Hamilton na chuva desbanca zebra e conquista terceira pole do ano

Lewis Hamilton esta mostrando por que vive sua melhor fase na Carreira, Com um carro vencedor nas mãos e um controle emocional muito bom o Inglês não se apavorou com a Chuva, que poderia fazer a diferença entre a Mercedes e as outras equipes, O 1:53.860 no Treino oficial não deixou nenhuma dúvida de quem manda na Formula 1.

A chuva foi a personagem do Treino, Em uma pista como Xangai molhada os 21 pilotos foram atrás de 16 vagas para o Q2, Foi uma briga intensa e forte, Sob a chuva molhada mesmo eliminados devo salientar o esforço do Japonês Kamui Kobayashi e do Francês Jules Bianchi que andaram muito bem e por pouco não conseguiram alcançar seus mais próximos adversários (Sauber e Lotus). Chilton e Ericsson também foram eliminados. Gutierrez tentava volta rápida, e estava conseguindo fazer essa volta, Mas acabou errando no final e ficando na 17ªposição sendo Eliminado na primeira parte do Treino.

No Q2 a Chuva não amansou de forma nenhuma, Uma guerra para arranjar pista limpa e para colocar o carro entre os 10 primeiros colocados que iriam para a Parte final do Treino. A Mercedes e a Red Bull não precisaram de muito esforço, Passaram com facilidade desse Q2, mas Felipe Massa não teve facilidade, teve de suar muito, Muito mesmo para ficar com o 9ºlugar e classificar quase na bacia das almas, Hulkenberg é que classificou na bacia das almas em 10ºlugar. A se destacar duas coisas, primeira a Lotus de Romain Grosjean que usou todo o seu espírito de luta e combatividade para conseguiu pela primeira vez no ano passar para o Q3 do treino oficial. Agora para A Mclaren o treino foi dos piores: Jenson Button em 12º e Kevin Magnussen em 15ºficaram de Fora do Q3 e relembraram os momentos ruins da equipe em 2013. Kimi Raikkonen tomou um pau de Fernando Alonso e também não disputou o Q3. Já Felipe Massa poderia também fazer parte da Lista dos desempregados do Q3, Mas acertou a última volta fazendo o 9ºtempo e se classificou para o Q3.

No Q3 sob Chuva o Piloto inglês Brilhou com um carro que funciona brilhantemente com um piloto que esta na melhor fase da sua carreira. Hamilton com 1:55.516 contra 1:56.641 de Daniel Ricciardo, 1 segundo sobre Hamilton, um domínio total da Mercedes, Mas Rosberg decepcionou ficou muito longe de Hamilton e só vai largar em 4ºlugar atrás das duas Red Bull, Ricciardo de novo bateu seu companheiro de equipe o Alemão Sebastian Vettel que vai largar em 3ºlugar, Mas a Red Bull mostra que já entrou na luta pelo menos por pódio algo inimaginável no começo do ano, Fernando Alonso com a Ferrari vai largar em 5º, A Ferrari não mostra ser nem de longe o time que se imaginava muito mais pelo carro do que pelos pilotos.

Felipe Massa vai largar em 6ºlugar, Seu melhor grid na Williams até agora e batendo seu companheiro de equipe, O incansável e batalhador Valtteri Bottas. Nico Hulkenberg com a Force India fecha a 4ªFila do Grid e de novo dar um pau em seu companheiro de equipe Sergio Perez que larga em 16ºlugar, Vergne com a Toro Rosso impondo domínio sobre Kyvat e Grosjean representando a Lotus muito bem completam os 10 primeiros colocados.

Kimi Raikkonen e Jenson Button foram uma fila de campeões mundiais na 6ªFila do Grid, Kyvat com Toro Rosso e Sutil com a melhor Sauber no Grid fazem a 7ªFila. Magnussen e Perez a 8ªFila. Gutierrez e Kobayashi sendo o melhor das equipes nanicas na 9ªFila. Bianchi, Ericsson, Chilton e Maldonado que não treinou para a felicidade para a felicidade de todos os outros pilotos, Aliás Maldonado tem tido o seu pior final de semana na Formula 1, com Erros e quebras não espero nada do Venezuelano.

Corrida vai acontece as 4 da Manhã

Confira do Grid de largada para o GP da China de Formula 1:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:53.860 – 21
2 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:54.455 – 23
3 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault)  1:54.960 – 23
4 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:55.143 – 22
5 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:55.637 – 21
6 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes)  1:56.147 – 24
7 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:56.282 – 24
8 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:56.366 – 23
9 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:56.773 – 23
10 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:57.079 – 22
11 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:56.860 – 17
12 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes)  1:56.963 – 17
13 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:57.289 – 18
14 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari)  1:57.393 – 17
15 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:57.675 – 17
16 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:58.264 – 17
17 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:58.988 – 10
18 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:59.260 – 10
19 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:59.326 – 10
20 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 2:00.646 – 10
21 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 2:00.865 – 10
DNQ 13 Pastor (Maldonado Lotus-Renault) Sem Tempo – 0
Tempo dos 107% : 2:03.602

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: Mercedes

Corridas Históricas – GP do Canadá de 1984

Grid de Largada:

1 Nelson Piquet (Brabham/BMW) 1’25.442
2 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’26.198
3 Elio de Angelis (Lotus/Renault) 1’26.306
4 Derek Warwick (Renault) 1’26.420
5 René Arnoux (Ferrari) 1’26.549
6 Michele Alboreto (Ferrari) 1’26.764
7 Nigel Mansell (Lotus/Renault) 1’27.246
8 Niki Lauda (McLaren/TAG) 1’27.392
9 Ayrton Senna (Toleman/Hart) 1’27.448
10 Andrea de Cesaris (Ligier/Renault) 1’27.922
11 Eddie Cheever (Alfa Romeo) 1’28.032
12 Manfred Winkelhock (ATS/BMW) 1’28.909
13 François Hesnault (Ligier/Renault) 1’29.187
14 Riccardo Patrese (Alfa Romeo) 1’29.205
15 Keke Rosberg (Williams/Honda) 1’29.284
16 Corrado Fabi (Brabham/BMW) 1’29.764
17 Jacques Laffite (Williams/Honda) 1’29.915
18 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’30.073
19 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 1’30.918
20 Johnny Cecotto (Toleman/Hart) 1’31.459
21 Martin Brundle (Tyrrell/Ford) 1’31.785
22 Stefan Bellof (Tyrrell/Ford) 1’31.797
23 Marc Surer (Arrows/Ford) 1’32.756
24 Huub Rothengatter (Spirit/Hart) 1’32.920
25 Mike Thackwell (RAM/Hart) 1’33.730
26 Philippe Alliot (RAM/Hart) 1’35.286

Piquet dá a volta por cima e vence no Canadá de ponta a ponta.

Nelson Piquet fez mais uma vez a pole position, Piquet que até aquele momento, antes da 7ªetapa da temporada estava sem marcar pontos, por pura falta de confiabilidade do seu carro. Enquanto Prost tinha 28.5 pontos, Lauda tinha 18, Arnoux 15, De Angelis e Warwick com 13 e Keke Rosberg com 11.5. até Ayrton Senna tinha pontos no campeonato, 4,5 pontos.

No treino de Classificação, Nelson Piquet marcou a pole positon com seu Brabham-BMW, Ao seu lado estava o francês Alain Prost com seu Mclaren-Porsche. O Italiano Elio de Angelis da Lotus e o Inglês Derek Warwick da Renault largam na segunda fila. Completando a 3ªFila era composto pela Dupla da Ferrari, com Renê Arnoux 2 décimos mais rápido que Michele Alboreto. Completando os 10 primeiros colocados vinham Nigel Mansell com sua Lotus, Niki Lauda com sua Mclaren, Ayrton Senna com a Toleman e Andrea de Cesaris com a Ligier.

Os pilotos partiam para volta de apresentação, Sem que ninguém tivesse algum problema.  Na Largada Prost largou melhor e assumiu a ponta, mas logo depois das primeiras curvas Piquet Recuperou a ponta da corrida, antes da metade da primeira volta. Piquet, Prost, De Angelis, Alboreto, Arnoux e Mansell eram os seis primeiros colocados na primeira volta. No final da primeira volta, Alboreto superou De Angelis. No começo da segunda volta, Arnoux também conseguiu a ultrapassagem em cima do piloto da Lotus. Senna no final da 2ªvolta passou Mansell e subiu para o 8ºlugar. Mansell caiu muitas posições nas primeiras voltas, O primeiro bloco era formado pelo Piquet, Prost, Alboreto e Arnoux disputando a ponta.

Alboreto e Arnoux se aproximavam de Prost, disputando a 2ºlugar. Depois desse bloco tínhamos De Angelis, Warwick, Lauda e Senna. Na Volta 4, Piquet faz a melhor volta da corrida 1:30.795, média de 174.932 km/h.

Na Volta 5, Lauda já tinha ganhava a 5ªposição e iria sem dúvida pra cima dos primeiros colocados. Piquet lá na frente estava com uma vantagem pouco confortável. Enquanto isso Warwick apertava De Angelis na briga pelo 6ºlugar, Senna em 8º estava um pouco mais atrás de De Angelis e de Warwick. Lá na frente Prost tinha que se virar para segurar os dois pilotos da Ferrari.

Classificação Após 8 voltas: Piquet (12.17.96), Prost (a 2.23), Alboreto (a 2.30), Arnoux (a 3.25), Lauda (a 14.74) e De Angelis (a 19.05). François Hesnault foi para os boxes e abandonou com problemas no turbo do motor da Ligier. Warwick continuava pressionando De Angelis na disputa pelo 6ºlugar, De Angelis conseguia manter a posição graças ao bom desempenho nas curvas e Warwick atacava o piloto da Lotus nas retas de Montreal.

Michele Alboreto na volta 10 abandona a corrida, o italiano vinha vindo para lutar pelo segundo lugar da corrida. Na Volta 13, Warwick ultrapassa De Angelis e assumiu a 5ºposição. Piercarlo Ghinzani da Osella deixou a corrida com problemas de câmbio. Arnoux foi para os boxes para a troca de Pneus e voltou atrás de Ayrton Senna.

Piquet continuava na frente, com Prost em 2º, Lauda estava em 3º a 10 segundos de Piquet e Prost, Depois Warwick e De Angelis em 4º e 5º colocados, e Ayrton Senna estava em 6º com 16 voltas completadas. Arnoux estava com problemas em seu carro. Piquet tinha um pouco mais de 1 segundo a 2 segundos de diferença. Piquet com 1:30.185 fazia de novo a melhor volta da corrida, na volta 17. Média de 176 km/h.
Aos poucos, Os carros mais lentos começavam a chegar para tomarem volta, um dos primeiros foi Marc Surer com seu Arrows Cosworth, Senna perdeu rendimento e perdeu posição para Arnoux e para Rosberg com seu Williams-Honda. Classificação após 20 voltas: Piquet, Prost, Lauda, Warwick, De Angelis, Arnoux, Rosberg, Senna, Mansell e De Cesaris. Isso após 20 voltas completadas.

Rothengatter tinha problemas com seu equipamento, mas não abandonou a corrida, decidiu continuar quando tudo indicava que iria abandonar a corrida. Arnoux se recuperava de forma Brilhante superou Elio de Angelis e assumiu a 5ªPosição. Apos 23 voltas, à classificação era essa: Piquet, Prost (1 Segundo), Lauda (10 Segundos), Warwick (41 Segundos) Arnoux (44 Segundos) e De Angelis (44 Segundos). Na disputa pelo bloco intermediário, Corrado Fabi, Thierry Boutsen e Johnny Cecotto brigando por um lugar melhor na corrida. Logo atrás, vinha Nelson Piquet prestes a dar 1 volta nos 3.

Piquet acabava se dando bem para nessas sessões de ultrapassagem de retardatários já que Corrado Fabi não facilitou para Prost, Rosberg na volta 26 passava De Angelis e assumia a 6ºposição da corrida.
No final da volta 27, Renê Arnoux faz uma bela manobra em cima de Warwick, supera o inglês e assumiu a 4ªposição. Agora a missão do piloto da Ferrari era “simples”, tirar 34 segundos em cima de Lauda, o terceiro colocado que tentava chegar em Alain Prost e Nelson Piquet pela briga pela ponta. Senna estava em 9ºlugar com a Toleman, mas já sem rendimento, pois estava caindo na corrida, Já estava começando a sentir pressão do norte-americano Eddie Cheever com a Alfa-Romeo (Jaguar dos anos 80).

Classificação depois de 29 Voltas: Piquet, Prost (4s), Lauda (10s), Arnoux (44s), Warwick (47s) e De Angelis (56s) Rosberg que estava em 6ºlugar enfrentava problemas em seu carro. Mike Trackwell da RAM-Hart abandonou a corrida, com problemas no seu turbo. Não só a Williams de Rosberg, mas a Williams de Laffite também começava a ter problemas também, com o passar do tempo, os carros começavam a perder desempenho e a terem problemas, mas também tinha um pouco do consumo de combustível, que preocupava vários pilotos que tinham medo disso devido ao tipo de pista.

Piquet continuava na ponta da corrida. Com uma vantagem razoavelmente boa para Prost que começava a ver Lauda se aproximar do Francês de nariz torto, Laffite com problemas de Turbo e Rosberg por problemas de Injeção abandonariam a corrida. Com isso tínhamos 20 carros na corrida. Andrea de Cesaris fez a sua troca de pneus, e acabou demorando demais em sua troca. Mais de 20 segundos para fazer esse serviço. Começando a 2ªmetade da corrida Piquet via Prost e Lauda se aproximarem para a briga do primeiro lugar.
Cheever e Senna tomaram uma volta de Piquet e Prost. Nessa o francês se deu bem e acabou se aproximando de Piquet. Senna estava lutando pelo 8ºlugar contra Cheever, O Norte-Americano tinha um melhor desempenho que o Brasileiro.

Mansell pressionava De Angelis, Nessa Briga estava em jogo a 6ªposição, Patrese acabou batendo seu Alfa Romeo e abandonou a corrida. Outro que Abandona a corrida foi Thierry Boutsen com seu Arrows-BMW que acabou explodindo. Corrado Fabi para os boxes e a Brabham faz o trabalho de 28 segundos. E continuava a batalha entre De Angelis e Mansell pela 6ªposição.

Enquanto isso na volta 44, Piquet mantem uma distância de 2 segundos na frente de Prost, com os dois carros da Lotus pela frente. Lauda encostou-se a Prost, disposto para lutar pelo 2ºlugar, com o austríaco com melhor desempenho que Prost. Mansell ultrapassou De Angelis e assumiu a 6ªposição. E Lauda passou Prost e assumia a segunda posição, largando de oitavo lugar Lauda faz incrível corrida, e seria um forte adversário para Piquet pela vitória no Canadá.

De Angelis acabou cometendo um erro que quase custou à corrida de Lauda, passando reto em uma curva que hoje é a primeira curva do atual GP do Canadá. Lauda perdeu tempo, isso possibilitou a Prost se aproximar do Austríaco, mas Lauda continuava a abrir de Prost, mostrando que seu carro estava muito melhor que do francês. Classificação após 47 Voltas: Piquet, Lauda, Prost, Arnoux, Warwick, Mansell, De Angelis, Cheever, Senna e Bellof eram os 10 primeiros.

Piquet já tinha 7 segundos na Frente de Lauda que tinha 4 na frente de Prost, dai eram 50 segundos na Frente de Arnoux, depois Warwick e Mansell completavam a zona de pontuação. Johnny Cecotto na volta 52 tomava 2 voltas de Piquet. Bellof abandonaria a corrida com seu Tyrrell-Ford. Warwick passava Arnoux para assumir a 4ªposição. Arnoux estava com problemas em seu carro e Warwick disparou na Frente na volta 53. Piquet continuava Bastante tranquilo na Frente, ultrapassando retardatários. Lauda estava um pouco mais atrás, sendo a única ameaça de vitória para Piquet, além disso, O motor poderia se algo a impedir a vitória do Brasileiro nas 14 voltas finais. Seu motor poderia resistir nessas voltas finais, para finalmente o campeão de 1983 marcar seus primeiros pontos no campeonato.

Warwick vai para os Boxes para troca de Pneus. E a Renault fez uma troca lenta para Warwick, foi de 16 segundos que permitiu a Mansell a passar para a 4ªposição. Warwick voltou na Volta seguinte aos boxes para novamente trocar de pneus. Com isso a corrida dele estava super prejudicada. Nas últimas 10 voltas, os equipamentos estavam em boa parte com problemas, Warwick, Prost, Senna e Arnoux tinham problemas. Além disso, tinha também o Fantasma do combustível. Tanto que Warwick abandonaria a corrida com problemas do Chassi. Só tínhamos 12 carros na Corrida, 13 se contamos Rothengatter que se arrastava na pista com a modesta Spirit

Restando 9 voltas: Piquet, Lauda, Prost, Mansell, De Angelis, Cheever, Arnoux, Senna, Winkelhock, Brundle, Cecotto, Alliot, eram os 12 que estavam na corrida depois do abandono de Surer, com problemas de motor. De Angelis estava começando a ficar mais para Cheever andava forte com seu Alfa Romeo lutando pela 5ªposição, no final da corrida.
Piquet continuava na Frente, com uma vantagem consolidada sobre Lauda, agora só uma quebra ou pane seca poderia tirar a vitória do Brasileiro, campeão da temporada passada.

Restando 3 Voltas para o Final, As brigas lá atrás estavam intensas, De Angelis recuperava o 4ºlugar, Cheever teve pane seca e abandonava a corrida depois de uma ótima corrida. Mansell tentava segurar Arnoux que tinha também Sérios problemas de Motor. Senna em 7º tambem tentava se aproximar de Arnoux, mas também não tinha muito rendimento para alcançar o Francês da Ferrari,

Todos os carros estavam ou nas últimas ou com pouco combustível. Depois de 6 corridas sem completar, Finalmente Piquet numa corrida perfeita consegue os primeiros 9 pontos, a primeira vitória e a certeza de que poderia ainda brigar pelo titulo. Lauda e Prost que éramos protagonistas a brigar por vitórias foram os principais coadjuvantes dessa corrida, De Angelis, Arnoux e Mansell, Senna em 7º fez mais uma boa corrida em 1984. Winkelhock, Brundle, Cecotto, Alliot completaram a corrida, Rothengatter também chegou ao final, mas 14 voltas atrás, e isso fez com que ele não fosse classificado.

Resultado final do GP do Canadá de 1984

Vídeo:

Fotos:

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Formel1mic, Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas – GP da Europa de 1997

Treino Oficial

Dia 25 de Outubro de 1997
Treino Oficial do Gp da Europa em Jerez de la Fronteira:

Estava começando a ser escrito uma das maiores decisões dos 60 Anos de Formula 1.

Villeneuve com a Williams-Renault com 77 pontos e 7 Vitórias x Schumacher com a Ferrari com 78 pontos e 5 Vitórias.

Começava o Treino e o primeiro carro a ir para a pista foi a Prost de Olivier Panis que tinha expectativas até de pole na corrida para embolar as coisas, em sua primeira volta ele fez 1:22.191. Esse tempo era ótimo no momento até aquele momento, pois quem estava na pista naquele momento não tinha carro até que Alesi entrava na pista do 5º para o 6ºMinuto, mas Alesi antes já tinha rodado na pista e fez apenas o 7ªTempo, com 3 segundos de defasagem em cima de Panis da Prost. Frentzen entrava na pista com 7 minutos de Treino, a partir dai podermos dizer que a Decisão do Titulo começava ai. 1:22.022 o tempo de Frentzen que Bateu em 169 milésimos o tempo de Panis e assumia a ponta do Treino.

Classificação até aquele Momento com mais ou menos 9 minutos de Treino:

1. Frentzen (Williams) 1:22.022
2. Panis (Prost) + 0.169
3. Hakkinen (Mclaren) + 0.522
4. Herbert (Sauber) + 1.292
5. Fontana (Sauber) + 1.739
6. Verstappen (Tyrrell) + 2.477

E quando faltava 50 minutos do Final do Treino Oficial Jacques Villeneuve entrou na pista, e um minuto depois Michael Schumacher entrou na pista, e no 13ºMinuto Villeneuve fazia sua primeira volta rápida. e Villeneuve fazia 1:21.072, um temporal em relação ao tempo de Frentzen.

Apos 15 minutos o Treino estava assim:

1. Villeneuve (Williams) 1:21.072
2. Frentzen (Williams) + 0.950
3. Panis (Prost) + 1.119
4. Diniz (Arrows) + 1.162
5. Irvine (Ferrari) + 1.342
6. Hakkinen (Mclaren) + 1.472

Ainda Schumacher Faria seu tempo, Coulthard Faz o 2ºTempo logo depois da volta mais rápida de Villeneuve e Schumacher fez o terceiro tempo com 7 décimos de desvantagem do Villeneuve. Panis tentava agora melhorar seu tempo, e vinha muito rápido, Irvine não ajudava muito estava em 7ºLugar, atrás de Diniz que fazia um ótimo treino até aquele momento, Alesi até agora era uma decepção nos treinos, estava em 18ºlugar até agora, e Irvine conseguiu melhorar seu tempo e conseguiu o terceiro tempo do Treino.

Com 20 minutos de Treino a Classificação era essa:

1. Villeneuvr (Williams) 1:21.072
2. Coulthard (Mclaren) + 0.404
3. Irvine (Ferrari) + 0.667
4. M.Schumacher (Ferrari) + 0.726
5. Frentzen (Williams) + 0.950
6. Magnussen (Stewart) + 1.095
7. Panis (Prost) + 1.119
8. Diniz (Arrows) + 1.162
9. Hill (Arrows) + 1.271
10. Hakkinen (Mclaren) + 1.472
11. Ralf Schumacher (Jordan) + 1.811
12. Herbert (Sauber) + 1.855
13. Nakano (Prost) + 2.398
14. Fontana (Sauber) + 2.564
15. Fisichella (Jordan) + 2.577
16. Katayama (Minardi) + 2.589
17. Verstappen (Tyrrell) +3.229
18. Marques (Minardi) + 3.516
19. Alesi (Benetton) + 3.619
20. Salo (Tyrrell) + 3.925
21. Berger (Benetton) + 16.817
22. Barrichello (Stewart) Sem Tempo

As Duas Benetton e Barrichello não tinham ainda mostrado o verdadeiro potencial deles. Ainda tinha 38 minutos de treino, faltava muita coisa para o treino acabar. Frentzen começava a sua 2ªVolta rápida, e Barrichello saia dos pits para a sua primeira volta rápida, e Frentzen conseguiu o 3ª posição deixando as Ferraris em 4º e 5º no Grid de largada. Ralf Schumacher que estava em 11ºlugar roda e perde a chance de lutar por uma boa colocação. Schumacher saia a 1 minuto antes desse acontecimento para a pista, Barrichello fazia o 10ºLugar.

Schumacher fazia sua volta, e na primeira parcial Schumacher ficou abaixo da marca de Villeneuve, e na segunda parcial ele tinha 3 décimos de vantagem, e terminava a Volta com o mesmo tempo, com os mesmo 1:21.072. Villeneuve, pois fez primeiro essa volta. Schumacher ficava em segundo. E a reação foi imediata, Villeneuve voltou para a pista.

Na Metade do Treino até aquele momento Villeneuve e Schumacher faziam a primeira fila do Grid de largada para domingo. Mas Panis tentava fazer o melhor tempo da classificação com a ótima Prost-Mugen Honda, conseguiu o 7ºTempo. A Classificação era a seguinte em 33 minutos de treino:

1. Villeneuve (Williams) 1:21.072
2. Schumacher (Ferrari) + 0.000
3. Coulthard (Mclaren) + 0.404
4. Frentzen (Williams) + 0.581
5. Berger (Benetton) + 0.584
6. Irvine (Ferrari) + 0.667
7. Panis (Prost) + 0.787
8. Magnussen (Stewart) + 1.095
9. Diniz (Arrows) + 1.162
10. Hill (Arrows) + 1.271
11. Barrichello (Stewart) + 1.394
12. Hakkinen (Mclaren) + 1.472

Hakkinen conseguiu o 3ºTempo, com 34 minutos de Treino, com a Forte Mclaren. e nesse momento Alesi era o último lugar com um treino cheio de erros e de Rodadas. Frentzen fazia mais uma volta rápida, e na primeira parcial ele andou na balada de Frentzen, mas na segunda parcial ele errou e perdeu meio segundo, e dai não fez nada na volta, e não pode ajudar Villeneuve. Irvine tentava logo em seguida, mas não conseguia andar na mesma balada do Schumacher e do Villeneuve, Terminou a volta e fez apenas o 5ºTempo, mas conseguiu passar Frentzen.

E dai cai uma bomba! As especulações estavam dizendo que Schumacher fez o seu melhor tempo com Bandeira amarela. a 20 minutos do final do Treino o Clima de decisão ficava melhor, e Villeneuve fez a melhor 1ª parcial do Treino, mas na segunda parte ele exagerou e perdeu a chance de fazer uma melhor volta e Schumacher tentaria superar a marca de 1:21.072 mas não conseguiu melhorar nada.

Berger tentava fazer um bom tempo, em sua despedida da Formula 1, depois de uma longa carreira (1984-1997) mas acabou fez um tempo muito acima que ele fez antes. Mas Hakkinen fazia uma impressionante primeira parcial, seria uma previa do ano de 1998? E ele estava até na segunda parcial estava na Frente, mas acabou ficando com o 3ºTempo com quase 3 décimos atrás de Villeneuve e Schumacher.

Faltavam 10 minutos para o Final do Treino Frentzen abria a sua volta e também fazia a melhor primeira parcial do que Villeneuve e Schumacher, e quando termina a volta ele fez o tempo de 1:21.072, exatamente o mesmo tempo de Villeneuve e de Schumacher.

A Classificação era essa:

1. Villeneuve (Williams) 1:21.072
2. M.Schumacher (Ferrari) + 0.000
3. Frentzen (Williams) + 0.000
4. Hakkinen (Mclaren) + 0.297
5. Coulthard (Mclaren) + 0.404
6. Irvine (Ferrari) + 0.538
7. Berger (Benetton) + 0.584
8. Panis (Prost) + 0.787
9. Hill (Arrows) + 0.849
10. Alesi (Benetton) + 0.939

Damon Hill conseguiu o 4ºTempo, com 1:21.130, mas os 7 minutos finais de tempo seriam bons pois Villeneuve e Schumacher iriam para a ultima tentativa de cada um deles. Com dois minutos para o Final do Tempo Schumacher e Villeneuve iriam para a última Chance, no último minutos os dois abriram a volta, mas Schumacher já tinha 151 milésimos na segunda parcial e não conseguiu, Villeneuve era o pole position, Villeneuve com 1:21.072, Schumacher 1:21.072 e Frentzen com 1:21.072. Um grande treino, mas a corrida seria muito melhor.

Grid de Largada:

1ºFila
1. Jacques Villeneuve 1:21.072
2. Michael Schumacher 1:21.072
2ºFila
3. Heinz-Harald Frentzen 1:21.072
4. Damon Hill1:21.130
3ªFila
5. Mika Hakkinen 1:21.369
6. David Coulthard 1:21.476
4ªFila
7. Eddie Irvine 1:21.610
8. Gerhard Berger 1:21.656
5ªFila
9. Olvier Panis 1:21.735
10. Jean Alesi 1:22.011
6ªFila
11. Jan Magnussen 1:22.167
12. Rubens Barrichello 1:22.222
7ªFila
13. Pedro Paulo Diniz 1:22.234
14. Johnny Herbert 1:22.263
8ªFila
15. Shinji Nakano 1:22.351
16. Ralf Schumacher 1:22.740
9ªFila
17. Giancarlo Fisichella 1:22.804
18. Norberto Fontana 1:23.281
10ªFila
19. Ukyo Katayama 1:23.409
20. Tarso Marques 1:23.854
11ªFila
21. Mika Salo 1:24.222
22. Jos Verstappen 1:24.301

Villeneuve vence Schumacher e é Campeão do Mundo de 1997!

Jacques Villeneuve pole Position e Michael Schumacher 2ºLugar no Grid, no Campeonato era Schumacher o líder com 78 e Villeneuve tinha 77, a briga pelo titulo estava entre apenas os dois. Pra Mim, essa foi uma das maiores corridas da História da Formula 1 desde de quando eu acompanho Formula 1, desde de 1992. O Cima da Largada todos estavam calmos, calmaria e concentração dos pilotos, nem parecia que estavam prontos para uma Grande Guerra que iria acontecer, Schumacher e Villeneuve e Mais 20 Coadjuvantes.

Todos foram para a Volta de Apresentação, Villeneuve além de enfrentar a Dificuldade de enfrentar Schumacher estava com Febre, teria que lutar também com esse problema. e Todos foram para a largada.

E a Largada aconteceu e Schumacher foi brilhante e assumiu a ponta e Frentzen foi para o Segundo lugar e Villeneuve não largou bem de decidiu esperar para Frentzen atacar Schumacher. As Mclaren tomaram posições do Hill que ficou em 6º, Irvine em 7º isso depois da primeira volta.

Em uma volta Schumacher conseguiu 2 segundos de vantagem, por causa de certa indecisão de Frentzen para assumir o Segundo lugar para que pudesse atacar Schumacher e preservar Villeneuve da Batalha, pois Schumacher tinha a vantagem de se acidentar e levar junto Villeneuve, se os dois se enroscarem o Titulo era do Alemão.

Frentzen não conseguia ajudar Villeneuve, mas Irvine não conseguia se quer passar Hill e nem de longe poderia ajudar Schumacher. Com 5 Voltas Schumacher tinha 1.993 em cima de Frentzen e 3.295 em cima de Villeneuve depois vinha Hakkinen, Coulthard, Hill, Irvine, Magnussen, Berger e Barrichello completando os 10 primeiros.

na Volta 6 Schumacher foi 1 milésimo mais rápido que Frentzen, impressionante Jerez aprontou essa com os cronômetros moderníssimos da Formula 1. falaram até em adotar do Décimo de Milésimo de segundo, Villeneuve percebendo que Frentzen não ira para a Briga decidiu ele ir para a briga e passou Frentzen que facilitou a ultrapassagem para Villeneuve, e agora Villeneuve tinha 4 segundos em cima de Schumacher, e não seria fácil tirar essa diferença.

Na Volta 9 Villeneuve acaba de fazer a melhor volta da corrida, mas Schumacher andou muito bem e só permitiu que Villeneuve tirasse milésimos. e era assim que Villeneuve deveria fazer, tirar aos poucos a diferença, ser rápido mas não se desesperar. Frentzen não tinha ritmo de corrida bom, e Hakkinen e Coulthard já estavam na cola de Frentzen, que mostrava ser um piloto também fraco para ajudar seu companheiro de equipe. Villeneuve tirava aos poucos a Desvantagem da pista para Schumacher, mas errou em uma volta é perdeu 7 décimos. E Schumacher conseguia nessa primeira parte tudo que ele havia planejado. Diniz acabou rodando e abandonando a corrida na Volta 12.

Na Volta 15: Schumacher, Villeneuve, Frentzen, Hakkinen, Coulthard e Hill eram os seis primeiros, as colocações não foram alteradas de Forma nenhuma. Os primeiros pits estavam acontecendo agora, Com Salo e Tarso Marques (Nunca teve um carro a altura para avariamos o seu talento) Barrichello brigava com Panis e Alesi pelo 10ºLugar. Ele iria para uma parada, diferente de todos os outros pilotos. e na volta 16 Schumacher já abria 5.2 Segundos até agora era a corrida dos sonhos para os Ferraristas que vinham o titulo bem perto deles. Depois de 17 anos de seca.

Ralf Schumacher fazia sua parada de Pits na volta 17. e a corrida estava entre Schumacher e Villeneuve, Frentzen que era o terceiro colocado estava a 11 Segundos atrás de Villeneuve e depois bem perto deles estava Hakkinen, Coulthard, Hill e Irvine.

Com 20 voltas Schumacher e Villeneuve estavam volta a volta disputando a liderança, Panis fazendo a sua primeira parada de pits, Schumacher estava sendo favorecido pela Equivocada Tática de Frentzen tentar atacar Schumacher. Tanto Williams, tanto Ferrari se preparavam para o primeiro pit dos postulantes para o Titulo Schumacher perdeu um pouco de tempo para tentar passar Tarso Marques logo depois Schumacher foi para a sua primeira parada nos boxe, e com 7.6. Na volta Seguinte Villeneuve foi para os pits, para a sua primeira parada.

a Situação mudava Frentzen era o líder e podia agora ditar o ritmo de corrida, Hakkinen, Schumacher, e Coulthard estavam na Frente de Villeneuve, mas Frentzen e as Mclarens teriam que parar para os pits. E o Trabalho de Frentzen estava começando para que Villeneuve anulasse os 5 segundos que ele tinha de diferença para que o Canadense voltasse a briga pela vitória, Coulthard fazia seu pit na volta 24. Hakkinen tentava ultrapassar Frentzen, Todos estavam fazendo seus pits Frentzen em 26 Voltas ainda estava na pista, mas o Alemão fez bem seu trabalho para o Companheiro de equipe, a Vantagem Sumiu entre Schumacher e Villeneuve Frentzen ainda para Fazer sua parada em 1º, e Berger que fazia a sua corrida de despedida na Formula 1 estava na 4ºposição. Tanto Frentzen, tanto Berger ainda estavam para fazer a primeira parada, depois vinham Coulthard e Hakkinen em 5º e 6º.

Terminada a 28º Volta, Frentzen foi para os pits. E agora a briga estava novamente entre Schumacher e Villeneuve e Berger fazia sua parado na 30ªVolta. e agora Tanto Schumacher, tanto Villeneuve estavam começando a enfrentar os Retardatários , Na Volta 31, Norberto Fontana da Sauber Deixou Schumacher passar, mas não deixou Villeneuve passar, atrapalhando o Canadense. No Final da volta 31, Schumacher abriu 3.1 em cima de Villeneuve, Fontana que tinha a Sauber com motores Ferrari ajudou Schumacher. Rubens Barrichello teve problemas e abandonou a corrida.

Chegamos a metade da Corrida: e Schumacher ainda estava em primeiro, e com o titulo na mão o Campeonato terminaria Schumacher 88 contra Villeneuve 83.

Na Volta 34 a Classificação era a Seguinte: M.Schumacher, Villeneuve 2.343, Coulthard 16.732, Hakkinen 17.312, Frentzen 17.895 e Irvine 19.327. Villeneuve nessa altura já tinha um carro um pouco mais rápido que Schumacher, mas o Alemão no Braço fazia com que a Diferença fosse bem pequena. Mas continuava Villeneuve um pouco mais rápido, lá atrás Frentzen, Coulthard, Hakkinen e Irvine Brigavam pelo terceiro lugar.

Na Briga pelos Retardatários, todos deixavam passar sem atrapalhar os lideres, e na volta 38 Schumacher tinha 1 segundo na Frente de Villeneuve, Ralf Schumacher na volta 39 abriu para Schumacher e logo depois teve a atitude correta, a mesma atitude com Villeneuve, mas mesmo assim Villeneuve na volta seguinte Schumacher ganhava 7 Décimos para Villeneuve, além disso Ralf estava com o carro fumando,indicando que Ralf Schumacher estava prestes a abandonar a corrida.

Na Volta 42 Schumacher era o Líder com 2.379 de diferença para Villeneuve, depois vinha Coulthard, Hakkinen, Frentzen e Irvine brigando por um lugar ao pódio. e Ferrari e Williams estavam prontas para a parada final de pit stops para ambos, estávamos prestes a Ver a Batalha Final entre os dois, esse seria o último combate, Na Volta 43 Schumacher fazia sua parada e completou ela em 9.4 para por combustível para terminar a corrida. E na Volta 44 Villeneuve foi para os pits, em 8.3 e acabou Schumacher continuava na liderança e Villeneuve voltava atrás de Coulthard que estava com um ótimo carro em Jerez.mas teve que ir aos pits. E a partir dai a batalha final estava para começar.

1997 European Grand Prix

Agora eram 24 Voltas em que Schumacher deveria defender sua 1ªPosição para o Titulo, e Villeneuve lutaria para vencer Schumacher e ser campeão do mundo. e na Volta 47 Schumacher já não tem o mesmo desempenho e Villeneuve estava com tudo para passar Schumacher e Finalmente chegava a Volta 48 quando Villeneuve foi para passar Schumacher e já tinha meio carro na Frente quando Schumacher deu mais uma vez de Dick Vigarista e tentou fazer a mesma coisa de 1994 quando tirou Hill da pista. Mas acabou não conseguindo, Schumacher foi para a Brita e não conseguiu mas sair e abandonou a corrida, e Villeneuve acabou seguindo na corrida, agora ele teria todo o cuidado para ser campeão, pois poderia chegar até no Sexto Lugar que o Titulo era dele.

Com 50 Voltas completadas: Villeneuve era o Líder: 10.076 na Frente de Coulthard, depois Hakkinen 10.712, Irvine 13.878, Berger 16.768 e Frentzen 23.356, Panis que era o 7º tava longe demais de Frentzen. Para Villeneuve era só administrar a corrida, ele tinha 14 voltas para confirmar o Titulo, Coulthard e Hakkinen brigavam pelo segundo lugar, e Berger pressionava Irvine pelo 4ºLugar. E de resto era Schumacher rezar para Villeneuve abandonar a corrida para ele ser Campeão, mas com uma atitude tão feia como aquela, se ele fosse campeão, seria uma vergonha para a Formula 1, digna de escândalos.

E Na Transmissão da Formula 1 Ricardo Zonta falou que Schumacher jogou o carro para cima de Schumacher, não havia duvidas daquela jogada de desespero? Não, de mau-caratismo que sempre rondou a carreira de Schumacher.

A 11 Voltas do Final Villeneuve tinha 5.1 segundos na frente de Coulthard, Shinji Nakano estava perto de Villeneuve, mas Nakano era longe das Tradições dos pilotos japoneses que faziam atrapalhadas na pista, ele considero o mais consistente da Formula 1 até chegar Sato e Kobayashi apesar de não ser o Mais rápido deles. E ficou durante 3 a 4 voltas perto dele até que Villeneuve deixou Passar Nakano.

Berger tenta ultrapassar Irvine a poucas voltas do Final e com 5 voltas para o Final da corrida: Villeneuve lidera com as Mclarens perto dele e se aproximando, mas na volta 65 as Mclarens se aproximaram definitivamente e Villeneuve decidiu que não era importante essa vitória. E a 3 Voltas da Corrida Hakkinen tentava passar Coulthard e consegue passar e assumir a segunda posição.

E Berger depois de Varias e Varias Tentativas passava Irvine e iria buscar o pódio a todo o custo, e do primeiro ao sexto estavam todos perto. A duas voltas do Final uma linda decisão de titulo. E Villeneuve na volta final Cruza a linha de Chegada com 1.235 de vantagem para Hakkinen e no final Villeneuve decidiu deixar Hakkinen vencer, e Coulthard em segundo e Villeneuve em 3º Conquista o Titulo mundial, depois de tantas lutas e batalhas Villeneuve conquista o titulo de Forma Merecida, as Mclarens conquistavam a Dobradinha, e Berger fecha brilhantemente sua carreira em 4ºLugar, Irvine foi inútil na briga para a Ferrari em 5º, e Frentzen completou a zona de pontos.

E a consequências para Schumacher foram terríveis, ele perdeu todos os pontos na temporada de 1997, e perdeu o Vice-campeonato, além de ficar mais queimado no mundo da Formula 1, dia 26 de Outubro de 1997, um dia para a Formula 1 guardar para sempre da Memória. Um Grande dia em que mais uma vem, o Bem vence o Mal, e Villeneuve jogou limpo e foi o Campeão com justiça completa.

Resultado final do GP da Europa de 1997

Fotos:

Fonte das Fotos: Formel1mic – Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva

GP da Bélgica de 1990

Senna Conquista Vitória importante em SPA para o Titulo de 1990

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’50.365
2 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’50.948
3 Alain Prost (Ferrari) 1’51.043
4 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’51.902
5 Nigel Mansell (Ferrari) 1’52.267
6 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’52.648
7 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’52.703
8 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’52.853
9 Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’52.885
10 Satoru Nakajima (Tyrrell/Ford) 1’53.468
11 Aguri Suzuki (Lola/Lamborghini) 1’53.523
12 Ivan Capelli (Leyton House/Judd) 1’53.783
13 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’53.916
14 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Judd) 1’54.120
15 Eric Bernard (Lola/Lamborghini) 1’54.251
16 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’54.312
17 Emanuele Pirro (Dallara/Ford) 1’54.595
18 Derek Warwick (Lotus/Lamborghini) 1’55.068
19 Alex Caffi (Arrows/Ford) 1’55.199
20 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’55.261
21 Nicola Larini (Ligier/Ford) 1’55.278
22 Martin Donnelly (Lotus/Lamborghini) 1’55.304
23 Olivier Grouillard (Osella/Ford) 1’55.334
24 David Brabham (Brabham/Judd) 1’55.668
25 Paolo Barilla (Minardi/Ford) 1’55.859
26 Michele Alboreto (Arrows/Ford) 1’56.055

Não Classificaram para a corrida:

27 Philippe Alliot (Ligier/Ford) 1’56.118
28 Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’57.566
29 Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’57.704
30 Bertrand Gachot (Coloni/Ford) 1’58.520
31 Roberto Moreno (Euro Brun/Judd) 2’00.270
32 Claudio Langes (Euro Brun/Judd) 2’01.405
33 Bruno Giacomelli (Life) 2’19.445 29.080

Senna conquista vitória importante em SPA rumo ao Titulo de 1990

A Disputa pelo titulo de 1990 estava acirrada e Senna tinha 10 pontos na Frente de Prost, era um confronto particular entre os Rivais, um com o Melhor motor da Formula 1 (Mclaren Mp4/6 com os Motores Honda de 10 Cilindros) contra o Melhor Chassi da Ferrari de Alain Prost. Na Bélgica, Senna vencedor das edições de 85, 88 e 89 saia na pole position, com Berger em Segundo e Prost em Terceiro.

Na Largada, Senna larga bem e mantém a ponta e Berger protege Senna e não deixa oportunidade para Prost tentar ultrapassar os dois. um pouco mais atrás Piquet toca em Mansell que vai para a mureta de proteção, as duas Lotus se chocam, uma delas perde o Bico, uma Dallara fica atravessada no meio da pista. Ou seja, vários pilotos tiveram problemas e antes de completarem a primeira volta a largada acabou sendo anulada e com isso os pilotos se alinharam para a 2ªlargada.

Na 2ªLargada, Senna Larga bem, mas quem se destaca é o Piloto da Casa Thierry Boutsen que passou de 4º para segundo, mas muito devido ao Berger que acabou bloqueando a largada de Prost, que caiu para o 5ºlugar. Berger foi para a Luta para tentar recuperar a 2ªposição que estava nas mãos de Boutsen. Nannini era o 4ºlugar.

Senna Completa a 1ªVolta com Boutsen, Berger e Nannini atrás, Prost continuava em 5º Mansell em 6º, Piquet e Patrese completavam os 8 primeiros colocados. mas Paolo Barilla bateu muito forte na segunda volta e De Cesaris acabou rodando. Apesar de terem completado a 1ªvolta da corrida, a largada foi anulada mais uma vez, e assim os pilotos iriam para a Terceira largada e que eles esperavam que essa fosse à largada definitiva.
Na 3ªLargada, Senna largou mais uma vez ficou em 1º, Berger em 2º, Prost em 3º e Boutsen em 4º, quem largou bem foi Patrese que Saiu de 7º para 5ºlugar. Mansell foi mal demais, ele caiu de 5º para 8ºlugar e o pior sendo pressionado por Alesi com a Tyrrell-Ford.

Boutsen na 3ªvolta estava começando a chegar perto de Prost buscando a3ªPosição, mais que isso, precisava convencer Frank Williams de que seria útil para a Williams em 1991. Nakajima teve problemas e abandonou a corrida na 3ªVolta. Senna estava tranquilo na liderança com Berger protegendo Senna dos ataques de Prost. Thierry Boutsen, Patrese e Nannini completavam os 6 primeiros, Piquet em 7º, muito longe de Nannini. Na sexta Volta, Pirro abandonou a corrida com problemas de Vazamento de Água em seu Dallara-Ford.

A Classificação era após 6 Voltas: Senna (11:59.903), Berger (1.849), Prost (2.503), Boutsen (3.664) Patrese (4.848), Nannini (6.090). Prost começava a se aproximar de Berger para lutar pelo 2ºlugar. Senna na Volta 7 Tinha a melhor volta da Corrida, 1:58.712, Piquet, Alesi, Mansell, Capelli, Bernard e Gugelmin eram colocados de 7º até o 12º. Alias decepção para a corrida de Mansell, que estava numa corrida lamentável com a Fortíssima Ferrari. Após 10 voltas a Classificação continuava a mesma: Senna, Berger, Prost, Boutsen, Patrese e Nannini. As disputas mais interessantes estavam no pelotão intermediário, com Gugelmin tentando passar Bernard e Mansell tentando recuperar terreno.

Na Volta de número 11, Boutsen estava perto de Prost, tentando definir a briga. Mais Prost precisava tentar algo pra se aproximar e passar Berger e partir para buscar Senna. Mansell na Volta 12 para Trocar os pneus. Ele já tá caia para a 10ªPosição. Na Volta 12, Prost Faz a melhor volta da corrida, 1:58.151 e se aproximava de Berger pelo 2ºlugar.

Prost abria fogo pra cima de Berger pela 2ªposição. Lá Atrás, Alesi e Capelli lutavam pelo 8ºlugar. Prost na chicane que ficava um pouco antes da Reta dos boxes passou Berger e assumiu a Segunda posição e começou a tentar buscar Ayrton Senna. Boutsen chegou em Berger para lutar pelo 3ºlugar.

Agora a Corrida começava a ficar bastante interessante devido ao confronto Senna, Prost tinha 4 segundos atrás do Prost, Nannini ultrapassou Patrese e assumiu a 5ªPosição, Patrese estava em Ritmo lento e já na Alça de mira de Piquet.

Com 19 Voltas completadas Berger foi para a sua parada nos boxes, Patrese abandonou a corrida na mesma volta. Na volta seguinte, Foi a vez de Mansell deixar a corrida, Mansell que já estava mal na corrida. Classificação após 19 Voltas: Senna. Prost, Boutsen, Nannini, Piquet e Berger, com Alesi em 7º, Gugelmin em 8ºe Capelli em 9º Senna e Prost continuavam na luta pela vitória e pelo titulo de 90, e os Retardatários estavam cada vez em número maior, Senna chegou em uma volta a pegar 3 deles na reta.

Na Volta 21, para a Tristeza dos Belgas, Thierry Boutsen abandona a corrida devido a problemas de Transmissão. Com isso. Gugelmin já estava na zona de pontuação e o piloto da Leyton House, não pensava parar nos boxes de maneira nenhuma na corrida, seria essa a forma que ele tinha para poder pontuar na corrida.

Na Volta 23, Senna e Prost vão para a parada Juntos, e ambas as equipes trabalham bem, Senna Voltou Exatamente na Frente de Nannini e Prost voltou em 3ºlugar. Nannini ainda estava grilado por causa do GP da Hungria, pois ele foi vitima de um acidente que Senna causou. Depois de ataques do piloto da Benetton, Quando a temperatura dos seus pneus foi ficando normal Senna fugiu de Nannini e abriu vantagem na liderança. Nannini que teria que segurar Prost na briga pelo 2ºlugar. Após 23 Voltas a Classificação era a Seguinte: Senna (45:49.064), Nannini (0.601), Prost (4.437), Berger (13.127), Piquet (14.361) e Gugelmin (37.232).

Na Volta 24, Prost outra vez faz a melhor volta da corrida e se aproximava de Nannini cada vez mais, Nannini em 2º não foi trocar os pneus devido ao Excelente chassi da Benetton que permitia fazer uma corrida sem trocar os pneus, Piquet foi trocar os pneus e a Benetton demorou na troca que foi de 14 segundos, voltando na 6ªposição. Mauricio Gugelmin passou para 5º.

Prost na Volta 27 partiu de vez ao ataque em cima de Nannini enquanto essa briga acontecia, Senna aproveitava e faz a melhor volta da corrida, 1:56.104 e tentava abrir o máximo possível para administrar a corrida nas voltas finais.
No Final da volta, na chicane antes da reta dos boxes, Prost passou Nannini de forma arrojada para os padrões de Alain Prost e assumiu a segunda posição, Nannini sem pneus não resistiu muito tempo, apesar do excelente chassi da Benetton B190. Seus pneus estavam em péssimo estado em relação aos outros pilotos que estavam com pneus normais.

Andrea de Cesaris com problemas de Motor abandonava a corrida na volta 30, ao mesmo tempo que Piquet passou Gugelmin e voltou a 5ªposição, mas Gugelmin em 6º estava bem tranquilo em relação manter a 6ªposição, que daria o primeiro ponto dele no ano. Com 30 Voltas completadas, a classificação era essa: Senna, Prost, Nannini, Berger, Piquet e Gugelmin.

Na Volta 32, Alboreto não deixou Prost passar por varias curvas e complicando a vida de Prost que viu a vantagem de Senna aumentar de 6 segundos para 10 segundos por causa disso.

Alain Prost, Ferrari

Restando 11 Voltas para o Final da Corrida, Senna virava volta mais rápida em cima de Volta mais rápida. A grande briga que poderia acontecer no final de corrida seria a de Nannini tentando manter o 3ºlugar em cima de Berger com pneus em melhor estado que o piloto da Benetton. De resto, as outras posições estavam praticamente definidas.

Na Volta 35, Berger chegou de vez em Nannini e iniciou a briga pelo 3ºlugar, a Benetton era um carro em termo de Chassi melhor que o Mclaren, mas o motor da Honda é muito mais potente que o Ford HB da Benetton. Na volta seguinte, Nannini não passou Caffi e Berger tentou e Acabou lado a lado na Grande reta da pista depois da Eau Rouge e por muito pouco Nannini e Berger não batem e abandonam a corrida, pois quase tocaram roda por roda. A 7 Voltas do Final, Berger foi de novo, mas já teve mais cauteloso e não foi de uma vez para cima do Nannini. era o pega do final da prova, já que Senna e Prost tinham as posições definidas. David Brabham parou a 6 Voltas do final da corrida devido a problemas elétricos mas deixou o carro em posição em parte perigoso. Classificação era nesse momento: Senna, Prost, Nannini, Berger, Piquet, Gugelmin.

Na Volta 41, Senna já administrava a sua vantagem na liderança. Enquanto isso continuava a disputa entre Nannini e Berger pelo 3ºlugar. A Classificação na Volta 40 era: Senna (1:18:42.914), Prost (10.047), Nannini (32.379), Berger (33.621), Piquet (1:19.961) e Gugelmin (1:35.782), Mas a 3 Voltas do Final da corrida, Alessandro Nannini escorregou e Berger aproveitou para tomar o 3ºlugar de Nannini e conquistar seu lugar no pódio, enquanto Nannini sem ritmo de corrida acaba desistindo da disputa. Stefano Modena também abandona com Problemas de Motor Judd.

Senna conquistou sua 5ªVitória na temporada de 90, abrindo mais 3 pontos em cima de Prost que terminou em 2º, Senna com 63 pontos e Prost com 50 pontos disputavam o campeonato, Berger em 3º, Nannini em 4º, Piquet em 5º e Gugelmin em 6º completaram a zona de pontuação. O piloto da Leyton House conseguiu fazer o primeiro ponto nessa temporada. 17 carros terminaram a corrida, contando com Modena que atingiu os 90% das voltas completadas.

Resultado Final do GP da Bélgica de 1990

Fotos:

Belgica 1990

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Especial: Equipe Rial – Parte 2

1989:

A Rial partia para a segunda temporada, Dessa vez teria um campeonato mais igual por que os motores turbo foram proibidos, todos os times teriam motores aspirados o que iria permitir uma igualdade maior, para começar o projetista Stefan Fober corrigiu o problema noi tanque de combustível e fez um estudo sobre o ARC01 fez modificações com o mesmo carro e renomeou ele de ARC02 com 208 litros de combustível e o Motor Ford Cosworth V8 DFR que gerava para a equipe 600 cavalos de potência. Os pilotos são os Alemães Christian Danner e Wolker Weidler que era vindo da Formula 3000, Os Seja uma dupla alemã numa equipe Alemã.

O novo regulamento a Rial com os 3 pontos feitos por De Cesaris em 88 fazia com que o piloto Christian Danner entrasse direto no Treino de Classificação, Já para o novato Wolker Weidler ele terai que disputar com outros 12 pilotos a Pré-Classificação. A terrível Pré-Classificação que somente 4 pilotos passavam para os treinos oficiais.

Em Jacarepaguá a Rial de Wolker Weidler fracassou na pré-classificação, Já Christian Danner classificou a Rial em 17º no Grid de largada, um bom começo para a Rial em 1989, na corrida Danner terminou a prova, Mas longe de um desempenho aceitável, Ficou em 14ºlugar, tendo problemas com o Câmbio do carro ficando a 5 voltas do vencedor. Em San Marino a Rial fica pela primeira vez de Fora da corrida, Weidler não passa de novo do Pré-qualify e Danner não conseguir lugar entre os 26 que garantem vaga na Formula 1. Esse mesmo quadro iria se repetir em Mônaco com Weidler fora dos treinos de Classificação e Danner não conseguindo se classificar para a corrida.

A Rial só volta a correr no GP do México onde Danner largaria em 23ºlugar e completaria a prova em 12ºlugar, O Carro se mostrava pelo menos um carro confiável se ele não era rápido, Isso beneficiou a Christian Danner no GP dos Estados Unidos que estava em uma nova cidade, Em um novo traçado o Alemão Danner largou em 26º e último lugar do que conseguem classificação para a corrida e mesmo com um Carro lento o piloto Alemão completa a prova em 4ºlugar atras somente de Alain Prost, Ricardo Patrese e de Eddie Cheever e acabou na Frente de Johnny Herbert com Benetton e Thierry Boutsen com a Williams. A Rial teria 3 pontos na temporada após 5 corridas o que daria uma esperança de melhora para a equipe.

Danner consegue pela 3ªvez seguida a classificação para a corrida, largando em 23º Danner acabou a prova sob chuva em 8ºlugar, sendo que foi o último colocado, Se estranham que não estamos falando de Wolker Weidler é que ele foi eliminado em todas as ocasiões na Pré-qualificação. Günther Schmidt nem suspeitava, Mas no Canadá a Rial faria sua última corrida na Formula 1, Mesmo com as falhas na Classificação para correrem na França e na Inglaterra a Rial com os seus pontos ganhos na 1ªmetade da temporada acabou garantindo lugar para os dois pilotos na Classificação. Mas o carro estava num estágio tão ruim que na Alemanha nenhum dos dois pilotos se classificou para o Grid de largada, Weidler foi desclassificado do treino por irregularidades na parte técnica, A partir dessa prova a Rial iria se perder totalmente. Mesmo garantida nas classificações a Rial era um fiasco nos treinos, Na Hungria nova desclassificação e Weidler é mandado embora da equipe.

Na Bélgica a maior prova da falta de evolução da Rial com a Estreia de Pierre-Henri Raphanel que estava lá mais por causa de dinheiro do que de talento a Rial fez com Danner 2:00.247. O 26ºcolocado do Grid de largada que foi Olivier Grouillard com 1:57.027, foram 3 segundos mais lento do que o tempo de classificação, isso com o Danner, já com Raphanel foi 2:02.937, a quase 6 segundos de Grouillard.

Na Itália e em Portugal a Rial fez papelão e não largou com nenhum dos dois carros e sempre com tempos muito lentos mesmo, cerca de 2 segundos mais lento que seus adversários mais diretos para a luta por lugares no grid de largada. Para Danner que talvez fosse a única boa peça desse time a paciência se esgotou e ele saiu da equipe. Gregor Foitek substituiu a Danner, e a estadia dele só durou um final de semana, Em Jerez Foitek bateu forte no treino de classificação e acabou sendo mandado embora da Rial, nem precisa dizer que o time não se classificou nessa corrida. Bertrand Gachot foi o substituto de Foitek nas duas corridas finais, Mas de nada aconteceu, Pierre-Henri Raphanel mostrou que não tinha potencial para correr na Formula 1, Mesmo que ele tenha conseguido largar nem Mônaco com uma Coloni. Foram 4 segundos mais lento que o 26ºlugar no Grid de largada do GP do Japão e foram 2 segundos no GP da Austrália entre Raphanel e Gachot e o último lugar no Grid do GP da Austrália.

Ao final do ano com o 4ºlugar em Phoenix de Christian Danner a Rial completou o ano na 13ªposição com 3 pontos ganhos, Mas por causa da Falta de dinheiro, falta de organização, da Arrogância de seu dono acabam por acabar com que a equipe fechasse as Portas, após 2 temporadas na Formula 1. Que pena, poderia ser um time com mais sucesso se não fosse um time tão desorganizado como foi.

Números da Rial em 1989:

Gps: 32 (Largou em 4 Gps)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 3
Motor: Ford DFR V8
Pilotos:

Christian Danner
Gregor Foitek
Bertrand Gachot
Pirrie-Henri Raphanel
Volker Weidler

Dados sobre o Carro de 1989:

Dados Técnicos:

País : Alemanha
Patrocínio : Rial Marlboro
Chassi: ARC02
Motor: Cosworth Mader V8 90
Potência: 620
Projetista: Gunther Schmidt
Diretor Técnico: Gunther Schmidt
Projetista: Gustav Brunner/Stefan Fober
Pneus: Goodyear

Motor :Ford Cosworth
Pneu :Goodyear
Chassi : monocoque Fibra de Carbono e Kevlar
Peso : 500 kg
Transmissão : Rial (6 marchas mais marcha Ré)
Combustível / Lubrificante : STP
Tanque : 208 Litros
Suspensão :
Amortecedores :Koni
Freios :
Disco de Carbono – Brembo/SEP
Comprimento :
Distância entre eixos : 2800 mm
dianteira : 1800 mm
traseira : 1600 mm

Fotos:

View post on imgur.com

Histórico da Rial

Gps: 48 Gps (Largou em 20 GPs)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 6
Pilotos:
Andrea de Cesaris (Itália)
Christian Danner (Alemanha)
Gregor Foitek (Suiça)
Bertrand Gachot (Bélgica)
Pirrie-Henri Raphanel (França)
Volker Weidler (Alemanha)

Referências: Stats F1, A Mil por Hora

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Reveja a primeira parte desse especial