Indy Car em Iowa: Vitória de Hinchcliffe da a volta por cima no Oval mais curto da temporada

Grid de Largada:

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 35.2913
2 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 35.5310
3 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 35.6253
4 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 35.6980
5 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 35.7996
6 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 35.8545
7 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 35.9833
8 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 36.0161
9 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 36.0168
10 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 36.0185
11 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 36.0650
12 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 36.0786
13 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 36.1601
14 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 36.2006
15 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 36.2268
16 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 36.4762
17 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 36.5218
18 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 36.7376
19 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 36.8770
20 Zachary Claman Dale Coyne Racing Dallara/Honda 36.9211
21 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 37.1107
22 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 38.1498

11ªEtapa do Mundial de Formula Indy, No circuito mais curto da temporada. No pequeno oval de Iowa durante a copa do mundo. As Penske dominaram a classificação. Will Power marcou a pole position, Josef Newgarden larga ao seu lado em 2ºlugar e Simon Pagenaud. Apenas Ryan Hunter-Reay furou esse domínio da Penske e larga em 3ºlugar.

Alexander Rossi e Scott Dixon largam na 3ªFila, Em uma briga direta pelo título da Formula Indy. Robert Wickens, Ed Jones, Ed Carpenter e Takuma Sato completaram os 10 primeiros lugares.Tony Kannan larga em 13ºlugar e Matheus Leist larga em 22º e último lugar.

Na largada, Power manteve a liderança com Newgarden, Hunter-Reay, Pagenaud e Rossi nas 5  primeiras posições no menor dos circuitos ovais da temporada. No começo de prova Pagenaud pressionou Hunter-Reay, Porém foi Rossi que passou o piloto da Penske ganhando o 4ºlugar.

Essa posição do Rossi não durou muito. O piloto francês da Penske recuperou o 4ºlugar na volta 4. Tony Kannan que não fez boa largada disputava o 16ºlugar com o Norte-americano Marco Andretti da Andretti-Herta. Um pouco mais a frente disputavam o 11ºlugar: Takuma Sato e Zach Veach.

Na volta 11, James Hinchcliffe passou Robert Wickens e já vinha em 8ºlugar após largar em 11ºlugar. Ao mesmo tempo, Matheus Leist e Gabby Chaves já tinha tomado 1 volta de Will Power, Começava assim o problema do Trafego. Os dois pilotos da Penske (Power e Newgarden) abriram 3 segundos a frente de Hunter-Reay e Pagenaud. Era um domínio imenso no começo da prova.

Na volta 25, Power acaba derrapando em meio aos retardatários, Era o que Newgarden precisava para passar a liderança da prova. Mesmo com a liderança do Campeão de 2017, O mais rápido no Momento era James Hinchcliffe que já estava em 5ºlugar. Enquanto isso, Seu companheiro de equipe Robert Wickens estava tentando manter o 10ºlugar dos ataques de Takuma Sato.

Com 35 voltas, Newgarden já tinha 4.9 segundos de frente para Will Power. Hunter-Reay e Hinchcliffe disputavam o 3ºlugar, Depois vinham Simon Pagenaud que superou Alexander Rossi. Scott Dixon, Ed Jones, Zach Veach e Robert Wickens fechavam entre os 10 primeiros lugares.

3 Voltas depois, Hinchcliffe passou Hunter-Reay passando ao 3ºlugar sem qualquer cerimonia. E na volta 41, partiu para cima de Will Power e acabou engolindo o piloto da Penske passando a 2ªposição, A 9 segundos atrás de Newgarden que já tinha ganho a prova de 2016 com uma vantagem acachapante sobre os demais pilotos.

Enquanto isso Power estava com um ritmo de prova bem ruim com os pneus desgastados. Matheus Leist acabou abandonando a prova. O Carro da Foyt era sem dúvida o pior carro da corrida. Tony Kannan vinha em uma lamentável 21ªposição a 3 voltas do líder.

Scott Dixon após 55 voltas já tinha tomado uma volta do líder, O piloto da Ganassi não vinha no fundo do pelotão, Mas sim na 10ªposição. Apenas 9 pilotos estavam na volta do líder. Com 1 volta atrás, Spencer Pigot passou Dixon e ganhou o 10ºlugar após 58 voltas.

O primeiro dos pilotos a parar nos boxes foi o Norte-americano Graham Rahal na volta 70. Começava a 1ªrodada de paradas nos boxes. Logo que o piloto saia dos boxes com os pneus trocados, Eles viraram até 3 segundos mais rápido do que os pilotos que não tinham feito a parada.  Porém, os pilotos tentavam esticar a parada para manter a janela de paradas para que se fizesse 3 paradas nos boxes.

Josef Newgarden parou na volta 80. O líder determinava que iria para 3 paradas nos boxes assim como Robert Wickens e Will Power que pararam na mesma volta. Na Volta 81, Rossi que fez sua parada deixou o motor morrer e perdeu muito tempo nessa parada.

Após 85 voltas, Newgarden era o primeiro com Hinchcliffe em 2º, Pagenaud em 3º, Huntey-Reay em 4º e completando os 5 primeiros colocados Spencer Pigot, que fez um ótimo trabalho ao recuperar a volta do líder que ele tinha perdido antes da sua parada. Sato, Dixon, Power, Wickens e Bourdais completavam os 10 primeiros colocados. Até o 9ºcolocando estava na volta do líder. Alexander Rossi teve sua corrida comprometida, Ele vinha em 18ºlugar.

Na Volta 90, Hinchcliffe vinha tentando tirar a diferença de 4.5 segundos sobre Newgarden. Pagenaud já vinha 18 segundos atrás da liderança. O domínio do norte-americano era gigante, Apenas Hinchcliffe conseguia razoavelmente acompanhar esse desempenho.

Na Volta 106, Takuma Sato foi para cima de Hunter-Reay e ganhou o 5ºlugar. Spencer Pigot subiu para o 4ºlugar. Power em 7º, já estava a uma volta do líder, Mas jogou duro com o seu companheiro de equipe. Nisso, Hinchcliffe se aproximou de Newgarden. Na Volta 114, Spencer Pigot passou como facilidade Simon Pagenaud assumindo o terceiro lugar.

Na volta 120, Newgarden colocou 1 volta em Hunter-Reay e voltou a aumentar a diferença para 6 segundos sobre o Canadense da Schmidt. Pigot vinha em 3º a 15 segundos da liderança. Sato e Pagenaud disputavam a 4ªposição por 7 Voltas depois. Até que o Japonês levou a melhor e ganhou a posição.

Ryan Hunter-Reay vendia caro a ultrapassagem de Robert Wickens, Valendo o 6ºlugar.

Na Volta 139, O Novato Zach Veach acaba batendo provocando a primeira bandeira amarela da prova. Todos os pilotos aproveitaram para realizarem uma troca de pneus. Primeiro foram os líderes que fizeram a parada e depois os pilotos que estavam a 1 ou a mais voltas dos líderes. As 4 primeiras posições não se modificaram após as paradas: Newgarden, Hinchcliffe, Pigot e Sato.

Na relargada, Newgarden larga bem e foge enquanto Pigot passou Wickens ganhando o 2ºlugar. Duas voltas depois o piloto da Schmidt-Peterson recuperou o segundo lugar e foi para cima de Newgarden e abriu mais de 3 segundos a frente de Pigot. O Carro do piloto da Schmidt era o único carro que poderia competir com o carro de Newgarden.

Na volta 178, Robert Wickens ultrapassou Simon Pagenaud e entrou nas 5 primeiras posições. Enquanto que o Japonês Takuma Sato ganhou o terceiro lugar de Spencer Pigot, Que ainda tentou passar o piloto da Rahal. Porém, ele perdeu tempo e ficou para trás.

No terço final de prova, Scott Dixon. Postulante da disputa do campeonato vinha em uma lamentável 11ªposição. Na tentativa de salvar pontos para o campeonato. Na volta 220 começou a rodada de paradas. Antes disso, James Hinchcliffe acabou atravessando e perdendo o 2ºlugar para Sato que vinha fazendo uma bela corrida. O piloto da Schmidt teve de segurar o 3ºlugar dos ataques de Spencer Pigot.

Na Volta 223, Ryan Hunter-Reay faz sua última parada nos boxes. Seguindo de Ed Carpenter e James Hinchcliffe. O líder Josef Newgarden fez a parada na volta 225. Hunter-Reay voltas depois acaba tendo problemas e volta para os boes.

Newgarden após as paradas continuava na liderança com Pigot em segundo lugar, O piloto da Carpenter vinha buscando a primeira vitória da carreira. Mas a 54 Voltas do final, Hinchcliffe supera Pigot e assume o segundo lugar e partiu para cima de Newgarden.

10 Voltas depois, O piloto da Schmidt superou Newgarden assume a liderança e abriu diferença para o Norte-Americano. Já para Scott Dixon, Um final de semana para esquecer. Ele fez a 4ªparada nos boxes, Caindo para uma triste 13ªposição.

A 21 Voltas do final, Wickens ganha a 3ªposição em cima de Spencer Pigot. Ryan-Hunter Reay fez a quarta parada na volta 277 e nas últimas voltas foi de novo aos boxes com problemas em seu equipamento.

A 7 Voltas do final, Carpenter escapa e acabou salvo da batida no muro por causa de um toque de Takuma Sato. Foi o bastante para ser acionada a bandeira amarela. Com tão pouca volta, Havia duvidas se iriamos ter a relargada. Newgarden, Pagenaud e Wickens foram para os boxes trocarem seus pneus para uma possível relargada.

Essa relargada não aconteceu e a prova acabou na bandeira amarela. James Hinchcliffe reencontra a vitória no circuito oval mais curto da temporada. Uma bela vitória de quem largou em 11ºlugar. Newgarden, Wickens e Pagenaud se atrapalharam pela tática mal sucedida e acabaram ficando sem pódio

Os Beneficiados pela atrapalhada foram Spencer Pigot da Carpenter e Takuma Sato da Rahal que acabaram com o 2º e 3ºlugares, Completando o pódio. O norte-americano largou do 18ºlugar e Takuma Sato largando do 10ºlugar.

Josef Newgarden que dominou a prova terminaria na segunda posição. Com essa tática que foi pela água acabou perdendo 2 posições, caindo para o 4ºlugar. A mesma coisa aconteceu com o Robert Wickens que ficou em 5ºlugar.

Will Power que começou muito bem, Acabou caindo para o 6º até o 10ºlugar e de lá ficou até o final da prova. Acabando em 6ºlugar. Graham Rahal, Simon Pagenaud, Ed Carpenter e Alexander Rossi que teve uma boa corrida de recuperação completou os 10 primeiros lugares.

Scott Dixon fechou a prova em uma triste 12ªPosição. Pior que o Neozelandês ficou o Brasileiro Tony Kannan que fez uma prova muito apagada pelo carro horrível que ele teve nas mãos. Em 17ºlugar, a 9 voltas do líder. Uma corrida para a Foyt não lembrar mais e não repetir em 2018. Pior desempenho do ano para eles.

Nessa Quinta-feira, teremos o relato da prova canadense em Toronto do Mundial de Formula Indy

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vídeo da Corrida:

Resultado final do GP de Iowa
11ªEtapa do Mundial de Formula Indy – Temporada 2018

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Volta Tempo
1 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 300 1h 47:32.4666
2 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 300 a 2.6491
3 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 300 a 3.2506
4 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 300 a 4.5296
5 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 300 a 6.3214
6 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 299 a 1 Volta
7 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 299 a 1 Volta
8 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 299 a 1 Volta
9 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 298 a 2 Voltas
10 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 298 a 2 Voltas
11 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 297 a 3 Voltas
12 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 296 a 4 Voltas
13 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 295 a 5 Voltas
14 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 295 a 5 Voltas
15 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 294 a 6 Voltas
16 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 293 a 7 Voltas
17 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 292 a 8 Voltas
18 Zachary Claman Dale Coyne Racing Dallara/Honda 291 a 9 Voltas
19 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 283 Mecânico
20 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 279 21 Voltas
21 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 99 Condução
22 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 40 Mecânico

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *