Hamilton, Partindo do 14ºlugar para uma senhora vitória em Hockenheim, Voltando a liderança do campeonato

O GP da Alemanha de 2018 é mais uma corrida que vai ficar entre as melhores corridas dos últimos anos e possivelmente uma das melhores de 2018. Como um piloto parte do 14ºlugar após uma falha eletrônica desastrosa no Sábado para uma monumental vitória após 67 voltas. E de Quebra vendo Vettel errar no momento mais critico da prova.

O Cenário no começo era bem favorável a Vettel, A Largada não chegou a ser movimentada. Vettel, Bottas, Raikkonen e Verstappen mantiveram as 4 primeiras posições. Magnussen e Hulkenberg completavam os 6 primeiros colocados.

Nas primeiras voltas enquanto Vettel abria diferença para Bottas, Raikkonen e Verstappen. Lewis Hamilton começava a sua reação. Volta após volta ele subia de posição, Passando a Alonso, Ocon, Leclerc. Em 5 voltas já estava nas 10 primeiras posições.

Na 7ªVolta, Perez fez uma bonita manobra em cima de Romain Grosjean passando para o 7ºlugar. Nessa altura, Lewis já vinha em 9ºlugar. Na Volta seguinte no cotovelo, O piloto inglês passou Grosjean assumindo o 8ºlugar. Na 9ªVolta a vitima de Hamilton foi Perez no mesmo cotovelo.

Duas voltas depois, O piloto da Mercedes superou o Alemão Nico Hulkenberg passando ao 6ºlugar. Na 14ªVolta Hamilton ultrapassou Kevin Magnussen e passou ao 5ºlugar. Agora o inglês precisava tirar 17 segundos para brigar com o Max Verstappen para disputar o 4ºlugar. Era impressionante a diferença entre a Mercedes, Ferrari e Red Bull em relação as outras equipes. A Renault que não é uma equipe pobre esta a um pouco mais de 1 segundo e meio mais lento que os pilotos de ponta.

No final da volta, Kimi Raikkonen foi o primeiro a parar nos boxes. Muito mais cedo do que a previsão das equipes. Porém era mais ou menos esperado pela Pirelli.

Daniel Ricciardo que largou em 19º estava com mais dificuldades em se recuperar na prova. Ele foi para cima de Fernando Alonso da Mclaren. O piloto Australiano ultrapassou o Espanhol na 18ªVolta subindo para o 12ºlugar.

Entre a volta 19, 20 e 21 começaram as paradas nos boxes. Hulkenberg na volta 19 disputava posição com o Magnussen pelo melhor do grupo Intermediário. Em um lance da prova ele se aproveitou da briga entre Marcus Ericsson e Romain Grosjean. Ele agradeceu a essa briga.

Na volta 26, Sebastian Vettel foi para os boxes. Voltando atrás de Kimi Raikkonen que parou mais cedo para superar Bottas e acabou superando também a Raikkonen, Ambos estavam na frente de Lewis Hamilton. Valtteri Bottas parou na volta 27. Na mesma volta, Daniel Ricciardo com problemas de Motor abandona a prova.

Na volta 30, Verstappen que assumiu a liderança por 3 voltas fez a sua parada nos boxes. Raikkonen assumiu a ponta com Vettel em 2º e Hamilton em 3º. Ainda tendo uma parada para fazer.

Vettel se aproximava de Raikkonen, Por rádio ele reclamava e pedia para que Raikkonen deixasse ele passar. Foram algumas voltas em que Raikkonen resistiu, Colocando os retardatários na frente do primeiro piloto da equipe Italiana.

Na 39ªVolta finalmente Kimi cedeu e Vettel assumiu a liderança com Raikkonen em segundo. Hamilton vinha perto deles em 3º, Mas tendo que fazer uma parada obrigatória ele estava esperando a chuva chegar.

A chuva não chegava, Hamilton não poderia esperar mais e foi para a parada na volta 42. Colocando os pneus Super Macios. A tal chuva veio 1 volta e meia depois. Os pingos começavam na curva 2 e vinha até a volta 7 e 8, de forma ainda pouco densa. Foi o bastante para Charles Leclerc, Fernando Alonso e Pierre Gasly colocaram pneus de chuva. Na volta 47, Max Verstappen arriscou e foi para os boxes colocar os pneus intermediários.

Em poucas voltas se constatou que não era a hora de colocar os pneus. Tanto é que Leclerc, Alonso, Gasly e depois Verstappen tiveram que voltar aos boxes. Enquanto que o piloto da Red Bull perdeu a chance do pódio. Os outros três pilotos acabaram caindo para os últimos lugares.

A chuva começou a aumentar e Bottas se aproximou de Raikkonen. Quando o finlandês tentou colocar volta em Kevin Magnussen ele sai da pista na curva 8 e acabou Bottas passando ao segundo lugar.

Na volta seguinte tivemos o lance da corrida. Sebastian Vettel que parecia com a vitória nas mãos erra, Passa reto e acaba batendo, Provocando a entrada do Safety Car. A pista estava úmida. Bottas que liderava a prova acabou indo para os boxes, Na volta seguinte quem parou foi Raikkonen. A liderança passou a ser de Lewis Hamilton que chegou a ir em caminho para os boxes, Mas desistiu na hora.

Durante o Safety Car, A chuva começou a parar e isso fez com que os pilotos que apostaram nos pneus intermediários trocarem para os pneus de pista seca.

Na Volta 58 a corrida recomeça, Valtteri Bottas foi para cima de Lewis Hamilton que segurou muito bem a pressão do Finlandês. Depois disso Hamilton abriu diferença e Bottas por ordem do rádio teve de ficar com a posição que estava e não permitir uma ameaça de Raikkonen que vinha perto dele.

No final da prova, Hamilton abriu dos demais mostrando ter o melhor ritmo de corrida. Mais atrás, a briga pelo 6º, 7º, 8º, 9º, 10º estava muito acirrada. Principalmente pela recuperação de Romain Grosjean que foi engolindo um a um nas voltas finais. Carlos Sainz jr. por ter ultrapassado um piloto durante o Safety Car iria pagar no final da prova, 10 segundos de penalização.

Lewis Hamilton conquistou a vitória partindo do 14ºlugar, Com tudo que aconteceu ele recuperou a liderança do campeonato. Agora com 188 pontos contra 171 pontos de Sebastian Vettel. Foi a vitória de número 66 da sua carreira.

Valtteri Bottas que largou em 2ºlugar completou a dobradinha da Mercedes. Um final de semana que poderia ser desastroso acabou terminando de forma perfeita para a equipe Alemã que volta a liderança do campeonato a 8 pontos da Ferrari, Que teve Kimi Raikkonen na 3ªposição completando o pódio. Max Verstappen acabou apostando nos pneus intermediários que acabou não dando certo. Isso acabou não mudando seu resultado final, Que acabou sendo o 4ºlugar.

Nico Hulkenberg foi o piloto alemão que terminou a prova. Em uma ótima exibição levou seu Renault a 5ªposição, Enquanto que seu companheiro de equipe foi punido e não conseguiu se quer marcar pontos. Romain Grosjean teve um grande final de prova. Passando do 11ºlugar para o 6ºlugar nas voltas finais. Pela prova de recuperação do piloto Francês que esta com seu futuro ameaçado na formula 1.

Sergio Perez em 7º e Esteban Ocon em 8ºlugar conseguiram mais uma vez levar a Force India a zona de pontuação. Eles estão no 5ºlugar na frente da Haas nos critérios de desempate muito pelo mérito do carro e dos seus pilotos que seguram a barra de uma equipe com dificuldades financeiras.

A Zona de pontuação termina com uma bela corrida de Marcus Ericsson que não se arriscou em trocar os pneus de pista seca pelos molhados e isso acabou levando o Sueco a marcar pontos pela 3ªvez em 2018. E Brendon Hartley (Benefinciado pela Penalização de Sainz) marcou seu 2ªponto da carreira com o 10ºlugar.

Kevin Magnussen acabou sendo prejudicado pelos erros da Haas em termos de estratégias, Porém ao contraio do seu companheiro de equipe não conseguiu reagir e acabou em 11ºlugar, Vendo Nico Hulkenberg se consolidar em 7ºlugar no Mundial de Pilotos. Carlos Sainz jr. não teve uma boa corrida, Com a Punição ele ficou de fora da disputa pelos pontos em 12ºlugar.

Stoffel Vandoorne que chegou a dar pinta de deixar a prova acabou permanecendo na disputa ficando em 13º. Pierre Gasly com a Toro Rosso, Charles Leclerc com a Sauber e Fernando Alonso com a Mclaren acabaram fechando a classificação após o tiro no pé dos três quando apostaram na chuva que não veio naquele período da prova.

Semana que vem teremos o GP da Hungria de Formula 1. Ai se encerra a primeira parte da temporada. Com Lewis Hamilton na liderança e com muita moral após a sua vitória na Alemanha.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Alemanha
11ªEtapa do Mundial de Formula 1 – 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 67 1:32:29.845 14
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 4.535s 2
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 67 a 6.732s 3
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 67 a 7.654s 4
5 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 67 a 26.609s 7
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 67 a 28.871s 6
7 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 30.556s 10
8 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 31.750s 115
9 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 67 a 32.362s 13
10 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 67 a 34.197s 16
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 67 a 34.919s 5
12 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 67 a 43.069s 8
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 67 a 46.617s 18
14 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 66 a 1 Volta 20
15 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 66 a 1 Volta 9
16 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 65 a 2 Voltas – Câmbio 11
18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 14 Voltas – Freios 17
5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 51 a 16 Voltas – Acidente 1
35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 16 Voltas – Vazamento de óleo 12
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 27 a 40 Voltas – Unidade de Potência 19

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Renault/Force India/Sauber/Toro Rosso/Mclaren

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *