Marquez ganha com facilidade em Jerez e completa 4 vitórias seguidas

O Espanhol Marc Marquez esta acabando com a temporada de 2014, Em Jerez ele só teve o trabalho de se recuperar posições de pilotos que largaram melhor que Marquez como Andrea Dovizioso que fez uma largada sensacional e liderou por alguns segundos a corrida, Mas Marquez recuperou a ponta após um erro de tangência de Dovizioso que proporcionou a Valentino Rossi que fez largada uma belíssima largada a assumir a segunda posição. Pedrosa e Lorenzo se deram mal nessa largada e tiveram que recuperar posições, Enquanto isso Marquez ia embora abrindo muito do resto do pelotão, Valentino Rossi não teve como acompanhar a Marquez, Mas ele foi o líder de um pelotão que lutou pela segunda posição junto com Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa, Lorenzo se deu mal nessa disputa, não conseguiu se sobrepor a Rossi e ainda por cima perdeu posição para Dani Pedrosa e ficou fora do pódio a poucas voltas do final, Pedrosa ainda tentou buscar Rossi, só que não conseguiu e o The Doctor comemorou um 2ºlugar mostrando esta se volta em boa forma.

Depois dos 4 grandes Dovizioso com a Ducati Option estava lutando com todas as Forças para se manter na 5ªposição contra motos que eram melhores que a Moto Italiana como Aleix Espargaro com a Ágil Forward Yamaha, uma moto Option e Álvaro Bautista que finalmente não caiu nessa temporada, E no Final Bradley Smith e Pol Espargaro vieram para cima para buscarem essa posição, Todos eles engoliam ao piloto Stefan Bradl que ficou muito para Trás dessa disputa.

Já Marquez não teve nenhum trabalho para fazer a não ser administrar a sua diferença para Rossi, Pedrosa e Lorenzo para conquistar a 4ªVitória seguida em 4 Corridas disputadas e para marcar 100 pontos no campeonato contra os 72 pontos de Dani Pedrosa e os 61 de Valentino Rossi. Lorenzo esta com 35 pontos, a 65 pontos de Marquez, a coisa esta preta para o Piloto da Lorenzolândia. Valentino Rossi completou a corrida em 2ºlugar numa belíssima exibição mostrando uma melhor forma em relação a 2013, Dani Pedrosa que se esperava muito dele nessa corrida ficou longe da vitória e apenas completou o pódio ficando em 3ºlugar na frente de um apagado Jorge Lorenzo que não se entende com essa Moto.
Muito atrás em 5ºlugar veio Andrea Dovizioso que conseguiu se superar apesar da pista não ser uma pista favorável a sua Ducati, e chegou em uma posição muito respeitável e com essas exibições ele é o 4ºlugar no mundial na frente de Jorge Lorenzo, tendo o piloto da Moo 4 45 pontos contra os 35 de Lorenzo. E depois de 3 provas caindo o Espanhol Alvaro Bautista conseguiu completar sua primeira corrida na temporada com o 6ºlugar na Corrida na frente da Melhor moto Option de fato que foi Aleix Espargaro que lutava pelo 5ºlugar, Mas perdeu essa chance no final dando uma errada de trajetória que tirou essa chance dele levando o Espanhol ao 7ºlugar, Na Frente da Dupla da Tech 3 Bradley Smith em 8º e Pol Espargaró em 9º, Stefan Bradl é que teve um desempenho Frustante ficando longe dos primeiros lugares, Acabou a prova em 10ºlugar. Logo depois vieram Nicky Hayden mostrando estar em boa forma, Hiroshi Aoyama também demonstrando Grande Desempenho, Scott Redding completando a corrida em 13º com a Option da Gresini, Yonny Hernandez que teve o mérito de ele Manter a Ducati na pista (Algo que Iannone, Crutchlow e Pirro não conseguiram) e chegou nos pontos e Barbera pegou o último lugar no Vagão dos que pontuam deixando Laverty e Parkes a pé no trilho da pontuação da Moto GP.

Próxima etapa ou se pode me entender, Próximo massacre de Marc Marquez será dia 18 em Le Mans, será que o piloto Espanhol chega a sua 5ªpole e a 5ªvitória seguida nas 5 primeiras corridas e continua a lutar pelo feito que Giacomo Agostini fez em 1971 fazendo 8 poles e 8 vitórias nas 8 primeiras corridas daquela Temporada?

Classificação final do GP da Espanha da MotoGP

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 45’24.134
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) +1.431
3 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) +1.529
4 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) +8.541
5 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) +27.494
6 19 Alvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini Honda) +27.606
7 41 Aleix Espargaro (NGM Forward Racing Forward Yamaha) +27.917
8 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) +27.947
9 44 Pol Espargaro (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) +29.419
10 6 Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP Honda) +32.872
11 69 Nicky Hayden (Drive M7 Aspar Honda) +35.490
12 7 Hiroshi Aoyama (Drive M7 Aspar Honda) +40.083
13 45 Scott Redding (GO&FUN Honda Gresini Honda) +43.830
14 68 Yonny Hernandez (Energy T.I. Pramac Racing Ducati) +52.295
15 8 Hector Barbera (Avintia Racing Avintia) +54.873
16 70 Michael Laverty (Paul Bird Motorsport PBM) +1’06.182
17 23 Broc Parkes (Paul Bird Motorsport PBM) +1’23.420

Não Terminaram a corrida:

5 Colin Edwards (NGM Forward Racing Forward Yamaha) 1 Volta
29 Andrea Iannone (Pramac Racing Ducati) 5 Voltas
63 Mike Di Meglio (Avintia Racing Avintia) 6 Voltas
17 Karel Abraham (Cardion AB Motoracing Honda) 17 Voltas
35 Cal Crutchlow (Ducati Team Ducati) 23 Voltas
51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) 25 Voltas

Kallio domina do primeiro ao último metro e leva vitória em Jerez

O Finlandês Mika Kallio teve um dia fantástico ou melhor, um final de semana Fantástico, O piloto da Marc VDS que foi o pole position acabou largando bem liderou a corrida de ponta a ponta, não teve briga pelo primeiro lugar, as disputas por posições ficaram mais pelo bloco intermediário. Mesmo assim Poucas disputas ocorreram, Sandro Cortese e Thomas Luthi não tiveram desempenho e perderam posições com suas motos.

Já Esteve Rabat recuperou posições, Como a bela ultrapassagem que fez sobre Luis Salom que vem desempenhando um bom papel nesse primeiro ano na Moto 2. Mas não conseguiu buscar o pódio ficando em 4ºlugar atrás de Dominique Aegerter que fez grande corrida e que foi o único a tentar se aproxímar de Kallio, Mas não foi ameaçado por ninguém e com a segunda posição ele assume o 3ºlugar no campeonato até agora, impressionante para um começo de campeonato de um piloto que não é um dos favoritos ao Título.

O que foi mais legal é que Jonas Folger com uma moto de uma equipe sem muita estrutura conseguiu se segurar em 3ºlugar e subir pela primeira vez ao Pódio da Moto 2. Rabat com o 4ºlugar fez 13 pontos, Mas ainda conta com 16 pontos na Frente de Kallio, Mas é bom abrir o olho para o desempenho de Hoje de Kallio. Logo depois vieram os pilotos da Pons com Viñales na Frente de Salom, Viñales fez uma corrida de recuperação depois de ficar em 10ºlugar nas primeiras voltas da prova, Salom fez bom começo mas perdeu um pouco no final. Xavier Simeon foi discreto, Mas garantiu uma boa 7ªposição o piloto da Gresini, Johann Zarco ficou em um modesto 8ºlugar, Após largar numa posição muito distante dos primeiros lugares. Sandro Cortese Salvou um 9ºlugar, e Luthi salvou o 10ºposto. Destaque negativo para Takaagi Nakagami que não teve um desempenho bom de sua moto e que na última volta ele caiu perdendo pontos para o campeonato mesmo que sejam minguados devido a falta de qualidade de seu equipamento.

Próxima Etapa acontece no dia 18 em Le Mans.

Resultado Final do GP da Espanha da MotoGP – Categoria Moto 2

1 36 Mika Kallio (Marc VDS Racing Team Kalex) 44’56.004
2 77 Dominique Aegerter (Technomag carXpert Suter) a 2.434
3 94 Jonas Folger (AGR Team Kalex) a 3.668
4 53 Esteve Rabat (Marc VDS Racing Team Kalex) a 5.431
5 40 Maverick Viñales (Pons HP 40 Kalex) a 9.786
6 39 Luis Salom (Pons HP 40 Kalex) a 11.356
7 19 Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2 Suter) a 18.112
8 5 Johann Zarco (AirAsia Caterham Caterham Suter) a 21.508
9 11 Sandro Cortese (Dynavolt Intact GP Kalex) a 21.608
10 12 Thomas Luthi (Interwetten Paddock Moto2 Suter) a 22.811
11 95 Anthony West (QMMF Racing Team Speed Up) a 43.284
12 81 Jordi Torres (Mapfre Aspar Team Moto2 Suter) a 43.405
13 88 Ricard Cardus (Tech 3 Tech 3) a 43.906
14 60 Julian Simon (Italtrans Racing Team Kalex) a 44.100
15 4 Randy Krummenacher (IodaRacing Project Suter) a 44.434
16 49 Axel Pons (AGR Team Kalex) a 44.708
17 15 Alex De Angelis (Tasca Racing Moto2 Suter) a 45.004
18 54 Mattia Pasini (NGM Forward Racing Forward KLX) a 45.987
19 14 Ratthapark Wilairot (AirAsia Caterham Caterham Suter) a 47.440
20 21 Franco Morbidelli (Italtrans Racing Team Kalex) a 57.176
21 55 Hafizh Syahrin (Petronas Raceline Malaysia Kalex) a 1’02.628
22 45 Tetsuta Nagashima (Teluru Team JiR Webike TSR) a 1’03.716
23 97 Roman Ramos (QMMF Racing Team Speed Up) a 1’04.330
24 25 Azlan Shah (IDEMITSU Honda Team Asia Kalex) a 1’05.423
25 57 Edgar Pons (Pons HP 40 Kalex) a 1’05.657
26 8 Gino Rea (AGT REA Racing Suter) a 1’06.666
27 70 Robin Mulhauser (Technomag carXpert Suter) a 1’13.620
28 10 Thitipong Warokorn (APH PTT The Pizza SAG Kalex) a 1’19.045

Não Terminaram a corrida:

30 Takaaki Nakagami (IDEMITSU Honda Team Asia Kalex) 1 Volta
3 Simone Corsi (NGM Forward Racing Forward KLX) 2 Voltas
22 Sam Lowes (Speed Up Speed Up) 8 Voltas
23 Marcel Schrotter (Tech 3 Tech 3) 15 Voltas
96 Louis Rossi (SAG Team Kalex) 18 Voltas
7 Lorenzo Baldassarri (Gresini Moto2 Suter) 21 Voltas

Fenati ganha em Jerez e fica a 5 pontos de Miller

Romano Fenati repetindo o sucesso em Termas de Rio Hondo ele conquistou a vitória largando do 10ºlugar no Grid de Largada, Fenati recuperou bem rápido das posições e participou de uma intensa briga que teve pilotos como Efren Vazquez, Isaac Viñales, Jack Miller que foi o pole position, Alex Marquez, Alex Rins que fez sua melhor corrida na temporada, E que ainda teve Jakub Kornfeil, Francesco Bagnaia fazendo parte do pelotão da Frente.

Na parte final da prova Fenati, Vazquez e Rins lutaram pela vitória com Miller e Viñales que ficaram um pouco atrás para beliscar um pódio. Rins lutou muito pela vitória, na volta final passou Vazquez e na última curva chegou a passar Fenati, Mas perdeu a trajetória e Fenati voltou pra cima dele e pegou a ponta para vencer com Vazquez em 2º e Rins em 3º. Com isso Fenati não só garantiu as 25 vitórias seguidas da KTM na Moto 3 como diminuiu a diferença entre ele e o Australiano Jack Miller que ficou em 4ºlugar para apenas 5 pontos, E pelo que parece a Briga pelo campeonato esta começando a ficar um mano a mano entre o Australiano e o Italiano, Bem diferente do ano passado que a Categoria foi o monopólio dos Espanhois.

Isaac Viñales, Jakub Kornfeil, Alex Marquez, Francesco Bagnaia, Enea Bastianini e Nikias Ajo completaram os 10 primeiros colocados. Eric Granado mais uma vez decepciona e cai mais uma vez logo na primeira volta, Começo a questionar se o Eric vai ser alguma coisa na Carreira, ou a atitude do piloto Brasileiro muda ou ele vai ser expurgado da Motovelocidade ou então virar um piloto comum na Moto 3 sem ser um piloto ganhador.

Próxima corrida do campeonato será dia 18 em Le Mans

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de motovelocidade Categoria Moto 3

1 25 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) 41’28.584 em 23 Voltas
2 20 7 Efren Vazquez (SaxoPrint-RTG Honda) a 0.144
3 16 42 Alex Rins (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 0.147
4 13 8 Jack Miller (Red Bull KTM Ajo KTM) a 1.224
5 11 32 Isaac Viñales (Calvo Team KTM) a 1.244
6 10 84 Jakub Kornfeil (Calvo Team KTM) a 1.857
7 9 12 Alex Marquez (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 3.808
8 8 21 Francesco Bagnaia (SKY Racing Team VR46 KTM) a 6.631
9 7 33 Enea Bastianini (Junior Team GO&FUN Moto3 KTM) a 11.944
10 6 31 Niklas Ajo (Avant Tecno Husqvarna Ajo Husqvarna) a 12.204
11 5 52 Danny Kent (Red Bull Husqvarna Ajo Husqvarna) a 12.685
12 4 10 Alexis Masbou (Ongetta-Rivacold Honda) a 12.839
13 3 17 John Mcphee (SaxoPrint-RTG Honda) a 12.870
14 2 44 Miguel Oliveira (Mahindra Racing Mahindra) a 14.793
15 1 65 Philipp Oettl (Interwetten Paddock Moto3 Kalex KTM) a 14.907
16 58 Juanfran Guevara (Mapfre Aspar Team Moto3 Kalex KTM) a 15.586
17 6 Maria Herrera (Junior Team Estrella Galicia 0,0 Honda) a 15.753
18 19 Alessandro Tonucci (CIP Mahindra) a 23.121
19 98 Karel Hanika (Red Bull KTM Ajo KTM) a 23.741
20 63 Zulfahmi Khairuddin (Ongetta-AirAsia Honda) a 31.160
21 24 Marcos Ramirez (Calvo Team Laglisse KTM) a 31.437
22 51 Bryan Schouten (CIP Mahindra) a 36.861
23 22 Ana Carrasco (RW Racing GP Kalex KTM) a 47.525
24 38 Hafiq Azmi (SIC-AJO KTM) a 47.813
25 3 Matteo Ferrari (San Carlo Team Italia Mahindra) a 48.115
26 43 Luca Geunwald (Kiefer Racing Kalex KTM) a 48.141
27 95 Jules Danilo (Ambrogio Racing Mahindra) a 48.693
28 4 Gabriel Ramos (Kiefer Racing Kalex KTM) a 1’22.490

Não Completaram a corrida:

11 Livio Loi (Marc VDS Racing Team Kalex KTM) 7 Voltas
41 Brad Binder (Ambrogio Racing Mahindra) 8 Voltas
9 Scott Deroue (RW Racing GP Kalex KTM) 9 Voltas
91 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) 16 Voltas
23 Niccolò Antonelli (Junior Team GO&FUN Moto3 KTM) 21 Voltas
61 Arthur Sissis (Mahindra Racing Mahindra) 21 Voltas
57 Eric Granado (Calvo Team KTM) 0 Volta

Rouver coloca meio segundo na concorrência e é o pole

Matheus Rouver conquistou a pole sendo o único a andar na Casa do 1:11. Foto: Niltão Amaral – Blog do Passatão

Ausências na Formula jr. Em Tarumã

Com poucos carros no Grid a Formula jr. faz sua segunda etapa em Tarumã e o Sergipano Matheus Rouver conquistou sua primeira pole na Formula jr com estupenda apresentação colocando meio segundo sobre a segunda colocada a Caibense Bruna Tomaselli.

Apenas 7 carros treinaram e 8 fizeram os treinos livres, Rodrigo Elger que venceu as 2ªcorridas em Guaporé não compareceu por compromissos de Patrocinador, Lucas Fernandes e Vitor Fernandes por falta de Patrocinadores não puderam vim correr e Luca Abreu que também se ausentou acabaram por desfalcar o Grid da Formula Junior. Quem voltou para essa corrida foi Lucas Alves com o Carro da Kratina Racing, Só que acabou na 7ªPosição. A Etapa da Formula Jr. acontece as 9:15 a primeira bateria e as 12:35 a segunda bateria

Grid de Largada da Formula Júnior – 3ªEtapa em Tarumã

1. Matheus Rouver (Irineu Racing) 1:11.988 G
2. Bruna Tomaselli (Giocar Racing) 1:12.466 G
3. Franco Pasquale (Pole Motorsport) 1:12.544 G
4. Lucas Kohl (Satti Racing) 1:12.561 N
5. Lucas Villela (Satti Racing) 1:12.726 N
6. Luciano Calabbini (Quadrado Racing) 1:12.733 N
7. Lucas Alves (Kratina Racing) 1:13.775 G
8. Tiago Silva – Sem tempo N

G – Graduados
N – Novatos

GP da Alemanha de 1989 – 500cc Mundial de motovelocidade

Grid de largada:

1 Kevin Schwantz Suzuki 2’02.360
2 Wayne Rainey Yamaha 2’02.820
3 Eddie Lawson Honda 2’02.910
4 Christian Sarron Yamaha 2’03.460
5 Pierfrancesco Chili Honda 2’03.720
6 Mick Doohan Honda 2’03.860
7 Niall Mackenzie Yamaha 2’04.110
8 Ron Haslam Suzuki 2’04.650
9 Freddie Spencer Yamaha 2’04.840
10 Kevin Magee Yamaha 2’04.950
11 Norihiko Fujiwara Yamaha 2’05.390
12 Robert McElnea Honda 2’05.510
13 Dominique Sarron Honda 2’06.620
14 Randy Mamola Cagiva 2’06.640
15 Ernst Gschwender Suzuki 2’07.760
16 Alessandro Valesi Yamaha 2’08.870
17 Michael Rudroff Honda 2’10.210
18 Simon Buckmaster Honda 2’10.760
19 Bruno Kneubühler Honda 2’11.600
20 Rachel Nicotte Chevallier 2’11.910
21 Georg Jung Honda 2’12.060
22 Hansjörg Butz Honda 2’12.320
23 Vittorio Scatola Honda 2’12.640
24 Peter Schleef Honda 2’12.920
25 Josef Doppler Honda 2’13.120
26 Niggi Schmassman Honda 2’13.320
27 Marco Gentile Fior/Yamaha 2’14.050
28 Peter Linden Honda 2’14.220
29 Alois Meyer Honda 2’14.900
30 Stefan Klabacher Honda 2’14.990
31 Helmut Schütz Honda 2’15.170
32 Juan Manuel López Mella Honda 2’15.220
33 Hans Klingebiel Suzuki 2’15.370
34 Karl Dauer Honda 2’15.680
35 Roland Busch Honda 2’15.100
36 Martin Trösch Honda 2’15.760

Não se classificaram para a corrida:

– Fernando González de Nicolás Honda 2’16.080
– W. Maier Honda 2’16.150
– Andreas Leuthe Suzuki 2’16.650
– Marco Papa Paton 2’16.650
– Vincenzo Cascino Honda 2’19.480

Rainey vence a Lawson e conquista a vitória em Hockenheim

6ªEtapa do mundial das 500cc de Motovelocidade, realizada na Famosa pista de Hockenheim, em 19 voltas, uma pista rapidíssima e cheia de possibilidades de ultrapassagens e aonde o motor era o fator mais decisivo para se fazer uma boa corrida. Schwantz, Rainey, Lawson, Sarron e Chili na primeira fila. Doohan, Mackenzie, Haslam e Spencer na segunda fila
Na largada é Schwantz que sai na ponta com Chili em segundo, só que na Reta Rainey toma a ponta de Schwantz, Mas na segunda reta Schwantz iria tentando volta a ponta, na terceira Reta veio o Norte-americano Eddie Lawson e colocou todo mundo no chinelo e tomou a ponta da corrida. Só na primeira volta já foram 3 lideres de corrida: Classificação era Lawson, Rainey, Doohan, Schwantz, Chili, Sarron, Haslan, Magee, Fujiwara, D.Sarron, McElnea, Spencer.
Lawson e Rainey começavam a se distanciar dos outros pilotos que eram liderados pelo Schwantz, Doohan, Sarron e Chili na segunda volta. Na volta seguinte Schwantz se desgarra do 2ºpilotão e começa a vim para cima de Lawson e de Rainey para lutar pela ponta da corrida. Michael Doohan que chegou a estar em 3º começava a ser pressionado pelo rápido Christian Sarron, o Francês da moto azul da Yamaha.
Rainey começava a tentar um ataque direto em Lawson, Brigando pela ponta da corrida era a velha briga entre a Honda de Lawson e a Yamaha de Rainey, Schwantz em 3º com Suzuki também chegava a essa briga e fez a melhor volta da corrida, tempo de 2:02.68 – Média de 199.220 km/h. Doohan, Sarron e Chili já estavam mais longe dessa briga e se resumindo ao 4ºlugar. A diferença entre Lawson e Rainey não chegava nem aos 3 décimos de distância. A Moto número 50 era de E. Gschwender, um piloto com a moto Suzuki que estava bem posicionado na corrida, em 14ºlugar.
Na 6ªVolta Waine Rainey iria para cima de Eddie Lawson e vinha junto deles o Norte-americano Kevin Schwantz, Lawson concretiza a ultrapassagem e assume a ponta da corrida com Rainey e Schwantz logo em seguida. Parece brincadeira mas os Retardatários estavam começando a surgir para os líderes da corrida. Na reta dos boxes quando completavam a terceira volta Kevin Schwantz iria para cima de Wainey Rainey para uma primeira tentativa de ultrapassagem, só que não foi suficiente para passar a Rainey.
Classificação após 6 voltas completadas: Lawson 12:27.49 – Rainey a 0.45 – Schwantz a 0.69 – Sarron a 5.74 – Doohan a 6.27 – Chili a 6.66.
A briga segue entre os três primeiros colocados, dessa vez Lawson fugia um pouco e Rainey segurava os ataques de Schwantz. Enquanto isso Sarron tomou o 4ºlugar de Doohan. Dessa forma Sarron tinha agora 5 segundos para tentar tirar de Lawson, Rainey e Schwantz.
Enquanto isso a Moto de número 46 iria praticamente tomar uma volta dos Líderes. Bruno Kneubuehler, suíço estava com a belíssima moto 24 em verde e vermelho com predominância da cor Verde na 19ªposição a 1:10.67 atrás e Lawson.
Mas Rainey assumiu de novo a ponta da corrida passando a Lawson na 8ªvolta da corrida, Agora era Rainey o líder com Lawson o segundo e Schwantz em 3º, eles estavam passando seus primeiros retardatários. Schwantz passou a Lawson e assumiu o segundo lugar da corrida. Enquanto Doohan recuperava o 4ºlugar em cima de Sarron e junto deles vinha o Italiano Chili em 6ºlugar.
Classificação após 10 voltas completadas: Rainey 20:42.79, Schwantz a 0.34, Lawson a 0.65, Doohan a 9.74, Sarron a 9.98 e Chili a 10.53
Na 11ªVolta Lawson voltou a passar a Schwantz e voltava a ponta, não falei que no começo do texto que a corrida proporcionava várias ultrapassagens. Na 12ªVolta Schwantz perdeu tempo ao ultrapassar retardatários e com isso ficou um pouco para trás, Mas ainda acompanhando a Lawson e Rainey. Enquanto isso lá atrás o piloto alemão Ernst Gschwender ultrapassou ao Americano da moto 12 Randy Mamola e assumiu a 13ªposição, o Alemão e Mamola já estavam a mais de 1 minuto atrás dos líderes da corrida.
Sarron pressionava a Doohan na briga pelo 4ºlugar, Doohan substituía a Wayne Gardner que estava lesionado. Niall Mackenzie se acidentou forte com a sua moto 6 e deixou a corrida e teve que ter a ajuda dos fiscais de pista para se levantar e sair da pista.
Na 15ªvolta a briga pela vitória seguia entre Lawson, Rainey e Schwantz e em meio disso eles ultrapassavam os pilotos com motos mais lentas que tomavam uma volta dos líderes, Rainey continuava colado em Lawson e Schwantz acompanhando a 2 primeiros colocados. Mas na 16ªvolta a Suzuki de Schwantz fica lenta e o Norte-americano é obrigado a deixar a corrida, com isso Doohan, Chili e Sarron brigariam pelo terceiro lugar na corrida e a luta pela vitória estava entre Lawson e Rainey, a diferença era de meio segundo apenas restando 2 voltas para o termino da corrida.
Lawson parece ter conseguido uma pequena distância para Rainey, Teoricamente o Tricampeão das 500cc iria conseguir a vitória. Classificação após 16 voltas: Lawson 33:04.05, Rainey a 0.52, Doohan a 15.93, Sarron a 16.24, Chili a 18.90 e Fujiwara a 36.70
Só que Rainey com a Yamaha iria tentar o ataque final em cima do piloto da Honda. Na Volta final briga pela ponta e pelo terceiro lugar. Rainey tentava tirar a vitória de Lawson, ele usa toda a sua potência de sua Yamaha, mas a Honda de Lawson era também uma senhora moto e com isso Lawson Manteve a ponta.
Na volta final Lawson era o líder da corrida, mas acabou sendo um pouco atrapalhado pela moto 46, com isso Rainey se aproveita para passar a Lawson, Mas Lawson na terceira reta assumia de novo a ponta da corrida, Rainey não desistiu e passou de novo a Lawson antes da curva do Estádio, e dai foi só manter nas curvas finais na frente de Lawson para comemorar a vitória em Hockenheim, Doohan ficou em 3ºlugar com Chili em 4º e Sarron em 5º que acabou tendo problemas no final da corrida. O melhor representante da Alemanha foi Ernst Gschwender que terminou em 11ºlugar afrente de Randy Mamola que terminou numa lamentável 12ªposição.
A Lamentar que nesse mesmo dia, faleceu vitima de um acidente durante a corrida das 250cc o piloto da Venezuela Ivan Palazzese faleceu no dia 28 de Maio de 1989.

Resultado Final do GP da Alemanha – 19 Voltas

1 Wayne Rainey Yamaha 39:14.750
2 Eddie Lawson Honda a 0.270
3 Mick Doohan Honda 1a 20.710
4 Pierfrancesco Chili Honda a 25.720
5 Christian Sarron Yamaha a 37.000
6 Norihiko Fujiwara Yamaha a 42.980
7 Kevin Magee Yamaha a 43.540
8 Dominique Sarron Honda a 44.980
9 Freddie Spencer Yamaha a 53.020
10 Robert McElnea Honda a 1:08.530
11 Ernst Gschwender Suzuki a 1:51.390
12 Randy Mamola Cagiva a 1:55.890
13 Alessandro Valesi Yamaha a 1 Volta
14 Simon Buckmaster Honda a 1 Volta
15 Bruno Kneubühler Honda a 1 Volta
16 Hansjörg Butz Honda a 1 Volta
17 Rachel Nicotte Chevallier a 1 Volta
18 Vittorio Scatola Honda a 1 Volta
19 Juan Manuel López Mella Honda a 1 Volta
20 Peter Schleef Honda a 1 Volta
21 Michael Rudroff Honda a 1 Volta
22 Josef Doppler Honda a 1 Volta
23 Peter Linden Honda a 1 Volta
24 Stefan Klabacher Honda a 2 Voltas
25 Helmut Schütz Honda a 2 Voltas
26 Hans Klingebiel Suzuki a 2 Voltas

Não Terminaram a corrida:

– Georg Jung Honda 15 Voltas
– Kevin Schwantz Suzuki 15 Voltas
– Niall Mackenzie Yamaha 12 Voltas
– Martin Trösch Honda 11 Voltas
– Marco Gentile Fior/Yamaha 7 Voltas
– Alois Meyer Honda 5 Voltas
– Ron Haslam Suzuki 3 Voltas
– Niggi Schmassman Honda 2 Voltas
– Roland Busch Honda 2 Voltas
– Karl Dauer Honda 1 Volta

Vídeo:

Creditos: https://www.youtube.com/user/yds250