Marquez fecha o ano com vitória e Repsol Honda conquista o campeonato de equipes

O ano de 2019 termina com a 12ªVitória do Espanhol Marc Marquez, Que mesmo largando mal e com a liderança de Fabio Quartararo no começo da prova, não foi o bastante para deter o Formiga Atômica, que acabou ajudando a Honda Repsol a ser o campeão do Mundial de Construtores.

Na Largada, Jack Miller largou muito melhor que Quartararo (Graças ao sistema de largada que a Ducati tem em suas motos) e assumiu a liderança. O Objetivo do Australiano foi alcançável, Masna 4ªcurva, Quartararo foi com tudo para cima de Miller e acabou voltando à liderança. Marquez largou mal e chegou a ficar em 6ºlugar, Mas se recuperou e subiu para o 5ºlugar. Já Andrea Dovizioso largou muito bem, Largando do 6º para o 4ºlugar e foi para cima de Rins para tentar ir ao terceiro lugar. Ao invés disso, Marquez foi por dentro e acabou passando por ambos subindo para o 3ºlugar.

Quartararo visto que teria que abrir vantagem para conseguir suprir o avanço do Marquez, Mas não adiantou muito, Já que o Formiga Atômica passa Miller antes do final da 2ªVolta e a partir dai Marquez começava a tirar a diferença volta a após volta para Quartararo. Enquanto isso, Miller vinha mais e mais ficando para Dovizioso e Rins para segurar o pódio, sua moto não parecia render o suficiente para se manter na 3ªposição.

Na 6ªVolta, Marquez chegou em cima de Quartararo e começou a estudar mais uma vez os movimentos do piloto Francês da Petronas. Ao contraio das corridas anteriores, O piloto da Honda passou na marra Quartararo na curva 10 e assumiu a liderança na 8ªVolta. A partir dai começou a corrida a ficar com a cara do Marquez. Ele abriu uma pequena vantagem de 6 décimos sobre Quartararo e a partir dai, a vantagem do piloto da Honda se estabilizou.

Michele Pirro é o primeiro piloto a deixar a prova após 8 voltas, com sua Ducati laboratório visando a temporada de 2020.

Contrariando as previsões pessimistas, Jack Miller não só estava resistindo a pressão de Dovizioso, mas como também visando o segundo lugar do Francês Fabio Quartararo. Crutchlow acabou indo para o chão e abandonando na 10ªVolta, Em mais um ano de altos e baixos do piloto britânico.

No segundo pelotão, Franco Morbidelli vinha mantendo-se na frente de Marevick Viñales na 6ªposição. Um pouco mais atrás vinha o Espanhol Joan Mir com a segunda Suzuki. Valentino Rossi vinha longe deles em 9º.

Na 14ªVolta, Danilo Petrucci vai para o chão e Honda Repsol dava um passo decisivo para o título, Mas esse acidente não foi mais importante que o acidente de Johann Zarco que caiu da moto, Até ai nada demais, Mas dai o francês foi atropelado pela moto de Iker Lecuona (Que vinha fazendo uma bela corrida) A Moto do piloto Espanhol pegou nas duas pernas de Zarco, que teve de ser levado para o Hospital para check up. Minutos depois, ele estava já nos boxes da LCR Honda como se nada tivesse acontecido.

A 9 voltas do final, Franco Morbidelli vai para o chão e também deixa a prova. Na parte intermediária, Andrea Iannone vinha sustentando a 9ªposição, Seguido de Aleix e Pol Espargaró disputando essa posição honrosa.

A 6 voltas do final, Rins vai para cima de Dovizioso que não conseguia chegar em Miller para disputar o pódio. Já o piloto da Suzuki queria chegar no 3ºlugar no Mundial de Pilotos.

Marquez nas voltas finais abriu vantagem sobre Quartararo e partiu para a vitória em Valencia, Corrida aonde ele não vencia desde de 2015. Foi sua 12ªvitória, fechando a temporada com chave de ouro. Com 420 pontos (Recorde de pontos de um piloto em uma temporada) e a Honda Reysol conquistou o campeonato de pilotos.

Fabio Quartararo terminou pela 5ªvez na temporada em 2ºlugar. O Francês conquistou o campeonato dos pilotos privados. O pódio foi completado pelo Australiano Jack Miller, que fez um belo final de semana, Melhor do que Andrea Dovizioso. O piloto oficial da Ducati não conseguiu levar a Equipe Ducati ao campeonato de equipes. Alex Rins fez uma boa corrida, mas apesar disso. O piloto da Suzuki não conseguiu superar Marevick Viñales na classificação final do campeonato. O 6ºlugar bastou para o piloto da Yamaha ficar com o 3ºlugar na classificação geral.

Joan Mir chegou em 7ºlugar, O piloto da Suzuki fez um bom final de temporada. Ficando na frente de Valentino Rossi. O doutor ficou longe da disputa pelos primeiros lugares. Na volta final, Iannone caiu e os irmãos Esgarparó (Aleix em 9º e Pol em 10º respectivamente) completaram os Top 10.

Esteve Rabat teve um final digno ficando em 11ºlugar, Assim como o finlandês Mika Kallio que teve uma passagem digna substituindo Zarco no final da temporada, Chegando em sua 12ªposição. Jorge Lorenzo acabou ajudando a Honda na conquista do campeonato de equipes ao terminar em 13ºlugar. Ao terminar a prova, a Honda mostrou a placa com os dizeres: Muito obrigado Jorge Lorenzo. Karel Abraham e Hafish Syarhin completavam a zona de pontuação.

Marquez se consagra como um dos maiores pilotos da História do Mundial de Motovelocidade.

Fotos:


Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
193Marc MárquezRepsol Honda TeamHonda41’21.469
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 1.026
343Jack MillerPramac RacingDucatia 2.409
44Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 3.326
542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 3.508
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 8.829
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 10.622
846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 22.992
941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 32.704
1044Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 32.973
1153Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 42.795
1282Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTMa 45.732
1399Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 51.044
1417Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 1’04.871
1555Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’16.487
29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 1 Volta
21Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 9 Voltas
9Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 14 Voltas
5Johann ZarcoLCR Honda IDEMITSUHondaa 14 Voltas
27Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTMa 14 Voltas
35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 17 Voltas
51Michele PirroDucati TeamDucatia 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *