Prova Final da World Series Renault 3.5 – Rowland e De Vries conquistam vitórias em Jerez

Nos dias 17 e 18 de Outubro tivemos a rodada Final da World Series da Renault. Hoje vamos falar de como foram as provas finais da 3.5 que já tinha seu campeão definido na corrida passada em Le Mans que foi o Inglês Oliver Rowland da equipe Fortec. A prova em Jerez serviu apenas para definir o campeão do campeonato de novatos e era a última chance para os jovens pilotos mostrarem o seu talento.

Na primeira corrida com a pista molhada o pole position foi Tom Dillmann que largou bem e manteve-se na ponta com Rowland em 2º e Orudzhev em 3º, Logo atrás vindo Jazeman Jaafar sendo pressionado pelo Matthieu Vaxiviere, Tio Ellinas e Nyck de Vries numa bela disputa pelo 4ºluggar.

Dillmann liderou por um terço da corrida até que o inglês Oliver Rowland tomou a ponta do piloto Francês que também perdeu a 2ªposição para o Russo. Para Dillmann os problemas não pararam por ai, ele acabou tendo problemas na volta seguinte caindo para a última posição. O piloto da Carlin foi para os boxes para colocar pneus de pista seca, Alguns pilotos acabaram ir para os pneus de pista seca para um melhor resultado, O que aconteceu foi exatamente ao contraio eles acabaram saindo de vez da corrida.

Com tudo isso Rowland só administrou para vencer pela 8ªVez na temporada com o Russo Egor Orugzhev em 2º e Matthieu Vaixviere completando o pódio. Jazeman Jaafar perdeu posições para Nyck de Vries e para Tio Ellinas ficando apenas em 6ºlugar. Com uma bela corrida de recuperação o Brasileiro André Negrão que largou do 17ºlugar terminou a etapa 1 na 8ªposição marcando 4 pontos para a International Draco Racing.

Resultado final da 16ªEtapa
Jerez de la Fronteira

1     4     Oliver Rowland            (FORTEC MOTORSPORTS)         43:14.735     em 23 Voltas
2     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 10.879
3     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)             a 13.428
4     1     Nyck de Vries             (DAMS)                 a 16.481
5     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)         a 26.020
6     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 43.150
7     5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 48.729
8     20     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 52.543
9     17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)         a 56.522
10     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 58.066
11     12     Gustav Malja             (STRAKKA RACING)         a 58.633
12     16     Beitske Visser             (AVF)                 a 1:00.321
13     2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 1:12.467
14     40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 1:14.231
15     15     Alfonso Celis Jr         (AVF)                 a 1:33.354
16     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 1:37.926
17     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)             a 1 Volta

Não Completaram a corrida:

18     Aurelien Panis            (TECH 1 RACING)         a 9 Voltas
26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 10 Voltas

Nyck De Vries
Nyck De Vries

Já em cima de Final de festa na 3.5 a segunda corrida do dia consagrou o ano de Nyck de Vries, piloto protegido da Mclaren desde dos 12 anos de idade, Apesar de não ter largado na liderança ele ultrapassou pilotos como Olivier Rowland e Mattihieu Vaxiviere para vencer sua primeira corrida na categoria e dessa forma conquistar o campeonato de rookies, E a DAMS se despediu da 3.5 com vitória já que em 2016 ela já anunciou que não vai disputar a World Series da Renault. Olivier Rowland, Matthieu Vaxiviere e Tio Ellinas acabaram fechando nas 4 primeiras posição. Por coincidência eles terminaram o campeonato nas 4 primeiras posições do campeonato. André Negrão começou bem a segunda corrida, Mas acabou a prova apenas em 12ºlugar.

Resultado final da 17ªEtapa
Jerez de la Fronteira

1     1     Nyck De Vries            (DAMS)                 41:36.996 em 24 Voltas
2     4     Oliver Rowland             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 2.509
3     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)             a 2.584
4     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)         a 4.084
5     12     Gustav Malja             (STRAKKA RACING)         a 13.411
6     26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 14.197
7     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 14.646
8     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 15.024
9     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 15.650
10     5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 16.553
11     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 16.853
12     20     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 16.959
13     18     Aurelien Panis            (TECH 1 RACING)         a 17.611
14     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)             a 26.844

Não Completaram a corrida:

16     Beitske Visser            (AVF)                 a 4 Voltas
17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)         a 8 Voltas
15     Alfonso Celis Jr         (AVF)                 a 21 Voltas
2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 24 Voltas
40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 24 Voltas

Pietro Fantin na sua melhor corrida na temporada.
Pietro Fantin na sua melhor corrida na temporada.

Após uma grande temporada a Renault 3.5 mesmo que tenha revelado um dos melhores pilotos do ano de 2015 que é o Inglês Oliver Rowland e de os últimos campeões terem chegado a Formula 1 (Kevin Magnussen e Carlos Sainz Jr.) podemos falar que a forma dos carros e na maioria das corridas não tivemos disputas tão intensas como na GP2 Series. Mas posso falar que pelo menos as ultrapassagens estão sendo ultrapassagens legitimas e não sendo totalmente artificiais.

Vejo grande futuro em Matthieu Vaxiviere, Ncky de Vries, Tio Ellinas, Dean Stoneman, Jazeman Jaafar e Egor Orudzhev em um primeiro momento. Pietro Fantin fez uma bela temporada e uma pena que tanto ele como Bruno Bonifácio tenham no final da temporada tendo saído da International Draco que ao final da temporada o time anunciou o final das suas atividades o que é lamentável com um time que é tão tradicional e que revelou tantos bons pilotos principalmente Brasileiros como Rubens Barrichello.

Também de Olho em Aurelian Panis e Nicholas Latiti que tem tudo para serem promissores pilotos para o ano que vem.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *