Marquez cai e da adeus a sequência de vitórias em Austin, Rins conquista primeira vitória na MotoGP

Se imaginávamos que iriamos contar a mesma história desde de 2013, Com Marquez vencendo no Circuito das Américas. Dessa vez não foi o que aconteceu. O Piloto espanhol vinha na frente, com larga folga para seus adversários, Mas acabou caindo na metade da corrida e a partir dai deu a chance para o piloto da Suzuki, Alex Rins vencesse sua primeira corrida no Mundial de MotoGP.

Na Largada, Marquez chegou a ver ameaçada sua liderança, Rossi e Crutchlow pularam bem, Mas ainda assim deu para a Formiga Atômica permanecer na liderança, Com Rossi, Crutchlow e Miller completando os 4 primeiros lugares. Já Andrea Dovizioso fez uma bela largada, Pulando do 13ºlugar para o 7ºlugar em apenas. Rins e Morbidelli completavam os 6 primeiros colocados.

Enquanto Marquez começava a abrir diferença para Rossi, A Direção de prova puniu Marevick Viñales e Joan Mir por terem queimado a largada. Os dois acabaram comprindo as punições na 6ª (Mir) e 7ª (Viñales).

Enquanto isso, Rossi vinha liderando o grupo, Com Cal Crutchlow, Jack Miller e Alex Rins. Mais atrás, Franco Morbidelli dava muito trabalho para Dovizioso na disputa pelo 6ºlugar. Em 5 Voltas, Marquez abriu 2.3 segundos de Rossi. Começava o passeio do piloto da Honda no Texas.

Na 6ªVolta, Cal Crutchlow acabou caindo e deixando a prova. Rossi ficou mais folgado em 2ºlugar, Miller vinha preocupado mais com os ataques de Alex Rins. A corrida vinha sem muitas novidades.

Até que veio a 9ªVolta, Na entrada da Reta oposta, Rins ganhou o 3ºlugar de Jack Miller. Porém, na curva seguinte, Marquez foi ao chão na curva 12, Tentou voltar, mas não conseguiu. Após 6 anos seguidos de vitória no Texas, Dessa vez Marquez volta aos boxes antes do final da prova e sem a taça de vencedor.

Rossi assumiu a liderança, Era a chance do Veterano vencer pela primeira vez, O piloto da Yamaha não vencia desde do GP da Holanda de 2017. Porém, Rins vinha em 2ºlugar e Miller em 3º com sua Ducati Pramac vinham perto do líder.

O dia não foi mesmo da Repsol e nem da Honda, Jorge Lorenzo que vinha em uma corrida apagada, Acabou deixando a prova com problemas mecânicos em sua moto.

Rossi e Rins começaram a se distanciar de Jack Miller, que sentiu o desgaste da sua moto ficando muito para trás. Dovizioso vinha longe em 4º, Conseguindo superar Franco Morbidelli.

O piloto da Suzuki foi para cima de Rossi e começou a travar um duelo com o piloto da Yamaha pela vitória. Era Rossi com suas 114 vitórias na Carreira contra o espanhol que buscava a primeira vitória na principal Categoria.

Rossi resistiu como pode, Mas não evitou a ultrapassagem de Rins a 4 voltas do final, Rossi não desistiu e tentou no final da reta oposta o troco. Conseguiu passar, Mas perdeu a Trajetória da Curva e permitiu que Rins desse o X e voltasse a liderança.

Nas voltas finais, Rossi tentou tirar recuperar a ponta e tirar a Vitória das mãos de Rins, Mas não teve sucesso. O piloto da Suzuki que fez uma bela temporada em 2018 e começou bem a temporada desse ano finalmente cruzou a linha de chegada na liderança e conquistou a sua primeira vitória na  MotoGP. A Suzuki por sua vez, quebra um jejum de quase 3 anos, A Marca não vencia desde do GP da Inglaterra de 2016 com Marevick Viñales.

Valentino Rossi acabou ficando em 2ºlugar, Subindo pela segunda vez no pódio e passando a vice-liderança do Mundial. Porém, acabou ficando frustrado por não ter conseguido ganhar a corrida. O pódio foi completado pelo Australiano Jack Miller, Que chegou 1 segundo a frente de Andrea Dovizioso, O piloto da equipe oficial da Ducati fez uma corrida apenas regular, Com uma boa prova de recuperação, mas com os resultados, vai sair dos Estados Unidos na liderança do Mundial. Com 54 pontos.

Franco Morbidelli conquistou o melhor resultado da Carreira, ficando em 5ºlugar com sua Yamaha Petronas. Pela 3ªVez na temporada Danilo Petrucci terminou a prova em 6ºlugar, Mesma posição que ocupa no campeonato.

Fabio Quartararo ficou em 7ºlugar, Um belo começo de ano da equipe Petronas e dos dois pilotos da equipe. Pol Espargaró ficou em 8ºlugar, Com uma bela classificação e uma boa corrida do piloto Espanhol da KTM. Francesco Bagnaia teve um domingo melhor, Se manteve em pé e terminou a corrida em 9ºlugar e completando os 10 primeiros colocados, O Japonês Takaaki Nakagami. O Japonês foi o único piloto da Honda que conseguiu ver a linha de chegada.

Marevick Viñales teve um outro dia para esquecer, Não sabemos como seria seu desempenho se não tivesse queimado a largada, Mas infelizmente a punição acabou comprometendo seu resultado. Ficando em 11ºlugar, Ele esta a 40 pontos do líder em 12ºlugar no Campeonato.

Andrea Iannone com a Aprilla, Johann Zarco com a KTM, Miguel Oliveira da Tech 3 e Tito Rabat da Avintia completaram a zona de pontuação. Joan Mir ficou apenas em 17ºlugar, pelo menos comemorou a vitória de Rins.

A MotoGP vai para a Europa, Daqui a 3 semanas teremos a primeira corrida no velho continente, com a etapa de Jerez de la Fronteira. Até lá, O Campeonato tem Dovizioso, Rossi, Rins e Marquez nas 4 primeiras posições separados por 9 pontos e 4 marcas diferentes disputando a ponta em 3 corridas. A Moto GP sem dúvida atinge hoje um grau de competitividade muito elevado nas competições do Esporte a Motor.

Fotos:

Resultado do Mundial de Motovelocidade – GP dos Estados Unidos

posPilotoEquipeMotoTempo
142Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki41’45.499
246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 0.462
343Jack MillerPramac RacingDucatia 8.454
44Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucatia 9.420
521Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 18.021
69Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucatia 21.476
720Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 26.111
844Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 29.743
963Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 30.608
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 31.011
1112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 34.077
1229Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 34.779
135Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 42.458
1488Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 44.272
1553Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 44.623
1617Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 44.740
1736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 48.063
1855Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’07.683
NC99Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 10 Voltas
NC93Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 12 Voltas
NC35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 15 Voltas
NC41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez conquista a 7ªPole seguida em Austin

Desde de 2013, Marc Marquez tem em Austin um território anexo a sua casa. Se quiserem correr de Moto no Texas, é Certo que a Formiga Atômica vai largar na primeira posição e que ele vai liderar a corrida inteira e vencer. Amanhã, se nada sair da normalidade, veremos Marquez subir no pódio pela 7ªvez seguida no Topo mais alto do Pódio no Circuito das Américas.

No Q1, Os dois pilotos oficiais da Ducati e Jorge Lorenzo eram os favoritos ao Q2, De forma impressionante. Pilotos com equipamentos mais fracos classificaram para a fase final da classificação. O 3ºTreino livre não aconteceu. Oliveira se destacou no começo chegando a ficar na liderança com a KTM da equipe Tech 3. Porém Lorenzo vinha muito bem e pegou a primeira posição com uma briga entre o próprio Oliveira, Aleix Espargaró e Danilo Petrucci pelo segundo lugar.

Dovizioso foi para a pista na metade final da repescagem, Em sua 3ªVolta o vice-líder do campeonato marcou uma grande volta e parecia que o piloto da Ducati garantiu uma das vagas. Porém não foi isso que aconteceu, Na reta final do Q1, Jorge Lorenzo acabou fazendo a melhor marca com 2’05.855. Dovizioso acabou sendo eliminado pelo seu companheiro de equipe. Danilo Petrucci acabou em sua última volta marcou 16 milésimos mais rápido que seu companheiro de equipe.

Dovizioso acabou fracassando em melhorar sua última volta e vai largar em 13ºlugar. Joan Mir ficou em 14ºlugar e Takaaki Nakagami que passou para o Q2 nas duas etapas anteriores larga em 15ºlugar.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda2’05.855
29Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati2’05.891
34Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucati2’05.907
436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki2’06.147
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda2’06.324
641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.464
729Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.527
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM2’06.543
95Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM2’06.824
1017Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati2’07.129
1155Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM2’07.308
1253Tito RabatReale Avintia RacingDucati2’07.417

Marquez puxou Lorenzo na sua primeira volta. A tática funcionou, A Formiga atômica assumiu a liderança com o Gladiador do Asfalto em 2º. Porém. A moto de Lorenzo acabou falhando na reta. Ele teve de deixar a embarcação no muro e ir para os boxes a pé pegar sua moto reserva. Nesse meio tempo, Lorenzo foi escalado por Valentino Rossi, Jack Miller, Marevick Viñales entre outros. Ao final da primeira parte da classificação Lorenzo vinha apenas em 10ºlugar, A frente apenas de Pol Espargaró e de Francesco Bagnaia a 5 minutos do final do Q2.

Quando os pilotos voltaram a pista para a reta final da classificação, O Duelo que era esperado era entre Marquez e Rossi. Esse Confronto aconteceu na primeira volta da parte final. Marquez e Rossi fizeram a primeira parcial vermelha. Parecia que o duelo iria até o final com os dois rivais bem juntos no final, mas o piloto da Honda acabou fazendo uma segunda parcial ruim e desistiu da volta, Rossi tinha a chance da pole, Mas acabou perdendo tempo no 3ºSetor e marcando um bom tempo, em 2ºlugar.

Outros pilotos melhoraram na reta final da classificação. Como Cal Crutchlow buscando o 3ºlugar, Jack Miller com sua Pramac Ducati em 4º e a surpreendente 5ªposição de Pol Espargaró.

Mas a pole position ficou mesmo com Marc Marquez, sua 7ªpole em 7 corridas em Austin. A Formiga Atômica vai em busca da 7ªVitória no circuito norte-americano. Valentino Rossi vai largar em segundo lugar com sua Yamaha, O piloto de 40 anos de idade é o mais próximo perseguidor do Espanhol já que Andrea Dovizioso vai largar apenas em 13ºlugar.

Cal Crutchlow completa a primeira fila com sua moto da LCR Honda, Abrindo a segunda fila largam o Rapidíssimo e arrojado Jack Miller da Pramac, Seguido de Pol Espargaró emocionado após uma brilhante volta com sua KTM. O 5ºlugar de hoje é o seu melhor grid da carreira na MotoGP. Completa a segunda fila O Espanhol Marevick Viñales com a outra Yamaha Monster Energy.

Alex Rins chegou a ficar em 3ºlugar, Mas acabou perdendo terreno e larga apenas em 7ºlugar. A Mesma coisa aconteceu com o Danilo Petrucci que larga logo a seguir em 8ºlugar. Fabio Quartararo ficou na frente de Franco Morbidelli na disputa particular da Petronas Yamaha e completa a 3ªFila.

Franco Morbidelli fica em 10ºlugar e abre a Quarta fila. Jorge Lorenzo ficou em 11ºlugar e só terminou na frente de Francesco Bagnaia, que caiu 2 vezes no Q2. Prejuízo para a Pramac com essas quedas. Amanhã a 3ªEtapa do Mundial de MotoGP será iniciada as 4 da tarde, Horário de Brasília.

Grid de Largada do GP dos Estados Unidos
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

posPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda2’03.787
246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha2’04.060
335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda2’04.147
443Jack MillerPramac RacingDucati2’04.416
544Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM2’04.472
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha2’04.489
742Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki2’04.534
89Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati2’04.696
920Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha2’04.941
1021Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha2’05.278
1199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda2’05.383
1263Francesco BagnaiaPramac RacingDucati2’05.887
134Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucati2’05.907
1436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki2’06.147
1530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda2’06.324
1641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.464
1729Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.527
1888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM2’06.543
195Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM2’06.824
2017Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati2’07.129
2155Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM2’07.308
2253Tito RabatReale Avintia RacingDucati2’07.417

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Formula Indy – Colton Herta conquista vitória em Austin

Q1

Grupo 1

A se perceber é que os tempos da Formula 1 são mais de 10 segundos mais rápido do que os carros da Indy. Mesmo que os carros da Indy tenham melhorado em relação a outros anos. No 1º Grupo os pilotos da Ganassi eram os favoritos a 2 das 6 vagas para o Q2.  Rosenquist e Dixon assumiram os 2 primeiros lugares na primeira parte. Herta, Hunter-Reay, Hinchcliffe e Bourdais estavam classificados jugos dos pilotos da Ganassi.

Em suas ultimas tentativas, O’Ward, Chilton e outros pilotos que estavam atrás queriam a vaga do Bourdais. No final da classificação, Jack Harvey roda e vai para a Brita. Final da classificação e a Dupla da Ganassi acabou com os 2 primeiros lugares. Dixon ficou na primeira posição com Felix Rosenquist em 2ºlugar. Os outros classificados foram: Ryan Hunter-Reay da Andretti, Santino Ferrucci da Dale Coyne, Colton Herta da Harding e Patrício O’Ward da Carlin. Jack Harvey por ter provocado a bandeira vermelha perdeu a sua última volta e acabou em último lugar do Grupo.

Classificação do Grupo 1

posPilotoEquipeMotorTempo
1Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:46.208
2Felix RosenquistChip Ganassi RacingHonda1:46.274
3Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:46.589
4Santino FerrucciDale CoyneHonda1:46.613
5Colton HertaHarding RacingHonda1:46.756
6Patrício O’WardCarlinChevrolet1:46.825
7Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.825
8James HinchcliffeSchmidt PetersonHonda1:46.867
9Sebastien BourdaisDale CoyneHonda1:47.070
10Spencer PigotCarpenterChevrolet1:48.489
11Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet1:48.634
12Jack HarveyHeyer Shank RacingHonda1:49.179

Grupo 2

Os Carros da Indy não conseguem passar das 180 milhas por Hora, No Grupo 2 o favoritismo era dos 3 carros da Penske e de Alexander Rossi da Andretti, Para os outros 8 pilotos seria uma dura batalha para conquistas as 2 últimas vagas do Q2.

Na primeira volta a liderança é de Alexander Rossi da Andretti, Com Will Power em 2º, Graham Rahal em 3º, Josef Newgarden em 4º, Matheus Leist em uma bela volta estava classificando a A.J.Foyt em 5ºlugar e Marcus Ericsson da Schmidt era o 6º. Simon Pagenaud deixava a desejar com o 8ºtempo na sua primeira tentativa. Os pilotos lá de trás fizeram uma segunda tentativa e conseguiram melhorar seus tempos. Sato subiu para o terceiro lugar, Veach subiu para o 5º. E tiraram Ericsson e Leist da zona de classificação. Ericsson, Jones, Andretti, Leist, Pagenaud em um lamentável 11ºlugar e Kannan em último estavam eliminados a 5 minutos do final.

Nos últimos minutos do Q1, Todo mundo na pista foi para a pista melhorar suas marcas. Power passou para a liderança, Tomando o lugar de Rossi. Quem também melhorou foi Zach Veach e Matheus Leist que subiram para o 3º e 4ºlugar. Tony Kannan melhorou para o 6ºtempo. Porém, acabou rodando no mesmo ponto que Harvey rodou no final do Q1.

A Bandeira vermelha acabou com o Q2 e Power acabou sendo o mais rápido. Com toda essa confusão, Josef Newgarden ficou em 7º e por tempo acabou ficando de fora do Q2 por que não conseguiu concluir sua volta final. Os outros 5 classificados foram Rahal, Veach, Leist, Rossi e Kannan. Porém, Por ter provocado a bandeira vermelha o veterano de 44 anos de idade perdeu a vaga no Q2 e Newgarden acabou ficando com a última vaga.

Classificação do Grupo 2

posPilotoEquipeMotorTempo
1Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:46.266
2Will PowerTeam PenskeChevrolet1:46.436
3Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.518
4Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.523
5Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:47.431
6Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:47.469
7Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:47.711
8Marcus EricssonSchmidt PetersonHonda1:48.426
9Ed JonesCarpenterChevrolet1:48.452
10Marco AndrettiAndretti HertaHonda1:48.652
11Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:48.903
12Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:50.074

Q2:

Na primeira parte da segunda fase da classificação, Hunter-Reay faz o melhor tempo, Mas não muito longe vinha Feliz Rosenquist com seu carro da Ganassi. Colton Herta da Harding, Alexander Rossi da Andretti vinham em 3º e 4ºlugares colocando Dixon e Power com as últimas vagas no Q3. Matheus Leist vinha levando a fraquíssima Foyt em 7ºlugar, a 3 centésimos de Power. Newgarden em 8º estava fora, O’Ward, Veach, Rahal e Ferrucci.

Mas eis que o piloto da Dale Coyne aprontou de fazer a melhor volta, Com 1:47.395 ele era o ponteiro do treino e tirou Scott Dixon dos 6 Primeiros. Todo Mundo foi para a pista a fim de buscar a classificação a fase final.

A partir dai deu-se para perceber eu não tinha ninguém garantido para o Q3. Então tudo muito foi para tentar sua última tentativa. (Com exceção de Leist e de Ferrucci que tinham ido para os boxes)

Foram uma série de Mudanças na parte final, Mesmo depois do tempo ter zerado. No último momento da classificação Dixon e Newgarden brigavam pela última vaga no Q3. O piloto da Penske chegou a subir para o 6ºlugar, Mas o campeão de 2018 acabou recuperando a posição e se classificando para o Q3. Felix Rosenquist acabou com o melhor tempo do Q2, Seguido de Alexander Rossi da Andretti, Colton Herta com a Harding, Hunter-Reay da Andretti e Power da Penske. E juntando ao Dixon iriam disputar a pole position.

Newgarden com a Penske e Partício O’Ward formam a 4ªFila, Veach e Rahal formam a 5ªFila e Ferrucci e Leist formam a 6ªFila, completando os 12 primeiros lugares.

Classificação do Q2:

posPilotoEquipeMotorTempo
1Felix RosenquistChip Ganassi RacingHonda1:45.454
2Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:45.926
3Colton HertaHarding RacingHonda1:45.966
4Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:46.005
5Will PowerTeam PenskeChevrolet1:46.022
6Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:46.307
7Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:46.343
8Patrício O’WardCarlinChevrolet1:46.380
9Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.542
10Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.967
11Santino FerrucciDale CoyneHonda1:47.395
12Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:48.063

Na Parte final da classificação, Eram só 8 minutos para talvez duas tentativas de classificação. Power marcou o melhor tempo na primeira parte, Com Hunter-Reay em 2º e Rosenquist em 3º, O piloto Suéco da Chip Ganassi fez uma segunda tentativa de volta a 3 minutos do final, Mas não era o único a tentar melhorar seu tempo, Colton Herta vinha com tempo para passar a liderança e foi o que ele Fez, Marcando 1:46.359 e marcando a pole a 1 minuto e meio do final.

Dixon e Rossi foram os 2 últimos a fazerem tempo, O Tempo do vice-campeão da temporada passar deu a liderança. Com 1:46.176 Rossi só foi superado no final por Will Power, O piloto da Penske fez 1:46.017 e conquistou a 56ªpole position da Carreira e 100 mil dólares de premiação.

Rossi larga em 2º. Na segunda fila largam Colton Herta da Harding e Ryan Hunter-Reay da Andretti. A Terceira fila é formada pelos pilotos da Ganassi, Com o Sueco Rosenquist superando a Dixon e largando em 5ºlugar.

Grid de largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
1Will PowerTeam PenskeChevrolet1:46.017
2Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:46.176
3Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:46.322
4Colton HertaHarding RacingHonda1:46.359
5Felix RosenquistChip Ganassi RacingHonda1:46.568
6Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:46.937
7Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:46.343
8Patrício O’WardCarlinChevrolet1:46.380
9Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.542
10Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.967
11Santino FerrucciDale CoyneHonda1:47.395
12Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:48.063
13Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.825
14Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:47.711
15James HinchcliffeSchmidt PetersonHonda1:46.867
16Marcus EricssonSchmidt PetersonHonda1:48.426
17Sebastien BourdaisDale CoyneHonda1:47.070
18Ed JonesCarpenterChevrolet1:48.452
19Spencer PigotCarpenterChevrolet1:48.489
20Marco AndrettiAndretti HertaHonda1:48.652
21Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet1:48.634
22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:48.903
23Jack HarveyHeyer Shank RacingHonda1:49.179
24Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:50.074

Corrida no Domingo

Na Largada, Will Power manteve a liderança com Rossi e Colton Herta a seguir. Nas primeiras curvas do Circuito, Zak Veach rodou e conseguiu evitar terminar sua corrida em uma caixa de brita. Hunter-Reay vinha em 4º, Dixon, O’Ward e Newgarden ganharam posições de Rosenquist na largada. Ferrucci e Rahal completavam os 10 primeiros lugares.

Rossi foi para o ataque para cima de Power já na segunda volta, O piloto da Penske segurou a liderança. Diga-se de passagem que a medida de liberar os pilotos de irem além da conta do traçado do circuito, Isso ajudou muito nas disputas por posição em todos os blocos da prova. Também conta que o carro da Indy não é carro que funcione tão bem aerodinamicamente como um carro da Formula 1.

Power abria uma pequena vantagem sobre Rossi e Herta na liderança. Os 3 primeiros vinham separados por apenas 1.7 segundos. Marcus Ericsson foi o primeiro piloto a fazer sua primeira parada na 7ªVolta. Na volta seguinte parou o companheiro de equipe Schmidt James Hinchcliffe. Simon Pagenaud que vinha em um final de semana bem ruim fez a parada antecipada.

Estreando na Indy em 2019, Patrício O’Ward vinha em 6ºlugar com o carro da Carlin, atrás de Dixon e segurando Newgarden e Rosenquist. Borudais e Andretti pararam na volta 9, Se consideramos que o normal dessa corrida é fazer 20 voltas por Sprint de corrida. Os pilotos que estavam parando nas primeiras voltas certamente iriam para 3 paradas. No meio da 9ªVolta, Bourdais e Pigot vinham em uma bela briga por posição, Se aproveitando de Zach Veach o piloto da Carpenter superou o Francês para ganhar posição.

Josef Newgarden parou nos boxes na 10ªvolta. Na volta 11, Pato O’Ward e Felix Rosenquist fizeram sua primeira parada. Power abria 2.264 segundos a frente de Rossi que abriu quase 1.4 segundos sobre o terceiro lugar Colton Herta. Hunter-Reay já vinha mais longe em 4ºlugar (8.524 segundos atrás) Além dos 4 primeiros não pararam nos boxes Scott Dixon em 5º, Graham Rahal em 6º, Matheus Leist em 7º e Kyle Kaiser da juncos em 9º. Do 8º que era o Felix Rosenquist em diante (Com exceção do Kyle Kaiser) já tinham todos feito a primeira parada.

Na volta 12, foi para a primeira parada Ryan Hunter-Reay. Na Volta seguinte parou o 3ºcolocado Colton Herta. Muito provavelmente todos iriam para 3 paradas nos boxes, Matheus Leist também foi para a parada nessa volta. Lá na frente, Graham Rahal passou Scott Dixon e ganhou o 3ºlugar provisório.

O líder Will Power, Alexander Rossi e Scott Dixon pararam na 14ªVolta. Acabou nessas paradas o piloto da Harding ganhando a posição sobre Rossi. Graham Rahal passou a liderança e parou na 15ªVolta ( quem lidera uma volta na prova ganha um ponto) Com as paradas feitas a liderança voltou para as mãos de Will Power. O piloto australiano vinha 1.9 segundos a frente de Herta, Em 3º vinha Alexander Rossi (3.0), Em 4º vinha o líder do campeonato Josef Newgarden que subiu do 7ª para o 4ªlugar. Hunter-Reay caiu do 4º para o 5ºlugar, Felix Rosequist vinha em 6º, Marcus Ericsson deu um belo pulo para o 7ºlugar e a frente de James Hinchcliffe, Ferrucci, Rahal e O’Ward disputaram o 9ºlugar. Dixon caiu para o 12ºlugar.

Grande disputa entre Rahal e o Mexicano O’Ward que acabou no final da 15ªVolta suplantando ao piloto da Rahal e levando o 10ºlugar. Rahal teve de segurar com muita garra a posição em cima de Spencer Pigot.

Com 19 voltas, Os 3 primeiros colocados abriram uma vantagem grande sobre o restante do pelotão. A prova estava desenhada para um dos 3 pilotos vencer a prova. Newgarden em 4ºvinha, com 8.5 segundos atrás e com o piloto da Andretti Ryan Hunter-Reay cada vez mais e mais se aproximando do vencedor do GP de St.Petersburg. Enquanto isso Patrício O’Ward passava a Felix Rosenquist e ganhava o 8ºlugar. Rendia muito bem o piloto da Carlin que dava um passeio em Max Chilton, 18ºlugar até aquele momento. (21ªVolta)

Rossi continuava pressionando Colton Herta, E na reta oposta na volta 22 o piloto da Andretti consegue a ultrapassagem recuperando o 2ºlugar. Rosenquist é o primeiro a fazer a parada na 23ªvolta. (Poderia ter que fazer 4 paradas nos boxes) Ericsson que vinha bem colocado entre os 10 primeiros parou na volta seguinte. Agora começou para os pilotos que fizeram a parada no começo da prova. Lá atrás Ferrucci e Rahal lideravam o grupo intermediário, disputando o 7ºlugar. Incluindo Dixon, Bourdais, Leist, Jones logo atrás. Hinchcliffe para na volta 25.

Rossi em 2º estava a apenas 1 segundo atrás de Power e partia para a briga pela liderança. Melhor disso era que o piloto da Andretti abria 3.3 segundos sobre Colton Herta, O piloto da Harding perdeu rendimento nas últimas voltas.

Ferrucci em situação difícil acabou indo aos boxes na 27ªvolta. Ele já tinha perdido posições para Rahal e Dixon. Rahal e Bourdais pararam nessa mesma volta. Colton Herta e Scott Dixon pararam na 28ªvolta. Graham Rahal tentou se aproveitar dos pneus frios do Neozelandês que conseguiu manter a posição, Mas só  até chegar a reta quando ele foi engolido pelo piloto da Rahal Letterman.

Power e Rossi foram para os boxes na 29ªVolta e mantiveram as 2 primeiras posições. Colton Herta e Newgarden completavam os 4 primeiros colocados. Patrício O’Ward superou James Hinchcliffe e assumiu o 7ºlugar, Antes deles vinham Ericsson e Hunter-Reay em 5º e 6ºlugares respectivamente. Completando os 10 primeiros colocados Felix Rosenquist e Graham Rahal. Dixon vinha em 11ºlugar e Spencer Pigot precisou levar Ferrucci para fora da pista para ficar com o 12ºlugar.

Os três primeiros voltaram a ficar bem juntos. Rossi voltar a tentar tomar a liderança pressionando Power. Colton Herta vinha 2.1 segundos do líder e 1 segundo de diferença para Rossi da Andretti Autosport. Newgarden já vinha 12 segundos atrás. É uma outra categoria. Isso com 34 Voltas completadas. Hunter-Reay, Ericsson, O’Ward e Dixon completavam os 8 primeiros. Felix Rosenquist acabou rodando e perdeu 3 posições, Caindo  para o 12ºlugar.

Scott Dixon ultrapassou Marcus Ericsson e ganhou o 6ºlugar na volta 37, Ele tinha que tirar 5 segundos e meio para subtrair 5.5 segundos para disputar posição com Ryan Hunter-Reay. Rahal começou a pressionar O’Ward querendo o 8ºlugar do Mexicano que vinha em sua 2ªcorrida da sua carreira na Indycar. Usando o Vácuo do carro da Carlin, O filho de Bobby Rahal superou O’Ward e assumiu o 8ºlugar.

A Corrida chega ao terço final com Power e Rossi disputando vitória, Com Colton Herta a 5.7 segundos do líder já não veria possibilidades de vitória. Ainda teria uma parada para todos os pilotos Fazerem nesse final da prova. Newgarden vinha em 4º, Seguidos de Hunter-Reay e de Dixon nas 6 primeiras posições. Marco Andretti fez uma bela ultrapassagem em Bourdais e ganhou o 15ºlugar, Exatamente atrás do piloto Brasileiro Matheus Leist.

O’Ward e Rosenquist pararam para a última troca de pneus e reabastecimento na volta 42. Certamente quem parasse a partir daquele momento iria até o final da prova. Na volta 43, Marcos Ericsson ao Sair dos Boxes acabou tocando em Spencer Pigot que perdeu o lugar da sua parada. Culpa nesse caso foi de quem mandou o Ericsson sair dos boxes e não do piloto.

Power e Rossi estavam isolados na liderança, Com 13 segundos a frente de Colton Herta, que definitivamente perdeu rendimento. A 17 voltas do final, Colton Herta foi para a sua parada. Newgarden, Hunter-Reay e Rahal também foram fazer a suas paradas. Quase que ao mesmo tempo, O Sueco Felix Rosenquist foi tocado pelo Canadense James Hinchcliffe e acabou batendo de forma violenta na parte final do Circuito. Bandeira amarela em todo o circuito, Os líderes Will Power, Alexander Rossi e Scott Dixon não tinham parado nos boxes perderam toda a vantagem que tinham.

Com as paradas dos 3 primeiros colocados a liderança cairia nas mãos de Colton Herta com Josef Newgarden assumindo o segundo lugar. Na Volta 45 os três primeiros colocados pararam, Will Power saiu dos boxes e acabou quebrando o Semieixo e deixando a corrida. Uma tremenda falta de sorte para o piloto da Penske.

A Classificação depois dessas paradas a liderança era essa: Herta – Newgarden – Hunter-Reay – Rahal – Ericsson – O’Ward – Bourdais – Andretti – Jones – Sato. Rossi caiu para o 14ºlugar, Com Dixon e Pagenaud atrás.

Relargada na volta 51, O jovem piloto norte-americano pulou bem e manteve a liderança. Rahal foi para cima de Hunter-Reay e os dois dividiram curvas, O piloto da Andretti levou a melhor e ficou com a posição. Na Reta Oposta, O francês Sebastien Bourdais passou o Mexicano Patrício O’Ward e conquistou a 5ªposição.

Zach Veach foi com tudo para cima de Scott Dixon, Porem ele acabou tocando o bico dianteiro no carro do Scott Dixon, Ele ficou com a asa dianteira danificada e essa asa ficou encostando em seu pneu. Um final de semana para esquecer para Zeach.

Hunter-Reay tenta um ataque para cima de Newgarden que já vinha a 2.6 segundos atrás de Colton Herta, A 7 Voltas do final ele encaminhava a Harding Racing para a primeira vitória da História da Equipe. No pelotão do Tiroteio, Dixon e Rossi sofriam muito, Alexander Rossi vinha se recuperando ultrapassando a Ed Jones assumindo a 10ªposição. Por outro lado, Ed Jones perdeu posição para Pigot, Kannan e Dixon.

Colton Herta, Com um pouco menos de 19 anos levou a Harding Racing para a Vitória. Colton vence pela primeira vez em sua carreira na sua 3ªCorrida da sua carreira. E uma vitória para essa equipe, Que se imaginava que fosse uma equipe não tinha compromisso de ser uma equipe Séria acabou com muito trabalho conquistando sua primeira vitória.

Josef Newgarden conseguiu um belíssimo 2ºlugar e manteve a liderança do campeonato, O pódio foi completado por Ryan Hunter-Reay. Os três norte americanos fizeram a festa em Austin. Graham Rahal conquistou o 4ºlugar em uma corrida de Muita Garra para a Rahal Lettermann. O Francês Sebastien Bourdais ficou com o 5ºlugar após uma boa corrida. Marco Andretti se beneficiou da bandeira amarela, Mas também fez por merecer o 6ºlugar após passar nas voltas finais o Mexicano Patrício O’Ward.

Os pilotos que completaram os 10 primeiros lugares foram: Takuma Sato, Patrício O’Ward, Alexander Rossi e Jack Harvey. O Piloto da Andretti fez um grande final de corrida, Rossi depois de ser prejudicado por causa da Bandeira Amarela acabou se recuperando bem. Do 15ºlugar na 51ªVolta para chegar ao 9ºlugar. Já Scott Dixon acabou não se dando bem, O Neozelandês ficou em 13ºlugar, se quer passou o fraquíssimo Tony Kannan, com seu fraquíssimo carro da Foyt.

Próxima prova da Formula Indy vai acontecer no dia 7 de Abril no Circuito do Alabama no Barber Motorsports Park.

Fotos:

Resultado Final do GP de Austin – Texas

posPilotoEquipeMotorTempo
1Colton HertaHarding RacingHonda2:00:02.058
2Josef NewgardenTeam PenskeChevroleta 2.718
3Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHondaa 3.231
4Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 8.061
5Sebastien BourdaisDale CoyneHondaa 15.402
6Marco AndrettiAndretti HertaHondaa 19.849
7Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 22.147
8Patrício O’WardCarlinChevroleta 23.263
9Alexander RossiAndretti AutosportHondaa 23.528
10Jack HarveyHeyer Shank RacingHondaa 23.953
11Spencer PigotCarpenterChevroleta 24.384
12Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevroleta 27.057
13Scott DixonChip Ganassi RacingHondaa 31.068
14Ed JonesCarpenterChevroleta 35.660
15Marcus EricssonSchmidt PetersonHondaa 36.231
16James HinchcliffeSchmidt PetersonHondaa 36.770
17Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevroleta 39.262
18Kyle KaiserJuncos RacingChevroleta 46.236
19Simon PagenaudTeam PenskeChevroleta 55.038
20Santino FerrucciDale CoyneHondaa 1:53.688
21Max ChiltonCarlinChevroleta 1 volta
22Zach VeachAndretti AutosportHondaa 2 voltas
23Felix RosenquistChip Ganassi RacingHondaa 5 voltas
24Will PowerTeam PenskeChevroleta 14 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Preview do GP de Austin da Formula Indy

A etapa do Domingo na Formula Indy vai ser uma boa chance para comparar os carros da Formula 1 com os carros da Formula Indy. Se o traçado for exatamente igual podemos ter essa comparação.

De uma coisa é Certa. O Carro de Formula 1 é mais rápido do que o carro da Formula Indy. Essa não é a pergunta, Mas a pergunta realmente a ser feita é quanto o carro da Dallara é mais lento do que o carro da Mercedes de 2018.

A Prova da Indy terá 4 voltas a mais que a Formula 1. Serão 60 voltas contra 56. A IndyCar Classic vai ser realizada no Domingo, Com 24 pilotos no grid disputando 50 pontos e a glória de ganhar a primeira corrida da Indy no Circuito das Américas. Josef Newgarden saiu na frente ao vencer o GP de St.Petersburg. Com Scott Dixon em 2º, Will Power em 3º e Felix Rosenquist em 4ºlugar. O Pilotos da Chip Ganassi e Penske são os grandes favoritos a vitória. Porém não está descartado que algum piloto Andretti ou Schmidt possa levar a corrida.

Horários da Programação em Austin:

.Horário (Brasil)Horário Local
1ºTreino Livre13:1511:15
2ºTreino Livre17:0515:05
3ºTreino Livre13:0011:00
Classificação17:00 até as 18:1515:00 até as 16:15
Corrida15:3013:30

Lista de Pilotos:

númeroPilotoEquipeMotorPaís
2Josef NewgardenTeam PenskeChevroletEstados Unidos
4Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevroletBrasil
5James HinchcliffeSchmidt PetersonHondaCanadá
7Marcus EricssonSchmidt PetersonHondaSuécia
9Scott DixonChip GanassiHondaNova Zelândia
10Felix RosenqvistChip GanassiHondaSuécia
12Will PowerTeam PenskeChevroletAustrália
14Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevroletBrasil
15Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHondaEstados Unidos
18Sebastien BourdaisDale CoyneHondaFrança
19Santino FerrucciDale CoyneHondaEstados Unidos
20Ed JonesEd Carpenter RacingHondaEAU
21Spencer PigotEd Carpenter RacingChevroletEstados Unidos
22Simon PagenaudTeam PenskeChevroletFrança
26Zach VeachAndretti AutosportHondaEstados Unidos
27Alexander RossiAndretti AutosportHondaEstados Unidos
28Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHondaEstados Unidos
30Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHondaJapão
31Patricio O’WardCarlinChevroletMéxico
32Kyle KaiserJuncos RacingChevroletEstados Unidos
59Max ChiltonCarlinChevroletInglaterra
60Jack HarveyMeyer Shank Racing – SPMHondaInglaterra
88Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHondaEstados Unidos
98Marco AndrettiAndretti HertaHondaEstados Unidos

Previsão do Tempo:

Sexta

Sábado

Domingo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar /Mercedes

Depois de 113 corridas, Raikkonen conquista vitória e Vettel consegue adiar a decisão para o México

Um longo jejum de mais de 5 anos entre o GP da Austrália de 2013 até o dia de hoje. Foi o que durou o jejum de vitórias de Kimi Raikkonen na Formula 1. Em uma atuação brilhante, O finlandês venceu pela 21ªvez, Se tornando o piloto do seu país com o maior número de vitórias. Os resultados de Lewis Hamilton que ficou em 3ºlugar e Sebastian Vettel em 4ºlugar fazem a definição do campeonato fossem adiado para o GP do México, No próximo domingo.

Para o Homem de Gelo, O Domingo começou a dar tudo certo na Largada aonde ele tracionou melhor que Hamilton e assumiu a liderança no final da reta. Bottas, Ricciardo e Vettel manteram suas posições, Com Hulkenberg e Sainz jr. levando a Renault ao 6º e 7ºlugares. Nas primeiras curvas, Lance Stroll se chocou com Fernando Alonso. Isso fez com que o Canadense ir aos boxes para reparar seu carro e o piloto Espanhol abandona a corrida.

Ainda na primeira volta, Vettel foi para cima de Ricciardo e acabou passando no meio da reta, O Australiano não desistiu da posição, Chegou a voltar ao 4ºlugar e dai, em uma das curvas da parte mais lenta do circuito o Alemão se precipita, toca no piloto da Red Bull e roda, Caindo para o 15ºlugar. Parecia que o campeonato tinha ido para o brejo de forma definitiva. Grosjean também foi para os boxes, Após fazer Charles Leclerc rodar no final da reta oposta.

Impressionante era as primeiras 2 voltas do Verstappen. Que largou do 18ºlugar para o 9ºlugar. 3 Voltas depois,O piloto Holandês passou os dois pilotos da Force India, Subindo para o 7ºlugar. Vettel estava mais atrás, recuperando posições lá atrás.

Na 7ªvolta, Verstappen passou os pilotos da Renault (Hulkenberg e Sainz jr.) e assumiu a 5ªposição e Vettel passou Ocon ganhando o 8ºlugar, Uma recuperação rápida do piloto da Ferrari.

Lá na frente, Raikkonen abre 2 segundos de frente para Hamilton, que estava acompanhando o finlandês. Na 9ªvolta, Daniel Ricciardo abandona a prova , Isso provocou o acionamento do Safety Car virtual a partir da 11ªvolta. Isso fez com que Sirotkin, Vandoorne e Gasly ir para os boxes. Lewis Hamilton aproveitou para ir aos boxes na entrada da 12ªVolta,Tática que Raikkonen não fez e nenhum dos pilotos que estava na frente. Logo depois da Parada de Hamilton, O Safety Car saiu da pista. A corrida recomeça e Vettel na reta oposta passou fácil a Nico Hulkenberg, Passando para o 5ºlugar.

Hamilton voltou a pista e estava bem rápido na pista, Na volta 14 Bottas não deu a menor resistência para o seu companheiro de equipe partir para cima de Raikkonen. Em poucas voltas a vantagem de  6.7 segundos virou pó, Hamilton encostou em Raikkonen na volta 18, A Partir dai o piloto Finlandês começou a segurar o líder do campeonato de maneira heroica durante 3 voltas até que a Ferrari chamou o homem de gelo para a sua parada nos boxes. Hamilton voltava a liderança.

A partir dai começaram os líderes a pararem, Verstappen parou na volta 23 e Bottas na volta 24. O piloto da Red Bull que restou na prova acabou ganhando a posição do piloto da Mercedes nessas paradas. Hamilton era o líder e Vettel era o segundo, O resultado daria uma sobrevida a Vettel no campeonato por 1 ponto no GP do México.

Vettel estava com os pneus desgastados e ficando cada vez mais para trás enquanto que na Volta 25, Raikkonen marcou a melhor volta da prova e passou seu companheiro de equipe. Logo depois o Alemão começou a ficar para Vettel, Com 27 voltas de desgaste dos pneus só restou o piloto da Ferrari ir para a sua parada, Caindo para o 5ºlugar. Todos os outros pilotos fizeram paradas por volta 25 até a 28. Os últimos a fazerem parada nos boxes foram Marcus Ericsson e Kevin Magnussen na volta 31.

Hamilton continuava líder com grande vantagem, para Raikkonen que estava em 2º, Mas a Mercedes vinha consumindo mais pneus que o carro da Ferrari, A cada volta Hamilton perdia de 1 a 1 segundo e meio do Finlandês. Dava para ver que o Hamilton era muito evidente e uma nova parada nos boxes era inevitável. Na volta 38, O piloto inglês foi para os boxes pela segunda vez.

Seriam 18 voltas para Hamilton voar para cima de todo mundo, Para ser campeão. Automaticamente Bottas cedeu o 3ºlugar para seu companheiro de equipe. Nas voltas 39, 40 e 41, Hamilton voou baixo com as melhores voltas da prova e estava se aproximando do Verstappen. Porém Verstappen também se aproximava do Raikkonen e o que estava por vir é um grande final de corrida. Mais atrás, Bottas que sofria com o desgaste dos pneus, começava a sentir a pressão de Sebastian Vettel em disputa a 4ªposição.

A 10 voltas do final, A diferença entre Raikkonen, Verstappen e Hamilton era de apenas 3.7 segundos. O piloto Finlandês tentava escapar do piloto Holandês enquanto que Hamilton tentava se aproximar do piloto da Red Bull, Porém Verstappen estava no ataque também e a turbulência provocada pelo carro do Holandês impedia um avanço do piloto da flecha prateada.

Verstappen e Hamilton tentavam abrir a asa móvel. Por uma volta o Holandês conseguiu abrir a asa móvel. Porém foi Hamilton nas voltas finais é que abriu a asa móvel para chegar em Verstappen.

Na antipenúltima volta, Hamilton foi para cima de Verstappen que acabou dando uma bobeada, Os dois ficaram praticamente lado a lado. Hamilton chegou a passar Verstappen, mas acabou saindo da pista e Verstappen acabou se dando bem e manteve a segunda posição. Com isso, Raikkonen abriu a vantagem suficiente para administrar a liderança até o final da prova.

Após 113 corridas sem vitória, Raikkonen leva a sua vitória de número 21 da carreira. A primeira vitória desde da sua volta a equipe italiana, Que ajudou a Adiar a decisão do título para o GP do México no circuito de Hermanos Rodriguez. Max Verstappen fez uma brilhante prova de recuperação e acabou em 2ºlugar a apenas 1.281 segundos atrás do Homem de Gelo.

Lewis Hamilton acabou não saindo do Texas do título, Mas o 3ºlugar deixa o piloto da Mercedes a apenas um 7ºlugar em qualquer uma das três corridas finais para ser o campeão do Mundo. Sebastian Vettel que viu as suas chances de título acabadas na maior parte da prova acabou ultrapassando no final a Valtteri Bottas ficando com o 4ºlugar. Só que agora não resta outro resultado a Vettel se não vencer as 3 provas finais e que Hamilton não faça mais do que 4 pontos nas três provas finais. Se Vettel deixar de ganhar uma das provas, O título será de Lewis Hamilton. Valteri Bottas acabou em 5º, Com os pneus bem desgastados.

Nico Hulkenberg e Carlos Sainz jr. (Mesmo com uma punição de 5 segundos) fizeram uma grande corrida e com o 6º e 7ºlugares praticamente garantiam o 4ºlugar dos construtores. Já o 8ºlugar tinha ficado com Esteban Ocon, Mas acabou sendo desclassificado após quebra do limite de fluxo de combustível de 100 kg / h durante a 1ªvolta da prova.

Kevin Magnussen que ficou em 9ºlugar também foi desclassificado, Por usar uma quantidade maior do que os 105 kg de combustível permitidos desde do momento da largada até o final da prova. Nisso tudo o 8ºlugar ficou com o Mexicano Sergio Perez com a Force India que sobreviveu da desclassificação.

Brendon Hartley que fez uma belíssima corrida com o carro da Toro Rosso. Com as desclassificações de Ocon e Magnussen o Neozelandês foi do 11º para o 9ºlugar, Seu melhor resultado na Formula 1. E a zona de pontuação é completada pelo Sueco Marcus Ericsson.

Stoffel Vandoorne da Mclaren acabou batendo na trave, Completando em 11ºlugar. Completando os pilotos que terminaram a prova ficaram Pierre Gasly da Toro Rosso, E Sergey Sirotkin e Lance Stroll da Williams.

Semana que vem teremos o GP do México de Formula 1, A prova que provavelmente vai definir o campeonato a favor de Lewis Hamilton, Que só precisa de um 7ºlugar para conquistar o pentacampeonato. Vettel precisa de um milagre para levar a decisão para o Brasil e mais ainda para Abu Dhabi e praticamente um milagre para levar o título em Abu Dhabi. Domingo que vem teremos a segunda tentativa de um Match Point de Lewis Hamilton.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final – GP dos Estados Unidos
18ªEtapa – Mundial de Formula 1 – 2018

pos Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 56 1:34:18.643 2
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 56 a 1.281s 18
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 56 a 2.342s 1
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 56 a 18.222s 5
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 56 a 24.744s 3
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 56 a 1:27.210 7
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 56 a 1:34.994 11
DES 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 56 a 1:39.288 6
DES 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 56 a 1:40.657 12
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 56 a 1:41.080 10
9 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 55 a 1 volta 20
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 55 a 1 volta 16
11 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 55 a 1 volta 17
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 55 a 1 volta 19
13 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 55 a 1 volta 14
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 54 a 2 voltas 15
16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 31 Abandono 9
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 8 Elétrico 4
8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 2 Acidente 8
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1 Acidente 13

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Renault/Toro Rosso/Force India/Haas