Em Pocono, Rossi domina as 500 milhas e conquista vitória em Prova marcada por violento acidente de Robert Wickens

Alexander Rossi dominou o domingo em Pocono que foi palco de um acidente impressionante e violentíssimo que ocorreu nas primeiras voltas da prova. Com o Canadense acabou atendido, Segundo as informações que foram divulgadas Wickens foi para o Hospital consciente.

Antes mesmo de partirem para a primeira volta da prova. Graham Rahal atropelou Spencer Pigot que acabou indo para o muro externo e batendo de leve. O piloto da Carpenter acabou deixando a prova. Já Rahal ficou com a Asa danificada. Certamente ele teria de ir para os boxes. Carpenter, Daly e Max Chilton foram com Rahal aos boxes. Em busca de uma tática diferente de corrida.

Corrida começa de vez na 7ªVolta, Rossi assume a liderança em cima de Will Power, No final da volta, Um acidente horrível. O Carro de Robert Wickens ao tocar em Ryan Hunter-Reay acabou se desintegrando.

O Acidente foi assustador, A prova foi paralisada por 2 horas para o atendimento do piloto da Schmidt e para o conserto do muro de proteção. Nesse acidente acabaram se envolvendo James Hinchcliffe, Pietro Fittipaldi, Ryan Hunter-Reay e Takuma Sato. Nenhum deles puderam voltar a corrida.

Durante o Safety Car, Simon Pagenaud, Scott Dixon e outros pilotos foram para do boxes. O francês da equipe Penske estava com problemas em seu carro. Dixon estava trocando sua asa dianteira. Spencer Pigot voltou para a corrida com 10 voltas de atraso.

A Relargada aconteceu na volta 13. Rossi disparou na liderança, Seguido de Power e Newgarden. Dixon que fez sua parada com o Safety Car já estava em 9ºlugar após a volta 14.

Tony Kannan nos boxes na volta 17. Problemas de motor com o piloto da Foyt obrigaram ele a deixar a corrida.

Rossi vinha 3.5 seg a frente de Will Power, A prova vinha de certo modo, Bem monótona. Após a sua recuperação incrível, Dixon estacionou na 8ªposição. Matheus Leist que largou em 20ºlugar já estava em 9ºlugar. Spencer Pigot abandonou na volta 17, Seu carro não estava em condições depois da presepada que ele sofreu do Graham Rahal.

Leist parou na volta 38, Começando a 1ªrodada de paradas nos boxes. Alexander Rossi para na volta 38. A liderança passava para as mãos de Will Power, O Australiano junto de Newgarden e outros pilotos pararam nessa mesma volta. Ed Carpenter foi para a parada na volta 41. Dixon assumiu a liderança.

A Liderança do Neozelanes durou até a volta 44 quando ele foi para os boxes. Rossi voltou a liderança com Power e Newgarden passou a 3ªposição.

Rossi começa a pegar os retardatários, Com 6 segundos a frente de Power e a 9.5 segundos de Newgarden. Zach Veach fazia uma bela corrida, Seguindo de perto Newgarden, Mas sendo seguido de perto pelo Sebastien Bourdais.

Rossi domina a prova, Com 12 segundos. Seu carro sobra na turma. Na volta 68 Leist fez sua segunda parada. Na Volta 69 foi a vez de Scott Dixon a fazer uma parada. Lá na frente, Veach recupera posição em cima de Bourdais e assume o terceiro lugar.

Newgarden para na volta 71 e volta exatamente a frente de Scott Dixon. Com os pneus mais aquecidos, Foi fácil para o piloto da Ganassi ganhar posição. Rossi parou na volta 72, O que fez novamente a liderança ficar nas mãos de Power por uma volta. O Australiano parou na volta seguinte devolvendo a liderança para Rossi.

Após 78 Voltas, Rossi continua tranquilo na liderança, Com 11.2 segundos a frente de Will Power e 21.8 segundos de frente para Marco Andretti. Scott Dixon subiu muito e já estava em 4ºlugar. Newgarden, Bourdais, Veach (A equipe se atrapalhou e perdeu muito tempo na parada do jovem piloto da Andretti) e Pagenaud completavam os 8 primeiros colocados. Até Matheus Leist que vinha em 10ºlugar continuavam na mesma volta do líder, O Restante da turma já tinha tomado volta do líder.

Pagenaud estava colocando Veach na sua alça de mira, Disposto a levar de bandeija o 7ºlugar. Com 117 Voltas ainda por serem disputadas.

Matheus Leist resiste às tentativas de Rossi colocar uma volta nele. Will Power se aproveita disso e faz a desvantagem cair de 11 para 3 segundos. Na metade da prova, Os pilotos partem para a 3ªparada, No que deixa a possibilidade de se se precise fazer apenas mais duas paradas até o final da prova.

Alexander Rossi e Will Power faz sua terceira parada na volta 105. A Penske parece ter trabalhado melhor e se aproximou da liderança, Que voltou as mãos do piloto da Andretti após a terceira parada de Sebastien Bourdais.

Rossi e Power estavam separados por 1 segundo de diferença. Andretti vinha em 3º, Dixon em 4º e Newgarden completava os 5 primeiros colocados. Leist vinha em 10ºlugar com 1 volta de atraso.

Rossi manteve a diferença de 1 segundo a 1.5 segundo durante essa 4ªParte da corrida. Andretti vinha em terceiro com Scott Dixon em 4º, Mas estava já a mais de 25 segundos de distância.

Na 4ªRodada de paradas, Todos os pilotos tiraram um pouco o pé para terminarem a prova com apenas 5 paradas. Os primeiros a pararem foram Matheus Leist e Ed Carpenter.

Rossi fez a parada na volta 137, Power passou a liderança e acabou indo para a 4ªparada na volta 138, E assumiu a liderança após ficar até 12 segundos de diferença para Rossi. Parecia que o Australiano iria despachar na frente. Porém, três voltas depois Rossi colou em Rossi e com muita facilidade passou Power e recuperou a liderança.

A partir dai, Rossi disparou mais uma vez. Abrindo diferença cada vez mais sobre Will Power. Scott Dixon vinha 30 segundos atrás em 3ºlugar. Rossi ultrapassou Simon Pagenaud, Depois Zach Veach que era o 7ºlugar e depois o Norte-Americano Marco Andretti. Colocando 1 Volta em cima do 6ºcolocado.

A última parada nos boxes aconteceu a partir da volta 165 com o Brasileiro Matheus Leist, Para completar a corrida um piloto tinha que levar o carro até a volta 167 na pior das hipóteses. Rossi parou na volta 168 enquanto que Power parou duas voltas depois.

A partir dai praticamente nada mais mudou na corrida até o final da prova. Rossi continuou abrindo e continuou colocando em outros pilotos, inclusive no 5ºlugar. (Josef Newgarden) Nas voltas finais, O piloto da Andretti Autosport tentou colocar volta em Bourdais e Dixon. Não conseguiu, Nas 3 voltas finais, Rossi tirou o pé para evitar uma pane seca e foi levando dessa forma até a linha de chegada.

Rossi dominou quase toda a prova e levou sua 3ªVitória me 2018 e esta mais perto de Scott Dixon, na liderança do campeonato. Will Power da Penske chegou em 2º, Sendo o único a tentar bater de frente com o piloto Norte-Americano, Porém ele só conseguiu fazer isso por uma parte da corrida. Desde do começo da 4ªParte da prova até o Começo da 5ªParte da Prova.

O pódio foi completado pelo Líder do Campeonato, Scott Dixon suportou a pressão do Francês Sebastien Bourdais, O piloto da Dale Coyne fez mais uma bela corrida, levando a pequena equipe a um importante 4ºlugar. Já o neozelandês fez mais uma grande corrida, Na relargada partiu lá de trás para subir com o decorrer da prova.

Josef Newgarden acabou ficando em 5ºlugar, 1 volta atrás de Alexander Rossi. Zach Veach que teve uma bela corrida, Prejudicada por uma parada ruim que a Andretti fez com ele. Ainda sim acabou passando Marco Andretti na reta final da prova, garantindo o 6ºlugar. Marco Andretti que chegou a andar em 3ºlugar ficou em 7ºlugar.

Fechando os 10 primeiros colocados vieram: Simon Pagenaud que teve problemas com a suspensão no procedimento de retornada da largada, Charlie Kimball da Carlin e Ed Carpenter que deixou a desejar com um pífio 10ºlugar.

Matheus Leist teve uma prova consistente, A Foyt não permitiu a ele mais do que o 11ºlugar a 3 voltas do vencedor. Esse foi o melhor resultado do Brasileiro na sua temporada de Estreia na Formula Indy.

Próximo sábado, teremos o GP de Gateway. A última prova em circuito oval da temporada. Ficaremos de plantão para informar o estado de saúde do Canadense Robert Wickens.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final da 14ªEtapa do Mundial de Formula Indy
500 milhas de Pocono

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo Grid
1 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 200 2h 36:49.1128 3
2 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 200 a 4.4982 1
3 Scott Dixon Chip Ganassi Dallara/Honda 200 a 41.3557 13
4 Sebastien Bourdais Dale Coyne Dallara/Honda 200 a 42.0120 8
5 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 199 a 1 Volta 2
6 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 199 a 1 Volta 7
7 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 199 a 1 Volta 11
8 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 199 a 1 Volta 5
9 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 198 a 2 Voltas 19
10 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 197 a 3 Voltas 15
11 Matheus Leist A.J.Foyt Dallara/Chevrolet 197 a 3 Voltas 20
12 Ed Jones Chip Ganassi Dallara/Honda 197 a 3 Voltas 12
13 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 196 a 4 Voltas 21
14 Graham Rahal Rahal Lettermann Lanigan Dallara/Honda 196 a 4 Voltas 18
15 Conor Daly Harding Racing Dallara/Chevrolet 162 Acidente 22
16 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 17 Acidente 16
17 Tony Kanaan A.J.Foyt Dallara/Chevrolet 16 Acelerador 14
18 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 6 Acidente 4
19 Robert Wickens Schmidt Peterson Dallara/Honda 6 Acidente 6
20 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Dallara/Honda 6 Acidente 9
21 Takuma Sato Rahal Lettermann Lanigan Dallara/Honda 6 Acidente 10
22 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Dallara/Honda 6 Acidente 17

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *