Em Portland, Power se aproveita de problema mecânico de Dixon e conquista 2ªVitória me 2019

A IndyCar chegou no dia 2 de Setembro a sua penúltima etapa, No circuito de Portland, No estado de Oregon. Essa pista tradicional voltou na temporada passada. Nesse ano igualmente ao ano passado em clima de decisão. 4 pilotos chegaram em Oregon com chances reais de título: Josef Newgarden, Simon Pagenaud, Alexander Rossi e Scott Dixon.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
188Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHonda0:57.8111
212Will PowerTeam PenskeChevrolet0:57.8303
39Scott DixonChip Ganassi RacingHonda0:57.8355
460Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow SPMHonda0:58.1008
510Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda0:58.162
628Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda0:58.1823
727Alexander RossiAndretti AutosportHonda0:57.8864
85James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda0:57.9994
97Conor DalyArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda0:58.0192
1021Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet0:58.0415
1126Zach VeachAndretti AutosportHonda0:58.2149
1218Sebastien BourdaisDale Coyne Racing with Vasser SullivanHonda0:58.3001
132Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet0:57.9585
1419Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda0:57.8476
1515Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda0:57.9648
1698Marco AndrettiAndretti Herta Autosport with Marco & Curb-AgajanianHonda0:57.8527
1730Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda0:57.9668
1822Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet0:57.9479
1914Tony KanaanA.J. Foyt EnterprisesChevrolet0:58.103
2059Max ChiltonCarlinChevrolet0:57.9866
214Matheus LeistA.J. Foyt EnterprisesChevrolet0:58.1558
2223Charlie KimballCarlinChevrolet0:58.0582
2320Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet0:58.2165

Porém, a maioria deles foram mal na classificação. A pole position ficou com Colton Herta da Harding Racing, Seguido de Will Power da Penske. Dixon tinha menos chances de título, Mas se classificou muito bem, Largaria em 3ºlugar. Se comparamos com os outros. O Neozelandês tinha chances de diminuir a considerável desvantagem que ele tinha que tirar para ter mais chances de título. Para sorte de Dixon. Josef Newgarden largaria em 13ºlugar e Simon Pagenaud largaria na 19ªposição.

A Se destacar o belo trabalho de Jack Harvey da Meyer Shank e também de Conor Daly, que substituiu Marcus Ericsson. O Sueco foi chamado para uma possível substituição a Kimi Raikkonen, que tinha problemas de lesão. Felizmente não foi necessária a substituição. Por isso Daly entrou no carro 7, E ele acabou fazendo um bom treino, Largando em 9ºlugar.

Na largada, Herta manteve a liderança, Power larga mal e perde posições para Dixon e Jack Harvey. Lá atrás é que se forma uma enorme confusão. Graham Rahal feito um louco por trás, atingindo Zach Veach e toca em James Hinchcliffe e depois se enroscou com o Norte-americano Conor Daly. (que substituía a Marcus Ericsson na Schmidt) Hinchcliffe acabou parando metros depois. Sato acabou recebendo um toque nessa confusão, que quebrou sua suspensão. A prova dele durou pouco assim como durou pouco a prova dos acidentados.

Ferrucci, Bourdais, Leist, Ed Jones, Chilton, Newgarden escaparam as confusão vazando a chicane e indo para contorno dos obstáculos. Simon Pagenaud acabou rodando, Não pegou a confusão e voltou à corrida.

Na 12ªVolta, Ferrucci, Bourdais, Leist, Chilton, Jones foram para os boxes, mudarem siuas táticas de parada nos boxes.

Após 12 voltas de bandeira amarela, A corrida acabou começando de vez na 13ªvolta. Herta manteve a ponta, Mas Dixon foi para cima do piloto da Harding. Power superou Jack Harvey e recuperou a 3ªposição.  Mais atrás, Kannan estava em uma ótima 8ªPosição. Newgarden vinha em 11º e Pagenaud em 12º.

Na volta seguinte, Hunter-Reay acabou atropelando Jack Harvey da Meyer Shank. Ambos os pilotos não conseguem voltar a prova. O Norte-Americano resolve ficar na corrida, logo após o concerto da Suspensão, Mas perde muitíssimo tempo.

Na Volta 18 a corrida recomeça, Herta segura à ponta dos ataques de Scott Dixon. O piloto da Ganassi vinha embutido em Herta literalmente. Power, Rossi e Rosenquist vinham na mesma balada. Pelo número grande de voltas em bandeira amarela, Os pilotos iriam para 2 paradas apenas ao invés das 3 paradas que era o esperado para Portland.

Quem vinha dando um Show Atrás era Josef Newgarden. Que chegou a ficar nas últimas posições e que na entrada da 20ªVolta passou Kimball e assumiu a 8ªpocição. Enquanto que Pagenaud caiu para o 13ºlugar. Na Volta seguinte, Newgarden supera Kannan assumindo a 7ªposição. Em termos de Push to Pass, Herta tinha gastos só 9 segundos e Dixon tinha gastos 22 segundos (Todos os pilotos tem o direito a usar 200 segundos)

Newgarden começou a ter dificuldades com Marco Andretti, Que dificultou bastante a vida do piloto da Penske. Na 27ªVolta, Andretti jogou duro e não deixou seu adversário passar. Para complicar a vida do líder do campeonato, Spencer Pigot tomou o 7ºlugar do piloto da Penske. 3 voltas depois, Pigot passou Marco Andretti com mais facilidade, passando para o 6ºlugar.

Simon Pagenaud vinha com muita dificuldade, Ele conseguiu passar com muito sacrifício a Charlie Kimball passando ao 12ºlugar. Logo depois, Foi a vez de Newgarden superar Andretti voltando ao 7ºlugar.

Colton Herta vinha segurando Dixon, O desempenho de seus pneus começavam a piorar cada vez mais. O Neozelandês vinha com muito mais carro que o carro do jovem norte-americano naquele momento.

Na 37ªVolta, Dixon superou Herta, assumindo a primeira posição. Depois disso, tudo mundo passou o piloto da Harding. Com seus pneus detonados ele passou a virar 4 segundos mais lento que a volta dos líderes. Herta acabou indo para os boxes na 41ªVolta, abrindo a 1ªrodada de paradas.

Scott Dixon foi para a parada na 42ªVolta e teve de travar tudo para passar do limite de velocidade. Rossi parou na mesma volta de Dixon. Rosenquist passou a liderança e liderou até a volta 43. Sebastian Bourdais passou a liderança, Com Matheus Leist e Max Chilton nas 3 primeiras posições.

Bourdais parou na 44ªVolta e a Dale Coyne teve problemas com a mangueira de combustível e acabou perdendo muito tempo. Leist e Chilton já tinham feito suas paradas, A liderança voltou para as mãos de Dixon. Com Power em 2, A 3 segundos atrás. Rossi, Rosenquist e Newgarden. Colton Herta tinha caindo para o 6º, a 14 segundos de Dixon.

A prova estava nas mãos de Dixon, Abrindo cada vez mais de Power. Até que na volta 53, O câmbio acabou traindo o Neozelandês. Só restou Dixon tentar levar o carro para os boxes, Mas nem mesmo ele consegue chegar ao seu lugar no boxes. Power assume a liderança da prova. O piloto da Penske estava com uma pequena vantagem para Rosenquist e Rossi. Dixon consegue voltar a prova, Mas com 3 voltas atrás e fora de qualquer disputa.

Rosenquist se aproximou de Power, O Sueco estava em busca da primeira vitória na Indy e tentou superar o piloto Australiano. Rossi já vinha 2.1 segundos do líder e Newgarden vinha a 6.7 segundos em 4º. Mas tinha Colton Herta chegando cada vez mais e mais perto do líder do campeonato.

Na volta 66, Herta passou sem dificuldades Rossi e assume a 4ªposição. O Desempenho de Herta com os pneus mais duros era melhor que o desempenho dos pneus mais macios. Simon Pagenaud vinha em 7ºlugar. Com a corrida chegando ao seu terço final, Dava para perceber que as duas bandeiras amarelas do começo da prova ajudaram muito os pilotos a terminarem a prova, com apenas 2 paradas nos boxes.

Mais atrás, Spencer Pigot passou Marco Andretti e passou a 6ªposição. Enquanto que na 72ªVolta, Herta chega em Alexander Rossi, Mas como a Harding era uma equipe satélite da Andretti e como Rossi estava precisando de cada ponto que ele ganhasse o jovem piloto de 19 anos teve que ficar atrás do vice-líder do campeonato. Revoltante? Sim, Imoral? Sim, Mas compreensível se tratando de provas decisivas do campeonato. Eu não concordo com isso.

Na 73ªVolta, Colton Herta e Simon Pagenaud foram para a segunda parada nos boxes. Power foi para os boxes na volta seguinte, Ele já vinha abrindo uma boa vantagem sobre Feliz Rosenquist, que parou na 75ªVolta.

Depois das paradas, Power abriu 3 segundos a frente de Rosenquist. Rossi estava em 3ºlugar e numa posição segura, Já que Herta em 4º, não iria passar Rossi sob o risco de abalar a boa relação da Andretti com a Harding. Josef Newgarden estava em 5ºlugar, Bem longe de Herta e seguro com relação ao Spencer Pigot. Pagenaud vinha em um apagado 7ºlugar, Bourdais, Kimball e Leist completavam os 10 primeiros colocados a 25 voltas do final.

A vantagem de Power para Rosenquist a cada volta que passava vinha aumentando cada vez mais e mais. A corrida estava na mãos do Australiano. Nada parecia tirar esse triunfo do piloto da Penske.

Porém, a 8 voltas do final, Santino Ferrucci teve problemas no seu carro e ficou parado na parte interna da pista. Bandeira amarela  que poderia mudar tudo, Deixando muito feliz Will Power “Ironicamente” que perderia toda a sua vantagem para Rosenquist. Claro que quem esta na frente não iria jamais querer, que sua vantagem construída com muito trabalho fosse dizimada.

Não era uma bandeira amarela longa. O Brasileiro Matheus Leist aproveitou para fazer a parada, Ele vinha na mesma volta do líder em 10ºlugar (Só 10 pilotos estavam na volta do líder) querendo ganhar algumas posições. (Boa sacada da Foyt)

A Relargada aconteceu a 4 voltas do final, Rosenquist foi para cima de Power, Mas o Australiano segurou a posição e depois disso, abriu vantagem para o piloto da Ganassi, para não deixar dúvidas de quem seria o vencedor da prova. A Vitória ficou mesmo com Will Power, Com Rosenquist e Rossi completando o pódio.

Newgarden tentou passar Herta, Mas o piloto da Harding ficou mesmo com o 4ºlugar e ajudou Rossi a diminuir em 4 pontos a diferença entre os dois na disputa pelo título. Simon Pagenaud não foi tão bem, Ficou em 7ºlugar e por muito pouco não perdeu essa posição para o Brasileiro Matheus Leist, Foi seu segundo resultado entre os top 10 em 2019. Entre Newgarden e Pagenaud chegou em 6ºlugar, Spencer Pigot da equipe Carpenter.

Sebastien Bourdais da Dale Coyne e Charlie Kimball da Carlin completaram os 10 primeiros colocados. Amanhã é a decisão do título da Formula Indy, Direto de Laguna Seca. Com pontuação dobrada, Newgarden vem na primeira posição com 593 pontos, Seguido de Alexander Rossi com 552, Simon Pagenaud com 551 e com remotas chances, Scott Dixon com 508 pontos.

Fotos:

IndyCar 2019

Resultado final da 16ªEtapa da Formula Indy
GP de Portland

posPilotoequipeMotorVoltasTempo/Diferença
112Will PowerTeam PenskeChevrolet1051:58:43.0036
210Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda105a  2.7885
327Alexander RossiAndretti AutosportHonda105a  4.5839
488Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHonda105a  5.228
52Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet105a  5.8539
621Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet105a  6.7477
722Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet105a  7.9418
84Matheus LeistA.J. Foyt EnterprisesChevrolet105a  8.1898
918Sebastien BourdaisDale Coyne Racing with Vasser SullivanHonda105a  9.5957
1023Charlie KimballCarlinChevrolet105a  10.1665
1159Max ChiltonCarlinChevrolet1041 Volta
1214Tony KanaanA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1041 Volta
1398Marco AndrettiAndretti Herta Autosport with Marco & Curb-AgajanianHonda1041 Volta
1420Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet104a 1 Volta
1530Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda103a 2 Voltas
169Scott DixonChip Ganassi RacingHonda102a 3 Voltas
1719Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda96a 9 Voltas
1828Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda81a 24 Voltas
1960Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow SPMHonda13a 92 Voltas
205James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda0a 105 Voltas
217Conor DalyArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda0a 105 Voltas
2226Zach VeachAndretti AutosportHonda0a 105 Voltas
2315Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda0a 105 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *