Quanto vale ser campeão no Brasil?

Para muitos esportistas em várias modalidades a recompensa da sua gloria esportiva é exatamente o esquecimento se você não estiver no futebol, no Vôlei e em alguns esportes que viram moda no Brasil e que depois são esquecidos.

Foi o caso de vários e vários atletas Brasileiros que estiveram no Pan, que ganharam medalhas e que depois vão ser esquecida a própria sorte com exceção de pessoas e veículos de comunicação sérios. E principalmente quando os dirigentes de entidades prometem o mundo para os atletas e acabam ficando somente na promessa.

Isso esta acontecendo com a CBA envolvendo a premiação do Campeonato Gaúcho da Formula jr. de 2014 que foi prometida ao campeão da temporada que foi o Paranaense Rodrigo Elger, Ontem com exclusividade ele falou que não tinha recebido ainda o prêmio, que era um curso de pilotagem com tudo pago no México (Uma academia de pilotos da FIA). Ele não esta competindo em nenhum campeonato devido a falta de patrocinadores.

Infelizmente não se tem provas escritas em papel, mas felizmente temos uma prova disso e esta no site da Categoria Formula jr. uma Declaração de Cleyton Pinteiro atual presidente da CBA aonde ele diz verbalmente sobre o prêmio para o campeão da temporada de 2014.

Entre as duas baterias da programação Cleyton Pinteiro reuniu-se com pilotos e pais para anunciar uma premiação bastante interessante, destinada ao campeão da temporada. “A CBA levará o campeão para o México, onde ele participará de uma academia de automobilismo da FIA. Não será apenas um curso de pilotagem, e sim algo mais completo, onde ele terá ensinamentos de uma forma global, tudo o que envolverá sua carreira”, disse Pinteiro. Existe ainda a possibilidade de também o campeão da Novatos receber esta premiação.

Fonte: http://www.formulajunior.com.br/noticias.html
Pra garantir que isso não seja apagado fizemos uma cópia desse link no Web Archive: https://web.archive.org/web/20150713225403/http://www.formulajunior.com.br/noticias.html

Na verdade depois disso tudo acabei ficando bem desanimado e vendo até aonde vale a pena insistir em ter uma carreira no automobilismo?, Afirmou o piloto de 23 anos de idade vendo com desanimo o futuro da sua carreira. Ganhei o campeonato da Junior e não adiantou nada, estou aqui agora parado e esquecido.

Mesmo que algumas equipes tenham chamado Elger para correr com bons preços (ele precisa pagar para correr), Mas acabou não indo certamente pela falta de dinheiro e patrocinadores.

Dai eu fiz algumas perguntas para ele sobre o esporte

Porque os ex-pilotos como o Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet entre outros não tentam levantar o automobilismo de Formula No Brasil na sua opinião?

Resposta: Por causa da CBA que não ajuda e também por que eles não tem interesse em fazer isso. Um piloto que teve uma grande iniciativa em ajudar o automobilismo Brasileiro foi o piloto de F-1 Felipe Massa que criou a Formula Future para ajudar a criar novos pilotos de formula no Brasil, porem a categoria só teve 2 temporadas completas e hoje os carros são usados na F-4 Sul-americana. Estamos vendo também um outro Piloto de F-1 Roberto Pupo Moreno ajudar no projeto da Formula inter (http://www.formulainter.com.br/) juntamente com Marcos Galassi e outros envolvidos , tenho certeza que essa categoria ira dar muito certo pois ela tem um diferencial muito grande das outras categorias de formula que já passaram pelo Brasil, a formula inter ira realmente formar um piloto em todos os sentidos Marketing, Media Training, Comportamento, Mecânica, Tecnologia de Dados, Preparo Físico, entre outros. Será um ótima categoria eu estou atrás de patrocínio para conseguir correr nessa categoria.

fjrelger
Você ainda acredita que a CBA possa te dar o prêmio do campeonato da Formula jr. que você conquistou em 2014 ou essa entidade vai mais uma vez apunhalar o trabalho duro que você teve para levar esse título?

Resposta: Então já falei umas 4 vezes com o presidente Cleiton Pinteiro por telefone ele me pediu para mandar email, eu fiz tudo que ele pediu mas ate agora não tive nenhum retorno nem a resposta do e-mail. Acho isso uma total desorganização e irresponsabilidade da CBA, o piloto não deveria ter que ficar cobrando sobre o premio que ganhou a entidade deveria entrar em contato e organizar tudo. O maior incentivo que fez fazer o campeonato inteiro da Formula Junior foi devido a esse premio e agora fico esperando sem nenhuma reposta da CBA.

quando eu fiz essa pergunta: Já pensou em algum momento em entrar na justiça para pedir o prêmio ou até mesmo uma indenização por perdas e danos? Até porque você é piloto e seu ano esta prejudicado?

Ele disse que não tem como provar pois o prêmio foi falado apenas verbalmente.

Opinião de Deivison Conceição: Algo muito ridículo, para uma entidade que representa o automobilismo Brasileiro é de um amadorismo enorme e que mostra a falta de capacidade que a CBA se encontra.

Continuei as perguntas:

Uma Pergunta polêmica, Já pensou em se naturalizar como piloto de outro país para ter um apoio maior?

Resposta: Ainda não, por que sempre quis levar o nome do meu pais junto comigo e dar orgulho para os Brasileiros, mas infelizmente o automobilismo e muito difícil no Brasil e se tiver apoio de outro pais com certeza eu faria isso.
Mas qual pais faria isso por um piloto Brasileiro?

Dai eu disse que um País Árabe poderia fazer isso (Já temos casos de pilotos que representavam outros países como o Austríaco Andreas Zuber que corrida pela nacionalidade dos Emirados Árabes Unidos ou até mesmo uma naturalização por um país sem tradição em automobilismo ou tentar cidadania Europeia ou Norte-americana para buscar o apoio.

Dai eu fiz uma última pergunta para o Rodrigo Elger

Você teria uma mensagem para os jovens que estão começando no automobilismo para enfrentarem esse esporte e as suas dificuldades?

Resposta: Nada nessa vida é fácil, e o automobilismo é um esporte muito caro e político, então para quem não tem nome, influência e dinheiro ele acaba se tornando um esporte praticamente impossível e muito difícil de se chegar a uma categoria top ou se tornar um piloto profissional e sobreviver do automobilismo. Mas ao mesmo tempo ele é um esporte fascinante e para quem gosta todo esforço vale a pena, porém guiar um carro de corrida não representa nem 10% do esforço total que você tem que fazer os outros 90% são fora das pista o que é o mais difícil.

Opinião de Deivison Conceição:

DiGrassi

Vou ser curto mais breve e objetivo: Como disse o meu amigo Miguel Capi Lopez não é da desclassificação de Lucas di Grassi no e-prix de Berlin que existe a corrupção, Ela já existe a muito tempo e isso só vai para no dia em que os Fãs e os amantes de automobilismo protestarem contra essas entidades, É necessário começar agora para que em breve tenhamos êxito para o Esporte se tornar mais esporte e menos político. Não contem com a Imprensa (A maioria dela) de Automobilismo pois eles vão dizer que é preciso acabar com a hipocrisia de querer mudar isso, que não adianta mudar nada e de que é muita grana envolvida no esporte e que não existe ética moral no Mundo que faria as coisas mudarem. Precisamos confiar que juntos podemos mudar tudo! Não só na FIA como na CBA, é preciso mobilização para que tenhamos um automobilismo melhor ou então vamos continuar levando gol da Alemanha, E se no Futebol estamos levando de 7 a 1, No Esporte a Motor é pior ainda estamos tomando de 700 a 0 ou para traduzir estamos levando 7 voltas da Alemanha em todas as corridas. Não por culpa dos nossos pilotos, Mas sim da Organização da CBA.

alemanha2010_047

Enquanto tivemos corrupção no Automobilismo teremos essas cenas de novo e de novo na Formula 1.

Texto: Deivison Conceição
Foto: Blog do Passatão

Sem categoria

Deixe uma resposta