Formula 2 – Etapa 3 – GP da Hungria

Etapa realizada no final de semana do GP da Hungria de Formula 1. O Treino de Classificação aconteceu sobre chuva, em condições bem críticas e todos os 22 pilotos foram para a pista para marcarem seus tempos e irem formando um trilho para as condições ficarem menos piores.

Quando os primeiros pilotos marcaram suas voltas, o péssimo Guilherme Samaia acabou rodando e deixando o motor morrer. Com isso, a bandeira vermelha foi acionada a 25 minutos e 13 segundos do final. Não foi uma bandeira vermelha longa, assim que o carro do piloto da Campos o treino recomeçou, com a liderança de Jehan Daruvala.

Louis Deletráz, marcou 1:54.117 e passou a liderar a classificação. Porém, esse tempo iria baixar cada vez mais e mais conforme a pista foi ganhando um trilho. Luca Ghiotto a 19:15 do final passou para a ponta com 1:53.283. e na volta seguinte, o piloto italiano abaixa ainda mais esse tempo para 1:52.413, 1 segundo a frente de Deletráz que melhorou sua marca, mais o suíço não ficou em 2º por muito tempo, em segundos Mazepin e Tsunoda acabaram superando o tempo do piloto da Trident.

Christian Lundgaard na sua primeira volta rápida marcou um tempo 5 milésimos mais lento que Ghiotto. Na volta seguinte, mesmo com a pista parecendo esta em situação pior o dinamarquês passou para a ponta com 1:51.729, melhorando em 684 milésimos seu tempo assumindo a liderança na metade da . Mick Schumacher passou do ponto na curva 12, mas conseguiu passar a liderança a 14 minutos do final.

Marcus Armstrong e depois Luca Ghiotto melhoraram seus tempos passando para 3º e 4ºlugares respectivamente. Na volta seguinte, Ghiotto passou a assumir a liderança com 1:51.075, o segundo passou a ser Dan Ticktum da DAMS 3 décimos atrás. Enquanto alguns pilotos foram para os boxes, outros continuavam na pista para tentar subirem na classificação como Guanyu Zhou que vinha em 6ºlugar.

A 9 minutos e 10 segundos do final da sessão, Callum Ilott passa a liderar a classificação, baixando o tempo para a casa do 1 minuto e 50 segundos. Seu companheiro de equipe Zhou subiu para a 3ªposição.

Matsushita e Sato rodam, mas conseguiram voltar sem problemas, mas a pista estava critica. A 4 minutos do final, Jehan Daruvala rodou e foi para a brita batendo provocando a paralização da sessão e logo depois decidiram por encerrar a qualificação.

O inglês Callum Ilott conquistou a pole position, o piloto da Uni-Virtuosi superou Luca Ghiotto e larga na frente, com o piloto italiano largando ao seu lado. Na segunda fila largam Guanyu Zhou da Uni-virtuosi e Dan Ticktum da DAMS. Mick Schumacher sai na 5ªposição e forma terceira fila com o dinamarquês Christian Lundgaard. Completando os 10 primeiros colocados: Marcus Armstrong, Jack Aitken, Sean Gelael e Giuliano Alesi.

Grid de Largada:

pospilotoequipetempo
14Callum IlottUNI-Virtuosi1:50.767
225Luca GhiottoHitech Grand Prix1:51.075
33Guanyu ZhouUNI-Virtuosi1:51.290
42Dan TicktumDAMS1:51.379
520Mick SchumacherPrema Racing1:51.584
66Christian LundgaardART Grand Prix1:51.729
75Marcus ArmstrongART Grand Prix1:51.962
89Jack AitkenCampos Racing1:52.496
91Sean GelaelDAMS1:52.500
1017Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB1:52.567
1121Robert ShwartzmanPrema Racing1:52.715
1211Louis DelétrazCharouz Racing System1:52.729
1312Pedro PiquetCharouz Racing System1:52.870
147Yuki TsunodaCarlin1:53.215
158Jehan DaruvalaCarlin1:53.288
1624Nikita MazepinHitech Grand Prix1:53.462
1716Artem MarkelovBWT HWA RACELAB1:53.569
1815Felipe DrugovichMP Motorsport1:53.583
1923Marino SatoTrident1:53.658
2022Roy NissanyTrident1:54.736
2114Nobuharu MatsushitaMP Motorsport1:55.869
2210Guilherme SamaiaCampos RacingSem Tempo

Na prova do sábado, depois da classificação da Formula 1, a pista estava seca para a prova longa do final de semana.

Na largada, Ilott largou bem e manteve a liderança com Dan Ticktum pulando do 4º para a 2ªposição e tentou um ataque em cima do piloto da Uni-virtuosi que se manteve na 1ªposição. Mick Schumacher pula da 5ª para a 3ªposição. Completando os 6 primeiros estavam Christian Lundgaard, Luca Ghiotto e Robert Shwartzman. Guanyu Zhou foi muito mal na largada e caiu para a 8ªposição.

Ao começar a segunda volta,  Roy Nissany fez uma manobra pra lá de desastrada e acabou tocando no companheiro de equipe Marino Sato. O Israelita acabou quebrando a suspensão e abandonou a corrida, O Safety Car entrou pela primeira vez. Essa intervenção seria por poucas voltas para a retirada do carro do piloto da Trident.

A corrida recomeça na 3ªVolta, Ilott, Ticktum e Schumacher vão á frente. Já Ghiotto e Lundgaard brigavam pelo 4ºlugar de maneira feroz, essa briga acabou com um toque do piloto da ART no pneu traseiro do italiano. Isso fez com que o pneu dianteiro de Lundgaard furasse, com o Dinamarquês lento, criou-se a maior confusão na segunda metade do pelotão. No meio disso, Artem Markelov bate na traseira de Marcus Armstrong e acaba indo diretamente para o muro. Pela segunda vez o safety car entra na pista.

Os dois pilotos da ART Grand Prix foram para os boxes, a corrida de Lundgaard e Armstrong estavam arruinadas.

Na 7ªVolta tivemos nova relargada, Ticktum foi direto para a sua parada obrigatória (essas estratégias seriam fundamentais para o resultado final da prova). Jack Aitken foi para cima de Shwartzman para alcançar a 4ªposição. Ilott, Schumacher e Mazepin vinham na frente.

Ilott parou na 8ªVolta deixando a liderança para Schumacher, Sean Gelael que estava em inesperada 6ªposição foi para a sua parada nessa mesma volta. Na 9ªVolta pararam Aitken, Piquet, Tsunoda e Alesi.

Na 11ªVolta parou Guanyu Zhou da Uni-Virtuosi. Apenas Schumacher, Ghiotto, Mazepin, Drugovich, Daruvala e Samaia não tinham feito suas paradas obrigatórias. Na 13ªVolta, Mick Schumacher deixou a liderança para ir aos boxes. Logo após a parada, Ilott passou Schumacher enquanto que um pouco mais atrás, Zhou faz bonita ultrapassagem sobre Deletráz e ganha posição assim como Pedro Piquet fez segundos depois.

Ghiotto foi para cima de Ticktum valendo o 8ºlugar, o piloto da Hitech tentou por fora pra cima do estreante que levou vantagem e segurou a posição. Após 15 voltas, Shwartzman tinha 11.6 segundos sobre Mazepin, 14 segundos de vantagem para Felipe Drugovich, mas o que era importante é a diferença entre ele e Ilott que vinha na 6ªcolocação (Melhor piloto colocado entre os pilotos que fizeram a volta) era de 25.1 segundos. Schumacher, Ticktum, Ghiotto e Zhou vinham logo a seguir.

Na 16ªVolta, Ghiotto supera Ticktum e leva o 8ºlugar, Na mesma volta Ilott passou pelo medíocre Guilherme Samaia e subiu para a 5ªposição. Tá na cara desde do começo do ano que o piloto brasileiro só esta na equipe de Adrian Campos por causa do dinheiro que ele leva dos seus patrocinadores.

Na 18ªVolta, Mick Schumacher com mais rendimento supera Callum Ilott e ganha a 5ªposição. O filho de Michael Schumacher foi por fora pra cima do inglês. Enquanto isso, Yuki Tsunoba foi para os boxes trocar o aerofólio dianteiro, após manobra infeliz sobre Nobuharu Matsushita.

Alguns pilotos como Dan Ticktum já se arrastavam pela pista, sem rendimento dos pneus e sendo superado por praticamente todo mundo. Lá na frente Shwartzman tinha 24.9 segundos sobre Schumacher, futuro líder da prova quando todos parassem.

Callum Ilott, Luca Ghiotto e Guanyu Zhou na 22ªVolta disputavam a 6ªposição. O chinês atacava Ghiotto. A prova começava a se encaminhar para o final e a expectativa estava em torno da paradas dos 4 primeiros colocados (Schumacher, Mazepin, Drugovich e Daruvara).

O primeiro a realizar a parada foi Felipe Drugovich que voltou em 13º a 55 segundos do líder e a 35 segundos do primeiro a já ter parado. Na volta 28 parou Shwartzman e na volta 29 pararam Mazepin e Daruvala. Com as paradas, Schumacher passa a liderar, com 3.3 segundos de frente para Callum Ilott. Shwartzman vinha em 4ºlugar atrás de Luca Ghiotto.

A partir da 30ªVolta, os 4 últimos pilotos que pararam nos boxes começaram a andar muito mais rápido que todos os outros pilotos. Shwartzman na volta 30 passou Ghiotto e Ilott, na volta seguinte foi fácil alcançar o companheiro de equipe da Prema e voltar para a liderança. Bastou uma volta para o russo abrir muita vantagem sobre Mick Schumacher.

Enquanto isso, Mazepin vinha passando Ticktum e Daruvala passando para a 7ªposição. Mais atrás, vinha Drugovich ganhando terreno. Os pilotos da Uni-Virtuosi vinham sofrendo com a falta de rendimento e ambos foram perdendo posições. Zhou tinha a situação mais complicada do que Ilott que vinha um pouco mais a frente.

Na 34ªVolta, Xhou e Daruvala lutavam pela 6ªposição. Drugovich chega nos asiáticos e logo supera Zhou junto do piloto Indiano da Carlin, depois os dois chegam em Ilott que começou a segurar Daruvala e Drugovich, Ao final da 35ªVolta, Daruvala passou Ilott e depois da reta dos boxes, foi a vez do piloto da MP Motorsport escalar o britânico e subir mais uma posição.

Nikita Mazepin naquela altura do campeonato vinha em 3º após superar Ghiotto ele foi pra cima de Schumacher e sem dificuldade o piloto da Hitech superou Mick e passou para a 2ªposição. Na reta final de corrida, Drugovich passou Ilott na penúltima volta e no começo da volta final superou Daruvala.

Robert Shwartzman conquista a segunda vitória na temporada, um show do russo no final da corrida. O campeão da Formula 3 de 2019 quer disputar o título da Formula 2 e subir para a Formula 1 em 2021. Completando a festa russa, Nikita Mazepin acabou com a 2ªposição. O melhor resultado da sua carreira na Formula 2. O pódio foi completado pelo alemão Mick Schumacher da Prema. A equipe italiana veio muito forte com seus dois pilotos no pódio.

Luca Ghiotto fez o que foi possível, mas não conseguiu ir além do 4ºlugar. Logo atrás, um Felipe Drugovich muito rápido no final da prova, largando do 18º para ficar na 5ªposição. É sem dúvida a maior surpresa da temporada até esse momento. Jehan Daruvala não foi tão bem como os outros que pararam no final da prova, apesar disso salva um 6ºlugar, parece que o Indiano ainda não se encontrou na Formula 2.

Louis Deletráz salvou um interessante 7ºlugar após superar Callum Ilott, que ficou bem frustrado com o 8ºlugar, mas teria a chance de largar na pole position na corrida curta de domingo. Dan Ticktum salvou 2 pontos com a 9ªposição e Guanyu Zhou ficou com o 10ºlugar após uma corrida desastrosa taticamente.

Resultado do GP da Hungria
5ªEtapa da Formula 2 – Temporada 2020

pospilotoequipetempoMelhor voltanºVolta
121Robert ShwartzmanPrema Racing1:01:36.2111:32.55930
224Nikita MazepinHitech Grand Prixa 15.5991:31.71734
320Mick SchumacherPrema Racinga 23.0511:32.1928
425Luca GhiottoHitech Grand Prixa 32.7751:32.2028
515Felipe DrugovichMP Motorsporta 36.2411:32.92837
68Jehan DaruvalaCarlina 40.1041:33.16328
711Louis DelétrazCharouz Racing Systema 46.1911:32.82214
84Callum IlottUNI-Virtuosia 48.7801:32.24210
92Dan TicktumDAMSa 49.6521:32.5769
103Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 52.1761:32.50313
1117Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 1:01.7891:32.55911
1214Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 1:21.3171:33.30111
139Jack AitkenCampos Racinga 1:31.7441:32.77811
1412Pedro PiquetCharouz Racing Systema 1:45.7861:31.88011
1510Guilherme SamaiaCampos Racinga 1 volta1:34.28510
167Yuki TsunodaCarlina 1 volta1:32.96912
171Sean GelaelDAMSa 1 volta1:33.47612
6Christian LundgaardART Grand Prixa 27 voltas1:33.4788
5Marcus ArmstrongART Grand Prixa 32 voltas2:00.5932
16Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 34 voltas2:03.4652
23Marino SatoTridenta 36 voltas
22Roy NissanyTridenta 36 voltas

Grid de Largada da 6ªEtapa da Formula 2 – Temporada 2020

pospilotoequipe
14Callum IlottUNI-Virtuosi
211Louis DelétrazCharouz Racing System
38Jehan DaruvalaCarlin
415Felipe DrugovichMP Motorsport
525Luca GhiottoHitech Grand Prix
620Mick SchumacherPrema Racing
724Nikita MazepinHitech Grand Prix
821Robert ShwartzmanPrema Racing
92Dan TicktumDAMS
103Guanyu ZhouUNI-Virtuosi
1117Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB
1214Nobuharu MatsushitaMP Motorsport
139Jack AitkenCampos Racing
1412Pedro PiquetCharouz Racing System
1510Guilherme SamaiaCampos Racing
167Yuki TsunodaCarlin
171Sean GelaelDAMS
186Christian LundgaardART Grand Prix
195Marcus ArmstrongART Grand Prix
2016Artem MarkelovBWT HWA RACELAB
2123Marino SatoTrident
2222Roy NissanyTrident

Em uma pista com asfalto molhado, mas começando a secar reservava uma prova emocionante para o telespectador.

Ilott na largada manteve a ponta, logo atrás Deletráz e Ghiotto disputavam a segunda posição. A vantagem nessa briga ficou mesmo com o italiano da equipe Hitech. Depois vinham Mazepin que pulou muito bem da 7ª para a 4ªposição, Ticktum, Schumacher, Shwartzman e Alesi. O Brasileiro Felipe Drugovich teve uma largada patética e caiu para as últimas posições.

No começo da 2ªVolta, Schumacher supera Ticktum passando para a 5ªposição, mas isso era pouco, já que no final dessa volta o piloto da DAMS perdeu rendimento legal e caiu para a 12ªposição. Nas primeiras voltas, Ilott abriu bastante vantagem sobre Ghiotto, Deletráz e Mazepin. Ticktum foi para os boxes e abandonou a prova.

Enquanto Ilott vinha arrepiando na frente, Schumacher superava Mazepin assumindo a 4ªposição, Quem vinha em ótima corrida era Giuliano Alesi em uma surpreendente 7ªposição. Enquanto isso, Yuki Tsunoda teve de ir aos boxes após receber bandeira preto e laranja, O seu bico dianteiro estava danificado e com riscos de quebrar na pista.

Schumacher passou a pressionar Deletráz, que acusava piora de desempenho. A ultrapassagem aconteceu na 10ªVolta, Mick passou por fora o suíço levando a 3ªposição. Mazepin na empolgação tentou ir junto e também superar o piloto da Charouz, mas ele teve de esperar mais uma volta para que na 11ªvolta, o russo pudesse passar com tranquilidade Deletráz, que perdeu posição para Robert Shwartzman na volta seguinte. Ou seja, Deletráz estava numa roubada e sem rendimento.

A pista vinha secando cada vez mais obrigando os pilotos a pensarem numa parada nos boxes. O primeiro a fazer a parada foi Sean Gelael que vinha na 11ªposição. Samaia também foi para os boxes nessa volta. A partir dai, os dois seriam observados pelas outras equipes para saberem em qual volta eles deveriam parar seus pilotos.

Ilott vinha mantendo 3.4 segundos a frente de Ghiotto, Mick Schumacher em 3º já vinha 10 segundos atrás do líder. Se a prova terminasse naquele momento, Ilott seria o vencedor de forma tranquila. Guilherme Samaia foi punido com um Drive Turough, por exceder o limite de velocidade nos boxes. A Campos não tinha 2 pilotos, mais sim um piloto competitivo e o poste vindo do Brasil.

Na 17ªvolta, Mick Schumacher foi o primeiro dos ponteiros a partir para a troca dos pneus intermediários para os pneus secos. A partir dai, as próximas voltas seriam muito movimentadas nos boxes. Todo mundo foi para os boxes colocar os pneus de pista seca, com exceção de Luca Ghiotto e Giuliano Alesi que passaram as duas primeiras posições. O piloto Italiano tinha mais de 20 segundos sobre Alesi da HWA, que ficou com uma considerável vantagem para os pilotos que pararam nos boxes.

O que se viu nas voltas seguintes foi  que os pilotos com pneus de pista seca já vinham bem mais rápidos, pelo menos 2 a 3 segundos para os pilotos que arriscaram ficar na pista. Na 22ªVolta, Ilott foi para cima de Alesi e passou com facilidade. A partir dai, seria uma bela perseguição do inglês para tentar alcançar o italiano.

Para Alesi, seria um inferno, ele não conseguia se defender e foi superado volta a volta pelos primeiros lugares.

As atenções estavam sobre Ilott, que tirava 4 segundos por volta da vantagem que Ghiotto tinha. O inglês tinha rendimento para superar Ghiotto, mas não deu tempo, O piloto da Uni-Virtuosi chegou no piloto da Hitech, mas não teve chance de realizar uma tentativa de ultrapassagem. Luca Ghiotto venceu, a tática de ficar na pista no final deu certo no limite, se tivesse mais uma volta, Callum Ilott passaria fácil e venceria a prova. Ghiotto foi compensado pela coragem de ficar na pista e se manter firme e forte até o final.

Callum Ilott por pouco não venceu a 2ªna temporada, mas fez uma bela corrida. Mick Schumacher, o rei das ultrapassagens por fora completou o pódio. O líder do campeonato Robert Shwartzman fechou a corrida em 4ºlugar, mais um ótimo final de semana do piloto Russo. O também russo Nikita Mazepin completou a prova curta em 5ºlugar e completou o seu melhor final de semana na Formula 2.

Louis Deletráz da Charouz sofreu com a falta de desempenho do seu carro, mas salvou o 6ºlugae e ficou a frente de Jehan Daruvara e Guanyu Zhou, que completaram a zona de pontuação. Giuliano Alesi não conseguiu se garantir na zona de pontuação, acabou em 10ºlugar, chegando atrás de Marcus Armstrong (Que fez uma bela prova de recuperação).

Resultado do GP da Hungria
6ªEtapa da Formula 2 – Temporada 2020

pospilotoequipetempoMelhor voltanºVolta
125Luca GhiottoHitech Grand Prix45:04.7251:33.4529
24Callum IlottUNI-Virtuosia 0.4231:32.09820
320Mick SchumacherPrema Racinga 11.7621:32.83622
421Robert ShwartzmanPrema Racinga 13.8181:31.69021
524Nikita MazepinHitech Grand Prixa 15.1521:31.52022
611Louis DelétrazCharouz Racing Systema 23.4511:33.22120
78Jehan DaruvalaCarlina 23.8311:32.87817
83Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 32.2301:30.96922
95Marcus ArmstrongART Grand Prixa 34.2751:31.81721
1017Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 39.2831:33.8317
1114Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 42.7311:32.29522
121Sean GelaelDAMSa 44.9531:32.59817
136Christian LundgaardART Grand Prixa 46.9261:32.38820
1416Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 51.7331:32.12421
1512Pedro PiquetCharouz Racing Systema 52.2311:32.34218
1615Felipe DrugovichMP Motorsporta 55.8901:33.57423
1722Roy NissanyTridenta 1:04.3651:32.81820
187Yuki TsunodaCarlina 1:13.8061:32.37111
199Jack AitkenCampos Racinga 1:15.6561:34.6357
2023Marino SatoTridenta 1:23.0591:33.99919
2110Guilherme SamaiaCampos Racinga 1 Volta1:34.16818
2Dan TicktumDAMSa 5 Voltas1:32.04921

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Uni-Virtuosi / Prema /MP Motorsports / mundodavelocidade

Deixe uma resposta