GP da Bélgica de 1990

Senna Conquista Vitória importante em SPA para o Titulo de 1990

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’50.365
2 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’50.948
3 Alain Prost (Ferrari) 1’51.043
4 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’51.902
5 Nigel Mansell (Ferrari) 1’52.267
6 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’52.648
7 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’52.703
8 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’52.853
9 Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’52.885
10 Satoru Nakajima (Tyrrell/Ford) 1’53.468
11 Aguri Suzuki (Lola/Lamborghini) 1’53.523
12 Ivan Capelli (Leyton House/Judd) 1’53.783
13 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’53.916
14 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Judd) 1’54.120
15 Eric Bernard (Lola/Lamborghini) 1’54.251
16 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’54.312
17 Emanuele Pirro (Dallara/Ford) 1’54.595
18 Derek Warwick (Lotus/Lamborghini) 1’55.068
19 Alex Caffi (Arrows/Ford) 1’55.199
20 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’55.261
21 Nicola Larini (Ligier/Ford) 1’55.278
22 Martin Donnelly (Lotus/Lamborghini) 1’55.304
23 Olivier Grouillard (Osella/Ford) 1’55.334
24 David Brabham (Brabham/Judd) 1’55.668
25 Paolo Barilla (Minardi/Ford) 1’55.859
26 Michele Alboreto (Arrows/Ford) 1’56.055

Não Classificaram para a corrida:

27 Philippe Alliot (Ligier/Ford) 1’56.118
28 Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’57.566
29 Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’57.704
30 Bertrand Gachot (Coloni/Ford) 1’58.520
31 Roberto Moreno (Euro Brun/Judd) 2’00.270
32 Claudio Langes (Euro Brun/Judd) 2’01.405
33 Bruno Giacomelli (Life) 2’19.445 29.080

Senna conquista vitória importante em SPA rumo ao Titulo de 1990

A Disputa pelo titulo de 1990 estava acirrada e Senna tinha 10 pontos na Frente de Prost, era um confronto particular entre os Rivais, um com o Melhor motor da Formula 1 (Mclaren Mp4/6 com os Motores Honda de 10 Cilindros) contra o Melhor Chassi da Ferrari de Alain Prost. Na Bélgica, Senna vencedor das edições de 85, 88 e 89 saia na pole position, com Berger em Segundo e Prost em Terceiro.

Na Largada, Senna larga bem e mantém a ponta e Berger protege Senna e não deixa oportunidade para Prost tentar ultrapassar os dois. um pouco mais atrás Piquet toca em Mansell que vai para a mureta de proteção, as duas Lotus se chocam, uma delas perde o Bico, uma Dallara fica atravessada no meio da pista. Ou seja, vários pilotos tiveram problemas e antes de completarem a primeira volta a largada acabou sendo anulada e com isso os pilotos se alinharam para a 2ªlargada.

Na 2ªLargada, Senna Larga bem, mas quem se destaca é o Piloto da Casa Thierry Boutsen que passou de 4º para segundo, mas muito devido ao Berger que acabou bloqueando a largada de Prost, que caiu para o 5ºlugar. Berger foi para a Luta para tentar recuperar a 2ªposição que estava nas mãos de Boutsen. Nannini era o 4ºlugar.

Senna Completa a 1ªVolta com Boutsen, Berger e Nannini atrás, Prost continuava em 5º Mansell em 6º, Piquet e Patrese completavam os 8 primeiros colocados. mas Paolo Barilla bateu muito forte na segunda volta e De Cesaris acabou rodando. Apesar de terem completado a 1ªvolta da corrida, a largada foi anulada mais uma vez, e assim os pilotos iriam para a Terceira largada e que eles esperavam que essa fosse à largada definitiva.
Na 3ªLargada, Senna largou mais uma vez ficou em 1º, Berger em 2º, Prost em 3º e Boutsen em 4º, quem largou bem foi Patrese que Saiu de 7º para 5ºlugar. Mansell foi mal demais, ele caiu de 5º para 8ºlugar e o pior sendo pressionado por Alesi com a Tyrrell-Ford.

Boutsen na 3ªvolta estava começando a chegar perto de Prost buscando a3ªPosição, mais que isso, precisava convencer Frank Williams de que seria útil para a Williams em 1991. Nakajima teve problemas e abandonou a corrida na 3ªVolta. Senna estava tranquilo na liderança com Berger protegendo Senna dos ataques de Prost. Thierry Boutsen, Patrese e Nannini completavam os 6 primeiros, Piquet em 7º, muito longe de Nannini. Na sexta Volta, Pirro abandonou a corrida com problemas de Vazamento de Água em seu Dallara-Ford.

A Classificação era após 6 Voltas: Senna (11:59.903), Berger (1.849), Prost (2.503), Boutsen (3.664) Patrese (4.848), Nannini (6.090). Prost começava a se aproximar de Berger para lutar pelo 2ºlugar. Senna na Volta 7 Tinha a melhor volta da Corrida, 1:58.712, Piquet, Alesi, Mansell, Capelli, Bernard e Gugelmin eram colocados de 7º até o 12º. Alias decepção para a corrida de Mansell, que estava numa corrida lamentável com a Fortíssima Ferrari. Após 10 voltas a Classificação continuava a mesma: Senna, Berger, Prost, Boutsen, Patrese e Nannini. As disputas mais interessantes estavam no pelotão intermediário, com Gugelmin tentando passar Bernard e Mansell tentando recuperar terreno.

Na Volta de número 11, Boutsen estava perto de Prost, tentando definir a briga. Mais Prost precisava tentar algo pra se aproximar e passar Berger e partir para buscar Senna. Mansell na Volta 12 para Trocar os pneus. Ele já tá caia para a 10ªPosição. Na Volta 12, Prost Faz a melhor volta da corrida, 1:58.151 e se aproximava de Berger pelo 2ºlugar.

Prost abria fogo pra cima de Berger pela 2ªposição. Lá Atrás, Alesi e Capelli lutavam pelo 8ºlugar. Prost na chicane que ficava um pouco antes da Reta dos boxes passou Berger e assumiu a Segunda posição e começou a tentar buscar Ayrton Senna. Boutsen chegou em Berger para lutar pelo 3ºlugar.

Agora a Corrida começava a ficar bastante interessante devido ao confronto Senna, Prost tinha 4 segundos atrás do Prost, Nannini ultrapassou Patrese e assumiu a 5ªPosição, Patrese estava em Ritmo lento e já na Alça de mira de Piquet.

Com 19 Voltas completadas Berger foi para a sua parada nos boxes, Patrese abandonou a corrida na mesma volta. Na volta seguinte, Foi a vez de Mansell deixar a corrida, Mansell que já estava mal na corrida. Classificação após 19 Voltas: Senna. Prost, Boutsen, Nannini, Piquet e Berger, com Alesi em 7º, Gugelmin em 8ºe Capelli em 9º Senna e Prost continuavam na luta pela vitória e pelo titulo de 90, e os Retardatários estavam cada vez em número maior, Senna chegou em uma volta a pegar 3 deles na reta.

Na Volta 21, para a Tristeza dos Belgas, Thierry Boutsen abandona a corrida devido a problemas de Transmissão. Com isso. Gugelmin já estava na zona de pontuação e o piloto da Leyton House, não pensava parar nos boxes de maneira nenhuma na corrida, seria essa a forma que ele tinha para poder pontuar na corrida.

Na Volta 23, Senna e Prost vão para a parada Juntos, e ambas as equipes trabalham bem, Senna Voltou Exatamente na Frente de Nannini e Prost voltou em 3ºlugar. Nannini ainda estava grilado por causa do GP da Hungria, pois ele foi vitima de um acidente que Senna causou. Depois de ataques do piloto da Benetton, Quando a temperatura dos seus pneus foi ficando normal Senna fugiu de Nannini e abriu vantagem na liderança. Nannini que teria que segurar Prost na briga pelo 2ºlugar. Após 23 Voltas a Classificação era a Seguinte: Senna (45:49.064), Nannini (0.601), Prost (4.437), Berger (13.127), Piquet (14.361) e Gugelmin (37.232).

Na Volta 24, Prost outra vez faz a melhor volta da corrida e se aproximava de Nannini cada vez mais, Nannini em 2º não foi trocar os pneus devido ao Excelente chassi da Benetton que permitia fazer uma corrida sem trocar os pneus, Piquet foi trocar os pneus e a Benetton demorou na troca que foi de 14 segundos, voltando na 6ªposição. Mauricio Gugelmin passou para 5º.

Prost na Volta 27 partiu de vez ao ataque em cima de Nannini enquanto essa briga acontecia, Senna aproveitava e faz a melhor volta da corrida, 1:56.104 e tentava abrir o máximo possível para administrar a corrida nas voltas finais.
No Final da volta, na chicane antes da reta dos boxes, Prost passou Nannini de forma arrojada para os padrões de Alain Prost e assumiu a segunda posição, Nannini sem pneus não resistiu muito tempo, apesar do excelente chassi da Benetton B190. Seus pneus estavam em péssimo estado em relação aos outros pilotos que estavam com pneus normais.

Andrea de Cesaris com problemas de Motor abandonava a corrida na volta 30, ao mesmo tempo que Piquet passou Gugelmin e voltou a 5ªposição, mas Gugelmin em 6º estava bem tranquilo em relação manter a 6ªposição, que daria o primeiro ponto dele no ano. Com 30 Voltas completadas, a classificação era essa: Senna, Prost, Nannini, Berger, Piquet e Gugelmin.

Na Volta 32, Alboreto não deixou Prost passar por varias curvas e complicando a vida de Prost que viu a vantagem de Senna aumentar de 6 segundos para 10 segundos por causa disso.

Alain Prost, Ferrari

Restando 11 Voltas para o Final da Corrida, Senna virava volta mais rápida em cima de Volta mais rápida. A grande briga que poderia acontecer no final de corrida seria a de Nannini tentando manter o 3ºlugar em cima de Berger com pneus em melhor estado que o piloto da Benetton. De resto, as outras posições estavam praticamente definidas.

Na Volta 35, Berger chegou de vez em Nannini e iniciou a briga pelo 3ºlugar, a Benetton era um carro em termo de Chassi melhor que o Mclaren, mas o motor da Honda é muito mais potente que o Ford HB da Benetton. Na volta seguinte, Nannini não passou Caffi e Berger tentou e Acabou lado a lado na Grande reta da pista depois da Eau Rouge e por muito pouco Nannini e Berger não batem e abandonam a corrida, pois quase tocaram roda por roda. A 7 Voltas do Final, Berger foi de novo, mas já teve mais cauteloso e não foi de uma vez para cima do Nannini. era o pega do final da prova, já que Senna e Prost tinham as posições definidas. David Brabham parou a 6 Voltas do final da corrida devido a problemas elétricos mas deixou o carro em posição em parte perigoso. Classificação era nesse momento: Senna, Prost, Nannini, Berger, Piquet, Gugelmin.

Na Volta 41, Senna já administrava a sua vantagem na liderança. Enquanto isso continuava a disputa entre Nannini e Berger pelo 3ºlugar. A Classificação na Volta 40 era: Senna (1:18:42.914), Prost (10.047), Nannini (32.379), Berger (33.621), Piquet (1:19.961) e Gugelmin (1:35.782), Mas a 3 Voltas do Final da corrida, Alessandro Nannini escorregou e Berger aproveitou para tomar o 3ºlugar de Nannini e conquistar seu lugar no pódio, enquanto Nannini sem ritmo de corrida acaba desistindo da disputa. Stefano Modena também abandona com Problemas de Motor Judd.

Senna conquistou sua 5ªVitória na temporada de 90, abrindo mais 3 pontos em cima de Prost que terminou em 2º, Senna com 63 pontos e Prost com 50 pontos disputavam o campeonato, Berger em 3º, Nannini em 4º, Piquet em 5º e Gugelmin em 6º completaram a zona de pontuação. O piloto da Leyton House conseguiu fazer o primeiro ponto nessa temporada. 17 carros terminaram a corrida, contando com Modena que atingiu os 90% das voltas completadas.

Resultado Final do GP da Bélgica de 1990

Fotos:

Belgica 1990

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Um comentário em “GP da Bélgica de 1990

  1. Pingback: Especial: Os anos da Verdinha Leyton House na Formula 1 – Portal Sportszone

Deixe uma resposta