Indy em Pocono – O Surto Final do terrível oval

Grid de Largada:

pospilotoequipe
12Josef NewgardenTeam Penske
227Alexander RossiAndretti Autosport
322Simon PagenaudTeam Penske
49Scott DixonChip Ganassi Racing
512Will PowerTeam Penske
628Ryan Hunter-ReayAndretti Autosport
730Takuma SatoRahal Letterman Lanigan
815Graham RahalRahal Letterman Lanigan
910Felix RosenqvistChip Ganassi Racing
105James HinchcliffeSchmidt Peterson Motorsports
1118Sebastien BourdaisDale Coyne Racing
1221Spencer PigotEd Carpenter Racing
1319Santino FerrucciDale Coyne Racing
1488Colton HertaHarding Racing
1520Ed CarpenterEd Carpenter Racing
167Marcus EricssonSchmidt Peterson Motorsports
1798Marco AndrettiAndretti Herta
1826Zach VeachAndretti Autosport
1914Tony KanaanAJ Foyt Enterprises
204Matheus LeistAJ Foyt Enterprises
2123Charlie KimballCarlin
2259Conor DalyCarlin

Essa prova do campeonato sempre apavora foi realizada no dia 18 de Agosto. Com uma morte em 2015 e um acidente gravíssimo no ano passado esse circuito oval de 2 milhas e meia. Pocono já deveria sair do calendário, Mas decidiram continuar com essa brincadeira nesse ano.

Esse Oval é tenebroso e esse ano ele se mostrou mais uma vez essa sua face ruim. O Treino foi cancelado, o grid foi formado pela classificação do campeonato: Josef Newgarden largou na pole pósiton, Com Alexander Rossi em 2º. Depois vieram Simon Pagenaud, Scott Dixon, Will Power, Ryan Hunter-Reay, Takuma Sato, Graham Rahal, Felix Rosenquist e James Hinchcliffe completando os 10 primeiros colocados.

Pagenaud largou muito bem e pulou para a liderança, Com Newgarden e Power completando o 1-2-3 da Penske, Perto da curva 2 é que ocorreu o incidente da corrida. Um acidente forte que acabou ocasionando o acidente de Takuma Sato, Ryan Hunter-Reay, Felix Rosenquist, Alexander Rossi e James Hinchcliffe. Sato acabou tocando em Rossi que tocou em Hunter-Reay. Sato acabou pegando o carro de Felix Rosenquist, que quase capotou, O Carro do Japonês foi atingido pelo Hunter-Reay e acabou indo de cabeça para baixo. Hinchcliffe acabou batendo ao tentar evitar uma batida com outro piloto.

Resultado dessa confusão foi uma bandeira vermelha. Agora, Independente da culpa ser do Takuma Sato, Essa pista não tem condições de receber provas da Formula Indy. Hoje, com esses carros não tem mais como. O próprio Robert Wickens que foi vitima dessa pista no ano passado e hoje continua com dificuldades de andar, postou um post no twitter falando que não deveria ter essa corrida.

“Quantas vezes temos que passar pela mesma situação antes de todos aceitarmos que um IndyCar não deve correr em Pocono”, escreveu Wickens. “É apenas um relacionamento tóxico e talvez seja hora de considerar um divórcio. Estou muito aliviado (que eu saiba) por todo mundo estar bem com esse acidente assustador.”

Depois de quase 40 minutos, Os pilotos voltaram para a pista. Will Power acabou indo para os boxes, Mudando sua tática de corrida. (O que parecia loucura acabou fazendo toda a diferença do final)

Na volta 9 a prova recomeça para as primeiras voltas da prova. Pagenaud manteve a ponta, Com Newgarden marcou bobeira e perdeu posição para Dixon. Foram a primeira volta sem qualquer incidente. Graham Rahal, Santino Ferrucci, Sebastien Bourdais, Spencer Pigot, Marcus Ericsson, Colton Herta e Zach Veach completavam os 10 primeiros lugares.

Pagenaud e Dixon fugiram na frente, Newgarden ficava para Rahal e Ferrucci. O piloto da Dale Coyne chegava até os 360 km/h Bourdais vinha perto deles em 6ºlugar. Colton Herta tentava tirar o 8ºlugar das mãos de Marcus Ericsson.

Com 25 voltas completadas, Pagenaud tinha 0.6 Segundos a frente de Scott Dixon. Newgarden em 3º vinha a 2.2 segundos abriu um pouco sobre Rahal e Ferrucci. Power estava em 11ºlugar, após superar Ed Carpenter.

O primeiro a parar na janela de parada nos boxes foi Zach Veach, na 30ªvolta. Dos líderes, Santino Ferrucci foi o primeiro a fazer a parada, na 34ªVolta. Rahal e Bourdais pararam 3 voltas depois. O líder da prova, Simon Pagenaud parou na 38ªVolta, Na mesma volta, Herta acabou errando o ponto de parada e perdeu tempo. OS últimos a parar foram Dixon na 39ªVolta e Newgarden e Kimball na volta 40. Power assumiu a liderança.

Poucos segundos depois, Spencer Pigot foi para o muro, Bandeira amarela em todo o circuito. Power já tinha entrado nos boxes para a segunda parada. Com todas essas paradas, Pagenaud voltou a liderança, Com Santino Ferrucci, levando a Dale Coyne a 2ªposição. Depois vinham Dixon, Power e Rahal. A Direção de prova ordenou que Power fosse para a segunda posição. Assim foi feito e o Australiano acabou levando a melhor, com uma tática bem favorável.

Durante a bandeira amarela, Conor Daly e Tony Kannan pararam nos boxes mudando suas táticas de parada. Na 47ªVolta, Pagenaud foi pressionado por Will Power, O Francês teve muita dificuldade para superar o piloto Australiano. Na volta seguinte, Power assumiu a liderança da prova, Pagenaud não desistiu, foi para cima de Power e acabou voltando a ponta na 51ªvolta. Dixon superou Ferrucci, recuperando a 3ªposição. Completando o 5ºlugar, O Sueco Marcus Ericsson da Schmidt, Em uma boa corrida do antigo piloto de Formula 1.

Josef Newgarden vinha em corrida apagada, Em 7ºlugar. James Hinchcliffe, após 55 voltas acaba indo para a pista para voltar a corrida, Mas o carro estava bem sem condições de ser minimamente competitivo. Duas voltas depois, o Canadense foi para as boxes, para troca de pneus e combustível.

Os 4 primeiros colocados: Pagenaud, Power, Dixon e Ferrucci estavam na frente do grupão que começava pelo Ericsson até o 14ºcolocado, separados por apenas 7 segundos. Marco Andretti e Matheus Leist destoavam e vinham longe dessa turma.

Derepente, Ericsson acabou perdendo rendimento e indo para trás, perdendo posição após posição.

Na 66ªVolta, Newgarden vai para os boxes, Uma parada muito antecipada, Já que a janela de paradas iria começar na volta 70. Ou teve mudou a tática ou alguma coisa aconteceu, As voltas seguintes deram a resposta, Que acabou sendo uma tática antecipada.

Santino Ferrucci parou na 69ªvolta, Sendo o primeiro dos 4 primeiros colocados a fazer a segunda troca. Na volta 71, Quando Dixon foi para os boxes, Simon Pagenaud foi atrapalhado pelo James Hinchcliffe e acabou perdendo a liderança para Will Power. Na volta seguinte, Pagenaud foi para a segunda parada e por muito pouco não acabou batendo em Marco Andretti. Power era o líder, junto de Kimball, Daly e Kannan não tinham feito parada na janela, usando diferentes táticas dos líderes.

Volta 75, Colton Herta vai para o muro, Bandeira amarela em todo o circuito. O piloto da Harding perdeu a traseira e tocou uma das rodas no muro. Power teve que fazer a parada junto de Kimball, Daly e Kannan. Todos eles voltaram bem colocados.

Enquanto Hinchcliffe abandonou de vez a corrida, Ryan Hunter-Reay e Alexander Rossi iriam voltar a pista. Mas o vice-líder do campeonato estava querendo voltar com o carro todo remendado, Até mesmo sua suspensão foi remendada. A Direção de prova deveria impedir que Rossi tivesse voltado a corrida dessa forma, Uma peça remendada, numa velocidade de 350 km/h poderia ocorrer um acidente bem feio.

Dixon passou a liderança, Com Ferrucci, Pagenaud como seus mais próximos adversários. Nova relargada na 83ªVolta, Dixon segura à liderança. Power superou Newgarden passando para o 5ºlugar e Pasmem! Tony Kannan ultrapassou Sebastien Bourdais levando a carroça da A.J.Foyt para a 7ªposição.

Ferrucci, vinha no seu melhor momento da temporada, O Jovem piloto da Dale Coyne foi para cima de Dixon, valendo a liderança da prova. Enquanto isso, Power vinha subindo, Passou Ed Carpenter assumindo a 4ªposição. Dois 15 primeiros colocados, Apenas Marco Andretti tinha tomado volta do líder.

Dixon e Ferrucci faziam naquele momento o pega da corrida, Metade da prova e as nuvens escuras começavam a invadir o céu em Pocono. Kannan estava perdendo rendimento e tentatva sustentar a 7ªposição. Seu companheiro de equipe Matheus Leist foi o primeiro a ir para a 3ªparada, na volta 103. Josef Newgarden parou na volta seguinte

Ferrucci foi para os boxes na 106ªvolta, Dixon que era o líder parou na volta seguinte. Com isso a liderança passou para Simon Pagenaud que foi para os boxes na 108ªVolta. Power, com a estratégia diferente de Dixon, Ferrucci e Pagenaud era o líder e ficaria um pouco mais na pista. Assim como Tony Kannan, Conor Daly, Marcus Ericsson e Zach Veach que não tinham feito a parada. O piloto da Foyt parou na volta 109.

Power parou na volta 111 e voltou em 2º, A Frente de Pagenaud e atrás de Dixon. Santino Ferrucci perdeu um pouco de tempo nos boxes e caiu para o 4ºlugar. Depois da parada de Conor Daly (que parou na volta 113) Dixon volta a liderança, Seguido de Power, Pagenaud e Ferrucci.

O Australiano foi para cima do Neozelandês valendo a ponta da prova. Na volta 115, Power supera Dixon e assume a liderança. E depois disso, Foi abrindo, abrindo muito do piloto da Ganassi. Apesar de esta fazendo Sol, As nuvens negras estavam cada vez mais e mais invadindo o céus. Os raios e trovões começaram a cair. A Ameaça acabou por provocar primeiro, Bandeira Amarela na volta 127 e depois disso a bandeira Vermelha na Volta 128.

Os pilotos não voltariam para a pista, Um fechamento de prova melancólica para uma corrida em um lugar deprimente. Will Power conquistou a vitória. Merecidíssma, já que arriscou uma tática diferente e acabou se dando bem. Levando a melhor sobre Scott Dixon no final da prova.

Dixon ficou com o segundo lugar e Simon Pagenaud completou o pódio, Segurando os ataques de Santino Ferrucci, O jovem piloto da Dale Coyne fez sua melhor corrida na Formula Indy. Josef Newgarden acabou fazendo uma corrida burocrática, Sem brilho ele chegou em 5ºlugar, de positivo, Ele voltou a abrir vantagem na liderança para Alexander Rossi. Só que Pagenaud e Dixon se aproximavam na disputa pelo título.

Ed Carpenter ficou com o 6ºlugar, Sebastien Bourdais da Dale Coyne, Tony Kannan da Foyt (Por sinal, uma bela corrida), Graham Rahal e Charlie Kimball da Carlin.

Pocono em 2020 não estará no Calendário da Formula Indy, A prova de Richmond vai ser a pista substituta. Ainda bem, A pista de Pocono deveria nunca mais receber Formula Indy. É uma pista tenebrosa e não tem o glamour de uma corrida de 500 milhas, como tinha Michigan, Talladega e Principalmente Indianapolis.

Fotos:

Resultado final do GP de Pocono

pospilotoequipemotorVoltasTempo
112Will PowerTeam PenskeChevrolet1281h53m45.8296s
29Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1285.4688s
322Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1287.0950s
419Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1289.4697s
52Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet12810.1771s
620Ed CarpenterEd Carpenter RacingChevrolet12815.4239s
718Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHonda12819.1641s
814Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesChevrolet12823.3941s
915Graham RahalRahal Letterman LaniganHonda12825.2060s
1023Charlie KimballCarlinChevrolet12827.4361s
1159Conor DalyCarlinChevrolet12829.2835s
127Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsHonda12832.6051s
1326Zach VeachAndretti AutosportHonda127a 1 volta
144Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesChevrolet127a 1 volta
1598Marco AndrettiAndretti HertaHonda126a 2 voltas
1688Colton HertaHarding RacingHonda72Acidente
1721Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet39Acidente
1827Alexander RossiAndretti AutosportHonda39a 89 voltas
1928Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda25Acidente
205James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsHonda19Acidente
2130Takuma SatoRahal Letterman LaniganHonda0Acidente
2210Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda0Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *