Binder vence de forma tranquila corrida agitada e cheia de quedas na moto 3

Não daria para acreditar de que o Brad Binder dominou uma corrida em que foi muito disputada e teve um monte de nuances como é de praxe em Phillip Island e principalmente numa categoria como a Moto 3.

A começar a largada aonde Binder largou bem com Gabriel Rodrigo indo para o segundo lugar. Na segunda curva começou o festival de quedas com vários indo para o Chão como foi o caso de Juanfran Guevara e de Khairul Idham Pawi além de mais 3 pilotos.

Vários pilotos assumiram a liderança ou disputaram as primeiras posições nesse começou de corrida desde do campeão Brad Binder, dos pilotos da Gresini Fabio di Giannantonio e Enea Bastianini, Francesco Bagnaia com a Mahindra, Do Escocês John McPhee com a nova moto da Pegueot que vem progredindo muito desde do começo do ano até mesmo tendo ganho uma das corridas até mesmo o piloto Fábio Quartararo que largou do último lugar e em poucas voltas já ocupava as primeiras posições em incrível recuperação.

As quedas foram algo comum em toda a corrida
As quedas foram algo comum em toda a corrida

Gabriel Rodrigo na parte final da volta 5 foi para cima de Bagnaia e acabaram ambos se chocaram e o piloto da Aspar levou a pior levando junto o Italiano Fabio di Giannantonio, Ambos ficaram muito irritados pela atitude do piloto Argentino. Mas quando achou que a prova ficaria mais calma tivemos um acidente forte envolvendo 4 pilotos sendo que Enea Bastianini e John McPhee foram atropelados, A situação ficou tensa e a direção da prova acabou dando Bandeira Vermelha interrompendo a prova.

A pior situação era de John McPhee que se chegou a achar que ele esta nas piores situações até que veio um comunicado de que ele estava consciente, Depois se constatou que McPhee teve comoção cerebral e dedo polegar da mão esquerda fraturado e Bastianini acabou com fraturas de vértebra toráxica T9 e na costela. Ambos vão para a cirurgia e estão de fora da prova do próximo domingo em Sepang na Malásia.

McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu
McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu

A direção de prova definiu que a corrida iria recomeçar com apenas 10 voltas com algo a se criticar foi que todos os pilotos foram para o grid com as posições da volta anterior ao acidente e os pilotos que foram punidos tiveram que levar a punição principalmente isso foi prejudicial para o Francês Fábio Quartararo. Eu considero absurdo beirando ao ridículo o que não acreditei, simplesmente a punição já tinha sido cumprida e todos os pilotos teriam que pagar a punição de novo e principalmente o piloto da Leopard Racing que foi o mais prejudicado.

Na segunda largada da corrida curtíssima de 10 voltas Binder e Locatelli assumiram o primeiro e segunda posições e acabaram por fugir da disputa feroz na terceira posição que acabou tendo vários pilotos de maneira surpreendente disputando o pódio como o Espanhol Marcos Ramirez, o Japonês Tatsuki Suzuki e o Sul-Africano irmão de Brad Binder o piloto Darryn Binder. Tivemos quedas na segunda parte da corrida, Mas não foram tão graves como a queda que interromperam a corrida.

Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.
Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.

Com Tranquilidade e mantendo a cabeleira intacta Brad Binder conquistou mais uma vitória em sua temporada já coroada com o Campeonato da Moto 3 com Andrea Locatelli em 2ºlugar com a Leopard Racing a quase 6 segundos do vencedor sendo o melhor resultado do piloto italiano na temporada, A Disputa pelo pódio foi definida apenas nos últimos metros quando o piloto Espanhol Aron Canet pegando o vácuo da moto de Darryn Binder e conseguindo pegar o 3ºlugar conquistando o primeiro pódio da sua carreira e impedindo que tivessem os dois irmãos no pódio.

moto3_australia_2016domingo-3

Esse pódio que poderia ter sido de Fábio Quartararo que chegou a estar em 5ºlugar mas acabou ficando para trás e chegando apenas em 12ºlugar apenas a frente de Tatsuki Suzuki que chegou também a disputar esse pódio, Esses dois deram mais sorte que Jorge Navarro e Gabriel Rodrigo que acabaram caindo e ficando de fora dessa disputa. Livio Loi ficou em boa 5ªposição seguido de Jorge Martin representando o time do Aspar Martinez, Marcos Ramirez que fez um belíssimo resultado disputando também, Hiroki Ono tendo um bom resultado depois de sido desclassificado na prova de sua casa aonde ele tinha levado o pódio, Jules Danilo representando a Ongetta com um digno 9ºlugar e Bo Bendsneyder companheiro de equipe de Brad Binder fechando os 10 primeiros colocados.

Semana que vem teremos o penúltimo encontro da Moto 3 em Sepang com mais uma disputa eletrizante pela vitória e pela honra de carimbar a faixa de campeão de Brad Binder.

Resultado final da 16ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP da Austrália – Phillip Island

1 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) 16’22.009 em 10 Voltas
2 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 5.937
3 44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 9.594
4 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.642
5 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 9.680
6 88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 9.750
7 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.996
8 76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 10.115
9 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 10.142
10 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 10.358
11 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 10.447
12 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 10.569
13 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 10.682
14 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 10.979
15 6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.763
16 12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 13.821
17 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 28.297
18 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 42.036
19 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 50.454
20 14 Matt Barton (Suus Honda FTR Honda) a 1’23.446

Não terminaram a corrida:

19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 1 Volta
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 1 Volta
43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 2 Voltas
23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 10 Voltas

Não disputaram a segunda corrida:

8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM)
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM)
17 John Mcphee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot)
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM)
21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra)
89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda)
33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda)
4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda)
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM)
84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Sem categoria

Deixe uma resposta