Super Formula 2019 – Round 6 em Okayama: Yamashita vence e campeonato fica totalmente em aberto

Grid de Largada:

posPilotoEquipe/Motortempo
120Ryo HirakawaITOCHU ENEX TEAM IMPUL1’12.700
TOYOTA/TRD Biz-01F
23Kenta YamashitaKONDO RACING1’12.780
TOYOTA/TRD Biz-01F
34Yuji KunimotoKONDO RACING1’12.880
TOYOTA/TRD Biz-01F
436Kazuki NakajimaVANTELIN TEAM TOM’S1’12.884
TOYOTA/TRD Biz-01F
55Nirei FukuzumiDOCOMO TEAM DANDELION RACING1’12.890
HONDA/M-TEC HR-417E
638Hiroaki IshiuraJMS P.MU/CERUMO・INGING1’12.969
TOYOTA/TRD Biz-01F
765Tadasuke MakinoTCS NAKAJIMA RACING1’13.004
HONDA/M-TEC HR-417E
864Alex PalouTCS NAKAJIMA RACING1’13.382
HONDA/M-TEC HR-417E
918Kamui Kobayashicarrozzeria Team KCMG1’13.325
TOYOTA/TRD Biz-01F
1037Nick CassidyVANTELIN TEAM TOM’S1’13.382
TOYOTA/TRD Biz-01F
1115Patricio O’WardTEAM MUGEN1’13.519
HONDA/M-TEC HR-417E
1251Harrison NeweyB-Max Racing with motopark1’13.557
HONDA/M-TEC HR-417E
1316Tomoki NojiriTEAM MUGEN1’14.886
HONDA/M-TEC HR-417E
1419Yuhi SekiguchiITOCHU ENEX TEAM IMPUL1’15.767
TOYOTA/TRD Biz-01F
1550Lucus AuerB-Max Racing with motopark1’14.919
HONDA/M-TEC HR-417E
161Naoki YamamotoDOCOMO TEAM DANDELION RACING1’15.842
HONDA/M-TEC HR-417E
1717Koudai TsukakoshiREAL RACING1’15.118
HONDA/M-TEC HR-417E
1839Sho TsuboiJMS P.MU/CERUMO・INGING1’16.057
TOYOTA/TRD Biz-01F
197Yuichi NakayamaUOMO SUNOCO TEAM LEMANS1’15.147
TOYOTA/TRD Biz-01F
208Kazuya OshimaUOMO SUNOCO TEAM LEMANS1’16.179
TOYOTA/TRD Biz-01F

6ªEtapa da Super Formula de 2019 – Realizada nos dias 28 e 29 de Setembro

Okayama teve uma das melhores corridas dos últimos anos. Cheia de alternativas e bem imprevisível em relação ao vencedor e para a disputa do campeonato. Aproveitando o seu melhor momento na Super Formula, Ryo Hirakawa da Impul acabou conquistando a pole position. Ao seu lado, Larga o Japonês Kenta Yamashita da equipe Kondo, Que teria na segunda fila o Japonês Yuji Kunimoto. Kazuke Nakajima da Tom’S e Nirei Fukuzumi da Docomo completavam os 5 primeiros colocados.

O primeiro não nipônico do Grid, o Espanhol Alex Palou larga em 8º. Dos principais concorrentes ao título, Nick Cassidy largaria em uma posição melhor, mas o 10ºlugar não era muito bom. Ao menos era melhor que o 16º que Naoki Yamamoto conseguiu na Classificação.

Ryo Hirakawa largou bem e manteve a liderança, Yamashita vinha em 2º e Nirei Fukuzumi da Docomo, que subiu do 5º para o 3ºlugar em 2 curvas. Curvas depois, Fukuzumi foi para cima de Yamashita e levou o segundo lugar das mãos do piloto da Kondo. Seu companheiro de equipe Yuji Kunimoto deu uma escapada e caiu para o 9ºlugar. No final da 1ªVolta, Kamui Kobayashi foi para a parada, trocar os pneus médios pelos pneus macios. As táticas malucas que existiram em Motegi iriam aparecer em Okayama.

Muitas disputas nas primeiras voltas, Uma delas entre os pilotos da Tom’s. Entre Kazuki Nakajima e Nick Cassidy acabou o Japonês levando a pior, Não só perdendo posição para seu companheiro de equipe como também para Lucas Auer da B-Max caindo para o 7ºlugar. Hirakawa e Fukuzumi abriam muito da Concorrência. Yamashita com os pneus médios vinha segurando Hiroaki Ishiura e Nick Cassidy, Ambos com os pneus macios.

O piloto da Ishiura foi pelo lado de fora na curva seguinte da reta oposta e acabou levando a posição de Yamashita, que acabou perdendo posição para Nick Cassidy. Na metade da 5ªVolta, Lucas Auer superou o piloto da Kondo, que em uma volta caiu do 3º para o 6ºlugar. O desempenho dos pneus macios era muito superior ao desempenho dos pneus médios, seu dúvida nenhuma.

Hirakawa abria 4.5 segundos sobre Nirei Fukuzumi, O jovem piloto da Docomo tentou tirar essa diferença, Mas acabou se afobando e indo para a caixa de brita na 5ªCurva da 8ªVolta. Isso ocasionou a entrada do safety car. Enquanto os fiscais de pista estavam tirando o carro do piloto da Docomo, Muita gente aproveitou para fazer parada nos boxes. Na 11ªVolta, Yamamoto, Kunimoto, Nakajima e Makino foram para os boxes. Ao sair dos boxes, O piloto da Nakajima acabou passando pela grama. (Por incrível que pareça isso rendeu punição por causa disso, Vai entender os Japoneses) outros pilotos foram para os boxes na 12ªVolta.

Na 13ªVolta tivemos a relargada: Hirakawa era o ponteiro, seguido de Ishiura, Cassidy, Auer, Nojiri, Tsoboi, Kobayashi, Yamashita, Nakajima e Newey. Sendo que os 6 primeiros ainda não tinham feito a troca. Fizeram uma parada além do 7º ao 10ºlugar, Palou, O’Ward e Kunimoto. Já com suas paradas: Yamamoto (14ª), Tsukakoshi, Oshima, Makino, Sekiguchi e Nakayama.(Piloto que substituiu o Russo Artem Markelov) Kunimoto no final da 13ªVolta foi para os boxes, caindo para o último lugar.

Lá na frente, Hirakawa vinha abrindo distância sobre os rivais, Enquanto isso, Kamui Kobayashi foi para cima de Tsuboi, O primeiro piloto que já tinha trocado poderia levar Kobayashi a ser o favorito a vitória em Okayama. Na 16ªVolta, Palou e Newey faziam uma briga europeia pelo 10ºlugar. Kobayashi acabou superando Tsuboi e assumiu o 6ºlugar. Na metade da 19ªVolta, O piloto da KGMC chegou em Tomoki Nojiri da Team Mugen, Mas já seria bem mais difícil para Kamui. Hirakawa estava 2.2 segundos a frente de Ishiura, 4.5 segundos de Cassidy, 6.8 segundos de Lucas Auer. Kobayashi chegou em Nojiri na metade da 19ªVolta. Estava rendendo muito o piloto da KGMC.

Tsuboi, Yamashita, Nakajima e Harrison completam os 10 primeiros colocados. Hiroaki SIshura vinha tentando tirar vantagem a diferença que tinha Hirakawa na liderança. Nick Cassidy estava acompanhando os 2 primeiros. Tomoki Nojiri conseguiu abrir um pouco de vantagem para Kobayashi. Ao mesmo tempo,o piloto da Team Mugen foi para cima do Austríaco Lucas Auer da B-MAX na 25ªVolta.

Duas voltas depois, Kazuki Nakajima passou a pressionar Kenta Yamashita valendo o 8ºlugar. Logo atrás, O inglês Harrison Newey segurava a 10ªposição dos ataques do Espanhol Alex Palou. Na 31ªVolta, o outro piloto da Nakajima, Makino recebeu o Drive Through, comprometendo de vez sua corrida.

Na volta 33, Hiroaki Ishiura perdeu o 2ºlugar para Cassidy, parecia um erro do experiente piloto. Porém, o seu carro deu problemas e isso justificou o erro do piloto da Cerumo, que acabou indo para os boxes, com a esperança do problema ser um pneu furado. Após a troca dos seus pneus, Ishiura voltou em 15º e seu carro continuou lento. Seu carro tinha um problema bem mais sério.

Com 34 voltas, Ryo Hirakawa chegou a abrir 3.7 segundos de vantagem para Nick Cassidy. Porém a partir dai o piloto da Tom’s sentiu que poderia vencer a corrida ao restarem 32 voltas para o final. Porém, Eles dois, mais Lucas Auer, Tomoki Nojiri e Sho Tsuboi precisavam fazer a parada. Kamui Kobayashi era o primeiro piloto que já tinha parado nos boxes e com grandes chances de vencer a prova, com 27 voltas pela frente, O piloto da KCMG era de 7.7 segundos para Hirakawa e do segundo piloto que tinha feito a parada, A vantagem era de 25 segundos para Yamashita.

Na volta 45, Kobayashi voltou a pressionar Nojiri, disputa valendo o 4ºlugar, Mas a principal disputa da prova era entre Hirakawa e Cassidy, O piloto Neozelandês vinha a menos de 1 segundo atrás e tinha um carro bem mais rápido que o carro do piloto da Impul. Naoki Yamamoto não vinha bem, com 35 segundos atrás de Cassidy as chances dele pontuar eram poucas e a liderança do campeonato que parecia esta muito sólida a 3 provas atrás poderia estar perdendo a ponta do campeonato.

Kobayashi vinha com a prova na mão, mas a KCMG estava pronta para uma nova parada. Na 52ªVolta, Kamui foi para uma segunda parada e voltou em 13ºlugar, com 45.6 segundos dos líderes. Com isso, Hirakawa poderia ter esperanças de vencer a prova, Mas tinha apenas 28 segundos de frente para Yamashita e uma parada geralmente demoraria 40 segundos, Ou seja, tanto ele como Cassidy precisavam de mais 12 segundos para conquistar uma vitória.

Cassidy foi para o ataque em cima de Hirakawa, que já esta sem ritmo, tanto é que Auer e Nojiri se aproximavam os dois. Tava na cara que o piloto da Impul  não tinha mais rendimento. A corrida passou a ser por contagem regressiva ao invés do número de voltas. Ao invés das 68 voltas a prova teria que terminar em 10 minutos.

Cassidy superou Hirakawa e passou para a ponta na volta 57. Auer e Nojiri foram se aproximar do ex-líder da prova. Kobayashi foi para cima de Naoki Yamamoto e acabou no seu melhor estilo ganhando o 11ºlugar. A 8 minutos e meio do final, Hirakawa vai para a sua parada, Voltando em 11ºlugar (atrás de Yamamoto), mas acabou perdendo essa posição para Kasuya Oshima.

Na 61ªVolta, Nick Cassidy vai para os boxes e volta à frente de Kobayashi e de Yamamoto. Nojiri vai para a ponta, Mas para na volta 62.

Porém, Kobayashi chega pra cima de Cassidy e travam o duelo pelo 6ºlugar. para mim, esse foi o melhor duelo da temporada. O Desempenho de Kamui era bem melhor que o rendimento de Nick Cassidy. Na volta 63, Kobayashi tentou por fora no final da reta oposta e Cassidy se defendeu, na curva seguinte, Kamui fez por fora uma senhora ultrapassagem em cima de Cassidy que acabou rodando e caindo para o 11ºlugar.

Foi uma senhora ultrapassagem do piloto Japonês a 5 minutos do final. Cassidy caiu para o 11ºlugar e ficou sem possibilidade de pontuar. Pior ainda é que Naoki Yamamoto vinha em 8ºlugar e estava marcando um ponto.

Lucas Auer liderava a prova, mas a 2 minutos do final ele precisou fazer a parada. Kenta Yamashita passou para a liderança, com 2.3 segundos a frente de Kazuki Nakajima. O piloto da Kondo acabou com a vitória após 66 voltas (2 a menos que as 68 voltas planejadas) e entrou na briga pelo campeonato da Super Formula.

Kazuki Nakajima salvou o dia da Tom’s com 2ºlugar e o Inglês Harrison Newey acabou conquistando um merecidíssmo pódio em 3ºlugar, após se defender com muita garra dos ataques do espanhol Alex Palou da Nakajima, que ficou com o 4ºlugar.

Lucas Auer da B-Max, Patrício O’Ward da Team Mugen, Naoki Yamamoto da Docomo e Kazuma Oshima completaram os 8 primeiros colocados. Kamui Kobayashi acabou na volta final deixando a prova (Ou com problemas em seu carro ou por erro do piloto) uma pena, pois merecia até mesmo vencer a prova se não fosse pela segunda parada na parte final de prova.

Naoki Yamamoto com os dois pilotos voltou a liderança do campeonato, com 29 pontos contra os 28 pontos de Nick Cassidy, que ficou em 10ºlugar. Alex Palou com 25 pontos, Kenta Yamashita com 18 pontos e Kamui Kobayashi com 19 pontos disputavam o título na etapa final em Suzuka. Com 14 pontos em jogo, tudo poderia acontecer.

Resultado Final da 6ªEtapa da Super Formula 2019

posPilotoEquipe/Motortempo
13Kenta YamashitaKONDO RACING1h30’52.967
TOYOTA/TRD Biz-01F
236Kazuki NakajimaVANTELIN TEAM TOM’Sa 2.340
TOYOTA/TRD Biz-01F
351Harrison NeweyB-Max Racing with motoparka 4.045
HONDA/M-TEC HR-417E
464Alex PalouTCS NAKAJIMA RACINGa 5.311
HONDA/M-TEC HR-417E
550Lucus AuerB-Max Racing with motoparka 11.174
HONDA/M-TEC HR-417E
615Patricio O’WardTEAM MUGENa 12.532
HONDA/M-TEC HR-417E
71Naoki YamamotoDOCOMO TEAM DANDELION RACINGa 15.702
HONDA/M-TEC HR-417E
88Kazuya OshimaUOMO SUNOCO TEAM LEMANSa 17.763
TOYOTA/TRD Biz-01F
916Tomoki NojiriTEAM MUGENa 24.461
HONDA/M-TEC HR-417E
1037Nick CassidyVANTELIN TEAM TOM’Sa 32.896
TOYOTA/TRD Biz-01F
1139Sho TsuboiJMS P.MU/CERUMO・INGINGa 38.901
TOYOTA/TRD Biz-01F
1220Ryo HirakawaITOCHU ENEX TEAM IMPULa 41.280
TOYOTA/TRD Biz-01F
1319Yuhi SekiguchiITOCHU ENEX TEAM IMPULa 41.660
TOYOTA/TRD Biz-01F
1417Koudai TsukakoshiREAL RACINGa 42.858
HONDA/M-TEC HR-417E
157Yuichi NakayamaUOMO SUNOCO TEAM LEMANSa 43.464
TOYOTA/TRD Biz-01F
164Yuji KunimotoKONDO RACINGa 44.663
TOYOTA/TRD Biz-01F
1765Tadasuke MakinoTCS NAKAJIMA RACINGa 46.043
HONDA/M-TEC HR-417E
1818Kamui Kobayashicarrozzeria Team KCMGa 1 Volta
TOYOTA/TRD Biz-01F
1938Hiroaki IshiuraJMS P.MU/CERUMO・INGINGa 31 Voltas
TOYOTA/TRD Biz-01F
205Nirei FukuzumiDOCOMO TEAM DANDELION RACINGa 59 Voltas
HONDA/M-TEC HR-417E

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: twitter.com/Yuu_300twitter.com/motorsportm8  – twitter.com/leblogauto

Coronavirus praticamente paralisa o esporte a motor no mundo

Todo o planejamento das temporadas das principais categorias ficou completamente comprometido pela pandemia do Coronavirus se espalhando pelo mundo, principalmente na Europa (Com a situação complicada para Inglaterra e Espanha e a situação catastrófica para a Itália, que é o país mais afetado do mundo hoje. Na China, a epidemia parece estar controlada) As temporadas que se planejavam começar em Março acabaram todas comprometidas.

Na Formula 1, se cancelou em cima da hora o GP da Austrália, Além disso, as provas do Bahrein, China e Vietnã foram adiadas e a categoria deve começar no final de maio, Com a realização do GP do Azerbaijão. Se trabalha um calendário alternativo, com finais de semana de apenas dois dias, para a realização de pelo menos umas 17 ou 18 corridas para essa temporada.

Os prejuízos na MotoGP até agora parecem ser mínimos. Até agora todas as corridas não foram e não serão realizadas em sua data original foram remarcadas para a parte final de campeonato, além de ter conseguido realizar a etapa da Moto 2 e Moto 3 no Qatar. Em outras categoria como a Formula 2 e Formula 3 também deve acontecer um remanejamento de datas (Bahrein foi adiado nas duas categorias).

Agora na Formula Indy, o prejuízo será bem maior. A prova de St.Petersburg que seria realizada no domingo foi cancelada, Assim como Alabama, Long Beach e Circuito das Américas. A Organização esta fazendo todo o possível para manter as provas em Indianápolis (incluído as 500 milhas). Porém, o calendário do campeonato desse ano esta comprometido, Apenas com 13 corridas para serem disputadas se não tivemos mais cancelamentos.

As chances de temos um campeonato reduzido em todas as esferas é grande, Se a Pandemia não passar logo (Se prolongar por mais tempo) podemos considerar o ano de 2020 como um ano perdido e praticamente nulo para as competições pelo Mundo. Eu espero que a partir de Maio se possa começar as competições pelo Mundo, mesmo que não se possa ter um público, que se veja as corridas pela TV ou pela Internet.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP/IndyCar

Caso de Coronavirus em membro da Mclaren faz FIA Cancelar o GP da Austrália de Formula 1

A Formula 1 finalmente percebeu que não dava para viabilizar o GP da Austrália que iria ser realizada no domingo. Os dirigentes da categoria estava dispostos a realizar a prova. Porém, com o caso de um dos membros da Mclaren ter contraído Coronavirus, A equipe inglesa acabou se retirando da prova. A Formula 1 e a FIA convocou uma reunião com os membros entre as 9 equipes que estavam ainda dispostas a correr.

A Conclusão foi que por maioria a corrida não poderia prosseguir. Com o apoio da Australian Grand Prix Corporation (AGPC) a Formula 1 decidiu cancelar todas as atividades do GP da Austrália.

Em anuncio oficial a organização do GP disse aos milhares de fãs que ficaram decepcionados com essa decisão que vão receber de volta todo o dinheiro que eles pagaram pelo ingresso e que um novo anuncio deve acontecer em breve sobre a corrida.

“Todas as partes levaram em consideração os enormes esforços da AGPC, Motorsport Austrália, funcionários e voluntários para organizar a rodada de abertura do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA 2020 em Melbourne, mas concluíram que a segurança de todos os membros da família Fórmula 1 e da comunidade mais ampla, bem como a imparcialidade da competição têm prioridade”.

Esperaremos provavelmente que a categoria cancele também o GP do Bahrein, Pois mesmo sem público não acho que seja possível a realização de uma corrida ou de um evento esportivo com uma Pandemia em curso. Provavelmente não teremos corridas e nem eventos esportivos em Março e em Abril. Se tiverem coerência, essas atitudes vão diminuir os estragos que o COVID-19 vai fazer pelo mundo.

Na China, o coronavirus esta quase controlado, com poucos casos tem sido registrados, Mas a maioria do planeta ainda vai passar pelo pico da pandemia e isso impede que uma aglomeração de pessoas possam estar em eventos esportivos e a outros tipos de eventos.

Aguardemos as próximas notícias sobre o esporte a motor pelo mundo.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formula 1

Coronavirus interfere no Mundo do esporte a motor, F1 ainda não se decide se vai ter a prova na Austrália

O Coronavirus vem trazendo muita preocupação pelo planeta, mesmo com uma baixa letatividade (Apenas 3,6%) o fato da doença já infectar 120 mil pessoas pelo mundo, Com a situação sendo mais grave na China (Onde a epidemia parece estar sendo controlada), Japão, Coreia do Sul, Irã e na Itália. Nesse último, com um país totalmente sobre quarentena, que teve como consequência o adiamento do campeonato Italiano.

Devido as recomendações para a doença não avançar mais, A MotoGP sofre as consequências. As etapas da Tailândia, Estados Unidos e Argentina foram adiadas. A etapa na Ásia foi jogada para o final de Setembro e as provas em Austin e em Termas de Rio Hondo adiadas para Novembro.

Apesar dos alertas e da Recomendações da OMS, A Formula 1 não parece que vai adiar a etapa do GP da Austrália que será realizada nesse próximo domingo. No país, existem 128 casos confirmados do COVID-19 (24 deles estão recuperados) e 3 mortes confirmados. É uma temeridade que essa corrida aconteça e se a Formula 1 tivesse a consciência disso acabaria por adiar o GP do Barhein. Mas ao invés disso, A prova a principio será realizada sem público.

Agora eu pergunto, Com um risco eminente, será que os dirigentes da categoria não poderiam fazer o que a MotoGP fez? Adiar uma corrida ou duas para preservar a integridade física e a saúde de pilotos, mecânicos, Profissionais que vão trabalhar na pista e cobrindo o final de semana e público também. Apesar da prova do Bahrein ser realizada sobre portões fechados é importante que se faça um esforço, pelo menos até abril os eventos sejam suspensos. Essa atitude pode dar a chance necessária para que a Doença não se espalhe mais e que ela possa ser controlada.

Na China ela já esta conseguindo ser freada por causa da atitude do Governo daquele país. Concordando ou não com ela, a doença não esta mais avançando e sim esta caindo a contaminação entre as pessoas. Porém, no resto do Mundo, a tendência natural é aumentar os casos. O que nos leva a evitar o máximo possível as aglomerações de pessoas nesse momento. Esperamos que esse surto diminuía de intensidade o mais rápido possível.

Mclaren confirmou que não corre nesse final de semana. Um dos Funcionários acabou dando positivo para o COVID-19. Existe uma enorme pressão para a prova seja Adiada. Porém, a FIA ainda não deu um anuncio oficial.

Na Formula Indy a situação é que a prova vai acontecer sem público, Apenas com os pilotos, equipes, fiscais de pista, comissários e jornalistas estarão no circuito de Rua de St.Petersburg.

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Moto 2 – Em uma brilhante corrida em Losail, Nagashima conquista sua primeira vitória na carreira

Na disputa da categoria principal (Que era a grande atração do final de semana) a maior parte dos 15 pilotos que estavam aptos a disputar a repescagem. Na primeira volta de todos eles, nenhum deles marcou voltas pra valer.

A Partir dai, na metade da classificação os tempos vieram. O Italiano Lorenzo Baldassarri da Pons assumiu a liderança com 1:58.768, seguido de Jorge Navarro, Somkiat Chantra e Marcel Schrotter, que estavam passando para o Q2. Se depois de uma volta o público pensava que os pilotos iriam para os boxes, Acabou se enganando. Com pouco tempo para terminar a classificação, Os pilotos continuaram na pista.

A 6 minutos do final, Marcel Schrotter fez uma brilhante volta, e assumiu a liderança com 1:58.663. Na volta seguinte, o Alemão baixou ainda mais seu tempo para 1:58.422 a 4 minutos do final. Os Classificados continuavam sendo Baldassarri, Navarro e Chantra. Na sua volta a moto 2, Edgar Pons fez uma boa volta e marcou o 6ºtempo.

A 2 minutos do final, Pons conseguiu superar o Tailandês Somkiat Chantra e assumiu a 4ªposição. Depois disso, nenhum piloto conseguiu melhorar sua marca e com isso a classificação terminou com Schrotter marcando o melhor tempo, seguido de Baldassarri, Navarro e Pons.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
123Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’58.422
27Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’58.768
39Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’58.798
457Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’58.854
535Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’58.961
696Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’59.051
762Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’59.214
82Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS1’59.232
940Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’59.432
1042Marcos RamirezAmerican RacingKalex1’59.548
1155Hafizh SyarhinAspar TeamSpeed Up1’59.703
1227Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’00.218
1319Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex2’00.347
1424Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’00.364
1599Kasma Daniel KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex2’01.617

Liderados pelos dois pilotos da VR46 e pelo Norte-Americano Joe Roberts da American Racing, os outros pilotos partiram para a pista, para a definição da pole nos próximos 15 minutos. Na primeira tentativa com 10 minutos e 50 segundos do final, Bezzecchi assumiu a liderança, mas durou pouco tempo, Já que Jorge Navarro barbarizou com sua Speed UP, marcando o melhor tempo a 10 minutos do final.

A menos de 9 minutos do final, Marini superou para o 2ºlugar, a 102 milésimos atrás de Navarro. Segundos depois, Marini foi superado pelo Holandês Bo Bendsneyder da NTS, que faz um ótimo trabalho. Joe Roberts na metade do treino, Marcando o 3ºtempo a 51 milésimos de Navarro. A menos de 7 minutos do final, Marini passou para a liderança, marcando 1:58.136.

1 minuto e meio depois, Joe Roberts acabou marcando o mesmo tempo de Marini. Porém era o pole pelo critério de desempate. Praticamente todos estavam na pista, em busca de desbancar o piloto da American Racing. Mesmo com a tentativa de se puxarem um ao outro, Marini e Bezzecchi não conseguiram superar Roberts, que acabou conquistando sua primeira pole position da sua carreira. Ganhando no critério de desempate de Luca Marini, que iria larga em 2º.

Enea Bastianini melhorou bem no final e acabou o dia com o 3ºlugar, fechando a primeira fila do Grid de largada, Um ótimo trabalho do piloto da Italtrans no começo de seu segundo ano na Moto 2. Na segunda fila vão largar Jorge Navarro com sua Speed UP, Bo Bendsneyder da NTS e Remy Gardner da equipe SAG. Completando os 10 primeiros colocados: Marco Bezecchi da VR46, Jorge Martin da KTM, Lorenzo Baldassarri da Pons e Xavi Vierge da Petronas.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
116Joe RobertsAmerican RacingKalex1’58.136
210Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’58.136
333Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’58.243
49Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’58.316
564Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’58.410
687Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex1’58.457
772Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’58.513
888Jorge MartinRed Bull KTM AjoKalex1’58.532
97Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’58.582
1097Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’58.626
1121Fabio di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up1’58.640
1237Augusto FernandezEG 0,0 Marc VDSKalex1’58.683
1323Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’58.706
1445Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’58.738
1511Nicolo BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’58.785
1644Aron CanetAspar TeamSpeed Up1’58.795
1757Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’59.136
1812Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’59.284
1935Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’58.961
2096Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’59.051
2162Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’59.214
222Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS1’59.232
2340Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’59.432
2442Marcos RamirezAmerican RacingKalex1’59.548
2555Hafizh SyarhinAspar TeamSpeed Up1’59.703
2627Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’00.218
2719Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex2’00.347
2824Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’00.364
2999Kasma Daniel KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex2’01.617

No anoitecer aconteceu a categoria intermediária. A que fechou a etapa de Abertura do Mundial de Motovelocidade.

Na Largada, Luca Marini largou bem melhor que Roberts e pulou para a frente, com Bastianini em 2ºlugar. Roberts sentiu a pressão de largar na frente, caindo para o 3ºlugar. Martin e Navarro completava os 5 primeiros colocados. Na Curva 11, Roberts foi superado por Martin que passou para a 3ªposição. Uma curva antes Marcos Ramirez e Somtiak Chantra se envolvem em acidente, O Espanhol deixou a prova, Já o Tailandês acabou voltando a corrida, com muito atraso.

No final da primeira volta, Bastianini passou para a ponta, mas logo chegaram à reta e Marini acabou passando por cima do piloto da Italtrans e passou para a liderança. Na volta seguinte, Jorge Martin superou Bastianini e assumiu a segunda posição. Roberts, Baldassarri, Gardner, Vierge, Bezzecchi, Navarro e Nagashima nas 10 primeiras posições. Marini continuava na frente.

Os 4 primeiros vinham juntos. O 5ºcolocado, Lorenzo Baldassarri acabou chegando em Marini, Martin, Bastianini e Roberts. Na metade da 5ªVolta, o piloto da Pons acabou superando o piloto da Italtrans passando para o 4ºlugar, Ao mesmo tempo, Roberts superou Martin e passou para o 2ºlugar. Tetsuha Nakashima fazia uma ótima prova de recuperação, após 5 voltas, já estava em 8ºlugar, Após superar Jorge Navarro.

Roberts tentou um ataque em cima de Marini na entrada da 7ªVolta, No final da reta o norte-americano supera o piloto da VR46, mas perde a curva, e Marini acabou voltando para a ponta, os dois primeiros mais Jorge Martin vinham nas 3 primeiros colocados, com 4 décimos de frente para o Italiano Enea Bastianini, seguidos pelo Bastianini, Vierge  Bezzecchi e Nagashima. 4 décimos depois, Navarro, Gardner, Canet, Bendsneyder, Di Giannantonio, Luthi e Schrotter completavam os 15 primeiros colocados.

Marini seguira segurando a liderança dos ataques do Norte-Americano Joe Roberts. No final da 9ªVolta, Baldassarri superou Martin e ganha o 3ºlugar, Mas a briga seguiu e o espanhol da KTM Ajo superou o piloto da Pons e voltou a posição de antes. Enquanto isso, o lentíssimo Kasma Daniel Kasmayudin acabou caindo e deixando a prova.

Na parte intermediária, Bo Bendsneyder vinha fazendo um belo trabalho, Com sua NTS, segurando o 12ºlugar, Com os dois pilotos da Dynavolt logo atrás. Na metade da prova, Bastianini se aproveitou de um desequilíbrio de Baldassarri e acabou voltando para o 3ºlugar.

A 9 voltas do final, Marini abriu 7 décimos a frente de Roberts, Já Balda estava sendo pressionado pelo Bastianini, Nagashima e Vierge.

Na 13ªVolta, Nagashima superou Bastianini e passou para o 4ºlugar, após largar da 14ªposição. Marini manteve a ponta com alguma tranquilidade sobre Roberts, que estava pressionado por Baldassarri, Jorge Martin, Bastianini e Nagashima. Mas o grupo se aproximou de Marini. No final da 15ªVolta, Roberts e Baldassarri superaram Marini e assumiram as 2 primeiras posições. Na curva 6, Balda acabou superando o norte-americano e pela primeira vez passou para a liderança a menos de 5 voltas do final. Enquanto isso, Marini começava a cair na classificação.

Tetsuta Nakashima se aproximou de Baldassarri, Roberts e Bastianini. O piloto Norte-Americano também começou a perder rendimento e foi superado por Bastianini e Nakashima, caindo para o 4ºlugar.

Na entrada da 18ªVolta, Os três primeiros colocados disputaram a ponta na reta dos boxes a 290 km de velocidade. O Japonês Tetsuta Nakashima superou Baldassarri e Bastianini e assumiu a liderança. Roberts e Navarro completaram os 5 primeiros colocados.

O piloto Japonês foi abrindo na ponta, a 1.2 segundos de vantagem para Balda, Bastianini e Roberts que disputavam o pódio. Na volta final, Gardner superou Navarro e ganhou a 5ªposição.

Tetsuta Nagashima acabou conquistando sua primeira vitória da carreira, Em uma brilhante apresentação. Do 14ºlugar no grid de largada para a vitória em sua primeira corrida pela KTM Ajo. Após alguns anos fazendo temporadas irregulares. Lorenzo Baldassarri da Pons fez uma bela corrida e ficou em 2ºlugar e Enea Bastianini acabou conquistando o segundo pódio da sua carreira na Moto 2. Foi um belo final de semana do piloto da Italtrans.

Agora quem se destacou no final de semana foi Joe Roberts, O piloto da American Racing obteve seu melhor final de semana no Mundial de Motovelocidade. Com a pole de sábado e com o 4ºlugar no domingo, Ficando perto do seu primeiro pódio na Moto 2. Remy Gardner com a moto da SAG ficou em 5ºlugar e completando os 6 primeiros colocados o Espanhol Jorge Navarro da Speed Up.

 A Dynavolt teve um frustrante final de semana, Marcel Schrotter arrancou um importante 7ºlugar e Thomas Luthi teve um final de semana mais difícil ainda, largando do 18ºlugar acabou salvando a 10ªposição. Atrás de Aron Canet e de Xavi Vierge. O Vice-campeão da Moto 2 teve um belo final de semana na sua estreia na categoria intermediária.

De resto, O Holandês Bo Bendsneyder levou a NTS em uma respeitável 11ªposição. Marco Bezzecchi da VR46 conseguiu o 12ºlugar, até que ele foi bem na primeira parte, mas acabpou com um resultado abaixo do esperado para a VR46. Luca Marini caiu na curva 16, após tocar no inglês Jake Dixon.

Di Giannantonio da Speed UP, Dixon da Petronas e Manzi da MV Agusta completaram a zona de pontuação. A MotoGP pretende voltar com força total no dia 5 de Abril, Nos Estados Unidos, para a prova em Austin, no Circuito das Américas.

Notícia de última hora: GP dos Estados Unidos é adiado para Novembro por conta do Coronavirus. Portanto, nesse momento a próxima etapa será na Argentina, no circuito de Termas de Rio Hondo.

Fotos:

Resultado final do GP do Qatar

posPilotoEquipeMotoTempo
145Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex40’00.192
27Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalexa 1.347
333Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 1.428
416Joe RobertsAmerican RacingKalexa 1.559
587Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalexa 1.901
69Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Upa 2.381
723Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalexa 4.490
844Aròn CanetAspar TeamSpeed Upa 4.703
997Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 7.118
1012Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalexa 8.904
1164Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 9.730
1272Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalexa 11.410
1321Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Upa 12.701
1496Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalexa 12.717
1562Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 16.208
1657Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 16.256
1740Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalexa 16.869
1811Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 16.932
1955Hafizh SyahrinAspar TeamSpeed Upa 19.639
2088Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalexa 20.662
2124Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 27.291
2227Fabio Di GiannantonioIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 34.514
232Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTSa 34.664
2419Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexa 45.850
2535Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 1 Volta
10Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 1 Volta
99Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalexa 12 Voltas
37Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalexa 18 Voltas
42Marcos RamírezAmerican RacingKalexa 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP