Corridas Históricas : GP da Europa de 2009 – Parte 2

Grid de Largada:

1             Lewis Hamilton (McLaren/Mercedes)   1’39.498
2             Heikki Kovalainen           (McLaren/Mercedes)   1’39.532
3             Rubens Barrichello         (Brawn/Mercedes)        1’39.563
4             Sebastian Vettel              (Red Bull/Renault)          1’39.789
5             Jenson Button  (Brawn/Mercedes)        1’39.821
6             Kimi Räikkönen                (Ferrari)               1’40.144
7             Nico Rosberg     (Williams/Toyota)           1’40.185
8             Fernando Alonso            (Renault)            1’40.236
9             Mark Webber   (Red Bull/Renault)          1’40.239
10           Robert Kubica   (BMW Sauber) 1’40.512
11           Nick Heidfeld    (BMW Sauber) 1’38.826
12           Adrian Sutil        (Force India/Mercedes)              1’38.846
13           Timo Glock         (Toyota)              1’38.991
14           Romain Grosjean            (Renault)            1’39.040
15           Sébastien Buemi             (Toro Rosso/Ferrari)      1’39.514
16           Giancarlo Fisichella         (Force India/Mercedes)              1’39.531
17           Kazuki Nakajima              (Williams/Toyota)           1’39.795
18           Jarno Trulli          (Toyota)              1’39.807
19           Jaime Alguersuari           (Toro Rosso/Ferrari)      1’39.925
20           Luca Badoer       (Ferrari)               1’41.413

Em uma das maiores atuações dos últimos anos de um piloto Rubens Barrichello conquista a vitória 100 para o Brasil na Formula 1 em exibição Fantástica

Um domingo de muito sol no Porto antigo de Valencia na Espanha para acompanhar a volta da Formula 1 das férias em uma pista com uma paisagem muito bonita mais que não era tão fácil a ultrapassagem apesar de uma pista mais rápida do que a pista de Mônaco. Barrichello em 3º, Vettel em 4º precisavam tirar pontos de Jenson Button que estava disparado na Liderança do campeonato, Seu mais próximo seguidor Mark Webber estava largando apenas em 9ºlugar.

Hamilton parecia ser o favorito a vitória em Valencia, Mas pelo combustível de cada carro para a corrida isso já colocado antes do Q3 do treino de classificação a vantagem era de Rubens Barrichello que tinha 3 voltas a mais que Hamilton para ficar na pista, Hamilton seria o primeiro a parar nos boxes na volta 15 com Kovalainen e Vettel parando na volta 16, Kubica na volta 17 e Rubens Barrichello parando na volta 18, Button iria para na volta 19, Webber iria parar na volta 21, Já Glock tentaria fazer 1 parada nos boxes assim como Fisichella, Badoer, Nakajima e Trulli que iriam para da volta 30 em diante.

Na Largada Hamilton, Kovalainen, Barrichello mantiveram suas posições, Já Vettel perdeu posição para Raikkonen e ficou em 5º, mas a queda mesmo foi de Button que acabou perdendo 3 posições caindo para a 8ªposição, Na largada acabou Buemi perdendo a asa dianteira no toque com um carro da Toyota, Fisichella largou bem ganhando 4 posições, Grosjean também se envolveu em confusão e Junto de Glock e Buemi foram para os boxes. Nas primeiras curvas Luca Badoer rodou e acabou indo lá para trás também.

Classificação após 2 voltas: 1. Hamilton, 2. Kovalainen, 3. Barrichello, 4. Raikkonen, 5. Vettel, 6. Rosberg, 7. Alonso, 8. Button, 9. Webber, 10. Heidfeld, 11. Kubica, 12. Sutil, 13. Fisichella, 14. Nakajima, 15. Trulli.

Raikkonen começou pressionando a Rubens Barrichello e levando com ele Vettel, Rosberg e Alonso. Mas logo Rubens começou a deixar eles para trás e começou a tentar se aproximar dos dois pilotos da Mclaren que eram os favoritos enquanto isso Button estava em 8ºlugar buscando a recuperação mas bem distanciado de Fernando Alonso que estava no grupo da frente e começando a ter Webber na sua cola e um pouco mais atrás vinham os dois pilotos da BMW Sauber que deixaria a Formula 1 ao final da temporada de 2009 e Adrian Sutil com a Force India que estava em sua ascensão na Formula 1 apesar de tomar uma bela passada de Nick Heidfeld.

Button deixou Webber passar pois ele tinha passado o piloto da Red Bull de forma irregular e com isso caiu para o 9ºlugar, Era tudo que Rubens Barrichello, Sebastian Vettel e Mark Webber queriam para reagirem no campeonato.

Hamilton fazia a melhor volta da corrida com 1:39.618 e ele já tinha mais de 4 segundos na frente de Kovalainen que tinha uma boa vantagem para Barrichello que vinha um pouco mais tranquilo em 3ºlugar. Classificação: 1. Hamilton, 2. Kovalainen a 4.0, 3. Barrichello a 6.1, 4. Raikkonen a 7.8, 5. Vettel a 9.6, 6. Rosberg a 11.3, 7. Alonso a 13.1, 8. Webber a 15.3. Da volta 7 até a volta 14 foi um marasmo a prova, Mas o que se notou foi a queda de desempenho de Heikki Kovalainen que começou a ceder terreno para Rubens Barrichello que começou a diminuir a distância em busca do segundo lugar que seria conquistado nos boxes. Grosjean em sua estreia escorregou e só não bateu porque a pista tinha uma razoável área de escape isso na 9ªVolta.

Passando para a 15ª para a 16ªVolta Hamilton e Vettel fizeram as primeiras paradas de troca de pneus e reabastecimento, A do Hamilton tudo certo com 9 segundos de parada voltou em 6º, Mas a do Vettel acabou não dando certo e ele teve de voltar aos boxes e dessa forma perdeu totalmente qualquer possibilidade de campeonato ficando em 16ºlugar, Kovalainen fez a parada na 17ªVolta com 8.8 segundos de parada. Partir dai Barrichello começou a fazer uma volta mais rápida em cima da outra para buscar tomar o segundo lugar de Kovalainen que estava com um carro mais lento mesmo com pneus novos enquanto que Rubens tinha pneus desgastados mas tendo um tanque bem leve de combustível, Raikkonen também em uma corrida soberba estava em 2º até fazer a parada na volta 19, Na volta 20 Rosberg faria sua parada nos boxes, Dos líderes  Barrichello foi o último a fazer a parada na volta 21 que foi muito boa de 9 segundos cravados de parada levando Rubens Barrichello voltar na frente de Kovalainen e apenas a 3 segundos de Hamilton quando a vantagem de antes da parada era de mais de 8 segundos.

A Partir dai Hamilton e Barrichello começaram a duelar em uma disputa particular pela vitória enquanto que Kovalainen voltava em 3º, Raikkonen que após as paradas de Heidfeld e Sutil (Na volta 22) voltou em 4º com o Rosberg em 5º, Alonso em 6º, Webber em 7º e Fisichella em 8º que ainda não tinha feito a parada nos boxes assim como Grosjean e Badoer que estreavam na temporada com tímidos 17º e 18ºlugar.

Na 24ªVolta o motor de Sebastian Vettel quebra e o que já estava bem ruim para o piloto da Red Bull que estava em 15ºlugar ficou pior ainda pois com a quebra poderia se afastar mais da disputa do campeonato e vendo Webber que estava em 7ºlugar se tornar o homem da Red Bull na disputa pelo título contra Button.

Após algumas voltas boas de Hamilton que acabou aumentando a sua diferença Rubens Barrichello começou a dar uma reagida na volta 24, Mas na volta seguinte acabou a volta do Rubinho sendo ruim e com isso Hamilton acabou abrindo 7 décimos na volta 25.

Classificação após 25 Voltas: Hamilton, Barrichello, Kovalainen, Raikkonen, Rosberg, Alonso, Webber, Fisichella, Button, Nakajima, Kubica, Sutil, Heidfeld, Trulli, Badoer, Grosjean, Alguersuari, Glock e Buemi com Vettel fora da corrida.

Sutil vinha tentando se aproximar de Kubica na luta pelo 11ºlugar na corrida era uma possível briga de posição entre a BMW Sauber e a Force India.

Na Volta 29 Grosjean e Badoer foram para os boxes, o piloto Francês passou Badoer que fez mais uma lambança além de andar lento na saída dos boxes para voltar a pista ele foi além da linha de demarcação e acabou sendo punido, Uma mostra de que Badoer não tava pronto para levar o carro da Ferrari tomando 1 segundo do penúltimo lugar e 3 dos primeiros colocados em uma patética exibição que eu acredito que nem mesmo Satoru Nakajima teria desempenho tão pífio como Badoer.

Fisichella fez sua parada na 31ªVolta e voltou para a 14ªposição na corrida mas que poderia beneficiar o piloto Italiano na corrida, Já Hamilton tentava aumentar a diferença entre ele e Barrichello com volta mais rápida, Na volta seguinte Barrichello dava o troco em cima do piloto Inglês era briga entre os dois pilotos assim como Webber e Button disputavam o 7ºlugar, Era a disputa entre o Vice-líder do campeonato e o líder disputando 1 ponto que poderia ser importante no final da temporada. E Alonso tentava buscar Rosberg para disputar o 5ºlugar.

Na Volta 37 Hamilton e a Mclaren decidiram antecipar a parada nos boxes e dai a equipe pega de surpresa pois não estavam preparados para fazerem uma parada antecipada e isso acabou fazendo com que a parada durasse 13.9 segundos quando o normal era de 8 a 9 segundos com isso Barrichello foi avisado nos boxes pelo Rádio: “Cinco voltas de Classificação” E o piloto Brasileiro obedeceu a equipe colocando os cronômetros para baixo fazendo por 2 voltas seguidas a volta mais rápida da prova sendo que na volta 39 Barrichello fez 1:38.990, logo depois dessa volta o pneu de Kazuke Nakajima acabou dechapando e acabou tendo partes dele caindo pela pista, Um Safety Car para a Brawn GP seria devastador para a tática de Rubens Barrichello tanto é que a equipe acabou chamando Rubens para parar mais cedo sob o risco de um Safety Car entrar na pista, Mas esse safety car acabou não entrando felizmente pois os fiscais de pista pegaram esse detrito.

Raikkonen fez a parada na volta 40 assim como Barrichello e voltou na frente de Kovalainen e com a parada de Rosberg que foi a última dos líderes a parar na volta 43 a classificação era essa: 1. Rubens Barrichello, 2. Lewis Hamilton, 3. Kimi Raikkonen, 4. Heikki Kovalainen, 5. Nico Rosberg, 6. Fernando Alonso, 7. Jenson Button, 8. Robert Kubica, 9. Jenson Button, 10. Adrian Sutil. Mark Webber fez uma parada desastrosa e isso fez com que Webber perdesse posição para Button e para Kubica e saindo da zona de pontuação.

Buemi acabou nesse meio tempo rodando e deixando a corrida na volta 42 com problemas de freio que estourou no final de um dos pontos de alta velocidade

Rubens Barrichello tinha que agora administrar a sua vantagem de 6 segundos para quebrar um jejum de quase 5 anos sem vitória na Formula 1, Apesar de Lewis Hamilton que estava tentando de tudo e que teria o melhor carro da corrida, Mas em corrida a Brawn acabou surpreendendo e tendo um carro em corrida tão forte como a Mclaren e contando com um dia inspirado do piloto Brasileiro que a cada volta que se passava se aproximava da vitória que não via a 5 anos e da 100ªVitória do Brasil na Formula 1.

Até o final da prova pouca coisa mudou, Nakajima acabou parando com problemas de Câmbio e a diferença entre Barrichello e Hamilton só começou a cair a poucas voltas do final, Mas com Rubens Barrichello tendo o total controle da situação levando o carro da Brawn GP até o final da corrida tornando o dia 23 de Agosto de 2009 um dia importante para a história do Automobilismo Brasileiro como sendo a 100ªVitória na Formula 1.

Uma das Maiores vitória dos últimos anos e uma das maiores atuações de um piloto de Formula 1 e a recompensa disso foram os aplausos de todos os membros de todas as equipes quando ele levava o Brawn GP de número 23 para o lugar dos vencedores comemorar o seu momento de glória após tantos anos difíceis desde da sua saída da Ferrari ao final de 2005 quando todos davam como acabado esse piloto de 37 anos na época mostrava que tinha condições de ser o campeão da temporada de 2009 até por que Barrichello tirou 8 dos 26 pontos que ele tinha de revés para Button que fez uma corrida fraca ficando apenas em 7ºlugar e salvando 2 pontos no campeonato, pelo menos melhor do que a Red Bull que não teve nenhum de seus 2 pilotos no pontos, Hamilton e Raikkonen completaram o pódio com Kovalainen fracassando totalmente na sua missão de segurar Barrichello ficando em 4º perto de tomar de Nico Rosberg que passou em 5ºlugar, Alonso veio numa discreta corrida em 6ºlugar, Button e Kubica fechando a zona de pontuação.

Opinião: Deivison Conceição

Esse foi um dos momentos mais emocionantes da minha carreira de Jornalista, É um dos momentos mais marcantes de toda a Formula 1. Rubens Barrichello foi absolutamente Fantástico nessa corrida! Esse foi um dos finais de semana que eu tenho gravado comigo e em DVD. Não me canso de ver essa prova apesar de ter sido uma das menos emocionantes corridas em termos de competição que eu já comentei no Corridas históricas.

Resultado Final do GP da Europa de 2009

Fotos:

View post on imgur.com

Reveja a primeira parte do Corridas Históricas – GP da Europa de 2009

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *