Valtteri Bottas em busca da recuperação conquista a pole em Sochi

O piloto Finlandês Valtteri Bottas, Vencedor da prova do ano passado marcou agora pela manhã a pole position no GP da Rússia. Conseguindo superar no Q3 seu companheiro de equipe Lewis Hamilton que após dominar o treino, Acabou perdendo a possibilidade de largar na frente. A Mercedes dominou a classificação enquanto que a Ferrari acabou ficando na segunda fila. O que é muito ruim para Vettel que ver suas chances de título diminuir cada vez mais.

De antemão, Já saberia que Os dois pilotos da Red Bull, Os dois pilotos da Toro Rosso e Fernando Alonso iriam ser punidos por trocarem as unidades de potência. Nisso os pilotos fora desses 5 iriam ser beneficiados. No primeira fase da classificação acabou Hamilton sobrando, Com meio segundo a frente de Bottas. Depois vieram Verstappen e Ricciardo com os carros da Red Bull e Raikkonen e Vettel com a Ferrari que não foi bem a classificação inteira.

Charles Leclerc levou a Sauber ao 7ºlugar, 4 posições a frente de Marcus Ericsson. Quem ficou no sufoco foi Carlos Sainz jr. e Nico Hulkenberg que acabaram em 14º e 15ºlugares garantindo seus lugares para a próxima fase da classificação. Os eliminados do Q1 são Brendon Hartley que definitivamente não se deu bem na Formula 1, Fernando Alonso, Sergei Sirotkin, Stoffel Vandoorne e Lance Stroll. Williams e Mclaren nas últimas posições, Algo que não era imaginável nos anos 90 quando no começo dessa década eram as 2 melhores equipes da Formula 1.

Resultado do Q1:

Pos Pilotos Equipe Chassi Motor Tempo
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.410
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.964
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:33.048
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:33.247
5 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:33.341
6 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:33.476
7 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:33.924
8 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:34.022
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:34.078
10 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:34.084
11 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:34.170
12 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:34.290
13 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:34.383
14 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:34.626
15 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:34.655
16 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:35.037
17 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:35.504
18 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:35.612
19 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:35.977
20 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:36.437

No Q2, As punições aos pilotos da Red Bull e para Pierre Gasly da Toro Rosso, Mais a Ausência de tentativa dos pilotos da Renault que se querem foram para a pista. Determinaram a classificação dos 10 primeiros colocados para o Q3.

Hamilton e Bottas ficaram nas 2 primeiras posições. O líder do campeonato colocou quase meio segundo. (Exatamente 450 milésimos a frente de Sebastian Vettel e 470 milésimos a frente de Kimi Raikkonen) Charles Leclerc colocou a Sauber até o 5ºlugar. Ocon, Perez, Ericsson, Grosjean e Magnussen foram os classificados para o Q3 juntamente dos 5 primeiros colocados.

Verstappen, Ricciardo, Gasly, Sainz jr. e Hulkenberg não foram para a pista e se auto eliminaram do Q2.

Resultado do Q2:

Pos Pilotos Equipe Chassi Motor Tempo
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.595
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.744
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:33.045
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:33.065
5 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:33.488
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:33.517
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.596
8 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:33.747
9 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.923
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:33.995

No Q3, Hamilton e Bottas disputariam a pole position. A Ferrari não tinha forças para lugar de igual para igual com a Mercedes. Em sua primeira volta, Hamilton foi mais rápido que Bottas no primeiro setor, Mas o finlandês acabou fazendo os outros dois melhores setores e acabou marcando 1:31.528 contra 1:31.532. Apenas 4 milésimos de frente do piloto inglês.

Vettel foi o 3ºlugar a 639 milésimos atrás e Raikkonen a 709 milésimos em 4ºlugar. Na disputa pelo 5ºlugar no Grid de largada, Esteban Ocon supera Charles Leclerc por 6 milésimos a frente do piloto da Sauber. Magnussen, Perez e Grosjean vinham logo a seguir, Apenas Ericsson não marcou tempo.

Na parte final da classificação, Bottas e Hamilton foram para a sua última tentativa em busca da pole. Hamilton marcou a melhor parcial do primeiro sector, Mas no segundo setor ele perde 1 segundo, Bottas que tinha a pole garantida melhorou sua marca para 1:31.387, Colocando 145 milésimos de diferença para seu companheiro de equipe. Foi a sua 7ªpole position na carreira do piloto Finlandês, que tenta sua primeira vitória no ano.

Na segunda fila largam Sebastian Vettel. Mesmo melhorando seu tempo em sua última tentativa, O vice-líder do campeonato ficou a 556 milésimos de Bottas e a 411 do seu rival na disputa pelo título. Kimi Raikkonen completa a segunda fila da equipe Ferrari.

No final da classificação, O piloto Kevin Magnussen acabou superando Ocon e Leclerc. O piloto da Haas larga em 5ºlugar com o piloto Francês da Force India/Racing Point completando a 3ªfila.

Charles Leclerc da Sauber e Sergio Perez da Force India largam na 4ªFila e completando os 10 primeiros colocados largam Romain Grosjean da Haas e Marcus Ericsson da Sauber, Na 5ªFila. Amanhã, As 8 da manhã teremos a 16ªEtapa de 21 etapas do Mundial de Formula 1. Essa prova pode definir de vez o campeonato ou então reabrir o campeonato para Vettel. A Fria Rússia depois da Copa do Mundo pode ficar bem quente com a briga do campeonato.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP da Rússia
16ªEtapa do Mundial de Formula 1

Pos Pilotos Equipe Chassi Motor Tempo Voltas Fase
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.387 17 Q3
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.532 18 Q3
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:31.943 18 Q3
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32.237 18 Q3
5 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:33.181 15 Q3
6 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.413 17 Q3
7 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:33.419 17 Q3
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.563 16 Q3
9 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:33.704 17 Q3
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:35.196 17 Q3
11 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo 6 Q2
12 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo 6 Q2
13 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:35.612 6 Q1
14 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:35.977 6 Q1
15 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:36.437 5 Q1
16 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo 4 Q2
17 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo 8 Q2
18 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H Sem Tempo 7 Q2
19 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:35.037 6 Q1
20 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:35.504 6 Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Sauber/Haas/Force India/Red Bull

Hamilton supera favoritismo da Ferrari e conquista soberba vitória em Monza

Tudo indicava uma grande vitória da Ferrari em Monza aparece o brilho do Inglês Lewis Hamilton, Com a Mercedes ele acabou fazendo a diferença. Ao conquistar a vitória após uma feroz disputa com o Finlandês Kimi Raikkonen que viveu final de semana iluminado.

A 68ªVitória do piloto Inglês começou a ser desenhada na primeira volta. Raikkonen manteve a ponta com Vettel, Hamilton, Verstappen, Grosjean e Bottas disputando o 5ºlugar. Na segunda chicane, Hamilton por fora  colocou de lado em cima do Vettel. Em um movimento prefeito, O inglês acabou passando o Alemão que acabou rodando e comprometendo sua corrida.

Safety Car na pista. Primeiro pelo acidente de Brendon Hartley que acabou sendo atingido na largada pelo Marcus Ericsson e depois pelo que aconteceu com Vettel.

Vettel, Ricciardo, Ericsson e Hulkenberg foram para os boxes. O piloto da Ferrari fez a parada para trocar a asa e os pneus, Ericsson trocou seu pneu furado. Os outros pararam por mudança de estratégia.

Na volta 4, A corrida recomeça e Hamilton usou o vácuo para assumir a liderança. O piloto Finlandês deu o troco na 2ª chicane e voltou a liderança sem qualquer problema. Era a chance de Kimi Raikkonen quebrar um tabu de 5 anos e meio sem vitória. (última vitória foi na Austrália em 2013 com a equipe Lotus) Sem Vettel na frente, O homem de Gelo não teria de ser o escudeiro, Mas sim o homem a brigar pela vitória.

Vettel vinha em 15ºlugar, Atrás de Daniel Ricciardo no final da 5ªVolta da prova. Enquanto isso, Perez e Magnussen se tocam, Com prejuízo para o piloto da Haas que foi obrigado a fazer a parada.

Vettel tinha uma dura batalha com Daniel Ricciardo pelo 14ºlugar. Na frente deles vinham Alonso, Leclerc e Gasly disputando posições. Na 8ªVolta, Vettel consegue a ultrapassagem sobre o piloto da Red Bull e ganha o 14ºlugar. A partir desse momento o Alemão começou a se recuperar bem rápido.

Fernando Alonso foi para os boxes e abandonou a prova, Em mais um dia problemático para a Mclaren. Vettel por sua vez ultrapassou Gasly e Leclerc subindo para o 11ºlugar. Já Sergio Perez também subia na prova. Passando Sergei Sirotkin na 12ªVolta ganhando o 9ºlugar.

Enquanto isso, Hamilton tirava tudo e mais um pouco de seu carro para ficar perto de Raikkonen, Que por sua vez não conseguia abrir mais do que um segundo de diferença.

Na Volta 14, Esteban Ocon passa Carlos Sainz no final da reta dos boxes e leva o 6ºlugar. A Racing Point mostrando potencial da nova Force India. Lá na frente, Bottas não conseguia passa Verstappen, Que estava dando tudo de si para manter o 3ºlugar. Para uma Red Bull sem um motor potente, Era um resultado maravilhoso.

Vettel chegou nos pilotos da Williams, Na volta 15 passou Siroktin. Na volta seguinte passou Lance Stroll, Chegando ao 9ºlugar. O Alemão da Ferrari parecia que iria passar fácil por Perez, Mas o piloto da Ferrari acabou levando o X na primeira chicane do piloto Mexicano. Claro que a ultrapassagem era inevitável. Porém, O piloto da Force India deu um pouco de trabalho para Vettel. Depois da ultrapassagem na volta 18. O piloto da Ferrari foi para cima de Carlos Sainz e ganha o 7ºlugar.

Lá na frente, Continuava Raikkonen a apenas 1 segundo de frente para Hamilton. Derepente a Mercedes vai para a frente dos boxes. A Ferrari Acreditou e deu a ordem para Raikkonen parar na 20ªVolta. Isso poderia dar a vantagem para Hamilton para fazer volta rápida feito o martelo, Fazer a parada e voltar na frente de Raikkonen.

Porém, Hamilton fica mais uma volta até que a Mercedes decidiu manter-lo na pista. Já que poderia chover a qualquer momento no circuito. Raikkonen começava a fazer volta mais rápida da prova. Vettel na volta 25 Ultrapassou Ocon e assumiu a 5ªposição com a parada de Romain Grosjean.

Na volta 26, Daniel Ricciardo explodiu o motor quando vinha passando um dos pilotos da Williams. O piloto Australiano vive um momento difícil na temporada 2018 após ter obtido 2 vitórias na parte inicial do ano. Na Volta seguinte, Verstappen foi fazer sua parada. Com isso, Hamilton era o líder com Bottas em 2º e Raikkonen vinha na terceira posição. Vettel subiu para o 4ºlugar.

O piloto inglês vinha com 20 segundos a frente de Raikkonen, Na volta 28 o líder do campeonato vai para os boxes e volta em terceiro lugar, Ficando muito mais atrás do Raikkonen do que ele estava antes da parada. Bottas assumiu a liderança.

Na 30ªVolta, Vettel fez a sua segunda parada para recolocar os pneus mais macios e terminar a corrida.

Raikkonen passa a pressionar Bottas. A Partir dai, O piloto da Mercedes começou a se destacar na prova, Segurando Raikkonen pelo tempo necessário para que Lewis Hamilton chegasse no piloto da Ferrari. Não só isso, O tempo que Raikkonen ficou atrás de Bottas foi o bastante para o pneus dele começassem a ficar com bolhas, Que prejudicaria o desempenho do seu carro no final da prova.

Gasly, Leclerc e Stroll foram para a parada obrigatória na volta 35. Na Volta seguinte, Bottas foi para os boxes. Agora a briga era entre Raikkonen e Hamilton pela vitória. Bottas voltou em 4ºlugar, Atrás do Max Verstappen. Ocon parou na volta 39, Isso junto da ultrapassagem em cima de Perez de novo, Vettel recuperou a 5ªposição. Os últimos a pararem nos boxes foram Perez e Sainz na volta 40.

Hamilton passou  seguir de perto Raikkonen na disputa pela vitória. Mais atrás, Verstappen tentava segurar posição em cima de Bottas. Na Volta 44, O piloto da Mercedes tentou passar Verstappen por fora. O Piloto da Red Bull fechou demais a porta em cima do Finlandês e deu um toque que fez Bottas passar pela área de Escape da primeira Chicane. Isso fez o lance fica sob investigação.

Na volta seguinte, Hamilton foi de vez para cima de Raikkonen. Indo Por fora, O piloto da Mercedes foi decisivo e tomou a liderança. Depois disso o inglês abriu em cima de Raikkonen que estava com os seus pneus detonados. Era 1 segundo por volta que Lewis ganhava de vantagem para o Homem de Gelo.

Já no incidente entre Verstappen e Bottas acabou que o piloto da Red Bull tomou 5 segundos de Penalização no seu tempo final de prova. Isso facilitou a vida de Bottas, Que chegou a atacar Verstappen por umas duas vezes. Sem precisar pressionar, Já que o desempenho do piloto da Mercedes permitia a ele ficar atrás do piloto Holandês.

Hamilton faz uma atuação soberba e venceu na casa da Ferrari, Abrindo 32 pontos a frente do Vettel na liderança do Mundial. Uma enorme vantagem para o inglês que busca o pentacampeonato.

Kimi Raikkonen acabou vendo talvez sua última chance de vencer na sua carreira escapar diante dos seus dedos. Ficando com o 2ºlugar em um final de semana iluminado do Finlandês. Que não terá seu contrato renovado para 2019. O piloto Charles Leclerc ao que tudo indica correr pela Ferrari no ano que vem.

Valtteri Bottas que foi apático na primeira parte de corrida acabou melhorando muito, Sendo Fundamental na vitória de Hamilton e também conseguindo superar Verstappen. A punição de 5 segundos deu ao piloto da Mercedes o pódio. Já Verstappen perdeu também o 4ºlugar para Sebastian Vettel, Após a rodada da primeira curva, O piloto Alemão conseguiu recuperar parte do que perdeu na primeira volta. Porém, Um balde de Água fria depois da Vitória no GP da Bélgica.

Também foi um balde de Água fria para Verstappen que na pista ficou em 3º, Mas punido acabou ficando com o 5ºlugar com o carro da Red Bull. Diga-se de passagem, Max se esforçou ao máximo para ficar com esse pódio.

Romain Grosjean fez um belo final de semana, levando a Haas para o 6ºlugar. Isso ajuda a equipe Norte-Americana na disputa pelo 4ºlugar no Mundial de Construtores com a Renault que não teve um bom final de semana em Monza. (Assim como foi na Bélgica) O piloto Francês superou a os dois pilotos da Racing Point Force India. Esteban Ocon em 7º e Sergio Perez que fez uma bela corrida de recuperação em 8º deram mais 10 pontos para a equipe de Laurence Stroll. Em 2 corridas eles já passaram a Williams, Sauber e já estão na cola de Toro Rosso, Em 8ºlugar com 28 pontos. Com os 59 pontos acrescentados, levariam a nova Force India para o 4ºlugar. A frente da Renault e da Haas.

Carlos Sainz jr. salvou dois pontos para a Renault com o 9ºlugar, E a Williams teve finalmente um bom final de semana. Lance Stroll levou seu carro para o 10ºlugar, Fechando a zona de pontuação. O final de semana da equipe inglesa só não foi prefeita porque o Russo Sergei Sirotkin acabou batendo na trave e não conseguiu marcar ponto ao ficar em 11ºlugar.

Charles Leclerc acabou fazendo uma corrida apenas correta, Ficando em 12ºlugar, Seguido pelo pobre Stoffel Vandoorne que esta com um pé fora da Formula 1, Com uma Mclaren que em nada pode ajudar o Belga nesse momento.

Nico Hulkenberg teve um final de semana bem ruim e acabou em 14ºlugar. Pierre Gasly fez milagre na classificação. Porém, não deu para fazer nada na corrida além do 15ºlugar. Marcus Ericsson da Sauber e Kevin Magnussen com a Haas completaram a lista dos pilotos que terminaram a prova.

Daqui a duas semanas teremos em Cingapura a 15ªEtapa do Mundial de formula 1. Com 7 etapas pela frente, Lewis Hamilton teve uma atuação brilhante e agora abriu uma importante vantagem para Vettel, Que agora terá de lutar muito para tirar essa vantagem do Inglês. Ou então, Podemos esta diante de termos um novo pentacampeão do mundo.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Itália de Formula 1
14ªEtapa do 69ºMundial de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 1:16:54.484 3
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 8.705s 1
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 14.066s 4
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 16.151s 2
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 18.208s 5
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 53 a 56.320s 6
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 57.761s 8
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 58.678s 14
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 53 a 1:18.140s 7
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 10
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 12
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 15
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 17
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 20
15 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 52 a 1 Volta 9
16 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 18
17 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 11
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 23 Motor 19
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 9 Abandonou 13
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Suspensão 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Toro Rosso/Haas/Force India/Williams/Red Bull

Raikkonen conquista pole position em apertada disputa em Monza

A Ferrari confirmou o favoritismo e levou a pole position, Só que não era o que se esperava: Primeiro, Porque foi a disputa teve o Inglês Lewis Hamilton muito perto das duas Ferrari e segundo, A pole ficou com Kimi Raikkonen.

O piloto Finlandês não largava na frente desde do GP de Mônaco de 2017.

Ameaçado sobre chuva, Todos os pilotos já foram para a pista no Q1, Com exceção dos pilotos da Haas e da Red Bull. Logo deu para perceber que a Ferrari estava na frente da Mercedes. Vettel e Raikkonen marcaram os dois melhores tempos, Seguidos de perto por Lewis Hamilton que sabidamente não tinha um carro tão rápido para combater os carros vermelhos.

Tivemos algumas surpresas no Final do Q1. As Eliminações de Sergio Perez da Force India que acabou marcando bobeira e ficando com o 16ºtempo e de Charles Leclerc que acabou também Eliminado. O piloto Monegasco, que é presença certa pelo menos no Q2. As surpresas foram os dois pilotos da Williams classificados para o Q2 e Pierre Gasly que colocou o motor Honda entre os classificados para a segunda fase da Classificação.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:20.542
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:20.722
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.810
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:21.280
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.381
6 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:21.381
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.570
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.732
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.783
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.801
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.813
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.834
13 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.838
14 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:21.850
15 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.887
16 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.888
17 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:21.889
18 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.934
19 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:22.048
20 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.085

No Q2, mais uma vez a disputa ficou entre Vettel, Hamilton e Raikkonen. Era impressionante não o fato de Bottas não conseguir acompanhar os três, Mas sim de Hamilton combater quase que de igual para igual os dois pilotos de casa. Claro que a Torcida Italiana estava impulsionando Vettel e Raikkonen para frente.

Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg acabaram não fazendo tempos no Q2, ambos são punidos. Ricciardo trocou componentes do motor e Nico Hulkenberg por causar o acidente da largada no GP da Bélgica. Nisso sobrou 3 vagas de corte. Essas vagas ficaram nas mãos de Kevin Magnussen e Fernando Alonso, Que abrindo as suas voltas se estranharam. Alonso passou o Piloto da Haas na entrada da primeira chicane e pelo que me pareceu, O Espanhol atrapalhou totalmente o piloto Escandinavo que ficou em 11º. Entre os dois ficou o Russo Sergei Sirotkin com a Williams.

Por falar na equipe de Frank Williams, Eles finalmente conseguiram chegar à parte final da classificação. Lance Stroll colocou o problemático FW41 em 8ºlugar e levou a Williams para o Q3. Pierre Gasly que não tem um motor forte acabou se classificando com a Toro Rosso.

Os Classificados do Q2 foram: Vettel, Raikkonen, Hamilton, Bottas, Verstappen, Grosjean, Ocon, Stroll, Sainz e Gasly.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.629
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.798
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.846
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:20.333
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.427
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.239
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.315
8 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.494
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.552
10 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.667
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.669
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.732
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.568
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo
15 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo

No Q3, Ocon, Gasly e Grosjean foram os primeiros a fazerem volta. Porém, A disputa estava totalmente polarizada entre os pilotos da Ferrari e da Mercedes.

As duas tentativas de Vettel, Raikkonen e Hamilton foram sensacionais. Primeiro com Vettel marcando o melhor tempo com 1:19.497, Depois Kimi baixou esse tempo em 38 milésimos e 8 segundos depois, Hamilton leva seu carro ao limite e marca 1:19.390. Por enquanto a pole e da Mercedes. Bottas ficou a mais de meio segundo atrás de Hamilton em 4º. Depois vinha Max Verstappen já na casa do 1 minuto e 20 segundos. Carlos Sainz, Romain Grosjean vinham na casa do 1 minuto e 21 segundos e Gasly com sua Toro Rosso na casa do 1 minuto e 22 segundos. Stroll não marcou tempo na primeira tentativa,

Todos os pilotos foram para os boxes para trocarem os pneus e partirem para a última tentativa perto do final da classificação. Mais uma vez foi disputadíssima até o momento final. Bottas não conseguiu chegar na turma dos 3 primeiros  e ficou mesmo com o 4ºlugar. Já Hamilton fechou sua volta, Baixando o tempo para 1:19.294, Marcando a pole provisória. Vettel veio logo e seguida, Baixando em 14 milesimos o tempo do líder do campeonato.

Quando parecia que a pole ficaria mesmo com Vettel, Raikkonen veio com tudo e marcando o tempo de 1:19.119 (novo recorde do Circuito de Monza) marca a pole position de número 18 da sua carreira. A Ferrari foram a dobradinha na primeira fila, Com Vettel largando em 2ºlugar.

Lewis Hamilton ficou a 14 milésimos que quebrar a dobradinha da equipe italiana na sua casa. o inglês larga em 3º, com seu companheiro de equipe Valtteri Bottas largando em 4ºlugar. Max Verstappen vai largar em 5ºlugar. O piloto Holandês fez o que era possível  no treino de hoje. Romain Grosjean com a Haas foi o melhor do resto, Superando em sua volta final o Carlos Sainz jr. da Renault. E vai largar ao lado do piloto da Red Bull na 3ªFila.

Sainz jr. e Ocon fazem a 4ªFila e Gasly e Stroll fecham a 5ªFila.

Amanhã teremos o GP da Itália, Na prova mais rápida da temporada de 2018. A Ferrari é favorita a vitória, Mas Lewis Hamilton que pode apontar uma vitória épica em cima da Ferrari em pleno circuito de Monza.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do GP da Itália

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas Fase
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.119 21 Q3
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.280 20 Q3
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.294 20 Q3
4 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.656 18 Q3
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:20.615 15 Q3
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:20.936 21 Q3
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.041 17 Q3
8 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.099 17 Q3
9 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.350 24 Q3
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.627 14 Q3
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.669 12 Q2
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.732 13 Q2
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.568 14 Q2
14 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.888 5 Q1
15 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:21.889 10 Q1
16 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.934 12 Q1
17 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:22.048 10 Q1
18 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.085 9 Q1
19 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo 12 Q2
20 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo 3 Q2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Red Bull/Williams/Haas/Sauber/

Sebastian Vettel conquista vitória na Bélgica e diferença de Hamilton cai para 17 pontos

Treino de Classificação: Hamilton conquista a pole position, Nova Force India se classifica de maneira triunfal!

No Q1, Sob tempo seco e com sol, Mas com expectativas de chuva se iniciou a classificação. Logo se notou o melhor desempenho dos carros da Mercedes e da Ferrari. Kimi Raikkonen fez 1:42.585 OS carros  da Red Bull estavam 6 décimos atrás dos carros da Ferrari no mínimo. Na metade do treinamento, Os pilotos da Mclaren estavam muito mal, Alonso e Vandoorne vinham em 16º e 17ºlugares. Junto com os pilotos da Williams e Valtteri Bottas que não tinha marcado tempo.

A 5 minutos do final, O piloto da Mercedes foi para a pista marcar sua volta. Classificando na segunda posição. 220 milésimos atrás de Raikkonen.

Os pilotos da Haas foram muito bem no Q1 se colocando em boas colocações. Alonso tentou melhorar seu tempo, Mas não foi o suficiente para evitar a eliminação vexatória. Os pilotos da Mclaren e Williams acabaram de fora do Q2. Triste a situação das duas equipes que nos anos 90 chegaram a disputarem campeonatos estarem nas últimas 4 posições no Q1. Carlos Sainz jr. acabou sendo o 5ºeliminado. A Renault não se adaptou bem ao circuito de Spa, Muito se deve ao fraco motor da equipe. Nico Hulkenberg ficou em 13ºlugar.

Isso acaba chamando a atenção que os dois pilotos da Toro Rosso com os motores Honda conseguiram a classificação. O que pode começar a indicar que o motor Japonês começa a render melhor. Além do ótimo trabalho dos dois pilotos da Sauber.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.585
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.805
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.977
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:43.035
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:43.199
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.597
7 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:43.604
8 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:43.654
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.834
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:43.846
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.003
12 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.004
13 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:44.145
14 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.153
15 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.221
16 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:44.489
17 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.917
18 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.998
19 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:45.134
20 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:45.307

No Q2, Com a chuva ameaçando. Todos foram para a pista de imediato, Ninguém marcando bobeira. Raikkonen continuava sendo o que dava as cartas. 1:41.627. Com Hamilton a 104 milésimos atrás e Vettel já a meio segundo do tempo do Homem de Gelo. Bottas e Hulkenberg não marcaram tempos. Além de Hartley, Leclerc e Ericsson que estavam de fora da fase final da classificação. Gasly estava no Risco de perder sua vaga caso Bottas marcasse um tempo. Porém, Não se sabia se o Finlandês iria para a pista, Já que ele sofreria por trocar componentes da unidade de potência assim como Hulkenberg.

Bottas resolveu partir para uma tentativa a 4 minutos do termino do Q2. Leclerc também estava disposto a entrar no Q3. Bottas conseguiu sem problemas passar para o Q3 em 4ºlugar. Vettel ficou com o tempo mais rápido com Raikkonen, Hamilton e Bottas completando os 4 primeiros colocados. Verstappen, Perez, Grosjean, Ricciardo, Ocon e Magnussen foram os outros 6 classificados. A Force India sob nova direção colocou seus dois carros Na fase final da classificação para o Grid de largada.

Sobrou para Gasly, Hartley da Toro Rosso. Leclerc e Ericsson da Sauber e Hulkenberg da Renault (que não saiu dos boxes no Q2) a eliminação.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:41.501
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:41.533
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:41.553
4 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.191
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.554
6 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.014
7 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.042
8 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:43.126
9 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.302
10 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.320
11 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:43.844
12 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:43.865
13 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.062
14 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.301
15 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo

No Q3, A Chuva deu as caras logo desde do primeiro segundo. Os pilotos foram para a pista com os pneus de pista seca. A partir do momento que perceberam que a pista estava começando a ficar molhada. A Primeira tentativa dos pilotos foi jogada no lixo. Max Verstappen arrisca de cara a fazer tempo com os pneus intermediários. Aos poucos, Os outros pilotos também estavam saindo da pista.

Verstappen marcou 2:02.849, Seu companheiro de equipe ficou 2 segundos atrás do piloto Holandês. Raikkonen assumiu a liderança com 2:02.671 a 4 minutos e 35 do final da classificação.

Vettel faz 2:02.446 a 2 minutos e 50 do final, A Ferrari tinha nesse momento a dobradinha. Hamilton a tentar melhorar o tempo acaba saindo da pista a 2 minutos do final. Parecia que a pole iria ficar mesmo com o piloto da Ferrari. Porém, Hamilton ainda teria mais uma chance.

Só que Vettel destruiu o cronometro com o tempo de 2:01.188 a 50 segundos do final. A pole estava nas mãos do piloto Alemão, Mas Hamilton estava melhorando o tempo, Colocando pra baixo todas as parciais. O Tempo de 1:58.179 no final do treino foi uma porrada na concorrência. A pole era de Hamilton.

A grande surpresa do treino foi o desempenho de Esteban Ocon que ficou com o 3ºlugar e de Sergio Perez com o 4ºLugar. Os pilotos da Racing Point largariam na segunda fila. Vettel melhorou seu tempo, Só que insuficiente para tirar a 78ª da Carreira de Hamilton.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP da Bélgica
12ªEtapa do Mundial de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas Fase
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1’58.179 19 Q3
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1’58.905 18 Q3
3 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 2’01.851 16 Q3
4 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 2’01.894 14 Q3
5 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 2’02.122 20 Q3
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 2’02.671 13 Q3
7 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 2’02.769 11 Q3
8 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 2’02.939 16 Q3
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 2’04.933 19 Q3
10 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1’43.844 7 Q2
11 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1’43.865 14 Q2
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1’44.062 13 Q2
13 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1’44.301 14 Q2
14 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1’44.917 11 Q1
15 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1’44.998 3 Q1
16 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1’45.134 6 Q1
17 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ Sem Tempo 6 Q3
18 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo 6 Q2
19 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1’44.489 6 Q1
20 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1’45.307 8 Q1

Sebastian Vettel confirma favoritismo e conquista vitória na Bélgica

Confirmando o favoritismo da Ferrari, O Alemão Sebastian Vettel não se intimidou com a pole position de Lewis Hamilton e conquistou a vitória praticamente de ponta a ponta.

Na largada tivemos um acidente impressionante. Nico Hulkenberg acabou atropelando o espanhol Fernando Alonso que acabou saltando e passando por cima do Monegasco Charles Leclerc que se salvou graças ao halo. Esse acidente acabou envolvendo Daniel Ricciardo e Kimi Raikkonen. O Australiano acabou sendo atingido por trás e acabou batendo no pneu e na traseira do homem de Gelo.

Antes da bandeira amarela, Na reta oposta, Sebastian Vettel com mais velocidade de reta passou Hamilton. Mas por muito pouco os dois pilotos da nova Force India não pegaram Vettel e Hamilton com as calça nas mãos e assumirem a liderança da prova. Safety Car depois disso foi acionado.

Raikkonen foi as boxes para trocar os pneus, Daniel Ricciardo foi para a parada para consertar o seu aerofólio traseiro e dessa perdendo 2 voltas em relação aos lideres.

A corrida recomeça na volta 5, Vettel e Hamilton disparam na frente, Com Perez muito bem em 3ºlugar. Verstappen começou a partir para cima de Ocon querendo a 4ªposição. Na Reta o motor da nova Force India era difícil de bater, Mas o jovem piloto Holandês passou no final da reta oposta e faturou a posição.  Enquanto que Valtteri Bottas passou Brendon Hartley em plena Eau Rouge. Uma grande manobra que levou o finlandês a subir para o 13ºlugar.

Raikkonen voltou aos boxes pela segunda vez com problemas na sua asa. Ele acabaria por deixar a prova na volta 10.

Na volta 10, Verstappen supera Sergio Perez e assume a terceira posição. Enquanto isso, Com mais de 340 km/h na reta oposta, Bottas passava seus adversários. Primeiro foi o Sueco Marcos Ericsson da Sauber e na volta seguinte ele passou o Francês Pierre Gasly. Com isso o piloto da Mercedes estava já em 8ºlugar.

Hamilton começava a esforçar uma possível aproximação em Sebastian Vettel, Porém tanto ele como Valtteri Bottas estavam com bolhas nos seus pneus.

Na metade da corrida, O líder do campeonato e segundo lugar na prova Lewis Hamilton acabou indo para os boxes para trocar os pneus, não querendo arriscar um pneu estourado a toa. Isso fez a Ferrari chamar Vettel para ele parar na volta seguinte. Isso evitou que o Alemão perdesse a primeira posição para Hamilton que fez uma volta bem rápida. Na volta 23 Hamilton se livra de Max Verstappen e agora tinha um pouco mais de 1 segundo atrás de Sebastian Vettel.

A partir dai os pilotos partiram para a parada obrigatória nos boxes. Valtteri Bottas que larga em 17ºlugar estava na 4ºlugar, Em uma bela prova de recuperação. Na volta 28. Marcus Ericsson e Brendon Hartley travaram um duelo interessante pelo 10ºlugar. O Sueco passou o piloto Neozelandês que deu o troco na reta oposta. (Que mostra o crescimento da Honda em termos de potência em seus motores) Na volta seguinte o piloto da Sauber deu o troco e passou Hartley de maneira definitiva assumindo o 10ºlugar.

Na 30ªVolta, Valtteri Bottas que vinha em 4ºlugar foi para a sua parada nos boxes, Voltou em 6ºlugar. Perto de Ocon e a 8 segundos de Perez. Vettel abriu 5 segundos de Lewis Hamilton. A vitória do piloto Alemão estava mais do que certa. Daniel Ricciardo depois de mais de 30 voltas na pista com 2 voltas de atraso finalmente deixou a prova.

Bottas foi para cima de Esteban Ocon e acabou ganhando a 5ªposição sem qualquer problema, Agora o finlandês foi a caça de Sergio Perez.

O piloto da Mercedes era evidentemente mais rápido que o mexicano da Racing Point. Mesmo com todo o esforço de Perez. Bottas ultrapassou Perez na 40ªvolta para tomar o 4ºlugar. Era o máximo que ele poderia almejar na prova.

Vettel com os seus 10 segundos de frente para Hamilton levou sua Ferrari até o final e confirmou o favoritismo da equipe italiana, Vencendo pela 52ªVez  em sua carreira. O Alemão se torna isolado o 3ºpiloto com mais vitórias na Formula 1. 1 Vitória a mais que Alain Prost. Mais importante disso foi a sua desvantagem para Hamilton cair de 24 para 17 pontos.

Lewis Hamilton mesmo com a pole position não conseguiu reverter o favoritismo da Ferrari na corrida. O segundo lugar minimizou os prejuízos do líder do campeonato que agora tem 17 pontos de frente para Vettel. O pódio foi completado pelo Holandês Max Verstappen, Que pode se dar por satisfeito pelo 3ºlugar. A torcida Holandesa comemorou o Resultado.

Valtteri Bottas também teve um belo dia, Acabou tocando a parte de trás do carro do Stroll na largada, Mas sem maiores prejuízos para a sua corrida. Largando do 17ºlugar o segundo piloto da Mercedes ganhou um belíssimo 4ºlugar em uma de suas melhores atuações do ano.

O Final de semana da Bélgica teve como vencedores morais a nova Force India. Em uma grande corrida de Sergio Perez e de Esteban Ocon em 5º e 6ºlugares respectivamente. Mesmo com os pontos anulados como Force India, A Racing Point já marca 18 pontos superando a Williams.

Romain Grosjean em 7º fez uma prova discreta assim como Kevin Magnussen que chegou em 8ºlugar, Levaram os dois carros da Haas para a zona de pontuação e se aproximaram da Renault na classificação do Mundial de construtores.

Pierre Gasly que vai correr na Red Bull para a temporada de 2019 chega em 9ºlugar, O que mostra que o motor da Honda não esta tão fraco assim como se imagina. E Marcus Ericsson salvou o final de semana da Sauber, Com uma bela corrida e ganhando a briga contra Brendon Hartley acabou fechando a zona de pontuação em 10ºlugar.

Carlos Sainz jr. se esforçou, Mas não conseguiu nada mais que o 11ºlugar. A Renault não tinha um bom carro para o circuito de Spa-Francorchamps. Siroktin que chegou a sonhar com o primeiro ponto dele no ano, Mas acabou em 12º e Lance Stroll que tem futuro certo na Racing Point em 2019 em 13ºlugar. A Williams parece que deu uma melhorada em seu carro, Mas longe de ser algo que anime a equipe de Frank Williams para melhores resultados.

Brendon Hartley mais uma vez ficou muito longe de Pierre Gasly, Um 14ºlugar que não ajuda em nada o Neozelandês a permanecer no Mundial de Formula 1. E Stoffel Vandoorne que parece estar com os dias contados na Mclaren ficando com o 15ºlugar.

Semana que vem teremos a corrida mais rápida do Mundial de Formula 1. No Tradicional Circuito da Itália para a 13ªEtapa do Campeonato que esta ficando cada vez mais disputado entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final do GP da Bélgica
12ªEtapa do Mundial de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 44 1h 23:34.476 2
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 44 a 11. 061 1
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 44 a 31.372 7
4 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 44 a 1:08.605 17
5 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 44 a 1:11.023 4
6 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 44 a 1:19.520 3
7 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 44 a 1:25.953 5
8 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 44 a 1:27.639 9
9 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 44 a 1:45.892 10
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 43 a 1 Volta 13
11 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 43 a 1 Volta 19
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 43 a 1 Volta 15
13 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 43 a 1 Volta 16
14 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 43 a 1 Volta 11
15 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 43 a 1 Volta 20
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 28 Abandono 8
7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 8 Abandono 6
16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 0 Acidente 12
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 0 Acidente 14
27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 0 Acidente 18

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Red Bull/Force India/Toro Rosso/Haas/Sauber/Williams/Mclaren

A Agonia da Force India na Formula 1

Após 10 anos de muitas batalhas e conquistas, Parece que finalmente a equipe Indiana não consegue mais driblar os problemas financeiros. A pedido dos funcionários, O mexicano Sergio Perez na semana passada entrou com uma ação legal, apoiada pela Mercedes e pela patrocinadora, a BWT. Fazendo com que a equipe indiana entrasse em administração judicial.

Perez em suas redes sociais divulgou esse texto:

“Eu acabo em uma situação muito difícil”, disse Pérez. “O último mês foi extremamente difícil para mim, com a situação em que a equipe estava, e eu acabei no meio.”

“Chegamos a um ponto em que a ação tinha que ser tomada para proteger as 400 pessoas que trabalham na equipe.”

“Eu realmente não gostaria de estar envolvido nisso, porque no final do dia eu sou apenas um piloto, e alguns membros da equipe me pediram para ir em frente e salvar o time.”

“Houve uma petição de liquidação de outro cliente, que teria fechado completamente a equipe. Portanto, pediram que basicamente salvasse a equipe, para puxar o gatilho e colocar a equipe em administração judicial.”

“Não tem nada a ver com meus valores pendentes. A única razão pela qual fiz isso é para salvar a equipe e para o futuro melhor.”

“Foi extremamente difícil, emocional e mentalmente. É muito difícil. Não consegui me concentrar na minha direção.”

“Eu realmente não entendo todos os termos com os advogados, mas certamente ou fazemos isso ou a equipe teria falido.”

A ação legal de Pérez tirou o controle de qualquer possível venda da equipe de Mallya e da holding Orange India Holdings Sarl, e também impediu que a Force India fosse “liquidada”.

Pérez ainda não falou com Mallya sobre a situação, mas espera que “meu amigo receba um bom benefício” das próximas etapas do processo, à medida que a equipe busca nova propriedade.

“Pessoalmente, eu amo Vijay”, acrescentou Pérez. “Meu coração está realmente partido porque sei que isso não é ideal a curto prazo para ele.”

“Estamos todos conscientes da situação que Vijay está passando. Ele está passando por um momento muito difícil, não apenas legalmente, mas também financeiramente.”

“A equipe não era mais sustentável, então quando eu era basicamente um cara que poderia fazer algo pela equipe, eu tinha que fazer isso.”

“Não éramos mais uma equipe de corrida desde o início de janeiro. Ficarei feliz se conseguirmos reunir todo o grupo e, com sorte, ficarmos felizes e focados.”

“Espero ter uma equipe que seja mais estável e possa ir para o próximo nível e possa ser uma equipe de corrida [de novo].”

Ou seja, A Force India poderia estar hoje extinta caso Perez não tivesse entrado com uma ação legal. A equipe esta a venda e poderá ser adquirida pela Mercedes, ou Carlos Slim, ou BTW ou até mesmo pelo pai do piloto Lance Stroll.

 

Seria muito triste a Force India acabar. Não só deixando o grid com apenas 18 carros, mas seria também matar uma belíssima história de uma equipe que ano após ano vinha avançando na tabela de classificação do mundial de construtores. Desde de 2008 quando ficou em 10ºlugar até os anos de 2016 e 2017 quando a Equipe de Vijay Mallya ficou em 4ºlugar, Superando a Williams que até 2015 era a terceira força do campeonato.

A Formula 1 vai perder muito sem essa simpática equipe no circo da maior categoria do Automobilismo Mundial. equipe desde de 2008 até hoje teve o seu ponto alto a Pole position de Giancarlo Fisichella no GP da Bélgica de 2009. O mesmo acabou ficando em 2ºlugar no dia seguinte. Os outros 5 pódios em 3ºlugar ficou o Mexicano Sergio Perez que esta sem dúvida na história da equipe Indiana. Com os problemas financeiros e com a administração judicial no comando, será bem difícil que eles consigam manter o 4ºlugar no Mundial de Construtores.

O mais grave não seria isso, Mas sim o fato de algumas equipes não quererem que a Liberty média pague a Verba de TV (Que hoje seria em Torno de 60 milhões de Dólares) Isso pode dificultar uma venda da Force India. Caso não receba essa grana, Os prováveis 60 milhões serão redistribuídos para as outras equipes.

Isso mostra o total egoismo de outras equipes. Ao olharem o dinheiro a mais que entrara nos cofres em 2019 eles não se importam com o Grid menor e com um espetáculo pior. Esperamos que a Force India possa ser vendida, que se possa manter não só a equipe como os empregos, E que as outras equipes não olhem só para elas próprias e que olhem para o bem da Formula 1.

Desempenho das equipes

Ano Posição Pontos Melhor Resultado
2008 10ºLugar 0 10ºlugar (GP da Espanha) Giancarlo Fisichella
2009 9ºLugar 13 2ºLugar (GP da Bélgica) Giancarlo Fisichella
2010 7ºLugar 68 5ºLugar (Malásia e Bélgica) Adrian Sutil
2011 6ºLugar 69 6ºLugar (Alemanha, Cingapura e Brasil) 2 Vezes com Adrian Sutil e 1 com Paul di Resta
2012 7ºLugar 109 4ºlugar (Na Bélgica com Nico Hulkenberg e em Cingapura com Paul di Resta)
2013 6ºLugar 77 4ºLugar (Com Paul di Resta no Bahrein)
2014 6ºLugar 155 3ºLugar no GP do Bahrein com Sergio Perez
2015 5ºLugar 136 3ºLugar no GP da Rússia com Sergio Perez
2016 4ºLugar 173 3ºLugar com Sergio Perez em Mônaco e Azerbaijão
2017 4ºLugar 187 4ºLugar com Sergio Perez na Espanha
2018 6ºLugar 59 3ºlugar com Sergio Perez no Azerbaijão

Vídeo do lancamento do carro da Force India de 2008:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Force India