Especial Ligier : Temporada de 1980

A Temporada de 1980 a Ligier precisaria confirmar que era uma das forças da Formula 1. Para isso projetou um novo Chassi com conceitos do Chassi de 79, o JS11-15. Manteve Jacques Laffite, Contratou o Jovem Didier Pironi para o Segundo Carro da Ligier e manteve os motores  Ford Cosworth aspirados.

A Temporada da Ligier começou muito bem, Na primeira corrida na Argentina a Equipe ficou com o 2º e 3º Lugar no Grid Com Jacques Laffite e Didier Pironi respectivamente, Porém Nenhum dos dois pilotos terminaram a corrida com problemas no motor. A Equipe conseguiu se manter forte, Conseguiu os primeiros pontos com Pironi no GP do Brasil com o 4ºLugar após largarem em 2ºlugar com Pironi e em 5ºlugar com Laffite.

Na África do Sul conseguiu um duplo pódio com Laffite em 2º e Pironi em 3º. Em Long Beach a Ligier fez uma corrida discreta demais e após um treino fraco com Pironi largando em 9ºlugar acabou salvando 1 ponto ficando em 6ºlugar. Laffite em 13º no Grid Abandonou a corrida.

Em Zolder, A Ligier mais uma vez colocou seus pilotos bem colocados no Grid com Pironi em 2º e Laffite em Terceiro, Em solo Belga a equipe Azul conquistou sua primeira vitória na temporada com Didier Pironi (5ªVitória da Ligier na Formula 1), Laffite com problemas acabou apenas em 11ºlugar. Em Mônaco Pironi dá a Ligier a primeira pole do ano, Mas acaba se acidentando na prova.

Quem de destacou Laffite foi responsável pelo bom resultado da Ligier largando em 5ºlugar e completando a prova em 2º. Na Casa da Ligier na França (Paul Ricard) Laffite voou baixo e fez a pole position e Pironi em 3ºlugar. Na Corrida Pironi e Laffite conquistam pódio com a vitória para Alan Jones líder do campeonato.

Ao final da primeira parte de temporada Jones era o líder com 28, Piquet com 25, Arnoux e Pironi com 23 e Reutemann e Laffite com 16. Nos construtores a Ligier estava com 39 pontos na Vice-liderança do campeonato atrás da Williams com 44 pontos que era a líder do campeonato.

Pironi andou demais em Brands Hatch, mas morreu na praia por causa de 2 pneus furados.
Pironi andou demais em Brands Hatch, mas morreu na praia por causa de 2 pneus furados.

Na Inglaterra dobradinha nos Treinos com pole de Pironi e Laffite em 2º, Mas problemas com os pneus acabaram com a corrida de Ambas as Ligier deixando os dois de fora e vendo Jones vencer e Piquet em segundo abrirem vantagem para Pironi e Laffite. Na Alemanha A Ligier não teve um grande grid de largada: Laffite largaria em 5º e Pironi em 7º. No domingo tudo mudou para Laffite que levou a Ligier a 6ªVitória na Formula 1. Pironi com problemas de Transmissão abandonou a prova.

Na Áustria os pilotos da Ligier largaram na 3ªFila com Laffite na frente de Pironi que estava com uma maré de má sorte. Pironi abandonou de novo enquanto, Laffite terminou a corrida em 4ºlugar. Na Holanda mais uma vez Pironi abandona uma corrida. (Era o quarto abandono seguido no ano) Largando do 15ºlugar ele bateu na corrida e praticamente deu adeus a disputa do título.

Laffite por sua vez largou em 6ºlugar e subiu ao pódio na 3ªposição. Na Itália a Ligier teve seu pior Grid um destruído Pironi com o 13ºtempo e Laffite num sofrível 20ºlugar. Na Corrida Pironi depois de 4 abandonos voltou a marcar pontos ficando em 6ºlugar, na frente de Laffite ficou em 9ºlugar.

A Ligier já não tinha qualquer chance de título no campeonato de pilotos.  No Canadá Pironi largou em 3ºlugar e fez excelente corrida, cruzando na frente a mais de 40 segundos de Jones que conquistou o título em Montreal, Mas como Pironi queimou a largada e com isso foi punido em 1 minuto jogando o piloto para o terceiro lugar. Laffite ficou em 8ºlugar após largar em 9ºlugar, parando a 2 voltas do final com problemas de Pane Seca.

Em Waltins Glen, Pironi largou em 7ºlugar e chegou ao pódio de novo na Terceira posição Laffite largou em 12ºlugar e chegou em 5ºlugar.

Ao final do campeonato Jacques Laffite terminou em 4ºlugar com 34 pontos e Didier Pironi em 5ºlugar com 32 pontos a Ligier fechava a temporada com o inédito Vice-Campeonato (Melhor resultado da História da Ligier na Formula 1) nos Construtores com 66 pontos, (Bem longe dos 120 pontos da Williams que foi a campeã) Com 2 Vitórias, 3 Poles, 11 Pódios e 3 Melhores Voltas Completadas.

Jacques Laffite
Jacques Laffite

Gps: 28
Vitórias: 2
Poles: 3
Pódios: 10
Pontos: 66
Motor: Ford Cosworth DFV
8 Cilindros em V com Ângulo de 90º
2 993 cm³
Potência: 475 Cavalos a 11000 RPM
Pilotos:
Didier Pironi
Jacques Laffite
Número de voltas completadas: 1.415

Chassi: Ligier JS 11-15
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design) e
Robert Choulet (Aerodinâmica)
Chassi : Monocoque em alumínio
Peso : 575 kg
Transmissão : Hewland FGA 400 com 5 marchas
Combustível e Lubrificante : Elf
Freios: A Disco
Comprimento:
Distância entre eixos : 2800 mm
dianteira : 1778 mm
traseira : 1608 mm

Fotos:

Ligier80

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap / Formel1mic

Capitulos Anteriores:

Temporada de 1976
Temporada de 1977
Temporada de 1978
Temporada de 1979

2 comentários em “Especial Ligier : Temporada de 1980

  1. Pingback: Especial Ligier : Temporada de 1985 – Portal Sportszone

  2. Pingback: Especial Ligier : Temporada de 1994 – Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *