GP do Japão de 1995

Grid de Largada

1 Michael Schumacher (Benetton/Renault) 1’38.023
2 Jean Alesi (Ferrari) 1’38.888
3 Mika Häkkinen (McLaren/Mercedes) 1’38.954
4 Damon Hill (Williams/Renault) 1’39.032
5 Gerhard Berger (Ferrari) 1’39.040
6 David Coulthard (Williams/Renault) 1’39.155
7 Eddie Irvine (Jordan/Peugeot) 1’39.621
8 Heinz-Harald Frentzen (Sauber/Ford) 1’40.010
9 Johnny Herbert (Benetton/Renault) 1’40.349
10 Rubens Barrichello (Jordan/Peugeot) 1’40.381
11 Olivier Panis (Ligier/Mugen-Honda) 1’40.838
12 Mika Salo (Tyrrell/Yamaha) 1’41.355
13 Ukyo Katayama (Tyrrell/Yamaha) 1’41.977
14 Gianni Morbidelli (Footwork/Hart) 1’42.059
15 Karl Wendlinger (Sauber/Ford) 1’42.912
16 Pedro Lamy (Minardi/Ford) 1’43.102
17 Luca Badoer (Minardi/Ford) 1’43.542
18 Taki Inoue (Footwork/Hart) 1’44.074
19 Andrea Montermini (Pacific/Ford) 1’46.097
20 Pedro Diniz (Forti/Ford) 1’46.654
21 Roberto Moreno (Forti/Ford) 1’48.267
22 Bertrand Gachot (Pacific/Ford) 1’48.289
23 Mark Blundell (McLaren/Mercedes) 16’42.640

Não Largou:

– Aguri Suzuki (Ligier/Mugen-Honda) 1’41.592

Schumacher vence pela 9ªvez na temporada sob pista molhada em Suzuka

Schumacher após conquistar o título mundial de 1995 em Aida (GP do Pacífico) já tinha confirmado sua ida para a Ferrari em 1996, a Penúltima corrida da temporada era no Japão na pista de Suzuka que mostrava no grid de largada uma pista molhada mais sem chuva.

A Corrida a princípio teria 24 pilotos, mas Aguri Suzuki que tinha tempo para largar em 13ºlugar acabou batendo muito forte e machucou o pescoço, depois disso Suzuki abandonaria a carreira de piloto, Mark Blundell sofreu grave acidente e iria largar da 23ªposição. Schumacher largava na pole com Alesi em segundo, Hakkinen em 3º, Hill em 4º, Berger em 5º e Coulthard em 6º.

Após a volta de apresentação A largada foi dada com Schumacher mantendo a ponta e Alesi em 2º e Hakkinen em terceiro enquanto isso Morbidelli rodando na primeira curva da pista por causa de um toque de Karl Wendlinger. Roberto Pupo Moreno tentou largar dos boxes, entretanto não conseguiu, seu câmbio falhou. Após 1 volta a classificação era: Schumacher – Alesi 1.586 – Hakkinen 3.393 – Hill 4.659 – Irvine 6.303 e Coulthard 6.678; Mas já pela primeira volta já se via que a água já não era tanta na pista e que a pista não iria demorar a secar enquanto isso Schumacher com a Benetton-Renault disparava na Frente, enquanto isso Irvine assumia o 6ºlugar de David Coulthard e logo depois o 5ºlugar por que Berger perdeu posição para Irvine e Coulthard.

Alesi tentava acompanhar ritmo de corrida de Schumacher enquanto isso muito pouco mais atrás Hakkinen e Hill travavam duelo pelo 3ºlugar estando a mais de 5 segundos de Alesi. Herbert, Frentzen e Panis estavam brigando por posição também, Mas isso era por posições abaixo dos seis primeiros colocados. Para a Sorte de Schumacher, Alesi e Berger pularam antes do sinal verde na largada e iriam ter de parar por 10 segundos nos boxes como punição, isso deixava Schumacher com muito mais folga na liderança da corrida já que o segundo seria Hakkinen e Hill seria o Terceiro.

Alesi já iria cumprir sua punição de 10 segundos, o francês voltou na frente de Panis e atrás de Barrichello, Herbert e Frentzen na 9ªposição. Berger também cumpriu a sua punição de 10 segundos nos boxes. Alesi enquanto isso já passava por Frentzen e iria pra cima de Herbert que também partia para o Ataque em cima de Barrichello, e quando Alesi conseguiu ultrapassagem em cima de Herbert ele foi para os boxes para colocar pneus lisos, ele apostava que a pista iria secar e que os pneus de pista seca já estavam consideravelmente bons para serem usados na pista. Apesar da pista que já estava começando a secar achei prematuro de Alesi essa parada. Classificação após Voltas 7 voltas: Schumacher, Hakkinen, Hill, Irvine, Coulthard, Barrichello.

Schumacher passeava na pista com 11 segundos na frente de Mika Hakkinen, Seu companheiro de equipe e Rubens Barrichello foram aos boxes para a primeira parada deles enquanto isso Alesi numa distante 15ªposição rodou após pisar na grama ao tentar passar uma Minardi brigando por posição e perdeu mais tempo na corrida, Na volta 9 Hill também iria aos boxes para sua primeira parada, aos poucos os pilotos iriam trocando seus pneus de chuva por pneus de pista seca enquanto isso Alesi na volta 9 fazia a melhor volta da corrida com 1:54.416, Schumacher que não tinha trocado os pneus ainda estava virando 7 segundos mais lento que Alesi mostrando que os pneus de pista seca já estavam melhores do que os de chuva tanto é que Schumacher na volta 10 fez a troca para os pneus lisos o mesmo fez David Coulthard, com isso Alesi galgava posições fazendo 1:51.404 na volta 10 sendo a volta mais rápida dele 3 segundos mais rápida que a volta mais rápida dele na volta 9. A corrida já tinha em termos de abandonos Moreno que não largou e de Gianni Morbidelli que rodou tinha também Bertrand Gachot com a Pacific que deixou a corrida com problemas com o Semieixo na 7ªvolta.

Alesi numa espetacular ultrapassagem passa Damon Hill numa incrível ultrapassagem e voltava a briga pelos primeiros lugares, Hakkinen e Irvine iriam para os boxes trocarem seus pneus, Mas Alesi já estava em 2ºlugar com penalidade que ele teve e ele caindo para o 15ºlugar e estava mais rápido que Schumacher naquele momento da corrida. Classificação após 12 voltas: Schumacher – Alesi a 6.862 – Hill a 9.760 – Hakkinen a 18.248 – Irvine a 23.655 e Coulthard a 25.737. Alesi faria 1:49.628 na volta 12. O Francês estava possuído mesmo fazendo a 3 volta mais rápida nas 4 últimas voltas. e Alesi virava 3 segundos mais rápido que Schumacher, algo impressionante com a Ferrari. Katayama com sua Tyrrell que vinha em 14ºlugar abandonava a corrida depois rodar e bater na proteção de pneus. O Japonês deixava a corrida na volta 13.

Na Volta 15 Alesi cada vez mais perto de Schumacher e Coulthard passava Irvine que agora teria Rubens Barrichello brigando pelo 6ºlugar. Alesi com 1:48.409 na volta 14 mais uma vez fazia a volta mais rápida da corrida, e na volta 15 fez 1:47.620 num incrível ritmo de corrida que Schumacher não conseguia conter o avanço do Francês. Apos 15 voltas a Classificação era a seguinte: Schumacher, Alesi, Hill, Hakkinen, Coulthard, Irvine, Barrichello, Frentzen, Berger, Herbert, Salo, Panis eram os 12 primeiros colocados.

Barrichello partia para o ataque em cima de Irvine e tentando ultrapassagem acaba rodando na entrada da Chicane e deixando a corrida quando vinha em 7ºlugar, Berger também abandonava a corrida quando iria assumir a 8ªposição. Barrichello inclusive chegou a tocar no carro do Irlandês que por sorte de Eddie Jordan continuou na corrida.

Alesi definitivamente chegava em Schumacher e na volta 17 fazia de novo a volta mais rápida com 1:47.090 e já chegava em Schumacher, ultrapassagem era questão de tempo, Irvine brigava para manter 6ªposição mas sofria pressão forte de Frentzen com a Sauber. Alesi 1:45.858 na volta 18 e com essa volta Alesi finalmente já estava no retrovisor de Schumacher. Ambos já tinham 10 segundos na frente de Hill.
Classificação após 20 voltas: Schumacher – Alesi a 1.971 – Hill a 11.832 – Hakkinen a 25.807 – Coulthard a 31.836 – Irvine a 46.053. Frentzen que estava em 7ºlugar numa tentativa desastrada de ultrapassagem tocou em Irvine e perdeu o bico do carro, já era a segunda vez que o Irlandês tomava de alguém na corrida e ainda assim Irvine manteve a 6ºlugar. Na briga pelo 1ºlugar Schumacher conseguiu equilibrar a disputa conseguindo igualar ao desempenho de Alesi na corrida, Quem fazia a volta mais rápida na volta 21 era David Coulthard que fez 1:44.941 isso ajudou Coulthard a diminuir sua distância que ele tinha para Hakkinen na briga pelo 4ºlugar.

Classificação após 23 voltas: Schumacher, Alesi, Hill, Hakkinen, Coulthard, Irvine, Herbert, Salo, Panis, Frentzen, Blundell, Badoer, Lamy, Wendlinger, Montermini, Inoue e Diniz. Os outros abandonaram a corrida e Montermini também deixaria a corrida após uma rodada de sua fraquíssima Pacific. Enquanto isso Schumacher resolve apertar seu ritmo fazendo 1:43.659 a melhor volta da corrida e ao mesmo tempo uma fumaça no carro de Alesi, a transmissão de sua Ferrari foi para o espaço fazendo o francês deixar a corrida, apesar do rápido carro a Ferrari não teve confiabilidade para vencer nessa corrida. com isso Hill passava a ser o segundo, Hakkinen o 3º e Coulthard o 4ºlugar já se aproximando de Hakkinen com a Mclaren e Schumacher mais tranquilo na ponta da corrida A briga do momento na corrida era de Coulthard vs Hakkinen pelo terceiro lugar na corrida isso já chegando na metade da corrida.
Frentzen quase atrapalhou Schumacher Rodando na corrida mais uma vez, Hakkinen na volta 27 fazia a melhor volta da corrida com 1:43.395 e se aproximava de Damon Hill na luta pelo Segundo lugar da corrida, Hakkinen faz sua segunda parada de reabastecimento de combustível e troca de pneus, sua troca não foi nada boa e ele caiu para o 4ºlugar. A pista nessa altura do campeonato já estava seca praticamente. Panis e Inoue também foram aos boxes para a segunda troca de pneus. Enquanto Schumacher tinha quase 19 segundos na frente de Hill.

Classificação após 29 voltas: Schumacher, Hill, Coulthard, Hakkinen, Herbert, Irvine. 15 pilotos estavam ainda na corrida. Schumacher, Hill e Coulthard não tinham parado ainda para fazer a 2ªtroca de pneus. Coulthard na volta 30 faz 1:43.102 e era o dono da volta mais rápida da corrida, A Benetton estava pronta para a parada de Schumacher que foi para a segunda parada na volta 32, Hill assumiria a ponta da corrida até a sua parada, a parada de Schumacher demorou 12 segundos, uma parada Normal para os padrões da época, Mas Hill teria de também fazer uma parada. Salo e Blundell também faziam suas paradas, todas as paradas demoravam de 12 a 13 segundos com a ideia de terminar a corrida com o terceiro tanque e o terceiro jogo de pneus, na volta 33 Schumacher fazia de novo a melhor volta da corrida com 1:42.976. A Classificação em 33 voltas Mostrava Hill, Schumacher a 9.926, Coulthard a 14.479, Hakkinen a 41.034, Herbert a 1:08.509 e Irvine a 1:16.465. Coulthard na volta 34 foi para os boxes e demorou 11.5 segundos.

Hill foi para os boxes na volta 35 e a equipe Williams fez uma bela troca de 10.5 segundos, Schumacher reassumiu a ponta da corrida Hill em segundo Coulthard em 3º e Hakkinen em 4º. Pedro Paulo Diniz acabou deixando a corrida após ele rodar na pista.
Schumacher tinha mais de 13 segundos na frente de Hill, mas era uma distância boa para administrar, Damon Hill na volta 36 acaba perdendo o seu carro e saindo da pista e perdendo muito tempo caindo para a 4ªposição e dessa forma ele teve de ir aos boxes para uma terceira parada, as chances de Hill na corrida acabaram, pois ele precisava trocar seu bico e dessa forma perdeu muito tempo mesmo, mas de 20 segundos, outro que sai da pista é Mark Blundell no mesmo ponto, já começo a acreditar que tenha caído óleo de algum carro naquela parte da pista ou se não foi isso é por que foi descuido dos pilotos. Hill caiu de 2º para o 5ºlugar, um prejuízo grande na corrida. Classificação após 39 voltas: Schumacher, Coulthard, Hakkinen, Herbert, Hill, Frentzen, Irvine, Panis, Salo, Blundell, Wendlinger, Badoer, Lamy e Inoue eram os 14 pilotos que continuavam na corrida.

Na Volta 40 Coulthard sai da pista no mesmo ponto que Hill e Blundell saíram da pista, voltou para a corrida mas ele acabou rodando quando se encaminhava para a Chicane perto da reta dos boxes, e na volta seguinte para completar o Desastre do time inglês Hill também roda e deixa a corrida, Hill antes disso acabava de ter uma punição por exceder o Limite de velocidade. Com tudo isso Schumacher tinha 34 segundos de folga para Hakkinen que era o segundo com Herbert de Benetton em 3º, Irvine da Jordan em 4º, Panis de Ligier em 5º e Salo com o Tyrrell-Yamaha em 6ºlugar, Nas voltas finais quem poderia na pista mudar o panorama da corrida era o Inglês Mark Blundell que largou de último e estava em 7ºlugar perseguindo ao Finlandês da Tyrrell, de resto somente através de quebras é que a história da corrida poderia mudar.

Por ironia do destino no final da corrida acabou tendo um sol bem fraco, mas mesmo assim tivemos um sol no final da corrida, nas voltas finais pouco se viu de briga a não ser uma ultrapassagem de Wendlinger em cima de Lamy valendo o 10ºlugar na corrida e a tentativa de Blundell em tentar marcar um ponto, que acabou em nenhum sucesso.

Schumacher venceu com tranquilos 19 segundos atrás de Hakkinen numa atuação muito boa do seu Mclaren-Mercedes chegando a 1 minuto na frente de Herbert que pouco apareceu na corrida e herdou posições para chegar ao pódio, Irvine em 4º após ser alvo de Barrichello e Frentzen em erros desses dois pilotos conseguiu sobreviver e terminar numa respeitável posição com Panis da Ligier em 5º e Salo fechando a Zona de pontuação em 6º.

Blundell, Frentzen, Badoer, Wendlinger, Lamy e Inoue terminaram a corrida. Inoue acabou sendo o único dos 3 japoneses a terminar a prova.

Resultado final do GP do Japão de 1995

Fotos:

Fotos: Bestlap/Formel1mic
Texto: Deivison Conceição

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *