Indy 500 – Edição 103 – Capítulo 10

O Domingo quase não aconteceu o Bump Day e a definição da pole position. A chuva chegou no Indianapolis Motor Speedway. Chegou-se a cogitar que a definição dos 3 últimos lugares no Grid de largada fosse feita no dia seguinte. Mas milagrosamente parou de chover e conseguiram secar a pista. No final da tarde e que começou a Classificação.

O primeiro a entrar na pista pela disputa da última fila foi o Canadense James Hinchcliffe. O piloto da Schmidt foi disposto a evitar a segunda eliminação seguida das 500 milhas. A primeira volta ficou em  366.758 km/h, A segunda volta continuou em na cada dos 366 km/h, em 366.404 km/h. As duas voltas finais a média baixou para a casa dos 365 km/h (365.967 km/h na 3ª e 365.329 km/h na 4ªVolta) Ao Canadense só esperava esperar pelos outros.

Max Chilton foi o segundo a entrar na pista. O piloto da Carlin que ficou em 4ºlugar a dois anos atrás não teve desempenho para se quer disputar a vaga na última fila. Sua primeira volta foi de 365.419 km/h. A segunda volta com 363.100 km/h já mostrava que o piloto da Carlin tava totalmente fora da briga. A terceira volta foi 0.6 km/h melhor que a segunda (363.726 km/h), Mas não mudou seu destino. A volta final ficou em 363.849 km/h. Sua média foi de 364.021 km/h. Ou seja, Chilton estava próximo da eliminação.

Fernando Alonso foi para a pista, Disposto a evitar o desastre o terceiro a entrar na pista. A sua primeira volta foi de 366.572 km/h. A segunda volta já caiu para 365.768 Km/h de média horária, Caindo em 0.8 Km/h de média horária. Com mais três pilotos para fazerem suas tentativas Alonso corria riscos de classificação. As duas últimas voltas o príncipe das Asturias equilibrou um pouco as coisas. A 3ªVolta de média em 365.524 km/h e a volta final acabou em 365.677 km/h. Com Média de 365.889 km/h o Espanhol vinha na segunda posição, Atrás de Hinchcliffe e na frente de Chilton.

Sage Karam foi para a pista, Ele não conseguiu fazer um bom treino de Sábado, O Piloto da Dreyer & Reinbold era o 4º a entrar na pista. E logo na primeira volta, Ele mostrou que o carro dele estava em outro patamar, Com 367.737 km/h. as outras voltas foram mais lentas do que a primeira, (366.551 km/h na 2ªVolta, 366.124 km/h na 3ªVolta e 365.645 km/h na volta final) Mas o suficiente para classificar o carro na primeira posição, Com 336.512 km/h, Deixando Alonso na bolha e Chilton eliminado da prova.

O Penúltimo a entrar foi Patrício O’Ward da Carlin. O Mexicano que entrou com a expectativa de se classificar. Porém ,Suas 2 primeiras voltas foram bem ruins. A primeira foi de 365.844 Km/h e a segunda foi de 365.751 km/h. As voltas finais foram bem ruins (365.088 Km/h e 365.196 Km/h)  E ele acabou eliminado da prova. Alonso parecia estar aliviado, Só restava Kyle Kaiser com a Juncos Racing, Com o carro todo remendado.

Kaiser foi para a pista para a sua provável eliminação, Mas por incrível que pareça. A primeira volta do jovem piloto dos Estados Unidos foi de 366.480 km/h. Era uma volta que poderia levar Kaiser a classificação. E as chances aumentaram com a segunda volta sendo de 365.997 km/h, A terceira volta foi de 365,706 km/h, Tudo ficou para a última volta, Kaiser deu tudo do carro para levar o carro a Classificação. Resultado foi que o piloto conseguiu 365.497 km/h e conseguiu marcar 365.920 Km/h. Kaiser e a Juncos estava no Grid e Fernando Alonso estava de fora. Por incrível que pareça, Uma equipe pequena conseguiu derrotar uma gigante do Automobilismo Mundial com é a Mclaren.

Classificação do Bump Day

posPilotoEquipeMotorMédia/Miljhas
3124Sage KaramDreyer & Reinbold RacingChevrolet227.740
325TJames HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda227.543
3332Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet227.372
3466Fernando AlonsoMcLaren RacingChevrolet227.353
3531Patricio O’Ward  R CarlinChevrolet227.092
3659Max ChiltonCarlinChevrolet226.192

Sebastian Bourdais foi o primeiro a entrar na pista para buscar a pole position. O Francês sabedor que seu carro não era forte o competitivo para brigar pela pole, acabou fazendo uma volta decente. A primeira volta de 368.501 km/h e na terceira volta 368.218 Km/h foram suas melhores voltas. A 2ªVolta com 367.772 km/h e a volta final com 367.231 km/h baixaram um pouco sua média para 367.930 km/h.

Alexander Rossi foi o segundo a entrar. O único piloto da Andretti teve um desempenho abaixo do desempenho de Sebastian Bourdais. A primeira volta foi a melhor, Com 368.297 km/h. Depois as suas voltas foi foram caindo: A 2ªVolta foi de 367.445 km/h, A terceira caiu para a casa dos 336 km/h de média (366.906 km/h e 366.666 km/h suas voltas finais) e dai foi até o final. Com a volta em 367.328 Km/h, Rossi fica atrás de Bourdais.

Ed Carpenter foi o 3º a entrar na pista. Sua volta foi bem diferente dos dois primeiros a entrar na pista. Desde da primeira volta a pretensão era disputar a pole position, Com 370.748 km/h. 370.186 km/h na segunda volta dava a cara de que a volta seria imbatível. As duas últimas voltas porém, Não foram tão boas, Com 369.596 km/h na 3ª e 369.357 km/h na última volta ele terminou com 369.970 km/h e assumiu a liderança.

Indianapolis Motor Speedway Wednesday, May 15, 2019 ©2018 Walt Kuhn

Seu Companheiro de equipe, Ed Jones foi para a pista em busca da pole. Seu desempenho foi um pouco inferior ao desempenho de Carpenter, Sua primeira volta foi em 370.465 km/h, Mas ele já caiu para a casa dos 369 a partir da segunda volta, com 369.352 km/h. Suas duas outras voltas ficaram na média dos 369 baixo (369.322 km/h e 369.184 km/h) Com tudo isso, O piloto dos Emirados Árabes Unidos assumiu o segundo lugar.

O Surpreendente Colton Herta foi o 5º a entrar na pista, Só de estar entre os 9 primeiros já é uma tremenda vitória para a equipe Harding Racing e para o Novato. Ele não fez uma passagem para a pole position. Sua primeira volta ficou em 369.373 km/h, Ainda conseguiu manter a média boa na segunda volta (369.034 km/h), Nas duas últimas voltas o tempo caiu para a média horária dos 368.583 km/h na terceira volta e caiu para 367.724 km/h na última volta. Foi o suficiente para levar Herta para o 3ºlugar.

Josef Newgarden foi o primeiro dos pilotos da Penske a entrar na pista, O piloto Norte-Americano vinha em busca da primeira vitória nas 500 milhas. Só que suas voltas foram fracas demais. A primeira ficou em 368.062 km/h, A partir da segunda volta sua média caiu para a cada dos 367 km/h e por lá a média ficou (2ªVolta em 367.492 km/h, 3ªVolta em 367.070 e na volta final 367.650 km/h) o que levou o Piloto da Penske a ficar somente a frente de Alexander Rossi, em 5ºlugar.

7º a entrar para sua tentativa, Simon Pagenaud fez as voltas da pole position. Com uma primeira Volta que não foi tão rápida do que a Volta de Carpenter, Com 370.341 km/h de média horária. A diferença que favoreceu o Francês foi as voltas seguintes: 370.167 km/h na segunda volta e na terceira volta ele melhora para 370.326 km/h. A volta final ficou em 369.713 km/h. A sua média ficou em 370.136 km/h, Pagenaud era o líder com 2 pilotos a entrar na pista.

Will Power foi o penúltimo a entrar na pista, O piloto da Penske também não foi bem. Sua primeira volta ficou em 368.393 km/h. As outras 3 voltas ficaram na casa dos 367 km/h, Teve um desempenho um pouco melhor as médias de Newgarden (2ª volta em 367.968 km/h, 3ªVolta em 367.838 km/h e na 4ªVolta em 367.677 km/h) O Vencedor do ano passado ficou com a 5ªposição, com a média de 367.968 km/h.

O último a entrar na pista foi Spencer Pigot, Com o carro da Ed Carpenter. O norte-americano foi o melhor piloto do Sábado. Voou baixo desde da primeira volta, Média de 370.242 km/h. porém estava um pouco pior que o tempo de Pagenaud. As 2 voltas seguintes acabou ficando abaixo dos 370 km/h por hora (2ªVolta em 369.893 km/h e a 3ªvolta em 369.814 km/h) Na volta final acabou com a média de 369.528 km/h. A média das 4 voltas ficou em 369.869 km/h e acabou com o 3ºlugar, fechando a primeira fila do Grid.

Simon Pagenaud que venceu a prova no Circuito misto de Indianapolis conquista a pole position. Amanhã, A partir das 13 horas e 30 minutos (1 e meia da tarde, Horário de Brasília)

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotorMédia/Miljhas
122Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet229.992
220Ed CarpenterEd Carpenter RacingChevrolet229.889
321Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet229.826
463Ed JonesEd Carpenter Racing Scuderia CorsaChevrolet229.646
588Colton Herta Harding Steinbrenner RacingHonda229.086
612Will Power Team PenskeChevrolet228.645
718Sébastien BourdaisDale Coyne RacingHonda228.621
82Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet228.396
927Alexander Rossi Andretti AutosportHonda228.247
1098Marco AndrettiAndretti Herta Autosport w/ Marco Andretti & Curb-AgajanianHonda228.756
1125Conor DalyAndretti AutosportHonda228.617
123Hélio Castroneves Team PenskeChevrolet228.523
137Marcus Ericsson Arrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda228.511
1430Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan RacingHonda228.300
1533James DavisonDale Coyne Racing with Byrd/Hollinger/BelardiHonda228.273
1614Tony Kanaan A. J. Foyt EnterprisesChevrolet228.120
1715Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda228.104
189Scott Dixon Chip Ganassi RacingHonda228.100
1977Oriol ServiàMotoGator Team Stange Racing with Arrow Schmidt PetersonHonda227.991
2023Charlie KimballCarlinChevrolet227.915
2148J.R. HildebrandDreyer & Reinbold RacingChevrolet227.908
2228Ryan Hunter-Reay Andretti AutosportHonda227.877
2319Santino Ferrucci Dale Coyne RacingHonda227.731
244Matheus LeistA. J. Foyt EnterprisesChevrolet227.717
2560Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow Schmidt PetersonHonda227.695
2642Jordan King Rahal Letterman Lanigan RacingHonda227.502
2781Ben Hanley DragonSpeedChevrolet227.482
2826Zach VeachAndretti AutosportHonda227.341
2910Felix Rosenqvist Chip Ganassi RacingHonda227.297
3039Pippa MannClauson-Marshall RacingChevrolet227.244
3124Sage KaramDreyer & Reinbold RacingChevrolet227.740
325TJames HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda227.543
3332Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet227.372

Eliminados da prova:

posPilotoEquipeMotorMédia/Miljhas
3466Fernando AlonsoMcLaren RacingChevrolet227.353
3531Patricio O’Ward CarlinChevrolet227.092
3659Max ChiltonCarlinChevrolet226.192

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *