GP de Aragón – Mundial da Motovelocidade 2021 – MotoGP – 13ªetapa

O GP de Aragón vai ficar marcado principalmente para Francesco Bagnaia, um piloto consolidado na MotoGP, mas que ainda faltava a primeira vitória na carreira, recolocando na disputa pelo título. Isso após um belo duelo com Marc Marquez.

Sessão de Classificação do Sábado: Logo que começa a repescagem, todos os pilotos foram para a pista, com exceção de Johann Zarco, que vinha sendo um dos favoritos a vaga ao Q2 só foi para a pista com 1:40 de sessão.

Nas suas primeiras voltas: Lecuona, Petrucci, Oliveira, Marini e Dixon erraram a primeira curva, já comprometendo essa volta. Motivado pelo melhor resultado da temporada, Alex Rins marcou 1:50.593 e passou para a liderança, a milésimos a frente de Alex Marquez da LCR Honda a 11 minutos do final da sessão.

Na segunda tentativa, os pilotos melhoram muito seus tempos. A 9 minutos e 30 segundos do final, na sua primeira volta, Johann Zarco marca 1:47.327, colocando quase 7 décimos a frente de Alex Marquez, que ultrapassou Alex Rins que caiu da primeira para a terceira posição. 30 segundos depois, Brad Binder tomou a segunda posição que pertencia a Alex Marquez, com 1:47.708, ficando a frente de Luca Marini, Valentino Rossi, Miguel Oliveira. O irmão de Marc Marquez caiu para a 6ªposição.

A 8:30 do final, Crutchlow faz uma boa volta, sobe para 4ªposição. Nessa altura, Rins estava na 10ªposição. O piloto da Suzuki foi para nova volta, mas acaba fazendo 1:47.886 subindo para 3ªposição. Mesmo assim, estaria fora do Q2 se terminasse naquele momento a repescagem.

Zarco e Binder vinham sendo os classificados, Rins vinha em 3º, Marini, Crutchlow, Rossi, Oliveira, Alex Marquez, Petrucci, Viñales, Dixon e Lecuona completavam a lista dos pilotos do Q1.

A 5 minutos do final, todo mundo começa a voltar para a segunda e última tentativa de volta rápida. O final foi muito agitado. Na sua estreia na Aprilla, Maverick Viñales deu um belo salto, pulando da 10ª para a 3ªposição a menos de 2 minutos do final.

A 1 minuto do final, Danilo Petrucci passou a segunda posição com 1:47.708, mas o piloto da Tech 3 foi superado por Brad Binder (1:47.344) e Iker Lecuona (1:47.508). Na volta final, Zarco faz 1:47.293 e termina a sessão em primeiro lugar. A outra vaga ficou com Brad Binder da KTM.  Lecuona, Alex Marquez, Cal Crutchlow e Danilo Petrucci completaram as 6 primeiras posições.

Marevick Viñales fechou sua primeira classificação na nova equipe na 9ªposição, logo a frente de Alex Rins, numa deprimente 10ªposição no Q1.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
15Johann ZarcoPramac RacingDucati1’47.293
233Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.344
327Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.508
473Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’47.542
535Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’47.613
69Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.708
710Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’47.741
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.750
912Maverick ViñalesAprilia Racing Team GresiniAprilia1’47.764
1042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.790
1146Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’47.863
1296Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamaha1’48.146

Disposto a se recuperar da queda em Silverstone, Marc Marquez foi o primeiro a entrar na parte final da classificação. Ao contraio, Fabio Quartararo foi um dos últimos a saírem para a pista. O último foi Johann Zarco, com 3 minutos dos 15 minutos de sessão que os pilotos tinham.

Marc Marquez fez 1:50.676 na sua primeira volta a 11:17 do final. O Tempo do formiga atômica foi superado facilmente, primeiro por Takaagi Nakagami (1:49.817) e depois, por um temporal de Enea Bastianini, 1:47.578, colocando mais de 2 segundos nos concorrentes. Porém, ainda tinha pilotos a fecharem suas primeiras voltas, a marca do piloto da Avintia acabou sendo superado, primeiro por Jack Miller, seguido de Francesco Bagnaia, em uma super volta de 1:46.908, colocando meio segundo no companheiro de equipe. O francês Fabio Quartararo conseguiu a 3ªposição a 9:50 do final da sessão.

Marc Marquez melhorou muito na sua segunda volta, pulando para 2ªposição com 1:47.144. A 8:55 do final, Jorge Martin é o primeiro piloto a entrar na casa do 1 minuto e 46 segundos (1:46.878), assumindo a primeira posição. Essa liderança do piloto da Pramac duraria até que Fabio Quartararo mandou ver e passou para a liderança, ao obter a volta de 1:46.727.

A maioria dos 12 pilotos foi para os boxes na metade do Q2. Takaagi Nakagami e Joan Mir foram para mais uma vez rápida. Melhor para o campeão da temporada passada, que subiu da 12ª para a 6ªposição. Enquanto que o Japonês da LCR Honda marcou o 8ºtempo. A 6 minutos do final do Q2: Quartararo, Martin e Bagnaia estavam compondo a primeira fila. Depois vinham Miller, Marc Marquez, Mir, Zarco, Nakagami, Aleix Esdpargaró, Bastianini, Pol Espargaró e Brad Binder.

A 5 minutos do final, os pilotos começaram a sair para a pista, na parte final da sessão. Bagnaia saiu antes disso, provavelmente a 6 minutos do final da sessão. O piloto da Ducati fez uma brilhante volta e passou da 3ª para a primeira posição, a 2 minutos e meio do final ao marcar 1:46.322.

Os outros teriam de lutar para tirar o italiano da pole position. Miller, Quartararo e Marquez bem que tentaram e conseguiram fazer voltas rápidas, mas não chegaram na marca de Peppo Bagnaia que largaria na pole position para a prova do domingo, em busca da tão sonhada primeira vitória na MotoGP.

Jack Miller, companheiro de Bagnaia foi que chegou mais perto, vai largar na segunda posição. Dobradinha da equipe Ducati. Fabio Quartararo larga na 3ªposição, completando a primeira fila.

Na segunda fila, O Formiga atômica vai para o ataque, prometendo um grande resultado, junto do piloto da Honda, largam Jorge Martin da Pramac em 5º e Aleix Espargaró da Aprilla na 6ªposição. Joan Mir vai abrir a terceira fila, levando a Suzuki para a 7ªposição e tendo Pol Espargaró com a outra Honda e Enea Bastianini em mais uma excelente classificação com sua Ducati Avintia.

Na 4ªfila larga Johann Zarco que desapontou com sua Ducati Pramac, Takaagi Nakagami da LCR Honda e Brad Binder da KTM.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
163Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’46.322
243Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’46.688
320Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’46.719
493Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’46.736
589Jorge MartinPramac RacingDucati1’46.878
641Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniAprilia1’46.883
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.162
844Pol EspargaroRepsol Honda TeamHonda1’47.194
923Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’47.278
105Johann ZarcoPramac RacingDucati1’47.288
1130Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’47.366
1233Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.932
1327Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.508
1473Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’47.542
1535Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’47.613
169Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.708
1710Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’47.741
1888Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.750
1912Maverick ViñalesAprilia Racing Team GresiniAprilia1’47.764
2042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.790
2146Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’47.863
2296Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamaha1’48.146

No domingo, tivemos um belo duelo pela vitória entre Francesco Bagnaia da Ducati e Marc Marquez da Honda durante as 23 voltas no circuito de Aragón.

Na largada, Francesco Bagnaia largou bem e manteve a liderança, Jack Miller tentou um ataque no companheiro de equipe, mas não conseguiu a ultrapassagem. Nisso, o australiano manteve a segunda posição por algumas curvas, mas foi superado por Marc Marquez e acabou caindo para 3ªposição. Fabio Quartararo perdeu 3 posições caindo para a 6ªposição.

No final da 1ªVolta, Jorge Martin supera o líder do campeonato e passa a ser o 6ºcolocado. Já na segunda volta, Marc Marquez já estava próximo de Peppo Bagnaia, enquanto que seu irmão, Alex Marquez foi para o chão ainda na primeira volta. Jake Dixon também foi ao chão, na segunda volta. Era a última participação do britânico na MotoGP pela Petronas.

Bagnaia e Marquez vinha na frente seguido de Miller que fez a melhor volta da prova, tentando chegar nos dois primeiros. Já Quartararo não tinha um bom ritmo de corrida, caindo para a 7ªposição e pressionado por Iker Lecuona da Tech 3 que fazia um ótimo começo de prova. Em ótimo inicio também estava Alex Rins, que pulou da 20ª para a 12ªposição em 5 voltas. Marevick Viñales vinha na 19ªposição, pressionado por Valentino Rossi, numa deprimente 20ª e última posição.

Ao final da 6ªvolta, Iker Lecuona supera Fabio Quartararo e passa a ser o 7ºcolocado. Na volta seguinte, Enea Bastianini chegou a superar o francês que consegue da o troco imediatamente, recuperando a 10ªposição. O Fato é que a Yamaha vinha muito mal em Aragón, só Quartararo mantinha um desempenho razoável, os outros vinham nas últimas posições.

Nesse meio tempo, Bagnaia e Marquez começaram a se distanciar na frente, abrindo 2 segundos de frente para Jack Miller, Aleix Espargaró e Joan Mir. Ao final da 11ªVolta, Miller erra no curvão e perde posições para Aleix Espargaró e Mir, que se aproveitam muito bem e passam o australiano que caiu para a 5ªposição. Jorge Martin, Iker Lecuona, Brad Binder, Fabio Quartararo e Enea Bastianini.

Joan Mir ainda com intensão de disputar o título passou Aleix Espargaró na metade da 12ªvolta, passando a ser o terceiro colocado. A disputa entre Quartararo e Bastianini continuava. Por 2 vezes, Bastianini chegou a passar Quartararo, mas o francês deu o troco imediatamente. No começo da 14ªvolta, Takaagi Nakagami se aproveita e fica do lado de Quartararo e Bastianini. O que aconteceu foi que Nakagami acabou superando o piloto da Avintia e levando a  10ªposição, mas no começo da 15ªVolta, Bastianini tratou de recuperar essa posição. Mais a frente, Jorge Martin era pressionado por Lecuona e Binder.

Lá na frente, Bagnaia tinha a vantagem das retas, a Ducati é potente demais, Marquez se aproximava nas curvas, mas não o bastante para tentar tomar a ponta do piloto da Ducati. OS 2 primeiros já vinham a 4.3 segundos a frente de Mir. A 7 voltas do final, Iker Lecuona sai da pista na curva 9 e cai da 7ª para a 11ªposição depois de ter sido superado por Nakagami. Fabio Quartararo vinha em 8º, mas continuava pressionado por Bastianini.

Nas voltas finais, Marquez foi pra cima de Bagnaia definitivamente. Nas últimas 4 voltas de prova, foram 7 ultrapassagens que foram revidadas pelo italiano, Peppo bateu o pé que iria vencer pela primeira vez em Aragón.

A última tentativa foi na entrada da curva 12, Marquez chegou a passar Bagnaia, mas acabou saindo da pista. Foi caminho livre para Francesco Bagnaia levar sua moto até o final. E eis que finalmente, o piloto italiano conquistou sua primeira vitória na categoria principal. Após vários momentos nessa temporada, Bagnaia finalmente conseguiu esse importante resultado para a sua carreira, e se consideramos o resultado que Quartararo conquistou, Peppo ainda poderia sonhar com o título.

Marc Marquez voltou para o pódio com a segunda posição, um belo resultado após a queda na Inglaterra. Que bom que os comissários não puniram o Formiga Atômica pela saída de pista na última volta. Joan Mir completou o pódio, com mais uma bela atuação do campeão da temporada passada, o espanhol consegue manter alguma chance de campeonato.

Aleix Espargaró novamente se posiciona muito bem, levou a Aprilla para a 4ªposição. Os bons resultados fazem o piloto espanhol ficar bem colocado nas 10 primeiras posições. Jack Miller não conseguiu ter um desempenho igual ao de Bagnaia e acabou ficando na 5ªposição, muito longe de Francesco Bagnaia.

Enea Bastianini fez uma ótima corrida, subindo bastante nas últimas volta e fechou em uma bonita 6ªposição para o piloto da Avintia, deixando Brad Binder na 7ªposição. O guepardo sul-africano foi de novo o melhor piloto da marca austríaca.

Fabio Quartararo ficou longe de disputar a vitória, sua Yamaha não tinha rendimento para brigar pelos primeiros lugares. O 8ºlugar foi tudo que deu para o francês conquistar em Aragón. Outro que perdeu rendimento na 2ºmetade de corrida foi Jorge Martin, que acabou ficando na 9ªposição, muito longe dos melhores desempenhos na temporada. O Japonês Takaagi Nakagami completou a lista dos 10 primeiros colocados.

Iker Lecuona tinha tudo para até fazer sua melhor corrida na temporada, mas a partir do erro na 2ªmetade de prova o piloto da Tech 3 perdeu posições e acabou ficando com a 11ªposição. Alex Rins fez um bom inicio de corrida, mas ficou apenas nisso em uma 12ªposição. Não chegou nem perto do grande desempenho de Silverstone, onde o piloto da Suzuki conquistou o pódio.

Pol Espargaró da Honda Repsol, Miguel Oliveira da KTM e Danilo Petrucci da Tech 3  completaram a zona de pontuação. Cal Crutchlow melhorou muito em relação a prova em Silverstone, mas por 7 décimos acabou ficando de fora da zona de pontuação. Johann Zarco fez uma prova totalmente desastrosa, em 17ºlugar, sem ser nada competitivo. Marevick Viñales fez sua estria na Aprilla em discretíssima 18ªposição.

Resultado Final – GP de Aragón
MotoGP – 23 Voltas

pospilotoequipemototempo
163Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati41’44.422
293Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 0.673
336Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 3.911
441Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniApriliaa 9.269
543Jack MillerDucati Lenovo TeamDucatia 11.928
623Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 13.757
733Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 14.064
820Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 16.575
989Jorge MartinPramac RacingDucatia 16.615
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 16.904
1127Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 17.124
1242Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 17.710
1344Pol EspargaroRepsol Honda TeamHondaa 19.680
1488Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 22.703
159Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 25.723
1635Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 26.413
175Johann ZarcoPramac RacingDucatia 26.620
1812Maverick ViñalesAprilia Racing Team GresiniApriliaa 27.128
1946Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 32.517
2010Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 39.073
96Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamahaa 22 voltas
73Alex MarquezLCR Honda CASTROLHondaa 23 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta