatários e Prost na volta 18 foi 7 décimos mais rápido do que Senna fazendo a vantagem voltar a casa dos 4 segundos. Prost começava a pegar os retardatários e eram logo três: Alesi, Chevver e Grouillard, E Prost acabou se complicou na ultrapassagem e com isso Senna diminuiu a diferença de 4.6 para 3.1 ao termino da volta 19. Senna também não deu sorte para passar os retardatários. Com isso na volta 20 Senna estava 4.3 segundos atrás de Prost. Na 20ªVolta Alessandro Nannini faz sua parada nos boxes.

Na volta 21 Alain Prost iria para os boxes para fazer a sua primeira troca, Um pit muito rápido que durou 7 segundos e 86 Centésimos. Senna assumia a liderança que era até esperado sendo que Senna não gastou tanto os pneus do que Prost que continuava a passar os retardatários como as duas Dallaras de Caffi e De Cesaris.

Boutsen e Alliot na volta 23 pararam para tocar os seus pneus, ao Final da volta 23 Senna foi para os boxes trocar seus pneus a Mclaren não trabalhou tão bem assim, o tempo foi 9.89 segundos perderam 2 segundos e 3 centésimos. A Classificação da corrida era após 24 voltas: Prost (42:47.274), Senna (4.673) , Berger (24.705), Nannini (28.542) , Mansell (29.617) e Patrese (32.490) . Piquet era o 7ºlugar e ainda não fez a sua primeira parada nos boxes.

Lzi8jvdq

Jonathan Palmer com a Tyrrell e Nicola Larini com a Osella abandonaram a corrida com 20 e 21 voltas respectivamente. (Palmer por problemas na Bomba de combustível e Larini com problemas nos freios)

Senna começava a se aproximar de Prost, sentindo que a hora de atacar Prost era agora. Patrese Trocou os pneus e com isso Nelson Piquet estava em 6ºlugar. Já estávamos na metade da corrida. A volta 25 de Ayrton Senna era a melhor volta da corrida com 1:43.904(202.998 km/h) chegando a 126 mph.

Prost e Senna negociam ultrapassagens sobre os retardatários. Senna fazia a volta mais rápida de novo com 1:43.496 (203.799 km/h) e Diminuía a distância para 3 segundos atrás de Alain Prost e acabou se livrando mais rápido de Warwick e Gugelmin que estavam tomando uma volta de Prost e Senna. Era a primeira vez que Senna começava a se aproximar de vez de Prost para a batalha.

Já Brundle não facilitou para nenhum dos dois (nem Prost, nem Senna tiveram facilidades para passar o Inglês) Na volta 29 Senna virava 2 décimos mais rápido que Prost e continuava a cair a diferença de Prost para Senna. Capelli com a sua March acabou sendo o 6ºpiloto a deixar a corrida com problemas de Suspensão. Na 30 voltas Modena foi o retardatário para ser passado, Ddessa vez nenhum dos dois teve problema e Senna virava 7 décimos mais rápido que Prost e a diferença caia para 2 segundos. Alesi era o retardatário na volta 31, Dessa vez Alesi atrapalha Senna, Mas assim mesmo Senna foi mais rápido que Prost e a diferença dele estava em 1.7 segundos.

Qxolcnaf

Motor de Grouillard na volta 31 pediu Água (quebrou) e abandonou a corrida. Piquet finalmente faz sua troca de pneus, foi o último dos pilotos a parar nos boxes para uma primeira troca. Classificação após 31 voltas: Prost (55:00.179), Senna (a 1.758), Berger (a 28.641), Nannini (a 36.006), Mansell (a 41.877) e Patrese (a 1:07.293).

Prost na volta 32 Consegue ser mais rápido nos centésimos do que Senna. Na Volta 33 Senna comete um erro e acabou e perdeu meio segundo e com isso a vantagem subiu para 2.2 segundos. Nelson Piquet na volta 34 começava a ser alvo de Prost e Senna para ser ultrapassado para levar uma volta dos dois pilotos da Mclaren.

Piquet abriu para Prost passar, Mas Senna teve dificuldade e com isso perdeu tempo e a diferença voltou a estar a casa dos 3 segundos a favor de Prost. Berger com problemas de câmbio abandonou a corrida e com isso Nannini assumiu o 3ºlugar da corrida com Mansell em 4º e Patrese e Boutsen em 5º e 6ºlugar. E Pirro e De Cesaris acabaram se chocando no hairpin e tudo foi culpa do Pirro que se chocou com De Cesaris que defendia sua posição de forma correta.

Senna tentava buscar de novo Prost e precisava ser rápido, O tempo estava acabando ou melhor as voltas estavam acabando (faltavam 16 voltas para o final), para Senna era agora ou nunca, para Prost era só se manter na frente que o Título era dele. Classificação após 36 Voltas: Prost (1:03.40.057), Senna (a 3.337), Nannini (a 46.947), Mansell (a 51.025), Patrese (a 1:17.159) e Boutsen (a 1:23.574).

Na Volta 37 Senna faz a volta mais rápida com 1:43.300 – Média de 204.185 km/h (126.875 Mph), Alliot quebra o motor Lamborghini na volta 36 e deixa a corrida após boa corrida. Jean Alesi também deixa a corrida com problemas de Câmbio. E a briga entre Prost e Senna. Nannini em Terceiro lugar estava a mais de 30 segundos atrás de Senna, mas com o Terceiro lugar administrável. 1:43.025 Senna faz a melhor volta da corrida na volta 38 e baixa a diferença para 2 segundos.

Na Volta 39 Senna baixa a diferença para 1.7 segundos. Enquanto isso Mansell fuma na Pista e com isso Mansell deveria abandonar a corrida, Mas o leão continuava na corrida achando que ainda dava para prosseguir.

No final da volta 40 Prost perde muito tempo atrás da Arrows e acaba Senna se aproximando definitivamente pra cima de Alain Prost e ambos iriam travar a batalha final em Suzuka. O Francês para matar o campeonato a favor dele enquanto Senna tenta levar o título para Adelaide. Nakajima na volta 39 deixou a corrida. (Seu motor Judd não aguentou o tranco da corrida) Mansell depois de muitas voltas fumando acabou parando com problemas com Problemas de Motor o V12 da Ferrari também não aguentou até o final, nisso Nannini se firmava em 3ºlugar que era o máximo que ele poderia conseguir com Prost e Senna na pista.

Yl8gi3mr

Senna buscava a Ultrapassagem, Mas Prost acabava Saindo mais forte na aceleração do que Senna. Nisso dava pra ver que Na reta não iria acontecer a ultrapassagem e que teria que ser numa curva e foi justamente na volta 45 em que Senna subindo a grande reta foi com ação em cima de Prost e quando Senna buscou a ultrapassagem pra cima de Prost na chicane o francês Alain Marie Pascal Prost Teve seu momento mais negro da sua carreira na Formula 1. O francês jogou o carro pra cima de Ayrton Senna, os dois batem, e ficam parados.

Z6ysjybe

Com isso o título era de Prost que estava satisfeito e deixava o carro por aí abandonando a corrida. Já Senna queria voltar e pediu para ser empurrado, com a ajuda necessária dos fiscais de pista acabou voltando ele foi conduzido para fora da Chicane e voltou a corrida com a Asa dianteira quebrada.

5pjuvhhf

Senna ele precisava ir aos boxes para trocar a Asa, mas sem ir rápido Senna acaba quebrando o bico e na Curva Degner passa reto. consegue voltar a pista e vai para os boxes. Nannini que tinha um terceiro lugar garantido e satisfeito por subir ao pódio acabou vendo a chance de vencer pela primeira vez na Formula 1. Nannini Passa depois de Senna ter de ir aos boxes tocar o bico dianteiro. Senna volta longe de Nannini e com 5 voltas para o final.

Nannini tinha uma boa distância sobre Senna e parecia que mesmo com Prost fora o Título ficaria com o Francês, Mas o problema de Prost e de Nannini era que tinha ainda Ayrton Senna na corrida.

Senna foi nas ultimas 5 voltas alucinado em cima de Nannini e mesmo com a suspensão danificada Senna tirava diferença sobre Nannini, na volta 49 a diferença era de 4.6 segundos e na volta 50 Senna se aproximava do jovem Italiano de uma forma impressionante, enquanto isso os comissários e os fiscais e homens da FIA estavam na Torre para avaliar se tinha ou não punição para Senna.

A 3 Voltas para o final da corrida Nannini na frente com Senna na sua cola, Nannini lutava pela primeira vitória na carreira e Senna lutava para vencer a corrida e levar o título para a Austrália. E a menos de 2 voltas para o final Senna passa Nannini na chicane, dessa vez sem incidente restando 2 voltas para o final Senna tinha passado Nannini de forma dramática e emocionante. E Nessas horas é que só mesmo Senna para conseguir isso.

Fplxcoit

Na pista Senna completou as duas últimas voltas na liderança e acabou cruzando na frente, numa das corridas mais emocionantes da história da Formula 1, Senna fez uma das maiores corridas em que um piloto poderia fazer na história de 39 anos de Formula 1 (67 nos dias de Hoje).

Com isso Senna levava a Disputa do título para a Austrália, Mas minutos depois os comissários de prova desclassificam Senna e deram a vitória a Alessandro Nannini. Com isso Prost conquistava o Tricampeonato. Balestre depois de um tempo ele confessava que acabou mandando punir Senna para dar o título para Prost.

Senna e a Mclaren criticaram de forma muito forte a Balestre. Com isso Balestre chegou a dar uma punição de 6 meses sem correr e de 100 mil dólares. E ainda ameaçou Tirar a Mclaren da Formula e de cassar a Superlicença de Senna caso Ron Dennis e Senna não se retratassem das palavras que eles falaram ao presidente da FISA (FIA).

O Caso é que Prost em seu momento mais sujo de sua carreira fantástica chegava ao seu tricampeonato e levava o número 1 para a Ferrari. Mas essa manobra teria uma consequência no ano seguinte. Senna não esqueceria jamais essa derrota política e iria querer a vingança. Nannini comemorava a sua primeira vitória da Carreira (Que acabaria sendo a única da carreira) Junto de Patrese e de Boutsen. Piquet que fez grande corrida com a Carroça da lotus-Judd em 4º, Brundle em 5º e Warwick em 6º Completaram a zona de pontuação.

Resultado final do GP do Japão de 1989

Fotos:

Vídeo da corrida: Motor Sports

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Histórica: GP da Bélgica de 1987

Grid de Largada:

1 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’52.026
2 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’53.416
3 Ayrton Senna (Lotus/Honda) 1’53.426
4 Gerhard Berger (Ferrari) 1’53.451
5 Michele Alboreto (Ferrari) 1’53.511
6 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’54.186
7 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’54.300
8 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’55.064
9 Teo Fabi (Benetton/Ford) 1’55.339
10 Stefan Johansson (McLaren/TAG) 1’55.781
11 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’55.899
12 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’56.359
13 Andrea de Cesaris (Brabham/BMW) 1’57.101
14 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’58.132
15 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’58.649
16 René Arnoux (Ligier/Megatron) 1’59.117
17 Piercarlo Ghinzani (Ligier/Megatron) 1’59.291
18 Martin Brundle (Zakspeed) 2’00.433
19 Adrián Campos (Minardi/Motori Moderni) 2’00.763
20 Christian Danner (Zakspeed) 2’01.072
21 Ivan Capelli (March/Ford) 2’02.036
22 Philippe Alliot (Lola/Ford) 2’02.347
23 Philippe Streiff (Tyrrell/Ford) 2’03.098
24 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 2’04.677
25 Pascal Fabre (AGS/Ford) 2’07.361
26 Alex Caffi (Osella/Alfa Romeo) 2’12.086

Prost leva GP da Bélgica e se iguala a Jackie Stewart com 27 vitórias na carreira

Alain Prost, o Professor realizou mais um feito em sua carreira na formula 1, se igualou a Jackie Stewart, com 27 vitórias na Categoria com a vitória no GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps.

Após chuva durante os Treinos, A pole era de Mansell, com Piquet ao lado dele. Depois Senna e Berger na segunda fila e Alboreto e Prost na terceira Fila. Antes de alinhar para o Grid de largada, Capelli acabou tendo problemas em seu carro e teve que voltar aos boxes para Buscar o carro reserva. Depois da Volta de Apresentação os carros foram para a Largada.

Na largada quem foi melhor foi Mansell que se manteve na ponta, mas foi Senna que ganhou mais na Largada, ganhando a posição de Nelson Piquet e assumindo o 2ºlugar. Piquet no começo da corrida estava pressionado pelas duas Ferraris de Berger e de Alboreto, Arnoux não consegue largar. Os pilotos completaram a primeira volta, mas a confusão começou a partir que Berger parou no final da primeira volta, Boutsen acabou se chocando com o Austríaco da Ferrari, Mas o mais grave para o Desespero de Ken Tyrrell, Philippe Streiff e Jonathan Palmer acabaram se envolvendo em um acidente em que deu perda total para um dos carros e o outro teve muitos Danos. Resultado disso, Bandeira vermelha, a corrida iria começar de novo.

Na Relargada é Senna que pula na ponta da corrida numa largada brilhante de Senna com Mansell em Segundo, Berger em 3º e Piquet em 4º que acabou recuperando a 3ªPosição antes da Segunda Curva. Logo na parte de curvas na primeira volta Mansell tentou passar Senna só que Mansell mais uma vez avaliou errado uma ultrapassagem, Resultado: tanto Senna, tanto Mansell saíram da pista, Senna abandonou a corrida e Mansell voltou a corrida, mas muito longe dos lideres e em último lugar naquele momento da corrida. O Líder era o Piquet a partir da Segunda volta da corrida com Berger em 2º e Prost em 3º.

Berger no final da Segunda volta teve o seu motor Ferrari Turbo estourado. Classificação após 2 voltas: Piquet, Alboreto, Prost, Boutsen, Fabi e Patrese.

Alboreto iria começar a sentir a pressão de Alain Prost. Seria um alivio para Piquet que poderia ter duas opções, ou abrir vantagem para Alboreto ou segurar para poupar seu carro. Alboreto tenta seguir

Johansson fez uma grande ultrapassagem em cima de Teo Fabi e assumiu o 5ºluigar. Mansell era só o 18ºlugar.

Patrese acabou fora da corrida. Enquanto isso Alboreto estava segurando é muito bem as ameaças de Prost pelo Segundo lugar. Isso tudo tendo 8 voltas Classificação após 8 Voltas: Piquet, Alboreto, Prost, Fabi, Johansson, Boutsen.

Prost acabou tentando passar Alboreto, tentou a ultrapassagem, mas isso não foi o Suficiente para conseguir a ultrapassagem, Na volta seguinte teríamos uma demonstração da sorte de Alain Prost tinha na corrida. Alboreto Quebra e abandona a corrida, e segundos depois Piquet também teve problemas com o escapamento e Prost assumia a ponta da corrida. Com Fabi em Segundo e Johansson em 3º.

Depois de muito tempo Piquet foi para os Boxes, Mansell vinha junto para a parada de box, Piquet parou numa posição diferente do Mansell, o problema dele é mais sério. Com tudo isso em 11 Voltas tínhamos 15 carros na corrida apenas. Campos, Senna, Palmer, Nannini, Berger, Patrese, Warwick, Danner, Alboreto, Caffi estavam fora da corrida e Piquet praticamente fora da corrida. (Chegou a volta a prova, mas ficou mais uma volta na corrida e depois abandonou de vez).

Classificação após 13 Voltas: Prost, Fabi, Johansson e Boutsen eram os 4 primeiros colocados na corrida, Mclaren e Benetton dominando a corrida, Depois disso De Cesaris em 5º e Cheever em 6º.

Prost ira apertando o da direita para tentar abrir vantagem para fazer a parada e voltar ainda em primeiro lugar. Enquanto isso a March de Ivan Capelli com problemas de motor deixa a corrida. Isso com 16 voltas completadas E Fabi e Johansson Brigavam pelo 2ºlugar, e Johansson passou e assumiu a segunda posição. Começando a desenhar a Dobradinha da Mclaren, Prost em 1º e Johansson em 2º.

Classificação após 16 Voltas: Prost, Johansson, Fabi, Boutsen, De Cesaris e Chevver. Os seis primeiros colocados. Mas na volta seguinte Boutsen acabou tendo problemas em seu carro e abandonando a corrida. Prost na volta 18 iria para a sua parada, Prost acabou ainda assim voltando na frente de Johansson, e depois disso com Fabi em 3ºlugar. Um Ótimo trabalho da Mclaren nos boxes.

Com 19 Voltas completadas. Só tínhamos 13 carros na corrida, com um pouco menos da metade da corrida. 12 com o Abandono de Nigel Mansell. Caffi que estava a voltas e voltas dos lideres finalmente parou.

Johansson faz sua parada de boxes, Fabi reassume o segundo lugar, Johansson em 3º. Brundle foi mais um a abandonar com seu motor Zakspeed (Motorzinho Ruim esse hein) , e dai, só tínhamos 11 carros na corrida, com 21 voltas completadas.

Classificação: Prost, Fabi, Johansson , De Cesaris, Chevver, Arnoux, Ghinzani, Nakajima, Alliot, Streiff e Fabre. E só isso, exatamente 11 pilotos na corrida.

Os pilotos aos poucos faziam suas paradas nos boxes e as posições estavam sendo aos poucos moldadas, pois poucas disputas na pista por causa dos pouquíssimos carros ainda na corrida. E continuava o passeio de Alain Prost na liderança com 25 Voltas completadas. Com um Eficiente Johansson que largou em 10ºlugar em 2ºlugar, que estava 22 segundos atrás de Prost. Fabi em Terceiro e De Cesaris em 4º com a Brabham, mostrando que em dia que ele não resolve quebrar carros, Consegue resultados positivos para o time que ele defende. Cheever em 5º, já com uma volta atrás de Prost e Nakajima assumindo o 6ºlugar.

De Cesaris começava a buscar Teo Fabi para briga pelo Terceiro lugar na corrida, que Fabi também já não tinha mais desempenho para segurar De Cesaris, e nem tinha desempenho como o desempenho do inicio da temporada. E De Cesaris passava para o terceiro lugar no final da volta 30.

Na Volta 31 a Classificação era essa: Prost, Johansson, de Cesaris, Fabi, Cheever, Nakajima, Arnoux, Ghinzani, Alliot, Streiff e Fabre. Continuam 11 carros na pista.

4 Voltas depois Fabi acabou parando com problemas de motor, o Ford TEC V6 turbo não agüentou a corrida inteira em SPA. Com isso a corrida passava a ter essa classificação: Prost, Johansson, de Cesaris, Cheever, Nakajima, Arnoux, Ghinzani, Alliot, Streiff e Fabre.

Prost estava tranquilo para conquistar a 27ªVitória da carreira, e por quando viu Alliot com a Lola-Ford rodando e quase atingindo a Alain Prost na 39ªVolta. por Sorte o Francês estava com seu coelho da sorte em dia e nada aconteceu com ele.

No Final da corrida Fabre estava com problemas em seu carro e acabou parando no final da corrida, Streiff também tinha problemas no seu carro. Prost com apenas um susto em toda a sua corrida conquistou a vitória de número 27, empatando em número de vitórias com o Escocês Jackie Stewart. Johansson completou a dobradinha da Mclaren na Bélgica. De Cesaris parou no final da corrida com problemas de Combustível. Por sorte ninguém atrás dele estava na mesma volta que ele e portanto ficou em 3ºlugar num merecidíssmo pódio do Italiano da Brabham.

Cheever com a Arrows, Nakajima com a Lotus e Arnoux com a ligier completaram nos pontos, Ghinzani, Alliot, Streiff completaram a corrida, ou melhor, foram os sobreviventes que chegaram ao final. Fabre também completou a corrida, por que conseguiu completar os 90% da corrida e ficou em 10ºlugar.

Resultado final do GP da Bélgica de 1987

Fotos:

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP dos Estados Unidos de 1986

Sknxe6of

Grid de Largada:

1 Ayrton Senna Lotus/Renault 1’38.301
2 Nigel Mansell Williams/Honda 1’38.839
3 Nelson Piquet Williams/Honda 1’39.076
4 René Arnoux Ligier/Renault 1’39.689
5 Stefan Johansson Ferrari 1’40.312
6 Jacques Laffite Ligier/Renault 1’40.676
7 Alain Prost McLaren/TAG 1’40.715
8 Riccardo Patrese Brabham/BMW 1’40.819
9 Keke Rosberg McLaren/TAG 1’40.848
10 Eddie Cheever Lola/Ford 1’41.540
11 Michele Alboreto Ferrari 1’41.606
12 Gerhard Berger Benetton/BMW 1’41.836
13 Thierry Boutsen Arrows/BMW 1’42.279
14 Johnny Dumfries Lotus/Renault 1’42.511
15 Derek Warwick Brabham/BMW 1’42.558
16 Martin Brundle Tyrrell/Renault 1’42.815
17 Teo Fabi Benetton/BMW 1’43.658
18 Philippe Streiff Tyrrell/Renault 1’43.796
19 Christian Danner Arrows/BMW 1’44.259
20 Jonathan Palmer Zakspeed 1’44.401
21 Alan Jones Lola/Ford 1’44.450
22 Piercarlo Ghinzani Osella/Alfa Romeo 1’45.059
23 Andrea de Cesaris Minardi/Motori Moderni 1’46.705
24 Alessandro Nannini Minardi/Motori Moderni 1’47.230
25 Allen Berg Osella/Alfa Romeo 1’48.682
26 Huub Rothengatter Zakspeed 1’49.680

Hceiq4ba

Senna Dá o Troco nos franceses e vence em Detroit numa magnifica apresentação.

Na pista de rua de Detroit, uma pista de baixa velocidade e dura para os pilotos que não permitia o erro para qualquer piloto. Pois esse erro quase que certamente custaria a corrida para qualquer piloto. Principalmente num campeonato onde Prost com 29, Mansell e Senna com 27 disputavam pau a pau a liderança do campeonato.

Na primeira fila tínhamos Ayrton Senna da Lotus que faria a 4ªpole em 7 corridas do campeonato com Nigel Mansell em 2º, Nelson Piquet com a Williams e René Arnoux de Ligier dividiram a segunda fila e Stefan Johansson com a Ferrari e Jacques Laffite na 3ªfila, O Líder do campeonato Alain Prost largava em 7ºlugar apenas. A corrida trazia a substituição de Partick Tambay que não se recuperou do acidente que lhe tirou do GP do Canadá o Norte-americano Eddie Cheever que conseguiu fazer um ótimo Trabalho e largaria em 10ºlugar.

Jgcxxevc

Na Largada Senna mantem a ponta com Mansell em 2º, Arnoux em 3º e Piquet em 4º, Senna em 1º, Mas estava muito ameaçado por Mansell que estava pressionando a Senna. Ao termino da primeira Volta a Classificação era essa: 1. Senna, 2. Mansell, 3. Arnoux, 4. Piquet, 5. Johansson, 6. Prost, 7. Laffite, 8. Alboreto, 9. Cheever, 10. Rosberg. Huub Rothengatter se quer largou por causa de problemas elétricos.

Na segunda volta Senna se mantia na frente com Mansell e Arnoux em sua cola enquanto isso Johansson tentava tomar a 4ªposição de Nelson Piquet. No Começo da 3ªVolta Mansell usando da sua potência do Williams-Honda ultrapassa a Senna e assumiu a ponta da corrida e começou a abrir de Senna que teria de segurar os ataques de Rene Arnoux com a sua Ligier que vinha em Grande momento no Campeonato. Além dessa briga tinha a batalha pelo 4ºlugar (Piquet e Johansson) e o 6ºlugar entre Prost e Laffite. Ou Seja, Williams, Lotus (De Senna), Ligier e Alain Prost com a Mclaren estavam disputando a corrida. Alessandro Nannini com a sua Minardi número 24 deixava a corrida na 4ªvolta, problemas de Turbo (que não era novidade nenhuma se tratando de um motor tão fraco como o Motori Moderni).

Ugdvewxw

Mansell estava abrindo de Senna e de Arnoux que lutavam pelo segundo lugar, Derek Warwick na volta 4 já fazia uma primeira parada nos boxes caindo para as últimas posições. Arnoux tentou passar Senna na volta 5. Só que Senna segurou a posição e Arnoux perdeu terreno nessa disputa. Com isso Nelson Piquet foi se aproximou mais de Arnoux e Deixou Johansson para Jacques Laffite que já passava a Prost e pressionava o Sueco com a Ligier que rendeu muito bem na pista norte americana.
Apesar da Pista travada a prova proporcionava no começo boas disputas por posição. A Classificação após 5 voltas era a Seguinte: 1. Mansell (9:00.756) – 2. Senna (a 4.059) – 3. Arnoux (a 4.436) – 4. Piquet (5.651) – 5. Johansson (6.441) – Laffite (a 6.990) – Prost era o 7º, Alboreto o 8º, Cheever o 9º e Berger em 10º.

Johansson começava a sentir a força da Ligier de Laffite pressionando ao Piloto da Ferrari mais bem posicionado na pista, Apesar da Ferrari não estava bem no campeonato o Time também teve um desempenho bom em Detroit. Enquanto isso Mansell que tinha 4 segundos de vantagem para Senna simplesmente perdeu toda a vantagem e via o Brasileiro pressionando ao Leão na luta pela ponta e Arnoux chegava nessa briga também.

Com muito mais carro Senna só espero o momento certo para tomar a ponta de Mansell, no final da volta 7 Senna passou a Mansell e assumiu a ponta da corrida, Arnoux na reta dos boxes no começo da volta 8 também se aproveitou do problema de Mansell  e assumiu o segundo lugar. Já Laffite pressionava a Piquet pela 4ºposição, a Ligier passava pelo melhor momento da temporada e com um carro que poderia até ser um carro para combater o domínio de Senna na corrida sendo assim os grandes adversários do Brasileiro na prova.

Gxa8vzzm

Gerhard Berger enquanto isso abandonaria a corrida com problemas de Motor na 8ªvolta, Va volta 9 Keke Rosberg foi para os boxes para tentar uma tática diferente, Mansell tentava recuperar o 2ºlugar de Rene Arnoux, Mas já tinha atrás Jacques Laffite que tinha superado Já a Nelson Piquet e assumido a 4ªposição. Piercarlo Ghinzani foi para os boxes para fazer reparos mecânicos no frágil carro da Osella com o Motor alfa Romeo. Classificação após 10 Voltas: Senna (17:57.954) – Arnoux (a 4.026) – Mansell (a 4.359) – Laffite (a 4.941) – Piquet (a 7.709) e Prost (a 9.178).

Johansson perdeu o 6ºlugar para Prost e era pressionado pelo seu companheiro de Equipe Michele Alboreto que tinha em 8ºlugar chegando para lutar por posições mais a frente.

Senna continuava sentando a Bota, Liderando e abrindo mais e mais para Arnoux que segurava a Mansell e Laffite e para desespero dos adversários Senna não tinha necessidade de poupar combustível para terminar a corrida por ser Detroit uma pista de baixa velocidade, Na 11ªVolta, Laffite assumiu o 3ºlugar na corrida passado Mansell. As Ligier só tinham Senna pela frente, Mas o desempenho dos dois franceses com os carros da equipe Francesas era impressionante. Mas ainda sim menos do que o desempenho da Lotus de Ayrton Senna que fazia na volta 11 a melhor volta da corrida com 1:44.448 – Média de 138.673 Km/h (86.167 Mph).

Laffite estava com um ritmo melhor de corrida do que a seu companheiro de equipe Rene Arnoux e iria buscar o 2ºlugar na corrida Keke Rosberg abandonaria a corrida com problemas de Transmissão, ele que poderia fazer uma grande corrida já que ele costuma se da bem em pistas de Rua e seguia a briga entre Arnoux e Laffite pelo segundo lugar na corrida, Senna acabou indo para os boxes na volta 14, não foi uma parada programada, ele acabou tendo de parar por causa de um pneu furado, Com isso Arnoux assumiu a ponta da corrida com Laffite em 2ºlugar.

Os dois carros da Ligier comandavam a corrida, depois de muito tempo a Ligier voltava a Dominar a corrida dessa forma. Cheever que substituía a Partick Tambay  estava em 9ºlugar, na frente de Riccardo Patrese e de Thierry Boutsen, fazendo uma boa corrida o piloto norte-americano. Mansell na Volta 15 fazia a melhor volta da corrida 1:44.314 – Média de 138.851 Km/h – 86.278 Mph, Mansell vinha pela 3ªposição.

Classificação após 15 voltas completadas: 1. Arnoux (26:50.237) 2. Laffite (a 0.494) 3. Mansell (a 6.017) 4. Prost (a 8.823) 5. Piquet (a 13.697) 6.Alboreto (a 14.571) 7. Johansson , 8. Senna, 9. Cheever, 10. Patrese e Boutsen em 11º. Martin Brundle deixaria a corrida na volta 15 com problemas Elétricos, Ghinzani também abandonaria a corrida com problemas no Turbo do motor Alfa-Romeo (Chamar esse motor de Turbo é uma piada).

El55ziqq

Senna começava a busca a recuperação na corrida enquanto isso Laffite Buscava passar a Arnoux para tomar a ponta da corrida. Na Volta 17 Senna passava a Johansson e já assumia o 7ºlugar. Laffite foi com tudo para cima de Arnoux e na volta seguinte ele conseguiria passar o seu companheiro de equipe para assumir a ponta da corrida. Com 42 anos Laffite era Líder da corrida e andando no melhor da sua forma, Enquanto Arnoux começaria a  ficar para Nigel Mansell que começava a chegar em Arnoux e até no Laffite para lutar pelas 2 primeiras posições da corrida, Mas também Nelson Piquet vinha para a Briga, ele fazia a melhor volta da corrida com 1:43.981 baixando o tempo para a casa dos 1:43 pela primeira vez na corrida. Média de 139.296 Km/h – 86.554 Mph na volta 18.

Mansell continuava retirando diferença para Arnoux  enquanto Prost e Piquet tentavam chegar nessa briga, Mas Senna já vinha em 6ºlugar e estava mais rápido que todos os pilotos que estavam na frente, Mostrando que ele era o homem a ser batido nesse circuito. Laffite não abriu muito sobre Arnoux e que via Mansell cada vez mais perto de Arnoux.

Laffite viu sua diferença sumir quando perdeu tempo para passar Christian Danner que era o 17ºcolocado e viu René Arnoux ainda por cima fez a melhor volta da corrida com 1:43.315 – média de 140.194 km/h – 87.112 Mph e abria um pouco sobre Mansell que era o Terceiro lugar.

Mansell também perderia algum tempo para passar Christian Danner. Classificação após 20 voltas:  1. Laffite (35:35.454) 2. Arnoux (a 0.664) 3. Mansell (a 3.287) 4. Prost  (a 6.039) 5. Piquet (a 9.650) 6. Senna (a 17.698).

Agora Arnoux perdia um tempo para passar a Zakspeed de Jonatham Palmer, com isso Laffite abriu um pouco sobre o seu compatriota, Mansell seguia perto e Senna estava a Caça de Piquet na luta pelo 5ºlugar, Com os pneus mais novos o Ritmo de Senna seria bem superior ao dos outros carros que estavam com pneus de 20 voltas e bem desgastados.

Mansell colava de vez em Arnoux. Só que na curva seguinte Arnoux conseguia fugir um pouco do Alvo do Mansell. (tava difícil bater os carros Azul e Branco em Detroit) Atrás de Arnoux e de Mansell vinha Prost que estava quieto, quieto em 4ºlugar fazendo uma corrida de cabeça já que a Mclaren parecia não ter rendimento para lutar de igual para Igual com Senna, As Williams e as Ligier e Piquet estava perto de Prost tentando lutar pelo 4ºlugar na corrida, Mas Senna já estava chegando nos 2 pilotos.

Derepente no final da Volta 24 Mansell ficava mais para Prost que ameaça o 3ºlugar de Mansell, enquanto isso Senna fazia 1:43.284 e tomava de Arnoux a melhor volta da corrida com 140.236 km/h – 87.138 Mph.

Prost chegava de vez em Mansell e Piquet também colado em Mansell na Luta pelo 3ºlugar na corrida. Classificação após 25 voltas completadas: 1. Laffite (44:21.069) 2. Arnoux (a 1.459) 3. Mansell (3.573) 4. Prost (a 3.904) 5. Piquet (a 4.998) 6. Senna (a 9.618).

A Partir dai começava o Show de Senna sobre o Resto, ele se aproximava de Piquet, Prost, Mansell e de Arnoux que estavam num grupo só na briga pelo segundo lugar. Essa briga dava um sossego para Laffite que tinha uma folga na ponta da corrida, Na volta 27 Os 5 pilotos estavam todos juntos e Piquet acabou aproveitando um Vacilo de Prost e passou para o 4ºlugar e Senna também no final da Volta 27 Passou a Prost e assumia o 5ºlugar. Arnoux foi para os boxes para a sua parada nos boxes. Laffite perdia o seu escudo que estava sendo seu companheiro de equipe, Agora tinha Mansell, Piquet, Senna e Prost na luta pelo 2ºlugar, Mansell e Piquet duelavam pela primeira posição, Mas com Senna na cola deles e Prost um pouco mais atrás, estavam ai os 4 grandes pilotos da temporada. Streiff nos boxes para a sua troca de pneus.

A corrida chegava na sua metade e Senna tinha muita vantagem sobre os seus concorrentes na corrida. Piquet passou Mansell e assumiu o segundo lugar  na volta 29. O Leão não teria sossego e enfrentaria Senna e pela terceira vez na corrida fazia a ultrapassagem nesse local da pista perto da reta dos boxes e assumia a 3ªposição.

E a corrida ganhava em Emoção Piquet colou em Laffite e não tomou conhecimento do Francês da Ligier e passou para a ponta da corrida e Senna foi para cima de Laffite e passou para o 2ºlugar. Piquet era o 1º Mas Senna estava em situação melhor que o Piquet pois já tinha trocado os pneus e teria pneus melhores que Piquet, Mas Piquet quando trocasse os pneus ele poderia ir até o final da corrida enquanto Senna poderia fazer uma Segunda parada. Prost fez a parada 2 voltas atrás enquanto Laffite fez a parada na volta 30, estávamos a metade da corrida de onde o Estreante Allen Berg não iria chegar, Pois a parte elétrica do seu Osella deu problema e fez o Canadense abandonar a corrida. Michele Alboreto foi para os boxes de onde a Ferrari deu mancada e fez uma parada muito ruim.
Piquet conseguia abrir sobre Senna, Mansell foi para os boxes, e com uma parada de 12.80 ele voltou longe das primeiras colocações, Só faltava Piquet fazer sua troca, Ele estava postergando a sua parada no máximo possível e estava fazendo o certo já que na volta 34 ele fez a melhor volta da corrida: 1:42.911 – Média de 140.744 Km/h – 87.454 Mph, mostrando que o pneu ainda rendia bem.

Classificação após 35 Voltas: Piquet, Senna, Prost, Arnoux, Laffite, Mansell, Patrese, Johansson, Alboreto, Cheever. Jones Abandonou a corrida na volta 33 com problemas de Direção. Senna fazia a melhor volta da corrida na volta 35 com 1:42.781 – Média de 140.922 Km/h – 87.565 Mph, ou Seja, ainda inferior a velocidade da Maquina do Tempo do de Volta para o Futuro que tem que chegar a 88 mph por hora para viajar no tempo.

Eddie Cheever que fazia uma boa apresentação em Detroit teve o mesmo problema de Jones que foi o companheiro de equipe do norte-americano e deixaria a corrida. Dumfries fez sua parada que acabou sendo horrível (23 segundos de parada nos boxes), péssima parada da Lotus.

Mesmo sem o Sol escaldante Ao passar da corrida as vitimas do calor aumentava, Teo Fabi que fazia corrida discretíssima abandonou com problemas de Câmbio na volta 37. Enquanto isso Piquet continuava na ponta da corrida com a mesma vantagem sobre Senna, impressionante que ele estava com os mesmos pneus da largada e não dava sinal de desgaste dos compostos.

Só que a brincadeira acabou para Piquet, ele fez a sua parada na volta 39, e a Williams acabou fazendo uma parada péssima, 18 segundos em sua troca. Com isso Senna era o líder da corrida e com muita tranquilidade a partir daquele momento, Mas agora ele tinha um pneu de 25 voltas contra pneus dos seus concorrentes. Com isso Senna inteligentemente fez sua 2ªparada e a Lotus caprichou fazendo a parada em 8.28 segundos.

Classificação após 40 Voltas: Senna 1:10:43.642 – Piquet a 11.476 – Prost a 13.201 – Arnoux a 13.715 – Laffite a 19.298 – Mansell em 6º Johansson em 7ºlugar teve problemas elétricos e acabou deixando a corrida deixando essa posição para Patrese em 7º  e Alboreto em 8ºlugar. Do segundo ao Sexto lugar tinha disputa forte.

Nelson Piquet na volta 41 fez a melhor volta da corrida com 1:41.233 – Média de 143.077 Km/h – 88.904 Mph finalmente mais rápido que o Carro do de volta para o Futuro. Mas na Volta seguinte tentando se recuperar do Prejuízo Piquet acabou errando e cometendo um acidente e abandonou a corrida. Isso deixou Senna mais tranquilo na ponta. O Carro de Piquet estava em um ponto muito perigoso da pista e precisaria ser retirado logo para que não ocorresse mais acidentes. Arnoux passou Prost e assumia a segunda posição da corrida.

Classificação após 43 voltas completadas: 1. Senna – 2. Arnoux – 3. Prost – 4. Laffite – 5. Mansell – 6. Alboreto – 7. Patrese – 8. Dumfries – 9. Palmer – 10. Boutsen. Com apenas 14 carros na corrida e restando ainda 20 voltas para o final. Esse número iria cair para 12 com a quebra no Câmbio de Andrea de Cesaris que até andou muito para uma Minardi naquela época que geralmente andava só 10 voltas na volta 44 e Thierry Boutsen que se acidentou e abandonou a corrida na volta 45.

Classificação após 46 voltas: Senna (1:21:07.024) – Arnoux a 11.548 – Prost a 22.904 – Laffite a 30.209 – Mansell a 1:25.311 – Alboreto a 1:37.721.

Zgpx8aya

O Carro de Piquet continuava em local perigoso e podendo ser atingido por algum piloto, e na volta 47 isso aconteceu, Rene Arnoux que fazia grande corrida em 2ºlugar acabou batendo os destroços de Piquet e abandonou a corrida. Com isso Prost assumiu a 2ªposição e Laffite em 3º vinha com apetite para ganhar a posição de Prost, Mas uma crítica dura para os organizadores da corrida que se mostraram incompetentes para tirar um carro em local perigoso para que não tivéssemos vitimas como o Rene Arnoux, Uma desorganização que se repetiu por anos em Detroit. Exemplo disso: Detroit 1991 na Formula Indy.

Arnoux talvez fosse o único que poderia ameaçar a vitória do Senna, agora o Brasileiro tinha mais de 20 segundos para Prost que era o seu mais próximo adversário e que não estava com um carro tão bom assim no dia de hoje, Mas tinha uma distância boa para Laffite que era o terceiro lugar.

Já Michele Alboreto iria tomar 1 volta de Ayrton Senna logo, O Italiano vinha em 5ºlugar e no decorrer da corrida ficou sem ritmo de corrida assim como o Inglês Nigel Mansell que estava perto também de tomar volta do líder. E Mesmo depois do acidente de Arnoux o carro de Piquet continuava no mesmo lugar numa total forma de desorganização. Apesar de ser uma curva de baixa os riscos para a formula 1 são incalculáveis. Só depois de quase 10 voltas O Carro de Piquet foi retirado do Local (O que demorou para acontecer).

Qgspdnho

Classificação após 50 voltas: 1. Senna (1:28.02.980) 2. Prost (a 33.359) 3. Laffite (a 37.101) 4. Mansell (a 1:39.399) 5. Alboreto (a  1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta). Quem se aproximava de Prost naquela altura do campeonato era Jacques Laffite que vinha muito bem com a Ligier em 3ºlugar e tentaria o ataque para cima de Prost que apesar do 2ºlugar estava longe de ter um carro com desempenho para brigar por vitória, na 51ªvolta Senna se preparava para colocar 1 volta em cima de Mansell e é exatamente o que acontece Senna não teve problemas para colocar volta em Mansell.

Restavam agora 12 voltas para o final da corrida e só 11 pilotos estavam na corrida e a única briga naquele momento era a de Prost com Laffite pelo 2ºlugar e só seriam 10 pois Christian Danner com problemas elétricos deixaria a prova só com 10 participantes dos 26 que alinharam e dos 25 que largaram pois Rothengatter alinhou mais teve problemas antes mesmo da largada o que impediu ele de correr. Classificação após 53 voltas: 1. Senna (1:33:12.442) – 2. Prost (a 43.891) 3. Laffite (a 45.771) 4. Mansell (a 1 Volta) 5. Alboreto (a 1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta)

Laffite pressionava forte a Prost na luta pela segunda posição, numa briga de dois franceses, Laffite não toma conhecimento de Alain Prost, ele toma a parte de Dentro da curva e ultrapassa o seu compatriota e assume o segundo Lugar, Mas um segundo lugar que estava a 40 segundos de Senna que começava a administrar a sua vantagem para os demais após uma corrida em que ele deu um show, tanto é que Mansell começou a acompanhar a Senna e até mesmo a tirar a volta de atraso que ele tinha sobre Senna que não se importou de deixar o Inglês passar para que ele recuperasse a volta na corrida.
Laffite em segunda ainda não tinha seu 2ºlugar garantido, até por que Prost estava bem perto para tentar tomar de volta o segundo lugar. Alboreto se aproximou muito de Senna e também recuperou a volta em cima do Brasileiro na volta 60 na mesma volta Mansell acabou errando a curva, e perdendo muito tempo fazendo assim Alboreto esta em 4ºlugar, Mansell voltou para a corrida. Classificação após 60 Voltas: Senna (1:45.37.407) 2. Laffite (a 44.268) 3. Prost (a 47.422) 4. Alboreto (1:45.000) 5. Mansell (a 1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta).

Senna só administrou a sua enorme vantagem para conquistar sua 4ªvitória na carreira e a 2ºno Ano o que representou a liderança do campeonato com 36 pontos contra 33 de Prost que só conseguiu o 3ºlugar pois na frente de Prost veio o Bom e Veio Jacques Laffite em Grande fase.

It4msyfb

Senna no final da corrida fez algo que lavou a alma de todos os brasileiros, parou perto de um muro e pela primeira vez Senna pega uma bandeira do Brasil, um símbolo que seria a partir dessa corrida uma constante em sua carreira e principalmente um dia depois do Brasil ter perdido de maneira tão dramática como perdeu da França nas quartas de final da copa do mundo. Alboreto em 4º, Mansell em 5º e Patrese em 6º completaram a zona de pontuação. Dumfries, Palmer, Streiff e Warwick foram os que resistiram à corrida além dos seis primeiros colocados. Foi uma prova desgastante demais para todos os pilotos.

Dq282d5s

Resultado Final do GP dos Estados Unidos de 1986

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP de San Marino de 1986

Bbxkpkyx

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (Lotus/Renault) 1’25.050
2 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’25.569
3 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’26.159
4 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’26.176
5 Michele Alboreto (Ferrari) 1’26.263
6 Keke Rosberg (McLaren/TAG) 1’26.385
7 Stefan Johansson (Ferrari) 1’27.009
8 René Arnoux (Ligier/Renault) 1’27.403
9 Gerhard Berger (Benetton/BMW) 1’27.444
10 Teo Fabi (Benetton/BMW) 1’27.538
11 Patrick Tambay (Lola/Hart) 1’27.860
12 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’28.022
13 Martin Brundle (Tyrrell/Renault) 1’28.329
14 Jacques Laffite (Ligier/Renault) 1’28.389
15 Marc Surer (Arrows/BMW) 1’28.637
16 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’28.828
17 Johnny Dumfries (Lotus/Renault) 1’29.244
18 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’29.244
19 Elio de Angelis (Brabham/BMW) 1’29.713
20 Jonathan Palmer (Zakspeed) 1’30.024
21 Alan Jones (Lola/Ford) 1’30.087
22 Philippe Streiff (Tyrrell/Renault) 1’30.123
23 Andrea de Cesaris (Minardi/Motori Moderni) 1’30.131
24 Huub Rothengatter (Zakspeed) 1’31.953
25 Christian Danner (Osella/Alfa Romeo) 1’33.806
26 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 1’34.461

7updpyfo

Prost Com inteligência e Sorte vence corrida da Pane Seca em Imola

Imola é sem dúvida nenhuma uma corrida de Resistência e de como você usa o seu combustível, isso Alain Prost levou ao pé da letra para vencer o GP de San Marino, que o recolocou na briga pelo titulo.

Senna pela Terceira vez no ano largaria da pole position, com Nelson Piquet em segundo, Na Segunda Fila Nigel Mansell e Alain Prost, e para a Alegria da Ferrari, O ídolo dos tifosis, Michele Alboreto largava em 5º com Rosberg em 6º.

A pista de imola tinha um grande agravante: O Consumo de combustível que era muito alto, que obrigava os pilotos a economizarem o combustível para terminarem a corrida.

Na Largada Senna larga bem, manteve a ponta da corrida, Mas Piquet logo na 3ªCurva já assume a liderança da Corrida, Rosberg largou bem e foi de 6º para 4ºlugar, Alessandro Nannini acabou batendo nas primeiras curvas e abandonou a corrida logo na primeira volta, Mansell caia de 3º para 5º e era muito pressionado por Michele Alboreto.

Cklv6kck

Piquet disparava na Frente, enquanto Senna segurava as Mclarens de Prost e Rosberg que vinham bem mais rápida que a Lotus de Ayrton Senna, Alboreto já vinha na 5ªposição. Na Volta 5 Senna foi ultrapassado por prost e logo depois pelo Rosberg, e caia para o 4ºlugar.

Enquanto isso Mansell enfrentava problemas em seu Carro e ficou muito tempo parado nos boxes, perdendo várias posições. Mas Rosberg queria mais e tentar passar seu companheiro de Equipe, Alain Prost. O Finlandês que era pé de chumbo tentou por fora, Mas não teve chance de fazer a ultrapassagem. Senna continuava por perto, acompanhando as Duas Mclarens. Logo Depois vinha Alboreto em 5ºlugar e Rene Arnoux em 6º, depois vinham Johansson com a Outra Ferrari, Berger e Fabi. Tambay abandonou a corrida na volta 6ª Com problemas no motor. E a briga pelo 7ºlugar era acirrada entre Teo Fabi que passou Johansson e assumia o 7ºlugar, Mas a disputa não estava decidida, Berger por perto nessa Briga.

Vk0lghi3

Na Volta 7, Continuava Rosberg já estava em 2ºlugar com Prost em 3º. Mansell continuava nos Boxes, Com a corrida dele definitivamente comprometida. Após Sete Voltas a Classificação era a Seguinte: Piquet, Rosberg, Prost, Senna, Alboreto, Arnoux, Fabi, Johansson e Berger. Rothengatter deixava a corrida com problemas no Turbo do motor Zakspeed. (E ainda falam que o motor Zakspeed era Turbo, era uma piada)

Johnny Dumfries foi para os boxes fazer uma troca de Pneus, mas se descobria problemas no Rolamento da Roda de Dumfries, e ele teve que parar, Classificação após 8 Voltas: Piquet 12:22.769, Rosberg a 6.045, Prost a 6.570, Senna a 7.864, Alboreto a 10.242 e Arnoux a 16.826. Quem aparecia bem na Corrida era Alboreto que acabava abandonando as duas primeiras corridas do Campeonato e precisava de um bom resultado para mostrar ao Seu torcedor que a Velha e boa forma não tinha acabado.

E Segue na volta 11 as duas Mclarens juntas tentando tirar a diferença para Nelson Piquet que estava desse da reta da Tamburelo na Liderança, Classificação Após 10 Voltas: Piquet 15.26.998, Rosberg a 5.974, Prost a 6.690, Senna a 8.502, Alboreto a 11.398 e Arnoux a 20.561, Mas para Senna a corrida iria acabar na volta 11, O Rolamento da Roda quebrou e ele teve que parar, nos Carros da Lotus teve o mesmo problema.

4o7rpshc

E Depois de muitos problemas Mansell também abandonava a corrida, seu motor explodiu. Arnoux fez a sua troca de Pneus na volta 13, que estava já programada. O que não estava programado pela Ligier era a Quebra da Transmissão de Jacques Laffite que deixou a prova na volta 15. E As Mclarens enquanto isso estava acabando com a vantagem que Piquet tinha sobre Rosberg e Prost, se demonstrava que a Mclaren tinha mais carro que a Williams.

Elio de Angelis também fazia sua parada nos boxes uma Troca mediana de 10 segundos. Jones também tinha problemas em seu carro, mas ele conseguiu voltar a corrida, Alan Jones que Estreava o Motor Ford TEC V6. (que era o motor Turbo da Cosworth) Piquet, Rosberg, Prost e Alboreto Começavam a pegar os primeiros retardatários na corrida. Rosberg fazia a melhor volta da Corrida na volta 17, 1:31.156, Media de quase 200 km/h e Rosberg e Prost chegavam mais vez mais perto de Piquet, a menos de 2 segundos atrás. Classificação após 18 Voltas: Piquet, Rosberg, Prost, Alboreto, Fabi, Berger, Johansson, Patrese e Arnoux.

Já estávamos na 21ªVolta. Quando Elio de Angelis abandonava a corrida com problemas no motor da Brabham, Após 21 Voltas a Classificação era a Seguinte: Piquet 30:54.225, Rosberg a 1.237, Prost a 1.956, Alboreto a 9.839, Berger a 30.725, e Fabi a 32.296. Definitivamente Rosberg vinha para cima de Piquet e levando com ele Alain Prost, mas estava um pouco longe, seguindo a três segundos atrás, Johansson Fez a sua parada nos boxes.

Na Volta seguinte Berger também fazia sua troca de seus pneus. Isso tudo com 24 voltas completadas. e Piquet responde a Rosberg fazendo a melhor volta da corrida: 1:30.720, Média de exatamente 200 Km/h (124.274 Mph). Mas Rosberg ainda estava na sua cola. A Equipe Williams já estava avisando nas placas sobre os pneus, era mostra de que Piquet iria parar e deixar a ponta para Rosberg e Prost.

Na Volta 26, Thierry Boutsen também fez a parada de troca de Pneus. 17 pilotos ainda estavam na corrida. Na Volta 27 Alboreto entra nos boxes para a sua troca de pneus, e volta depois de um bom trabalho da Ferrari, 8.44 Segundos. Classificação Após 26 Voltas era essa: Piquet, Rosberg, Prost, Alboreto, Berger, Arnoux, Fabi, Patrese e Surer, os 9 primeiros colocados.

A corrida estava chegando a sua metade, e a briga Piquet x Rosberg continuava, Mas a Williams já estava pronta para Piquet trocar seus pneus, De Cesaris Deixava a corrida, seu motor Motori Moderni explodiu, Piquet passou direto dos boxes, ficaria mais uma volta, na pista, enquanto isso Johansson tomava volta dos três primeiros colocados, que estava mais juntos que nunca, Streiff trocava seus pneus na volta 28. Após 27 Voltas a Classificação era a Seguinte: Piquet 41.33.255, Rosberg a 0.591, Prost a 1.862, Alboreto 43.794, Berger 44.373 e Arnoux a 1:09.625. E na volta 29 Piquet foi para os Boxes, uma parada não muito Rápida, 13.29 segundos Piquet volta a pista na 3ªposição. Rosberg agora estava na ponta com Prost em 2º. A Mclaren dominava a corrida na metade da corrida. Na volta 30 Prost partiu para a sua parada nos boxes, e voltou a corrida depois de uma bela troca de 9 segundos para a Mclaren. Rosberg agora era o Líder sem ninguém para incomodar.

Estava livre para Fazer voltas mais rápidas, mas Prost tinha pneus mais novos, e poderia depois da Troca de Rosberg voltar na Frente do seu companheiro Finlandês. Piquet estava em 3ºlugar, acabou perdendo posição para Prost Após 30 Voltas a Classificação era assim: Rosberg, Prost, Piquet, Alboreto, Berger, Arnoux, Fabi, Patrese, Johansson.

Completada a metade da corrida Rosberg mostrava total descaso com o consumo de combustível, ele queria mais era andar na pista. Prost e Piquet estavam já começando a poupar combustível. Rosberg foi aos Boxes fazer sua troca de pneus, Mas Demora muito tempo, quase 15 segundos, e Prost assumia pela primeira vez a ponta da corrida, Rosberg era o Segundo e Piquet o Terceiro, Mas Alboreto vinha perto de Piquet. Alan Jones abandonava a corrida com problemas se Superaquecimento de seu Lola-Ford que fez a estreia do motor Ford TEC V6 turbo.

Rosberg tentava recuperar o Prejuízo e iria pra cima de Prost, Piquet estava mais lento que Prost e Rosberg, parecia não se preocupar com nada disso, Mas era claro que ele estava deixando pra andas mais no final da corrida. Alboreto fazia brilhante corrida e estava em 4º. Depois disso vinham Arnoux, Patrese em 6º com a Brabham BT55 fazendo a primeira boa apresentação na temporada, Berger, Fabi e Johansson em 9º que já iria tomar uma volta de Alain Prost, isso com 36 Voltas completadas. Christian Danner também deixava a corrida com a Osella-Alfa Romeo com problemas Eletricos, Fabi e Berger faziam uma briga caseira pelo 7ºlugar.

Xlo6niyj

Estávamos chegando ao terço final de corrida, Hora de quem economizou, mostraria ao que veio quem andou demais da conta teria que andar mais devagar para Chegar ao Final. Fabi, Berger e Johansson se juntam para Brigar pelo 7ºlugar, uma briga que vinha desde começo da corrida. Arnoux e Patresse estavam sendo os dois melhores do Segundo pelotão. Arnoux que mostrava a boa frase da ligier e Patrese com a Brabham que começava a dar sinais de que o BT55 poderia trazer bons resultados na temporada 86. Na Volta 41 Fabi teve problemas de Motor e abandonou a corrida, ele tinha bem colocado na 7ªposição.

Na Mesma volta, Prost fez a melhor volta da corrida com 1:29.464, Chegando perto dos 203 km/h. Também fim de corrida para Jonathan Palmer, sua Zakspeed demonstrava problemas no Freio. Eram apenas 13 carros na corrida, e iria diminuir para 12, já que Phillipe Streiff abandonaria a corrida com problemas de Transmissão. Ghinzani iria aos Boxes fazer uma parada de troca de Pneus. Alboreto chegava em cima de Piquet. Que mostrava não estar em um grande ritmo ou apenas poupando combustível para o Final da corrida. Italiano Alboreto estava muito bem. Demonstrando aos torcedores que nunca faltou por parte dele desempenho que faltava desempenho era do carro mesmo, que era muito ruim.

Gjoehqj8

Restando 15 voltas para o Final da corrida Começaria a mostrar o verdadeiro desempenho de Piquet na Corrida, já que Rosberg começava a mostrar que estava sem combustível e teve de tirar o pé. Tanto que Alboreto ficou um pouco mais longe de Piquet. Classificação após 45 Voltas: Prost, Rosberg, Piquet, Alboreto, Arnoux, Patrese, Johansson, Berger e Boutsen, Brundle, Danner e Ghinzani esta os outros 3 que continuavam a corrida, e Arnoux deixava a corrida com problemas em uma das rodas do seu carro, com isso deixando a corrida quando vinha num consistente 5ºlugar com sua Ligier.

Só 11 pilotos estavam ainda na corrida, e imagina que ainda tinha o problema de combustível, Que poderia deixar mais alguns sem combustível. Classificação após 48 voltas era essa: Prost 1:13.45.613, Rosberg a 20.960, Piquet a 35.728, Alboreto a 37.197, Patrese a 1:28.362 e Johansson a 1 Volta, Estávamos na volta 49 já. Restando 11 voltas para o Final e só tinhamos 11 carros na pista.

Restando menos de 10 voltas para o Final Piquet aperta o ritmo de corrida pra cima de Rosberg que começava a ter problemas no consumo. Na Volta 51 a classificação era: Prost, Rosberg, Piquet, Alboreto, Patrese, Johansson, Berger, Boutsen, Surer e Brundle, os 10 primeiros colocados. Com o final da corrida vinha também a Dúvida: quem poupou e quem tem que poupar para terminar a corrida?

Vsyuf3n3

E aos poucos era lógico que Piquet poupou para atacar Rosberg e Prost no final da corrida, Chegávamos nas 5 voltas finais. Johansson e Berger brigavam por uma importante 6ºposição, quando encontrou retardatários, Berger passou Johansson, Mas depois Berger errou o ponto para passar um retardatário e por pouco não voltou ao 7ºlugar.

Alboreto a 4 voltas do Final da corrida tinha problemas com o turbo da Ferrari e abandonou a corrida depois de uma grande demora nos boxes. Piquet se aproximava rapidamente em cima de Rosberg, era inevitável que Piquet iria para o Segundo lugar, até que a 2 voltas para o Final da corrida Rosberg iria parando, mostras de quem não controlou bem o consumo do carro e considerando a corrida. Patrese que iria para um brilhante 3ºlugar acabou parando também por pane seca e abandonando a corrida.

Ua0invqk

Prost se encaminhava para a volta final já administrando a corrida, tinha uma semana na frente de Piquet, Mas a 3 Curvas do Final seu carro para, A torcida fica de pé, O Francês tenta balançar o carro, conseguindo um embalo, Esse embalo foi o bastante para Cruzar a bandeira de chegada, vencer a corrida e parar o carro, sem combustível (depois descobriram que o motor engasgou, não foi falta de combustível, pois tinha 8 litros ainda no tanque). Nelson Piquet completou em 2ºlugar. Se recuperando do abandono em Jerez de la Fronteira.

Gerhard Berger iria ao pódio pela primeira vez, na 3ªposição. Johansson marcava os primeiros pontos da Ferrari no ano. Rosberg e Patrese tiveram pane seca, Mas acabaram nos pontos, em 5º e em 6ºlugares respectivamente. Prost vencia pela 22ªVez em sua carreira. E Voltava a disputa do Titulo com 13 pontos, contra 15 de Senna e Piquet que ainda saíram como líderes do campeonato.

H4u5ikpl

Resultado completo da corrida

Fotos:

Vídeo da corrida:

Fotos: Formel1mic, Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeo: Chad Matejec