Dixon abre campeonato da Formula Indy com vitória no Texas

Depois de muito tempo, a Formula Indy consegue realizar sua abertura de campeonato. Em um vazio Circuito do Texas, para uma corrida de 200 voltas e que nada poderia dar errado na organização. Criou-se uma janela de paradas que deveria ser praticamente obrigatória que todos os 24 pilotos deveriam parar com 35 voltas de pista, O que ajudou a tornar a prova menos interessante, Mas tudo isso foi para se evitar riscos devido ao Covid-19.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMédia
11Josef NewgardenTeam Penske347.200 Km/h
29Scott DixonChip Ganassi Racing347.036 Km/h
322Simon PagenaudTeam Penske346.756 Km/h
428Ryan Hunter-ReayAndretti Autosport344.900 Km/h
526Zach VeachAndretti Autosport344.368 Km/h
612Will PowerTeam Penske344.287 Km/h
715Graham RahalRahal Letterman Lanigan Racing344.203 Km/h
827Alexander RossiAndretti Autosport343.899 Km/h
910Felix RosenqvistChip Ganassi Racing343.692 Km/h
1014Tony KanaanA.J. Foyt Enterprises343.414 Km/h
1198Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-Agajanian343.097 Km/h
124Charlie KimballA.J. Foyt Enterprises342.436 Km/h
1320Ed CarpenterEd Carpenter Racing342.331 Km/h
1488Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner Autosport342.302 Km/h
1529James HinchcliffeAndretti Autosport342.152 Km/h
1655Alex PalouDale Coyne Racing with Team Goh341.993 Km/h
178Marcus EricssonChip Ganassi Racing341.245 Km/h
185Patricio O’WardArrow McLaren SP341.202 Km/h
1959Conor DalyCarlin340.256 Km/h
207Oliver AskewArrow McLaren SP339.313 Km/h
2160Jack HarveyMeyer Shank Racing330.957 Km/h
2218Santino FerrucciDale Coyne Racing with Vasser SullivanSem Tempo
2330Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingSem Tempo
2421Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingSem Tempo

Josef Newgarden foi o pole position, Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud em 3º, Eles mantiveram as 3 primeiras posições após a largada. Já os dois pilotos da Rahal vinham com problemas, Rahal largou atrasado e Sato abandonou voltas depois.

Newgarden tinha um equipamento muito bom nas mãos, até pegar o primeiro retardatário. O inglês Jack Harvey da Meyer Shank que não permitiu ao campeão do ano passado a ultrapassagem. Muito também por conta do piloto da Penske que estava evitando riscos. Nisso, Dixon e Pagenaud chegaram no líder.

Newgarden não conseguia passar Harvey e decidiu esperar. Diferente de Scott Dixon, que quando viu a chance acabou colocando por dentro do piloto da Penske para tomar a ponta na metade final da 32ªVolta. Ao mesmo tempo que os pilotos começaram a ir para a primeira rodada de paradas nos boxes. Tudo acabou correndo sem problemas.

Porém, logo em seguida, o estreante Rinus Van Kalmthout acabou pegando a parte de fora quando se encaminhava a reta oposta e roda e acaba levando um outro estreante, o espanhol Álex Palou foi atingido e ambos bateram no muro interno. Isso provocou a bandeira amarela em toda a pista. O bom é que os prejuízos foram somente materiais e os dois pilotos saíram sem qualquer problema.

Na 47ªVolta, a corrida recomeça. Enquanto Dixon continuava na frente, Alexander Rossi se arriscou demais tentando passar por fora na curva 1, Isso quase fez ele bater no muro, O Norte-americano teve que tirar o pé e com isso perdeu muito tempo. Sua corrida estava ruim, ele ocupava o 20ºlugar.

Dixon começava a abrir muita vantagem para Newgarden, A cada volta aumentava cada vez mais a diferença entre o Neozelandês da Ganassi para o Norte-Americano da equipe Penske. Simon Pagenaud em 3º estava sendo segurado pelo ritmo de corrida de Newgarden que piorava muito no final da janela das 35 voltas, Mesmo que ele tenha aberto uma vantagem por um tempo, Newgarden voltou a ser pressionado por Pagenaud e na volta 75, o francês supera Newgarden e assume o segundo lugar. Logo depois, Josef perdeu posição para Felix Rosenquist e caiu para o 4ºlugar.

Dixon tinha 8 segundos de diferença para Pagenaud, eis que por detritos na pista foi dada a segunda bandeira amarela da prova. Era a hora para a segunda rodada de paradas, Sendo 2 segundos mais rápidos que Dixon, as equipes de Newgarden e de Rosenquist devolveram os dois a frente. Pagenaud vinha em 4º (Atrás do Dixon), seguido de Zach Veach, Charlie Kimball e Ed Carpenter. Já Will Power teve problemas nos boxes, ao sair a roda traseira dele não estava presa e isso fez com que o Australiano perdesse muito tempo.

Na volta 87, ocorreu nova relargada, Dixon não teve dificuldades para passar Rosenquist e assumir o segundo lugar. 4 voltas depois já passava Newgarden e assumia de novo a liderança.

A partir dai, Dixon abriu, abriu e abriu distância para Newgarden e os demais pilotos. Enquanto o piloto da Chip Ganassi abria 4 segundos de frente na volta 105, Newgarden estava na alça de mira de Rosenquist. Pagenaud, Veach e Kimball completando os 6 primeiros lugares. Umas 10 voltas depois, Dixon tinha 9 segundos para Newgarden, que perdia rendimento volta e segurava Rosenquist.

Na volta 117, Felix Rosenquist superou Newgarden e assumiu o segundo lugar. Na volta seguinte, Simon Pagenaud superou Newgarden, que aproveitou para ir aos boxes fazer sua 3ªparada. 4 voltas depois, Dixon, Rosenquist e Pagenaud foram para a suas paradas.

Ao final das paradas, Dixon tinha 8 segundos sobre Rosenquist. A Chip Ganassi vinha dominando a corrida no Texas. Pagenaud e Newgarden vinham sendo seguidos por Charlie Kimball da A.J.Foyt (Algo inesperado pelo nível de competividade da equipe nos anos anteriores). Veach, Conor Daly e Carpenter completavam os 8 primeiros.

Na volta seguintes, Newgarden perdeu posição para Kimball e Veach e era pressionado pelo Daly e Carpenter. O bom desempenho do carro da Penske no começo da prova praticamente sumiu na metade da prova. Kimball com a chance de obter pódio na estreia da Foyt foi para cima de Newgarden. Enquanto que lá na frente, Felix Rosenquist vinha chegando em Dixon para disputar a liderança. Os dois lideres abriram 15 segundos sobre Pagenaud, que sofria pressão de Kimball.

Na volta 156, parou Dixon, na 157 parou Rosenquist. Foi nessa altura do campeonato a penúltima parada de todos os pilotos que continuavam na corrida. Para Azar de Santino Ferrucci, ele ou a equipe se atrapalhou nessa parada e comprometeu a prova do jovem piloto da Dale Coyne.

Depois das paradas, Rosenquist foi para cima de Dixon, chegou a tentar fazer a manobra de ultrapassagem por fora, mas acabou desistindo. Passar por fora na situação que estava a pista era uma missão das mais difíceis. A prova entrou um pouco no marasmo. Até que a 20 voltas do final, os pilotos começaram a ir para a última parada nos boxes.

A Chip Ganassi sem correr muitos riscos fizeram os dois pilotos pararem com 3 voltas de distancia entre eles.

Quando parecia que a prova iria se encaminhava para o final tranquilo, Rosenquist na ânsia de brigar pela vitória acaba tentando passar James Hinchcliffe por fora, mas perde o controle do seu carro, roda e bate no muro, provocando uma bandeira amarela a 9 voltas do final. A Ganassi perderia Marcus Ericsson que teve danos no seu carro e teve de deixar a prova.

Dixon tinha sua vitória ameaçada, Pagenaud e Newgarden vinham logo atrás do Neozelandês. Porém , na relargada, Dixon abriu bastante do resto da turma e acabou confirmando a 47ªVitória de sua carreira. Uma corrida impecável do Neozelandês que mostra que é de novo candidato ao campeonato da IndyCar.

Simon Pagenaud e Josef Newgarden conseguiram levar os dois carros da Penske ao pódio, em 2º e 3º respectivamente. Zach Veach passou Ed Carpenter no final da prova e acabou conquistando o 4ºlugar, sendo a boa surpresa do final de semana e o melhor piloto da Andretti (que teve uma corrida difícil no Texas).

Outro destaque positivo foi o belo 6ºlugar de Conor Daly com o único carro da Carlin na pista. Colton Herta salvou um 7ºlugar para a Andretti Harding seguido do experiente Ryan Hunter-Reay (Andretti). O Estreante melhor colocado na prova foi Oliver Askew da Mclaren, chegando em 9ºlugar. O Veterano Tony Kannan conseguiu a recuperação no final da prova (Após sofrer punição depois da primeira parada) e acabou o dia com o 10ºlugar, a frente de Charlie Kimball que perdeu espaço na parte final de prova e acabou na volta final indo para fora da pista e indo bater no muito interno. Apesar da batida, Kimball não teve grandes prejuízos na classificação final, sua posição foi a 11ºposição já que Patrício O’Ward da Mclaren chegou em 12º, a 1 volta do vencedor.

Fotos:

Resultado final da 1ªEtapa da Indy Car 2020
Texas

posPilotoEquipeTempo
19Scott DixonChip Ganassi Racing1:38:37.7648
222Simon PagenaudTeam Penskea 4.4109
31Josef NewgardenTeam Penskea 5.8064
426Zach VeachAndretti Autosporta 6.5778
520Ed CarpenterEd Carpenter Racinga 6.9481
659Conor DalyCarlina 7.5762
788Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner Autosporta 8.0553
828Ryan Hunter-ReayAndretti Autosporta 8.3105
97Oliver AskewArrow McLaren SPa 8.6943
1014Tony KanaanA.J. Foyt Enterprisesa 8.9630
114Charlie KimballA.J. Foyt Enterprisesa 1 Volta
125Patricio O’WardArrow McLaren SPa 1 Volta
1312Will PowerTeam Penskea 1 Volta
1498Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-Agajaniana 1 Volta
1527Alexander RossiAndretti Autosporta 1 Volta
1660Jack HarveyMeyer Shank Racinga 1 Volta
1715Graham RahalRahal Letterman Lanigan Racinga 2 Voltas
1829James HinchcliffeAndretti Autosporta 2 Voltas
198Marcus EricssonChip Ganassi Racinga 4 Voltas
2010Felix RosenqvistChip Ganassi Racinga 10 Voltas
2118Santino FerrucciDale Coyne Racing with Vasser Sullivana 44 Voltas
2221Rinus Van KalmthoutEd Carpenter Racinga 164 Voltas
2355Alex PalouDale Coyne Racing with Team Goha 164 Voltas
2430Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingNão largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Penske/Chip Ganassi/Andretti/Mclaren SP

Deixe uma resposta