Porsche fecha a temporada com Vitória e preocupação com acidente fortíssimo de Mark Webber

Pela primeira vez no ano a Porsche vence na LMP1.

Para a equipe oficial da Porsche na categoria LMP1 foi um misto de sentimentos, De um lado eles ficaram feliz com a vitória do trio de pilotos do prototipo 14, Romain Dumas, Neil Jani e Marc Lieb que fizeram uma grande corrida e correram de igual para igual com a Toyota pela vitória em Interlagos. Por outro lado ficaram tensos no final da corrida com o Gravíssimo acidente que teve com Mark Webber e Matteo Cressoni na curva do Café que foi fortíssimo, Apesar de tudo os dois pilotos passam bem, estão no hospital. Mas esse acidente mostra que reformas precisam ser feitas para que no futuro não tenhamos acidentes mais graves como esse e que não tenhamos mais mortes naquele lugar como teve com o Rafael Sperafico e o Gustavo Sondermann a algum tempo atrás.

Tirando isso a corrida foi disputada na LMP1 principalmente entre os carros da Porsche e da Toyota com algumas aparições da Audi que estava abaixo dos adversários na sua categoria, A Porsche mostrou um desempenho impressionante, Mas no decorrer da corrida o prototipo da Porsche de número 20 comandado por Webber, Hartley e Bernhardt começou a perder rendimento e as Toyota estavam voando baixo na pista só que enfrentavam alguns percausos, Erros e Punições e nisso a Audi se aproveitada e tentava entrar na disputa.

Lotus teve problemas e deixou a corrida cedo

O único Campeonato que ainda tinha uma disputa em aberto foi na LMP2 onde foi conquistado de Forma Dramática por que Sergei Zlobin precisava terminar a corrida para ser o campeão, principalmente quando uma quebra com o protótipo de Roman Rusinov, Olivier Pla, Julien Canal da Ligier Nissan bateu muito forte e acabou abandonando a corrida, Zlobin teve problemas, Mas a equipe recolocou o piloto russo na pista que junto de seus companheiros no protótipo Nicolas Minassian e M.Mediani conseguiram levar o 2ºlugar na categoria e conquistaram o título na LMP2.

Com o acidente no final da corrida faltando 26 minutos a pista não foi limpa a tempo de uma relargada, A Vitória de Dumas, Jani e Lieb com a Porsche foi a primeira vitória no ano para o time alemão que também comemorou a primeira vitória desde da sua volta ao campeonato mundial de endurance, Com a dupla campeã do WEC Anthony Davidson e Sebastian Buemi em segundo com a Toyota que comemorou o título de construtores do WEC.

Lucas di Grassi, Loic Duval e Tom Kristensen fizeram corrida tecnicamente prefeita e chegaram ao pódio. Essa foi a despedida de Kristensen do Endurance que conquistou 9 títulos nas 24 horas de Le Mans com o carro da Audi.

Kristensen termina sua carreira com o pódio junto de Duval e de Di Grassi
Kristensen termina sua carreira com o pódio junto de Duval e de Di Grassi

Darren Turner, Stefan Mucke da Aston Martin venceu na GTE Pro (Ficando em 7º no Geral), Na LMP2 venceram Matthew Howson, Richard Bradley, Alexander Imperatori da Oreca-Nissan e na GTE Am deu Paul Dalla Lana, Pedro Lamy, Christoffer Nygaard com o Aston Martin.

Fernando Rees junto de seus companheiros Alex MacDowall, Darryl O’Young ficaram em 5ºlugar, Inclusive com o brasileiro tomando um toque desleal quando brigava por posições mais na frente, Já Emerson Fittipaldi que surpreendeu com a volta as pistas aos 67 anos de idade não teve um dia dos mais felizes, a sua Ferrari teve problemas de câmbio terminando a 63 Voltas do vencedor em 6ºlugar na GTE Am com seus companheiros do carro 61 Alessandro Pier Guidi e Jeffrey Segal.

O WEC fecha o ano com uma certeza, de que ganha mais e mais fãs e admiração de pilotos que cada vez estão mais atraídos pelo campeonato mundial de endurance e tem tudo para melhorar em 2015 com a Nissan entrando e com novos pilotos entrando para disputar esse importante campeonato de automobilismo.

Toyota conquistou o título de construtores do WEC em 2014

Resultado Final das 6 Horas de São Paulo:

1    LMP1    Romain Dumas, Neil Jani, Marc Lieb            (Porsche Team    Porsche)    6h01m44.608s em 249 voltas
2    LMP1    Anthony Davidson, Sebastian Buemi            (Toyota Racing    Toyota)    0.170s
3    LMP1    Lucas di Grassi, Loic Duval, Tom Kristensen        (Audi Sport Team Joest    Audi)    1 Volta
4    LMP1    Alexander Wurz, Stephane Sarrazin, Mike Conway        (Toyota Racing    Toyota)    1 Volta
5    LMP1    Marcel Fassler, André Lotterer, Benoit Treluyer        (Audi Sport Team Joest    Audi)    1 Volta
6    LMP2    Matthew Howson, Richard Bradley, Alexander Imperatori    (KCMG    Oreca/Nissan)    24 Voltas
7    GTE Pro    Darren Turner, Stefan Mucke                (Aston Martin Racing    Aston Martin)    28 Voltas
8    GTE Pro    Frédéric Makowiecki, Partick Pilet            (Porsche Team Manthey    Porsche)    28 Voltas
9    GTE Pro    Davide Rigon, James Calado                (AF Corse    Ferrari)    28 Voltas
10    GTE Pro    Gianmaria Bruni, Tony Vilander            (AF Corse    Ferrari)    29 Voltas
11    GTE Pro    Alex MacDowall, Darryl O’Young, Fernando Rees    (Aston Martin Racing    Aston Martin)    29 Voltas
12    GTE Pro    Jörg Bergmeister, Richard Lietz            (Porsche Team Manthey    Porsche)    29 Voltas
13    GTE Am    Paul Dalla Lana, Pedro Lamy, Christoffer Nygaard    (Aston Martin Racing    Aston Martin)    30 Voltas
14    GTE Am    Kristian Poulsen, David Hansson, Nicki Thiim        (Aston Martin Racing    Aston Martin)    30 Voltas
15    GTE Am    Stephan Wyatt, Michele Rugolo, Andrea Bertolini    (AF Corse    Ferrari)    30 Voltas
16    GTE Am    Christian Ried, Klaus Bachler, Khaled Al Qubaisi        (Proton Competition    Porsche)    32 Voltas
17    GTE Am    François Perrodo, Emmanuel Collard, Matthieu Vaxiviere    (Prospeed Competition    Porsche)    32 Voltas
18    LMP1    Dominik Kraihamer, Andrea Belicchi, Fabio Leimer    (Rebellion Racing    Rebellion/Toyota)    35 Voltas
19    LMP1    Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Maurizio Beche        (Rebellion Racing    Rebellion/Toyota)    38 Voltas
20    LMP2    Sergei Zlobin, Nicolas Minassian, M.Mediani        (SMP Racing    Oreca/Nissan)    42 Voltas
21    GTE Am    Emerson Fittipaldi, Alessandro Pier Guidi, Jeffrey Segal    (AF Corse    Ferrari)    63 Voltas

Não Terminaram a corrida:

LMP1    Timo Bernhard, Mark Webber, Ben Hartley            (Porsche Team    Porsche)    236 Voltas
GTE Am    Gianluca Roda, Paolo Ruberti, Matteo Cressoni        (8 Star Motorsports    Ferrari)    205 Voltas
LMP2    Kirill Ladygin, Viktor Shaitar, Anton Ladygin        (SMP Racing    Oreca/Nissan)    136 Voltas
LMP1    Pierre Kaffer, Lucas Auer                (Lotus    Lotus/AER) 60 Voltas
LMP2    Roman Rusinov, Olivier Pla, Julien Canal           (G-Drive Racing    Ligier/Nissan)  41 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: FIA WEC/Motorsport

Sem categoria

Deixe uma resposta