Corridas Históricas – GP dos Estados Unidos de 1987

Grid de Largada:

1 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’39.264
2 Ayrton Senna (Lotus/Honda) 1’40.607
3 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’40.942
4 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’42.050
5 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’42.357
6 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’42.361
7 Michele Alboreto (Ferrari) 1’42.684
8 Teo Fabi (Benetton/Ford) 1’42.918
9 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’43.479
10 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’43.541
11 Stefan Johansson (McLaren/TAG) 1’43.797
12 Gerhard Berger (Ferrari) 1’43.816
13 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’44.350
14 Philippe Streiff (Tyrrell/Ford) 1’45.037
15 Martin Brundle (Zakspeed) 1’45.291
16 Christian Danner (Zakspeed) 1’45.740
17 Andrea de Cesaris (Brabham/BMW) 1’46.046
18 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’46.083
19 Alex Caffi (Osella/Alfa Romeo) 1’46.124
20 Philippe Alliot (Lola/Ford) 1’46.194
21 René Arnoux (Ligier/Megatron) 1’46.211
22 Ivan Capelli (March/Ford) 1’46.269
23 Piercarlo Ghinzani (Ligier/Megatron) 1’47.471
24 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’48.801
25 Adrián Campos (Minardi/Motori Moderni) 1’50.495
26 Pascal Fabre (AGS/Ford) 1’53.644

Senna conquista segunda vitória nas ruas de Detroit

Após 4 etapas do campeonato mundial de 1987 de Formula 1 o campeonato iria para a Famosa capital da indústria automobilística com Prost líder com 18 pontos e 2 vitórias na liderança com Senna a 3 pontos atrás e vencedor da prova anterior em Mônaco, Johansson que fazia um grande campeonato estava em 3º com 13 pontos, Nelson Piquet estava com 12 pontos em 4º, Nigel Mansell com 10 pontos e uma vitória estava em 5º  e Michele Alboreto em 6ºlugar com 8 pontos.

Nos treinos oficiais o Leão Nigel Mansell voou baixo e com mais de um segundo de vantagem conquistou a pole position com Ayrton Senna com a Lotus-Honda em 2º, Nelson Piquet com a Williams e Thierry Boutsen com a Benetton-Ford TEC V6 formavam a segunda fila e a terceira fila era formada por Alain Prost com a Mclaren e pelo dono da Casa Eddie Cheever que fez um grande treino colocando a mediana Arrows na terceira fila.

Um dia que estava com o tempo nublado era isso que  os 26 pilotos iriam enfrentar 63 voltas nesse circuito de rua traiçoeiro e que exigia a perfeição dos pilotos ou caso contraio a qualquer momento eles encontrariam o Muro como impedimento deles continuarem na prova.

Na Largada a liderança ficando com Mansell com Senna em segundo e Piquet em 3º e Cheever que fez belíssima largada ganhando 2 posições para ir ao 4ºlugar para a Alegria da torcida norte americana, Já Satoru Nakajima acabou batendo de leve em um adversário na segunda curva e acabou curvas depois sendo atingido pelo piloto Espanhol Adrian Campos. Resultado disso é que Nakajima já ficou pela curva aonde ele saiu da corrida, Campos deu uma volta e depois deixou a corrida.

Mansell estava em primeiro com Senna em segundo e ambos estavam abrindo muito de Piquet que estava tendo que se virar para se manter na frente de Cheever que começou muito forte a sua corrida, E ai depois Teo Fabi estava em 5ºlugar levando consigo um grupo bem razoável de pilotos atrás dele.

Na terceira volta de prova Mansell abriu boa vantagem para Senna, Enquanto isso Piquet continuava sendo pressionado por Cheever, e curvas depois o Norte-Americano passou assumindo o terceiro lugar, Enquanto isso Piquet ficava pelo caminho e sentindo que estava com desempenho ruim acabou indo para os boxes para trocar os pneus e dessa volta ele voltou apenas em 21ºlugar.

Alex Caffi acabou passando reto e deixando a corrida, Também deixou a prova o piloto Andrea de Cesaris que antes e acabar no muro acabou tendo seu câmbio quebrado. Enquanto isso Cheever vinha em 3ºlugar com o seu Arrows-Megatron e na frente de Ferrari, Mclaren e Benettons. Mas Teo Fabi, Michele Alboreto, Alain Prost estavam atrás já querendo acabar com a festa do Norte-Americano.

Fabi iria para cima de Cheever na luta pelo terceiro lugar e já bem longe de Mansell e de Senna que já abriam um monte de tempo em cima do piloto da Arrows. No começo da 7ªVolta Teo Fabi tenta ultrapassagem sobre Cheever, Mas Cheever se defende bem e Fabi acaba perdendo o bico de seu carro e estraga a sua corrida, Mas Cheever também tem prejuízos. Para mim Fabi não soube esperar o melhor momento para passar Cheever, Essa pista tinha pelo menos 2 pontos de ultrapassagem claros. Fabi abandonou a corrida com a quebra da parte do Bico do seu carro e Chevver foi para os boxes trocar os pneus e Voltou na 19ºlugar, Piquet já vinha na 15ºlugar e subindo volta a volta.

Classificação após 10 Voltas era a seguinte: 1. Mansell, 2. Senna, 3. Alboreto, 4. Boutsen, 5. Prost, 6. Berger.

Mansell continuava na ponta com um pouco mais de 6 segundos sobre Senna que tinha enorme diferença para Alboreto e Boutsen que se confrontavam pelo 3ºlugar, O Benetton apesar do motor menos potente que a Ferrari estava mostrando que estava se adaptando melhor a esse circuito, Prost estava em 5ºlugar sem dar mostras de que queria atacar agora.

Mansell já encontrava seu primeiro retardatário que era o Pascal Fabre da AGS na volta número 12 tamanha a fragilidade desse carro da equipe francesa e até mesmo do Fabre que andou 14 segundos mais lento que o pole position. (Hoje Fabri não teria autorização para largar por causa dos 107%) Ayrton Senna em 2ºlugar estava com um déficit de diferença para Mansell, Mas se a corrida acabasse naquela volta Senna seria o líder do campeonato com 21 pontos ao lado de Prost que continuava quieto em 5ºlugar, Típico das corridas do Prost aonde ele só atacava na hora certa.

Capelli deixava a corrida com problemas elétricos na volta 10,Derek Warwick também deixou a corrida Mas foi por causa de um toque no muro que danificou sua suspensão traseira e o forçou a abandonar na 13ªvolta. 7 carros já deixavam a prova naquele momento, Nelson Piquet já impressionava em estar em 9ºlugar após furo de pneu nas primeiras voltas e uma parada prematura nos boxes.

Prost parou de esperar e começou o ataque pra cima de Boutsen enquanto isso Piquet partia para cima de Patrese na luta pelo 8ºlugar na corrida, Mesmo com o motor BMW da Brabham Piquet tinha um desempenho melhor do que o desempenho de Patrese, E na metade da 17ªVolta o Brasileiro conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto da Brabham como também passou a Johansson que estava lento na pista com problemas mecânicos, Patrese e os outros pilotos atrás recuperaram posições enquanto que Johansson foi para os boxes, Por falar nos boxes a coisa estava explodindo pois o piloto da Zakspeed  Martin Brundle deixou a corrida com problemas do seu turbo que estourou em plenos boxes, Ele ainda tentaram fazer ele voltar a corrida mas o carro já tinha quebrado e Brundle nada pode fazer nessa altura do campeonato.

Johansson voltou para a corrida, Mas muito atrasado nas últimas posições da corrida. Mansell continuava a pegar retardatários enquanto que Boutsen, Prost e Berger faziam uma bela briga pelo 4ºlugar. Prost Acabou conseguindo a ultrapassagem sobre Boutsen na 20ªVolta e assumiu a 4ªposição. Classificação após 20 voltas completadas: 1. Nigel Mansell, 2. Ayrton Senna, 3. Michele Alboreto, 4. Alain Prost, 5. Thierry Boutsen e 6. Gerhard Berger.

EUA1987 (30)

Prost começava a buscar o 3ºlugar de Michele Alboreto enquanto que Berger iria tentar buscar o 5ºlugar de Thierry Boutsen Enquanto isso em 22 voltas Cheever estava em 13ºlugar, mas se recuperando do incidente do começo da corrida. Prost esperou o tempo certo para passar Alboreto e essa ultrapassagem aconteceu na 25ªVolta Prost acabou passando a Alboreto e na hora certa, já que Berger que a 2 voltas antes tinha passado a Boutsen já vinha pressionando a Prost. Alboreto ficou muito lento pela pista por causa de Problemas de Câmbio, tanto é que Prost levou junto a Gerhard Berger, Já Alboreto deixaria a corrida com os mesmos problemas de Câmbio que fizeram a corrida de Alessandro Nannini acabar na 23ªVolta.

Mansell com 26 voltas continuava na ponta da corrida dominando a prova, Com Senna em segundo também com vantagem muito tranquila para Prost que estava em 3ºlugar.

A Corrida estava em sua metade e sua classificação era essa na Volta 26: 1. Nigel Mansell, 2. Ayrton Senna, 3. Alain Prost, 4. Gerhard Berger, 5. Thierry Boutsen, 6. Nelson Piquet, O dono da casa Eddie Cheever já figurava em 10ºlugar.

Mas logo essa classificação iria mudar, Boutsen perdia rendimento e acabou sendo ultrapassado pelo Nelson Piquet e caindo para o 6ºlugar isso na volta 31, O Brasileiro Piquet buscava recuperação na corrida tentando se aproximar de Berger e Prost para pelo menos lutar pelo pódio. Já a se destacar a corrida de Phillipe Streiff que aproveitando o seu motor aspirado que era melhor de toque do que o Turbo no circuito de Detroit com um bom Chassi da Tyrrell estava em 7ºlugar na frente de pilotos com mais motor e mais carro que o piloto da Tyrrell.

Na 34ªVolta Mansell foi para os boxes com 11 segundos de Vantagem para Senna e acabou tendo uma parada desastrosa demorando demais por causa de um dos pneus traseiros e dessa Forma Ayrton Senna que parecia o único que teria condições de lutar contra Mansell assumia a liderança da corrida.

Mansell perderia posição também para Alain Prost e cairia para o terceiro lugar, Mas se Mansell fez uma parada poderia ser que Senna e Prost tinham que também fazer a parada e dai Mansell poderia voltar a liderança da corrida, O Inglês com melhores pneus foi para cima de Prost e conseguiu na 37ªVolta a ultrapassagem que devolveria Mansell para o segundo lugar enquanto isso Piquet já estava em 4ºlugar ao ultrapassar a Berger na 34ªVolta.

Piquet começava a querer tirar o 3ºlugar de Alain Prost, Com um pneu 3 voltas mais novo do que o Francês. Em termos de pneus a situação mais confortável era de Mansell que poderia muito bem voltar a liderança da corrida assim que todos os outros parassem nos boxes ou então recuperar tudo na pista, Pois com os pneus menos desgastados daria para o Leão voar baixo e reduzir a diferença para pó sobre Ayrton Senna. Enquanto isso Phillipe Alliot com a Lola-Larrousse deixava a corrida após um acidente na 39ªVolta, O GP dos Estados Unidos se encaminhava para o terço final com Mansell começando uma tentativa de atropelar Ayrton Senna para buscar a vitória.

Piquet ao completar a 42ªVolta aproveitando de dois retardatários acabou ultrapassando a Alain Prost e assumindo o 3ºlugar após ter caído para 21ªposição após a 3ªVolta de prova, uma linda ultrapassagem desse Genial piloto Brasileiro, O Momento mais bonito da corrida e do campeonato de 1987.

Boutsen também fica para trás na corrida fazendo uma parada muito longa cedendo seu 6ºlugar para o Francês Phillipe Streiff com a Tyrrell-Ford DFZ aspirado que também liderava a corrida dos aspirados. Mas logo depois de uma volta Streiff acabou perdendo a roda Traseira e dessa Forma sendo obrigado a abandonar a corrida, A Roda que soltou do carro de Streiff poderia ocasionar em um incidente mais grave, Mas por sorte nada aconteceu de ruim com ninguém, Uma pena foi pelo Streiff que fazia uma corrida muito boa. Sorte de Eddie Cheever que acabou assumindo o 6ºlugar na prova.

Mansell já não apresentava o mesmo desempenho seja por problema em seu carro ou por causa do desgaste físico e com isso Piquet e Prost chegavam em Mansell para lutarem pelo 2ºlugar, A liderança de Senna estava tranquila com 43 segundos sobre o vice-líder da corrida.
Classificação após 49 Voltas completadas: 1. Ayrton Senna, 2. Nigel Mansell, 3. Nelson Piquet, 4. Alain Prost, 5. Gerhard Berger, 6. Eddie Cheever.

A luta da corrida estava entre um Mansell com desempenho muito abaixo do esperado seja pelo carro ou por causa do desgaste dele contra Piquet que era companheiro de equipe (Ou digamos inimigo do Mansell) e de Prost.

Boutsen ainda buscava forças para tirar o 6ºposto de Cheever, Mas acabou a 11 voltas do final seus freios da sua Benetton dando problema e com isso o Belga deixou a corrida após figurar a maior parte do tempo nos pontos.

Já na volta de número 53 Nelson Piquet passou a Mansell e levou com ele o Francês Alain Prost que assumiu o 3ºlugar. Mansell já não via a hora de terminar a corrida, Mas antes disso na volta 56 Berger tomou a 4ªposição de Mansell, A Sorte do Leão é que Cheever estava bem longe. Pois se não fosse pela distância que estava entre os dois acabaria o Norte-Americano ainda com o 5ºlugar.

Senna só administrou sua enorme vantagem para os demais e dessa Forma levou a Lotus a Segunda vitória na temporada de 1987 com a Lotus-Honda, repetindo a vitória em 1986 quando Senna estava com a Lotus-Renault turbo, e Assumia pela primeira vez a liderança do campeonato de 1987, Nelson Piquet em 2ºlugar obtendo uma grande recuperação na corrida e uma ultrapassagem maravilhosa, Alain Prost em 3º numa corrida onde ele não figurou para lutar pela vitória, Mas Salvou alguns pontinhos para ficar a 2 pontos de Senna, Berger, Mansell que acabou tendo um resultado inapropriado a pilotagem que tele e Cheever que teve problemas de Pane Seca no final acabaram nos pontos.  Johansson que sofreu com problemas também na corrida, Danner, Patrese, Arnoux, Palmer e Fabre completaram a corrida.

Senna e Piquet formavam mais uma dobradinha brasileira na Formula 1. Para a Lotus essa vitória deixava a equipe mais viva do que nunca pela disputa do título. Mal Sabia a Lotus que essa seria a última vitória até o GP de Abu Dhabi de 2012 quando Kimi Raikkonen acabou com esse Hiato de 25 anos sem vitória da Lotus na Formula 1.

Resultado final do GP dos Estados Unidos de 1987

Fotos:

Vídeo da Corrida:

Créditos:
Fotos: Bestlap / Formel1mic
Vídeo: Youtube (Canal: Holger Eckert)
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Especial Ligier : Temporada de 1980

A Temporada de 1980 a Ligier precisaria confirmar que era uma das forças da Formula 1. Para isso projetou um novo Chassi com conceitos do Chassi de 79, o JS11-15. Manteve Jacques Laffite, Contratou o Jovem Didier Pironi para o Segundo Carro da Ligier e manteve os motores  Ford Cosworth aspirados.

A Temporada da Ligier começou muito bem, Na primeira corrida na Argentina a Equipe ficou com o 2º e 3º Lugar no Grid Com Jacques Laffite e Didier Pironi respectivamente, Porém Nenhum dos dois pilotos terminaram a corrida com problemas no motor. A Equipe conseguiu se manter forte, Conseguiu os primeiros pontos com Pironi no GP do Brasil com o 4ºLugar após largarem em 2ºlugar com Pironi e em 5ºlugar com Laffite.

Na África do Sul conseguiu um duplo pódio com Laffite em 2º e Pironi em 3º. Em Long Beach a Ligier fez uma corrida discreta demais e após um treino fraco com Pironi largando em 9ºlugar acabou salvando 1 ponto ficando em 6ºlugar. Laffite em 13º no Grid Abandonou a corrida.

Em Zolder, A Ligier mais uma vez colocou seus pilotos bem colocados no Grid com Pironi em 2º e Laffite em Terceiro, Em solo Belga a equipe Azul conquistou sua primeira vitória na temporada com Didier Pironi (5ªVitória da Ligier na Formula 1), Laffite com problemas acabou apenas em 11ºlugar. Em Mônaco Pironi dá a Ligier a primeira pole do ano, Mas acaba se acidentando na prova.

Quem de destacou Laffite foi responsável pelo bom resultado da Ligier largando em 5ºlugar e completando a prova em 2º. Na Casa da Ligier na França (Paul Ricard) Laffite voou baixo e fez a pole position e Pironi em 3ºlugar. Na Corrida Pironi e Laffite conquistam pódio com a vitória para Alan Jones líder do campeonato.

Ao final da primeira parte de temporada Jones era o líder com 28, Piquet com 25, Arnoux e Pironi com 23 e Reutemann e Laffite com 16. Nos construtores a Ligier estava com 39 pontos na Vice-liderança do campeonato atrás da Williams com 44 pontos que era a líder do campeonato.

Pironi andou demais em Brands Hatch, mas morreu na praia por causa de 2 pneus furados.
Pironi andou demais em Brands Hatch, mas morreu na praia por causa de 2 pneus furados.

Na Inglaterra dobradinha nos Treinos com pole de Pironi e Laffite em 2º, Mas problemas com os pneus acabaram com a corrida de Ambas as Ligier deixando os dois de fora e vendo Jones vencer e Piquet em segundo abrirem vantagem para Pironi e Laffite. Na Alemanha A Ligier não teve um grande grid de largada: Laffite largaria em 5º e Pironi em 7º. No domingo tudo mudou para Laffite que levou a Ligier a 6ªVitória na Formula 1. Pironi com problemas de Transmissão abandonou a prova.

Na Áustria os pilotos da Ligier largaram na 3ªFila com Laffite na frente de Pironi que estava com uma maré de má sorte. Pironi abandonou de novo enquanto, Laffite terminou a corrida em 4ºlugar. Na Holanda mais uma vez Pironi abandona uma corrida. (Era o quarto abandono seguido no ano) Largando do 15ºlugar ele bateu na corrida e praticamente deu adeus a disputa do título.

Laffite por sua vez largou em 6ºlugar e subiu ao pódio na 3ªposição. Na Itália a Ligier teve seu pior Grid um destruído Pironi com o 13ºtempo e Laffite num sofrível 20ºlugar. Na Corrida Pironi depois de 4 abandonos voltou a marcar pontos ficando em 6ºlugar, na frente de Laffite ficou em 9ºlugar.

A Ligier já não tinha qualquer chance de título no campeonato de pilotos.  No Canadá Pironi largou em 3ºlugar e fez excelente corrida, cruzando na frente a mais de 40 segundos de Jones que conquistou o título em Montreal, Mas como Pironi queimou a largada e com isso foi punido em 1 minuto jogando o piloto para o terceiro lugar. Laffite ficou em 8ºlugar após largar em 9ºlugar, parando a 2 voltas do final com problemas de Pane Seca.

Em Waltins Glen, Pironi largou em 7ºlugar e chegou ao pódio de novo na Terceira posição Laffite largou em 12ºlugar e chegou em 5ºlugar.

Ao final do campeonato Jacques Laffite terminou em 4ºlugar com 34 pontos e Didier Pironi em 5ºlugar com 32 pontos a Ligier fechava a temporada com o inédito Vice-Campeonato (Melhor resultado da História da Ligier na Formula 1) nos Construtores com 66 pontos, (Bem longe dos 120 pontos da Williams que foi a campeã) Com 2 Vitórias, 3 Poles, 11 Pódios e 3 Melhores Voltas Completadas.

Jacques Laffite
Jacques Laffite

Gps: 28
Vitórias: 2
Poles: 3
Pódios: 10
Pontos: 66
Motor: Ford Cosworth DFV
8 Cilindros em V com Ângulo de 90º
2 993 cm³
Potência: 475 Cavalos a 11000 RPM
Pilotos:
Didier Pironi
Jacques Laffite
Número de voltas completadas: 1.415

Chassi: Ligier JS 11-15
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design) e
Robert Choulet (Aerodinâmica)
Chassi : Monocoque em alumínio
Peso : 575 kg
Transmissão : Hewland FGA 400 com 5 marchas
Combustível e Lubrificante : Elf
Freios: A Disco
Comprimento:
Distância entre eixos : 2800 mm
dianteira : 1778 mm
traseira : 1608 mm

Fotos:

Ligier80

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap / Formel1mic

Capitulos Anteriores:

Temporada de 1976
Temporada de 1977
Temporada de 1978
Temporada de 1979

Especial Cockpit Manager 14

Esse Cockpit Manager é um jogo que é uma evolução do Projeto F1, um jogo que foi criado por Antonio Neto, Foi o primeiro jogo feito no Brasil em Estilo Manager, Existem duas versões, A de 2005 e a de 2008, A nossa intenção é fazer um Projeto F1 atualizado para o Ano de 2014.

Falando do Cockpit Manager 14 é um jogo que já segue o estilo
de imagens e de Layout parecido com o Elifoot 98. Ele é criado pelo Cartola Games.

Ao começar esse jogo é um jogo gratuito, Mas ele não libera todas as funções, Essa versão grátis só libera para você jogar com a Temporada de 2014 de Formula 1 com as duas menores equipes. A Caterham e a Marussia, Não poderia mudar o investimento por corrida
que você quer colocar no carro durante as corridas e outra, também não pode fazer as paradas automaticamente e nem Contratar ou renovar com pilotos durante a temporada, só podendo fazer isso no final da temporada. Eu não vou colocar o jogo Registrado para vocês. Para ter a licença é só pagar R$ 12,80. Vale a pena, é um jogo muito bom, você vai se divertir muito. Além de ter acesso a outras temporadas como a de 1976, 1991 e 2013.

Vamos contar o que você vai encontrar no jogo

1ºpasso, Começo do Jogo:

Clique em Novo Jogo e Seleciona a temporada que você quer, nesse caso
colocamos a temporada de 2014

Caterham

Marussia

Williams

Toro Rosso

Sauber

Force India

Mclaren

Lotus

Ferrari

Mercedes

Red Bull

Então eu escolho umas das 11 equipes e começo o jogo ou então tem um quadrado em que você marcando ele pode criar sua Própria Equipe.
Veja como:

Vamos para o Quadro das equipes no Cockpit Manager 14

Segunda Parte do Especial Cockpit Manager 14 Aqui

Corridas Históricas: GP do Japão de 1998

Em virtude de pessoas mandarem Spam toda a hora na pagina dessa corrida especial eu decido aqui fazer de novo o post dessa corrida. É Absurdo que pessoas mandem spam mal intencionados para vocês, Mas eu modero os posts e eles nem chegam a ficar visíveis. É absurdo que todos os dias eu tenha que jogar na pasta de Spams esses comentários. Portanto eu coloco de novo essa matéria para vocês que não merecem serem penalizados.

Treino Oficial: Grid de Largada

1° Michael Schumacher (3) Ferrari/Ferrari 1:36.293
2° Mika Hakkinen (8) McLaren/Mercedes 1:36.471
3° David Coulthard (7) McLaren/Mercedes 1:37.496
4° Eddie Irvine (4) Ferrari/Ferrari 1:38.197
5° Heinz-Harald Frentzen (2) Williams/Mecachrome 1:38.272
6° Jacques Villeneuve (1) Williams/Mecachrome 1:38.448
7° Ralf Schumacher (10) Jordan/Mugen Honda 1:38.461
8° Damon Hill (9) Jordan/Mugen Honda 1:38.603
9° Alexander Wurz (6) Benetton/Playlife 1:38.959
10° Giancarlo Fisichella (5) Benetton/Playlife 1:39.080
11° Johnny Herbert (15) Sauber/Petronas 1:39.234
12° Jean Alesi (14) Sauber/Petronas 1:39.448
13° Olivier Panis (11) Prost/Peugeot 1:40.037
14° Jarno Trulli (12) Prost/Peugeot 1:40.111
15° Mika Salo (17) Arrows/Arrows 1:40.387
16° Rubens Barrichello (18) Stewart/Ford 1:40.502
17° Toranosuke Takagi (21) Tyrrell/Ford 1:40.619
18° Pedro Paulo Diniz (16) Arrows/Arrows 1:40.687
19° Jos Verstappen (19) Stewart/Ford 1:40.943
20° Shinji Nakano (22) Minardi/Ford 1:41.315
21° Estaban Tuero (23) Minardi/Ford 1:42,358

Não Largou

22º Ricardo Rosset (20) Tyrrell/Ford 1:43.259

Hakkinen Conquista 1ºTítulo de Forma impecável com vitória no Japão.

Depois de 15 corridas o Campeonato de 1998 estava Hakkinen com 90 pontos e 7 Vitórias contra os 86 pontos e 6 vitórias de Michael Schumacher, A Decisão mais uma vez iria para a tradicional pista de Suzuka. Mais uma vez Mclaren x Ferrari, revivendo o duelo de 1990 entre Senna (Mclaren) vs Prost (Ferrari). No treino Oficial, Schumacher foi o mais rápido e largaria na pole position.

Todos partiram para a Volta de apresentação, a expectativa do que poderia acontecer na largada aumentava. Séria um review de 1990 quando Senna simplesmente não freou para que Prost não fizesse a primeira curva na frente e dai todos sabem de dessa forma Senna se consagrou Bicampeão. Todos iriam para a largada até que Alguém sinalizou, e dai todos os mecânicos voltaram para o grid de largada.

A 1ªlargada foi cancelada, quem sinalizou para que não largassem foi o italiano Jarno Trulli da Prost que largava da 14ªPosição e que agora iria largar em último, como era o regulamento da época.

Os ânimos se acalmaram um pouco, até que se começou a fazer a segunda volta de apresentação, e novamente a expectativa era grande de como seria a largada. Tudo indicava que a decisão iria começar, Mas ai então veio o inesperado. A Ferrari de Michael Schumacher não funciona e sinalizou que seu carro não ligava, A Ferrari deixou o Alemão na mão na hora que não podia, e Schumi teria que largar da última posição, vendo Mika Hakkinen em 1º, sem ninguém na sua frente podendo fazer uma corrida tranquila. O que era um possível sonho vermelho de que o jejum de 19 anos chegaria ao fim, Agora estava se tornando em um pesadelo de ver o jejum chegar ao 20ºAno.

Hakkinen via o titulo mais perto do que nunca, mas não deveria deixar escapar essa chance, que era enorme, Todos iriam para a 3ªvolta de apresentação, mas com Hakkinen agora puxando a turma e Schumacher lá atrás, para o Alemão Bicampeão do mundo, ele tinha uma missão quase impossível, partir de último para vencer, e do jeito que o Carro da Mclaren era muito forte iria ser quase impossível fazer isso teria de contar com a sua sorte.

Seriam 51 voltas: Na largada Hakkinen largou muito bem e segurou a ponta, mas Irvine assumiu o Segundo lugar, Coulthard largaria mal caindo para 4º e não podendo ajudar muito Hakkinen na briga pelo titulo.

Classificação após 1 volta: Hakkinen, Irvine a 1.577, Frentzen a 3.159, Coulthard a 3.590. Villeneuve a 4.643, Hill a 4.964, Depois R.Schumacher a 5.822, Wurz a 6.809, Fisichella a 7.462, Alesi a 7.965, Panis a 9.039 e Michael Schumacher já em 12ºlugar a 9.663 que fez uma brilhante largada e uma excelente primeira volta.

E na segunda volta Schumacher continuava dando seu Show, Já passaria Panis e continuava sua recuperação. Enquanto isso Coulthard Lutava para passar Frentzen com a sua Williams vermelha, Irvine faria 1:41.818, a melhor volta da corrida na segunda volta.

Classificação após 3 Voltas: Hakkinen, Irvine a 1.299, Frentzen a 6.174, Coulthard a 6.713, Villeneuve a 8.164. Hill a 8.666, Ralf Schumacher a 10.330, Wurz a 11.471, M.Schumacher a 11.784, Fisichella a 12.935, Alesi a 14.686 e Panis a 17.245.

Hakkinen com 1:41.585 faria na volta 3 a volta mais rápida, e Schumacher passava Wurz e assumia a 8ªPosição. Schumacher ultrapassava nesse momento 14 carros em menos de 4 voltas completas. A Diferença entre Hakkinen e Schumacher era de 12 segundos, e Crescia muito devido aos adversários mais lentos que ele deveria passar. Lá na Frente Hakkinen liderava, mas seguido de perto por Irvine que seria fundamental para a Ferrari tentar fazer Schumi Campeão do mundo.

Schumacher estava num grande bloco do 3º que era Frentzen até Ralf Schumacher em 8ºlugar. Hill com a Jordan que buscava passar a Benetton e a Williams na classificação dos construtores iria segurar de todas as formas Schumacher e também ao mesmo tempo estavam lutando pelo 5ºlugar com Villeneuve.

Era uma briga difícil de onde Schumacher já estava a mais de 14 segundos atrás do Líder. Um Pouco a Frente, Frentzen fazia corrida brilhante ao segurar David Coulthard, na briga pelo terceiro posto. Classificação após 7 voltas: Hakkinen, Irvine, Frentzen, Coulthard, Villeneuve, Hill, M.Schumacher, R.Schumacher, Wurz, Fisichella, Alesi, Panis.

Enquanto Hakkinen fazia todo o possível para se sustentar na 1ªposição a briga continuava pelo 3º e 5ºlugares, com Coulthard tentando passar Frentzen e Schumacher tentando passar Hill que tentava também passar Villeneuve, Ralf Ficava um pouco para trás. Hakkinen ao completar a volta 9 faz a melhor volta da corrida 1:41.214, na volta 9.

Sua vantagem para Schumacher já passava dos 25 segundos após 11 voltas. Hakkinen já tinha alguma tranquilidade em cima de Irvine, com 3 segundos e meio na Frente do Irlandês da Ferrari.

Na volta 12 Coulthard tentou um ataque definitivo pra cima de Frentzen que conseguiu se segurar na 3ªposição, e na briga de Schumacher, Hill estava já a mais de 9 voltas segurando Schumi, logo a Benetton já se aprontava para sua primeira parada nos boxes. O primeiro a parar seria Damon Hill com a Jordan, e Ralf Schumacher na reta dos boxes já explodia seu motor deixando a missão da Jordan mais difícil de conquistar o 4ºlugar dos construtores. Hill fazia 9.4 em sua primeira parada, Wurz Gastaria 6.8 segundos.

Irvine na volta 16 fazia sua parada e demorou 7.7 segundos, enquanto isso Hakkinen fazia de novo a melhor volta da corrida com 1:41.203, Fisichella também nos boxes para a 1ªparada, gastando 8 segundos. Nesse meio tempo Schumacher acabava empurrando de lado Villeneuve e passava ao 5ºlugar. Mika Salo parava com problemas hidráulicos.

Schumacher iria para a sua primeira parada, demorando 6.8 segundos, Voltando em 7ºlugar. E lá na frente continuava a briga entre Frentzen e Coulthard pelo terceiro lugar, O alemão Frentzen fazia uma corrida irretocável, sem dar a menor chance para Coulthard de ultrapassar.

Hakkinen na volta 18 iria para a sua primeira parada, demorando 7 segundos e 3 décimos ele voltou na ponta, Irvine fazendo a melhor volta da corrida 1:41.088, Villeneuve também fazia sua parada e Schumacher com 1:40.279 na volta 18 destruiria a volta de Irvine e Tomaria a melhor volta da corrida.

Classificação após 18 voltas: Hakkinen, Irvine, Frentzen, Coulthard, M.Schumacher, Alesi, Hill, Villeneuve, Wurz, Fisichella, Herbert, Panis. Os 12 primeiros na corrida. Frentzen iria aos boxes na volta 19 para sua primeira parada, demorando 9.5 segundos. e Schumacher fazendo melhor volta em cima de Melhor Volta 1:40.198 na volta 19, Alesi também fazia sua primeira parada em 7.6 segundos.

Hakkinen e Irvine começavam a pegar seus primeiros retardatários (Tyrrell, Minardi, Stewart e Prost, Arrows Também, Mas elas quebram tão rápido que não tinham a chance de serem retardatários)

Hakkinen tinha 26 segundos na frente de Schumacher na briga entre os dois para o titulo. Coulthard na volta 21 seria o último a fazer sua parada com 7.8 segundos. Michael Schumacher passava reto na chicane que levava a reta dos boxes, realmente ele estava andando muito forte para tentar tirar uma vantagem terrível. Mas já estava em 3ºlugar com todas as paradas feitas nos boxes. Coulthard estava em 4º, Frentzen em 5º e Hill em 6º.

após 24 voltas Hakkinen tinha 6 segundos na frente de Irvine, Schumacher em 3º estava freando muito forte e tentando puxar o máximo de desempenho de sua Ferrari, para tirar os 28 segundos que ele tinha sobre Hakkinen que era o líder e o campeão do mundo até aquele momento.

A corrida estava chegando em sua metade, e Schumacher tinha uma duríssima missão pela Frente, mas estava de certo modo detonando os seus pneus de forma bastante rápida e arriscando tudo. A única briga no momento esta a briga entre Frentzen, Hill e Villeneuve pelo 5ºlugar, isso valendo até posição no mundial de construtores.

Irvine na volta 26 iria para uma segunda parada nos boxes, demorando 6.5 segundos, indicando que iria para 3 parada o irlandês Eddie Irvine. Schumacher chegava perto de Irvine, e não seria surpresa ter uma troca de posições entre os dois (em 1998 o jogo de equipe era liberado, e os companheiros de Schumacher eram obrigados a trabalhar para ele.) Pedro Paulo Diniz, Ralf Schumacher, Mika Salo, Jos Verstappen e Rubens Barrichello tinham já abandonado a corrida até a volta 30. Schumacher virava 1 segundo mais rápido que Hakkinen.

Na Volta 30 uma tentativa equivocada de ultrapassagem de Estaban Tuero tirava ele mesmo e Tora Takagi da Corrida, e com esse acidente chegava ao fim a História da Equipe Tyrrell na formula 1. já que Rosset não tinha se classificado para a corrida após sofrer um acidente muito forte no treino oficial.

Schumacher tinha tirando os 1 segundo por volta em cima de Mika Hakkinen, Mas dai veio Schumacher o Pneu do carro de Schumacher estoura, o piloto da Ferrari tinha tirado mais do que o limite do carro. Com esse abandono O Finlandês Mika Hakkinen era o mais novo campeão do mundo de Formula 1, mesmo com ainda 19 voltas por fazer na corrida ele não precisava fazer mais nada que já não precisava, O titulo já esta dele. Frentzen iria para a sua segunda troca, com 6.8 segundos que ele demorou. Irvine estava por perto, Mas agora só teria a missão de vencer sua primeira corrida na sua carreira, coisa que estava bem distante do Irlandês.

Classificação após 35 Voltas: Hakkinen, Irvine, Coulthard, Frentzen, Alesi, Hill, Villeneuve, Fisichella, Wurz, Herbert, Panis, Trulli e Nakano. os 13 pilotos que continuavam na corrida. Continuava Hakkinen na frente de Irvine, com 3 segundos na frente. Com Coulthard em 3º, Frentzen em 4º Hill em 5º e Villeneuve em 6º já que Alesi parou nos boxes e voltou em 8ºlugar.

Por mais que Irvine tenta-se ser rápido, Hakkinen tinha o controle da corrida. Coulthard iria para a sua segunda parada, com 9.3 segundos. Voltava tranquilo em 3ºlugar. E Eddie Irvine iria para a sua terceira parada nos boxes. sepultando qualquer chance de estragar a festa prateada, com 7 segundos nos boxes Irvine iria tentar andar rápido até o final da corrida.

Agora Hakkinen só precisava administrar a corrida, pois tinha mais de 20 segundos na frente de Irvine que tinha boa vantagem para Coulthard em 3º que não ajudou em nada a Hakkinen por que largou mal e não conseguiu passar a Frentzen em seu inicio que tinha um carro bem inferior ao seu Mclaren.

Classificação após 40 voltas: Hakkinen, Irvine, Coulthard, Frentzen, Hill, Villeneuve, Fisichella, Alesi, Wurz, Herbert, Panis e Trulli, e só esses continuavam a corrida já que Nakano abandonaria a corrida na volta 40. Hakkinen tinha 24 segundos na Frente de Irvine, agora ele administrava a corrida, Irvine tinha 25 na frente de Coulthard.

Nada mais de interessante na corrida, a não ser a briga entre Frentzen e Hill pelo 4ºlugar na corrida que seria a emoção única nessas voltas finais. E trazia com ele Jacques Villeneuve que jamais teve a chance de defender o titulo que conquistou em 97 devido ao carro que a Williams fez em 1998. Se Damon Hill se conseguisse o 4ºlugar superava a Benetton nos construtores e seria a 4ªgrande equipe da temporada de 1998 tirando o time italiano dessa posição histórica dela desde 1988.

Já Hakkinen, Irvine e Coulthard estavam bem longe um do outro. Hakkinen já virava 1:44 que ele já tinha condições de fazer isso. Queria levar seu carro para a 8ªvitória no ano e encerrar com chave de ouro sua corrida no Japão de onde ele foi campeão pela primeira vez.

Nas voltas finais do campeonato estavam reservadas no segundo bloco do campeonato entre Frentzen, Hill e Villeneuve. Williams e Jordan brigando por posições. Para a Benetton seria torcer para Hill perder posição para Villeneuve sustentasse a 4º nos construtores.

Já que Fisichella não tinha carro para chegar nos pontos e ainda por cima Alesi passou Fisico e tirou o 7ºlugar do piloto da Benetton. E continuavam Frentzen e Hill brigando pelo 4ºlugar, até as ultimas voltas.

E Hakkinen iria para a Championship Lap, para a sua consagração e para a sua oitava vitória no ano e finalmente comemorar um titulo de que a Mclaren não via depois de 7 anos. (Último titulo da Mclaren foi de Ayrton Senna em 1991 na mesma Suzuka) Dessa vez o carro não era branco e vermelho e não tinha motor Honda e não era Brasileiro, Mas sim era prateado com o motor Mercedes-Benz (que conquistava seu primeiro titulo na categoria) e Tinha um jovem finlandês que tinha corrido com Ayrton Senna em 1993 na Mclaren. Irvine e Coulthard completariam o pódio.

Mas o melhor estava para o Final, Hill na última volta passou Frentzen e conseguiu o 4ºlugar quebrando uma escrita de 9 anos de onde os 4 primeiros lugares eram sempre de Mclaren, Ferrari, Benetton e Williams, que eram consideradas as 4 grandes da Formula 1 nos últimos anos. Frentzen que fez grande corrida em 5º e Villeneuve em 6º.

Resultado final do GP do Japão de 1998

Fotos:

 

Vídeos: TVNowShowSports

Fonte das fotos: Bestlap, Formel1mic, F1 olivier
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Especial Jordan 1991: O Carro dos Sonhos

A Estréia da Equipe Jordan começou em 1980, um ano após um Jovem piloto irlandês chamado Eddie Jordan ter montado a Jordan Grand Prix, depois de grandes Resultados em 1987 e 1989 culminando com o titulo de Johnny Herbert e Jean Alesi, Eddie Jordan começa a concentrar as suas forças na Formula 1, e para isso conta com o Projetista Gary Anderson, a Jordan Grand Prix ainda correria com seus carros na Formula 3000 durante esse meio tempo.

Com isso o Jordan 191 é pronto para testar. e para isso é chamado um grande amigo de Eddie Jordan, John Watson que estava sem correr a 6 anos na Formula 1 é o grande responsável pelo desenvolvimento do carro na Pré-Temporada para a temporada de 1991.

O Carro estava preto, mas o principal patrocinador foi escolhido, era a marca de Refrigerante 7UP, e os pilotos eram o Experiente e por algumas vezes demolidor de carros, Italiano Andrea de Cesaris e o Belga Bertrand Gachot, que toparam a missão de conduzir o EJ191 para uma digna primeira temporada de Formula 1.

Carro Oficial:

Ficha Técnica do Jordan 191

Construtor: Jordan Grand Prix
Projetista: Gary Anderson
Chassi: Monoposto de Fibra de Carbono
Motor: Ford Cosworth HB4 3.494 Litros (3.5)/ 213.2 com um Ângulo de 90º e Com 8 Válvulas
Transmissão: Longitudinal com 6 Marchas e Manual
Combustível: BP
Pneus: Goodyear Eagle

Estava tudo pronto, a Estréia seria nos Estados Unidos, no Circuito de Phoenix, como a Jordan era um time Estreante, precisava passar das pré-qualificações, algo terrível para as equipes que compuseram esse grupo, mas para a Jordan não seria problema.

Mas em Phoenix a Jordan não esperava pelo ótimo desempenho da Dallara que fez o 1º e 2º Tempo com Pirro e Lehto, A Jordan andavam logo Atrás, mas não esperavam pelo Italiano Nicola Larini que na estréia da Lamborghini fez o 3ºMelhor Tempo, dai só restavam uma vaga, que era disputada por Gachot, De Cesaris e Acredite se quiser: Pedro Chaves com a Nanica Coloni. Bertrand Gachot garantiu a última vaga do Grid, e De Cesaris ficou pelo caminho, para o experiente piloto da Jordan o final de semana acabou na Sexta-feira.

No Sábado Bertrand Gachot era o único Jordan na disputa do Grid de largada, e o Belga não decepcionou, colocou o carro verdinho na 14ªPosição. dividindo a 7ªFila com Mika Hakkinen da Lotus. Pirro e Lehto foram 9º e 10º e Larini em 17º Mostraram que o Nível de pilotagem dos que veio da pré-classificação foi muito alto.

Na Corrida Bertrand Gachot não se destacou na Corrida, e abandonou a corrida quando estava na 9ªPosição com problemas de motor.

Parte 2: Os Resultados Positivos

Passada a Euforia da Estreia a Jordan precisa agora de ter resultados, que em termos de Treinos Classificatórios vieram com facilidade, e o carro sempre largado do meio para Frente, isso ficou provado no GP do Brasil quando Bertrand Gachot e Andrea de Cesaris conseguiram com muita facilidade a Classificação para o Grid de Largada, Gachot em 10º e De Cesaris em 13º. Na Corrida no entanto De Cesaris abandonou a corrida na volta 20 acidentado e Bertrand Gachot chegou em 13º a 8 Voltas do Líder, provavelmente com problemas no seu carro, já que não se acreditava que Gachot tivesse num dia ruim, já que ele andava em 9ºLugar a maior parte do tempo. Em San Marino De Cesaris e Gachot ficaram na 6ºFila com o Italiano na Frente. Numa corrida confusa e com chuva no começo As Jordans quebravam na mesma volta, quando poderia ter chances de pontuar pela primeira vez. No principado de Mônaco, Andrea de Cesaris conseguiu o 10ºLugar no Grid, mas Gachot terminou no sufoco conseguindo um lugar apenas na penúltima fila, 24ªPosição, Na Corrida De Cesaris Fica pelo caminho, e Gachot faz uma otima corrida de recuperação chegando em 8ºLugar, mostrando já todo o potencial do carro.

Após 4 corridas sem pontuar, a Jordan sabia que os pontos viriam mais cedo o mais tarde, dai veio o GP do Canadá, uma corrida de onde acontece sempre corridas muito acidentadas, Mais uma vez os dois Jordans passam pelas pré-qualificações de sexta e no Grid Andrea de Cesaris conquistou o 11ºLugar e Bertrand Gachot o 14ºTempo. na Corrida, vários dos Favoritos Quebravam, Senna, Prost, Alesi, Moreno, Berger, sobravam só de Favoritos Patrese, Mansell e Piquet. a Briga pelos pontos se tornava mais possível. No final da Corrida as Jordans tinham os dois carros nos pontos, De Cesaris em 5º e Gachot em 6º, geralmente a carruagem nesses casos virara abóbora, mas dessa vez a coisa foi diferente, Mansell a curvas do Final teve problemas com o Carro e acabou abandonando, Com isso mais dois pontos para a Jordan, e festa para o Time Irlandes, 4º com De Cesaris e 5º com Gachot, os primeiros pontos do time verde na Formula 1 e muita festa para todos.

A Partir dai a Jordan começou a emplacar uma seqüência de pontuação na Temporada.

No México De Cesaris Larga em 11º e Gachot em 20ºLugar, Na Corrida Gachot abandonou, mas De Cesaris numa ótima Corrida conquistou um 4ºLugar na Corrida, mas 3 pontos para a Jordan Grand Prix. Depois na França Andrea de Cesaris largava de 13ºLugar para terminar de novo nos pontos, com o 6ºLugar, e Gachot largou em 19º para se acidentar logo na primeira volta.

No GP da Inglaterra, outra vez De Cesaris larga melhor que Gachot, o italiano larga em 13º contra o 17º do Belga Gachot, enquanto De Cesaris teve problemas de suspensão na volta 41, o Belga conseguia coletar mais um pontinho para a Jordan com o 6ºLugar numa magnífica corrida de Recuperação. Com 10 pontos ganhou a Jordan já era a 6ªColocada, um ponto atrás da Tyrrell que tinha apoio da Honda.

Na Alemanha a Jordan mostra sua forca nos Treinos com a 7ªposição no Grid de largara para De Cesaris e o 11ºLugar para Gachot. Na Corrida Ambos pontuam: De Cesaris em 5º e Gachot em 6º. na Frente de Senna que teve problemas e de Moreno, dois carros que tinham mais desempenho do que a Jordan. Com esse Resultado, A Jordan passava a ser a 5ªColocada, só atrás das 4 grandes (Mclaren, Williams, Ferrari e Benetton).

Na Hungria a Jordan não vai muito bem a Treino, De Cesaris ficou só em 16º e Gachot em 17º. na Corrida os dois carros fizeram boas corridas, mas não o bastante para manter a seqüência de pontos, De Cesaris ficou em 7º e Gachot em 9ºlugar, mas o Belga faria a melhor volta da corrida, de uma forma inimaginável para uma estreante.

Mas mal sabia Gachot que essa seria sua última corrida pela Jordan, pois ele se envolvia em uma briga com um taxista na Inglaterra, Gachot acabou usando um spray de pimenta nos olhos da vitima, para seu azar o spray era considerado uma arma na Inglaterra, Gachot ficou preso por dois meses. E para seu substituto Jordan chamou alguém de onde vamos contar na parte final do especial sobre a Jordan 1991.

Parte 3: O Surgimento de Schumacher e as corridas Finais

GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, pista fantástica receberia a 11ºEtapa do Mundial de 91, tudo normal a não ser pela prisão de Gachot e por ele não largar na corrida de Spa, Jordan precisava de alguém para correr com algum dinheiro, já que o Ano estava sendo mais custoso do que o planejado, Eddie Jordan acha um alemão que disputava o campeonato de marcas e pilotos, chamado Michael Schumacher, o Alemão tinha apenas 21 anos, e nunca tinha andado em Spa, com a exceção de duas voltas de bicicleta na pista, Jordan perguntou se Schumacher sabia a pista de Spa, Seu empresário muito habilidoso disse que sim. e assim ele foi contratado para correr no lugar de Gachot.

Nos Treinos, Schumacher assombra o mundo pois em sua primeira experiência ele largava na 7ªPosição, 4 posições na Frente de De Cesaris, na largada Schumacher já pulava para o Quinto lugar, tudo indicava uma estreia triunfal, mas o Câmbio da Jordan não aguentou nem a subia da Eau Rouge e o carro parou, fim de corrida para Schumacher, mas para a Jordan, as coisas seriam pra lá de boas a corrida, Andrea De Cesaris fez brilhante corrida, andou até o fim lutando pela vitória contra Ayrton Senna, a coisa não esta fácil para o Brasileiro, De Cesaris era mais rápido que Senna, mas a 4 Voltas para o Final De Cesaris Quebra, a corrida termina para a Jordan, sem ter conseguido pontuar, mas foi um final de semana muito positivo, com uma revelação na Jordan e uma corridaça de De Cesaris.

Para o GP da Itália o Esperto Flávio Briatore paga 300 mil dólares a Mercedes e Compra o passe de Schumacher que sai da Jordan, no seu lugar aparece o Brasileiro Roberto Pupo Moreno, demitido após fazer melhor corrida na Benetton em 91. Moreno faz o 9ºTempo, contra o 14ºde De Cesaris, mas na Corrida Moreno abandonou com problemas nos Freios e De Cesaris fica em 7ºLugar. Em Portugal, De Cesaris e Moreno tem um treino muito ruim, 14º e 16º. na Corrida, ambos se recuperaram e terminaram em 7º e 9º Respectivamente, Moreno voltava bem na Jordan, mas deixa a Equipe para a Entrada de Alessandro Zanardi.

Definitivamente a Frase da Jordan não era das melhores, e no Treino do GP da Espanha Zanardi largava em 20º e De Cesaris em 17º,em Ritmo de corrida a Jordan estava bem tanto que Zanardi terminava em 9º, De Cesaris na volta 22 abandonou por problemas elétricos, Mas os treinos nas últimas corridas matavam as chances de pontos da equipe. e quando largavam na Frente, acabavam sofrendo quebras, No Japão novamente um bom treino para a Jordan, De Cesaris em 11º e Zanardi em 13º, Mas a Corrida, De Cesaris terminava ela na 2ªVolta num acidente envolvendo Ele, Pirro, lehto e Wendlinger, e na Zanardi abandonou a corrida na 7ªVolta com problemas de Câmbio.

O GP da Austrália a Jordan fazia a última corrida da Temporada, no Grid De Cesaris ficava em 12º e Zanardi em 14º. Os dois pilotos estavam se aproximando dos pontos rapidamente, quando a corrida foi paralisada devido ao temporal que teve em Adelaide, De Cesaris ficou em 8º e Zanardi em 9º

O Ano Fechava com a Jordan numa incrível 5ªPosição, apenas atrás de Mclaren, Williams, Ferrari, Benetton. e na Frente de Tradicionais equipes como Tyrrell, Ligier, Brabham e Minardi.

O Carro foi conhecido com um dos carros mais bonitos da História da Formula 1, mas as consequências foram que Eddie Jordan confessou anos depois que o Carro de 1991 não pagava as dividas da equipe. Revelando que a Equipe ficou com dividas depois dessa temporada. Mas a Inesquecível temporada de 1991 já estava registrada na memória da Formula 1. Desde de 1977 uma estreante não fazia o que fez a Jordan Fez, do Nada para um Grande Campeonato, mas tudo devido a um planejamento que foi recompensado.

Números da Jordan em 1991.

Gps: 32 (Largou em 31 Gps)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 13
Número de Melhores Voltas: 1
Motor: Ford HB4 V8
Número de Voltas Completadas: 1.354
Pilotos em 1991

Bertrand Gachot
Michael Schumacher
Alessandro Zanardi
Andrea De Cesaris
Roberto Pupo Moreno

Fotos:

 


Fonte: Bestlap / Formel1mic