Rodrigo Elger e Higor Hoffman vencem em Londrina

A dupla fez bonito debaixo de muita chuva, e garantiu a segunda posição da primeira bateria e a vitória na segunda bateria, na disputa pelo Campeonato Metropolitano de Marcas e Pilotos de Londrina

Maringá, PR – 04/12/15 – Os maringaenses Rodrigo Elger e Higor Hoffman voltaram a brilhar nas pistas, desta vez competindo pela última etapa do Campeonato Regional de Marcas e Pilotos de Londrina. A prova, válida pelo campeonato, integrou o calendário de atividades durante o final de semana das 500 Milhas de Londrina 2015, evento já consagrado e que reúne os maiores pilotos de endurance do país.

Essa foi a segunda incursão da dupla em uma prova de turismo regional, com características muito diferente do que estão habituados. Os carros, modelos nacionais com motorização 1.6 fabricamos em linha proporcionam equilíbrio e muita disputa. “Tanto eu quando o Higor somos pilotos com formação em categorias de Fórmula, onde praticamente não existe contato entre os carros, e já no turismo é comum os carros se encostarem, uns ralados sempre acontecem, e também as configurações e acertos, o comportamento dos carros é extremamente diferente, portanto tem sido uma escola, um novo aprendizado, mas estamos pegando rápido, acredito que para 2016 os resultados serão ainda melhores”, avalia Rodrigo.

A dupla não pode participar dos treinos para a etapa. “Não conseguimos treinar na sexta-feira pois o carro não estava pronto, fomos terminar os ajustes e a montagem já eram 22:00 horas da sexta-feira,  isso depois de uma semana intensa de trabalho na preparação, duas noites inteiras e seguidas para conseguir deixar tudo ok. Chegamos no Autódromo Internacional de Londrina (28/11) as 8:30hrs e a corrida era as 9:25hrs, corremos descarregar o carro debaixo de muita chuva, e o Higor foi para o grid. Sem termos participado dos treinos livres e do treino classificatório, fomos obrigados a largar da última posição, lá no final do grid”, relembra Rodrigo.

IMG_9124

A primeira bateria teve Higor Hoffman no cockpit do Chevrolet Celta da dupla, que mesmo largando da 26ª posição consegui o feito de cruzar a linha de chegadas na segunda colocação da prova. “As condições de pista eram bem complicadas, muita água, pouca visibilidade, e o grid é composto por 3 categorias, Marcas A que é a que estamos competindo, Marcas L que são os carros carburados, e a categoria Super Speed, que são os Fuscas com motores refrigerados a água. Mesmo existindo diferença de rendimento entre as categorias, a chuva acaba por nivelar todos, dando até uma certa vantagem para os carros com menos potencia, é preciso ainda mais controle para dosar o pé no acelerador, exige muito mais sensibilidade para não bater, as frenagens são bem mais arriscadas, e se torna mais difícil conseguir as ultrapassagens, é preciso estar “com a faca nos dentes” como costumamos dizer no automobilismo praticamente o tempo todo”, ressalta Rodrigo.

A ordem de largada dos carros para a segunda bateria obedeceu a ordem de chegadas da primeira prova, mas isso não facilitou muito as coisas. “Me envolvi em um acidente logo na largada com um Speed (Fusca com motorização a água) e o carro sofreu grandes avarias, ficou todo desalinhado e muito difícil de guiar, acabei perdendo muito em relação aos outros competidores, e eu fui fazendo o que dava, eu havia largado da segunda posição e conseguia me manter nesta posição da prova mesmo com todas as dificuldades. Quando estávamos por completar a quinta volta, o competidor que seguia na liderança teve problemas mecânicos e acabou abandonando, eu assumi a ponta e levei o carro em primeiro até a bandeirada final, foi bem emocionante”, nos conta um animado Rodrigo.

IMG_9125

As federações ainda não divulgaram todos os calendários para 2016, e até que isso aconteça a dupla maringaense espera conseguir trabalhar na melhora do equipamento. “Tivemos um primeiro ano por assim dizer de experimentação, tudo foi novo, não temos uma estrutura ideal ainda, somos nós mesmos que vamos atrás da montagem de pneus, contamos apenas com o trabalho de um preparador de motores, as famílias acabam entrando na dança e nos ajudando nos finais de semana de competição, alguns amigos que nos acompanham porque gostam de automobilismo, e nossa intenção é melhorar isso para o próximo ano, queremos trabalhar mais, obter resultados ainda melhores e encarar desafios ainda maiores, talvez em algumas etapas do Paulista de Marcas e Pilotos, ou no campeonato goiano que é muito disputado, tudo vai depender dos calendários e da verba que conseguirmos para prosseguir competindo, mas para um primeiro ano foi excelente, estamos surpresos pelo bom desempenho, conseguimos bons resultados na Cascavel de Ouro (prova de longa duração com carros de turismo 1.6), então passamos a acreditar mais ainda que é possível, só temos a agradecer a todos que estão com a gente e dizer que em 2016 seremos ainda melhores”, encerra Rodrigo.

A dupla conta com o patrocínio da Rede Digo´s de Postos

Texto: A. Branco / ABS Sports
Fotos: Monica Godoy / Divulgação

Anselmo Branco
44 – 3346-2220
44 – 9923-0734 TIM / 44 – 9113-4743 VIVO
www.abssports.com.br

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *