GP da Bélgica de 2005

Grid de largada:

1 Juan Pablo Montoya (McLaren/Mercedes) 1’46.391
2 Kimi Räikkönen (McLaren/Mercedes) 1’46.440
3 Jarno Trulli (Toyota) 1’46.596
4 Fernando Alonso (Renault) 1’46.760
5 Ralf Schumacher (Toyota) 1’47.401
6 Michael Schumacher (Ferrari) 1’47.476
7 Felipe Massa (Sauber/Petronas) 1’47.867
8 Jenson Button (BAR/Honda) 1’47.978
9 Mark Webber (Williams/BMW) 1’48.071
10 Takuma Sato (BAR/Honda) 1’48.353
11 David Coulthard (Red Bull/Cosworth) 1’48.508
12 Rubens Barrichello (Ferrari) 1’48.550
13 Giancarlo Fisichella (Renault) 1’46.497 (perdeu 10 posições por trocar o motor)
14 Jacques Villeneuve (Sauber/Petronas) 1’48.889
15 Antônio Pizzonia (Williams/BMW) 1’48.898
16 Christian Klien (Red Bull/Cosworth) 1’48.994
17 Robert Doornbos (Minardi/Cosworth) 1’49.779
18 Christijan Albers (Minardi/Cosworth) 1’49.842
19 Tiago Monteiro (Jordan/Toyota) 1’51.498
20 Narain Karthikeyan (Jordan/Toyota) 1’51.675

Spa-Francorchamps poderia naquela tarde ter sido o palco da conquista de titulo de Fernando Alonso, mas existia um Finlandês que ainda estava disposto a lugar, Kimi Raikkonen com o Mclaren-Mercedes sendo o melhor carro da parte final de campeonato. Mas a pole foi de Montoya que tinha a missão de ajudar o Finlândes a impedir Alonso se consagre campeão em Território Belga.

Mas a corrida teria um componente bem especial: Chuva! sim meus amigos, não digo chuva caindo em abundância, mais chuva caindo de leve, mas o bastante para deixar a pista molhada, o Publico em Spa era grande mesmo em um dia de Chuva e todos estavam ansiosos para a largada, duas Minardis e uma das Jordans sairia dos boxes. Os pilotos partiam para a largada e Montoya mantem a ponta com Kimi Lutando para ficar em 2ºlugar após ataque de Trulli que logo sofria ataque de Fernando Alonso, Schumacher em 5º ganhou uma posição na largada e Ralf Schumacher em 6º.

Apos a primeira volta a classificação era: Montoya, Kimi, Trulli, Alonso, M.Schumacher, Sato, Button, Ralf Schumacher, Massa, Webber, Coulthard, Fisichella, Klien, Barrichello, Pizzonia, Villeneuve, Monteiro, Karthikeyan, Doornbos e Albers. Montoya seguia na ponta mas sabendo que teria que ceder a qualquer momento a liderança para Raikkonen, Lá atrás Fisichella tentava se recuperar do prejuízo de perder 10 posições por ter trocado de motor antes das 2 corridas de prazo que o motor deveria durar no carro, pois ele tinha feito o 3ºlugar na classificação. Montoya fazia a melhor volta da corrida 1:56.034 E em duas voltas e meia a vantagem das Mclaren para Trulli era imensa já de antemão prevendo a dobradinha das Mclarens na terceira volta já estavam 4.5 segundos na frente do seu mais próximo perseguidor que era Trulli, Alonso vinha em 4ºlugar também longe de ameaçar Trulli.

Schumacher em 5º estava também tranqüilo; a briga tava rolando a partir do 6ºlugar e principalmente com a briga de Fisichella vs Coulthard valendo o 10ºlugar na prova. Classificação depois de 5 Voltas: Montoya , Raikkonen 1.030, Trulli 5.451, Alonso 10.678, M.Schumacher 12.998, Sato 17.712, Button 19.988, R.Schumacher 20.214, Massa 22.169 e Fisichella 22.759. Fisichella conseguiu ultrapassar David Coulthard e assumir o 10ºlugar e agora iria a caça de Felipe Massa, Mas essa briga nem durou nem uma volta Fisico passou Massa e já tinha o 9ºlugar numa impressionante recuperação após largar em 13º.

Já as Mclarens continuavam seu show em Spa e o único que conseguia de forma razoável acompanhar o ritmo deles era Jarno Trulli. Doornbos foi para os boxes provavelmente fazer sua primeira parada nos boxes, a Minardi que nessa corrida foi vendida para o dono da Red Bull, Dietrich Mateschitz (Dessa forma surgia a Toro Rosso) e encerrando no final de 2005 a trajetória da Simpática Minardi na Formula 1. Na Volta 10 era incrível o domínio das Mclarens em cima do resto do pelotão. Em 8 voltas eles já davam volta nas duas Minardi (tanto de Albers, Tanto de Doornbos).

Fisichella acabaria de bater muito forte na volta 11 na saída da Eau Rouge e o Safety Car tinha que entrar na pista, Todos não pensaram duas vezes em entrar para os boxes, Montoya foi o primeiro, Mas logo atrás Kimi Raikkonen segurou Trulli, Alonso, Schumacher e Sato andando de forma lenta para os boxes, desse modo permitiu que Montoya fizesse a sua para de maneira tranquila para voltar a ponta. Kimi voltaria na frente de Trulli e de Alonso, mas estava atrás das Duas Minardis que eram retardatários e também de Villeneuve que não tinham parado para fazer a sua parada e de Ralf Schumacher que parou antes do acidente e acabou se dando bem por causa disso e isso deixava Raikkonen em 4º, Alonso em 5º e Trulli em 6º. A Renault trabalhou melhor que a Toyota nos pits e Alonso tomou o lugar do Trulli assumindo a 5ªposição.

Classificação após 11 voltas: Montoya – Villeneuve – Ralf Schumacher – Raikkonen – Alonso – Trulli – M.Schumacher – Sato – Massa – Coulthard – Webber – Button – Barrichello – Monteiro – Pizzonia – Klien – Karthikeyan – Albers – Doornbos. Alguns pilotos resolveram ir aos boxes de novo como Sato, Button M.Schumacher e uma Williams, essa tática confesso que não entendi por que dela a não ser pelo aproveitamento máximo do Tanque de combustível.

A corrida recomeçava na volta Com Montoya liderando o pelotão com Villeneuve, Ralf, Raikkonen, Alonso e Trulli tentando passar logo as duas Minardi, Villeneuve já dera uma errada e acabou perdendo posições para Ralf e Kimi Raikkonen e caia para o 4ºlugar. Mas lá atrás mais confusão. Sato acabou atropelando M.Schumacher, Fim de corrida para os dois, M.Schumacher depois disso Reclamou com Takuma Sato que seria punido para o GP do Brasil. Lá na frente Enquanto Ralf e Raikkonen se livraram das Minardi Villeneuve e Alonso ainda tinham que passar por elas e ao mesmo tempo brigar por posição.

Depois de 14 Voltas a Classificação era: Montoya – Ralf Schumacher a 4.736 – Raikkonen a 6.501 – Villeneuve a 9.608 – Alonso a 10.121 – Massa a 16.288 – Barrichello a 17.759 – Monteiro a 20.693 – Webber a 21.498 – Button a 23.536 – Coulthard a 25.595 – Karthikeyan a 26.698 – Pizzonia a 27.351 os treze primeiros na corrida e Montoya com a melhor volta 1:55.948 na volta 14. Alonso continuava atrás de Villeneuve, mas era questão de tempo ele passar o Canadense até por que ele era o único a não ter feito parada para reabastecimento, Poderia o Piloto de a Sauber aprontar 1 parada apenas? Se fizesse isso poderia complicar a vida de Alonso na corrida e a diferença cair entre ele e o Raikkonen que era de 25 pontos.

2005, Spa-Francorchamps, Belgian Grand Prix

A pista começava a dar sinais de que iria secar tanto é que os pilotos buscavam o lado de fora do traçado para pegar mais Água e dessa forma resfriar os pneus. Ralf Schumacher se aproximava muito de Montoya na briga pelo 1ºlugar, mas a vantagem de Montoya era que Ralf tinha que fazer logo uma nova parada nos boxes. Em alguns pontos da pista já tinha pontos secos, David Coulthard fumou o motor Cosworth de sua Red Bull e deixou a corrida na volta 19.

Após 19 voltas a Classificação era: Montoya – Ralf Schumacher a 0.787 – Raikkonen a 6.994 – Villeneuve a 9.447 – Alonso a 14.658 – Massa a 27.332 – Barrichello a 29.845 – Webber a 33.017. Ralf procurava muito mais a pista molhada pois seus pneus já estavam desgastados, Ralf Andava no limite para tentar superar a Mclaren do colombiano. Mas o fato seria o seguinte, se Ralf fizesse a parada na volta 22 teria chances de tentar fazer uma parada. Villeneuve que estava em 4ºlugar foi para a sua 1ª e única parada pois ele ficou 12.3 segundos parado nos boxes e também em boa posição na corrida em 8ºlugar com seus adversários teriam que fazer uma segunda parada.

Na primeira parte da pista já se via locais secos, mas que ainda não permitiriam trocar pneus de chuva leve para pneus de pista seca, Montoya segurava Ralf e enquanto isso na luta pelo 8ºlugar Villeneuve fez como pode mais não impediu Button de fazer a ultrapassagem assumindo o 8ºposto. Ralf acabou rodando na volta 25 no final da Grande reta e isso fez com que sua tática fosse toda para o espaço, na volta seguinte ele fez sua parada, mas dever ser imperdoável cometer esse erro que custou talvez o pódio dele. Com isso Montoya em 1º, Raikkonen em 2º e Alonso em 3º.

Raikkonen agora iria a caça de Montoya que deveria ceder posição a Raikkonen, pois a Mclaren queria que Kimi Tivesse mais chances de lutar pelo titulo, Alonso tava a 11 segundos atrás de Raikkonen, O Máximo que ele podia fazer era o 3ºlugar mesmo depois dos três vinha a Surpreendente Sauber de Felipe Massa a Ferrari de Rubens Barrichello e a Williams de Mark Webber nas seis primeiras posições. Webber procurava se aproximar de Barrichello que fazia as últimas corridas dele na Ferrari já que para 2006 tinha assinado com a BAR que passaria a se chamar Honda, Villeneuve e Ralf Schumacher brigavam por posições lá atrás na corrida.

Felipe Massa decidiu arriscar usar os pneus de pista seca, Esta certo que já tínhamos pontos secos na pista mas era uma jogada arriscada demais. Raikkonen chega em Montoya para sermos o procedimento de ultrapassagem de Raikkonen em cima de Montoya, Tanto é que a vantagem estava caindo um segundo por volta e Raikkonen na volta 30 tinha feito a melhor volta da corrida. Classificação após 30 Voltas: Montoya – Raikkonen – Alonso – Barrichello – Webber – Button – Monteiro – Pizzonia – Massa – Karthikeyan – Trulli – R.Schumacher – Villeneuve – Klien – Albers – Doornbos.

Monteiro que fazia grande corrida com seu Jordan fazia sua segunda parada nos boxes o Português que estava na 7ªposição, Aos poucos as equipes aprontavam para a segunda parada nos boxes, Barrichello fez sua 2ªparada e voltou em 6ºlugar, Já Felipe Massa que arriscou andar de pneus de pista seca acabou de dando mal e caindo muito de rendimento Jogando fora o que seria um grande resultado para a Sauber, Raikkonen fazia na volta 32 a volta mais rápida da corrida 1:55.275. Raikkonen já vinha perto de Montoya que foi para a sua segunda parada nos boxes. Ou seja, Raikkonen iria ganhar essa posição nos boxes. Alonso, Button e Pizzonia também fizeram a 2ªparada e todos colocavam pneus intermediários provando que a aposta de Felipe Massa foi no mínimo otimista demais para quem tinha uma boa posição garantida.

Na volta 34 Raikkonen fazia sua 2ªparada, agora iria ser decidida a sorte da corrida. O procedimento nos boxes foi bem feito e o jogo de equipe realizado com perfeição, sem levantar suspeita nenhuma, assim como deve ser um jogo de equipe, discreto e dentro de uma lógica que é: Quanto um dos pilotos já não tiver mais chances de campeonato ai é que deve se fazer esse jogo de equipe (Mesmo que eu seja totalmente contra isso) Classificação depois de 36 Voltas : Raikkonen – Montoya a 6.748 – Alonso a 23.370 – Barrichello a 53.091 – Button a 59.710 – Webber a 1:07.484 – R.Schumacher a 1:28.670 – Pizzonia a 1:34.682. Trulli acabou batendo a 10 voltas do final e deixou a corrida.

Restando 6 Voltas para o final da corrida Button ultrapassou Barrichello e assumiu a 4ªposição na corrida, o desempenho de da Ferrari estava ruim. Restando poucas voltas para o final a pista já estava com uma trilha seca em todos os pontos da pista e por isso vários pilotos foram fazer a terceira parada nos boxes Webber, Button e Barrichello colocaram pneus de pista seca. Montoya estava muito lento na pista, mas o ritmo dele era o bastante para manter o segundo lugar e fazer a diferença de Alonso para Raikkonen cair para 21 pontos, Mas a 4 voltas do Final da corrida Montoya se envolveu com Antônio Pizzonia em um acidente que acabou tirando Montoya da corrida e do segundo lugar, Alonso agradecia o 2ºlugar caindo no colo dele que fez uma corrida pensando claramente no terceiro lugar. Ron Dennis estava disfarçando muito bem, mas não dava para dizer que ele estava feliz da vida com Montoya.

Com isso Alonso tinha 3 voltas para esperar Raikkonen quebrar para comemorar o titulo em Spa-Francorchamps, Mas Kimi Resistiu até o Final e venceu a corrida impedindo que o campeonato fosse pela 2ªvez consecutiva decidido na pista Belga (Em 2004 Schumacher foi campeão em Spa) Button completou o pódio mantendo a ótima fase que ele vivia desde do GP da França depois Webber, Barrichello, Villeneuve, Ralf Schumacher e Tiago Monteiro de Jordan completaram a zona de pontuação numa das melhores corridas da temporada de 2005 da Formula 1.

Resultado final do GP da Bélgica de 2005

Fotos:


Texto: Deivison da Conceição

Sem categoria

Deixe uma resposta