Coronavirus interfere no Mundo do esporte a motor, F1 ainda não se decide se vai ter a prova na Austrália

O Coronavirus vem trazendo muita preocupação pelo planeta, mesmo com uma baixa letatividade (Apenas 3,6%) o fato da doença já infectar 120 mil pessoas pelo mundo, Com a situação sendo mais grave na China (Onde a epidemia parece estar sendo controlada), Japão, Coreia do Sul, Irã e na Itália. Nesse último, com um país totalmente sobre quarentena, que teve como consequência o adiamento do campeonato Italiano.

Devido as recomendações para a doença não avançar mais, A MotoGP sofre as consequências. As etapas da Tailândia, Estados Unidos e Argentina foram adiadas. A etapa na Ásia foi jogada para o final de Setembro e as provas em Austin e em Termas de Rio Hondo adiadas para Novembro.

Apesar dos alertas e da Recomendações da OMS, A Formula 1 não parece que vai adiar a etapa do GP da Austrália que será realizada nesse próximo domingo. No país, existem 128 casos confirmados do COVID-19 (24 deles estão recuperados) e 3 mortes confirmados. É uma temeridade que essa corrida aconteça e se a Formula 1 tivesse a consciência disso acabaria por adiar o GP do Barhein. Mas ao invés disso, A prova a principio será realizada sem público.

Agora eu pergunto, Com um risco eminente, será que os dirigentes da categoria não poderiam fazer o que a MotoGP fez? Adiar uma corrida ou duas para preservar a integridade física e a saúde de pilotos, mecânicos, Profissionais que vão trabalhar na pista e cobrindo o final de semana e público também. Apesar da prova do Bahrein ser realizada sobre portões fechados é importante que se faça um esforço, pelo menos até abril os eventos sejam suspensos. Essa atitude pode dar a chance necessária para que a Doença não se espalhe mais e que ela possa ser controlada.

Na China ela já esta conseguindo ser freada por causa da atitude do Governo daquele país. Concordando ou não com ela, a doença não esta mais avançando e sim esta caindo a contaminação entre as pessoas. Porém, no resto do Mundo, a tendência natural é aumentar os casos. O que nos leva a evitar o máximo possível as aglomerações de pessoas nesse momento. Esperamos que esse surto diminuía de intensidade o mais rápido possível.

Mclaren confirmou que não corre nesse final de semana. Um dos Funcionários acabou dando positivo para o COVID-19. Existe uma enorme pressão para a prova seja Adiada. Porém, a FIA ainda não deu um anuncio oficial.

Na Formula Indy a situação é que a prova vai acontecer sem público, Apenas com os pilotos, equipes, fiscais de pista, comissários e jornalistas estarão no circuito de Rua de St.Petersburg.

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Deixe uma resposta