Sem muitas novidades e com mais patrocinadores a Sauber mostra seu carro para 2016

A Sauber depois de um terrível ano de 2014 aonde o time não marcou nenhum ponto ganho ficando atrás da Marussia no ano passado em busca de uma recuperação a equipe teve um ano muito prejudicado devido a confusão do caso de Giedo van der Garde que acabou querendo correr na Sauber sobre o contrato que ele assinou e que a Chefe da equipe Monisha Kaltenborn ignorou para contratar os pilotos Felipe Nasr e Marcus Ericsson que levaram muito dinheiro para sanear as financias da Sauber que foram prejudicadas pela equipe pagar uma grana violenta para Van der Garde desistir de entrar na justiça para correr pela equipe suíça a Força.

Apesar de todas as dificuldades a Sauber conseguiu uma temporada um pouco melhor marcando 36 pontos em 19 corridas sendo 27 de Felipe Nasr e 9 de Marcus Ericsson superando a Mclaren e a Manor, Tendo o 5ºlugar de Felipe Nasr no GP da Austrália como o melhor resultado da temporada passada além do 8ºlugar de Marcus Ericsson ser o melhor resultado dele no ano, Com isso o time marcou 14 pontos o que foi importante para ficar na frente da Mclaren em 2015.

Para esse ano a Sauber tem um orçamento um pouco maior visto que tem novos patrocinadores ainda que pequenos mas que vão dar mais dinheiro e o fato de não ter de pagar indenização faz com que o aspecto financeiro não seja o fator tão critico para o desenvolvimento do C35, Agora é preciso ver se o chassi desse ano da Sauber é um chassi que tem uma boa base e se ele possa ver um bom desenvolvimento para que o time suíço tenha uma temporada melhor do que a temporada de 2015.

Felipe Nasr e Marcus Ericsson são dois pilotos que precisam se Firmar na Formula 1 para continuarem empregados, A Situação do Brasileiro já é uma situação melhor tendo boas exibições em sua primeira temporada já de cara com um 5ºlugar no GP da Austrália e também falar do 6ºlugar na prova da Rússia tendo como o único senão é os problemas com os freios aonde Nasr teve mais problemas do que Ericsson que conseguiu uma melhor adaptação a esse problema e também pela briga com o antigo engenheiro que prejudicava o desenvolvimento do Brasileiro que só depois de muito tempo conseguiu fazer a troca por outro engenheiro e isso ajudou Nasr a conseguir uma bela pontuação em Sochi.

Já Marcus Ericsson ele é um piloto que sobe de acordo com a dificuldade que ele vive na categoria Já que em 2014 ele seria depenado pelo Kobayashi na Caterham e o que se viu foi ele fazendo frente ao Japonês em algumas corridas surpreendendo positivamente num carro tão ruim como ela aquele Caterham com o fraco motor Renault e em 2015 se esperava que ele fosse depenado por Nasr na Sauber acabou Ericsson em certo momento do ano a derrotar o Brasileiro e apesar dos 9 pontos ganhos eu considero que existe uma evolução nesse piloto que na GP2 Series não mostrou ser um piloto que valesse uma vaga na Formula 1.

A Sauber em 2016 vai tentar continuar sua retomada aos seus bons tempos que se culminou com a belíssima temporada de 2012 e depois dai a equipe declinou em 2 temporadas o time acabou indo para o final do Grid ficando atrás da Marussia sem pontuar.

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Sauber

Sem categoria

Deixe uma resposta