Em Gateway, Power leva a vitória e Rossi acabou salvando o segundo lugar

Grid de Largada: (De Acordo com a classificação de Cada carro no Campeonato)

pos Pilotos Equipe Chassi/Motor
1 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda
2 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda
3 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet
4 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet
5 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda
6 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet
7 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda
8 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda
9 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda
10 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Dallara/Honda
11 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet
12 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda
13 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda
14 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet
15 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet
16 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda
17 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet
18 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet
19 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet
20 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet
21 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda

Ainda diante do choque do acidente violento de Robert Wickens. Foi realizado no último sábado o GP de Gateway, O último desafio em oval e noturno da temporada.

Não tivemos a prova de classificação, O que foi ruim para Pietro Fittipaldi que teve um belo desempenho em um dos treinos livres. Como foi cancelada a classificação o Grid de largada acabou sendo a ordem de classificação do campeonato.

Scott Dixon ficou em 1º, Mas não teve o ponto da pole position. Com Alexander Rossi em 2º, Josef Newgarden em 3º, Will Power em 4º, Ryan Hunter-Reay em 5º e Simon Pagenaud em 6º. Tony Kannan larga em 15º, Matheus Leist em 18º e Pietro Fittipaldi sairia em 21º e último lugar. Já que a Schmidt-Peterson não colocou um substituto no carro 6 do piloto Canadense.

Dixon largou bem manteve a liderança, Power subiu para o segundo lugar e Newgarden chegou a passar Rossi, Porém ele acabou perdendo a trajetória da curva e a posição para o piloto da Andretti. Na segunda curva, Sebastien Bourdais acaba batendo. O que provocou a primeira bandeira amarela da corrida. Pietro Fittipaldi aproveitou para fazer uma parada na 4ªVolta.

Após 7 voltas, A corrida recomeça e Dixon manteve a liderança. Newgarden superou Rossi e ganhou o 3ºlugar. Rossi estava a frente do companheiro de equipe Ryan Hunter-Reay que completava os 5 primeiros colocados. Os problemas Aerodinâmicos não permitiram grandes disputas por posição. Dixon abre 1.2 segundos em cima de Power e 4 segundos a frente de Josef Newgarden, Que segurava Rossi, que tinha mais rendimento que o piloto da Penske.

Dixon tinha muitas dificuldades para passar retardatários. Em 40 voltas, O único piloto a tomar uma volta foi o Britânico Max Chilton da Carlin.

Rossi ainda não conseguia passar Newgarden, O norte-americano no rádio pedia calma para a equipe, ele estava esperando uma chance. E ela aconteceu Na volta 49, O Piloto da Andretti foi para cima de Newgarden, Puxou para o mais dentro possível da reta dos boxes e deixou o campeão de 2017 para trás ganhando o 3ºlugar. Em poucas voltas ele abriu de Newgarden que ficou para Hunter-Reay.

Após 50 voltas, Anoitecendo por completo Dixon vinha a 0.7 segundos do Power e Rossi diminuía a diferença para 3.3 segundos sobre o líder do campeonato. O primeiro a fazer a parada foi Charlie Kimball na volta 57.

Aos poucos, Os pilotos foram para a primeira parada. Os primeiros da turma dos líderes a fazer a troca foram Josef Newgarden e Ryan Hunter-Reay na volta 60, Simon Pagenaud na volta 61, Na Volta 62 parou Alexander Rossi e Will Power parou na volta 63. Após as paradas, Dixon voltou à liderança. Will Power manteve o 2ºlugar e Alexandre Rossi manteve o 3ºlugar. Newgarden, Pagenaud, Hunter-Reay, Ed Jones, Andretti e Veach completavam os 9 primeiros colocados. A Se destacar uma bela prova de Gaby Chaves que voltava ao carro da equipe Harding após 3 corridas de ausência. Que vinha em 11ºlugar.

Tirando a briga do Zach Veach pra cima do Marco Andretti disputando o 8ºlugar, a corrida acabou dando uma acalmada, muito por causa da dificuldade de se ultrapassar até mesmo os retardatários.

Por mais de 20 voltas, Dixon não conseguiu dar volta em Ed Carpenter. Somente na volta 110, Finalmente o Neozelandês passou dono da Carpenter, que foi para os boxes. Power apertava Dixon e trazia Rossi com ele.

O primeiro piloto a fazer a segunda parada foi o Norte-Americano Ryan-Hunter Reay na volta 117, Duas voltas depois Will Power foi para cima de Scott Dixon, Tentou passar por fora. Porém, O Australiano pega a parte suja e acaba perdendo o segundo lugar para Alexander Rossi. Power pagou caro pela tentativa ousada.

Ao mesmo tempo, Josef Newgarden perdeu a curva e foi para a parte suja da pista e foi obrigado a entrar nos boxes na volta 121, Power parou na mesma volta. Uma volta antes parou Scott Dixon.

Alexander Rossi assumiu a liderança por 1 volta, até ir para a sua segunda parada. Com 123 voltas não seria fácil para entrar na tática de 3 paradas. Os pilotos que estavam melhores nessa tática eram Graham Rahal que parou na volta 126 e Takuma Sato na Volta 127.

Após 130 voltas: Dixon manteve a liderança, Com Rossi em 2º, Pagenaud que saiu ganhando nas paradas e assumiu o terceiro lugar, Power e Hunter-Reay completavam os 5 primeiros colocados. Josef Newgarden perdeu 2 posições caindo para o 6ºlugar, Ed Jones, Zach Veach e Marco Andretti manteve suas posições e Tony Kannan vinha em uma corrida de ascensão, subindo para o 10ºlugar.

Alexander Rossi, Muito atrás de Dixon reclama assim que ultrapassa Gabby Chaves que teve problemas e acabou ficando com 4 voltas de atraso. O piloto da Andretti sabia da necessidade de um bom resultado.

Na Volta 141, Foi à vez de James Hinchcliffe ir para a parte suja da pista. O único piloto da Schmidt perdeu várias posições. A mesma coisa aconteceu com Simon Pagenaud que caiu do 3º para a 9ªposição. O Piloto australiano é que cresceu demais a partir dai. Power foi para cima de Alexander Rossi e conseguiu a ultrapassagem, O piloto da Andretti quase perdeu o controle do carro e por muito pouco Rossi não acabou indo para o muro. Consequência disso foi a perda de posição para o Ryan Hunter-Reay caindo para o 4ºlugar.

Já Power foi para cima de Dixon, Na Volta 150 o piloto da Penske por dentro ultrapassa Dixon e assume a primeira posição após esta em 4ºlugar a 10 voltas atrás.

Depois da ultrapassagem, Power abriu muito sobre Dixon, Mesmo assim a situação do piloto da Ganassi para o campeonato continuava sendo bem favorável. Ele teria 37 pontos de frente para Rossi que estava em 4ºlugar. Quem vinha fazendo uma bela corrida era Tony Kannan que largou do 15ºlugar para estar em 10ºlugar e era o último dos pilotos que estava na mesma volta do líder.

Na volta 164, Charlie Kimball acabou encontrando o muro de leve, Mas foi o bastante para o norte-americano da Carlin acabou abandonando a prova.

Na volta 173, Ryan Hunter-Reay Fica lento pela pista. E é acionado uma bandeira amarela. O Carro parou no meio dos boxes e teve de ser rebocado para os boxes do carro 28. De lá ele não saiu mais e abandonou a prova. Todos os pilotos aproveitaram para fazerem a terceira parada voltas depois. Porém, nenhum deles teria combustível para terminar a prova. A não ser que os pilotos pouparem combustível para completarem a prova. Charlie Kimball voltou à corrida, Mas já a mais de 10 voltas do líder, O piloto da Carlin não poderia fazer muita coisa.

Na Volta 184, Tivemos a relargada com Power, Dixon e Rossi nas 3 primeiras posições. Newgarden, Jones e Pagenaud disputavam posições logo atrás dos líderes. Na Volta 196, Newgarden acabou perdendo posição para Ed Jones e Simon Pagenaud.

A partir dai, Começou o show de Ed Jones que também passou Zach Veach e depois passou Alexander Rossi. Em um espaço de 3 voltas o piloto da Chip Ganassi assumiu o 3ºlugar chegando a pressionar Dixon em busca do Segundo lugar, Mas seria capaz de Jones passar o líder do campeonato que precisava de cada ponto possível na briga pelo campeonato.

Já Alexander Rossi começou a ficar para trás, Ao invés dos outros pilotos teriam um de fazer uma última parada ou de poupar combustível para terminarem a corrida. Enquanto que Power abria cada vez mais e mais para Dixon. Na Volta 207 a Classificação era: Power, Dixon, Jones, Veach e Pagenaud. Alexander Rossi já tinha caído para a 6ªposição.

O piloto da Andretti que é o grande desafiante de Dixon perdeu posição para Spencer Pigot (que estava fazendo uma bela corrida de recuperação) na volta 213 e duas voltas depois perde o 7ºlugar para Newgarden.

A 27 Voltas do final, Zach Veach ganha posição em cima de Ed Jones. O piloto da Ganassi acabou caindo do 4º para o 7ºlugar em poucas voltas e acabou sendo o primeiro a fazer a última parada. A tática de todos com exceção de Rossi era fazer uma parada no finalzinho mesmo. Era esse o momento que Rossi precisava para ganhar posições e de repente até vencer a corrida. Power tinha chegado a até colocar volta em Rossi.

Na volta 231, Power vai para a última parada e volta atrás de Rossi, Mas agora a vantagem era toda para o piloto australiano que poderia usar toda a potência. Enquanto que o vice-líder do campeonato ainda estava poupando combustível. A ultrapassagem era inevitável e acabou acontecendo a 12 voltas para o final. Com facilidade, Power assumiu a liderança enquanto que Rossi não poderia fazer nada a não ser salvar combustível.

A 10 voltas do final, Dixon vai para a sua última parada, Zach Veach e Josef Newgarden foram os últimos a fazerem a parada. Depois disso Rossi estava em 2ºlugar, A frente de Scott Dixon que vinha se aproximando para uma briga direta não só por posição como pelo campeonato.

Will Power de forma soberana acabou conquistando a sua 3ªVitória no ano e continua vivo na disputa pelo título, A 68 pontos de Scott Dixon restando 159 pontos em disputa. (Prova final a pontuação é dobrada)

Alexander Rossi salvou o 2ºlugar, Após uma corrida arrojada, onde ele correu risco até de bater e abandonar a prova. O norte-americano tirou 3 pontos da diferença de Scott Dixon que marcou os 2 pontos por ter feito o maior número de voltas. O Neozelandês completou o pódio.

Simon Pagenaud em uma corrida de altos e baixos acabou em 4ºlugar. Zach Veach que vem crescendo muito na parte final ficou com um belíssimo 5ºlugar após largar em 16ºlugar. Spencer Pigot vindo do 14ºlugar completou em 6ºlugar em uma corrida discreta, Mas que acabou dando as caras na reta final fazendo um bom resultado para a Carpenter.

Completando os 10 primeiros colocados ficaram Josef Newgarden  que deixou a desejar com o 7ºlugar, Ed Jones que chegou a estar em 3ºlugar acabou perdendo rendimento e acabou ficando em 8ºlugar. Takuma Sato e Graham Rahal em uma prova digna para a Rahal acabaram ficando em 9º e 10ºlugar.

Pietro Fittipaldi fez uma boa corrida, O 11ºlugar após largar em 21º mostrou uma evolução do neto de Emerson Fittipaldi com o bom carro da Dale Coyne. Tony Kannan acabou prejudicado pelo Safety Car e ficou em 13ºlugar e Matheus Leist ficou em 16ºlugar.

Domingo teremos a penúltima prova do Mundial de Formula Indy, No circuito de Portland de volta depois de muito tempo a categoria. Com Dixon, Rossi, Power e Newgarden na disputa pelo Título.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vídeo:

Resultado final da 15ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP de Gateway – 248 Voltas

pos Pilotos Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 248 1h 59:30.1972
2 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 248 a 1.3117
3 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 248 a 2.8092
4 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 248 a 3.1336
5 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 248 a 7.2693
6 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 248 a 10.5509
7 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 248 a 10.6003
8 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 248 a 22.1362
9 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 247 a 1 Volta
10 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 247 a 1 Volta
11 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 247 a 1 Volta
12 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 247 a 1 Volta
13 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 246 a 2 Voltas
14 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 246 a 2 Voltas
15 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 246 a 2 Voltas
16 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 246 a 2 Voltas
17 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 244 a 4 Voltas
18 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 242 a 6 Voltas
19 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 235 a 13 Voltas
20 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 172 Mecânico
21 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 0 Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *