GP de Teruel – Moto GP – Morbidelli vence e Mir consolida liderança do Mundial

A MotoGP foi a 2ªprova do dia no Aragón Motorland. Uma corrida que apesar da vitória de Franco Morbidelli, mostrou também a ótima fase da Suzuki nesse momento decisivo do Mundial.

Takaagi Nakagami largou bem e manteve a liderança sobre Morbidelli e Rins, mas essa liderança durou poucas curvas, o piloto da LCR Honda acabou indo ao chão e abandonou a prova. Na curva 2, Jack Miller e Brad Binder foram para o chão. 3 pilotos saíram da corrida antes mesmo do final da 1ªVolta.

Morbidelli, Rins e Zarco eram os 3 primeiros colocados, O piloto da Avintia era disparado o melhor piloto da Ducati no final de semana. Viñales em 4º já estava sendo pressionado por Joan Mir da Suzuki. Quartararo, Crutchlow, Pol Espargaró, Alex Marquez e Oliveira completavam os 10 primeiros colocados. Em poucas voltas, o irmão de Marc Marquez ganha 3 posições, subindo para a 6ªposição.

Mir supera Viñales na metade da 6ªvolta, ganhando a 4ªposição. Marquez aproveitou e também superou o único piloto equipe oficial da Yamaha em Aragón. Mais uma vez a Yamaha sofria com os problemas de ritmo de corrida das suas 3 motos, Com exceção de Morbidelli, que vinha bem na liderança, mas com Rins na sua cola. Já Quartararo acabou sendo superado primeiro por Pol Espargaró, logo começou a ser pressionado por Miguel Oliveira.

Na 11ªVolta, Mir supera Zarco e assume a 3ªposição. O líder do campeonato estava muito bem colocado, 1.6 segundos atrás de Morbidelli e Rins, mas Mir não poderia bobear, já que Alex Marquez passou Zarco, apesar do piloto da Avintia ter recuperado por uma vez a posição, o piloto da Honda se impôs ao francês levando a 4ªposição. Viñales e Quartararo continuava caindo. O piloto da Yamaha oficial foi superado pelo Pol Espargaró perdendo a 6ªposição e Quartararo tinha enormes dificuldades para manter a 8ªposição dos ataques de Miguel Oliveira.

Alex Marquez vai ao chão no começo da 14ªvolta, dando fim a boa sequência de resultados recentes no pódio. Enquanto Morbidelli e Rins vinham se distanciando de Mir. Zarco vinha em 4º, Pol Espargaró passou para 5º, superando Viñales. A briga entre Quartararo e Oliveira pela 7ªposição continuou por mais algumas voltas, até que o piloto Português levou vantagem e ganhou a posição de Quartararo.

Andrea Dovizioso que vinha em uma corrida recuperação, em 9ºlugar acabou perdendo posições na reta final de corrida para Aleix Espargaró (Que abandonaria no final com problema mecânico), Iker Lecuona e Cal Crutchlow, caindo para 12ªposição.

A menos de 6 voltas do final, Miguel Oliveira superou Marevick Viñales e levava a sua KTM Tech 3 para a 6ªposição. Lá na frente, Morbidelli começou a abrir diferença para Rins, o piloto da Petronas estava mais perto da vitória. Mir já estava satisfeito com a 3ªposição. Pol Espargaró superou Zarco e ganhou a 4ªposição. O piloto da Avintia teria que suportar a pressão de Oliveira nas últimas voltas, isso sem pneus.

Morbidelli leva a moto com muita tranquilidade até a bandeirada, se tornando o segundo piloto a vencer mais de uma corrida nessa temporada. Essa vitória coloca o Ítalo-brasileiro com chances de disputar o título. O pódio foi completado pelos 2 pilotos da Suzuki. Alex Rins reviveu na disputa pelo título, com 1 vitória na semana anterior e um 2ºlugar no último domingo. Joan Mir chega na 3ªposição e continua na liderança do Mundial, com 14 pontos de frente para Fabio Quartararo a 3 etapas do final do campeonato.

Pol Espargaró leva a KTM á mais uma belíssima classificação para a marca Austríaca, chegando ao 4ºlugar. Johann Zarco por sua vez, resiste aos ataques de Miguel Oliveira e acabou o final de semana na 5ªposição, sendo disparado o melhor piloto da Ducati do final de semana. Miguel Oliveira acabou ficando com a boa sexta posição.

Marevick Viñales em 7º e Fabio Quartararo em 8º acabaram tendo um desempenho bem abaixo do desempenho de Morbidelli e abaixo do desempenho da sessão de classificação. Iker Lecuona da Tech 3, Danilo Petrucci da Ducati completam os 10 primeiros lugares.

Cal Crutchlow e Stefan Bradl tiveram desempenho bem abaixo de Nakagami e Marquez no final de semana, mas acabaram completando a corrida ao contraio dos dois, chegando em 11ª e 12ªposições. Andrea Dovizioso teve um final de semana terrível, com uma classificação ruim e com uma corrida ruim, ficou com a 13ªposição, Apenas a frente de Esteve Rabat da Avintia e Bradley Smith da Aprilla.

Faltam 3 corridas do final da temporada, Joan Mir é o piloto mais regular da disputa pelo título. Apesar de não ganhar corrida ainda, o piloto da Suzuki é o principal favorito ao título da categoria principal.

Fotos:

Resultado final do GP de Teruel
11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto GP – 23 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
121Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha41’47.652
242Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 2.205
336Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 5.376
444Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 10.299
55Johann ZarcoEsponsorama RacingDucatia 12.915
688Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 12.953
712Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 14.262
820Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 14.720
927Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTMa 17.177
109Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 19.519
1135Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 19.708
126Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 20.591
134Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 22.222
1453Tito RabatEsponsorama RacingDucatia 26.496
1538Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniApriliaa 31.816
41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 3 Voltas
73Álex MárquezRepsol Honda TeamHondaa 10 Voltas
63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 18 Voltas
30Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 23 Voltas
43Jack MillerPramac RacingDucatia 23 Voltas
33Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 em Teruel – Masia Vence e entra na disputa do título

Na primeira corrida do domingo passado, a Moto 3 teve uma corrida brilhante e um resultado surpreendente que levou um piloto a entrar na disputa pelo título.

Na Largada, Tony Arbolino larga melhor que Raúl Fernández começa a primeira curva na frente, mas não por muito tempo, já que o piloto da KTM retorna a ponta curvas depois, Arenas e Vietti também superaram o piloto da Snipers e assumiram o 2º e 3ºlugares respectivamente, Arbolino cai para 4º, Rodrigo e Sasaki completavam os 6 primeiros lugares.

Ao final da primeira volta, Arenas supera Fernández e assume a liderança. Rodrigo passou para terceiro após passar Vietti. Alonso Lopéz, Barry Baltus e Khairul Idham Pawi foram punidos com a volta longa, o motivo foi a condução perigosa na sessão de classificação do sábado.

A disputa pela ponta nas primeiras voltas estava entre Raúl Fernández. Albert Arenas e Gabriel Rodrigo. Na 4ªVolta, Rodrigo passou para a liderança, mas no meio  da mesma volta, Celestino Vietti passou o piloto Argentino e assumiu a liderança, mas era tudo muito disputado e os pilotos da frente estavam muito juntos.

Darryn Binder após 4 voltas, já vinha em 2ºlugar, após largar em uma distante 15ªposição. N 6ªVolta, Arenas passou para a 1ªposição. Era tudo que ele queria, enquanto o piloto da Aspar Martinez vinha na frente, Ai Ogura vinha na 17ªposição. Arenas se consolidaria na liderança do Mundial. Se os resultados continuassem daquela forma.

Porém, Arenas teria desafiantes para deter-lo. Um deles era Kaito Toba, que chegou a tomar a liderança, o companheiro do japonês, Raúl Fernández tinha caído na classificação. Toba que não tinha feito nada o ano todo superou Arenas no final da 8ªVolta, mas é superado pelo mesmo no começo da volta seguinte. Já Jaume Masia chegou a subir para 3º, mas foi vencido pelo Sul-africano Darryn Binder que fazia uma ótima corrida. Sergio Garcia estava em 8ºlugar, ganhou 20 posições em 9 voltas. Era uma brilhante prova de recuperação. Enquanto isso, Ai Ogura vinha na 16ªposição.

No começo da 11ªVolta, Binder supera Toba e passa a ser o segundo colocado, Toba caiu para 6ªposição. A frente do piloto da equipe Ajo estavam Sakaki, Vietti e Masia. Garcia pelo contraio, acabou passando Toba e Sasaki, subindo para 5ªposição. Na 12ªVolta, Masia supera Binder e assume a segunda posição, logo atrás de Arenas. A 7 voltas do final, os 7 primeiros colocados começam a se separar do restante do pelotão.

Masia tenta superar Arenas, mas o líder do campeonato continuava na frente. Os dois continuavam a disputar a ponta nas próximas 2 voltas. No final da 15ªVolta, Binder passou Masia, que logo depois recupera a 2ªposição. Na curva 1 da 16ªVolta, John McPhee apareceu superando Darryn Binder, subindo para 3ªposição.

Masia conseguiu tomar a ponta do Arenas por duas vezes, mas pelas mesmas 2 vezes Arenas voltou a ponta e abriu a volta final na 1ªposição. Porém, Masia acabou superando Arenas na curva 1, o espanhol ficou na ponta até a curva 9, foi quando Arenas recuperou a ponta. O líder do campeonato estava prestes a vencer a prova, até que Masia, Sasaki e Toba superaram Arenas usando o vácuo da reta oposta.

Após 19 voltas de muita briga, Jaume Masia acabou conquistando a 2ªvitória seguida e a vitória de número 800 da Honda no Mundial de Motovelocidade. Masia Venceu as duas provas de Aragón. Com essas vitórias, o piloto da Leopard Racing entra na disputa pelo título. O pódio foi completado por dois Japoneses. Ayumi Sasaki da Tech 3 e Kaito Toba da KTM Ajo fizeram suas melhores corridas em 2020 e acabaram ficando em 2ª e 3ªposições. Brilhante a participação de ambos os pilotos.

Albert Arenas não ficou nada feliz em perder a vitória e seu lugar no pódio ao final da prova, mas ainda assim a 4ªposição dá ao espanhol um pouco mais de vantagem na liderança do Mundial de pilotos a 3 provas do término desse campeonato tão competitivo como esse. Celestino Vietti chega logo atrás, na 5ªposição e entra de vez na disputa pelo vice-campeonato com Ai Ogura.

John McPhee em mais uma boa prova de recuperação acabou chegando bem na 6ªposição, mas ficou um pouco mais longe da disputa do título. Assim como Tony Arbolino, que só ficou no 10ºlugar e ficou longe de Arenas na classificação.

Deniz Oncü leva a outra Tech 3 KTM até a 7ªposição, a frente de Darryn Binder que acabou dando uma recuada após briga por um bom tempo pelas primeiras posições. Ai Ogura andou o tempo todo mais fora dos pontos do que dentro, mas reagiu no final da corrida e terminou em 9ºlugar, segurando a vice-liderança do Mundial por apenas 1 ponto a frente de Vietti. Arenas vem a 19 pontos a frente Ogura e 20 pontos a frente de Vietti. Jaume Maria esta em 4º, a 24 pontos de distância para Arenas.

Faltando 75 pontos em jogo, o campeonato não esta definido, mas pelo andar da carruagem podemos dizer que Arenas é o mais forte candidato a ser o campeão da Moto 3 da temporada 2020. No dia 8 de Novembro será realizado o GP da Europa em Ricardo Torno, antepenúltima prova do Mundial de Motovelocidade.

Fotos:

Resultado final do GP de Teruel
12ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 3 – 19 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
15Jaume MasiáLeopard RacingHonda37’44.602
271Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 0.051
327Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMa 0.152
475Albert ArenasSolunion Aspar Team Moto3KTMa 0.296
513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 0.331
617John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 0.372
753Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 0.583
840Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 0.772
979Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 0.955
1014Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHondaa 2.259
1121Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 2.489
1225Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTMa 2.493
1312Filip SalacRivacold Snipers TeamHondaa 2.520
142Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 2.686
1552Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondaa 2.745
167Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 2.895
1799Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMa 3.019
1816Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMa 3.622
1955Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 5.448
2082Stefano NepaSolunion Aspar Team Moto3KTMa 5.620
2170Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMa 5.680
2223Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 6.103
236Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 16.543
2450Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 21.606
2592Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 21.716
269Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 21.812
2789Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHondaa 32.799
2873Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 33.600
24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 1 Volta
11Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 1 Volta

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Classificação do GP de Teruel – Moto 2

Moto 2 era a última categoria a treinar e a correr. Vamos começar pela classificação do sábado, onde tinha muitos pilotos de frente disputando as 4 vagas da repescagem. Até a corrida passada líder do campeonato, Luca Marini vinha em um momento ruim, estava na repescagem e via seus adversários na disputa do título já garantidos no Q2 de forma direta.

Após 2 minutos de treino, somente Bo Bendsneyder não tinha entrado na pista. A 11:10 do final, Xavi Vierge marcou uma boa volta de 1:52.700, Não foi superado por ninguém na primeira tentativa, Nagashima, Dalla Porta e Luthi completavam a zona dos classificados.

Vierge baixou seu tempo na segunda tentativa e ficou na ponta até que Marcel Schrotter com 1:52.282 e Chantra com 1:52.326 superaram o piloto da Petronas e assumiram as 2 primeiras posições. Vierge cai para terceiro, Manzi subiu para 4º. A 8 minutos e 10 segundos do final, Nicolò Bulega marca o 5ºtempo.

Manzi estava em posição perigosa, tentou sua posição, mas só conseguiu melhorar seu tempo. O piloto da MV Agusta perderia sua vaga para o Holandês Bo Bendsneyder da NTS, que colocou sua moto na primeira posição, com 1:51.953. O primeiro a baixar da casa dos 1 minuto e 52 segundos. Luca Marini conseguiu uma boa volta e subiu para 3ªposição a 6 minutos do final. Depois disso, a classificação não se modificou até o final da sessão.

Bo Bendsneyder foi o mais rápido, surpreendente a NTS entrar no Q2. Marcel Schrotter da Intact GP, Luca Marini da VR46 e Stefano Manzi da MV Agusta foram os outros classificados. Testuta Nagashima e Thomas Luthi vão querer esquecer essa repescagem, os dois ficaram bem longe da zona de classificação.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
164Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’51.933
223Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalex1’52.123
310Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’52.210
462Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’52.279
535Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’52.326
655Hafizh SyahrinKipin Energy Aspar Team Moto2Speed Up1’52.333
711Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’52.433
897Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’52.479
919Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’52.528
1024Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’52.532
1145Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’52.618
1212Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’52.888
1399Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex1’53.027
1418Xavier CardelúsKipin Energy Aspar Team Moto2Speed Up1’53.234
1527Fabio Di GiannantonioIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’53.890
1674Piotr BiesiekirskiNTS RW Racing GPNTS1’54.398

Começou o Q2, os pilotos saíram para a pista em busca da pole. A se destacar o bom desempenho de Edgar Pons, 2ºlugar na soma dos treinos livres e melhorando seu desempenho no campeonato poderia aprontar em cima dos favoritos. Os primeiros a marcarem volta foram Jorge Navarro e Jake Dixon, com muita vantagem para o piloto da Petronas, mas Navarro é superado pelo Novato Marcos Ramirez a 10 minutos e meio do final.

10 segundos depois, Jorge Martin passa para 2º. Todos eles foram superado por um iluminado Sam Lowes, com 1:51.652 passou para a liderança. A 9 minutos do final, a classificação estava longe de terminar.

Remy Gardner sobe para segundo, mas Lowes baixa ainda mais seu tempo, com 1:51.296 e coloca praticamente a mão na pole position. Navarro recupera o segundo lugar na metade da classificação, com 1:51.512. Os outros candidatos a disputa pelo título não estavam muito bem. Bastianini vinha em7ºlugar e Marini vinha na 9ªposição.

A 4 minutos e meio do final, Fabio di Giannantonio marca o 4ºtempo e Bastianini melhora uma posição, subindo para 6ªposição.

Ninguém conseguiu tirar a pole das mãos de Lowes até o final da classificação. Quem tentou fazer isso foi Jorge Navarro que foi para o chão a menos de 2 minutos do término do Q2. O britânico conquista a pole position em um grande treino do vice-líder do campeonato. Larga junto de Lowes na primeira fila: Jorge Navarro da Speed UP (Que finalmente acertou a moto e esta com bons desempenhos como tinha em 2019) e Remy Gardner da SAG.

Fabio di Giannantonio disposto a se recuperar da queda na prova passada larga em 4º. O Espanhol Marcos Ramirez da American Racing conquista uma ótima 5ªposição, na frente do líder do campeonato, Enea Bastianini da Italtrans Racing, 6ºlugar na classificação e no grid de largada.

Na Terceira fila vão largar: Jake Dixon da Petronas, Hector Garzo da Pons e Augusto Fernandez da Marc VDS. Completando os 10 primeiros colocados, o surpreendente Bo Bendsneyder da NTS, se superando com todas as deficiências da sua moto e largando a frente de Luca Marini da VR46.

Fotos:

Grid de largada do GP de Teruel
12ªEtapa do Mundial de Motovelocidade

posPilotoEquipeMotoTempo
122Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalex1’51.296
29Jorge NavarroLightech Speed UpSpeed Up1’51.512
387Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex1’51.711
421Fabio Di GiannantonioLightech Speed UpSpeed Up1’51.720
542Marcos RamírezTennor American RacingKalex1’51.721
633Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’51.776
796Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’51.780
840Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalex1’51.831
937Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalex1’51.839
1064Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’51.946
1110Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’51.958
1288Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalex1’51.990
1316Joe RobertsTennor American RacingKalex1’52.007
1472Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’52.070
1557Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’52.099
1623Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalex1’52.134
177Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’52.255
1862Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’52.455
1935Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’52.326
2055Hafizh SyahrinKipin Energy Aspar Team Moto2Speed Up1’52.333
2111Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’52.433
2297Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’52.479
2319Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’52.528
2424Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’52.532
2545Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’52.618
2612Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’52.888
2799Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex1’53.027
2818Xavier CardelúsKipin Energy Aspar Team Moto2Speed Up1’53.234
2927Fabio Di GiannantonioIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’53.890
3074Piotr BiesiekirskiNTS RW Racing GPNTS1’54.398

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Classificação do GP de Teruel – MotoGP

Na repescagem da classificação da MotoGP, a Ducati vivia de novo o terror de ter suas 6 motos no Q1, definitivamente as motos italianas não se deram bem em Aragón. Brad Binder marcou na sua primeira volta em 1:48.333, colocando meio segundo sobre Francesco Bagnaia da Pramac. Andrea Dovizioso da Ducati, Esteve Rabat (Avintia) e Bradley Smith (Aprilla) completavam os 5 primeiros com 4 minutos da repescagem.

A 9 minutos do final, Jack Miller fez uma brilhante volta e passou a ser o líder. Os irmãos Espargaró vinham em 2º e 3ºlugar, com vantagem de 2 milésimos a favor de Pol sobre Aleix. Dovizioso caiu para 4º, estava a 23 milésimos atrás do 2ºcolocado e Zarco completava os 5 primeiros colocados. Binder foi para os boxes, assim como outros pilotos, enquanto que Bagnaia tentou mais uma volta para melhorar sua volta, mas não passou da 7ªposição.

Na metade da sessão, a briga das 2 vagas ainda estava aberto. A menos de 7 minutos do final, todo mundo começou a voltar para a pista.

Binder e Pol Espargaró vinham com ótimas parciais na primeira parte, mas perderam tempo nos setores seguintes. Ainda assim, o sul-africano melhorou para 4ªposição. Pol tentou uma nova volta e acabou marcando o melhor tempo a 30 segundos do final, com 1:47.071.

Dovizioso chegou a fazer a terceira melhor marca, mas não foi além disso. Um dos candidatos ao título foi superado por Stefan Bradl, em seu primeiro treino decente com a Honda Repsol. Com o cronometro zerado, Aleix Espargaró tira Jack Miller da 2ªposição, mas logo depois, em questão de segundos, Johann Zarco passa a frente do piloto da Aprilla e leva a Ducati de 2019 da Avinta para o Q2. Pol Espargaró é o mais rápido da repescagem.

As Ducati de 2020 foram muito mal, desespero para Andrea Dovizioso que iria largar na 17ªposição, bem longe dos primeiros lugares. Aleix Espargaró ficou em uma boa terceira posição, largar em 13º com a Aprilla de hoje é algo respeitável.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.071
25Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’47.303
341Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’47.372
443Jack MillerPramac RacingDucati1’47.394
533Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.478
66Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’47.585
74Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’47.747
863Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’47.759
99Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’47.855
1053Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’48.114
1138Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’48.402

Começa a fase final da sessão de Classificação, O Japonês Takaagi Nakagami nunca teve um momento tão bom como esse, nunca teve uma chance tão grande de conquistar uma pole e uma vitória. Os pilotos foram para a pista aos poucos, sendo que Alex Rins foi o primeiro a sair e o primeiro a completar a volta. Uma volta que não foi nada boa, longe disso, pois logo acabou sendo superado pelo Pol Espargaró da KTM e Miguel Oliveira da Tech 3.

A 10:45 do final, Nakagami passa para a ponta com 1:48.139. Porém, Marevick Viñales superou o nipônico da LCR e se mostrou um adversário duro de ser superado, com 1:47.908. Isso foi a primeira volta.

Rins numa volta lançada, marcou tempo para a pole position, com 1:47.593. Porém, o piloto da Suzuki não ficou muito tempo na frente. Nakagami superou em meio segundo o tempo do vencedor da prova passada. Zarco passou para segundo e Fabio Quartararo da Petronas passou para a terceira posição a 8 minutos e meio do final da sessão. 30 segundos depois, Franco Morbidelli sobe para 2º.

Rins faz a terceira tentativa, nessa tentativa o piloto da Suzuki foi feliz e subiu para a 5ªposição. Os outros já estavam a caminho dos boxes. A primeira fila seria formada por Nakagami, Morbidelli e Zarco. Quartararo vinha em 4º seguido de Rins, Crutchlow, Viñales, Lecuona, Oliveira, Pol Espargaró, Alex Marquez e Joan Mir. O líder do campeonato não aparecia na briga pela pole.

Nakagami estava apenas 46 milésimos a frente de Morbidelli. A 5 minutos do final, Nakagami volta para a pista, Começava a parte final do Q2, os últimos a saírem eram Viñales e Pol Espargaró. 

O quadro em relação a pole não mudou, pelo contraio, Nakagami acabou pulverizando os sonhos dos seus concorrentes de tirar a pole das mãos deles. Com 1:46.882, o japonês conquistou a primeira pole position da carreira e a primeira pole de um piloto Nipônico desde de 2004. Quem completa a primeira fila é o Ítalo-brasileiro Franco Morbidelli da Petronas e Alex Rins que acabou conquistando um belíssimo 3ºtempo com sua moto da Suzuki.

Marevick Viñales acabou ficando de fora da primeira fila, mesmo com seu esforço, o piloto da Yamaha Oficial (Ainda desfalcada de Valentino Rossi) vai largar na 4ªposição. Na frente de Johann Zarco, o melhor piloto da Ducati no grid, com o modelo de 2019 mostra o quanto a moto de 2020 da Ducati é bem complicada. O piloto da Avintia vai largar na 5ªposição e Fabio Quartararo não foi além da 6ªposição.

Cal Crutchlow da LCR Honda abre a terceira fila, que vai ser composta por Miguel Oliveira da Tech 3 e Pol Espargaró da KTM. Na quarta fila vão largar Alex Marquez da Honda Repsol, Iker Lecuona da Tech 3 e Joan Mir da Suzuki. O líder do campeonato acabou decepcionando e vai partir da 12ªposição.

Fotos:

Grid de largada do GP de Teruel
12ªEtapa do Mundial de Motovelocidade

posPilotoEquipeMotoTempo
130Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’46.882
221Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’46.945
342Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.155
412Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’47.241
55Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’47.297
620Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’47.326
735Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’47.377
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’47.509
944Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.519
1073Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’47.603
1127Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM1’47.621
1236Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.642
1341Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’47.372
1443Jack MillerPramac RacingDucati1’47.394
1533Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.478
166Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’47.585
174Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’47.747
1863Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’47.759
199Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’47.855
2053Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’48.114
2138Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’48.402

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Classificação do GP de Teruel – Moto 3

No sábado foi realizada a classificação do GP de Teruel, na mesma pista de Aragón. O palco da 12ªEtapa da Moto 3. Começando pela repescagem onde tinha Gabriel Rodrigo e Andrea Migno como os favoritos a uma das 4 vagas que estavam em disputa.

Ao começar a classificação, tirando 2 pilotos (Carlos Tatay e Alonso Lopez) todo mundo foi para a pista logo de cara. Disposto a ficar entre os 4 primeiros, Gabriel Rodrigo acabou marcando um belo tempo de 1:58.627, mas logo é superado pelo Tcheco Filip Salac da Snipers. Antonelli e Nepa vinham em 3º e 4ºlugar a 9 minutos e 30 segundos do final.

Na volta seguinte, 1 minuto depois, Lopez passou para segundo, Baltus passou para terceiro ( Uma surpresa para o piloto da Prustel) e Tatay subiu para 4ºlugar. A 6:20 do final, Tatay supera Baltus e Lopez, passando para segunda posição. A diferença entre o 2º e o 3ºcolocado era de apenas 6 milésimos.

Apenas Andrea Migno não tinha volta marcada vai para a pista e tenta uma primeira volta, mas essa 1ªvolta foi bem ruim, deixando o piloto da VR46 na última posição. A 3 minutos e meio do final, todo mundo foi para a pista. A definição dos 4 primeiros colocados só foi feita após o cronometro zerado e acabou com Salac confirmando a melhor marca, seguido de Stefano Nepa da Aspar Martinez, Kaito Toba da KTM Red Bull Ajo e Gabriel Rodrigo da Gresini. Esses 4 primeiros passaram para a fase final da Classificação.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
112Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda1’57.551
282Stefano NepaSolunion Aspar Team Moto3KTM1’57.947
327Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’57.971
42Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’58.007
523Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’58.266
699Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’58.335
721Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’58.341
892Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’58.395
970Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’58.434
109Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’58.921
116Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’58.952
1216Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’59.001
1389Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’59.722
1411Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’59.785
1573Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’59.844
1650Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM2’00.032

Os companheiros de equipe Raúl Fernandez e Kaito Toba foram os primeiros a entrarem na pista no Q2. Depois de um minuto passado, todos os outros pilotos saíram dos boxes para a pista. A 11 minutos do final, Fernández faz a ótima marca de 1:57.335. A partir dai, começou uma caça ao piloto espanhol da equipe Ajo.

A 9:30 do final, Ogura passou para segunda posição e Albora para terceiro. 30 segundos depois, O piloto da Gresini foi superado por Dennis Foggia, que passou a ser 3º. O Argentino Gabriel Rodrigo fez 2 grandes parciais, estava pronto para tomar a ponta de Raúl Fernández, mas perde tempo na terceira parcial e acaba perdendo a chance de marcar a pole. Mesmo assim, o piloto da Gresini subiu para 2ªposição, mostrando o quanto a volta era muito boa.

A 6 minutos do final: Fernández, Rodrigo, Suzuki, Ogura, Arenas, Salac, Arbolino, Foggia, Fenati e Binder eram os 10 primeiros colocados. Enquanto os pilotos voltaram para a pista, Dennis Foggia continuou tentando melhorar sua volta. Seu esforço foi recompensado e o piloto da Leopard ganhou uma posição, a de Arbolino, subindo para a 7ªposição.

A 3:25 do final, Celestino Vietti sobe para 2º, a milésimos de Fernández e na frente de Rodrigo. Todo mundo tinha o tempo do piloto da Red Bull Ajo como alvo deles na última volta.

Mas o dia era mesmo de Fernández, sua volta no final acabou baixando ainda mais, com 1:57.199 a 20 segundos do final. O piloto espanhol repete a dose da semana passada conquista a pole position. É a 5ªvez que o piloto da Ajo larga na pole position. Completando a primeira fila, vão largar Tony Arbolino, que fez uma bela última volta, superando Celestino Vietti que completa a fila de frente.

O Argentino Gabriel Rodrigo abre a segunda fila, na frente do líder do campeonato, o regular Albert Arenas, 5ºcolocado na classificação. Mais uma vez levando a melhor sobre Ai Ogura, 10ºcolocado no grid de largada. Completa a segunda fila o Japonês Ayumi Sasaki da Tech 3. Completando os Top 10, ficaram nessa ordem: Masia, Toba, Suzuki e Ogura.

Fotos:

Grid de largada do GP de Teruel
12ªEtapa do Mundial de Motovelocidade

posPilotoEquipeMotoTempo
125Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’57.199
214Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’57.430
313Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’57.544
42Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’57.561
575Albert ArenasSolunion Aspar Team Moto3KTM1’57.676
671Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’57.709
75Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’57.811
827Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’57.822
924Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’57.837
1079Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’57.849
1112Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda1’58.011
127Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’58.022
1355Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’58.029
1452Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’58.076
1540Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’58.186
1682Stefano NepaSolunion Aspar Team Moto3KTM1’58.205
1717John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’58.328
1853Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’58.398
1923Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’58.266
2099Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’58.335
2121Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’58.341
2292Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’58.395
2370Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’58.434
249Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’58.921
256Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’58.952
2616Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’59.001
2789Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’59.722
2811Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’59.785
2973Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’59.844
3050Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM2’00.032

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP