Moto 3 – GP da Europa – Raúl Fernández vence pela primeira vez. Arenas cai e briga pelo título fica mais acirrada

Sobre pista seca, a prova da Moto 3 foi dominada por Raúl Fernández, que se aproveitou de um grande acidente, que tirou Vietti, Lopez e Arenas de uma só vez, abriu uma boa vantagem e fez uma corrida tranquila e venceu pela primeira vez na carreira.

Na largada, John McPhee largou muito mal e cai para 9º, Celestino Vietti passou a lidera, com Alonso Lopez pulando de 6º para 2º. Arenas e Rossi completam os 4 primeiros colocados. No meio da primeira volta, Arenas chega a ocupar a segunda posição, mas acaba levando o troco de Lopez e Fernandez,  jogando o líder do campeonato a 4ªposição.

No começo da 2ªVolta, Vietti chega a ser superado por Fernandez e Lopez, mas o piloto da VR46 retornou a ponta. Porém, na curva 5, Vietti caiu e Alonso Lopez acabou indo para o chão. Nisso, Arenas teve sua moto atingida e acabou perdendo o rendimento. Apesar de não ter caído, era praticamente fim de corrida para o piloto da Aspar Martinez.

Com tudo isso, Raúl Fernández disparou na liderança, com quase 2 segundos de vantagem sobre Ricardo Rossi, que logo foi superado pelo Japonês Ai Ogura. Era a chance do japonês até assumir a liderança do campeonato, mas não seria tão fácil assim. Na 3ªVolta, Tony Arbolino superou Rossi e no final da mesma volta, superou Ogura e assumiu a segunda posição.

Após 4 voltas de corrida, Rossi ficou para trás, Arbolino, Binder, Ogura e Sergio Garcia se destacaram do resto do pelotão e começaram a se distanciar dessa turma do meio. Na 5ªVolta John McPhee foi ao chão e praticamente deu adeus as chances de título. Albert Arenas voltou a pista, mas com muitas voltas de atraso, sem nada para fazer na corrida.

Após 6 voltas, Fernandez vinha tranquilo na liderança, com 2.780 segundos a frente de Tony Arbolino e sua turma composta por Garcia, Binder, Ogura e um pouco mais atrás o espanhol da Avintia Carlos Tatay. Todos eles abriram boa vantagem para Kaito Toba, 7ºcolocado que liderava o 3ºgrupo.

Na volta 8, Sergio Garcia vai para cima de Tony Arbolino, os dois brigavam e Ogura e Binder ficavam só de olho nessa briga. Enquanto isso, Toba, Rodrigo, Rossi, Sasaki, Fenati, Migno, Suzuki e Salac brigavam pela 7ªposição. Rossi faz uma bela manobra, superado Kaito Toba e Gabriel Rodrigo passando para a liderança do pelotão, mas Rodrigo superou o piloto da RBE Skull na curva 1 da volta seguinte.

Jaume Masia foi ao chão e abandonou a prova, foi um péssimo final de semana do piloto da Leopard Racing. Alias, um péssimo final de semana da equipe no geral. Seu outro piloto que foi punido com a volta longa não cumpriu a punição nas 3 voltas seguintes e acabou tendo de pagar 2 voltas longas.

Ao começar a 11ªVolta, Ogura passou Garcia, ganhando a 3ªposição, enquanto que Romano Fenati teve de cumprir a volta longa por ter exceder o limite da pista. Na 13ªVolta, Arbolino, Ogura e Garcia disputavam a 2ªposição. Já Binder estava ficando para trás, Arenas ficou a frente dele mesmo sem ter o que fazer na corrida. Apesar disso, injusta a desclassificação do líder do campeonato, poderiam obrigar ele ir aos boxes, pois ele só atrapalhou a corrida do irmão de Brad Binder, não teve pilotagem irresponsável, se tivesse, teria que ter derrubado um piloto ou ter comprometido seriamente a prova de um dos favoritos e isso não aconteceu.

Tatsuki Suzuki foi ao chão também e deixou a corrida, outro piloto foi para o chão foi Dennis Foggia da Leopard Racing. Enquanto Fernández continuava muito na frente, 2.5 segundos depois vinham Arbolino, Garcia e Ogura brigando pelo 2ºlugar. Binder em 5º já vinha um pouco mais atrás e Carlos Tatay em 6º vinha mais atrás do sul-africano. Lá atrás, tinha um pega pra capar pela 7ªposição.

A 7 voltas do final, Niccolò Antonelli vai ao chão e abandona a prova. Enquanto que Ogura volta ao pódio após superar Sergio Garcia. Porém, o piloto da Estrella Galicia não desistiu e tentou recuperar posição. Ogura e Garcia ficaram lado a lado por várias curvas e nessa briga, o japonês levou vantagem sobre o espanhol. Na volta seguinte, foi a vez de Garcia retornar a 3ªposição.

Com essa briga toda, Arbolino conseguia diminuir a vantagem para Fernández que ainda era segura. A 3 voltas do final, as 2 outras posições do pódio estavam indefinidas. Garcia passou Ogura e partiu para cima de Arbolino, que chegou a ganhar um pouco de folego.

Porém, não foi o suficiente para evitar o ataque e posteriormente a ultrapassagem do piloto da Estrella Galícia, passando para 2ªposição, numa ultrapassagem brilhante na entrada da volta final. Ogura precisava do pódio e acabou conseguindo passar Arbolino e garantir a posição no pódio.

Raúl Fernández, o piloto que mais poles conquistou no ano conquistou sua primeira vitória na carreira na Moto 3. Uma grande vitória, a mais tranquila de um piloto no ano de disputas bem apertadas na categoria, Apesar de ser rápido, só agora Fernández começa a colher grandes resultados em 2020.

Sergio Garcia leva a Estrella Galícia ao 1ºpódio do ano, em 2ºlugar, numa corrida muito aguerrida. Ai Ogura foi um dos vencedores do final de semana, além em ficar em uma ótima terceira posição, o Japonês se aproxima de Arenas na disputa pelo título. Os dois primeiros colocados estão agora separados por 3 pontos de distância. Tony Arbolino que ficou por muito tempo em 2º, acabou perdendo o pódio na última volta e terminou a prova na 4ªposição.

Darryn Binder segurou no final os ataques de Carlos Tatay e terminou a prova na 5ªposição. O piloto da Avintia conquistou seu melhor resultado na Moto 3. O companheiro de equipe de Arenas foi muito bem, Stefano Nepa ganhou a disputa no pelotão intermediário e acabou a prova em 7ºlugar, Seguido de Jeremy Alcoba, Filip Salac e Ayumu Sasaki. Apesar de ter tomado 2 punições de volta longa, Romano Fenati conseguiu marcar pontos, em 13ºlugar.

Semana que vem tem mais corrida em Valência (Etapa da Comunidade Valenciana), Arenas pode ser campeão, mas é muito improvável que isso aconteça. A decisão da Moto 3 se encaminha para Portimão no dia 29 de Novembro.

Fotos:

Resultado final da 13ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 3
GP da Europa – Ricardo Torno – 23 voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
125Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM38’29.140
211Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 0.703
379Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 1.005
414Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHondaa 1.037
540Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 13.392
699Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMa 13.424
782Stefano NepaValresa Aspar Team Moto3KTMa 16.719
852Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondaa 16.824
912Filip SalacRivacold Snipers TeamHondaa 16.964
1071Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 17.088
1154Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 17.344
1216Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMa 17.467
1355Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 17.589
1453Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 18.191
152Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 18.358
166Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 18.441
1792Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 19.128
1850Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 19.583
199Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 27.457
2070Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMa 27.836
2173Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 31.328
2289Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHondaa 31.661
2313Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 1’20.533
23Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 7 voltas
27Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMa 7 voltas
24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 10 voltas
7Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 10 voltas
5Jaume MasiáLeopard RacingHondaa 14 voltas
17John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 19 voltas
21Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 21 voltas
75Albert ArenasValresa Aspar Team Moto3KTMDesclassificado

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta