Dakar restando 2 estágios, KTM domina Pódio, Briga dos Patronelli pela vitória nos Quadriciclos, Peterhansel e De Rooy Administrando prováveis títulos nos carros e Caminhões nessa etapa de La Rioja a San Juan

Em mais um dia duro de Especial a KTM mostrou o porque ela vai para o provável 15ºtítulo seguido no Dakar, A Vitória no estágio de hoje ficou para o Francês Antonie Meo com uma vantagem de 18 segundos para o líder da Geral o Australiano Toby Pryce que ficou em 2ºlugar no Estágio do dia e ampliou a sua vantagem na liderança do Dakar já que o Vice-lider Stefan Svitko com a KTM ficou apenas em 7ºlugar a 12 minutos de Pryce, Com isso a diferença entre os dois subiu para 35 minutos faltando 2 dias para o final do Dakar de 2016 e Antoine Meo completa o pódio da KTM estando em 3ºlugar na frente de Pablo Quintanilla que chegou em 3ºlugar na especial de hoje e de Kevin Benavides que agora é a única Honda que sobrou entre os 5 primeiros colocados ficando em 6ºlugar nessa especial que foi de La Rioja a San Juan.

Dakar_dia14116_estagio112016 (13)

As Yamaha do Português Helder Rodrigues e do Francês Adrien van Beveren fecharam o dia em 4º e 5ºlugares e estão em 6º e 7º na Geral, Sendo que o Português que sobrou nas motos entre os melhores esta perto de Benavides na classificação Geral separado por menos de 5 minutos de distância.

Já Paulo Gonçalves acabou sofrendo um acidente grave no km 118 e com isso deixando de vez o Dakar após vários problemas nos dias anteriores, Ian Blythe de KTM fez bela especial ficando em 8ºlugar com Jordi Viladoms e Gerard Farres Guell fechando os 10 primeiros ambos de KTM que colocou 6 motos entre os 10 primeiros colocando conta 1 da Husqvarna, 1 da Honda e 2 da Yamaha, Ricky Brabec ficou em 11º com a 2ª melhor Honda do Dakar em 8ºlugar, Depois veio o Francês Adrien Metge que corre pela Honda Brasil terminou o dia em 12ºlugar e vem em 11ºlugar na Geral a 10 minutos do 10ºcolocado o Espanhol Armand Monleon que esta ai com desempenhos discretos e eficientes. Alain Duclos leva uma das Sherco que ainda resistiram ao Dakar em 19º na Especial e pelo menos garantindo um Top 20 para a Marca o piloto de Mali que defende as cores da França.

Dakar_dia14116_estagio112016 (1)

Laia Sanz continua no Dakar estando em 16ºlugar, Nesse final a Moto Beta continua aparecendo bem com o Argentino Alberto Santiago Ontiveros que ficou em 33º, Um pouco mais na Frente o Holandês Jurgen van der Goorberch de KTM em 29º e Paolo Ceci eterno Rebocador de pilotos na Honda ficou em 26º.

Resultado Final do Estágio 11 – La Rioja a San Juan – Motos

1. 49 Antoine Meo (França) KTM 5:19:08
2. 3 Toby Price (Austrália) KTM 5:19:26
3. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 5:21:56
4. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 5:25:10
5. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 5:31:17
6. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 5:31:21
7. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 5:31:37
8. 106 Ian Blythe (Estados Unidos) KTM 5:40:36
9. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 5:44:37
10. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 5:46:15
11. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 5:47:13
12. 61 Adrien Metge (França) Honda 5:47:33
13. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 5:53:32
14. 29 Hans Vogels (Holanda) KTM 5:54:57
15. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 5:55:01
16. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 5:55:05
17. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 5:55:09
18. 9 David Casteu (França) KTM 5:55:12
19. 20 Alain Duclos (França) SHERCO TVS 5:55:43
20. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 5:58:52
21. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 5:58:58
22. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 6:00:01
23. 10 Olivier Pain (França) KTM 6:01:38
24. 36 Juan Carlos Salvatierre (Bolívia) KTM 6:02:55
25. 58 Jakub Piatek (Polônia) KTM 6:02:57
26. 32 Paolo Ceci (Itália) Honda 6:15:21
27. 104 Diego Martin Duplessis (Argentina) KTM 6:17:37
28. 77 Marc Sola Tarradellas (Espanha) Yamaha 6:22:50
29. 40 Jurgen van der Goorberch (Holanda) KTM 6:24:00
30. 92 Antonio Gimeno Garcia (Espanha) KTM 6:25:49
31. 54 Loic Minaudier (França) KTM 6:30:38
32. 72 Alberto Santiago Ontiveros (Argentina) Beta 6:43:57
33. 91 Nicolas Alberto Cardona Vagnoni (Venezuela) Yamaha 6:45:16
34. 37 David Pabiska (República Tcheca) KTM 6:46:32
35. 86 Jan van Gerven (Holanda) KTM 6:47:11
36. 60 Florent Vayssade (França) SHERCO TVS 6:51:40
37. 103 Alexander Smith (Estados Unidos) Husqvarna 6:52:02
38. 35 Bruno da Costa (França) Yamaha 6:52:47
39. 34 Robert van Pelt jr. (Holanda) Huqsvarna 6:57:24
40. 78 Felipe Rios (Peru) KTM 7:00:25

Classificação Geral:

1. 3 Toby Price (Austrália) KTM 40:08:30
2. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 40:43:53
3. 49 Antoine Meo (França) KTM 40:52:16
4. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 40:53:49
5. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 41:05:35
6. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 41:10:31
7. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 41:42:16
8. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 41:48:25
9. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 41:50:28
10. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 43:18:14
11. 61 Adrien Metge (França) Honda 43:28:11
12. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 43:53:43
13. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 43:55:19
14. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 44:01:43
15. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 44:04:59
16. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 44:10:44
17. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 44:11:55
18. 9 David Casteu (França) KTM 44:30:39
19. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 44:35:19
20. 20 Alain Duclos (França) SHERCO TVS 45:15:40

Alejandro Patronelli venceu o estágio de hoje com Brian Baragwanath que ficou em 2ºlugar a 1 minuto e 6 de Alejandro e a 1 minuto e 26 ficou o irmão Marcos Patronelli que mantem a liderança do Dakar, Uma bela disputa entre irmãos para ver quem dos dois será campeão pela terceira vez do Dakar. O sul-africano Baragwanath ocupa agora o 3ºlugar depois de ficar lá atrás com problemas em uma das especiais passadas.

Dakar_dia14116_estagio112016 (3)

Completando os 5 primeiros colocados vem o Russo Sergei Karyakin que é o único dos europeus nas primeiras posições dos quadriciclos e Jeremias Gonzalez Ferioli que por conencidência eles dois são o 4º e 5º colocados da Geral. Nelson Augusto Sanabria Galeano em 6º na Especial de Quinta é 6º na Geral.

Walter Nosiglia, Alexis Hernandez, Santiago Hansen e Sebastian Palma completam os 10 primeiros colocados da Geral.

Resultado Final do Estágio 11 – La Rioja a San Juan – Quadriciclos

1. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 6:20:15
2. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 6:21:21
3. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 252 6:21:41
4. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 6:38:04
5. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 6:49:11
6. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 7:00:38
7. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 265 7:10:33
8. 266 Sebastian Palma (Chile) Yamaha 7:29:33
9. 259 Camelia Liparoti (França) Yamaha 7:39:10
10. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda 7:43:!0
11. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 7:45:16
12. 280 Lucas Innocente (Argentina) CAN-AM 8:39:47

Classificação Geral

1. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 49:36:00
2. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 49:36:08
3. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 51:17:15
4. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha  51:27:18
5. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 51:38:13
6. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 52:49:58
7. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 54:05:55
8. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 55:48:16
9. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda263 56:01:32
10. 266 Sebastian Palma (Chile) Yamaha 57:25:46

Dakar_dia14116_estagio112016 (4)

Em uma etapa dura entre La Rioja a San Juan o Piloto Catari Nasser Al-Attiyah fez sua parte vencendo a especial de hoje junto do Co-piloto Francês Matthieu Baumel com o Mini ficando a quase 7 minutos sobre Sebastian Loeb e Daniel Elena que tiveram problemas no final do Estágio e tiveram que ser rebocados pelos companheiros de equipe Cyril Despres e David Castera, Mesmo assim Loeb que poderia ter ganho o Estágio de hoje ficou em 2ºlugar com Mikko Hirvonen e Michel Perin de Mini em 3ºlugar. O que dá para se perceber é que a Peugeot pode ter o carro mais rápido do Dakar, Mas o Mini parece ser mais desenvolvido para aguentar um Rally como esse como o Dakar.

Mas tudo indica que Stephane Peterhansel e Jean Paul Cottret que ficaram em 4ºlugar possam comemorar o título de 2016, para o piloto de 50 anos de idade seria a sua 12ªconquista de Dakar juntando os títulos das Motos e dos Carros, Mas com 2 etapas para acontecerem ainda tudo o cuidado é pouco mesmo com uma bela diferença de 51 minutos e 55 segundos para os campeões de 2015 Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel, o Melhor Toyota ficou em 5ºlugar com o Saudita Yazeed Alrajhi e o seu co-piloto Alemão Timo Gottschalk.

Dakar_dia14116_estagio112016 (15)

Nani Roma, O Campeão de 2014 junto de Alex Haro Bravo chegou em 6ºlugar na frente de Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz com a Toyota que esta em 3ºlugar na Geral. Com a Ajuda que teve de dar a Loeb que teve problemas de Suspensão no final, Cyril Despres e David Castera ficaram apenas em 8ºlugar com o Pegueot e Ambos da Toyota os sul-africanos Leeroy Poulter e Robert Howie e os Russos Vladimir Vasilyev e Konstantin Zhiltsov completaram os 10 primeiros colocados.

Por muito pouco Robby Gordon não ficou entre os Top 10, Acabou em 11ºlugar com o seu co-piloto Kellon Walch pilotando o Hummer Gordini que foi o melhor do Resto que não tem Mini, Peugeot e Toyota nesse Dakar. Jakub Przygonski e Andrei Rudnitski em 12º, Harry Hunt e Andreas Schulz em 13º, Os Holandeses Erik van Loon e Wouter Rosegaar em 14º e os Argentinos Orlando Terranova e Bernardo Graue em 15º na Especial todos andam de Mini. Na geral o melhor do Resto são os Argentinos Emiliano Spataro e Benjamin Lozada com a Renault ficando em 12º na Geral.

Dakar_dia14116_estagio112016 (16)

Nota Final: Os Brasileiros Leandro Torres e Lourival Roldan com o Polaris terminaram a Especial de hoje em 55ºna Especial de hoje a quase 5 horas do Vencedor de hoje.

Resultado Final do Estágio 11 – La Rioja a San Juan – Carros

1. 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI 4:49:16
2. 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 4:55:08
3. 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 4:56:17
4. 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 4:57:21
5. 305 Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha) TOYOTA 5:01:13
6. 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 5:01:30
7. 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 5:02:14
8. 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 5:04:07
9. 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 5:09:59
10. 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 5:10:45
11. 312 Robby Gordon (Estados Unidos) / Kellon Walch (Estados Unidos) GORDINI 5:11:54
12. 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 5:16:06
13. 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 5:16:42
14. 306 Erik van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 5:18:41
15. 310 Orlando Terranova (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) MINI 5:22:08
16. 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 5:27:32
17. 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 5:32:11
18. 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 5:38:42
19. 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 5:39:30
20. 334 Jerôme Pelichet (França) / Eugenie Decre (Suíça) TOYOTA 5:40:04
21. 328 Romain Dumas (França) / Francois Borsotto (França) PEUGEOT 328 5:40:02
22. 313 Boris Garafulic (Chile) / Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 5:43:58
23. 322 Marek Dabrowski (Polônia) / Jacek Czachor (Polônia) TOYOTA 5:48:23
24. 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 6:07:05
25. 352 Marco Bulacia (Bolívia) / Ruben Garcia (Argentina) TOYOTA 6:17:31
26. 320 Xavier Pons (Espanha) / Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina) FORD 6:20:40
27. 316 Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França) TOYOTA 6:22:22
28. 335 Eric Bernard (França) / Alexandre Vigneau (França) BUGGY 6:25:23
29. 347 Tim Coronel (Holanda) Suzuki 6:28:34
30. 325 Adam Malysz (Polônia) / Xavier Panseri (França) MINI 6:33:09

Classificação Geral

1. 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 37:42:20
2. 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI 38:34:15
3. 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 38:59:44
4. 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 39:05:07
5. 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 39:28:56
6. 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 39:34:54
7. 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 39:39:13
8. 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 39:53:51
9. 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 40:07:38
10. 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 40:30:22
11. 305 Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha) TOYOTA 42:18:29
12. 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 42:41:43
13. 306 Erik van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 306 42:55:57
14. 310 Orlando Terranova (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) MINI 43:01:17
15. 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 43:03:54
16. 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 43:09:08
17. 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 43:22:12
18. 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 44:02:29
19. 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 45:04:13
20. 328 Romain Dumas (França) / Francois Borsotto (França) PEUGEOT 45:31:27

Dakar_dia14116_estagio112016 (8)

Nos Caminhões nesse Estágio a vitória foi dos Russos Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovley e Vladimir Rybakov, Mas a situação é bem favorável para o Trio Gerard de Rooy, Moises Torrallardona e Darek Rodewald que ficaram em 6º na especial de hoje, Mas estão com uma ótima diferença 1 hora e 9 minutos para o trio russo campeão do Dakar de 2015 Airat Mardeev , Aydar Belyaev e Dmitriy Svintunov que ainda tentam manter o Domínio da Kamaz no Dakar, Mas dessa vez a Iveco tem tudo para acabar com esse domínio de Gelo no proxímo Sábado até porque os Caminhões são muito mais resistentes as quebras nesse tipo de evento e com isso, Não Creio que possa acontecer uma quebra de equipamento para De Rooy que tem um título bem assegurado num Dakar disputadissimo entre a Iveco, A Kamaz, A MAN e a Tatra com alguma inteferência da Renault. Os Argentinos Federico Villagra, Jorge Perez Companc e Andres Memi estão a Completar o pódio nesse momento no Dakar.

Resultado Final do Estágio 11 – La Rioja a San Juan – Caminhões

1. 502 Eduard Nikolaev (Rússia) / Evgeny Yakovley (Rússia) / Vladimir Rybakov (Rússia) KAMAZ 5:31:37
2. 510 Pieter Versluis (Holanda) / Marcel Pronk (Holanda) / Artur Klein (Alemanha) MAN 5:36:39
3. 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 5:37:13
4. 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 5:39:28
5. 508 Dmitry Sotnikov (Rússia) / Igor Devyatkin (Rússia) / Ruslan Akhmadeev (Rússia) KAMAZ 5:41:15
6. 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 5:45:15
7. 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 5:46:37
8. 505 Martin Kolomy (República Tcheca) / David Kilian (República Tcheca) / Rene Kilian (República Tcheca) TATRA 5:46:47
9. 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 5:58:24
10. 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 6:05:05
11. 515 Artur Ardavichus (Cazaquistão) / Ignat Falkov (Cazaquistão) / Filip Skrobanek (República Tcheca) TATRA 6:06:39
12. 518 Pep Vila Roca (Espanha) / Xavi Colome Roqueta (Espanha) / Marc Torres Sala (Espanha) IVECO 6:07:05
13. 519 Teruhito Sugawara (Japão) / Hiroyuki Sugiura (Japão) HINO 6:20:08
14. 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 6:27:32
15. 504 Andrey Karginov (Rússia) / Andrey Moreev (Rússia) / Igor Leonov (Rússia) KAMAZ 6:53:11
16. 537 Maurik van den Heuvel (Holanda) / Wilko Van Oort (Holanda) / Peter Kuijpers (Holanda) SCANIA 6:56:45
17. 531 Marcel Huigevoort (Holanda) / Coen Donkers (Holanda) / Frans Van Zutven (Peru) MAN 7:10:58
18. 513 Tomas Vratny (República Tcheca) / Milan Holan (República Tcheca) / Jaroslav Miskolci (Eslovâquia) TATRA 7:11:12
19. 526 Adwin Hoondert (Holanda) / Wilko Hoefnagels (Holanda) / Jac Gillis (Holanda) DAF 7:12:48

Classificação Geral:

1. 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 39:10:29
2. 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 40:19:50
3. 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 40:56:14
4. 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 41:19:11
5. 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 41:41;32
6. 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 42:07:37
7. 502 Eduard Nikolaev (Rússia) / Evgeny Yakovley (Rússia) / Vladimir Rybakov (Rússia) KAMAZ 42:52:00
8. 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 43:04:02
9. 510 Pieter Versluis (Holanda) / Marcel Pronk (Holanda) / Artur Klein (Alemanha) MAN 43:17:56
10. 508 Dmitry Sotnikov (Rússia) / Igor Devyatkin (Rússia) / Ruslan Akhmadeev (Rússia) KAMAZ 43:33:15

Vídeos: TV Pública Argentina
Fotos: Dakar
Texto: Deivison da Conceição da Silva

De Belén a La Rioja Dakar chega ao final do 10ºEstágio com Peterhansel, Irmãos Patronelli e De Rooy encaminhando para serem campeões. Nas Motos KTM será campeã com Price ou Svitko

No estágio de hoje O Eslovaco Stefan Svitko conquistou a vitória e se mostrou um adversário que pode tirar Pryce do Titulo do Dakar, Apesar de não ser piloto Oficial da KTM o piloto de 33 anos de idade vem pilotando muito com sua KTM vencendo o estágio com quase 3 minutos de diferença sobre Kevin Benavides, A única esperança da Honda para tentar um improvável titulo do Dakar nesse ano, Apesar da Queda o Argentino conseguiu tirar 2 minutos e 53 segundos de Toby Pryce que chegou em 3ºlugar, Agora faltando 3 provas e estando a 23 minutos a frente de Svitko sem dúvida o piloto Australiano tentará não se arriscar muito, Mas tendo de ser rápido o bastante para evitar que o título escape das mãos dele e nessas três provas finais tudo pode acontecer, Mas se nada acontecer é provável que o título fique ou para a Austrália ou a Eslováquia.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (6)
Ricky Brabec vem entre os 10 primeiros com a sua Honda.

Paulo Gonçalves que voltou a disputa e que achamos que ele está lá atrás terminou em 4ºlugar, Mas acabou penalizado em mais de 38 minutos na classificação geral caindo para o 8ºlugar na geral (Sem as punições ele estaria em 3ºlugar). Antoine Meo e Pablo Quintanilla que chegaram em 5º e 6ºlugar no Estágios disputam o pódio junto de Kevin Benavides num espaço de tempo de apenas 2 minutos e 21 segundos entre eles com o Chileno na frente do Francês e com o Argentino sendo o 5ºlugar. O Português Helder Rodrigues sendo o melhor piloto da Yamaha e passando a ser o melhor da terrinha no Dakar ficou em 7ºlugar na especial de Quarta-feira seguido do Norte-americano Ricky Brabec que ocupa o 7ºlugar na Geral com sua Honda.

Completando os 10 primeiros colocados ficaram o Francês Adrian Van Beveren de Yamaha e Gerard Farres Guell com a KTM ambos fazendo boas apresentações no Dakar  e ambos estão entre os 10 primeiros colocados, Alias todos os 10 primeiros da Especial de Hoje estão entre os 10 primeiros na Geral. O 11ºcolocado na Geral é  Armand Monleon que ficou numa Modesta 21ªposição na Especial de hoje. As Sherco que eram presença constante entre os 15 primeiros acabaram tendo um dia de azar tendo Juan Pedrero tendo dúvidas se vai continuar no Dakar e Alain Duclos ficando muito atrás na classificação de hoje.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (11)
Helder Rodrigues levando a Yamaha a boas colocações no Dakar 2016

Laia Sanz sofreu um acidente na especial e isso afetou a sua moto fazendo com que ela perdesse tempo e ficasse colocada apenas em 40ºlugar na especial o que fez ela recuar na Classificação Geral para o 17ºlugar.

Menção para Jurgen van der Goorberch que terminou em 23º nessa quarta-feira e esta ainda no Dakar em uma posição mediana. O Holandês correu no Mundial de Motovelocidade pela Muz Weber, Proton, TSR Honda tendo 2 poles com a Muz Weber em 1999. E um destaque para Alberto Santiago Ontiveros levando a Moto Beta para o 39ºlugar na frente da Sherco.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (7)
Palbo Quintanilla

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Motos

1. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 4:02:23
2. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 4:05:17
3. 3 Toby Price (Austrália) KTM 4:08:10
4. 2 Paulo Gonçalves (Portugal) Honda 4:08:24
5. 49 Antoine Meo (França) KTM 4:10:06
6. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 4:12:18
7. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 4:14:24
8. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 4:16:10
9. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 4:20:24
10. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 4:29:09
11. 106 Ian Blythe (Estados Unidos) KTM 4:32:25
12. 61 Adrien Metge (França) Honda 4:33:10
13. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 4:33:42
14. 29 Hans Vogels (Holanda) KTM 4:33:52
15. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 4:41:27
16. 58 Jakub Piatek (Polônia) KTM 4:41:28
17. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 4:46:09
18. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 4:49:39
19. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 4:50:16
20. 36 Juan Carlos Salvatierre (Bolívia) KTM 4:53:55
21. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 4:57:37
22. 91 Nicolas Alberto Cardona Vagnoni (Venezuela) Yamaha 5:00:17
23. 40 Jurgen van der Goorberch (Holanda) KTM 5:03:09
24. 32 Paolo Ceci (Itália) Honda 4:50:16
25. 123 Maikel Verkade (Holanda) Honda 4:55:03
26. 37 David Pabiska (República Tcheca) KTM 4:56:57
27. 78 Felipe Rios (Peru) KTM 4:57:58
28. 86 Jan van Gerven (Holanda) KTM 4:59:21
29. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 5:01:46
30. 103 Alexander Smith (Estados Unidos) Husqvarna 5:04:58
31. 10 Olivier Pain (França) KTM 5:06:58
32. 92 Antonio Gimeno Garcia (Espanha) KTM 5:07:00
33. 55 Patrice Carillon (França) KTM 5:08:25
34. 35 Bruno da Costa (França) Yamaha 5:08:37
35. 9 David Casteu (França) KTM 5:08:42
36. 54 Loic Minaudier (França) KTM 5:11:40
37. 80 Manuel Lucchese (Itália) Yamaha 5:16:11
38. 104 Diego Martin Duplessis (Argentina) KTM 5:17:24
39. 72 Alberto Santiago Ontiveros (Argentina) Beta 5:18:52
40. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 5:21:52

Classificação Geral:

1. 3 Toby Price (Austrália) KTM 34:49:04
2. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 35:12:16
3. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 35:31:53
4. 49 Antoine Meo (França) KTM 35:33:08
5. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 35:34:14
6. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 35:45:21
7. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 36:01:12
8. 2 Paulo Gonçalves (Portugal) Honda 36:03:49
9. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 36:04:13
10. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 36:10:59
11. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 37:23:05
12. 61 Adrien Metge (França) Honda 37:40:32
13. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 38:01:42
14. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 38:01:47
15. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 38:09:06
16. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 38:09:58
17. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 38:11:46
18. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 38:13:03
19. 9 David Casteu (França) KTM 38:35:27
20. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 38:40:14

O Sul-africano Brian Baragwanath conquistou a vitória na Especial de hoje e avançou na classificação geral, Após ficar bem longe dos líderes em certo momento da competição agora ele se encontra na 5ºposição e com condições de chegar ao pódio que nesse momento é todo Argentino com Marcos Patronelli que foi o segundo colocado no 10ºestágio do Dakar na liderança da Geral seguido do 3ºlugar do Estágio Alejandro Patronelli e de Jeremias Gonzalez Ferioli que ficou apenas em 9ºlugar, Se atrasou em mais de 40 minutos e está a apenas 12 segundos na frente de Sergei Karyakin que ficou em 4ºlugar na Especial de hoje, Com a Melhor Honda do Estágio Lucas Bonetto chegou em 5ºlugar.

Já Alexis Hernandez que estava em 3ºlugar teve sérios problemas no Estágio de Belén até La Rioja completando em 29ºlugar com mais de 4 horas de atraso para o vencedor da especial, Isso fez com que o Peruano caísse do 3ºlugar para o 10ºlugar saindo da disputa do pódio.

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Quadriciclos

1. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 4:53:30
2. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 4:53:59
3. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 4:54:47
4. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 5:11:12
5. 267 Lucas Bonetto (Argentina) Honda 5:15:23
6. 261 Daniel Domaszewski (Argentina) Honda 5:16:37
7. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 5:29:06
8. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 5:29:37
9. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 5:35:35
10. 272 Pablo Copetti (Argentina) Yamaha 5:36:12
11. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda 5:50:18
12. 266 Sebastian Palma (Chile) Yamaha 5:51:20
13. 288 Frederic Alard (França) Honda 6:12:28
14. 259 Camelia Liparoti (França) Yamaha 6:13:06
15. 280 Lucas Innocente (Argentina) CAN-AM 6:41:21
29. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 9:28:29

Classificação Geral:

1. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 43:14:19
2. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 43:15:53
3. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 44:49:02
4. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 44:49:14
5. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 44:55:54
6. 272 Pablo Copetti (Argentina) Yamaha 45:20:14
7. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 45:46:20
8. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 46:19:39
9. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda 48:18:22
10. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 48:32:43

No Estágio 10 vários pilotos tiveram acidentes e problemas de equipamento, Entre eles os campeões de 2015 Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel que acabaram capotando o seu Mini e perdendo quase 1 hora na classificação. Mas o mais grave foi com Carlos Sainz e Lucas Cruz, Líderes da competição que tiveram problemas de câmbio do Peugeot e que perderam horas e horas esperando ajuda que veio, Mas a 61º a mais de 6 horas do Vencedor acabou com as possibilidades de título nesse ano.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (5)

Com tudo isso o Francês Stephane Peterhansel junto com seu navegador Jean Paul Cottret acabaram dando um grande passo para o título do Dakar, Vencendo a especial de hoje a quase 5 minutos do segundo colocado os pilotos da Pegueot Cyril Despres com seu melhor desempenho no Dakar 2016 junto de David Castela superando em mais de 7 minutos aos russos Vladmir Vasilvev e Kosstantin Zhiltsov que chegaram em 3ºlugar com a Toyota.

Mesmo com alguns problemas o campeão de 2014 Nani Roma junto de seu compatrilhota Espanhol Alex Haro Bravo ficaram em 4ºlugar com Sebastian Loeb e Daniel Elena completando os Top 5 da Especial. Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz  ficaram em 6ºlugar hoje e estão em 3ºlugar a 8 minutos dos vice-líderes Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel que ficaram em 14º hoje e estão a 1 hora dos lideres a 3 dias do Final.

Com o carro da Hummer Miroslav Zapletal e Maciej Marton tiveram um bom destaque ficando em 7ºlugar e superando vários carros mais fortes que ele como o Mini de Harry Hunt e Andreas Schulz que ficaram em 8º e da Toyota dos sul-africanos Leeroy Poulter e Robert Howie que ficaram em 10ºlugar na Especial. No meio deles os Argentinos Emiliano Spataro e Benjamin Lozada fazendo um belo estágio ficando em 9ºlugar no dia e subiram de 16º para o 11ºlugar na classificação geral.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (9)

Mark Corbett e Juan Mohrlevaram mais uma vez o carro da Century a boa 11ºcolocação, Robby Gordon e Kellon Walch resistem com o Hammer Gordini com o 15ºlugar no Estágio, Tim Coronel levou o Suzuki ao 24ºlugar.

Os Brasileiros João Antonio Franciosi e Gustavo Gugelmin continuam na luta do Dakar, Ficaram em 58º na Especial de Hoje e estão em 58º na Geral.

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Carros

1. 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 3:58:32
2. 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 4:04:12
3. 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 4:11:28
4. 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 4:13:05
5. 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 4:16:12
6. 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 4:24:48
7. 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 4:26:18
8. 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 4:32:57
9. 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 4:39:02
10. 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 4:36:08
11. 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 4:37:48
12. 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 4:39:45
13. 322 Marek Dabrowski (Polônia) / Jacek Czachor (Polônia) TOYOTA 4:42:07
14. 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI  4:50:57
15. 312 Robby Gordon (Estados Unidos) / Kellon Walch (Estados Unidos) GORDINI 4:51:28
16. 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 4:54:36
17. 366 Antanas Juknevicius (Lituânia) / Mindaugas Slapsys (Lituânia) TOYOTA 4:58:23
18. 316 Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França) TOYOTA 5:22:09
19. 345 Andrey Cherednikov (Cazaquistão) / Dmytro Steintsyro (Ucrânia) FORD 5:27:13
20. 334 Jerôme Pelichet (França) / Eugenie Decre (Suíça) TOYOTA 5:34:55
21. 333 Benediktas Vanagas (Lituânia) / Rozwadowski Sebastian (Polônia) TOYOTA 5:41:08
22. 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 5:51:50
23. 352 Marco Bulacia (Bolívia) / Ruben Garcia (Argentina) TOYOTA 5:55:37
24. 347 Tim Coronel (Holanda) Suzuki 5:58:41
25. 344 Maik Willems (Holanda) / Robert van Pelt (Holanda) TOYOTA 6:01:28
26. 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 6:02:40
27. 378 Colin Matthews (África do Sul) / Rodney Burke (África do Sul) CENTURY 6:06:46
28. 313 Boris Garafulic (Chile) / Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 6:15:28
29. 375 Basil Reitz Sean (África do Sul) / Riaan Greyling (África do Sul) NISSAN 6:27:37
30. 336 Jurgen Schroder (Alemanha) / Daniel Schroder (Alemanha) NISSAN 6:32:50
58. 384 João Antonio Franciosi (Brasil) / Gustavo Gugelmin (Brasil) MITSUBISHI 9:41:22
61. 303 Carlos Sainz (Espanha) / Lucas Cruz (Espanha) PEUGEOT 10:01:35

Classificação Geral:

1, 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 32:49:59
2. 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI 33:49:59
3. 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 33:57:30
4. 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 34:08:50
5. 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 34:19:57
6. 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 34:35:06
7. 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 304 34:35:24
8. 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 34:43:06
9. 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 35:12:30
10. 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 35:13:40
11. 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 36:34:38
12. 305 Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha) TOYOTA 37:17:16
13. 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 37:24:24
14. 306 Erik van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 37:37:16
15. 310 Orlando Terranova (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) MINI 37:39:09
16. 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 37:41:36
17. 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 38:06:06
18. 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 38:30:18
19. 303 Carlos Sainz (Espanha) / Lucas Cruz (Espanha) PEUGEOT 38:40:59
20. 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 39:25:31
58. 384 João Antonio Franciosi (Brasil) / Gustavo Gugelmin (Brasil) MITSUBISHI 63:29:23

A Especial de Belén a La Rioja pode ter sacramentado para Gerard de Rooy, Moises Torrallardona e Darek Rodewald o título do Dakar de 2016 na categoria caminhões, Com uma grande atuação o trio representa a Iveco conseguiu fazer um belissimo estágio ficando em 2ºlugar apenas 2 minutos e 36 segundos atrás dos vencedores do 10ºEstágio do Dakar Pascal de Baar, Martin Roesink e Wouter de Graaff. O Trio Holandês com os caminhões da Renault que não esta entre os favoritos da Categoria, Mas hoje foram muito bem conquistando a vitória e dando uma pernada na Iveco, Man, Tatra e Kamaz que são as principais marcas do evento.

O Trio Argentino esta em uma belíssima 3ªposição na Geral
O Trio Argentino esta em uma belíssima 3ªposição na Geral

O Trio Russo da Kamaz Airat Mardeev, Aydar Belyaev e Dmitriy Svintunov que são os campeões de 2015 ficaram em 3ºlugar no Estágio a mais de 26 minutos dos vencedores. Mas a Prova foi problemática para vários dos líderes o que fizeram eles assumirem a vice-liderança faltando 3 estágios para o final, Mas estando a mais de 1 hora e 15 minutos vejo Gerard De Rooy com a mão na taça do Dakar desse ano.

Os 5 primeiros colocados foram completados pelo Trio da Tatra Martin Kolomy , David Kilian e Rene Kilian que acabaram em um dos estágios tendo sérios problemas deixando de disputar o campeonato e em 5ºlugar ficaram Hans Stacey , Serge Bruynkens e Jan Van Der Vaet com o caminhão da MAN colocando 5 marcas nas 5 primeiras posições.

Gerard de Rooy e sua turma estão com grande vantagem rumo ao título de 2016.
Gerard de Rooy e sua turma estão com grande vantagem rumo ao título de 2016.

A Tarta é a primeira marcar a repetir um segundo caminhão isso com Artur Ardavichus, Ignat Falkov e Filip Skrobanek na 6ªPosição na classificação do Estágio.

Os Argentinos Federico Villagra, Jorge Perez Companc e Andres Memi estavam com condições de vencerem a especial, Mas tiveram problemas que tiraram essa possibilidade fazendo com que eles ficassem em 9ºlugar na Especial, Mas estão em 3ºlugar na Geral na frente de Hans Stacey, Serge Bruynkens e Jan Van Der Vaet da MAN e de Ton van Genugten, Anton van Limpt e Peter Van Eerd com a Iveco. Já o Trio da Kamaz Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovley e Vladimir Rybakov em 10ºlugar após o péssimo Estagio que fizeram ficando de fora dos 15 primeiros colocados.

Dakar_estagio10_Belen_la2016
Nikolaev, Yakovley e Rybakov tiveram um péssimo estágio hoje.

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Quadriciclos

1. 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 4:51:41
2. 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 4:54:17
3. 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 5:17:47
4. 505 Martin Kolomy (República Tcheca) / David Kilian (República Tcheca) / Rene Kilian (República Tcheca) TATRA 5:18:06
5. 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 5:19:06
6. 515 Artur Ardavichus (Cazaquistão) / Ignat Falkov (Cazaquistão) / Filip Skrobanek (República Tcheca) TATRA 5:23:10
7. 508 Dmitry Sotnikov (Rússia) / Igor Devyatkin (Rússia) / Ruslan Akhmadeev (Rússia) KAMAZ 5:37:43
8. 512 Aleksandr Vasilevski (Bulgária) / Valery Kazlouski (Bulgária) / Anton Zaparoshchanka (Bulgária) MAZ 5:43:42
9. 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 5:45:40
10. 537 Maurik van den Heuvel (Holanda) / Wilko Van Oort (Holanda) / Peter Kuijpers (Holanda) SCANIA 5:53:11
11. 518 Pep Vila Roca (Espanha) / Xavi Colome Roqueta (Espanha) / Marc Torres Sala (Espanha) IVECO 6:02:45
12. 519 Teruhito Sugawara (Japão) / Hiroyuki Sugiura (Japão) HINO 6:05:28
13. 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 6:07:57
14. 517 Steven Rotsaert (Bélgica) / Dirk Den Dooven (Bélgica) / Joeri Christiaen (Bélgica) MAN 6:21:51
15. 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 6:26:10

Classificação Geral:

1. 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 33:25:03
2. 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 34:40:22
3. 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 34:57:50
4. 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 35:14:00
5. 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 35:41:58
6. 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 36:02:32
7. 510 Pieter Versluis (Holanda) / Marcel Pronk (Holanda) / Artur Klein (Alemanha) MAN 36:20:17
8. 537 Maurik van den Heuvel (Holanda) / Wilko Van Oort (Holanda) / Peter Kuijpers (Holanda) SCANIA 37:09:37
9. 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 37:17:25
10. 502 Eduard Nikolaev (Rússia) / Evgeny Yakovley (Rússia) / Vladimir Rybakov (Rússia) KAMAZ 37:20:23

Vídeos: TV Pública Argentina
Fotos: Dakar
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Dakar – Estágio 13 – Consagração dos campeões em Buenos Aires

Carros:

Num estágio bem curto que foi esse último estágio acabou consagrando a Robby Gordon e Johnny Campbell que levou o Hummer a vitória com direito a Salto da vitória e com giros na pista, Mas a festa verdadeira ficou para Nasser Al-Attiyah (Qatar)/Matthieu Baumel (França) com o 6ºlugar conquistou o Rally Dakar desse ano, é o segundo dele na sua carreira, Em um Dakar sem erros aonde predominou nas primeiras posições nos estágios e desde do primeiros dias ele ficou na liderança sem dar a menor chance para seus adversários além de alguns dos principais pilotos terem tido problemas como Nani Roma que já teve problemas no primeiro dia e acabou saindo do Dakar na parte final devido a um acidente, Já Stephane Peterhansel teve problemas com a Pegueot e terminou o Dakar apenas em 11ºlugar.

Sobrou para a Dupla Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz que com a Toyota tentou tirar o Qatari do Topo, Mas ficou a mais em 2ºlugar a mais de 30 minutos dos vencedores apesar de um belo Dakar que essa dupla da Toyota fez, O pódio do Dakar foi completado pelos pilotos Krzysztof Holowczyc (Polônia)/Xavier Panseri (França) com o carro da Mini que dominou o Dakar ficando com o 4ºlugar Erik van Loon (Holanda)/Wouter Rosegaar (Holanda) MINI, Com o 5ºLugar com a Dupla Vladimir Vasilyev (Rússia)/Konstantin Zhiltsov (Rússia) e com o 9ºlugar de Aidyn Rakhimbayev (Cazaquistão)/Anton Nikolaev (Rússia) mostrando que a Mini mesmo sem pilotos como Peterhansel e com os problemas de Orlando Terranova que certamente chegaria entre os 10 primeiros colocados na Classificação Geral. O Único Brasileiro a chegar ao Final do Dakar foi Eduardo Sachs que foi copiloto de Ricardo Leal dos Santos que ficou em 25ºlugar com o carro da Nissan.

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 308 Robby Gordon (Estados Unidos)/Johnny Campbell (Estados Unidos) HUMMER 000:13:16
2 327 Leeroy Poulter (África do Sul)/Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 000:13:41
3 316 Emiliano Spataro (Argentina)/Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 000:13:45
4 305 Orlando Terranova (Argentina)/Bernardo Graue (Argentina) MINI 000:13:47
5 303 Giniel de Villiers (África do Sul)/Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 000:13:50
6 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar)/Matthieu Baumel (França) MINI 000:13:55
7 315 Bernhard Ten Brinke (Holanda)/Tom Colsoul (Bélgica) TOYOTA 000:14:04
8 307 Krzysztof Holowczyc (Polônia)/Xavier Panseri (França) MINI 000:14:05
9 314 Erik van Loon (Holanda)/Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 000:14:13
10 310 Vladimir Vasilyev (Rússia)/Konstantin Zhiltsov (Rússia) MINI 000:14:17
11 306 Carlos Souza (Portugal)/Paulo Fiuza (Portugal) MITSUBISHI 000:14:19
12 302 Stephane Peterhansel (França)/Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 000:14:22
13 309 Christian Lavielle (França)/Pascal Maimon (França) TOYOTA 000:14:37
14 329 Aidyn Rakhimbayev (Cazaquistão)/Anton Nikolaev (Rússia) MINI 000:14:52
15 320 Ronan Chabot (França)/Gilles Pillot (França) SMG 000:14:54
16 319 Boris Garafulic (Chile)/Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 000:15:08
17 360 Ricardo Leal dos Santos (Portugal)/Eduardo Sachs (Brasil) NISSAN 000:15:24
18 332 Yong Zhou (China)/Andreas Schulz (Alemanha) MINI 000:15:29
19 326 Patrick Sireyjol (França)/Francois-Xavier Beguin (Bélgica) BUGGY 000:15:30
20 333 Pierre Lachaume (França)/Jean Brucy (França) BUGGY MD RALLYE 000:15:41
21 322 Cyril Despres (França)/Gilles Picard (França) PEUGEOT 000:15:46
22 328 Thierry Magnaldi (França)/Guy Leneveu (França) BUGGY DESSOUDE 000:16:09
23 380 David Bensadoun (Canadá)/Patrick Beaule (Canadá) OVERDRIVE 000:16:47
24 334 Stephan Schott (Alemanha)/Holm Schmidt (Alemanha) MINI 000:16:49
25 317 Federico Villagra(Argentina)/Andres Memi (Argentina) FORD 000:17:21
26 368 Piotr Beaupre (Polônia)/Jacek Lisicki (Polônia) BMW 000:19:17
27 362 Jerôme Pelichet (França)/Eugenie Decre (Chipre) TOYOTA 000:19:42
28 345 Nicolas Gibon (França)/Akira Miura (Japão) TOYOTA 000:19:52
29 343 Jun Mitsuhashi (Japão)/Alain Guehennec (França) TOYOTA 000:20:05
30 342 Rodrigo Javier Moreno Piazzoli (Chile)/Jorge Gabriel Araya Diaz (Chile) SAM-MERCEDES 000:20:26
31 383 Johan Van Staden (África do Sul)/Mike Lawrenson (África do Sul) NISSAN 000:22:30
32 340 Bauyrzhan Issabayev (Cazaquistão)/Vladimir Demyanenko (Rússia) TOYOTA 000:23:24
33 352 Jurgen Schroder (Alemanha)/Daniel Schroder (Alemanha) NISSAN 000:26:33
34 393 Kun Liu (China)/Min Liao (China) PROTO DESSOUDE 000:28:10
35 358 Peter Jerie(Austrália)/Laurent Lichtleuchter (França) TOYOTA 000:30:15
36 374 Evgeny Firsov (Rússia)/Vadim Filatov (Rússia) TOYOTA 000:31:16
37 387 Gilles Billaut (França)/Mayeul Barbet (França) BMW 000:34:13
38 311 Marek Dabrowski (Polônia)/ Jacek Czachor (Polônia) TOYOTA 000:36:18
39 378 Omar Alberto Campillay Rojas (Chile)/Maurice Andre Maurin Arevalo (Chile) SAM-MERCEDES 000:38:05
40 339 Benediktas Vanagas (Lituânia)/Andrei Rudnitski (Bielorrússia) TOYOTA 000:39:27

Motos:

podio_dakar_2015_motos

No Estágio final os dois pilotos eslovacos dominaram com a vitória de Ivan Jakes com Stefan Svitko em segundo lugar ambos de KTM, Svitko fechou o Dakar em 5ºlugar, O Chileno Pablo Quintanilla acabou em 4ºlugar na classificação geral e foi o melhor piloto sul-americano do Dakar na categoria Motos (8ºnno último estágio). Mas não foi o Bastante para ficar com o pódio e deter o Australiano Toby Price que fez seu primeiro Dakar nesse ano e acabou conquistando o 3ºlugar na Classificação geral o que foi o mesmo Lugar o que conquistou no 13ºEstágio, Paulo Gonçalves e Marc Coma completaram os 5 primeiros colocados.

Marc Coma venceu pela 5ªVez o Dakar na sua carreira (2006-2009-2011-2014-2015) com sua KTM confirmando seu nome como um dos maiores pilotos do Mundo e o maior em Termos de Rally de longa duração como o Dakar, Mas Coma também contou com a Sorte, pois se o Joan Barreda Bort não tivesse problemas possivelmente seria o vencedor do Dakar desse ano, A Honda mais uma vez ficou sem o título ficando com o Português Paulo Gonçalves como o melhor piloto da Honda no Dakar ficando com o vice-campeonato.

Destaque positivo para as Mulheres foi o desempenho de Laia Sanz que levou sua Honda a uma expressiva 9ªposição na Classificação Geral do Dakar, mostrando que as mulheres podem sim serem competitivas e brigarem a altura dos homens em quaisquer categorias do esporte a motor, Jean Azevedo nosso representante brasileiro fez apenas um Dakar Razoável ficando na 22ªPosição na geral.

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 21 Ivan Jakes (Eslováquia) KTM 000:52:06
2 18 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 000:52:51
3 26 Toby Price (Austrália) KTM 000:53:13
4 7 Paulo Gonçalves (Portugal) HONDA 000:53:21
5 1 Marc Coma (Espanha) KTM 000:55:17
6 37 Hans Vogels (Holanda) KTM 000:55:42
7 15 Frans Vergoeven (Holanda) YAMAHA 000:56:41
8 31 Pablo Quintanilla (Chile) KTM 000:56:58
9 44 Xavier de Soultrait (França) YAMAHA 000:58:00
10 29 Laia Sanz Pla-Giribert (Espanha) HONDA 001:00:01
11 3 Olivier Pain (França) YAMAHA 001:00:05
12 9 David Casteu (França) KTM 001:00:22
13 49 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 001:00:41
14 25 Fabien Planet (França) SHERCO TVS 001:01:19
15 32 Paolo Ceci (Itália) KTM 001:01:25
16 11 Ruben Faria (Portugal) KTM 001:01:28
17 38 Thomas Berglund (Suécia) KTM 001:01:57
18 22 Javier Pizzolito (Argentina) HONDA 001:02:54
19 79 Txomin Arana Cobeaga (Espanha) YAMAHA 001:03:12
20 160 Ondrej Klymciw (República Tcheca) KTM 001:04:16
21 73 Francisco Errazuriz (Chile) HUQSVARNA 001:05:26
22 34 David Pabiska (República Tcheca) KTM 001:07:19
23 45 Bruno da Costa (França) YAMAHA 001:07:33
24 24 Jean Azevedo (Brasil) HONDA 001:08:27
25 14 Alain Duclos (França) SHERCO TVS 001:08:47
26 65 Jurgen van der Goorberch (Holanda) KTM 001:09:45
27 35 Miran Stanovnik (Eslovênia) KTM 001:09:59
28 57 Laurent Lazard (Uruguai) KTM 001:10:58
29 151 Milan Engel (República Tcheca) KTM 001:12:21
30 156 Sakir Senkalayci (Turquia) KTM 001:12:43
31 60 Patricio Cabrera (Chile) KAWASAKI 001:12:55
32 161 Ariel Lopez Jove Esteban (Argentina) KAWASAKI 001:13:12
33 153 Sergio Miguel Petrone (Argentina) YAMAHA 001:15:49
34 63 Patrice Carillon (França) KTM 001:16:00
35 83 Boldbaatar Damdinkhorloo (Mongólia) KTM 001:17:17
36 92 Juan Sebastian Toro (Colômbia) KAWASAKI 001:17:27
37 51 Mart Meeru (Estônia) HONDA 001:19:01
38 46 Mauricio Javier Gomez (Argentina) YAMAHA 001:19:47
39 167 Jasper Riezebos (Holanda) KTM 001:19:55
40 128 Domingo Fernandez Mendez (Espanha) KTM 001:20:07

Quadriciclos:

casalecampeaopraticamente

A Vitória ficou para Willen Saaijman no último estágio do Dakar, Mas a festa ficou com o Polônes Rafal Sonik que quebra uma sequência de conquistas de pilotos sul americanos nos Quadriciclos que dominam o dakar desde de 2010 com o domínio de Alejandro Patronelli e de Marcos Patronelli e com o título de 2014 de Ignacio Casale Sonik ficou em 8º no estágio final do Dakar, Sonik contou com quebra do Quadriciclo do Campeão Ignacio Casale e do Acidente grave que teve o Uruguaio Sérgio Lafuente que disputaram o título com o Polonês. As os Argentinos tiveram motivos para comemorar com o vice-campeonato de Jeremias Gonzales Ferioli que fez belíssimo Dakar nesse ano, Em terceiro lugar ficou o Boliviano Walter Nosiglia para a alegria de Evo Morales.

Suguita_dakar

André Suguita resistiu ao Dakar conquistando na classificação Geral a 10ªposição com a CAM-AM, um motivo de muito orgulho para o Estreante brasileiro no Dakar sendo um dos 18 pilotos a completarem o evento aonde 45 pilotos começaram essa aventura.

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 286 Willen Saaijman (África do Sul) YAMAHA 001:05:05
2 260 Christophe Declerck (França) YAMAHA 001:05:11
3 270 Daniel Domaszewski (Argentina) HONDA 001:05:14
4 278 Juan Carlos Carignani (Itália) YAMAHA 001:05:44
5 256 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) YAMAHA 001:08:47
6 290 Pablo Luis Bustamante (Argentina) CAN-AM 001:10:21
7 257 Sebastian Palma (Chile) CAN-AM 001:13:00
8 251 Rafal Sonik (Polônia) YAMAHA 001:13:21
9 283 Walter Nosiglia (Bolívia) HONDA 001:14:48
10 261 Jeremias Gonzales Ferioli (Argentina) YAMAHA 001:15:54
11 268 Giuliano Horário Giordana (Argentina) YAMAHA 001:18:21
12 265 Santiago Hansen (Argentina) HONDA 001:18:33
13 295 Andre Suguita (Brasil) CAN-AM 001:18:49
14 287 Christian Cajica Pinto (Colômbia) CAN-AM 001:26:01
15 259 Camelia Liparoti (França) YAMAHA 001:27:21
16 281 Carlos Alejandro Verza (Argentina) YAMAHA 001:31:42
17 277 Ricardo Vinet (Chile) CAM-AM 001:34:56
18 299 Paula Galvez (Chile) CAN-AM 001:37:05

Caminhões:

Campeões_caminhõesdakar2015

Nos caminhões domínio completo da Kamaz tendo os três primeiros lugares no pódio e 4 caminhões entre os 5 primeiros colocados. O título ficou com os Russos Airat Mardeev/Aydar Belyaev/Dmitriy Svistunov que ficaram em 3ºlugar no estágio vencido pelo Caminhão da Iveco do Trio Hans Stacey (Holanda)/Serge Bruynkens (Bélgica)/Bernard der Kinderen (Holanda), Superou seus companheiro de equipe Eduard Nikolaev/Evgeny Yakovlev/Ruslan Akhmadeev que ficaram em segundo lugar e do Trio Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Leonov que chegaram em terceiro lugar.

Os únicos que conseguiram classificação além da Kamaz entre os 5 primeiros colocados foi o Trio Ales Loprais (República Tcheca)/Marco Alcayna Ferran (Espanha)/Jan van der Vaet (Bélgica) com o Caminhão da MAN que ficou em 4ºlugar, Em quinto lugar ficou os pilotos da Kamaz Dmitry Sotnikov/Igor Devyatkin/Andrey Aferin. No Dakar na América do Sul acabou sendo um oásis russo de vitórias!

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 504 Hans Stacey (Holanda)/Serge Bruynkens (Bélgica)/Bernard der Kinderen (Holanda) IVECO 000:20:31
2 508 Marcel van Vliet (Holanda)/Marcel Pronk (Holanda)/Artur Klein (Alemanha) MAN 000:21:52
3 507 Airat Mardeev (Rússia)/Aydar Belyaev (Rússia)/Dmitriy Svistunov (Rússia) KAMAZ 000:22:54
4 520 Dmitry Sotnikov (Rússia)/Igor Devyatkin (Rússia)/Andrey Aferin (Rússia) KAMAZ 000:23:16
5 502 Eduard Nikolaev (Rússia)/Evgeny Yakovlev (Rússia)/Ruslan Akhmadeev (Rússia) KAMAZ 000:24:03
6 506 Martin Kolomy (República Tcheca)/Rene Kilian (República Tcheca)/David Kilian (República Tcheca) TATRA 000:25:01
7 501 Gerard de Rooy (Holanda)/Darek Rodewald (Polônia)/ Jurgen Damen (Bélgica) IVECO 000:25:14
8 500 Andrey Karginov (Rússia)/Andrey Mokeev (Rússia)/Igor Leonov (Rússia) KAMAZ 000:25:14
9 513 Martin van den Brink (Holanda)/Peter Willemsen (Bélgica)/Richard Mouw (Holanda) RENAULT TRUCKS 000:26:51
10 510 Siarhei Viazovich (Bielorrússia)/Pavel Haranin (Bielorrússia)/Andrei Zhyhulin (Bielorrússia) MAZ 000:28:19
11 519 Pascal de Baar (Holanda)/Wouter de Graaff (Holanda)/Martin Roesink (Holanda) RENAULT TRUCKS 000:29:40
12 509 Pep Vila Roca (Espanha)/Xavi Colome Roqueta (Espanha)/Michel Huisman (Holanda) IVECO 000:29:47
13 535 Aleksandr Vasilevski (Bielorrússia)/Valery Kazlouski (Bielorrússia)/Anton Zaparoshchanka (Bielorrússia) MAZ 000:33:27
14 503 Ales Loprais (República Tcheca)/Marco Alcayna Ferran (Espanha)/Jan van der Vaet (Bélgica) MAN 000:33:48
15 532 Ton van Genugten (Holanda)/C.W.J. Van Limpt (Holanda)/Eric H.F. Van Gemert (Holanda) DAF 000:33:49
16 514 Frits van Eerd (Holanda)/Charly Cotlib (Bélgica)/Peter Vervoort (Holanda) DAF 000:33:58

Fotos:

 

Final do Dakar:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Parte 4:

Parte 5:

Resumo do 13ºestágio

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar.com
Vídeos: TV Pública da Argentina

Especial: Top Gear 2 (Super Nintendo)

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Após o Grande sucesso do Top Gear 1, a Dkemco em 1993 fez a 2ªGeração do Top Gear, Dessa vez o jogo tem 2 grandes melhoras.

A primeira delas foi apesar de ter só um único modelo de carro agora você poderia melhorar o desempenho do carro, Com o passar das corridas você pode ganhar dinheiro e a partir dai comprar novas peças e que melhoram o desempenho do carro. A principio todos os carros são iguais no começo da jornada, De acordo com as corridas se passando você precisa melhorar seu carro ou vai ficar para Trás.

A Segunda novidade é que agora não são só 8 Estágios o jogos, são 16 novos estágios. Além dos estágios anteriores temos mais 8 estágios que entraram no jogo sendo que cada Estágio tem 4 corridas, Com isso das 32 corridas do Top Gear 1 para as 64 corridas do Top Gear 2.

pistas que estão no Top Gear 1 e 2

Estágios do Top Gear
Estágios Esteve no Top Gear 1
Australasia (Austrália + Ásia) Não
Britain Sim
Canadá Não
Egito Não
França Sim
Alemanha Sim
Grécia Não
Índia Não
Irlanda Não
Itália Sim
Japão Sim
Escandinávia Sim
América do Sul Sim
Espanha Não
Suiça Não
Estados Unidos Sim

Países Integrantes do Top Gear 2:

São 16 Estágios no Total

Para Dar uma animada, um Gif dessas Imagens Todas:

Corridas:

Austrália

Reino Unido

Canadá

Egito

França

Alemanha

Grécia

Índia

Irlanda

Itália

Japão

Escandinavia

América do Sul

Espanha

Suiça

Estados Unidos

Circuitos:

Adversários:

Pilotos no Top Gear 2 Esteve no Top Gear 1 Pilotos no Top Gear 1
Mat Não Matt
Mark Sim Mark
George Não Ian
Ritchie Sim Ritchie
Tricky Não TC
Berni Sim Berni
Mike Não Shaun
Simon Sim Simon
Ade Sim Ade
Jon Jon Não Rob
Tony Sim Tony
Siz Sim Siz
Phil Não Tim
Ash Sim Ash
Mick Não Chris
Greggs Não Gregs
Pat Não James
Paul Sim Paul
Syd Não

Premiação:

Premiação
Posição Prêmio
1ºLugar $10000
2ºLugar $6000
3ºLugar $4000
4ºLugar $3000
5ºLugar $2000
6ºLugar $1000

Preços para peças:

Motor:

Motor
Motores:
Motor V6 U$ 0
Motor V8 U$ 30.000
Motor V10 U$ 50.000
Motor V12 U$ 80.000
Pneus de Chuva
Pneus de Chuva
Tipo 1 U$ 0
Tipo 2 U$ 1.000
Tipo 3 U$ 2.000
Tipo 4 U$ 3.000
Pneus de Pista Seca
Pneus de pista seca
Tipo 1 U$ 0
Tipo 2 U$ 1.000
Tipo 3 U$ 2.000
Tipo 4 U$ 4.000
Caixa de Câmbio
Caixa de Câmbio
Câmbio de 4 Marchas U$ 0
Câmbio de 5 Marchas U$ 10.000
Câmbio de 5 Marchas U$ 30.000
Câmbio de 6 Marchas U$ 50.000
Nitro – Turbo
Nitro – Turbo
Tipo 1 U$ 0
Tipo 2 U$ 5.000
Tipo 3 U$ 15.000
Tipo 4 U$ 30.000
Resistência para o Carro – Proteção para os lados do carro
Proteção para os Lados do Carro
Tipo 1 U$ 0
Tipo 2 U$ 5.000
Tipo 3 U$ 10.000
Tipo 4 U$ 20.000
Proteção Traseira para o Carro
Proteção Traseira para o Carro
Tipo 1 U$ 0
Tipo 2 U$ 5.000
Tipo 3 U$ 10.000
Tipo 4 U$ 20.000
Proteção dianteira para o carro
Proteção Dianteira para o Carro
Tipo 1 U$ 0
Tipo 2 U$ 5.000
Tipo 3 U$ 10.000
Tipo 4 U$ 20.000

Passo a Passo como começar o jogo:

Você começa o jogo Escolhendo a opção Race Game

começo do jogo

Logo depois você vai ver essa tela no jogo:

Você a partir dai pode colocar o seu nome no jogo (Player):

Pode escolher se deseja Câmbio Automático ou Manual (Gears):

Pode escolher que tipo de configuração de controle você quer para jogar (Control):

E pode escolher se quer jogar com a Velocidade em Km/h ou em Milhas (Speed):

Para começar o jogo Escolha a opção Race:

A Partir dai você vai ser conduzido para a primeira corrida do Campeonato (Auckland na Austrálasia)

Existe uma opção em que você pode escolher entre 8 tipos de cores para o seu carro (Cores disponíveis: Vermelho, Azul, Branco, Amarelo, Verde, Preto, Azul metálico e Roxo).

Pintura dos Carros

Password:

Dessa vez o jogo não teremos Passwords definidos, eles são passwords pessoais, de acordo com o jogo você tem uma diferente senha, isso acaba fazendo com que ninguém pegue o jogo de outra pessoa.

Mas existe alguns passwords interessantes que você pode se beneficiar, Mas nossa recomendação é que você faça o jogo inteiro seu usar esses passwords especiais, Use os Password que você ganhar conforme for passando de Fase.

Vídeo do jogo:

Nível Amador

Nível Profissional: 

Nível Championship:

Corridas Históricas: GP da Austrália de 1988

Grid de Largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’17.748
2 Alain Prost (McLaren/Honda) 1’17.880
3 Nigel Mansell (Williams/Judd) 1’19.427
4 Gerhard Berger (Ferrari) 1’19.517
5 Nelson Piquet (Lotus/Honda) 1’19.535
6 Riccardo Patrese (Williams/Judd) 1’19.925
7 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’20.086
8 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’20.182
9 Ivan Capelli (March/Judd) 1’20.459
10 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’20.486
11 Alex Caffi (Dallara/Ford) 1’20.781
12 Michele Alboreto (Ferrari) 1’20.844
13 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’20.852
14 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’21.133
15 Andrea de Cesaris (Rial/Ford) 1’21.164
16 Philippe Streiff (AGS/Ford) 1’21.262
17 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’21.307
18 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’21.393
19 Mauricio Gugelmin (March/Judd) 1’21.554
20 Stefano Modena (Euro Brun/Ford) 1’21.856
21 Luis Perez-Sala (Minardi/Ford) 1’21.893
22 Stefan Johansson (Ligier/Judd) 1’21.988
23 René Arnoux (Ligier/Judd) 1’22.028
24 Philippe Alliot (Lola/Ford) 1’22.211
25 Oscar Larrauri (Euro Brun/Ford) 1’22.213
26 Piercarlo Ghinzani (Zakspeed) 1’22.348

Não Se Classificaram para o GP da Austrália de 1988

27 Gabriele Tarquini (Coloni/Ford) 1’22.393
28 Julian Bailey (Tyrrell/Ford) 1’22.529
29 Pierre-Henri Raphanel (Lola/Ford) 1’22.733
30 Bernd Schneider (Zakspeed) 1’23.025
31 Nicola Larini (Osella) 1’28.440

Prost vence corrida de despedida dos motores Turbo na Formula 1

Em 13 de Novembro de 1988 a Formula 1 Encerrava uma época de 11 anos com o Motor Turbo, Adelaide seria o palco final onde os motores Turbo seriam descontinuados da categoria o que iria aproximar mais competidores para a temporada de 1989.

A prova de Fechamento da temporada fechava um ano de domínio total da Mclaren que estava em Busca da sua 15ªVitória na temporada de 1988, O MP4-4, Chassi que a Mclaren tinha, Mais os poderosos motores Honda V6 Turbo somados a incrível capacidade de Ayrton Senna e de Alain Prost transformaram a temporada de 1988 numa disputa mano a mano entre dois pilotos de uma única equipe, Seria comparado ao Domínio da Red Bull, só que nesse caso a Red Bull não tinha dois gênios na mesma equipe, coisa que a Mclaren tinha, dois dos melhores pilotos se não os 2 melhores pilotos daquele grid.

Senna e Prost faziam a primeira fila do Grid com o Brasileiro colocando 1 segundo e 6 décimos em cima de Nigel Mansell que com a Williams-Judd largava em 3ºlugar, Berger com a Ferrari, Nelson Piquet com a Lotus-Honda e Riccardo Patrese Fechavam os 6 primeiros colocados. Tarquini, Bailey, Pierre-Henri Raphanel, Schneider e Larini foram eliminados e não largariam para a corrida.

Na Volta de Apresentação, Stefano Modena com a EuroBrun que vinha em 20ºlugar acabou tendo problemas e saiu para a volta de apresentação atrasado, perdendo essa posição que ele tinha no Grid para largar do último lugar.

Na Largada que pulou melhor foi Prost que assumiu a liderança da corrida com Berger logo atrás e depois Mansell, Piquet e Patrese, Já para Alboreto a prova durou alguns metros, pois ele bateu na primeira volta de corrida e se encerrou a história dele com a Ferrari já que ele não iria continuar para 1989. Prost começava a abrir de Senna estava sendo ameaçado por Berger que era o único que poderia enfrentar de alguma forma os dois pilotos da Ferrari, Piquet conseguiu se livrar de Mansell e assumiu o 4ºlugar da corrida.

Berger na 3ªVolta começava a atacar de vez Ayrton Senna que já via Prost ficar distante na ponta da corrida, Berger foi para cima de Senna que não vendeu cara a posição, depois da Reta oposta ambos se tocaram e Berger se deu bem e assumiu o 2ºlugar e acabou sumindo da visão de Senna que estava com desempenho aquém do que se esperava de um piloto que acabava de ser Campeão Mundial numa corrida sensacional como foi a dele no Japão. Classificação após 3 Voltas completadas: 1. Prost (4:15.596), 2. Berger (a 5.557), 3. Senna (a 6.755), 4. Piquet (8.495), 5. Patrese (a 10.036), 6. Mansell (a 11.076).

Só que Berger vinha mais rápido que Prost, fazendo a volta mais rápida da corrida com 1:23.087 – Média de 163.780 Km/h (101.768 Mph), Algo que era inimaginável, Mas tinha algo explicável que eu irei falar para vocês no momento Certo da corrida do por que desse desempenho tão sensacional. Porém, Porque Senna estava andando tão abaixo do Rendimento?? Simples, ele acabou se machucando em uma modalidade muito perigosa chamada Futebol que fez ele machucar a mão, por isso Senna não estava botando pra quebrar como ele deveria fazer. Classificação após 5 Voltas completadas: 1. Prost (7:03.332), 2. Berger (a 4.169), 3. Senna (a 7.648), 4. Piquet (10.152), 5. Patrese (a 11.385), 6. Mansell (a 12.496), depois vinham Capelli, Nannini, Warwick e Caffi completando as 10 primeiras posições.

Prost continuava em primeiro mas já começava a ver Berger no Retrovisor que fazia de novo a melhor volta da corrida com 1:23.048 – média de 163.857 Km/h (101.816 mph) deixando a diferença para 3.585 Segundos. Volta mais rápida que ele baixou na volta seguinte para 1:22.656 passando dos 164 km/h.

Berger na 8ªVolta imprimia o ritmo mais forte e já vinha com uma volta de 1:22.012 Média de 165.927 Km/h – 103.102 Mph) impressionante o ritmo da Ferrari naquele momento de corrida, Ou acharam algo para ganhar da Mclaren ou o Carro estava com alguma coisa estranha demais. Berger em 4 voltas conseguiu baixar 1 segundo sua melhor volta de prova. Senna vinha bem atrás, Mas controlando bem a Piquet que vinha na Frente de Patrese e Mansell na Williams que já começava a Ficar para Capelli com a sua March-Judd, Tanto Patrese, Mansell e Capelli tinham motores aspirados.

Berger chegava mais e mais em Prost que só tinha 1.857 de diferença para Berger e do jeito que tava uma ultrapassagem seria questão de pouco tempo. Classificação após 10 voltas Completadas: 1. Prost (13:57.971), 2. Berger (a 1.857), 3. Senna (a 9.290), 4. Piquet (13.179), 5. Patrese (a 14.413), 6. Mansell (a 16.734).

Berger chegou em Prost definitivamente na volta 13 ao mesmo tempo que o Argentino Oscar Larrauri deixava a prova com problemas de Semi-Eixo da sua EuroBrun o que acabou fazendo com que o piloto Argentino Rodasse no começo da Reta Oposta, Berger chegou em cima de Prost e conseguiu a ultrapassagem na 14ªVolta assumindo a liderança da corrida, Prost ao contraio de Senna não lutou pela posição, deixou Berger ir embora, Como caracteriza o Francês, sempre sendo conservador só sendo rápido na hora certa.

Berger abria de Prost indicando um melhor ritmo de corrida, enquanto isso Boutsen rodava no mesmo ponto de Larrauri, Mas por sorte ele não bateu e não teve problemas em seu carro e pode continuar na volta, mesmo que perdendo algumas posições, para Streiff e para De Cesaris voltando em 13ºlugar. Classificação após 15 Voltas: 1. Berger (20:53.618), 2.Prost (a 1.350), 3. Senna (a 7.741) 4. Piquet (a 15.526), 5. Patrese (a 16.482), 6. Mansell (a 20.542).

Outro que deixava a corrida com problemas de Transmissão era Jonathan Palmer na 16ªVolta enquanto Piquet tentava manter o 4ºlugar em cima de Riccardo Patrese. Já Nannini também rodou no mesmo ponto de Larrauri e de Boutsen, dessa vez a perda foi bem maior de posições para o Italiano do que foi para o Belga Thierry Boutsen, Já Piquet conseguia se livrar um pouco de Patrese que tinha agora Mansell também por perto, Com Ghinzani carregando o lixo da Zakspeed os lideres começavam a passar os primeiros retardatários.

Senna começava a impor um ritmo mais forte de corrida e começava a tirar a vantagem sobre Prost que já tinha sido de 7 segundos já estaria em 4 segundos sobre Prost, não estaria descartada uma possibilidade de uma 9ªvitória do Brasileiro na Temporada, Mas na volta seguinte Prost aumentava em 2 décimos a diferença entre os dois para 4.5 segundos isso na volta 21 para a 22, Berger na volta 21 faria a melhor volta da prova com 1:21.900 – Média de 166.154 Km/h (103.243 mph), Alias a FOCA Longines estava testando um novo Gráfico de TV para a sua transmissão, Já Ghinzani rodava na pista, por sorte ele conseguiu voltar pois só encostou duas rodas na Grama ao invés da 4 que para uma Zakspeed era uma vitória.

Enquanto isso Piquet ficava segurando a Patrese e Mansell que vinham perseguindo ao Brasileiro desde do começo da corrida, Para a Williams e Lotus era uma corrida para marcar um bom resultado a ambos, pois ambas as equipes tiveram os seus piores anos depois de muito tempo no Topo, Fruto de carros mal nascidos, No Caso da Williams o motor pesou muito, Mas no Caso da Lotus de Piquet foi um erro Grosseiro de projeto que causou a demissão de Gerard Ducarouge com uma certa complacência de Piquet que não teve muita vontade de tentar mudar de Chassi ou de então tentar de alguma forma consertar o projeto mal nascido, Pois estava ganhando muito dinheiro para pagar o Iate que ele tinha comprado naquela Época. Classificação após 24 Voltas Completadas: 1. Berger (33:15.735), 2. Prost (a 3.046), 3. Senna (10.168), 4. Piquet (a 26.735), 5. Patrese (a 27.727), 6. Mansell (a 28.619).

Berger vinha na frente, Só que na 26ªVolta durante uma ultrapassagem sobre o Francês Rene Arnoux que sofria com o Terrível carro da Ligier-Judd e com a bagunça que era o time francês naquela época o Austríaco Berger bateu em Arnoux provocando o final de corrida a ambos. Uma pena pois o desempenho de Berger era espetacular na frente, Achei a ultrapassagem meia precipitada, Mas diziam que Berger largou na corrida com um combustível que seria só a metade do combustível que era necessário para terminar a corrida, Com isso justificaria o Espetacular desempenho da Ferrari, Caso isso não seja verdade a Ferrari poderia apontar uma segunda derrota do MP4-4, Mas sem Berger o Caminho para a 15ªVitória estava totalmente livre, Prost retomava a pronta da corrida com Senna em Segundo e Piquet em 3º.
Era bem temerário esse trabalho de fiscal de pista naquela época que tirava os carros quanto a corrida corria solta em alta velocidade sem a ideia do Safety Car entrar na pista. Classificação após 26 Voltas: 1. Prost (36:07.601), 2. Senna (a 4.691), 3. Piquet (a 23.254), 4. Patrese (a 25.090), 5.Mansell (25.498), 6. Capelli (a 38.699).

Prost agora tinha certa vantagem para Senna que tentaria buscar a Prost mesmo com a dor na mão que ele tinha, 4.544 era a diferença entre eles na 28ªVolta de prova, até aquele momento poucos carros tinham tomado volta o que era uma surpresa, mas para Ghinzani os problemas não terminavam, pela segunda vez na prova o experiente Italiano que pegou quase todos os anos carroças, Mas conseguiu voltar a corrida certamente em último lugar que era o 21ªposição.

Piquet continuava resistindo em 3ºlugar com Patrese e Mansell na cola sempre e sem deixar o Brasileiro da Lotus respirar, Enquanto Capelli fazia bela corrida com a March na 6ªposição. E lá na Frente Prost continuava na ponta inabalável e impondo seu ritmo de prova e colocando 6.313 segundos em cima de Senna que não conseguia se aproximar de Prost até aquele momento de prova. Prost já colocaria volta em uma Benetton e uma Arrows naquela altura da corrida, tanto Nannini como Cheever deixaram Prost passar sem problemas, Caffi que vinha em uma corrida muito boa abandonava a corrida por causa da Embreagem da Dallara 36 que completava o primeiro ano dela na Formula 1 sem sucesso grande na 33ªvolta de prova.

Mansell tentava passar de todo o jeito a Patrese na luta pelo 4ºlugar, por duas vezes na mesma volta Mansell se segurou para não bater em Patrese, não poderia se jogar 5 pontos para a Williams que teve um ano tão difícil em 88 e já estava pensando em 89 com os novos motores Renault que iriam voltar a categoria com a equipe Inglesa, Já Piquet continuava a manter um pouco de diferença sobre ambos os pilotos da Williams, a prova já começava a chegar na sua metade de prova, e nem sinal de que alguém iria para uma parada nos boxes.
Em 35 voltas a prova era pouco emotiva e pouco disputada como foi por grande parte da temporada de 1988.

Na 38ªVolta Prost coloca o tempo para baixo e marca 1:21.767 fazendo a melhor volta da corrida, Média de 166.424 km/h (103.411 Mph), o que representaria que os pneus ainda tinham um desempenho aceitável para que os pilotos pudessem fazer boas voltas, ou seja uma parada nos boxes poderia não acontecer.

Chegávamos quase na metade da corrida e Prost já estava com a Corrida praticamente sob-controle sobre Senna que tinha por volta de 8 a 9 segundos atrás de Prost, Mas na volta 39 Senna deu o troco e fez a melhor volta da prova com 1:21.669 – Média de 166.626 km/h (106.537 Mph), Faltava ainda um pouco de tempo para a média chegar a 170 km/h de média.

Classificação após 40 voltas de prova: 1. Prost (55:22.414), 2.Senna (a 6.968), 3. Piquet (a 37.589), 4. Patrese (a 38.776), 5. Mansell (a 41.066), 6. Capelli (a 56.787). Pintava o sol em Adelaide, em uma corrida que começou com tempo fechado tínhamos sol para alegrar uma corrida que estava chata demais. Prost Voltava a estabelecer a melhor volta da corrida com 1:21.618 – Média de 166.727 Km/h (103.6 Mph) na 42ªVolta. Os pneus continuavam a aguenta a corrida, Não podemos dizer o mesmo do Motor Ford DFZ de Luiz Perez Sala que acabou deixando o piloto da Minardi na mão e deixando a corrida com 19 pilotos com 38 Voltas para o final, A única Briga mesmo por posição era entre Piquet e Patrese pelo 3ºlugar da prova que fechava a temporada de 88.

Já De Cesaris fazia uma linda manobra sobre Capelli e tomava o 6ºlugar do piloto da March, De Cesaris com o Bom carro da Rial tinham um adversário que era mais difícil do que ter o desempenho bom do carro que era a capacidade do Tanque de combustível que era insuficiente para terminar boa parte das corrida o que impossibilitou a Rial de marcar mais pontos no campeonato, Já Nakajima foi para os boxes trocar os pneus, só que na volta seguinte um acidente envolvendo o Japonês e o Brasileiro Maurício Gugelmin com a March número 15 acabaria por tirar ambos da prova.

Alain Prost na volta 47 baixava a melhor volta da prova para 1:21.559 – média de 166.849 Km/h (103.675 Mph) Apesar de Nakajima ter batido em Gugelmin eu não ponho a maior culpa nele não, A Minardi rodou na frente de Gugelmin que diminuiu para não se envolver em acidente, Não deu tempo para Nakajima fazer isso, Mesmo assim o Japonês tentou desviar, Mas já estava muito em cima e o Choque foi inevitável. Piquet continuava na sua luta contra as Williams na luta pelo pódio em 3ºlugar, algo que Piquet estava a 13 corridas sem conseguir no ano de 1988, desde da prova de San Marino aonde foi seu último pódio é que não pintava Piquet entre os 3 primeiros colocados. Classificação após 49 Voltas: 1.Prost (1:07:40.622), 2. Senna (a 10.502), 3. Piquet (a 46.500), 4. Patrese (a 47.886) 5. Mansell (a 48.327), 6. De Cesaris (a 1:03.961)

A 32 Voltas para o final a briga da corrida era entre os dois pilotos da Williams pelo 4ºlugar, Mansell estava disposto a tomar o 4ºlugar de Patrese que queria se manter na frente de Mansell que se despedia da Williams após 4 anos no time Inglês, pois ele iria correr na Ferrari na próxima temporada, Piquet se mantinha na frente por que negociava bem as ultrapassagens com os retardatários. Mansell tentava, fazia tentativas, Mas Mansell conseguiu ganhar a posição de Patrese após ele Rodar, por sorte ele continuou na corrida perdendo só a posição de Mansell e voltando em 5º, Agora era o inglês que iria ter a missão de partir para cima de Piquet. Cheever e Warwick tiveram problemas em seu motor e ambos deixaram a corrida, Cheever na volta 51 e Warwick na volta 52.

Prost estava na ponta desde do começo da prova com 10 segundos de vantagem para Senna que tinha grande Vantagem sobre Piquet que agora tinha que segurar a Mansell que vinha a apenas 885 milésimos sobre o Brasileiro, Apesar de Piquet ter o motor e o Talento dele, Mansell poderia levar essa posição do Brasileiro.

A Prova chegava as 20 Voltas finais, tudo poderia acontecer, Mas a corrida sem muitas disputas só havendo a luta de Piquet e de Mansell pelo pódio, A chance de mudança de posições era por quebras ou falhas humanas, fora isso seria surpresa ganhar posição na pista.
Na 57ªVolta Prost estabelece mais uma melhor volta da corrida com 1:21.379 – Média de 167.218 km/h (103.904 mph), Prost colocava 1 volta em Capelli que estava em 7ºlugar deixando somente os 6 primeiros colocados na mesma volta do Líder. Mansell partia para cima de Piquet de forma definitiva para conquistar o pódio, e parecia ter mais carro o Leão do que Piquet com a Lotus, Mas o Brasileiro tinha a vantagem do Motor que acabava por salvar a 3ªposição dele. Classificação após 59 Voltas: 1. Prost (1:21:21.162), 2. Senna (a 13.781), 3.Piquet (a 54.240), 4. Mansell (55.229), 5. Patrese (a 1:08.819), 6. De Cesaris (a 1:15.154).

Prost já estava por colocar 1 volta em cima de De Cesaris com a Sua Rial em 6ºlugar, Já Ghinzani continuava com o seu inferno com a Patética Zakspeed que disputava pau a pau com a Ligier como a pior equipe do ano. Capelli iria para uma parada nos boxes para uma tentativa de tentar recuperar um lugar na zona de pontuação, Mas a parada foi bem ruim com 12.77 e a saída dele dos boxes foi meio lenta, parecia que as chances dele conseguir isso estavam aniquiladas.

Phillipe Alliot foi com muito pote para cima de todo mundo e acabou indo por cima da Zebra danificando seu carro que já não é lá essas coisas dai ele vai isso, e ai, complica de vez. Já para , Nannini uma Rodada terminava a sua corrida por ai mesmo na volta 64. Na mesma volta 64 Stefano Modena tem o mesmo problema de Larrauri e acabou deixando a corrida. Duas voltas depois Mansell acabou por bater no muro e dessa forma deixar a Williams depois de 4 anos de convivência sem um bom resultado que se esperava por lá. O que deixou Piquet garantido em 3º, Patrese em 4º, De Cesaris com um 5ºlugar com a Rial e Thierry Boutsen que apesar de discreto estava conseguindo marcar 1 ponto para a Benetton. Classificação após 67 Voltas: 1. Prost (1:32.18.886), 2. Senna (a 30.468), 3. Piquet (a 54.420), 4. Patrese (a 1:15.152), 5. De Cesaris (a 1 Volta) 6. Boutsen (a 1 Volta).

Com a corrida por terminar Prost já não tinha como perder a corrida, estava na cara que o Francês tinha um melhor desempenho que Senna que já buscava ficar com o segundo lugar, Piquet começava a tirar a diferença que tinha entre ele e Senna, enquanto Patrese em 4º não queria tomar volta e De Cesaris e Boutsen completavam as 6 primeiras posições. Só que Boutsen estava tirando a diferença para De Cesaris e tentaria brigar pelo 5ºlugar na prova que se via vazia de emoção para as voltas finais, com quase tudo já definido.
Para Ghinzani o Martilho acabaria para ele na volta 70 quando a Porcaria da Injeção do seu carro quebraria deixando o italiano na Mão, terminando mais um ano de frustações da Zakspeed e mais um ano sem sucesso de Ghinzani na Formula 1.

Restando 8 voltas para o Final Prost caminhava sossegado para a 7ªVitória do ano enquanto Boutsen estava indo para cima de De Cesaris para lutar pelo 5ºlugar com o piloto Italiano que fazia grande papel na corrida, Boutsen teria tempo para passar o piloto da Rial e assumir o 5ºlugar, Mas isso não seria tão fácil assim como se imaginava pois a Rial tinha um bom carro nas mãos. Classificação após 77 Voltas completadas: 1. Prost (1:46:10.717), 2. Senna (a 32.629), 3. Piquet (a 53.148), 4. Patrese (a 1:16.699), 5. De Cesaris (a 1 Volta), 6. Boutsen (a 1 Volta).

Phillipe Streiff com problemas Elétricos deixaria a prova, Assim como o Martilho do Ghinzani tinha acabado com a sua injeção pedindo jogando a toalha de vez. E Infelizmente a 5 Voltas do final a Rial mais uma vez é derrotada pelo seu maior adversário em 1988, a Falta de um tanque que aguentasse a corrida inteira, Com Pane Seca De Cesaris deixava a corrida após belíssima corrida, Aliás o Italiano fez seu melhor ano ou o segundo melhor ano na Formula 1 em 88. Outros dois pilotos ficaram na pane seca nas voltas finais, foram Phillipe Alliot e Stefan Johansson que ficaram sem combustível antes do Final da corrida. Isso possibilitou a Boutsen subir para o 5ºlugar e para Capelli chegar em 6ºlugar e ainda a Martini conseguir a 7ªposição.

Patrese rodou e deixou Piquet com o pódio (O último da Lotus até o Pódio de Raikkonen e de Grosjean no Barhein em 2012), nem preciso dizer quais os dois primeiros colocados e suas equipes, Os dois Mclarens sendo que Prost de ponta a ponta conquistou sua 7ªVitória na Temporada e a 15ªVitória da Mclaren de 16 corridas em 1988, um Recorde jamais alcançado na história da Formula 1 até hoje, O MP4-4 era um carro que ficava na história do Automobilismo mundial como uma das obras-primas da história.

A Formula 1 se despedia da Era do Motor Turbo onde no ano de 1989 até o final de 2013 foram usados motores aspirados. Os Turbos voltam a Formula 1 após 26 anos de Ausência e Prost que foi o último vencedor com os motores turbo até hoje deve passar o Bastão para o vencedor do GP da Austrália de 2014, Curiosamente no país que sediou a última prova com motores Turbo da Formula 1. Espero que a FIA faça menção a esse momento e lembre relevante mente de alguma forma esse acontecimento.

Resultado Final do GP da Austrália de 1988

Fotos:

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva