Kent fica comedido e Miguel Oliveira conquista a vitória e leva a decisão da Moto 3 para Valência

O Português Miguel Oliveira com a sua KTM conseguiu o que poderia parecer impossível a algumas corridas atrás que era levar a decisão da categoria para a prova final em Valência. Isso porque ele conquistou mais uma vitória na Moto 3 numa grande atuação aonde ele conseguiu superar a 6 adversários que estavam colados disputando todos eles a vitória e com uma condução comedida e até com certa dose de falta de coragem de Kent que ficou apenas em 7ºlugar acaba fazendo com que a diferença caia para 24 pontos, ou seja o título não foi decidido em terras Malaias.

Oliveira_venceu_e_levadecisãoparavalencia

Desde da Largada Oliveira ficou no bloco da frente enquanto que Kent começou a prova sem arriscar chegando a ficar em 17ºlugar. No derrorer da corrida depois da largada Kent começou a galgar posições e teve que ainda lidar com o susto da queda de seus companheiros de equipe Efren Vazquez e de Hideki Ono que acabaram se chocando na frente dele. Já Olieira disputava de forma feroz pela ponta com Binder, Navarro que eram os mais ferozes e depois Fenati, Antonelli de forma mais discreta, Bagnaia e Kornfeil que parecia ter menos moto do que os outros postulantes a vitória na corrida.

Kent pelo medo acabou não fechando o campeonato em Sepang deixando tudo para o final.
Kent pelo medo acabou não fechando o campeonato em Sepang deixando tudo para o final.

Kent a medida que a corrida vinha chegando ao seu final foi chegando no bloco principal da corrida, Era a chance do Inglês Matar o campeonato. Mas acabou ele não tendo coragem para atacar quase ninguém, Com medo de uma queda o piloto da Leopard Racing não conseguiu avançar para as primeiras posições no campeonato, Enquanto que Oliveira não tinha nada a perder e até o final lutou pela vitória, Na Volta final o Corajoso piloto Português conseguiu a diferença necessária e não perdeu mais a vitória e com o 7ºposto de Kent acabou que a decisão vai mesmo para a Comunidade Valenciana. Kent tem toda a vantagem do mundo, Mas seu psicológico pode ter ido para o espaço com várias corridas ele não conseguido decidir o título. Oliveira esta em melhor momento e mesmo sem o campeonato mostra que o Português pode muito bem assumir o posto de melhor piloto Português da História da Motovelocidade.

Bastianini teve de desviar dos pilotos da Leopard que caíram para terminar em 8ºlugar
Bastianini teve de desviar dos pilotos da Leopard que caíram para terminar em 8ºlugar

O pódio foi completado pelo seu companheiro de equipe Brad Binder que esta para pintar a primeira vitória do Sul-Africano e de Jorge Navarro que cada vez mais apaga a estrela de Fábio Quartararo na Estrella Galícia. Depois veio Niccolò Antonelli que vem sendo o melhor piloto da Moto 3 junto com Miguel Oliveira dessa segunda parte de temporada. Romano Fenati em 5º e Jakub Kornfeil em 6º seriam os pilotos que Kent teria de passar para comemorar o título. Mas o medo de cair fez Kent ficar apenas com o 7ºlugar, Daqui a 2 semanas o piloto Britânico com um 14ºlugar vai quebrar um jejum de 38 anos sem um título para os ingleses no mundial de motovelocidade. Mas caso não consiga podera na história moderna da Motovelocidade o caso do título perdido mais ganho que já teve na história. Kent já teve mais de 75 pontos de distância e agora acabou praticamente Oliveira conseguido Ruir a diferença para 24 pontos a 1 prova do final.  Enea Bastianini, Alexis Masbou e John McPhee fecharam os 10 primeiros. A Lamentar a queda de Francesco Bagnaia que é sem dúvida o melhor piloto com Mahindra na Moto 3.

A decisão do título fica para o GP de Valência daqui a 2 semanas e dai vamos ver se Kent acaba campeão ou Oliveira provoca a maior zebra dos últimos anos no mundial de motovelocidade.

Pódio da Moto 3: Oliveira, Binder e Navarro
Pódio da Moto 3: Oliveira, Binder e Navarro

Mundial de Motovelocidade
GP da Malásia – Moto 3 – Resultado Final

1 44 Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo KTM) 40’33.277 em 18 Voltas
2 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 0.089
3 9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 0.273
4 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 0.305
5 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) a 0.416
6 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC KTM) a 0.530
7 52 Danny Kent (Leopard Racing Honda) a 0.590
8 33 Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3 Honda) a 4.004
9 10 Alexis Masbou (SAXOPRINT RTG Honda) a 6.990
10 17 John Mcphee (SAXOPRINT RTG Honda) a 10.030
11 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 16.128
12 88 Jorge Martin (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 18.995
13 29 Stefano Manzi (San Carlo Team Italia Mahindra) a 18.999
14 32 Isaac Viñales (RBA Racing Team KTM) a 19.129
15 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 19.153
16 48 Lorenzo Dalla Porta (Husqvarna Factory Laglisse Husqvarna) a 19.592
17 21 Francesco Bagnaia (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 32.053
18 6 Maria Herrera (Husqvarna Factory Laglisse Husqvarna) a 32.882
19 11 Livio Loi (RW Racing GP Honda) a 32.924
20 58 Juanfran Guevara (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 33.307
21 24 Tatsuki Suzuki (CIP Mahindra) a 34.453
22 2 Remy Gardner (CIP Mahindra) a 55.705
23 22 Ana Carrasco (RBA Racing Team KTM) a 57.562
24 16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1’46.290
25 91 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 1 Volta

Não Terminaram a corrida:

98 Karel Hanika (Red Bull KTM Ajo KTM) a 12 Voltas
96 Manuel Pagliani (San Carlo Team Italia Mahindra) a 12 Voltas
7 Efren Vazquez (Leopard Racing Honda) a 13 Voltas
76 Hiroki Ono (Leopard Racing Honda) a 13 Voltas
63 Zulfahmi Khairuddin (Drive M7 SIC KTM) a 13 Voltas
40 Darryn Binder (Outox Reset Drink Team Mahindra) a 16 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *