Bagnaia supera Marquez e conquista vitória em Austin

Após um final de semana de domínio do irmão Marc Marquez, A corrida acabou nas mãos de italiano da equipe de Valentino Rossi, Francesco Bagnaia foi o único que conseguiu acompanhar o ritmo do piloto da equipe Marc VDS Estrella Galícia.

Na largada, Tudo certo com Alex Marquez que manteve a liderança, Com Pasini e Bagnaia logo a seguir, Sam Lowes perderia posições, Se não bastasse isso ele acabaria por cair na parte final da 1ªvolta não seria dessa vez que o britânico iria conseguir um bom resultado na sua volta a Moto 2.

Outro incidente na primeira volta aconteceu entre Luca Marini, Juan Mir e Dominique Aegerter que acabou tendo o campeão da Moto 3 do ano passado como o maior prejudicado deles indo para a parte de trás da turma.

Enquanto Marquez começou a corrida demarcando espaço e abrindo diferença, Bagnaia foi para o ataque para cima de Pasini em busca do segundo lugar. Na segunda volta o piloto da Sky Racing VR46 passou o veterano da categoria assumindo o 2ºlugar, Xavi Vierge foi para cima de Pasini em busca do Terceiro lugar.

Na 4ªVolta o piloto Espanhol da Dynavolt intact GP ultrapassou Pasini ganhando o terceiro lugar, A Equipe tinha sua outra moto bem colocada. Marcel Schrotter vinha em 5ºlugar na volta seguinte ganhou posição sobre o piloto da Italtrans. Pena que essa ótima situação de corrida durou pouco para eles, na 7ªVolta e na curva 2 Schrotter acabou sofrendo uma queda bem feia, Por sorte nada de muito grave aconteceu com o piloto Alemão.

Marquez vinha na ponta, Porém o Piloto da VR46 Francesco Bagnaia vinha seguido de perto o piloto da Marc VDS que parecia imbatível no final de semana, Aos poucos a moto do Italiano vinha mostrando um desempenho melhor que o Desempenho de Alex Marquez que já tinha se desequilibrado 2 vezes da moto.

Miguel Oliveira e Iker Lecuona vinham muito bem em 4º e 5º. O piloto da KTM vinha pressionando Xavi Vierge que perdeu contato com os dois lideres, A moto do Português rendia muito mais e a ultrapassagem foi inevitável, Comprovando o melhor desempenho do Chassi da KTM com os pneus mais gastos. Vierge buscou recuperar a posição, Mas tristemente ele acabou encontrando o chão a menos de 5 voltas para o final. O 4ºlugar ficou para o Iker Lecuona que vinha fazendo sua melhor corrida da carreira e logo a seguir vinha Joan Mir que caiu para o 19ºlugar após a confusão na largada e já vinha buscando brigar pela 4ªposição do piloto da Swiss Innovative.

Lá na frente, Marquez chega a ser ultrapassado pelo Bagnaia, Luta para manter a liderança. Mas não dava para deter para sempre o melhor desempenho da Moto de Bagnaia, Que definiu a sua ultrapassagem a 6 Voltas do final da prova.

O Italiano abria diferença para Marquez que estava lutando para manter distância segura para Oliveira que vinha virando mais rápido que Marquez e de Bagnaia. Joan Mir ganhou o 4ºlugar de Lecuona, Para um piloto que esta em sua terceira prova na Moto 2 é um desempenho acima da média do período de adaptação.

Bagnaia abriu quase 3 segundos dos Alex Marquez, Com competência e uma belíssimo acerto da sua Moto ele conquistou a segunda vitória na temporada e a segunda vitória na Moto 2. (4ªVitória da Carreira) Essa vitória devolve a Bagnaia a liderança do Mundial. Alex Marquez que parecia ser o favorito a vitória em Austin, terminou em 2ºlugar e foi para o parque fechado visivelmente frustrado com o resultado que conseguiu no dia de hoje.

O pódio foi completado pelo Português Miguel Oliveira que largou do 12ºlugar, Compensando o fraco desempenho do Treino. Joan Mir que conseguiu seu melhor grid de largada e após a confusão que o jogou lá para trás terminou de forma brilhante em 4ºlugar, Certamente veremos o Espanhol brigando por pódios e até mesmo por vitórias nessa temporada.

Iker Lecuona jamais teve um final de semana tão bom como teve hoje. Um 5ºlugar para aplaudir de pé, Em Seu melhor resultado na Moto 2. Em sexto lugar chegou o Sul-Africano Brad Binder com a outra KTM da equipe oficial. Mattia Pasini não fez uma boa corrida, Ficou em 7ºlugar e agora divide a vice-liderança com Alex Marquez com 47 pontos.

Completando os 10 primeiros colocados: Jorge Navarro da Gresini, Dominique Aegerter da Kiefer e Lorenzo Baldassarri da Pons. A se destacar Isaac Viñales que fez um bom final de semana e terminou em 11ºlugar. E o Andrea Locatelli em 14ºlugar, Começa a ter mais constância do piloto da Italtrans. E Fábio Quartararo marcou seu primeiro ponto na temporada com a moto da Speed UP.

Eric Granado teve um final de semana bem satisfatório, O chassi Suter ainda não é um Chassi competitivo, Mas tanto o Brasileiro como o Chassi mostra claras melhorias em seu desempenho. O Brasileiro ficou com o honroso 22ºlugar enquanto seu companheiro de equipe Stefano Manzi acabou abandonando a prova.

Daqui a 2 semanas teremos o GP da Espanha, Em Jerez teremos a abertura da temporada europeia da Moto 2.

Resultado Final do GP dos Estados Unidos
Moto 2 – Mundial de Motovelocidade

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 39’30.016
2 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 2.464
3 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 3.704
4 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 5.376
5 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 6.867
6 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 6.876
7 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 9.308
8 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 10.510
9 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 10.595
10 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 11.497
11 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 12.339
12 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 13.458
13 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 14.282
14 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 14.548
15 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 17.169
16 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 20.609
17 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 20.821
18 40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex a 27.068
19 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 27.245
20 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 32.144
21 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 38.350
22 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 38.579
23 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 44.257
24 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 45.289
25 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 46.966
26 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 1’10.364
27 63 Muhammad Zulfahmi SIC Racing Team Kalex a 1’27.099
28 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’27.257
97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 5 Voltas
62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 7 Voltas
23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 12 Voltas
52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Martin na reta final sobra na turma e conquista vitória em Austin

Jorge Martin teve um dia árduo para conquistar a vitória no circuito de Austin, No Texas. Foi sua terceira vitória da carreira na Moto 3 e a segunda nessa temporada em 3 corridas.

Na Largada, Martin largou bem e manteve a liderança com Aron Canet e Fabio di Giannantonio, A primeira curva acabou tendo o incidente do dia, Com Gabriel Rodrigo, Jamie Masla, Marcos Ramirez,Kaito Toba e Adam Norrodin caindo. Eles voltaram a prova, Ainda na primeira volta caiu o Italiano Niccolò Antonelli após se chocar com Alonso Lopes lá atrás.

Canet logo foi superado por Di Giannatonio que passou ao 2ºlugar formando dobradinha da Gresini na frente, Com Canet, Bezzecchi, Dennis Foggia os pilotos mais próximos dessa turma que vinha até o 8ºcolocado e que passou a se formar até o 12ºlugar.

Foggia e Bezzecchi foram para cima dos pilotos da Gresini e chegaram a assumir a liderança, Enquanto o piloto de Valentino Rossi acabou ficando por alguns momentos na frente o Piloto que venceu o GP da Argentina já deu mais trabalho para Di Giannantonio e Martin que lutaram pela liderança. Enquanto isso Foggia e Canet perderam terreno e posições. Já quem começava a crescer eram Phillip Oettl, Andrea Migno e Principalmente Enea Bastianini.

Na reta final de prova apenas 5 pilotos disputavam a vitória. Os pilotos da Gresini, Bezzecchi que ainda era o líder, Bastianini e Phillip Oettl. Foi ai que Jorge Martin partiu para a vitória. A 6 Voltas para o final, O Espanhol ultrapassa Bezzecchi que também foi superado por Di Giannantonio e assumiu definitivamente a liderança e começou a abrir dos demais.

Enea Bastianini superou a Di Giannantonio e a Bezzecchi e assumiu a vice-liderança, Deixando os outros dois pilotos a disputar o último lugar do pódio, Oettl e Migno estavam em belas corridas e ainda poderiam sonhar com resultados melhores.

Martin abriu 2 segundos sobre os demais e conquistou a 2ªvitória na temporada 2018 e reassumiu a liderança do campeonato. Certamente é um ´serio candidato ao título desse ano, Tendo talvez a melhor moto da temporada. Enea Bastianini obteve o 2ºlugar em belíssima atuação, Se recuperando durante a corrida e abocanhando no final um lugar no Pódio.

O Briga pelo 3ºlugar acabou disputado até a curva final. Quando Di Giannantonio ultrapassou Bezzecchi que vinha na frente. Porém o piloto da Gresini passou da conta, perdeu tempo e além de ficar sem o pódio que ficou para Bezzecchi acabou perdendo o 4ºlugar para Andrea Migno que fez magnifica prova de recuperação e ficou a poucos milésimos do pódio que ficou com Marco Bezzecchi, Italiano da equipe Redox PruestelGP esta se revelando uma grata surpresa da temporada 2018.

Di Giannantonio que chegou a liderar a prova termina a prova em 5ºlugar e ainda em busca da sua primeira vitória na Carreira. Phillip Oettl marcou seus primeiros pontos na temporada, Com um belo desempenho no final de semana inteiro (Tanto na Chuva no Sábado como no dia de calor no Domingo) um compensador 6ºlugar para o representante Alemão. Jakub Kornfeil ficou com uma boa 7ªposição, Com a mesma moto da equipe de Marco Bezzecchi promete uma grande temporada  da Redox PruestelGP.

Aron Canet acabou sendo o derrotado do dia, Após um bom começo de prova o piloto da Estrella Galícia perdeu posições, Ficou para trás e só terminou a prova em 8ºlugar e com isso perdeu a liderança do campeonato. Tatsuki Suzuki que largou em 4ºlugar, Não teve uma moto para vencer e nem mesmo para disputar um lugar no pódio. Pelo menos o Japonês marcou seus 7 primeiros pontos na temporada com o 9ºlugar e fechando os Top 10, O Piloto Belga Livio Loi que largou lá de trás para ter um brilhante corrida de recuperação.

Gabriel Rodrigo depois da queda conseguiu uma boa recuperação, Mas que só levou o Argentino até o 12ºlugar.

Daqui a duas semanas teremos o começo da temporada europeia. A 4ªEtapa do Mundial de motovelocidade no travado circuito de Jerez.

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 39’12.869
2 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda a 1.451
3 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM a 4.112
4 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM a 4.172
5 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda a 4.186
6 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM a 4.374
7 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM a 5.452
8 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda a 7.971
9 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda a 8.287
10 11 Livio Loi Reale Avintia Academy KTM a 8.711
11 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda a 10.909
12 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM a 13.745
13 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 14.532
14 17 John McPhee CIP – Green Power KTM a 16.071
15 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM a 16.181
16 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM a 19.895
17 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda a 23.516
18 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda a 23.757
19 76 Makar Yurchenko CIP – Green Power KTM a 25.424
20 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda a 25.439
21 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM a 33.897
22 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM a 38.352
23 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda a 38.362
24 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda a 59.078
42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM a 5 Voltas
8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM a 12 Voltas
7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda a 15 Voltas
27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda a 16 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Ajudado por safety Car e estratégia audaciosa da Red Bull, Ricciardo conquista vitória em Xangai

Pensem que uma festa estava indo para o saco e traduza isso para a corrida que estava indo para o saco. Foi exatamente o que aconteceu na primeira parte da prova. Isso mudou com o Safety Car que entrou no circuito devido a um acidente e por causa de uma equipe que se aproveitou disso para mudar a história da corrida.

Na Largada, Raikkonen tentou tomar a liderança de Sebastian Vettel que acabou se colocando do lado do seu companheiro de equipe e diminuindo o espaço dele. Isso fez com que Valtteri Bottas pulasse para o segundo lugar e logo depois o Holandês Max Verstappen que já tinha passado Hamilton na 2ªCurva ele foi para cima de Raikkonen e ultrapassou o finlandês, Passando para a 3ªposição. Hamilton caiu para o 5ºlugar, Ficando apenas na frente de Daniel Ricciardo na luta pelas primeiras posições.

Vale salientar a boa largada dos dois pilotos Williams que saíram dos últimos lugares para posições até que razoáveis.

A prova teve pouco movimento nas primeiras voltas, Apenas Vandoorne conseguindo passar Lance Stroll e Alonso tentando chegar em Romain Grosjean. Lá na Frente, Vettel chegou a abrir 3 segundos sobre Bottas que esboçou uma reação baixando essa diferença para 1.5 a 2 segundos. O Fato é que nenhum dos 6 primeiros ameaçava ninguém e nem mesmo era ameaçado.

Os primeiros a pararem nos boxes eram Hartley na volta 11, Ocon na volta 12, Sainz e Perez na volta 13 e Hulkenberg na volta 14. A se destacar o belíssimo desempenho de Hulkenberg que estava voando baixo e conseguia ultrapassar com bem mais facilidade os pilotos que não tinham parado nos boxes do que o seu companheiro Carlos Sainz jr.

Na volta 18, Verstappen e Ricciardo foram para os boxes ao mesmo tempo, Colocando os pneus médios para ir até o final. Hamilton parou na volta 19 e Bottas na volta 20. Com os pneus médios, A Mercedes passa a render melhor e com uma parada rápida do Bottas, acabou fazendo que o Finlandês passar a frente de Vettel logo após a parada do piloto da Ferrari na volta 21.

O líder passou a ser Kimi Raikkonen, Que tentou uma tática diferente, Prolongar o tempo de vida com os pneus gastos. Isso custou muito tempo para ele,exatos 2 a 3 segundos por volta sobre Lewis Hamilton. Em poucas voltas, Bottas e Vettel chegaram em Raikkonen. Na volta 27, O piloto da Mercedes consegue a ultrapassagem e assume definitivamente a liderança com Vettel em segundo lugar.

Raikkonen parou na volta seguinte e apesar do tempo perdido ele sem dúvida iria terminar a prova com 1 parada apenas, A corrida estava se arrastando para um final sendo decidido pela tática de paradas. Até que o Francês Pierre Gasly tentou passar Brendon Hartley na reta oposta, Mas foi totalmente precipitado e acabou batendo no seu companheiro de equipe que ficou na curva, Os dois voltaram a corrida, Porém detritos na pista fizeram a direção de prova acionar o Safety Car.

Nessa história toda, A Red Bull ordenou mudança de tática para os dois pilotos: Verstappen e Ricciardo colocaram os pneus Macios. Era o piloto do Gato para tentarem ganhar a corrida. O mesmo fez Hulkenberg, Sainz, Ocon, Alonso e uma volta depois Sergio Perez adotou essa mesma tática.

Na Relargada, Alonso consegue a ultrapassagem sobre Grosjean, Era a mostra de que a corrida seria diferente nas 21 voltas finais. Gasly acabou tomando 10 segundos de punição por causa da batida no Hartley. Na 37ªVolta, Ricciardo passou de cara Kimi Raikkonen e assumiu o 5ºlugar. Enquanto isso Verstappen pressionava Hamilton querendo o 3ºlugar, Porém tenta de maneira afobada. Na curva 5 da 38ªVolta, Ele acaba escapando da pista, prejudica os pneus e perde posição para Daniel Ricciardo que passa a atacar Hamilton, No final da 39ªVolta, Ricciardo ultrapassa o piloto da Mercedes, Ganha o 3ºlugar. Nessa altura do campeonato era bem possível que o Australiano brigasse pela vitória.

Max Verstappen voltou a pressionar Hamilton, Na volta 41, O Holandês passa para o 4ºlugar e abre do piloto inglês. Na volta 42, Ricciardo passou a apertar Vettel, A ultrapassagem do piloto da Red Bull foi concretizada no mesmo ponto aonde ele passou Hamilton, Passando para o 2ºlugar.

Na Volta seguinte, Verstappen foi para cima do Vettel. Ai novamente o jovem de vinte anos desligou o celebro e fez besteira. Em uma manobra impensada acabou no fim da reta oposta atingindo Vettel. Os dois voltaram rápido para a pista, Porém Verstappen perdeu 2 posições, Porém o pior ficou para Vettel que perdeu posição para o Verstappen, Hamilton, Raikkonen e na reta perdeu posição para Hulkenberg caindo para o 7ºlugar. O pior para o líder do campeonato foi que ele perdeu rendimento devido a esse toque.

Riccardo foi para cima de Bottas na volta 45 e na curva 4, Em uma manobra inesperada acabou ganhando a liderança. Os pneus médios definitivamente deram certo para ele, Já para Verstappen acabou não dando tão certo. Por causa da batida ele tomou penalização de 10 segundos. (Muito pouco pelo que ele fez com Vettel que perdeu rendimento depois do Toque) A 8 Voltas do final, Verstappen passou Hamilton que não se esforçou para segurar o piloto da Red Bull, Só teria o trabalho de ficar a menos de 10 segundos sobre o piloto Holandês.

Raikkonen com pneus mais novos foi para cima de Bottas, Com desgastado pneus de quase 30 voltas, O piloto da Mercedes segurava seu rival com 10 voltas de pneus a mais desgastados. Verstappen chegou nessa disputa, Mas não conseguiu mais ultrapassar ninguém. Provavelmente seus pneus mácios estavam bem mais desgastados do que os pneus do Ricciardo que estava com a corrida ganha, A mais de 8 segundos em 1ºlugar.

O piloto Australiano conquistou sua 6ªvitória, Após ter ficado a minutos de ficar eliminados no Q1 por causa de um motor estourado Contando com a ousada tática de paradas Red Bull, Na aposta dos pneus mais novos e médios compensou as deficiências do RB14 ( O Motor Renault) e principalmente pela sua pilotagem Arrojada, precisa e inteligente.

Valtteri Bottas se recupera do inicio de ano ruim e comanda equipe para o 2ºlugar. A Mercedes termina essa terceira etapa sem ter ganho corrida nenhuma, Já não passa a ser sorte e sim um indicio que a Mercedes pode não tem o melhor carro do ano. O pódio foi completado pelo Kimi Raikkonen que não conseguiu ultrapassar Bottas, podém acabou sendo o represente da Ferrari no pódio.

Com os 10 segundos de Punição, Verstappen passou do 4º para o 5ºlugar. Minha opinião Verstappen esta se tornando uma nova versão, Algo que chamava-se geralmente de idiota Vez. A punição é branda demais. Tinha que tomar 30 segundos pelo menos. 10 segundos não é nada, Ele só perdeu posição para Lewis Hamilton que acabou em 4ºlugar e apesar da vice liderança do campeonato, 9 pontos atrás de Vettel o inglês vive um momento díficil no começo de campeonato.

Nico Hulkenberg fez sua melhor corrida do ano, Aproveitou a oportunidade de ultrapassar Vettel e acabou garantido mais um 6ºlugar com o carro da Renault. No final da corrida, Alonso de forma arrojada passou Vettel e ganhou o 7ºlugar do piloto da Ferrari. Depois da batida ocarro de Vettel só foi ficando pior, Conseguiu segurar a pressão de Carlos Sainz jr. para ficar me 8ºlugar e salvar 4 pontos, Apesar do fraquíssimo resultado  Vettel manteve a liderança do campeonato. Completando a zona de pontuação o Dinamarquês Kevin Magnussen com a Haas.

Ocon e Perez ficaram novamente perto dos pontos com a Force India, Em 11º e 12ºlugares, Pelo desempenho deles a equipe Indiana não pode reclamar, O Carro é que precisa melhorar para começarem a coletar pontos. Stoffel Vandoorne acabou de fora dos pontos em 13º. Lance Stroll e Sergei Sirotkin levaram a Williams para o 14º e 15º lugares respectivamente.

Marcus Ericsson levou a melhor Sauber para o 16ºlugar, Seguido de Romain Grosjean que esta tendo um ano desastroso até agora na Haas, Pierre Gasly com a Toro Rosso que terminou a prova (Hartley abandonou nas voltas finais) e Charles Leclerc que acabou tendo um dia complicado. Daqui a 2 semanas no rapidissimo circuito de rua de Baku, Teremos a 4ªEtapa do Mundial de Formula 1 que agora tem os 5 primeiros colocados a 17 pontos de distância.

Resultado final do GP da China
3ªEtapa do Mundial de Formula 1 – Xangai – 56 Voltas

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Grid
1 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:35:36.380 6
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ a 8.894 3
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO a 9.637 2
4 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ a 16.985 4
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer a 20.436 5
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 a 21.052 7
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 a 30.639 13
8 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO a 35.286 1
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 a 35.763 9
10 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO a 39.594 11
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ a 44.050 12
12 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ a 44.725 8
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 a 49.373 14
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ a 55.490 18
15 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ a 58.241 16
16 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO a 1:02.604s 20
17 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO a 1:05.296s 10
18 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H a 1:06.330s 17
19 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO a 1:22.575s 19
20 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H Não Terminou 15

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Mercedes/Ferrari/Renault/Force India/Mclaren/Toro Rosso

Ferrari domina treino em Xangai e Vettel conquista 52ªpole da Carreira

Ferrari novamente domina o treino, Apesar da rapidez de Kimi Raikkonen acabou na última volta o Alemão Sebastian Vettel melhorando seu tempo e conquistando a pole position, O Amplo domínio da Ferrari é um tapa na cara da Mercedes que não consegue traduzir seu melhor carro em resultados. O que faz se duvidar se a equipe Alemã tem um carro tão competitivo ao ponto de realmente serem os dominadores dessa temporada.

No Q1, Os dois pilotos da Ferrari dominaram: Vettel fez 1:32.171 e Raikkonen fez 1:32.474 mostrando força. Bottas andou em 3º, Verstappen em 4º, Magnussen em 5º e Hamilton que poderia estar andando poupando o carro, Mas o 6ºlugar na verdade mostrava de certo modo a dificuldade que ele estava passando no Treino. Dificuldade maior passou Daniel Ricciardo que quebrou o motor no 3ºTreino Livre e acabou saindo a poucos minutos do final do Q1, Conseguiu se classificar em 14ºlugar. Por muito pouco o Australiano não fica de fora do Q2.

Quem ficou de fora da 2ªfase foi Sergei Sirotkin, Pierre Gasly. Após o 4ºlugar no Bahrein, se esperava muito mais dele e da Toro Rosso que não esta muito bem na China. Lance Stroll, Charles Leclerc e Marcus Ericsson.

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32.171
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32.474
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.921
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:32.932
5 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:33.238
6 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.283
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:33.315
8 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:33.359
9 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.428
10 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.464
11 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:33.545
12 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.585
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.824
14 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:33.877
15 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:34.013
16 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:34.062
17 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:34.101
18 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:34.285
19 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:34.454
20 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:34.914

No Q2, foi o único momento que a Mercedes conseguiu ficar a frente dos dois pilotos da Ferrari. Hamilton marcou a melhor volta com Bottas em segundos, Raikkonen em 3º e Vettel em 4ºlugar. Tudo indicava que possivelmente a Mercedes estava na briga sim pela pole position com a Ferrari.

O mesmo não poderia se dizer de Red Bull, Que teve seus carros classificados para o Q2 em 7º e 8ºlugar. Atrás da Renault de Nico Hulkenberg e da Haas de Romain Grosjean. Sergio Perez de maneira supriedente com sua Force India e Carlos Sainz jr. com a outra Renault passaram para a Fase final do Treino.

Terminaram eliminados no Q2: Kevin Magnussen, Esteban Ocon, Fernando Alonso, Stoffel Vandoorne e Brendon Hartley.

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.914
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.063
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32.286
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32.385
5 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.494
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:32.524
7 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:32.688
8 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:32.809
9 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.931
10 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.970
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:32.986
12 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.057
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.232
14 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.505
15 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:33.795

No Q3 a Ferrari sobrou, Acabando com toda a ilusão da Mercedes. Raikkonen marcou na primeira volta rápida. Com Vettel em segundo, Bottas voltando a andar na frente de Lewis Hamilton, Porém a Mercedes estava a 3 décimos atrás da Ferrari. Verstappen em 5º vinha 1 décimo a frente de Daniel Ricciardo.

Na última tentativa, Ambos os pilotos da Mercedes não conseguiram fazer frente para os pilotos da Ferrari que novamente melhoraram seu tempo. Parecia que o 1:31.182 do Finlandês Kimi Raikkonen iria conquista a pole position. Dai veio Vettel com o tempo de 1:31.075 e acabou tomando a pole do Homem de Gelo. 52ªpole de sua Carreira, Vettel tem a grande chance de vencer a 3ªcorrida seguida. Apenas 2 pilotos conseguiram vencer 3 corridas nas 3 primeiras etapa do Mundial de Formula nesse século: Michael Schumacher em 2004 e Nico Rosberg em 2016.

Kimi Raikkonen completa a dobradinha da Ferrari na primeira fila. Colocaram meio segundo nos dois pilotos da Mercedes. Valtteri Bottas larga na frente de Lewis Hamilton que estava em um dia irreconhecível após uma sexta-feira impecável e agora vai largar em 4º.

Na terceira Fila largam Max Verstappen que sobrou em relação ao Australiano Daniel Ricciardo que vem tendo problemas desde do GP do Bahrein. Após as 3 grandes equipes, Quem larga na frente no Grupo Intermediário é Nico Hulkenberg com a Renault, Mais uma vez o piloto Alemão colocou no Bolso o Espanhol Carlos Sainz e vai largar em 7ºLugar formando a 4ªFila com o Mexicano Sergio Perez com a Force India que estava um pouco melhor em Xangai. Carlos Sainz da Renault e Romain Grosjean da Haas fecham os Top 10.

Amanhã, As 3 da Manhã teremos a 3ªetapa do Mundial de Formula 1 e com chances reais de uma nova vitória da Ferrari que esta se tornando o grande favorito ao campeonato desse ano.

Grid de Largada do GP da China de Formula 1
3ªEtapa – Xangai

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:31.095
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:31.182
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.625
4 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.675
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:31.796
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:31.948
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.532
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.758
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.819
10 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:32.855
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:32.986
12 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.057
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.232
14 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.505
15 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:33.795
16 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:34.062
17 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:34.101
18 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:34.285
19 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:34.454
20 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:34.914

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Toro Rosso/Sauber/Force India/Red Bull/Ferrari

Vettel conquista vitória espetacular praticamente sem pneus no Bahrein

Antes de qualquer comentário sobre a corrida do Bahrein, Sem sombra de dúvida a prova foi bem mais disputada e emocionante do que a etapa da Austrália e com um final incrível entre Sebastian Vettel e Valtteri Bottas que estavam sem os pneus. O alemão com uma situação bem pior, Acabou se segurando e vencendo a 2ªcorrida marcando 50 pontos em 50 disputados.

Na largada Vettel manteve a liderança com Bottas ganhando o 2ºlugar na largada em cima de Kimi Raikkonen. Gasly ganha o 4ºlugar de Ricciardo que recuperou a posição na reta oposta. Quem subiu foi Alonso que foi do 13º para o 9ºlugar a frente de Lewis Hamilton que preferiu uma largada mais conservadora. Max Verstappen pulou do 15º para o 11ºlugar. Brendon Hartley acabou tocando em Sergio Perez que acabou  rodando e voltando nas últimas posições.

A segunda volta foi para a Red Bull esquecer. Verstappen foi para cima de Hamilton, acabou tocando em Hamilton passando o piloto inglês, Porém, logo depois ele fica lento com o pneu furado. Segundos depois Daniel Ricciardo com problemas de Motor acaba abandonado a prova. Safety Car virtual acionado. Verstappen acabou indo para os boxes fazer a parada e tentar voltar a corrida.

Na relargada Magnussen tenta passar Gasly e acabou indo para fora da pista, Por muito pouco o Dinamarquês não perdia posição. Na Volta seguinte, Hamilton foi para cima de Alonso e aproveitando a disputa entre Hulkenberg e Ocon acabou passando não só o Espanhol como os outros dois pilotos. Em uma só manobra Lewis pulou do 9º para o 6ºlugar. Verstappen acabou parando e abandonando a prova. Um dia para a Red Bull Esquecer.

Hamilton foi para cima de Magnussen e 2 voltas depois passou Pierre Gasly e já estava em 4ºlugar. A 14 segundos do Vettel. A partir dai o piloto Inglês tentou diminuir a distância para Raikkonen. Galsy se mantia muito bem em 4ºlugar, Com Magussen, Hulkenberg e Alonso completando os 8 primeiros lugares. Mais atrás Hartley foi considerado culpado pelo incidente com Perez e teria de pagar 10 segundos parado nos boxes na hora da sua parada nos boxes.

Na volta 18, Vettel é o primeiro dos líderes a fazer a parada nos boxes, A Mercedes flertou a parada de um dos seus pilotos. Raikkonen parou na volta seguinte. Ambos colocaram pneus macios. Bottas foi o primeiro a fazer a parada dos pilotos da Mercedes e colocou os pneus médios. Hamilton passou a liderança. A tática da Mercedes era para seguir até o final da prova assim como era do Alonso e do Perez.

Marcus Ericsson também adotou a parada única na 24ªVolta, Chegando a levar a Sauber até o 6ºlugar. O que é muito para um carro ainda no começo de desenvolvimento. Hamilton seria o último a parar, Antes disso Vettel passou Hamilton na entrada da 26ªVolta e voltou a liderança. Já Hamilton na 26ªvolta foi para a sua única parada nos boxes, Colocando nos pneus médios. A Ferrari com o Vettel era o líder, Mas precisava parar nos boxes pela segunda vez enquanto que a Mercedes iria com os pneus médios até o final.

Os pneus médios rendiam melhor para os pilotos da Mercedes enquanto que a Ferrari tentava abrir diferença para ter condições de colocar os pneus mais macios para a tática funcionar. Gasly vinha muito bem em 5ºlugar com a Toro Rosso-Honda. Enquanto isso por muito pouco quase a Haas não perdia seus dois pilotos da corrida através de um toque que Grosjean e Magnussen poderiam dar em cima um do outro. O Carro do piloto Francês vinha perdendo peças e o desempenho não era muito bom, Ao contraio de Magnussen que vinha tendo um belo desempenho. Lá atrás estava os dois piloto da Williams, Muito mal e sem expectativa de que iriam subir no final da prova.

Na volta 36, Raikkonen vai para a parada. E dai a Ferrari se atrapalha toda, Um dos pneus não foi trocado, Raikkonen sai quando acionada o sinal verde e acaba atingindo a perna do mecânico que teve acabou quebrando a perna. Raikkonen parou metros depois, Fim de prova do piloto Finlandês, Acima disso estava em questão o acidente e do estado de saúde do mecânico da Ferrari. Ainda tendo em vista que Vettel precisava fazer a parada.

Alonso desistiu da tática de andar com os pneus médio e para pela segunda vez e volta atrás de Hulkenberg que esta na frente de Alonso o tempo inteiro. Já Marcus Ericsson vinha se beneficiando da sua tática de paradas, Mas o carro ainda não é tão competitivo para manter posições. O piloto da Sauber perdeu posição para Hulkenberg, Alonso e Vandoorne na parte final da prova.

Na reta final da prova, Vettel decide não fazer a parada. Ao mesmo tempo Valtteri Bottas que estava a 11 segundos a frente de Lewis Hamilton partiu para o ataque em cima do piloto da Ferrari. Era a chance de Bottas se recuperar da prova ruim que ele fez na Austrália. Hamilton ainda tentava se aproximar dessa briga, Porém não era o bastante para buscar a vitória.

Nas Voltas finais, Bottas tirou os 5 segundos da vantagem que Vettel tinha sobre ele, Ela previsível que o piloto da Mercedes iria conseguir a ultrapassagem, Porém Vettel segurou até a última curva e sem pneus, Com pneus macios de 39 voltas ele conquista a 2ªVitória na temporada e abre agora 17 pontos para cima de Lewis Hamilton. Além disso é uma vitória para levantar a moral.

Valtteri Bottas se recupera do seu fraco desempenho do Bahrein e por muito pouco ele não consegue a sua 4ªVitória na sua carreira, Ficando com o 2ºlugar. Lewis Hamilton que largou do 9ºlugar acabou completando o pódio e diminuindo o seu prejuízo em relação ao Vettel. Além de ter feito uma das mais bonitas e ousadas ultrapassagens dos últimos anos.

Pierre Gasly foi o herói do final de semana, Colocando o Toro Rosso com os Motores Honda em 4ºlugar, Com autoridade e sem se quer ser ameaçado em nenhum momento da corrida (Não contando com a ultrapassagem de Lewis Hamilton)  Após a corrida todos os mecânicos da equipe comemoraram muito esse resultado. O melhor resultado da Honda desde da sua volta a Formula 1.

Kevin Magnussen repete o melhor resultado da história da Haas na Formula 1. Com o 5ºlugar, Marcando os primeiros pontos da equipe na temporada. Nico Hulkenberg que fez uma corrida correta e na frente de Alonso o tempo inteiro levou a Renault para mais uma classificação entre os Top 6.

Fernando Alonso no final da prova tomou uma volta dos líderes, Terminando em 7ºlugar ele esta em 4ºlugar no Mundial de Pilotos e junto do 8ºlugar de Stoffel Vandoorne a Mclaren assume o 3ºlugar no Mundial de Construtores. Pelo menos até o GP da China no próximo domingo a Mclaren volta a ser uma das 3 melhores equipes da Formula 1.

Marcus Ericsson após dois anos volta a marcar pontos com a Sauber, O surpreendente 9ºlugar com o carro da Sauber usando a tática de uma parada nos boxes, Com esse a estratégia funcionou perfeitamente. Completando a zona de pontuação ficou o Francês Esteban Ocon que superou nas voltas finais passando Carlos Sainz jr. Dando para a Force India o primeiro ponto no ano de 2018.

Carlos Sainz acabou fora dos pontos em 11ºlugar, Seguido de Sergio Perez com a outra Force India. Brendon Hartley acabou em 13º, A Punição de 10 segundos parado nos boxes foi crucial para seu resultado. Charles Leclerc e Romain Grosjean (que teve um dia e um final de semana bem ruim em Sakhir) vieram logo a seguir.

E Finalmente fechando de forma melancólica a Equipe Williams… Lance Stroll ficou a quase 20 segundos de Romain Grosjean e a apenas 7 décimos de Sergei Sirotkin que fechou a Classificação dos pilotos que completaram a prova. Além disso a Williams esta na última posição do Mundial de Construtores. Nem nos piores sonhos de Frank Williams, Nem mesmo na Fase da PDVSA com Pastor Maldonado a equipe de Grove não se encontrava nessa lamentável situação!

Semana que vem teremos a 3ªEtapa do Mundial de Formula 1 com a Etapa da China. Vamos ver se a Ferrari busca a 3ªVitória em 3 corridas ou a Mercedes vai reagir ou teremos a Red Bull reagindo triunfalmente depois do desastre desse final de semana. Teremos a resposta na Manhã do domingo da Semana que vem.

Resultado final da 2ªEtapa do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1
GP do Bahrein – Sahkir

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Grid
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32:01.940 1
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ a 0.699 3
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ a 6.512 9
4 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H a 1:02.234 5
5 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO a 1:15.046 6
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 a 1:39.024 7
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 a 1 Volta 13
8 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 a 1 Volta 12
9 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO a 1 Volta 17
10 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 8
11 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 a 1 Volta 10
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO a 1 Volta 19
13 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO a 1 Volta 16
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 20
15 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 18
16 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 14
17 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H a 1 Volta 11
7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO a 22 Voltas – Abandono 2
33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer a 54 Voltas – Suspensão 15
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer a 56 Voltas – Eletrico 4

Sergio Perez e Brendon Hartley foram punidos em 30 segundos acrescentados no tempo final de corrida.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Toro Rosso/Sauber/Haas/Williams/Renault