MotoGP na Áustria – Dovizioso repete 2017, ultrapassa Marquez e conquista a vitória em Spielberg

Joan Mir não iria para a corrida, Eram 21 pilotos para a prova. Na repescagem, Os favoritos eram Cal Crutchlow, Franco Morbidelli, Francesco Bagnaia e Johann Zarco. Todo mundo vai para a pista para buscar essas duas vagas. Na primeira tentativa, muitos pilotos não fizeram uma tentativa pra valer. Zarco e Shayrin estavam nos dois primeiros lugares. A 10 minutos do final, Crutchlow começou a mostrar suas cartas, O Britânico marcou 1:24.389, Colocando quase meio décimo de frente para Miguel Oliveira.

Francesco Bagnaia antes da metade da classificação, foi fazer uma grande volta e colocou sua Ducati de 2018 da Pramac na frente, Superando o tempo de Crutchlow, Com 1:24.298. A diferença entre os dois era de 37 milésimos entre eles. Esteve Rabat da Avintia vinha em uma boa terceira posição. Que vinha mal era Franco Morbidelli, o piloto da Petronas era o 4ºlugar.

A 5 minutos e 40 segundos do final, A maioria dos pilotos foram para a pista, tentando destronar Bagnaia e Crutchlow das vagas. Os últimos pilotos a saírem dos boxes foram: Zarco, Bagnaia e Crutchlow…

… Rabat Morbidelli e Iannone melhoraram seus treinos e ficaram perto da classificação, Em 3º, 4º e 5ºlugares. Quem foi muito mal foi Stefan Bradl que não melhorou em nada seu tempo e continua nas últimas posições. Franco Morbidelli conseguiu passar para o segundo lugar, Nenhuma surpresa até ai, Mas Quem surpreendeu mesmo foi Miguel Oliveira da Tech 3, Que meteu um 1:24.130 e passou para a ponta. Superando Bagnaia, Morbidelli e Crutchlow.

Crutchlow tinha a sua situação complicada, ele só tinha uma única volta para entrar no Q2. E a volta foi perfeita, O Britânico da LCR Honda garantiu o primeiro lugar, Com 1:23.829, O outro classificado foi Francesco Bagnaia que marcou 1:23.928.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
135Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’23.829
263Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’23.928
388Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.130
421Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.270
553Tito RaatReale Avintia RacingDucati1’24.389
65Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’24.392
717Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’24.423
829Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.526
941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.749
1055Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.759
116Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’25.020

Antes do Q2. Três pilotos estavam esperando começar a classificação: Pol Espargaró, Marevick Viñales e Alex Rins. Era evidente a ansiedade dos pilotos para disputarem a pole position. Na primeira volta, Marevick Viñales começou na frente, Com 11:55 para o final da classificação. Com Rins, Pol e Rossi logo a seguir. Isso antes do Marquez fazer sua volta voadora. Nas três primeiras parciais  ele foi o mais rápido, Mas no final acabou perdendo para Viñales, Ficando com o segundo tempo por 30 milésimos de diferença.

Não satisfeito, Viñales foi para uma nova volta e melhorou seu tempo para 1:23.628, Com Valentino Rossi melhorando seu tempo também para o segundo lugar a 10 minutos do final. O Formiga Atômica acabou com a brincadeira, O piloto da Honda estraçalhou a concorrência com 1:23.359 passando para a ponta. Rebaixando Viñales para o 2ºlugar e Quartararo subindo para o 3ºlugar.

Até a metade do treino, A Ducati não aparecia na classificação. Miller vinha em 4º, Dovizioso vinha em 6º. Estava longe de disputar a pole position. A uns 5 minutos do final, Os pilotos vão para a tentativa final, Viñales e Pol Espargaró já estavam fazendo suas tentativas finais, O piloto da KTM subiu para o 7ºlugar a 4 minutos do final.

Na parte final da classificação, Andrea Dovizioso resolveu aparecer, Com 1:23.638 o italiano acabou passando para o 3ºlugar, a 3 minutos do final. Viñales melhorou sua volta 20 segundos depois.

Marc Marquez acabou liquidando a fatura. Com 1:23.027, Ninguém tirou mais o primeiro lugar e a pole position de número 59 do espanhol na MotoGP. Essa pole acaba fazendo Marquez o recordista de pole position da história da categoria principal. A primeira fila vai ser completada pelo Fabio Quartararo da Yamaha e pelo Italiano Andrea Dovizioso da Ducati, Na última volta dos dois, quem levou a melhor foi o piloto da Petronas.

Na segunda fila, larga o Espanhol Marevick Viñales da Yamaha, O Italiano Francesco Bagnaia da Pramac, Uma boa surpresa dessa classificação (A melhor classificação do piloto Italiano) e Takaaki Nakagami, que em uma bela volta, colocou sua Honda de 2018 até a 2ªfila. Na frente de Cal Crutchlow com a moto de 2019 da LCR Honda. O Britânico larga em 9º, Logo atrás de Alex Rins da Suzuki e de Jack Miller da Pramac na 3ªfila.

Completando os 10 primeiros colocados: Valentino Rossi da Yamaha, Pol Espargaró da KTM e Danilo Petrucci que acaba sendo uma enorme decepção em relação as outras Ducatis, Principalmente da Ducati de Dovizioso.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’23.027
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’23.461
34Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’23.515
412Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’23.523
563Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’23.652
630Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’23.669
742Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.681
843Jack MillerPramac RacingDucati1’23.688
935Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’23.754
1046Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’23.817
1144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.866
129Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’23.964
1388Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.130
1421Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.270
1553Tito RaatReale Avintia RacingDucati1’24.389
165Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’24.392
1717Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’24.423
1829Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.526
1941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.749
2055Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.759
216Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’25.020

Na Categoria principal, Tivemos mais uma épica corrida com um épico final entre Andrea Dovizioso e Marc Marquez. Na Largada em Spielberg, Marquez manteve a liderança e Dovizioso superou Quartararo assumindo a 2ªposição. O piloto da Ducati foi para cima do Formiga Atômica. Na terceira curva, Ambos deram uma bobeada e Quartararo passou a liderar a prova, Com Rins subindo para a segunda posição. Dovizioso caiu para o 3ºlugar e Marquez para o 5ºlugar.

No começo da segunda volta, Rins foi escalado pelo Dovizioso e Miller na reta dos boxes e completando a 3ªcurva foi Marquez que superou o piloto da Suzuki passando para o 4ºlugar. Já Crutchlow foi para o chão na segunda volta e atingiu Pol Espargaró, que teve de deixar a prova também.

No primeiro grupo tinha 5 pilotos: Quartararo, Dovizioso, Marquez, Miller e Rossi. O piloto da Honda Repsol ultrapassou Miller e assumiu o terceiro lugar.

Quartararo resistiu até a 6ªVolta, Quando Dovizioso superou o Francês e passou para a ponta. Marquez foi para cima também e apesar de toda a luta, Quartararo não conseguiu se manter a frente do líder do campeonato e caiu para o terceiro lugar.

O Formiga Atômica iria para cima de Dovizioso, Estava em busca da primeira vitória em Spielberg. Os dois começaram a se distanciar de Quartararo, Miller e Rossi que estavam acompanhando os primeiros colocados, Até que o piloto principal da Pramac foi para o chão, Fim de prova para Miller. Na entrada da 9ªVolta, Marquez superou Dovi e assumiu a liderança da prova, O principal piloto da Ducati tentava recuperar a ponta e a cada volta, Marquez e Dovizioso deixaram Quartararo e os outros para trás.

Viñales superou Rins e assumiu o 5ºlugar ao mesmo tempo que Marquez e Dovizioso disputavam a ponta da prova. Bagnaia, Nakagami, Oliveira e Petrucci completavam os Top 10.

Os dois pilotos que lideravam a prova estavam numa disputa em particular pela vitória, Marquez queria dar o troco da prova de 2017, Dovizioso queria manter a invencibilidade da Ducati na Áustria. A disputa se manteve assim até que a 9 voltas do final, Andrea Dovizioso passando Marc Marquez e voltando a liderança. Agora era o piloto da Ducati a estar na frente.

Quartararo vinham tranquila em 3ºlugar, Enquanto que Rossi começava a ver sua 4ªposição ameaçada por Viñales e Rins. Francesco Bagnaia em 7ºlugar e Miguel Oliveira em 8ºlugar estavam fazendo boas corridas, As melhores deles na MotoGP. Enquanto isso, Esteve Rabat foi para o chão no começo do terço final de prova.

Dovizioso conseguia segurar a pressão sobre Marquez, que não via uma brecha para passar o piloto da Ducati, Até que a 2 voltas e meia do final o Formiga Atômica superou Dovizioso e assume a liderança da prova. Parecia que Marquez iria conseguir quebrar da sequencia de vitórias da Ducati, Mas Dovi não desistiu e acreditou até a última volta que ele poderia vencer pela segunda vez em 2019, No caso dele foi na curva final…

… Ele vai lançado na curva 10, Faz a manobra de ultrapassagem da corrida, Repetindo a prova de 2017, Andrea Dovizioso volta vencer em cima de Marc Marquez assim como foi em 2017, A Sequencia da Ducati esta mantida, O Campeonato continua muito favorável para Marquez, Mas Dovizioso ainda acredita no campeonato. Fabio Quartararo completou o pódio, Numa boa corrida do piloto da Petronas.

Valentino Rossi teve uma boa corrida também, Saindo do 10ºlugar para chegar a prova em uma competente 4ªposição, Ficando a frente do seu companheiro de equipe, Marevick Viñales que vinha em 5º e de Alex Rins que ficou com o 6ºlugar. Para um piloto da Suzuki que tem um motor mais fraco, foi um bom resultado.

Em suas melhores corridas na categoria principal, Chegaram bem próximos Francesco Bagnaia da Pramac Ducati 2018 e Miguel Oliveira com a KTM da Tech 3. Danilo Petrucci em 9ºlugar e Franco Morbidelli com a Petronas em 10ºlugar fizeram corridas bem lamentáveis, Isso se comparamos com os seus companheiros de equipe, que chegaram ao pódio, Ambos!

Takaagi Nakagami levou a LCR Honda a uma modesta 11ªposição, Johann Zarco ficou em 12ºlugar, Mas ele foi mais comentado pela sua saída da equipe KTM, Rompendo o contrato que iria ser de dois anos, O Francês que não se deu bem com a moto Austríaca só vai correr pela equipe oficial da KTM até a prova da Comunidade Valenciana no dia 17 de Novembro e depois ele se desvincula da equipe.

Outra corrida sem vergonha de Stefan Bradl, Muito ruim o 13ºlugar, com uma moto Honda Repsol ficar nessa posição é uma vergonha. Aleix Espargaró da Aprilla e Karel Abraham com a Avintia Ducati de 2018 completa a zona de pontuação.

Nesse final de semana teremos o GP da Inglaterra, No tradicional circuito de Silverstone.

Fotos:

Resultado final do GP da Áustria – Mundial de Motovelocidade
MotoGP

posPilotoEquipeMotoTempo
14Andrea DoviziosoDucati TeamDucati39’34.771
293Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 0.213
320Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 6.117
446Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 7.719
512Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 8.674
642Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 8.695
763Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 16.021
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 16.206
99Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 17.350
1021Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 20.510
1130Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 22.273
125Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 25.503
136Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 31.962
1441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 34.741
1517Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 48.109
1629Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 1 Volta
NC53Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 8 Voltas
NC43Jack MillerPramac RacingDucatia 21 Voltas
NC55Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 26 Voltas
NC44Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 27 Voltas
NC35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 27 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *