Analises dos Testes de Pré-Temporada

Encerrado os testes de pré-temporada, Pela primeira vez a Formula 1 tem transmissão desses testes no Circuito de Barcelona. Isso já deveria ser feito isso a muito tempo. No que ficou muito bom, Apesar de que não tivemos a marcação dos tempos em tempo real, Quando aparecia os caracteres já aparecia com o melhor tempo de cada piloto registado.

Sobre o nível das equipes nessa temporada acredito que só vamos ter uma consolidação de como cada equipe está quando tivemos o Grande Prêmio da Austrália. A Ferrari pode ter o melhor carro do ano, Foi a equipe que dominou a maior parte dos testes. Porém, A Mercedes que teve problemas na primeira parte dos testes acabou reagindo nessa segunda parte dos testes de Pré-Temporada e foi a equipe que mais deu voltas nessa pré-temporada, Foram 1190 voltas e 18 Gps percorridos nesses testes. Essas duas equipes certamente disputarão o campeonato de 2019. A Red Bull é uma incógnita por causa do Motor Honda. Nem mesmo o 3ºlugar como equipe na minha opinião esta garantida.

Eu pessoalmente acredito e muito na Renault como uma possível terceira força ou pelo menos como um fator que possa atrapalhar as equipes grandes. É bom lembrar: Uma equipe que contrata Daniel Ricciardo e tem Nico Hulkenberg como o primeiro piloto não estará satisfeito com o título de “Melhor do resto”.

Fala-se muito bem da equipe Alfa Romeo (Antiga Sauber), Mas não tenho certeza que eles vão já de cara fazer bons resultados. Com os investimentos vinda da Ferrari (Dona da Alfa Romeo) deve ser refletir no decorrer da temporada os resultados vão aparecer. Duas equipes podem fazer bonito e tem potencial para evoluir muito por causa do dinheiro são a Racing Point (Agora comandado pelo pai de Lance Stroll) e a Mclaren. (Mais pela sua tradição e pela sua estrutura) Haas e Toro Rosso para mim são incógnitas, Porém acho que ambas poderão fazer bonito nessa temporada e até mesmo surpreenderem, Mas ambas podem acabar na parte de trás.

Agora quem não foi bem nesses testes foi a Williams, Não parece ter feito um bom carro. O pior disso foi que praticamente perderam grande parte da primeira sessão de treinamento. Isso é um prejuízo que vai ser difícil ser recuperado no desenvolvimento e nas sessões de treinamento das primeiras etapas do campeonato. Por mais que tenham pilotos com muito talento como George Russell e Robert Kubica, Um piloto pode tirar alguma coisa do Braço como 1,2 ou 3 voltas bem rápidas, Mas em uma corrida inteira? Praticamente impossível de se tirar do braço o tempo inteiro.

Para se ter a ideia do Nível que esta a Williams, Eles deram 567 voltas. O Inglês Lewis Hamilton andou 638 voltas. Ou seja, uma equipe com dois pilotos andou menos do que o Campeão do Mundo de 2018 com a Melhor equipe da Formula 1 nos últimos 5 anos.

Agora o que resta é esperar o campeonato Mundial de Formula 1 começar, Daqui a 2 semanas em Albert Park na Austrália.

Número de voltas de cada piloto:

Equipenº de VoltasKm PecorridosGP Percorridos
Lewis Hamilton6382969,899,666666667
Valtteri Bottas5522569,568,363636364
Sebastian Vettel5342485,778,090909091
Nico Hulkenberg5092369,3957,712121212
Kimi Raikkonen4972313,5357,53030303
Alexander Albon4892276,2957,409090909
Carlos Sainz jr.4732201,8157,166666667
Charles Leclerc4632155,2657,015151515
Daniel Ricciardo4522104,066,848484848
Daniil Kvyat4492090,0956,803030303
Pierre Gasly4392043,5456,651515152
Antonio Giovinazzi4251978,3756,439393939
Romain Grosjean4071894,5856,166666667
Kevin Magnussen4031875,9656,106060606
Lando Norris40018626,060606061
Max Verstappen3941834,075,96969697
Lance Stroll3361564,085,090909091
George Russell2991391,8454,53030303
Sergio Perez2891345,2954,378787879
Robert Kubica2681247,544,060606061
Pietro Fittipaldi61283,9550,924242424

Número de voltas de cada equipe:

Equipenº de VoltasKm PecorridosGP Percorridos
Mercedes11905539,4518,03
Ferrari9974641,03515,1
Toro Rosso9354352,42514,16
Alfa Romeo9224291,9113,96
Mclaren8734063,81513,22
Haas8714054,50513,19
Red Bull8333877,61512,62
Renault8263845,0312,51
Racing Point6252909,3759,46
Williams5672639,3858,59


Melhor tempo de cada piloto:

posPilotoEquipeMelhor Tempo
15Sebastian VettelFerrari1:16.221
244Lewis HamiltonMercedes1:16.224
316Charles LeclercFerrari1:16.231
477Valtteri BottasMercedes1:16.561
527Nico HülkenbergRenault1:16.843
623Alex AlbonToro Rosso1:16.882
726Daniil KvyatToro Rosso1:16.898
855Carlos SainzMcLaren1:16.913
98Romain GrosjeanHaas1:17.076
104Lando NorrisMcLaren1:17.084
1110Pierre GaslyRed Bull1:17.091
123Daniel RicciardoRenault1:17.114
137Kimi RäikkönenAlfa Romeo1:17.239
1418Lance StrollRacing Point1:17.556
1520Kevin MagnussenHaas1:17.565
1699Antonio GiovinazziAlfa Romeo1:17.639
1733Max VerstappenRed Bull1:17.709
1811Sergio PerezRacing Point1:17.791
1963George RussellWilliams1:18.130
2088Robert KubicaWilliams1:18.993
2151Pietro FittipaldiHaas1:19.249

Todos os tempos de cada piloto:

posPilotoEquipe1ºDia2ºDia3ºDia4ºDia5ºDia6ºDia7ºDia8ºDia
15Sebastian VettelFerrari1:18.161Não Participou1:18.350Não Participou1:18.1951:17.925Não Participou1:16.221
255Carlos SainzMcLaren1:18.558Não Participou1:19.354Não Participou1:17.144Não ParticipouNão Participou1:16.913
38Romain GrosjeanHaas1:19.159Não Participou1:19.0601:18.5631:18.330Não Participou1:17.8541:17.076
433Max VerstappenRed Bull1:19.426Não Participou1:18.787Não Participou1:18.395Não ParticipouNão Participou1:17.709
57Kimi RäikkönenAlfa Romeo1:19.462Não Participou1:17.762Não Participou1:18.209Não ParticipouNão Participou1:17.239
626Daniil KvyatToro Rosso1:19.464Não Participou1:17.704Não Participou1:18.682Não ParticipouNão Participou1:16.898
711Sergio PerezRacing Point1:19.944Não Participou1:20.102Não Participou1:17.842Não ParticipouNão Participou1:17.791
877Valtteri BottasMercedes1:20.1271:19.5351:20.6931:17.8571:18.9411:20.1671:18.8621:16.561
944Lewis HamiltonMercedes1:20.1351:19.9281:20.8181:17.9771:18.9431:20.3321:18.0971:16.224
1027Nico HülkenbergRenault1:20.9801:19.8371:18.8001:17.3931:19.0561:20.3481:17.4961:16.843
113Daniel RicciardoRenault1:20.9831:19.8861:18.1641:17.7851:22.5971:20.1071:17.2041:17.114
1216Charles LeclercFerrariNão Participou1:18.247Não Participou1:18.046Sem Tempo1:18.6511:16.231Não Participou
134Lando NorrisMcLarenNão Participou1:18.553Não Participou1:18.431Não Participou1:17.7091:17.084Não Participou
1420Kevin MagnussenHaasNão Participou1:19.206Não Participou1:18.720Não Participou1:18.7691:18.1991:17.565
1523Alex AlbonToro RossoNão Participou1:19.301Não Participou1:17.637Não Participou1:18.6491:16.882Não Participou
1699Antonio GiovinazziAlfa RomeoNão Participou1:19.312Não Participou1:18.511Não Participou1:18.5891:17.639Não Participou
1710Pierre GaslyRed BullNão Participou1:19.814Não Participou1:18.780Não Participou1:17.7151:17.091Não Participou
1818Lance StrollRacing PointNão Participou1:20.433Não Participou1:19.664Não Participou1:17.8241:17.556Não Participou
1951Pietro FittipaldiHaasNão Participou1:21.8491:19.249Não ParticipouNão ParticipouNão ParticipouNão ParticipouNão Participou
2063George RussellWilliamsNão ParticipouNão Participou1:25.6251:20.997Não Participou1:19.6621:18.130Não Participou
2188Robert KubicaWilliamsNão ParticipouNão ParticipouNão Participou1:21.5421:19.367Não ParticipouNão Participou1:18.993

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari

Toro Rosso revela o STR14, Em busca de melhor classificação nos construtores com nova Dupla de Pilotos

A Toro Rosso na semana passada mostrou seu carro para a Temporada de 2019, Esse carro tem muitas semelhanças com o carro da Red Bull. Assim como a Haas faz parceria com a Ferrari e adquire tudo que eles podem ter da sua matriz sem ferir o regulamento.

Toro Rosso manteve pintura do ano passado, Mas nada além disso Somente a pintura é igual. Os pilotos são diferentes dos pilotos do ano passado. Saíram Pierre Gasly para a Red Bull e Brendon Hartley que saiu da equipe por falta de resultados (Vai desenvolver carros para a Formula E, Correr de endurance e ser piloto de simulador da Ferrari) No ano passado apesar de alguns bons resultados (Todos eles com o Francês Pierre Gasly como o 4ºlugar no Bahrein, 6ºlugar em Mônaco) a Toro Rosso ficou em 9ºlugar, Ficando a frente apenas da equipe Williams.

Franz Tost falou sobre as suas expectativas da temporada de 2019 no comunicado da Toro Rosso aonde ele foi entrevistado.

O objetivo é melhorar sempre para competir ao mais alto nível possível e este inverno tivemos trabalhado intensamente para trazer algumas mudanças organizacionais, que a nossa  esperança é ajudar a suavizar algumas questões que experimentamos no passado. Nós analisamos todos os procedimentos internos para otimizar nossos pontos fortes e minimizar nossas fraquezas. Em comparação com outras equipes, a Toro Rosso conta com um número menor de pessoas (Cerca de 400 funcionários) , mas com a parceria com a Red Bull que também vai usar os motores Honda vai deixar mais tempo para os nossos grupos de trabalho técnico se concentrarem nos detalhes. Em busca de um desempenho melhor.

Apesar dos inúmeros problemas do Motor Honda, Tost avalia positivamente a mudança de motor do Renault para a Honda a partir de 2018. “Foi uma ótima decisão mudar para a Honda no ano passado e, apesar de ser o primeiro ano do que esperamos venha a ser uma parceira muito longa, A cooperação com os japoneses tem sido incrível. Tost concordou que o fornecimento dos motores Honda para a Aston Martin Red Bull Racing vai dar um impulso adicional para melhorar ainda mais o motor em 2019.

Tost falou sobre a volta de Daniil Kvyat e a vinda de Alex Albon para a temporada de 2019

Eu sempre digo que um jovem piloto precisa de dois a três anos para entender esse mundo complicado da F1, mas Daniil mostrou sua velocidade natural desde o começo. Quando a contingência exigiu sua mudança para a Red Bull Racing, parecia que ele estava pronto para o desafio. Ele mostrou algumas performances muito boas, mas sob pressão é sempre um desafio, agora podemos dizer com essa retrospectiva que era muito cedo para isso. Ele teve que passar por um momento difícil quando voltou a Toro Rosso em 2016 – foi psicologicamente difícil, mas ninguém nunca duvidou de suas habilidades de condução. Eu acredito fortemente ele merece outra chance na Fórmula 1. Tanto porque amadureceu como pessoa longe das pistas que vai ajudar a mostrar sua capacidade na pista bem como apoiar seu companheiro de equipe. Alex terá muito a aprender, como qualquer novato na Fórmula 1, mas ele certamente mostrou qualidades nas categorias de base como a Fórmula 3 Europeia, GP3 e especialmente na Fórmula 2, onde ele foi capaz de vencer corridas. No segundo semestre do ano passado Campeonato F2, ele impressionou com muitas manobras de ultrapassagem e é isso que nos convenceu de que ele é o piloto certo para completar o time. Com Daniil do outro lado do garagem, ele tem um piloto experiente F1 com quem ele vai aprender muito, junto com o apoio da equipe ao seu redor. Temos em Daniil e Alex, temos dois pilotos jovens e competitivos.

A expectativa dos pilotos para 2019:

Alexander Albon (Tailândia)

“Em geral, a maneira que eu tenho percorrido minha carreira e minhas corridas, é que nunca estabeleço nenhum objetivo em qualquer coisa. Todos os anos, meu foco é apenas passo a passo de corrida após corrida – seja o que for, treinos, classificação a corrida. Se você começar a definir objetivos de longo prazo, você só coloca pressão desnecessária sobre si mesmo. Eu estou apenas focado em mim mesmo e vamos ver como tudo andar.

Daniil Kvyat (Rússia)

“Não sabemos exatamente onde estaremos. Como todo mundo, estamos trabalhando duro para montar o melhor pacote possível. A melhor coisa que posso fazer por mim mesmo é trabalhar duro quanto possível em mim e no meu desempenho. Eu acredito nos funcionários da equipe. Eles sabem o que estão fazendo. Eu e minha equipe de engenharia faremos tudo para extrair o máximo do carro que receberemos da equipe. Eu acho que estamos bem e eu sinto que todos estão motivados e focados no projeto. Eu posso ver isso e isso me dá confiança para o futuro.”

Jody Egginton (Diretor Técnico Adjunto)

“Nada mudou em termos do processo de design de colocar o carro para fora, só temos poucas variáveis ​​a menos para trabalhar. No entanto, no âmbito de uma quantidade fixa de recurso, isso pode fornecer uma oportunidade, pois permite mais foco em outras áreas do conceito do carro, que por sua vez, pode trazer desempenho melhor para nós. ”

Graham Watson (Gerente da Equipe)

“(Falando sobre as paradas), No ano passado, nós fomos mais consistentes e mais rápidos do que nós últimos quatro anos. Neste inverno, primeiramente, estudamos cuidadosamente vídeos das paradas nos boxes e 2018 e estamos trabalhando um pouco no refinamento do posicionamento. Em segundo lugar, vamos herdar parte do design do carro da Red Bull, acreditamos que uma combinação disso e do trabalho no posicionamento nos permitirá melhorar ainda mais. Eu estou confiante de que daremos outro passo na direção certa. ”

Toyoharu Tanabe (Diretor Técnico da Honda F1)

“Em termos simples, nosso objetivo é alcançar melhores resultados do que em 2018 para ambas as equipes (Red Bull e Toro Rosso). Isso significa terminar Melhor colocado no Mundial de Construtores, marcando mais pontos, correndo de forma mais confiável e, talvez até mesmo repetindo o GP do Bahrein do ano passado ou um resultado melhor. ”

Fotos:

Dados técnicos do STR14

Chassis: STR14 – Monocoque composto de fibra de carbono

Suspensão dianteira e traseira: Fabricado pela Scuderia Toro Rosso/Red Bull Technology –Feito de Fibra de carbono
Chassi: Scuderia Toro Rosso – monocoque composto de carbono.
Suspensão dianteira: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology – carbono
Incluindo o Trangulo da suspensão, Barras de Torçao e amortecedores.
Direção: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology
Caixa de velocidades: Red Bull Technology – composto de carbono
montado longitudinalmente, acionado hidraulicamente com 8 marchas mais a marcha reversa
Sistema de Freio: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology
Banco do condutor: Scuderia Toro Rosso – composto de carbono específico para cada condutor
Pneus: Pirelli
Sistema de Combustível: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology
Peso total: 743 kg
Motor: Honda RA619H
Número de Cilindros: 6
Capacidade: 1.600cc
combustível e Lubrificante: Mobil 1
Freios: Brembo

Pilotos:

26. Daniil Kvyat (Rússia)
23. Alexander Albon (Tailândia)

Patrocinadores: Red Bull, MyWorld, Casio

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Toro Rosso