Oliveira Vence e com queda de Kent decisão do Título e adiada para a Malásia

Uma prova imprevisível que proporcionou várias disputas e várias quedas o que fez a decisão do campeonato ser postegada para semana que vem na Malásia tudo devido a vitória de Miguel Oliveira e a queda de Danny Kent.

A Corrida foi de muitas e muitas quedas a começar com 4 pilotos caindo na primeira volta Stefano Manzi, Gabriel Rodrigo, Darryn Binder e Tatsuki Suzuki. A disputa pela liderança foi fantastica desde de Danny Kent que chegou a liderar a prova até mesmo um inesperado Francesco Bagnaia tendo seus momentos na liderança da corrida enquanto lá atrás vinha em recuperação muito rápida o Jovem Enea Bastianini.

As quedas na prova continuavam se sucedendo inclusive levando ao chão o pole position John Mcphee que acabou tomando uma queda na conta do John Mir que fazia uma boa estreia na Leopard substituindo ao Japonês Ono.

Na 10ªVolta O Italiano Francesco Bagnaia em infeliz manobra atinge Kent e acaba caindo, já o piloto da Leopard se segura e mantem sua moto em pé, Mas cai para trás em 15ºlugar e começa uma corrida de recuperação, E uma corrida bem feroz de recuperação já recuperando várias posições visando a 7ªposição o que poderia ser o bastante para Kent levar o título em Phillip Island mesmo. Mas ele acabou se arriscando demais e quando fazia uma ultrapassagem por fora ele toca na roda de um de seus adversários e cai levando com ele os dois pilotos da Gresini Andrea Locatelli e Enea Bastianini que ficava eliminado na disputa pelo título isso a 10 Voltas do final.

Reny Gardner conquistou uma bela 10ªposição.
Reny Gardner conquistou uma bela 10ªposição.

Kent teria que torcer para Oliveira não chegasse ao pódio, O Português da Red Bull KTM Ajo era o único tentar levar a decisão para a Malásia, Nas voltas finais Oliveira lutou com outros 5 pilotos pela vitória, Pelo menos Miguel Oliveira teve ao seu lado o piloto Brad Binder que foi o anjo protetor na volta final e dessa Forma o Piloto Português conseguiu na volta final fazer ela com tranquilidade e levou a sua KTM até o final da prova e venceu com Vazquez no final da prova passando Binder e ficando com o segundo lugar com o Sul Africano completando o pódio com Navarro, Kornfeil e Fenati que também lutaram pela vitória.

Phillip Oettl merece todo o destaque por ter largado lá atrás e ter conseguido uma bela recuperação chegando em belíssima 7ªposição com Viñales em 8º, Masbou em 9º e o Filho de Wayne Gardner fazendo uma boa corrida e levando a sua moto da Mahindra da equipe CIP ao 10ºlugar, Seu melhor resultado na Carreira e digno de palmas assim como Maria Herrera que ficou na 11ºposição e conseguiu o seu melhor resultado na Carreira o que orgulha as todas as meninas e Garotas que estão no Esporte. Khairuddin,Pagliani, Hanika, Martin completaram a zona de pontuação.

Maria Herrera com o melhor desempenho dela na Moto 3
Maria Herrera com o melhor desempenho dela na Moto 3

Oliveira esta a 40 pontos atrás de Kent, Pode parece pouco, Mas derepente o Inglês pode ter se desestabilizado e nisso o piloto Português que será companheiro de Kent na Leopard na Moto 2 em 2016 pode tomar o campeonato do Inglês que só precisa de 11 pontos para ser o campeão da Categoria Moto 3 e ele terá mais uma chance na próxima semana em Sepang na Malásia ou se deixar para Valência pode ser que Kent não consiga decidir a parada e numa dessas o Portuga pode levar um título improvável!

Pódio do GP da Austrália: 1º Oliveira, 2º Vazquez, 3ºBinder
Pódio do GP da Austrália: 1º Oliveira, 2º Vazquez, 3ºBinder

Resultado final do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP da Austrália

1 44 Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo KTM) 37’34.742 em 23 Voltas
2 7 Efren Vazquez (Leopard Racing Honda) a 0.132
3 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 0.161
4 9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 0.170
5 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC KTM) a 0.288
6 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1.006
7 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 6.200
8 32 Isaac Viñales (RBA Racing Team KTM) a 6.253
9 10 Alexis Masbou (SAXOPRINT RTG Honda) a 6.322
10 2 Remy Gardner (CIP Mahindra) a 7.567
11 6 Maria Herrera (Husqvarna Factory Laglisse Husqvarna) a 7.573
12 63 Zulfahmi Khairuddin (Drive M7 SIC KTM) a 10.088
13 96 Manuel Pagliani (San Carlo Team Italia Mahindra) a 16.294
14 98 Karel Hanika (Red Bull KTM Ajo KTM) a 17.792
15 88 Jorge Martin (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 17.814
16 19 Alessandro Tonucci (Outox Reset Drink Team Mahindra) a 18.205
17 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 37.921
18 22 Ana Carrasco (RBA Racing Team KTM) a 42.463
19 35 Olly Simpson (Olly Simpson Racing KTM) a 1’24.024

Não Terminaram a corrida:

48 Lorenzo Dalla Porta (Husqvarna Factory Laglisse Husqvarna) a 8 Voltas
52 Danny Kent (Leopard Racing Honda) a 10 Voltas
33 Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3 Honda) a 10 Voltas
55 Andrea Locatelli (Gresini Racing Team Moto3 Honda) a 10 Voltas
14 Matt Barton (Suus Honda FTR) a 10 Voltas
21 Francesco Bagnaia (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 14 Voltas
95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 15 Voltas
17 John Mcphee (SAXOPRINT RTG Honda) a 17 Voltas
36 Joan Mir (Leopard Racing Honda) a 17 Voltas
58 Juanfran Guevara (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 17 Voltas
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 17 Voltas
11 Livio Loi (RW Racing GP Honda) a 19 Voltas
29 Stefano Manzi (San Carlo Team Italia Mahindra) a 23 Voltas
91 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 23 Voltas
40 Darryn Binder (Outox Reset Drink Team Mahindra) a 23 Voltas
24 Tatsuki Suzuki (CIP Mahindra) a 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP/Motorsport

Sem categoria

Deixe uma resposta