Petrucci segura Marquez e conquista primeira vitória na MotoGP

Após 124 largada e por ter passado por equipes CRT em 2012 como a Ioda e por ter andado tanto tempo pela Pramac, vendo as possibilidades de vitória escaparem diante dos seus dedos. Final o Italiano Danilo Petrucci alcança a sua primeira vitória da carreira. Em uma espetacular exibição no Circuito de Mugello, Segurando os ataques de Marc Marquez e de Andrea Dovizioso. Numa corrida excelente como o Mundial de Motovelocidade sabe proporcionar a todo o seu público.

Marquez manteve a liderança, Com uma excelente largada de dois pilotos. Dovizioso que saiu do 9ºlugar pulou para o 3ºlugar atrás de Cal Crutchlow que subiu para o 2º e Alex Rins subindo do 13ºlugar para o 5ºlugar. Do outro lado, Fabio Quartararo foi engolido pelo pelotão da frente caindo para o 9ºlugar e Franco Morbidelli perdendo 6 posições caindo para o 10ºlugar.

No final da primeira volta, Dovizioso e Petrucci passaram de uma vez Crutchlow e assumiram o 2º e 3ºlugares. Na segunda volta, Jack Miller entrou na briga, ultrapassando Crutchlow e Petrucci assumindo o 3ºlugar.

A se destacar o excelente começo de prova de Alex Rins, Em 3 voltas e meia. Ele passou para o terceiro lugar, Superando Jack Miller e Danilo Petrucci. A Suzuki não tinha potência, mas compensava com sua ciclística. (Na Qual considero a melhor ciclística entre as motos da MotoGP) Principalmente sua ultrapassagem sobre Miller, que se aproveitou da briga dele com Petrucci.

No começo da 5ªVolta, Petrucci e Miller devolveram Rins para o 5ºlugar. No final da 5ªVolta, Petrucci foi para cima de Dovi e realizou a ultrapassagem assumindo o 2ºlugar. O piloto da Ducati iria para cima de Marquez que não conseguia abrir do pelotão.

Na 6ªVolta, Petrucci passou Marquez, A Formiga Atômica acabou se desconcentrando e levou ultrapassagem de Dovizioso, Miller e Rins caindo para o 5ºlugar. As dificuldades de Marc Marquez não pararam por ai, Na Volta seguinte ele passou Rins na reta com facilidade, Mas quando foi passar Miller, Não encontrou nenhuma facilidade. O piloto da Pramac deu uma fechada e protegeu muito bem essa posição.

Os 5 primeiros colocados estavam muito juntos, Um pouco mais atrás vinha Crutchlow em 6ºlugar, O inglês liderava o pelotão que tinha Bagnaia, Nakagami e Quartararo. Eles estavam chegando na turma do pelotão de frente. Lá atrás, Valentino Rossi acabou indo ao chão, Depois de um péssimo treinamento e de ter se envolvido em confusão com Joan Mir, acabou Rossi tendo seu final de semana encerrado na caixa de brita de Mugello.

Rins superou Petrucci na parte das curvas. Porém nas retas, o espanhol não tinha potência e as Ducati conseguira superar a moto da Suzuki com facilidade. Apesar disso, Rins conseguiu a liderança passando Petrucci no final da 9ªvolta. Na Reta, Rins foi engolido pelas Ducati e pelo Marc Marquez. Nas Curvas Rins recupera muito bem, Supera Marquez e vai para cima de Petrucci e Dovizioso.

Na metade da corrida, Francesco Bagnaia que vinha na sua melhor corrida na MotoGP caiu e deixou a prova.

A 10 voltas do final, Marquez superou Dovizioso alcançando o segundo lugar. Petrucci, Marquez, Dovizioso e Rins juntos com Miller um pouquinho afastado da turma em 5º. Crutchlow em 6º, sofria pressão de Nakagami. Enquanto isso Syarhin foi para o chão no final da 14ªVolta.

Marquez buscou o vácuo para tentar superar Petrucci que queria de qualquer jeito a vitória e estava decidido a vencer. Nakagami passou Crutchlow e subiu para o 6ºlugar (O Japonês corre com a Honda de 2018 e o inglês corre com a Honda de 2019). A 8 voltas do final, Jack Miller vai ao chão e abandona a prova.

Marquez tentou baixar a diferença para poder atacar Petrucci usando o vácuo. Ele conseguiu isso, Mas a potência da Ducati era muito forte e impossibilitava a Formiga Atômica de retomar a liderança. A 4 voltas do final, Dovizioso passou Petrucci e volta a liderança. Naquela altura da prova Dovi sairia de Mugello na liderança do Mundial por 1 ponto em relação a Marquez. Só que Petrucci voltou a liderança, Estava decidido a vencer de qualquer maneira.

Na volta final, Marquez pegou todo o vácuo possível e acabou superando os dois pilotos da Ducati, Na curva um, Dovi e Marquez abriram um pouco na curva, Foi ai que Petrucci se aproveitou e passou ambos. Marquez foi feito doido para superar Petrucci, Mas não tinha jeito. O dia era mesmo de Danilo Petrucci. Após 124 corridas, ele finalmente viu a linha de chegada na frente. Foi a sua primeira vitória e praticamente a consolidação do seu bom trabalho na Ducati até agora.

Marc Marquez acabou com o segundo lugar e agora esta com o jejum de 5 anos sem vencer em Mugello. Mesmo assim sai na liderança do Mundial, Agora com 12 pontos de frente para Andrea Dovizioso, que poderia também ter vencido a prova, por alguns detalhes ficou com o 3ºlugar. Alex Rins fez mais do que poderia se imaginar, Terminando a prova em 4ºlugar com uma Suzuki sem potência, Mas compensando tudo isso na parte das curvas e da sua ciclística.

O Japonês Takaagi Nakagami fez uma corridaça, Um 5ºlugar que acabou não só sendo seu melhor resultado como sua melhor atuação na MotoGP. A frente de Marevick Viñales, Salvando um 6ºlugar para a Yamaha. É muito pouco para quem tem pilotos do Nivel de Rossi e do próprio Viñales.

O Convidado Michele Pirro mostrou sua coragem em Mugello e acabou sendo compensado com o 7ºlugar. O piloto de Testes da Ducati voltou ao circuito italiano após um gravíssimo acidente no ano passado. Cal Crutchlow teve uma atuação decepcionante, Perdendo para seu companheiro de equipe (com equipamento inferior) ficando em 8ºlugar. Completando os 10 primeiros colocados vieram: Pol Espargaró com sua KTM e Fabio Quartararo da Yamaha Petronas. Após o segundo lugar no Grid de largada o que se pode dizer da atuação do francês é que foi uma tragédia.

Aleix Espargaró de Aprilla ficou em 11ºlugar. Joan Mir acabou muito longe de Alex Rins em 12º, Acho que foi cedo demais a entrada dele na MotoGP visto o seu desempenho até agora.

Jorge Lorenzo em mais uma atuação lamentável acabou a prova em uma triste 13ªposição. Não seria a hora de Lorenzo tentar voltar a Yamaha e tentar reconquistar o seu espaço ou então, Admitir que não tem mais capacidade de correr na MotoGP e partir ao Super Bike ou se aposentar.  Karel Abraham e Andrea Iannone completaram a zona de Pontuação.

Daqui a duas semanas, O Circuito da Catalunha voltara a receber um evento importante. Dessa vez com a 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade. Um campeonato que vem disputado e agora conta com um novo personagem entre os grandes pilotos. Parabéns Petrucci!

Fotos:

Resultado final do GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

PosPilotoEquipeMotoTempo
19Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati41’33.794
293Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 0.043
34Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucatia 0.338
442Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 0.535
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 6.535
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 7.481
751Michele PirroMission Winnow DucatiDucatia 13.288
835Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 13.937
944Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 16.533
1020Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 17.994
1141Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 20.523
1236Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 20.544
1399Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 20.813
1417Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 27.298
1529Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 28.051
1688Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 30.101
175Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 41.857
x43Jack MillerPramac RacingDucatia 8 Voltas
x63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 12 Voltas
x55Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 14 Voltas
x46Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 16 Voltas
x21Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 18 Voltas
x53Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *