Lorenzo domina final de semana na Catalunha e emplaca segunda vitória seguida pela Ducati

MotoGP

16 pilotos disputando 2 vagas para o Q2. Entre eles estava o líder do Campeonato. O Espanhol Marc Marquez que ficou fora dos 10 primeiros colocados na soma dos 3 treinos livre. A Formiga Atômica era o franco favorito para o Q2 e os outros 15 que disputem a segunda vaga.

Rins e Bradley Smith largaram na frente, Essa realidade não durou muito tempo. Marc Marquez a 9 minutos e meio do final faz 1:39.439 e abriu 4 décimos a frente de Jack Miller que fez 1:39.876 e de Sharyin com 1:40.042.

A primeira vaga na repescagem já estava nas mãos de Marquez. A segunda vaga estava ainda em disputa. A Formiga Atômica melhorou ainda mais sua marca, para 1:39.374. A 4 minutos do final, começa a surgir o Japonês Takaaki Nakagami no treino. A sua primeira volta já o levou o piloto da LCR Honda para o quarto lugar. Alex Rins segundos depois passou para o terceiro lugar. O piloto da Suzuki visava a posição de Jack Miller.

Porém, Foi Nakagami que superou Miller com 1:39.663 e garantiu a segunda vaga. Pela primeira vez o Japonês iria para o Q2 nesse ano de estreia. Marquez consolidou o primeiro lugar, Com 1:39.213.

Classificação do Q1:

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’39.217
2 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’39.663
3 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’39.732
4 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’39.879
5 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’39.918
6 41 Bradley Smith Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’40.010
7 38 Franco Morbidelli Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’40.019
8 21 Pol Espargaro EG 0,0 Marc VDS Honda 1’40.058
9 44 Aleix Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’40.178
10 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’40.300
11 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’40.449
12 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’40.524
13 36 Mika Kallio Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’40.572
14 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’40.590
15 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’40.834
16 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’41.369

Parte final do treino, Quase todos os pilotos foram para a pista imediatamente para a pista. Valentino Rossi e Jorge Lorenzo foram para a pista fora do grupo de pilotos. Na primeira tentativa, Lorenzo marcou 1:39.331 assumindo a liderança. Porém vários pilotos não fizeram a primeira volta rápida. Entre eles vindo do Q2, Marc Marquez foi para a sua volta rápida assim como vários outros pilotos fizeram suas voltas rápidas.

Ninguém superou Lorenzo, com exceção de Marquez, Que quebrou os cronômetros fazendo 1:38.886 e com Valentino Rossi marcando o segundo tempo com 1:39.278. Na metade do treinamento a primeira fila seria formada pelos maiores Rivais de Marquez. Com Andrea Iannone, Marevick Viñales e Cal Crutchlow fazendo a segunda fila. Na metade da classificação.

A 5 minutos do final, todos vão para a pista. Lorenzo repete o ritual de sair em posição diferente dos outros pilotos. O Espanhol embalado pela vitória em Mugello queria marcar uma nova pole position. Seu companheiro de equipe Andrea Dovizioso a 2 minutos e 40 do final apareceu marcando o segundo melhor tempo com 1:38.923.

Marquez melhorou sua marca para 1:38.746. O que não foi suficiente para deter Jorge Lorenzo, O Espanhol tomou a pole de Marquez com 1:38.680. Marc Marquez com a Honda e Andrea Dovizioso com a Ducati. Na Segunda fila largam Maverick Vinales com a melhor moto da Yamaha, Andrea Iannone de Suzuki e Danilo Petrucci com a Pramac Ducati.

Valentino Rossi com a Yamaha larga em 7ºlugar e abre a terceira fila. Johann Zarco com a Moto de 2016 larga em 8 e em mais um treino muito bom, Esteve Rabat iria largar em 9ºlugar. Completando os 12 primeiros colocados: Cal Crutchlow, Dani Pedrosa e Takaaki Nakagami.

Grid de Largada do GP da Catalunha
Moto GP – 7ªEtapa

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’38.680
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’38.746
3 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’38.923
4 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’39.145
5 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’39.148
6 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’39.178
7 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’39.266
8 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’39.331
9 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’39.504
10 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’39.556
11 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’39.695
12 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’39.888
13 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’39.732
14 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’39.879
15 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’39.918
16 41 Bradley Smith Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’40.010
17 38 Franco Morbidelli Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’40.019
18 21 Pol Espargaro EG 0,0 Marc VDS Honda 1’40.058
19 44 Aleix Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’40.178
20 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’40.300
21 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’40.449
22 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’40.524
23 36 Mika Kallio Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’40.572
24 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’40.590
25 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’40.834
26 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’41.369

Domingo, Lorenzo queria confirmar o seu final de semana maravilhoso que ele estava tendo, Marquez queria a 4ªvitória e Dovizioso buscava repetir a vitória no ano anterior.

Na largada, Marquez assumiu a liderança, Com uma bela largada de Andrea Iannone que partiu do 5ºlugar no Grid para a 2ªposição. Lorenzo tinha caído para o 3ºlugar. Dovizioso, Rossi e Pedrosa completavam os 6 primeiros colocados.

O piloto da Suzuki foi com tudo para cima de Marquez. Iannone passou o piloto da Honda, Mas logo depois tomou o X do Marquez e perdeu posição para Lorenzo Para Dovizioso e no começo da volta 2 para Valentino Rossi que ganhou a 4ªposição. No final da primeira volta Lorenzo acabou ultrapassando Marquez e assumiu a liderança.

A partir dai começou o duelo entre os dois pilotos, Dovizioso vinha perto deles e um pouco mais atrás vinha Valentino Rossi. Mais atrás, Andrea Iannone perdeu mais duas posições. Para Dani Pedrosa e para Danilo Petrucci e caiu para o 7ºlugar. Já o piloto da Reysol e da Pramac disputando o 5ºlugar.

Na volta 5, Lorenzo fez a melhor volta da prova, Com Marquez na sua cola e Dovizioso se afastando um pouco mais da briga em 3ºlugar, Sem ser pressionado por Rossi. Mas atrás Petrucci estava com vontade de lutar com Pedrosa pela 5ªposição. Crutchlow e Viñales pressionavam Iannone pelo 7ºlugar. Johann Zarco da Tech 3 e Jack Miller com a segunda Pramac vinham em 10º e 11º respectivamente.

Lorenzo continuava vento Marquez na sua cola, Fazendo a melhor volta da prova, Com 1:40.023 na 10ªvolta. Na Volta seguinte, Andrea Dovizioso acabou caindo pela terceira vez em 4 corridas. O que complica demais as possibilidades de título para o Italiano. A corrida ficaria definitivamente entre Lorenzo e Marquez. Rossi em 3º estava longe dos dois primeiros e não sendo ameaçado pelos demais.

Aos poucos Lorenzo foi mantendo o ritmo e deixando Marc Marquez para trás. Cal Crutchlow passou Petrucci e assumiu a 5ªposição. Zarco, Viñales, Jack Miller e Iannone que chegou a disputar a liderança com o Marquez completavam os 10 primeiros colocados. A Briga daquele momento era mesmo pela 4ªposição.

Até a metade da prova, Eram 7 pilotos que tinham deixado a prova dos 26 pilotos que largaram para a corrida.

A 11 voltas do final Crutchlow partiu para cima de Pedrosa em busca do 4ºlugar. Johann Zarco subiu muito e aparecia em 6ºlugar com sua Yamaha 2016 da Tech 3. Viñales ganhou a 7ªposição do Danilo Petrucci. Um pouco mais atrás, ao tentar ultrapassar Bradley Smith, O Japonês Takaaki Nakagami acaba caindo e levando com ele o piloto da KTM. Ambos fizeram coisa positivas nesse final de semana. O piloto da LCR Honda passou para o Q2 pela primeira vez no ano e Bradley Smith fez uma brilhante largada. (Do 16ºlugar para o 7º em 3 curvas) Depois pela limitações da KTM ele ficou mais para trás.

Viñales partiu para cima de Zarco, Briga valendo o 6ºlugar. Enquanto que continuava a briga de Crutchlow para passar Pedrosa pelo 4ºlugar. A  7 Voltas do final após boa disputa, O piloto da LCR Honda passou o piloto da Repsol ganhando o 4ºlugar. Enquanto isso, O Espanhol Jorge Lorenzo estava com 2 segundos a frente de Marc Marquez e se encaminhando para a segunda vitória seguida.

A 6 Voltas do final, Um azar lamentável com Esteve Rabat que fez um belo final de semana e estava bem colocado. O motor da Ducati de 2017 da Avintia acabou estourando, Ele teve de deixar a prova com a moto pegando fogo.

A 5 Voltas do final, Jack Miller cai e deixa a prova, Franco Morbidelli também tem o chão como destino. Porém ele acaba continuando na prova se arrastando praticamente. A 4 Voltas do final Hafish Sharyin acabou caindo e sua moto ficou em ponto perigoso na minha opinião. O piloto Malaio vinha em uma boa posição.

Jorge Lorenzo levou tranquilo sua Ducati para a segunda vitória seguida, O gladiador do Asfalto que esta contratado para correr na Honda Repsol em 2019 ao lado de Marc Marquez que terminou a prova na segunda posição.

O Pódio foi completado pelo Italiano Valentino Rossi que esta na vice-liderança no campeonato. 27 pontos atrás de Marc Marquez.

Cal Crutchlow tem um bom dia, Em uma corrida sólida o Inglês ficou em 4ºlugar. A frente do piloto da equipe oficial da Honda. Daniel Pedrosa, que esta com os dias contados na equipe Honda Repsol e quem sabe também da MotoGP. Ele conseguiu segurar a Marevick Viñales que fez mais uma largada ruim e teve de reagir na parte final da prova e ficou em 6ºlugar a frente de Johann Zarco com sua Tech 3.

Danilo Petrucci começou bem, Mas não manteve o ritmo e acabou perdendo posições. Terminando a prova em 8ºlugar. Andrea Iannone foi um autêntico fogo de palha. Chegou a passar Marquez na disputa pela liderança acabou depois caindo e caindo volta após volta. O Final foi um com chave de ouro (Só que não) Foi ultrapassado pelo Alvaro Bautista que deixou Iannone apenas em 10ºlugar.

Pol Espargaró com a KTM, Scott Redding com a Aprilla, Karel Abraham da Aspar Martinez e Franco Morbidelli a 2 voltas do Vencedor com a Marc VDS completaram a zona de pontuação.

Dia primeiro de Julho teremos o GP da Holanda. No circuito de Assen, Catedral da Motovelocidade.

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 40’13.566
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 4.479
3 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 6.098
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 9.805
5 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 10.640
6 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 10.798
7 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 13.432
8 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 15.055
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 22.057
10 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 24.141
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 36.560
12 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 38.229
13 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 1’21.526
14 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 3 Voltas
55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 4 Voltas
53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 6 Voltas
43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 7 Voltas
38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 11 Voltas
30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 11 Voltas
42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 13 Voltas
4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 16 Voltas
10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 17 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 20 Voltas
12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 21 Voltas
50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 22 Voltas
36 Mika Kallio Red Bull KTM Factory Racing KTM a 24 Voltas

Resultado final do GP da Catalunha
Moto GP – 7ªEtapa – 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

 

Hamilton domina prova e conquista vitória na Catalunha

Em sua melhor atuação na temporada 2018, O inglês Lewis Hamilton conquistou a vitória no circuito da Catalunha com muita facilidade, Não teve se quer ameaça de nenhum outro piloto durante as 66 voltas.

As emoções no circuito Espanhol não foram muitas no dia de hoje. Vettel largou bem e ganhou o segundo lugar que estava nas mãos de Valtteri Bottas. Na terceira curva tivemos o grande incidente da prova com a Rodada de Romain Grosjean com a Haas que além de rodar acabou atingido a traseira de Nico Hulkenberg e em cheio a parte dianteira de Pierre Gasly, em uma manobra totalmente irresponsável de um piloto que cai cada dia mais no mercado de pilotos.

O Safety Car entrou na pista e ficou durante 5 longas voltas para a limpeza da pista. Na volta a corrida recomeçou, tão logo recomeça a prova Alonso passou por fora o Francês Esteban Ocon ganhando o 10ºlugar.

Hamilton volta após volta abria vantagem para Vettel que conseguia sustentar o segundo lugar, Valtteri Bottas vinha 1 segundo e meio atrás do piloto da Ferrari. Raikkonen, Verstappen e Ricciardo completava os 6 primeiros lugares. Magnussen já ficava mais atrás como o melhor piloto do 2ºpelotão da Formula 1. A se destacar a ótima 9ªposição de Charles Leclerc com o carro da Sauber. Stoffel Vandoorne sofreu punição de 5 segundos a mais que ele teria de cumprir (Por não ter passado pela traçado quando ele passou reto na curva 1) Punição que me pareceu desnecessária.

Nada de relevante aconteceu até a volta 18, Quando Vettel foi para a sua primeira parada. Os mais duros (Médios). Nisso a Mercedes pede para Bottas andar o mais rápido possível para tentar tomar o segundo lugar do piloto da Ferrari. O Finlandês justificou seu nome e andou o mais rápido do que pode. Porém, a parada na 20 volta a Mercedes não foi tão rápida na hora de trocar os pneus. Com isso Bottas voltou atrás de Vettel e de Magnussen.

Hamilton continuava na liderança. Raikkonen, Verstappen e Ricciardo não tinham parado nos boxes vinham em 2º e 3ºlugares. Até que o homem de gelo teve problemas mecânicos. Raikkonen deixou a prova na 26ªVolta, Na mesma volta que Hamilton fez a sua parada nos boxes e voltou atrás de Verstappen que assumiu a liderança.

Para a Mercedes, O que pode se imaginar que a prova estava tranquilo, Não era tão bem assim. A Red Bull tentava dar um pulo do gato. Esticar a hora da parada para fazer apenas 1 troca. A Mercedes e Ferrari poderiam fazer 2 paradas nos boxes.

Na Volta 28, Carlos Sainz jr. e Marcus Ericsson disputaram roda com roda o 9ºlugar. O piloto da Sauber que não tinha feito parada manteve a posição.

Daniel Ricciardo parou na volta 34 e Max Verstappen foi para a parada na volta 35, Era certo que a Red Bull faria apenas 1 parada nos boxes. Para a equipe das Latinhas Energéticas era só esperar as supostas segundas paradas dos pilotos da Mercedes e da Ferrari de Sebastian Vettel para Verstappen e Ricciardo se beneficiarem.

Na volta 41, Esteban Ocon com problemas de motor acaba abandonando a prova, Encostando o seu carro na brita e em um ponto  que dava para tirarem o seu Force India sem muitos problemas.

O Safety Car virtual é acionado e dai Vettel e a Ferrari fazem a tremenda bobagem de fazerem uma 2ªparada durante o regime do Safety Car Virtual. O Alemão volta atrás de Max Verstappen que acabou atingido o pneu do Russo Sergei Sirotkin com o bico dianteiro do seu carro, Quebrando o bico e furando o pneu de Sirotkin.

Quando acabou o regime de Safety Car virtual, Alonso conquistou a ultrapassagem sobre Leclerc, Ganhando o 8ºlugar.

Vettel partiu para cima de Verstappen , porém o piloto da Ferrari não conseguia se aproximar de Verstappen, O que poderia na pratica recolocar o piloto da Ferrari de volta ao pódio, Na pratica foi que o piloto da Ferrari não conseguiu se quer ameaçar e fazer uma tentativa de ultrapassagem.

Os pilotos da Mercedes com grande vantagem resolveram arriscar em manter seus carros até o final da prova. Apesar do enorme número de voltas com os pneus médios. Tanto Hamilton, Tanto Bottas não sofreram muito com o desgaste dos pneus. Hamilton levou o carro com segurança para a sua segunda vitória na temporada 2018 e aumenta a sua diferença na liderança do Mundial de Pilotos.

A primeira dobradinha da Mercedes em 2018 foi completada pelo Finlandês Valtteri Bottas que começou a prova em 2ºlugar.

Max Verstappen conquistou seu primeiro pódio na temporada, Com o 3ºlugar a sua situação ameniza um pouco em relação a tudo que ele aprontou no começo da temporada. (Nas 4 primeiras corridas) Isso graças a péssima tática da Ferrari e de Vettel que poderia até terminar em 2ºlugar e completou a prova em 4ºlugar. Com 3 corridas seguidas fora do pódio, O alemão vive momento difícil na temporada que ele chegou a liderar com 50 pontos em 50 disputados (Com as vitórias na Austrália e no Bahrein) agora começa a ver Hamilton disparar na liderança do campeonato.

Daniel Ricciardo, Que fez uma prova discreta na maior parte do tempo, Acabou no final da prova fazendo melhores voltas da prova e completou em 5ºlugar, O último dos carros que completou todas as 66 voltas do GP da Espanha. A partir de Kevin Magnussen da Haas, Que fez uma belíssima corrida e completou o 6ºlugar. Ajudando a recolocar a Haas para o 6ºlugar no Mundial de Construtores.

Carlos Sainz jr. com a Renault e Fernando Alonso com a Renault, não decepcionaram o torcedor espanhol. Com uma bela corrida dos dois pilotos da casa. O príncipe das Asturias ficou a corrida toda perguntando se iria chover (Existia possibilidade grande de chuva durante a prova) Porém a chuva não veio dessa vez.

Sergio Perez superou Charles Leclerc e conquistou o 9ºlugar salvando 2 pontos para a Force India. Charles Leclerc leva a Sauber pela segunda vez seguida a Zona de pontuação com o 10ºlugar.

Lance Stroll conseguiu algo melhor do que ficar no fundo do pelotão, O 11ºlugar foi lucro para o piloto da pior equipe da Formula 1 hoje. Brendon Hartley da Toro Rosso ficou em 12ºlugar, Marcus Ericsson que chegou a andar em 7ºlugar acabou a prova em 13º e Sergei Sirotkin fechou a fila dos pilotos que terminaram a prova em 14º.

Detalhe, Somente os 5 primeiros colocados terminaram na mesma volta do líder, O 6º, 7º e 8ºlugares ficaram uma volta atrás. Do 9º até o 13ºlugar completou 2 voltas atrás e somente o pobre piloto Russo da Williams ficou a 3 voltas do líder.

Daqui a duas semanas teremos o tradicional GP de Mônaco, Nas ruas de Monte Carlo será jogado a disputa pela vitória. A Gloria de uma grande conquista ou a desgraça de parar em um muro.

Resultado final do GP da Espanha – Mundial de Formula 1
5ªEtapa – Catalunha (Barcelona)

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 66 1h 35:29.972 1
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 66 a 20.593 2
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 66 a 26.873 5
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 66 a 27.584 3
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 66 a 50.058 6
6 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 65 a 1 Volta 7
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 65 a 1 Volta 9
8 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 65 a 1 Volta 8
9 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 64 a 2 Voltas 15
10 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 64 a 2 Voltas 14
11 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 64 a 2 Voltas 18
12 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 64 a 2 Voltas 20
13 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 64 a 2 Voltas 17
14 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 63 a 3 Voltas 19
15 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 45 Mecânico 11
16 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 38 Motor 13
17 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 25 Câmbio 4
18 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 0 Acidente 16
19 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Acidente 12
20 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 0 Acidente 10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Renault/Sauber/Mclaren

Resultado do Terceiro Treino Livre – GP da Espanha

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1: 17.281 15
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1: 17.294 19
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1: 17,550 16
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1: 17.581 17
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1: 17.981 16
6 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1: 18.357 15
7 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1: 18.706 16
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1: 18,783 16
9 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1: 18.847 14
10 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1: 18.886 17
11 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1: 18.905 16
12 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1: 19.013 5
13 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1: 19.121 20
14 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1: 19.236 17
15 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1: 19.292 19
16 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1: 19.376 17
17 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1: 19.428 23
18 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1: 19.744 17
19 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1: 19.900 15
20 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1: 19.909 13

Sobre seu encoberto na Catalunha, Lewis Hamilton conquista 74ªPole da Carreira

Lewis Hamilton abre a temporada europeia com o pé direito, Após vencer o GP do Azerbaijão ele conquistou hoje a pole position de número 74 da sua carreira. Na Catalunha, Um céu encoberto era o cenário para a classificação. Brendon Hartley já não pode treinar pelo acidente que ele sofreu no FP3. 4 outros pilotos seriam eliminados no Q1.

Hulkenberg sofreu com problemas mecânicos, quando tentou pela primeira vez a sua volta. O Alemão ainda voltou a pista, Conseguiu um lugar entre os 15, Porém: Ocon e Vandoorne que estavam na parte de trás e jogaram o piloto da Renault para fora do Treino.

Vettel e Verstappen foram os mais rápidos da primeira fase do treino. Os dois pilotos da Mercedes ficaram com o 5º e 6ºlugares. Alonso e Sainz passaram para o Q2 o que deixou os espanhóis muito felizes, Leclerc levou a Sauber para o 12ºlugar.

No Q1 ficaram de fora além do Hulkenberg, Marcus Ericsson da Sauber e os dois pilotos da Williams, Com Sirotkin e Stroll que só não largam na última fila porque Hartley não treinou devido ao acidente no 3ºtreino livre.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:17.031
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:17.411
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:17.483
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:17.623
5 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.633
6 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.674
7 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:18.169
8 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:18.276
9 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:18.305
10 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:18.480
11 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:18.550
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:18.661
13 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.740
14 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.813
15 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:18.885
16 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:18.923
17 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:19.493
18 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.695
19 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.225

Segunda parte do treinamento acabou confirmado o equilíbrio entre Mercedes e Ferrari pela disputa da pole position. Vettel acabou quebrando o recorde do circuito e fazendo a volta mais rápida. A Red Bull não conseguia acompanhar o ritmo das favoritas e acabou tendo a companhia da Haas de Kevin Magnussen no meio dos dois carros da equipe Austríaca.

A equipe Norte-Americana se consolidou como a quarta força do final de semana ao classificar com os dois carros para o Q3. As duas últimas vagas ficaram com os dois pilotos Espanhois: Carlos Sainz jr. da Renault e Fernando Alonso com a Mclaren.

Acabaram eliminados o Belga Stoffel Vandoorne com a outra Mclaren, Pierre Gasly da Toro Rosso em uma boa 12ªposição, Esteban Ocon com a Force India que não parece esta a altura de disputar lugar entre os 10 primeiros colocados, Charles Leclerc, que fez o que era possível com o carro da Sauber e o Mexicano Sergio Perez que nem em sonhos poderá repetir o pódio de Baku no circuito da Catalunha.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:16.802
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:17.071
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.111
4 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.166
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:17.266
6 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:17.618
7 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:17.638
8 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:17.699
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:17.803
10 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:18.100
11 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:18.323
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:18.463
13 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.696
14 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:18.910
15 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.098

No Q3, A disputa pela pole position ficou mesmo entre Os pilotos da Mercedes e Ferrari.

Enquanto Vettel e Raikkonen fizeram voltais ruins, Hamilton com 1:16.491 marcou o melhor tempo com sobras para Verstappen com 1:16.816, Ricciardo com 1:16.858 e Bottas com 1:16.909. Vettel vinha em 5º e Raikkonen apenas em 7º. A frente do Homem de gelo vinha o Espanhol Fernando Alonso, com sua Mclaren-Renault.

Parecia que Hamilton iria realmente não ter qualquer preocupação para marcar a sua 74ªPole da carreira, Porém, Foi bem mais difícil do que se pensou…

Raikkonen foi o primeiro a fazer a sua segunda volta que fez ele saltar para o 2ºlugar, Dai veio Hamilton baixar ainda mais o tempo da pole para 1:16.173. A pole estava nas suas mãos. Mas veio Bottas com 1:16.213. Apenas 40 milésimos atrás do piloto inglês. Vettel acabou fazendo 1:16.305 subindo para o 3ºlugar. A Carroagem da Red Bull vira aborbora.

Hamilton na sua última volta conquistou a pole position. A Mercedes forma a primeira fila com Valtteri Bottas largando em 2ºlugar, A Segunda Fila largam os dois pilotos da Ferrari. Sebastian Vettel larga em 3º e Kimi Raikkonen largando em 4º

Os pilotos da Red Bull ficam com a terceira fila. Com 2 milésimos de segundo, o Holandês Max Verstappen larga na frente de Daniel Ricciardo.

Kevin Magnussen acabou sendo o melhor do segundo pelotão, Sobrando em relação a Romain Grosjean que vive dias bem difíceis na Haas. Visto que o piloto Escandinavo vai largar em 7ºlugar tendo um belo carro nas mãos. Fernando Alonso com a Mclaren-Renault larga em 8ºlugar, Concluindo o seu objetivo de largar entre os 10 primeiros lugares. Carlos Sainz jr. com a Renault e Romain Grosjean com a Haas.

Amanhã, As 10 horas e 10 minutos teremos a largada da 5ªEtapa do Mundial de Formula 1. Em Barcelona que tem possibilidades de chuva na hora da corrida, No que pode embolar tudo, Aguardemos amanhã.

Grid de largada – 5ªEtapa do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1
GP da Espanha – Catalunha (Barcelona)

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Voltas
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:16.173 17
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:16.213 14
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:16.305 16
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:16.612 15
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:16.816 15
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:16.818 19
7 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:17.676 27
8 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:17.721 21
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:17.790 19
10 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:17.835 26
11 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:18.323 18
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:18.463 16
13 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.696 18
14 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:18.910 15
15 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.098 18
16 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:18.923 6
17 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:19.493 9
18 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.225 9
19 35 Sergey Sirotkin* Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.695 10
20 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H Sem tempo 0
  • Punido em 3 posições por causar colisão nas primeiras curvas do GP do Azerbaijão.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Haas/Renault/Mclaren/Williams/Toro Rosso

Formula V8 3.5 – Decisão em Barcelona – Tom Dillmann conquista o campeonato

Classificação do Campeonato após 16 corridas:

Piloto Equipe Pontos
1. Louis Delétraz Fortec 200
2. Tom Dillmann AVF 197
3. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 175
4. Aurélien Panis Arden 171
5. Roy Nissany Lotus 169
6. Egor Orudzhev Arden 166
7. René Binder Lotus 153
8. Yu Kanamaru Ted Martin 80
9. Alfonso Celis jr. AVF 57
10. Matevos Isaakyan SMP Racing 50

Grid de largada da 17ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

Piloto Equipe Tempo
1. Tom Dillmann AVF 1’44.909
2. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 1’44.934
3. Jack Aitken RP Motorsport 1’46.350
4. Louis Deletraz Fortec 1’46.404
5. Egor Orudzhev Arden 1’47.452
6. Matevos Isaakyan SMP Racing 1’47.658
7. Aurelien Panis Arden 1’48.375
8. Pietro Fittipaldi Fortec 1’48.377
9. Vitor Baptista RP Motorsport 1’48.843
10. Yu Kanamaru Ted Martin 1’48.844
11. Tom Randle Comtec 1’49.407
12. Rene Binder Lotus 1’51.667
13. Beitske Visser Ted Martin 1’51.812
14. Roy Nissany Lotus 1’52.317
15. Giuseppe Cipriani Durango Sem Tempo
16. Alfonso Celis AVF Sem Tempo

f35_barcelona_2016-2

Na primeira tentativa de volta de apresentação, O Australiano Jack Aikten não conseguiu largar e com isso, Foi dada uma nova volta de apresentação foi dada e 2 minutos a menos no tempo de corrida.
Na largada da penúltima corrida da temporada, mais uma vez Orudzhev largou brilhantemente e subiu do 5º para o primeiro lugar, numa largada incrível do piloto russo,  Tom Dillmann vinha em segundo lugar e Vaxiviere estava em 3º. deixando Delétraz em 4ºlugar. depois vinham Panis, Isaakyan, Fittipaldi e Baptista nas 8 primeiras posições (Essa posição entre os brasileiros foi invertida favorecendo Baptista), Já a corrida acabou cedo para Celis jr., que acabou batendo nas primeiras curvas da 1ªVolta.

Na segunda volta, Roy Nissany conseguiu passar Fittipaldi, Mas também passou reto e acabou perdendo essa posição que poderia ter conseguindo. O piloto Orudzhev, que estava fazendo um final de campeonato muito forte abria vantagem para Tom Dillmann, que tinha uma distância boa para Vaxiviere, que acabou ultrapassado pelo Delétraz que tomou o 3ºlugar. Era o começo do Calvário do piloto Francês da SMP Racing. Já para René Binder abandonou na volta 4, Esse abandono eliminou o piloto Austríaco da disputa pelo título.

Delétraz era o líder do campeonato queria evitar que Dillmann voltasse a ter forças para disputar o campeonato e partiu para cima do piloto da AVF fazendo a melhor volta da corrida. Em outra ponta Vaxiviere perdia desempenho e começava a segurar ao francês Aurélien Panis que precisava passar logo se ele quisesse ainda ter alguma chance de ser o campeonato assim como o Israelita Roy Nissany que estava em 9ºlugar precisava reagir. Já Orudzhev com os resultados iria para a prova final com chances de título ainda.

Faltando 26 minutos e meio de corrida Aurélien Panis por fora no final da reta principal conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Vaxiviere subindo para o 4ºlugar e ele iria embora deixando o piloto da SMP Racing ser engolido pelo companheiro de equipe Isaakyan. Já Louis Delétraz foi para cima de Tom Dillmann. Era a disputa do campeonato de forma direta, Sé Dillmann ficasse na frente o campeonato iria ficar empatado, Se Delétraz passasse iria abrir a vantagem para 6 pontos na frente de Dillmann que se defendia de toda a maneira.

Com 23 minutos de corrida Vaxiviere já tinha perdido posição para Isaakyan e já estava pressionado pelos dois Brasileiros sendo Vitor Baptista na frente de Pietro Fittipaldi. com 11 voltas completadas e metade da corrida concluída a classificação era essa: 1. Orudzhev – 2. Dillmann (a 4.528) – 3. Delétraz (a 5.124) – 4. Panis (a 8.599),5. Isaakyan (a 10.036), 6. Vaxiviere (a 16.785) 7. Baptista (a 17.217), 8. Fittipaldi (a 17.865), 9. Kanamaru (a 28.628), 10. Bissany (a 19.159), 11. Visser (a 20.915), 12. Aitken (28.191), 13. Giuseppe Cipriani (a 47.378)

Dillmann sofria os ataques de Delétraz, que buscava ir com tudo para passar o piloto da AVF. No Calvário de Vaxiviere, Vitor Baptista já tinha passado o Francês que já sofria pressão de Fittipaldi, Kanamaru e Nissany pelo 7ºlugar e era incrível como estava lento o francês, visto que todos que passaram ele foram embora, abrindo rapidamente distância do piloto da SMP Racing.

f35_barcelona_2016

Pietro Fittipaldi passou Vaxiviere por fora e depois curvas depois Yu Kanamaru da Ted Martin também passou. Para o piloto da SMP Racing foi a gota d’Água, Acabou indo aos boxes e saindo da corrida e da disputa do campeonato na 16ªVolta. Roy Nissany também estava praticamente sem chances de disputar o título já que ele estava em 9ºlugar sendo pressionada pela Holandesa Beitske Visser quando faltava 12 minutos para o final da 17ªcorrida do ano. Dillmann continuava na 2ªposição com Delétraz perto dele que acabou indo definitivamente para disputar o 2ºlugar que poderia garantir definitivamente o campeonato para os 10 minutos finais.

A ultrapassagem aconteceu a minutos do final. Com uma grande manobra de Delétraz, que foi por fora obrigando Dillmann a se preocupar em defender a posição e fez com o piloto da AVF perder a curva e com isso o piloto da Fortec passou para o segundo lugar abrindo mais 3 pontos de diferença e mesmo com o Russo vencendo Delétraz eliminaria Egor Orudzhev do campeonato que vinha para uma 5ªvitória mostrando a força dele para a temporada de 2017 aonde ele for correr. Já Dillmann precisava se preocupar com Aurélien Panis que estava virtualmente eliminado do campeonato pelo resultado de Delétraz a 5 minutos do final da corrida, Mas tinha alguma esperança de se colocar no pódio.

No final o Brasileiro Vitor Baptista deu uma escapada que não alterou a boa classificação dele na corrida. A Vitória ficou com o Russo Egor Orudzhev que levou a vitória pela 5ªVez no ano, Com Louis Delétraz em 2ºlugar superando a Tom Dillmann que segurou no final o Francês Aurélien Panis que levou a Arden a 4ªposição. Matevos Isaakyan, Vitor Baptista que teve uma boa corrida, Pietro Fittipaldi, Yu Kanamaru, Roy Nissany e Beitske Visser completaram a zona de pontuação. Na corrida final no domingo somente Delétraz e Dillmann estavam disputando o campeonato. Separados por 6 pontos de diferença os dependiam apenas de si para serem campeões.

f35_barcelona_2016-6

Resultado final da 17ªEtapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

Piloto Equipe Tempo
1. Egor Orudzhev  Arden  39:40.100 – 25 Voltas
2. Louis Deletraz  Fortec  a 9.891
3. Tom Dillmann  AVF  a 12.240
4. Aurelien Panis  Arden  a 13.422
5. Matevos Isaakyan  SMP Racing  a 22.646
6. Vitor Baptista  RP Motorsport  a 26.592
7. Pietro Fittipaldi  Fortec  a 31.454
8. Yu Kanamaru  Ted Martin  a 32.139
9. Roy Nissany  Lotus  a 35.321
10. Beitske Visser  Ted Martin  a 37.188
11. Jack Aitken  RP Motorsport  a 1:23.722
12. Giuseppe Cipriani  Durango  a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere  SMP Racing  a 10 Voltas
Tom Randle  Comtec  a 18 Voltas
Rene Binder  Lotus  a 22 Voltas
Alfonso Celis  AVF  a 25 Voltas

Louis Delétraz 1:34.359 – melhor Volta da prova

Classificação do Campeonato após 17 Corridas:

Piloto Equipe Pontos
1. Louis Delétraz Fortec 218
2. Tom Dillmann AVF 212
3. Egor Orudzhev Arden 191
4. Aurélien Panis Arden 183
5. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 175
6. Roy Nissany Lotus 171
7. Rene Binder Lotus 153
8. Yu Kanamaru Ted Martin 84
9. Matevos Isaakyan SMP Racing 60
10. Alfonso Celis jr. AVF 55

Grid de largada da 18ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

Piloto Equipe Tempo
1. Louis Deletraz Fortec 1’31.953
2. Matevos Isaakyan SMP Racing 1’32.047
3. Jack Aitken RP Motorsport 1’32.064
4. Roy Nissany Lotus 1’32.135
5. Pietro Fittipaldi Fortec 1’32.152
6. Rene Binder Lotus 1’32.250
7. Tom Dillmann AVF 1’32.398
8. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 1’32.561
9. Aurelien Panis Arden 1’32.674
10. Egor Orudzhev Arden 1’32.699
11. Beitske Visser Ted Martin 1’32.979
12. Alfonso Celis AVF 1’33.318
13. Vitor Baptista RP Motorsport 1’33.558
14, Giuseppe Cipriani Durango 1’37.757
15. Tom Randle Comtec Sem Tempo
16. Yu Kanamaru Ted Martin Sem Tempo

Última Largada da temporada 2016 começou com a primeira largada abortada. O vencedor da primeira corrida Orudzhev acabou com problemas na hora da largada. Com isso, uma nova volta de apresentação foi dada diminuindo a corrida para 38 minutos e mais uma volta.

Na largada que valeu acabou largando melhor Isaakyan que assumiu a liderança com Nissany, Fittipaldi, Dillmann e Pietro Fittipaldi nas 5 primeiras posições, Já o suíço Delétraz largou muito mal e caiu para o 6ºlugar.

Na segunda volta em tentativa de Panis para passa Celis jr e acabaram de chocando com o Mexicano levando a pior ficando lá atrás, Com isso os pilotos lá atrás se aproximaram do piloto da Campeã Arden. Com essa pressão toda o filho de Olivier Panis acabou indo para os boxes consertar sua asa dianteira, obrigatória. Tom Dillmann partiu para o ataque em cima de Delétraz na disputa pelo 4ºlugar, já que Pietro Fittipaldi passou ao 3ºlugar na frente de Delétraz e Dillmann. Essa disputa é uma disputa pelo campeonato entre esses dois pilotos. Enquanto isso Orudzhev tentar se recuperar na corrida. nada vez com essas história, o piloto Russo Matevos Isaakyan e o Israelita da Lotus checa disputavam a liderança, com o Roy atacando ao jovem que estava em sua primeira temporada na categoria.

f35_barcelona_2016-7

Na 4ªVolta, O Japonês Yu Kanamaru vai para os boxes com o carro da Equipe Ted Martin para fazer a parada obrigatória nos boxes. Os comissários da prova estavam julgando o Panis tentando passar Celis jr. Ao meu modo de entender, Foi um lance de corrida mesmo. Na entrada da volta 6, Louis Delétraz vai para a parada enquanto Dillmann ficava na pista assumindo o 4ºlugar. Dillmann fez a parada e voltou a frente Delétraz. 22 minutos para o final o líder Isaakyan da SMP Racing foi para os boxes deixando Nissany da Lotus checa na frente, 20 minutos para o final Roy Nissany foi para os boxes.

Thomas Randle que vinha em 1ºlugar com o carro da Comtec segurava a pressão do piloto da AVF que começava a ver sua situação melhor para a uma decisão do campeonato, Volta depois ele foi para os boxe a menos de 17 minutos do fim do campeonato assim como Celis jr. que foi punido com 10 segundos acrescidos no tempo final de corrida, a prova dele já tinha ido para o saco mesmo já que ele estava entre os últimos colocados da prova.

Faltando 15 minutos para o finala da prova a classificação estava assim: Dillmann – Nissany – Pietro Fittipaldi – Delétraz – Isaakyan – Binder – Vaxiviere – Orudzhev – Visser – Kanamaru – Aitken – Panis – Randle – Celis jr. – Cipriani – Baptista (Abandonou)

Com os resultados Dillmann era o campeonato, Mas com 15 minutos pela frente tudo poderia mudar como acabou mudando do grid de largada para o momento que estava a corrida naquele momento. Delétraz em 4º tinha que voar para passar Fittipaldi, Nissany e Dillmann para assegurar o campeonato, o que era muito difícil, ainda mais que Isaakyan estava na sua cola no na disputa pelo 4ºlugar. Já o francês Matthieu Vaxiviere abandonou a corrida com problemas no seu carro da SMP Racing encerrando o seu ano de forma melancólica.

f35_barcelona_2016-3

com Delétraz longe da briga pela liderança ele precisava torcer para Nissany passasse Dillmann para ter a possibilidade de ser o campeão. E o piloto da Lotus checa vinha tirando a diferença que tinha para Dillmann e tinha tempo para um ataque decisivo a 10 minutos do final da prova. Panis foi punido com 20 segundos de acréscimo no tempo final de prova. Enquanto que Visser, Kanamaru e Aikten brigavam pelos últimos lugares na zona de pontuação. Já Tom Dillmann conseguia manter a diferença para Nissany restando 3 minutos para o final da última bateria do campeonato. Enquanto que Delétraz não conseguia sair do 4ºlugar e se quer se livrar de Isaakyan que continuava perto do piloto da Fortec.

Tom Dillmann segurou a 1ªposição até o final e com 1.4 segundos de diferença para Roy Nissany o piloto de 27 anos da equipe AVF conquistou a vitória e também levou o título da temporada 2016 da Formula V8 3.5! Seu adversário Louis Delétraz ficou mesmo em 4ºlugar atrás de Pietro Fittipaldi que conquistou o pódio na ultima etapa do campeonato fechando o ano em 10ºlugar no campeonato de pilotos. Isaakyan, Binder, Orudzhev que fez a melhor volta da corrida, Visser, Aitken e Kanamaru completaram os 10 primeiros colocados.

f35_barcelona_2016-4

Resultado final da última Etapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

Piloto Equipe Tempo
1. Tom Dillmann AVF a 39:47.303 – 25 Voltas
2. Roy Nissany Lotus a 1.405
3. Pietro Fittipaldi Fortec a 10.434
4. Louis Deletraz Fortec a 12.489
5. Matevos Isaakyan SMP Racing a 12.998
6. Rene Binder Lotus a 14.055
7. Egor Orudzhev Arden a 16.262
8. Beitske Visser Ted Martin a 39.609
9. Jack Aitken RP Motorsport a 41.250
10. Yu Kanamaru Ted Martin a 41.923
11. Tom Randle Comtec a 50.593
12. Aurelien Panis Arden a 1:02.624
13. Alfonso Celis AVF a 1:03.024
14. Giuseppe Cipriani Durango a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere SMP Racing a 10 Voltas
Vitor Baptista RP Motorsport a 22 Voltas

1:33.239 – Egor Orudzhev – melhor volta da prova

Classificação final da Formula V8 – 3.5

Pilotos Pontos
1 Tom Dillmann 237
2 Louis Delétraz 230
3 Egor Orudzhev 193
4 Roy Nissany 189
5 Aurélien Panis 183
6 Matthieu Vaxivière 175
7 René Binder 161
8 Yu Kanamaru 85
9 Matevos Isaakyan 70
10 Pietro Fittipaldi 60
11 Alfonso Celis Jr. 55
12 Vitor Baptista 51
13 Beitske Visser 50
14 Johnny Cecotto Jr. 43
15 Jack Aitken 14
16 William Buller 7
17 Giuseppe Cipriani 6
18 Marco Bonanomi 3
19 Artur Janosz 2
20 Thomas Randle 0

Classificação das equipes:

Equipe Pontos
1 Arden Motorsport 380
2 Lotus 348
3 AVF 292
4 Fortec Motorsports 290
5 SMP Racing 245
6 Teo Martín Motorsport 135
7 RP Motorsport 120
8 Durango Racing Team 6
9 Comtec Racing 0

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com