Formula 2 – Etapa da Toscana – Disputa do título continua bem aberta

O GP de Mugello teve muitas disputas, muitos acidente e as vitórias de Nikita Mazepin na corrida do sábado e o passeio de Christian Lundgaard na corrida de Domingo. Enquanto a disputa do título, Schumacher se deu bem e recuperou a liderança, mas tá bem longe do campeão esta definido, esta muito apertado a questão dos postulantes ao campeonato da categoria de acesso a Formula 2.

Assim que começou a classificação, a maioria dos pilotos foram de imediato para a pista, enquanto que pilotos como os dois pilotos da Carlin e da DAMS esperaram 1 minuto para entrarem na pista. Os pilotos partiram para as voltas rápidas após 2 voltas de aquecimento. Em sua volta rápida, Schumacher exagera, coloca as rodas na brita e roda, por sorte não acabou indo para o muro. Luca Ghiotto também foi para a brita na curva 7, mas conseguiu voltar a pista sem rodada.

Depois de 7 minutos de classificação, o neozelandês Marcus Armstrong marcou o melhor tempo na sua primeira volta, com seu companheiro de equipe Christian Lundgaard a 33 milésimos atrás. Juri Vips e Dan Ticktum vinham em 3º e 4ºlugares. Shwartzman e Drugovich completava os 6 primeiros colocados, separados por apenas 276 milésimos de segundo.

Os pilotos deram uma aliviada de 1 volta e depois foram para uma segunda volta rápida. Lundgaard voou baixo e acabou marcando a grande volta de 1:30.205, sobrando na turma, ninguém conseguiu superar o piloto da ART. Dan Ticktum da DAMS com 1:30.273 e Felipe Drugovich da MP Motorsport com 1:30.339. Juri Vips em belíssima classificação subiu para o 4ºtempo. Deletraz, Tsunoda, Mazepin, Aitken, Daruvala e Armstrong completa os 10 primeiros colocados. Os principais candidatos ao título vinham mal, Ilott vinha em 14º, Mick Schumacher em uma horrorosa 21ªposição, 3 milésimos a frente do horrível Guilherme Samaia.

Os pilotos foram para os boxes aos 18 minutos do final, depois de 7 minutos, todo mundo começou a voltar à pista para os 11 minutos e meio finais da sessão. A 7 minutos e meio do final, Marcos Armstrong foi com tudo para sair da 10ªposição e acabou conseguindo passar para a terceira posição, Mas o que o piloto neozelandês fez foi pouco para o que Lundgaard fez, melhorando em 72 milésimos seu melhor tempo, com 1:30.133, ficando na frente. Dan Ticktum a 5 minutos e 25 segundos do final, marca o segundo tempo, apenas 5 milésimos acima do tempo do pole provisório.

Luca Ghiotto deu uma bela subida, passando da 15ª para a 6ªposição. A 5 minutos do final, Ilott subiu para a 3ªposição, superando Armstrong e Drugovich. Daruvala acabou subindo para a 6ªposição. Ainda houve uma última tentativa para todo mundo, mas praticamente ninguém conseguiu melhorar a sua volta. Apenas Yuki Tsunoda subiu para a 9ªposição.

Christian Lundgaard da ART Grand Prix conquistou merecidamente a pole position, ganhando 4 pontos no mundial de pilotos. O inglês Daniel Ticktum da DAMS vai dividir a primeira fila com o piloto dinamarquês. Na segunda fila, largam Callum Ilott da Uni-virtuosi, que tinha uma boa chance de tirar Mick Schumacher da liderança do campeonato. Em 4º vai largar Marcos Armstrong da ART Grand Prix, um bom momento do piloto neozelandês que se perdeu no decorrer do campeonato.

Na terceira fila, vão largar Felipe Drugovich da MP motorsport e Jehan Daruvala da Carlin. Completando os 10 primeiros colocados: Juri Vips da DAMS, num boa classificação do estones protegido da Red Bull, Luca Ghiotto da HiTech, Robert Shwartzman da Prema e Jack Aitken da Campos Racing.

Grid de largada:

pospilotoEquipeTemponºVoltas
16Christian LundgaardART Grand Prix1:30.13310
22Dan TicktumDAMS1:30.13812
34Callum IlottUNI-Virtuosi1:30.20411
45Marcus ArmstrongART Grand Prix1:30.31710
515Felipe DrugovichMP Motorsport1:30.33912
68Jehan DaruvalaCarlin1:30.43711
71Jüri VipsDAMS1:30.48612
825Luca GhiottoHitech Grand Prix1:30.50811
921Robert ShwartzmanPrema Racing1:30.52711
109Jack AitkenCampos Racing1:30.53312
117Yuki TsunodaCarlin1:30.54212
1211Louis DelétrazCharouz Racing System1:30.55212
133Guanyu ZhouUNI-Virtuosi1:30.58612
1424Nikita MazepinHitech Grand Prix1:30.59210
1520Mick SchumacherPrema Racing1:30.92410
1612Pedro PiquetCharouz Racing System1:30.97411
1723Marino SatoTrident1:31.1319
1822Roy NissanyTrident1:31.15911
1916Artem MarkelovBWT HWA RACELAB1:31.33110
2017Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB1:31.34511
2114Nobuharu MatsushitaMP Motorsport1:31.9618
2210Guilherme SamaiaCampos Racing1:32.35911

Sábado, depois da classificação da Formula 1, tivemos a primeira corrida do final de semana. Foram 33 voltas de muita disputa e muita mudança de posição com uma equipe se dando muito bem, com seus dois pilotos nas duas primeiras posições.

Na largada, Lundgaard e Ticktum mantiveram as duas primeiras posições. Luca Ghiotto fez excelente largada, pulando da 8ª para a 3ªposição, Marcos Armstrong manteve a 4ªposição, Drugovich, Aitken que passou da 10ª para a 6ªposição, Ilott que recuou 4 posições, Daruvala, Tsunoda e Vips completando os 10 primeiros colocados. Zhou e Schumacher disputavam a 13ªposição no final da primeira volta.

Na volta 2, Mazepin supera Vips, ganhando a 10ªposição. Nas primeiras voltas, não tivemos grandes disputas pelas primeiras posições. Apenas na entrada da 4ªvolta é que começavam a ultrapassagens a vela. Primeiro com Drugovich passando Armstrong e ganhando o 4ºlugar. Ao mesmo tempo que Ilott passou Aitken e ganhou a 7ªposição.

Na volta seguinte, Shwartzman foi pra cima de Juri Vips. Era nessa hora que o desgaste de pneus era maior para alguns pilotos. Era o caso de Daruvala, que acabou superado por Vips e Shwartzman no começo da 6ªVolta.

Na 7ªVolta, Ilott supera Armstrong e ganha a 5ªposição. Enquanto que Dan Ticktum da DAMS começava a chegar em Lundgaard, que liderava com pelo menos 1 segundo de vantagem. Em 3ºLuca Ghiotto chegou nessa disputa. Visto que iria ser superado caso ficasse na pista, o piloto Dinamarquês foi para a parada obrigatória na entrada da 8ªvolta. Ticktum passou a ser o líder, com Luca Ghiotto e Drugovich nas 3 primeiras posições. vinha em 4º após ser superado pelo piloto inglês da Uni-Virtuosi.

Na 9ªVolta, Ghiotto supera Ticktum e passou a ser o líder da prova, Marcos Armstrong foi para a parada. Na volta seguinte, Ghiotto e Ticktum foram para a parada, Ao mesmo tempo que Ilott toma a liderança das mãos de Felipe Drugovich no final da reta dos boxes.

Na 11ªVolta, Ilott, Drugovich, Tsunoda, Aitken e Daruvala foram para os boxes Nikita Mazepin passou a ser o líder da corrida. Vips e Shwartzman vinham em 2º e 3ºrespectivamente. Dan Ticktum aproveitou que Ilott estava com os pneus mais frios e acabou ganhando a 14ªposição. Os 11 primeiros não tinham feito a parada: Mazepin, Vips, Shwartzman, Zhou, Schumacher, Deletraz, Markelov, Nissany, Sato, Samaia e Matsushita.

Na volta 13, Ghiotto ganha à posição de Ticktum. O piloto italiano da Hitech fez a melhor volta da corrida. O melhor piloto dos pilotos que pararam era Lundgaard, que entrou na zona de pontuação na 14ªvolta após passar o brasileiro Guilherme Samaia.

Enquanto Ghiotto e Ticktum ultrapassam os pilotos de trás que resolveram não fazer a parada, Guanyu Zhou superou Robert Shwartzman passando para a 3ªposição. Logo, Zhou passou a pressionar Juri Vips. Nikita Mazepin vinha tranquilo, com 3.7 segundos de vantagem para o estones. Mick Schumacher e Louis Deletraz passaram por Shwartzman, que parou na 17ªVolta.

Na 17ªVolta, Zhou passou Vips por fora, ganhando a 2ªposição. Os 8 primeiros colocados não tinham parado a 15 voltas do final. Situação bem favorável para Mazepin, que vinha 6.2 segundos a frente de Zhou. Vips, Deletraz, Schumacher, Markelov, Nissany e Sato precisavam parar. Lundgaard vinham na 9ªposição, diminuindo a diferença para o líder da prova. O dinamarquês subiu para 8ªposição após superar Marino Sato. Enquanto isso, Robert Shwartzman abandona, por colocar o carro totalmente fora da pista, em uma área de escape, Não precisando de Bandeira amarela ou safety car.

Na 19ªVolta, Vips e Markelov foram para os boxes. Na volta seguinte pararam Zhou e Schumacher fizeram a parada obrigatória. Lundgaard vinha em 3º, com 16 segundos atrás de Mazepin e 6 segundos atrás de Deletráz. O suíço parou na 21ªvolta.

Mazepin e Nissany pararam na 22ªVolta, Christian Lundgaard volta à liderança, seguido de Luca Ghiotto da HiTech, Ticktum da DAMS, Tsunoda da Carlin, Ilott da Uni-Virtuosi, Armstrong da ART Grand Prix, Drugovich da MP, Maitken da Campos, Daruvala da Carlin e Zhou da Uni-Virtuosi.

Na 22ªVolta, Alesi estoura o motor e abandona. O Safey Car virtual é acionado, parecia que seria suficiente para tirar o carro do piloto francês sem precisar de um safety car na pista. Porém, tiveram dificuldades para tirar o carro de Alesi, isso levou o Safety Car entrar na pista na 23ªVolta.

Muitos pilotos aproveitaram para entrarem nos boxes, colocando pneus novos. Com a vantagem do Lundgaard virando pó, algo poderia mudar na prova.

Na 27ªVolta, a corrida recomeça e Lundgaard segura a ponta sobre Ghiotto e Mazepin na sua cola, mas isso não dura por muito tempo. Guanyu Zhou, Jake Aitken e Callum Ilott Se tocaram, Zhou acabou indo para a brita e Aitken parou na pista. Enquanto que Yuki Tsunoda se tocou em Daniel Ticktum e prejudicou a corrida do piloto inglês.

O Safety Car entrou na pista na 27ªvolta, Ilott também não se deu bem, ele teve de ir para os boxes trocar seu aerofólio dianteiro. Lundgaard, Ghiotto, Mazepin, Tsunoda, Deletraz, Schumacher, Vips, Drugovich, Markelov e Ticktum eram os 10 primeiros colocados.

Relargam a 3 voltas do final, Nessa, Lundgaard acabou sendo engolido pelos pilotos da Hitech e Mazepin passou a liderança com Ghiotto em segundo e Lundgaard foi ladeira abaixo na reta final de corrida, tanto é que acabou superado pelo Felipe Drugovich e Louis Deletraz. Na penúltima volta acabou superado por Mick Schumacher, caindo para a 6ªposição.

Na última volta, Deletraz supera Drugovich ganhando a 3ªposição. A vitória ficou com Nikita Mazepin com Luca Ghiotto em 2º, fazendo a dobradinha da Hitech em Mugello. O russo fez uma grande corrida, usando muito bem sua tática de paradas enquanto que Ghiotto fez uma grande corrida, até mesmo mais merecedor da vitória, porém não pode-se tirar os méritos da vitória de Mazepin.

Louis Deletráz fez uma grande corrida, chegando a terceira posição após largar na 12ªposição, 4ªpódio do piloto da Charouz na temporada. Felipe Drugovich fez uma bela corrida e voltou a marcar pontos em 4ºlugar. Mick Schumacher fez uma grande corrida de recuperação, partindo da 15ªposição para chegar na 5ªposição e voltar à liderança do campeonato.

Christian Lundgaard acabou sem pneus no final de prova, foi um desastre para o dinamarquês que venceria se não tivesse o Safety Car, mas acabou ficando em um amargo e injusto 6ºlugar. Yuki Tsunoda que ficou em 8ºlugar na pista foi punido e caiu para a 16ªposição. Juri Vips ficou com a posição de número 7 e marcou seus primeiros pontos da temporada. Artem Markelov com o 8ºlugar, larga na pole position da prova curta de domingo. Completaram a zona de pontuação, Marcus Armstrong da ART Grand Prix e Jehan Daruvala da Carlin.

Resultado final da 17ªcorrida da Formula 2
GP da Toscana – 33 Voltas

pospilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
124Nikita MazepinHitech Grand Prix59:22.8691:34.67832
225Luca GhiottoHitech Grand Prixa 4.4601:35.05912
311Louis DelétrazCharouz Racing Systema 4.5191:33.96922
415Felipe DrugovichMP Motorsporta 4.8601:35.16132
520Mick SchumacherPrema Racinga 5.3741:34.89521
66Christian LundgaardART Grand Prixa 7.8251:35.1352
71Jüri VipsDAMSa 8.3531:35.66421
816Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 10.1721:35.82420
95Marcus ArmstrongART Grand Prixa 10.4341:35.13010
108Jehan DaruvalaCarlina 10.6631:34.66514
1114Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 11.1001:36.35321
124Callum IlottUNI-Virtuosia 11.7471:35.30116
1312Pedro PiquetCharouz Racing Systema 11.7571:35.24612
1423Marino SatoTridenta 12.4281:36.9085
1522Roy NissanyTridenta 13.5881:36.7115
167Yuki TsunodaCarlina 14.1121:35.10412
172Dan TicktumDAMSa 15.9591:35.23616
1810Guilherme SamaiaCampos Racinga 52.1961:37.3567
9Jack AitkenCampos Racinga 7 Voltas1:35.26213
3Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 7 Voltas1:33.73221
17Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 12 Voltas1:36.23217
21Robert ShwartzmanPrema Racinga 17 Voltas1:36.6766

Grid de Largada da 18ªcorrida da Formula 2
GP da Toscana

pospilotoEquipe
116Artem MarkelovBWT HWA RACELAB
21Jüri VipsDAMS
36Christian LundgaardART Grand Prix
420Mick SchumacherPrema Racing
515Felipe DrugovichMP Motorsport
611Louis DelétrazCharouz Racing System
725Luca GhiottoHitech Grand Prix
824Nikita MazepinHitech Grand Prix
95Marcus ArmstrongART Grand Prix
108Jehan DaruvalaCarlin
1114Nobuharu MatsushitaMP Motorsport
124Callum IlottUNI-Virtuosi
1312Pedro PiquetCharouz Racing System
1423Marino SatoTrident
1522Roy NissanyTrident
167Yuki TsunodaCarlin
172Dan TicktumDAMS
1810Guilherme SamaiaCampos Racing
199Jack AitkenCampos Racing
203Guanyu ZhouUNI-Virtuosi
2117Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB
2221Robert ShwartzmanPrema Racing

No domingo, tivemos uma corrida intensa, mas não na liderança, que a coisa se resolveu em poucos segundos, com uma largada impressionante de Christian Lundgaard, que acabou superando na arrancada Vips e passou Markelov antes da primeira curva, chegando a primeira posição. Markelov, Deletraz, Vips, Schumacher, Drugovich, Armstrong, Ghiotto, Mazepin e Daruvala nas 10 primeiras posições.

Na segunda volta, Ticktum foi para os boxes trocar o aerofólio dianteiro, voltou a corrida, mas perdeu muito tempo em um final de semana bem complicado do piloto da DAMS.

Em 3 voltas, Lundgaard abriu 3.5 segundos de Markelov. O russo vinha segurando Deletraz e Vips. Enquanto isso, Schumacher era pressionado por Felipe Drugovich pela 5ªposição, com Armstrong e Ghiotto vindo na balada dos dois da frente.

No começo da 5ªVolta, Deletraz ganha a 2ªposição das mãos de Markelov com uma bela ultrapassagem por fora e deixando a encrenca russa para o escandinavo Vips. Na 7ªVolta, o piloto da DAMS tentou passar Markelov, mas acabou falhando na tentativa e quase acabou superado pelo Mick Schumacher.

Luca Ghiotto que já tinha passado Armstrong acabou passando Drugovich na 8ªVolta, passando para a 6ªposição. Ao mesmo que Armstrong foi superado pelo vencedor da prova de Sábado, Nikita Mazepin. Enquanto tivemos brigas interessantes pelo meio do pelotão, Lundgaard estava passeando, com 6.2 segundos a frente de Deletraz que já tinha aberto vantagem de 1.6 segundos par Markelov, que segurava com dificuldades a 3ªposição.

Na 10ªVolta, Vips passou Markelov passando a 3ªposição. Schumacher se aproveitou e chegou a passar o piloto da HWA que conseguiu recuperar a posição. Mas a ultrapassagem do líder do campeonato iria acontecer mais cedo ou mais tarde, e isso acontece na 11ªvolta. Mick e depois, Mazepin (Que levou duas posições em poucos segundos) e depois Ghiotto. Durante essas ultrapassagens e brigas o aerofólio dianteiro de Markelov quebrou e ele teve de ir para os boxes na 12ªvolta. Nessa volta, Marcus Armstrong acabou exagerando no ponto na curva 1, perdendo a 8ªposição para Jehan Daruvala.

Na entrada da volta 13, Ilott passou Armstrong e ganhou a 9ªposição. Lá atrás, Zhou e Shwartzman tentavam subir na classificação. Lundgaard vinha 7.4 segundos a frente de Deletraz, a corrida tava muito na mão do piloto da ART Grand Prix.

Na 15ªVolta, Ghiotto buscou recuperar a posição sobre Mazepin, mas ocorreu o desastre para a Hitech. Mazepin perde a curva 1 e acaba se chocando com seu companheiro de equipe. Um erro do piloto russo que acabou fazendo Ghiotto deixar a prova e provocar o acionamento do Safety Car Virtual. Mazepin perdeu muito tempo e teve de ir para os boxes, até porque o acidente que teve seria muito lógico que ele tivesse peças quebradas no seu carro. Muitos pilotos aproveitaram para fazer uma parada e colocar pneus novos para poder voar na reta final de corrida.

Na volta 17, o Safety Car Virtual foi desativado e a corrida voltou ao ritmo normal. De imediato, Daruvala passou Drugovich que via seu desempenho ir ladeira abaixo, tanto é que na volta seguinte, o piloto da MP motorsport errou a curva e acabou perdendo posições para Zhou e Ilott.

A menos de 6 voltas do final, Shwartzman ao tentar passar Armstrong acabou indo para a fora da pista e para a brita por 2 vezes, perdendo 2 posições e logo depois sofrendo a pressão do Japonês Marino Sato.

Tsunoda passou Drugovich, mas tocou a parte traseira antes dessa ultrapassagem, isso fez o aerofólio dianteiro dele quebrar no que obrigou o japonês a ir aos boxes (Tinha tudo para fazer bons resultados) comprometendo qualquer chance de resultado.

Quem subia e subia muito era Guanyu Zhou, que acabou passando Jehan Daruvala a menos de 4 voltas do final e ganhou a 5ªposição. Enquanto isso, Felipe Drugovich acabou perdendo posições e saindo da zona de pontuação.

Christian Lundgaard da ART sobrou a corrida inteira e acabou levando a vitória, com todo merecimento. Foi um final de semana dominado por ele e que poderia ter vencido as duas provas se não tivesse tido problemas no final da corrida do Sábado. 14 segundos atrás terminou Louis Deletráz, que teve seu melhor final de semana assim como o final de semana de Lundgaard, em uma grande corrida no sábado e também no domingo, chegando em 2ºlugar e conquistando 2 pódios no final de semana. Juri Vips finalmente conseguiu obter os resultados que ele vinha batalhando, o piloto da DAMS conquista seu primeiro pódio da temporada de 2020, no seu 3ºfinal de semana de corridas na Formula 2.

Mick Schumacher levou a melhor nesse final de semana com relação ao campeonato, Após uma grande atuação no Sábado conseguiu fazer uma boa corrida no domingo, ficando com o 4ªlugar. A 3 rodadas duplas do final, Mick esta na liderança com 161 pontos, abrindo 8 pontos de Callum Ilott, 16 pontos de Christian Lundgaard e 21 pontos de frente para Yuki Tsunoda (que não conseguiu pontuar em nenhuma das duas corridas).

Corridaça de Guanyu Zhou da Uni-virtuosi, deu tudo errado no sábado, mas no domingo deu tudo certo para o chinês que largou da 20ªposição para chegar em uma brilhante 5ªposição, Numa recuperação belíssima. Callum Ilott salvou um 6ºlugar e perdeu a liderança do campeonato. Completaram a zona de pontuação o indiano Jehan Daruvala da Carlin e Marino Sato da Trident, que marcou seu primeiro ponto na temporada, superando Robert Shwartzman e Roy Nissany.

Esse final de semana, teremos a 10ªRodada dupla da Formula 2 em Sochi na Rússia. Começando a reta final da temporada, com pelo menos 4 pilotos na briga direta pelo título.

Fotos:

Resultado final da 18ªcorrida da Formula 2
GP da Toscana – 23 Voltas

pospilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
16Christian LundgaardART Grand Prix37:51.9801:34.9072
211Louis DelétrazCharouz Racing Systema 14.3211:35.0863
31Jüri VipsDAMSa 14.8701:35.4623
420Mick SchumacherPrema Racinga 18.0181:35.6713
53Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 18.3821:35.16418
64Callum IlottUNI-Virtuosia 24.4211:35.8116
78Jehan DaruvalaCarlina 26.2641:35.6364
823Marino SatoTridenta 26.3011:35.14722
921Robert ShwartzmanPrema Racinga 31.4251:35.9278
1022Roy NissanyTridenta 32.9421:36.0056
115Marcus ArmstrongART Grand Prixa 34.9021:35.5774
1212Pedro PiquetCharouz Racing Systema 35.0401:35.9935
139Jack AitkenCampos Racinga 35.2541:34.67118
1414Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 36.9831:35.14019
1515Felipe DrugovichMP Motorsporta 39.0721:35.6844
1610Guilherme SamaiaCampos Racinga 48.4331:34.62719
172Dan TicktumDAMSa 48.4831:33.29518
1824Nikita MazepinHitech Grand Prixa 50.7931:34.27423
197Yuki TsunodaCarlina 1:09.6491:33.37622
2016Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 1:21.8851:35.6353
25Luca GhiottoHitech Grand Prixa 9 Voltas1:35.5186
17Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 9 Voltas1:36.3805

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formula Scout/Carlin/Charouz/DAMS/Prema/HiTech

Deixe uma resposta