Corridas Históricas – GP de Portugal de 1984

Dia 21 de Outubro de 1984 – Estoril (Portugal)

Era dia de decisão na Formula 1 entre Niki Lauda e Alain Prost, Os dois pilotos da Mclaren que dominaram a Temporada estavam separados por apenas 3,5 pontos. Lauda tinha 66 pontos e Prost tinha 62,5 pontos. Um céu limpo para uma grande decisão

Grid de Largada:

posPilotoEquipe/MotorTempo
1Nelson Piquet(Brabham/BMW)1’21.703
2Alain Prost(McLaren/TAG)1’21.774
3Ayrton Senna(Toleman/Hart)1’21.936
4Keke Rosberg(Williams/Honda)1’22.049
5Elio de Angelis(Lotus/Renault)1’22.291
6Nigel Mansell(Lotus/Renault)1’22.319
7Patrick Tambay(Renault)1’22.583
8Michele Alboreto(Ferrari)1’22.686
9Derek Warwick(Renault)1’22.801
10Stefan Johansson(Toleman/Hart)1’22.942
11Niki Lauda(McLaren/TAG)1’23.183
12Riccardo Patrese(Alfa Romeo)1’24.048
13Philippe Streiff(Renault)1’24.089
14Eddie Cheever(Alfa Romeo)1’24.235
15Jacques Laffite(Williams/Honda)1’24.437
16Marc Surer(Arrows/BMW)1’24.688
17René Arnoux(Ferrari)1’24.848
18Thierry Boutsen(Arrows/BMW)1’25.115
19Manfred Winkelhock(Brabham/BMW)1’25.289
20Andrea de Cesaris(Ligier/Renault)1’26.082
21François Hesnault(Ligier/Renault)1’26.701
22Piercarlo Ghinzani(Osella/Alfa Romeo)1’26.840
23Gerhard Berger(ATS/BMW)1’28.106
24Jo Gartner(Osella/Alfa Romeo)1’28.229
25Mauro Baldi(Spirit/Hart)1’29.001
26Jonathan Palmer(RAM/Hart)1’29.397
27Philippe Alliot(RAM/Hart)1’30.406

A pole position era de Nelson Piquet, Com a sua Brabham-BMW fazendo a 9ªpole da Temporada de 1984. Em segundo larga Alain Prost, com a Mclaren-Porsche, O Carro do ano de 1984. Na segunda fila largam Ayrton Senna com a Toleman-Hart e Keke Rosberg com a Williams-Honda. A terceira fila era dos dois pilotos da Lotus-Renault, Com Elio de Angelis a frente de Nigel Mansell. Partick Tambay (Renault), Michele Alboreto (Ferrari). Derek Warwick (Renault) e Stefan Johansson (Toleman) fechavam os 10 primeiros. Niki Lauda fez um treino bem ruim devido aos problemas nos treinos de Sábado e largaria apenas em 11º.

A Vantagem era de Prost. O Circuito de Estoril estreava no Mundial de Formula 1 nesse ano, E logo em sua estreia teria uma decisão de campeonato. Portugal estava de fora da Formula 1 desde de 1960. Lauda poderia ser campeão pela terceira vez ou Prost poderia ir para o seu primeiro título da França.

Na Largada, Piquet foi mal e  Rosberg largou bem melhor e assumiu a liderança, Mansell passou do 6º para o 2ºlugar e Prost fez uma largada mais precavida e caiu para o terceiro lugar, Ayrton Senna recuou para o 4º, Alboreto subiu do 8º para o 5ºlugar e Elio de Angelis acabou perdendo uma posição e aparece em 6º. Nelson Piquet acabou rodando e caiu para o 27º e último lugar ao final da 1ªVolta.

Prost já foi para cima de Mansell, Na segunda volta e logo conseguiu passar para o segundo lugar. Lauda passou Cheever da Alfa Romeo na 3ªvolta assumindo o 10ºlugar. Enquanto que Phillipe Alliot da RAM abandonou a corrida.

O Francês partiu para cima de Rosberg com a Williams (Que era um carro muito problemático, mas rendia muito nas mãos do Finlandês) Os pilotos sofriam com a pista que estava bem lisa. Os 3 primeiros colocados já estavam muito distantes de Ayrton Senna, que em 4º vinha sendo pressionado pelo Alboreto e por De Angelis. A Toleman tinha um grande carro, Mas o motor era bem aquém dos principais motores turbo da Formula 1.

Classificação após 5 Voltas: Rosberg (7:31.516) – Prost (a 0.279) – Mansell (a 2.179) – Senna (a 8.189) – Alboreto (a 8.658) – de Angelis (a 8.946) – Lauda vinha em 9ºlugar após ultrapassar Partick Tambay.

Prost tenta passar Rosberg na entrada da 7ªVola, Só que Rosberg segurou a liderança com um carro não equilibrado, com visíveis problemas no seu Williams. Na Volta seguinte, Prost tentou de novo, Mas Rosberg segura de novo. Porém, isso não iria durar para sempre. Prost no começo da volta 9 no final da reta assumiu a liderança. Era que o Francês precisava com o Lauda em 9º o título era dele.

Marc Surer deixa a prova, Enquanto que Mansell foi para cima de Rosberg. O Finlandês não quis tomar conhecimento de Mansell. Qualquer coisa entre os dois poderia dar a Lauda duas posições. Classificação após 10 Voltas: Prost (14:45.990) – Rosberg (a 6.353) – Mansell (a 6.674) – Senna (a 12.271) – Alboreto (a 13.589) – Warwick (a 15.082) – De Angelis (a 15.569) – Johansson (a 15.916) – Lauda (a 16.540) – Tambay (a 23.244).

Após 3 voltas de disputa entre os futuros companheiro de equipe na Williams em 85, Mansell passou Rosberg que balançou seu carro. Depois disso, Mansell disparou e Rosberg estava ficando pelo caminho. Era a mostra do carro da Williams estava bem desequilibrado nas suas mãos. Mais atrás, Lauda estava em 9º, Mas bem perto de Senna, Alboreto, Warwick, de Angelis, Johansson. Ele vinha colado no Sueco na volta 13 para 14. Warwick foi para os boxes e isso permitiu a Lauda subisse para o 8ºlugar.

Lauda em posição de espera ver Johansson pressionando de Angelis, Ele vinha 22 segundos atrás de Prost, O Austriaco foi para cima de Johansson que acabou ficando um pouco mais para trás , Mas acabou desistindo da ultrapassagem de forma muito prudente e precavida em cima do piloto da Toleman.

Classificação após 16 Voltas: Prost (23:21.489) – Mansell (a 8.351) – Rosberg (a 19.410) – Senna (a 21.263) – Alboreto (a 22.744) – de Angelis (a 23.468) – Lauda estava em 8º, Logo atrás de Johansson.

Prost vinha tranquilo na ponta, estava na hora de pegar os retardatários; Os primeiros eram Gartner com a Osella e Mauro Baldi da Spirit-Hart. As ultrapassagens foram bem fáceis. Elio de Angelis foi superado por Johansson e Lauda na 18ªVolta. Rosberg vinha ficando com o desempenho cada vez pior, Senna já estava na cola do piloto da Williams e a ultrapassagem acabou aconteceu na volta 19. O piloto Brasileiro estava em 3ºlugar.

Classificação após 20 Voltas: Prost (29:05.089) – Mansell (a 7.103) – Senna (a 25.895) – Rosberg (a 27.642) – Alboreto (a 28.233) – Johansson (a 28.893) – Lauda (a 29.121) – Tambay (a 31.590) – de Angelis (a 32.818) – Cheever (a 47.461). O título nesse momento era de Alain Prost.

Lauda tentava ultrapassar Johansson, Enquanto isso a Williams de Jacques Laffite ira para os boxes caindo do 17º para o 24º e último lugar. O Francês da Williams voltou logo a frente de Alboreto, Johansson e Lauda. Phillipe Streiff com a terceira Renault acabou rodando, Era a primeira participação do Francês na Formula 1.

Lauda não conseguia passar Johansson e já estava ficando muito longe de Prost, Com 31 segundos de distância e 24 segundos atrás de Mansell para chegar ao segundo lugar. Laffite faz uma nova parada nos boxes. Piquet em 15º Vinha perto de De Cesaris, Winkelrock, Boutsen e Patrese na disputa pelo 11ºlugar.

Lauda continua tentando colocar o carro do lado do piloto da Toleman que vinha super bem na corrida, Com seus dois pilotos na zona de pontuação. A ultrapassagem estava ficando bem difícil. Lá na frente, Prost vinha mantendo os 7 segundos de diferença para Mansell, O Inglês vinha fazendo uma boa corrida. Na 25ªVolta, Boutsen dava adeus a prova. (Igualmente a Arrows que seus dois pilotos estavam de fora da prova)

Johansson foi para cima de Alboreto na reta na volta 27, Na parte mista do circuito Lauda finalmente deixou o Sueco para trás. Meia volta depois, Lauda passou Alboreto sem pensar. Em 1 volta o piloto da Mclaren passava do 7º para o 5ºlugar. Enquanto isso, Warwick deixava a prova na 28ªVolta. Quem vinha muito mal era Arnoux que estava em uma melancólica  13ªposição.

Classificação após 28 Voltas: Prost (40:28.063) – Mansell (a 6.694) – Senna (a 37.476) – Rosberg (a 40.210) – Lauda (a 41.367) – Alboreto (a 43.210) 23 carros estavam na prova.

Prost continuava na frente de Mansell com uma distancia segura para o Leão. Na entrada da 31ªVolta, Lauda passou Rosberg e assumiu a 4ªposição, Mas isso ainda não bastava para ser o campeonato. (O Campeonato ficaria Prost com 71.5 Pontos e Lauda teria com esse resultado  69 pontos) Lauda vai a caça de Senna, Em busca do terceiro lugar.

Classificação após 31 Voltas: Prost (44:45.611) – Mansell (a 5.358) – Senna (a 40.377) – Lauda (a 42.786) – Rosberg (a 44.379) – Alboreto (a 46.516) – Tambay (a 55.685) – De Angelis (a 57.955) – Patrese (a 1:13.444) – Winkelhock (a 1:24.865) – De Cesaris – Arnoux – Piquet – Berger – Warwick

Lauda vai para cima de Senna, Com muito mais carro que o piloto da Toleman, Andreas Nicolau Lauda esperou o melhor momento para superar Ayrton e na entrada da reta, na 33ªVolta, Lauda usando o motor Porsche contra o motor Hart da Toleman de Senna passou para o 3ºlugar.

Lauda vinha em 3ºlugar, Mas o problema era os 36 segundos que Mansell tinha de vantagem para Prost, Porém se Mansell tirasse os 8 segundos de Prost e fizesse a ultrapassagem o  jogo mudaria a favor do Austríaco. Classificação após 34 voltas: Prost (48:59.765) – Mansell (a 8.770) – Lauda (a 45.811) – Senna (a 47.047) – Rosberg (a 49.520) – Alboreto (a 50.928) Chegamos a metade da corrida. Prost já colocava uma volta no Ricciardo Patrese, que vinha em 9ºlugar.

Alboreto pressionava Rosberg. Era nítido que o carro da Ferrari era bem melhor que o Carro da Williams. Prost abre 10 segundos de vantagem para Mansell, Já o piloto Inglês vinha mantendo os 36 segundos a frente de Lauda. Conforme a corrida iria passando e a diferença do piloto da Lotus não baixava, O título começava a ficar cada vez mais próxima das mãos de Prost, Que vinha fazendo a volta mais rápida da prova na 39ªVolta.

Keke Rosberg deixa a corrida na 40ªVolta já em 6ºlugar, Com isso Tambay passou para o 6ºlugar. Classificação após 40 Voltas: Prost (57:27.217) – Mansell (a 16.465) – Lauda (a 45.227) – Senna (a 58.519) – Alboreto (a 59.686) – Tambay (a 1:12.610) – De Angelis (a 1:13.375) – Rosberg (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost já estava longe de Mansell e Lauda já vinha diminuindo a diferença para Mansell, Lauda passou para uma postura suicida para cima de Mansell. Restando 30 voltas era o tudo ou nada para o piloto Austríaco tentar a ultrapassagem que daria o título.

A Prova só não estava em Calmaria porque Lauda estava disposto a tirar diferença para Mansell. Já Alboreto acabou rodando na parte mista do circuito, Por sorte, O Italiano tinha vantagem para segurar o 5ºlugar, Só que agora teria um prejuízo de mais de 10 segundos para Senna que estava mais folgado. Lauda encontra Johansson de novo que não cede facilmente a ultrapassagem para um dos concorrentes ao título. Classificação após 45 Voltas: Prost (1:04:29.869) – Mansell (a 17.907) – Lauda (a 45.885) – Senna (a 1:11.318) – Alboreto (a 1:23.364) – De Angelis (a 1:24.290) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost agora vinha tranquilo em relação ao Mansell, O piloto da Lotus estava preocupado com sua vantagem para Lauda, Mas ainda isso tinha confortáveis 27 segundos e com o Austríaco com vários retardatários para fazer ultrapassagem. Isso ajudou bastante o Inglês a ganhar tempo e a vantagem subiu para 31 segundos. A Segunda posição parece ser praticamente um sonho impossível para Lauda e o Título de Prost cada vez estava nas suas mãos.

Classificação após 50 Voltas: Prost (1:11:32.750) – Mansell (a 17.996) – Lauda (47.426) – Senna (a 1:10.964) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta)

Até que na volta 52, Mansell que vinha fazendo uma grande corrida com seu carro da Lotus-Renault, acabou deixando a prova com problemas de freios. Foi para os boxes; De lá ele não voltou mais a prova. Era que precisava para Lauda assumir o segundo lugar, (Na pista, não iria acontecer essa ultrapassagem em condições normais) Senna passou para o terceiro lugar.

Agora o 2ºlugar de Lauda dava o tricampeonato para o Austríaco, Agora só restava para Prost que Lauda tivesse algum problema ou que Senna fosse para cima e tentasse tirasse o campeonato das mãos dele. Classificação após 53 Voltas: Prost (1:15:49.580) – Lauda (a 49.280) – Senna (a 1:12.121) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Arnoux (a 2 Voltas)

15 voltas para o final do campeonato: Prost vinha a quase 50 segundos de Lauda, que pilota com muito cuidado para assegurar o campeonato. Piquet vinha uma boa prova de Recuperação e ultrapassou Patrese assumindo o 7ºlugar na 55ªVolta.

Lauda começou a virar mais lento, Apesar disso o ritmo de Senna também não era alto e a diferença dos dois passou a ser de 21 segundos a 11 voltas do final. Até o Prost também diminuiu o ritmo. Já Senna precisava se preocupar com Alboreto. O piloto da Ferrari pressionava o Brasileiro na disputa pelo pódio.

Piquet na volta 63 passou Partick Tambay e assumiu o 6ºlugar e começou a andar do ritmo de Lauda. Lá na frente, Enquanto que Prost diminuiu muito o ritmo de prova. Em uma dessas voltas, Prost virou em 1:31 e Lauda na casa de 1:23. O Austríaco resolveu voar no final da prova tirando muito tempo da diferença do Prost. Senna vinha 17 segundos atrás de Lauda em 3ºlugar.

Piercarlo Ghinzani a poucas voltas do final estourou o motor Alfa Romeo e deixou óleo na pista, Eram as últimas 5 voltas do campeonato. Prost normalizou o seu ritmo e andou no ritmo que Lauda estava andando. Classificação após 65 Voltas: Prost (1:33:34.875) – Lauda (a 24.186) – Senna (a 44.442) – Alboreto (a 50.263) – de Angelis (a 1:27.860) – Piquet (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Com 24 segundos de vantagem, Prost encaminhava a 7ªvitória no ano, Mas o título estava nas mãos de Lauda. Senna ainda tinha a preocupação de Michele Alboreto que vinha tirando muito tempo em relação ao piloto da Toleman.

Prost acabou conquistando a vitória, Foi a 17ªVitória da sua carreira, Mas de nada adiantou essa vitória. Andreas Nicolau Lauda chegou a 13.425 segundos do Francês e acabou conquistando o título de 1984. Era o Terceiro título de um dos maiores pilotos da História da Formula 1. Após sofrer um acidente que quase tirou sua vida no GP da Alemanha de 1976 e de parar de correr de 1979 até 1982. Ele volta para a Formula 1 pela Mclaren e desenvolve o motor Porsche e conquista o título da temporada de 1984, Aos 35 anos de idade. Ayrton Senna segurou o 3ºlugar e encerrou sua primeira temporada no pódio.

Alboreto, De Angelis e Nelson Piquet completaram os 6 primeiros lugares. Nesse dia fazemos essa homenagem a um dos maiores pilotos e personagens da história do Esporte.

“É uma coisa muito forte que sai lá de dentro, do fundo do meu coração. Enquanto essa força existir, eu não paro mais” – Declaração de Niki Lauda a Rede Globo.

Obrigado por tudo Andreas Nicolau Lauda, Ou simplesmente Niki Lauda!

Resultado final do GP de Portugal de 1984

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic

McPhee sobrevive as quedas, resiste aos ataques de Dalla Porta e vence em Le Mans

Com pista escorregadia e tempo bem frio, A prova da Moto 3 foi um festival de quedas e de boas disputas pela vitória. Após muita briga, O pole position John McPhee conseguiu se segurou na pista e acabou conquistando a vitória.

Na largada, McPhee largou bem, Mas Tony Arbolino chegou a ameaçar a ponta do piloto escocês, Mas o que marcou a primeira volta foi a queda de Ai Ogura que foi ao chão e sua moto acabou voltando para a pista e por muita sorte e habilidade dos outros pilotos acabou que nenhum deles atingiu a moto.

Tatsuki Suzuki assumiu a liderança, Ficando o tempo inteiro na frente do pelotão na primeira parte da prova, Com Gabriel Rodrigo, Tony Arbolino, Lorenzo Dalla Porta, John McPhee e Aron Canet. A se destacar o belo desempenho de Andrea Migno e de Aron Canet que eram as solitárias KTM em meio do pelotão inteiro da Honda.

Suzuki liderou até a 13ªvolta, Quando Lorenzo Dalla Porta foi o primeiro a desafiar o Japonês pela liderança, apesar do piloto da Leopard ter conseguido a ultrapassagem, Suzuki acabou dando o troco curvas depois. Todo o primeiro pelotão estava a caça de Suzuki que tentava abrir diferença.

Jaume Masia acabou cortando curva e foi punido em 2.2 segundos. Era um final de semana bem ruim para o piloto da Bester.

A 8 Voltas do final , Suzuki sentiu a pressão do pelotão e acabou perdendo 3 posições, caindo para o 4ºlugar. Porém, Na volta seguinte voltou a ponta e depois foi superado Por McPhee e Dalla Porta.

A SIC58 acabou perdendo seus dois pilotos em poucos minutos. A 8 voltas do final, Antonelli foi ao chão. Duas voltas depois, Suzuki foi para o Chão e levou com ele Tony Arbolino. Nas voltas finais, Vários pilotos foram para o chão. Claro que com a pista em condições difíceis e com o frio era obvio que isso poderia acontecer.

A Briga pela vitória acabou sendo praticamente uma disputa em particular entre John McPhee e Lorenzo Dalla Porta. A 3 Voltas do final, Dalla Porta passou para a liderança. Quem vinha chegando nos 2 primeiros eram Andrea Migno vinha em 3º, Aron Canet e Kaito Toba. O Japonês passou de forma linda o líder do campeonato a menos de 3 voltas do final e depois os dois passaram o piloto da Bester que restou na corrida.

Toba chegou a superar Dalla Porta que conseguiu recuperar o segundo lugar, Na entrada da última volta o Piloto da Leopard passou o piloto da Petronas. Dalla Porta ficou na liderança, Até que na curva 9, O Escocês foi para cima e acabou ultrapassando Dalla Porta a curvas do final. A 3 curvas do final, Aron Canet arriscou tudo para ultrapassar Kaito Toba para levar o pódio.

O Escocês John McPhee venceu a prova, E mostrou que pode ser ainda um piloto competitivo na Moto 3, Pulando para o 9ºlugar no campeonato. O Italiano Lorenzo Dalla Porta chegou logo atrás de McPhee em 2ºlugar. Com esse resultado, O Italiano passou Antonelli e assume a vice-liderança a 14 pontos de Canet. Por falar no líder do campeonato, Ele fechou o pódio e por sorte acabou não sendo punido. Por ter jogado duro com Toba, Poderia sim rolar uma punição a ele.

Gabriel Rodrigo em uma corrida bem discreta ficou em 4ºlugar e ainda não subiu ao pódio em 2019. Andrea Migno ficou em 5ºlugar com sua Bester. Apesar do melhor resultado, Não foi tão brilhante como o Japonês Kaito Toba que chegou a sonhar com a vitória, Mas ele acabou sendo prejudicado pela manobra exagerada de Canet e acabou ficando com o 6ºlugar. Uma pena, Mas pelo menos Toba esta em 4ºlugar no campeonato.

Celestino Vietti acabou em um honroso 7ºlugar, Seguido de Kazuki Masaki em seu melhor resultado do ano. Aliás a BOE Skull teve seu melhor final de semana, com os primeiros pontos de Makar Yurchenko. (Terminando a prova em 13ºlugar) Completando os 10 primeiros vieram o Tcheco Jakub Kornfeil e o Espanhol Raul Fernandes da Aspar Martinez. O Vencedor do ano passado, Albert Arenas ficou em um modesto 11ºlugar.

Filip Salac, Se aproveitou bem das quedas de seus adversários e conquistou seu primeiro ponto do ano, Com o 15ºlugar. Daqui a 2 semanas teremos a etapa de Mugello, Será mais um belo duelo pela ponta do mundial, Que esta nas mãos do Canet “O Cerebral”.

Fotos:

Resultado final do GP da França
Mundial de Motovelocidade – Moto 3

PosPilotoEquipeMotoTempo
117John McPheePetronas Sprinta RacingHonda37’48.689
248Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHondaa 0.106
344Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 0.757
419Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 0.978
516Andrea MignoBester Capital DubaiKTMa 1.201
627Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 1.410
713Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 1.451
822Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 1.636
984Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 1.848
1025Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 2.049
1175Albert ArenasSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 2.663
125Jaume MasiaBester Capital DubaiKTMa 3.748
1376Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 11.812
1471Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 11.896
1512Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 30.511
1661Can OncuRed Bull KTM AjoKTMa 32.544
1769Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 40.026
x7Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 5 Voltas
x21Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Hondaa 5 Voltas
x24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 5 Voltas
x14Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 6 Voltas
x77Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTMa 7 Voltas
x23Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 8 Voltas
x55Romano FenatiVNE SnipersHondaa 13 Voltas
x42Marcos RamirezLeopard RacingHondaa 15 Voltas
x54Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 16 Voltas
x40Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 21 Voltas
x79Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 24 Voltas
x11Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Alex Marquez dá um fim a jejum de vitória em Le Mans

Após 25 corridas de seca, O Espanhol Alex Marquez enfim conseguiu triunfar desde do GP do Japão de 2017 e depois de passar 2018 em branco. No Circuito de Le Mans nessa manhã de Domingo. O Campeonato agora voltou a ficar totalmente em aberto, Tudo Graças ao Abandono de Lorenzo Baldassarri que continua líder do campeonato.

Na Largada, Luthi largou melhor que Navarro e assumiu a liderança. O piloto da Speed UP não tem tido boas largadas. Na curva 3, Andrea Locatelli que teve uma excelente classificação acabou chicoteado da Moto e abandonou a prova. Quem largou muito bem foi Tetsura Nagashima, Saindo do 31ºlugar para o 21ºlugar.

Na parte final da segunda volta, O líder do Campeonato Lorenzo Baldassarri que vinha em 5ºlugar acabou indo ao chão e levando com ele o Experiente Mattia Pasini, que estava correndo em substituição ao Pawi. Com isso a liderança do campeonato poderia mudar de mãos. Só que não foi isso que aconteceu.

Alex Marquez foi para cima de Thomas Luthi, Com mais desempenho que o piloto da Dynavolt o Irmão de Marc Marquez assumiu a liderança no começo da 4ªVolta. Logo o Também Espanhol Xavi Vierge da mesma Marc VDS também superou Luthi e assume o segundo lugar, Fazendo a dobradinha da equipe. Mais atrás, Jorge Martin iria para o drive through por ter queimado a largada.

Quem vinha crescendo muito na corrida era Simone Corsi, Da modesta equipe Tasca. Primeiro passando Brad Binder da KTM, depois passando Jorge Navarro. Depois disso foi para cima de Luthi e conseguiu a ultrapassagem para assumir o 3ºlugar. Na 7ªVolta, Corsi passou Vierge e assumiu o 2ºlugar. Parecia que Corsi voltaria aos bons tempos na Moto 2. (Sua última vitória foi no Qatar em 2010)

Porém, na 9ªVolta, Corsi acabou indo ao chão nas curvas de entrada para os boxes e colocava-se ao fim a sua melhor corrida nos últimos anos. Alivio para Marquez que tinha uma boa vantagem para Navarro da SpeedUP, que venceu batalha com Vierge na disputa pelo 2ºlugar. Já Thomas Luthi já tinha perdido posições para Augusto Fernandez, Brad Binder e Remy Gardner caindo para o 7ºlugar. A Moto da Dynavolt não parece ter um bom desempenho, Visto que Marcel Schrotter vinha em 8ºlugar.

A 12 Voltas do final, Remy Gardner que vinha em uma boa 6ªposição acabou caindo e saiu da prova. Seu companheiro de equipe Nagashima vinha em 12ºlugar numa bela recuperação. Enquanto que Augusto Fernandez que vinha de um terceiro lugar em Jerez passou Vierge e assumiu a 3ªPosição.

Marquez vinha 2 segundo a frente de Jorge Navarro, Com umas 10 voltas para o final da prova era uma boa vantagem que poderia ser administrada pelo Espanhol da Marc VDS. Navarro logo teria a companhia nada Cômoda do piloto da Pons, Augusto Fernandez. Tirando essa disputa pelo menos na frente parecia que as posições estava mais ou menos definidas e acalmadas.

Nicolo Bulega que vinha em uma bela corrida (Em 8ºlugar) acabou passando pela grama, Perdendo posições para Iker Lecuona e Enea Bastianini, A sorte dele é não ter ido para o chão com uma pista tão dramática como estava Le Mans nesse final de semana.

A 6 Voltas do final, Navarro erra na curva 9 e permite que Fernandez assuma a segunda posição. Só que o piloto da Speed UP não iria entregar a posição sem se entregar. Na Volta 23, Navarro foi decidido a ultrapassar Fernandez, E foi isso mesmo que aconteceu a favor do piloto da Speed UP. Porém, Navarro errou uma segunda vez na mesma curva 8, Permitindo que Fernandez voltasse ao 2ºlugar. Ambos estavam se aproximando de Alex Marquez, Mas era pouca a aproximação para preocupar o piloto da Marc VDS.

Na penúltima volta, Brad Binder superou Vierge e ganhou a 4ªposição. Na Entrada da Volta final, Jorge Navarro superou Augusto Fernandez. O piloto da Speed UP dessa vez teve cuidado na curva 9 e praticamente garantiu a posição.

Mas nenhum dos dois, nem ninguém parou Alex Marquez, Que conseguiu vencer pela 4ªVez na Moto 2. Após 25 corridas sem vencer pela categoria. (Mesmo número de corridas que a Espanha não viu um piloto deles vencer) Essa vitória pode muito bem devolver a confiança do Little Marquez para a disputa do Campeonato. Jorge Navarro leva de novo a Speed UP para o pódio com o 2ºlugar. Sua primeira vitória esta se construindo para as próximas corridas, Augusto Fernandez que foi pódio na prova passada completou o pódio e salvando o dia da equipe Pons.

Brad Binder acabou obtendo o melhor resultado do ano, Com o 4ºlugar. O melhor resultado da KTM na temporada. Chegando na frente de Xavi Vierge com a outra Moto da Marc VDS fica com o 5ºlugar.

Thomas Luthi não teve uma moto suficientemente competitiva para consegue um bom resultado, Ficou apenas em 6ºlugar, Tirando 10 dos 17 pontos de diferença que Baldassarri tinha na liderança do campeonato. Marcel Schrotter acabou perdendo o 7ºlugar para Enea Bastianini que vem fazendo um campeonato muito regular com a moto da Italtrans.

Completaram os 10 primeiros colocados, O Espanhol Iker Lecuona da American Racing e Nicolo Bulega da Sky Racing VR46.

A Se destacar a belíssima corrida de Tetsuda Nagashima, Que largou do 31ºlugar para terminar a prova em 11ºlugar. Excelente atuação do piloto Japonês. Fabio di Giannantonio ficou longe de Navarro e acabou em modesta 12ªposição. Luca Marini, Joe Roberts e Stefano Manzi completaram a zona de pontuação. Lukas Tulovic com sua KTM de 2017 da Kiefer e Jake Dixon da Aspar Martinez não conseguiram se sobressair na prova, Acabaram de fora dos pontos, Seja por inexperiência ou por limitação do equipamento.

Daqui a 2 semanas teremos a 6ªEtapa do Campeonato, No Circuito de Mugello. Baldassarri volta a ver seus adversários mais de perto na disputa pelo título. Seria uma boa ver o piloto Italiano Vencer na sua casa para voltar a distanciar do resto do pelotão na liderança do campeonato.

Fotos:

Resultado final do GP da França
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

PosPilotoEquipeMotoTempo
173Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalex40’36.428
29Jorge NavarroLightech Speed UpSpeed Upa 1.119
340Augusto FernandezFLEXBOX HP 40Kalexa 1.800
441Brad BinderRed Bull KTM AjoKTMa 6.015
597Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 7.057
612Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 9.401
733Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 10.095
823Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalexa 10.475
927Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTMa 11.246
1011Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 17.112
1145Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 18.537
1221Fabio di GiannantonioLightech Speed UpSpeed Upa 19.817
1310Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 27.815
1416Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 27.888
1562Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 49.139
163Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 50.800
1796Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 51.688
1872Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 53.223
1965Philipp OettlRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’00.859
2088Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTMa 1’03.717
x77Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 1 Volta
x20Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 4 Voltas
x18Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 5 Voltas
x87Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 12 Voltas
x4Steven OdendallNTS RW Racing GPNTSa 13 Voltas
x64Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 13 Voltas
x24Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 16 Voltas
x22Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 17 Voltas
x35Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 17 Voltas
x7Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 24 Voltas
x54Mattia PasiniPetronas Sprinta RacingKalexa 24 Voltas
x5Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 25 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marc Marquez domina em Le Mans e conquista vitória de número 300 da Honda do Mundial

No frio e com pista em situação difícil, Só que o vencedor não mudou. Marc Marquez chega a 3ªVitória da temporada. O Pole position teve algum trabalho com o Australiano Jack Miller por algumas voltas, Mas depois da 8ªVolta a formiga Atômica passou a liderança para disparar e conquistar a vitória em Le Mans abrindo 8 pontos de vantagem para Andrea Dovizioso, 2ºColocado na prova e no campeonato.

A Pista em condições complicadas proporcionou que Karel Abraram e Joan Mir acabassem caindo no chão na volta de apresentação. Os dois tiveram que ir aos boxes para pegarem uma moto reserva de Ambos.

Na Largada, Marquez passa sufoco de Petrucci, Mas consegue a manutenção da Liderança, Miller vinha em 2º, Seguido  Morbidelli e Rossi completavam os 4 primeiros colocados. No final da primeira volta, Rossi supera Morbidelli e assume o 4ºlugar.

Na Curva 8 da 3 Volta,  Petrucci perde o segundo lugar para Jack Miller que foi para cima da Formiga Atômica. Andrea Dovizioso que acabou prejudicado na largada e caiu para o 7ºlugar, Se recuperou rapidamente superando Pol Espargaró, Franco Morbidelli e depois o Italiano Valentino Rossi (Que vinha sendo 10 km mais lento de reta do que seu adversário) subindo para o 4ºlugar.

Na 6ªVolta, Miller com muita audácia e valentia passou Marquez e assumiu a liderança. Essa liderança durou por 2 voltas apenas. O ímpeto do piloto da Pramac durou até o começo da 8ªvolta, Foi quando Marc Marquez, Na Mesma curva 3 ultrapassou o Australiano  e Voltar a liderança da prova. Na Mesma volta, Francesco Bagnaia acabou derrubando a Marevick Viñales (Que largou mal e vinha fazendo uma péssima corrida) E ambos abandonaram a prova.

Karel Abraham foi desclassificado por ter largado depois que o líder tinha completado a primeira volta (Punição besta e sem noção de existir) Para a Avintia a corrida foi um fiasco, Esteve Rabat acabou também de fora da prova na 4ªVolta.

Marquez vinha na frente com Miller e Dovizioso acompanhando de perto em 2º e 3º, Rossi vinha em 4º um pouco mais atrás e Danilo Petrucci em 5º. Pol Espargaró em grande corrida segurava o 6ºlugar dos ataques de Franco Morbidelli. Crutchlow e Lorenzo vinham em 8º e 9ºlugares. O Espanhol Alex rins vinha em 11º na sua Saga para recuperar posições.

Na 14ªVolta, Petrucci foi para cima de Rossi e superou o piloto da Yamaha, recuperando o 4ºlugar. Enquanto que Marquez abria 1.3 segundos. Enquanto que Miller e Dovizioso disputavam o 2ºlugar, Até que um erro do piloto da Pramac na curva 8 fez com que o Italiano assumisse o segundo lugar, Mas com toda a briga entre os dois pilotos a vantagem de Marquez para Dovizioso subiu para 2.8 segundos.

Enquanto Marquez vinha encaminhando a vitória, Lorenzo vinha ficando cada vez mais para trás, Sendo superado pelo Francês Fabio Quartararo. Era mais uma corrida para o Gladiador do Asfalto (Se é que deveríamos chamar ele disso) esquecer.

Danilo Petrucci começou a render muito bem, Passando Jack Miller assumindo o 3ºlugar a 9 voltas do final. Nas voltas finais, Dovizioso sofreu a pressão de Petrucci, o novato na equipe Ducati queria o 2ºlugar, Fez por duas vezes a ultrapassagem, mas acabou alongando a curva demais e permitindo que Dovi voltasse. Por causa dessa briga, Miller e Rossi chegaram nos pilotos da Ducati nesse final de prova.

Marc Marquez acabou levando a Honda para a 3ªvitória no ano e levou a marca a 300 vitórias no Mundial de Motovelocidade. Uma marca histórica para a marca japonesa. O Espanhol mostra que esta muito na frente da concorrência.

Andrea Dovizioso segurou o pelotão inteiro e conseguiu o segundo lugar e sai da França a apenas 8 pontos atrás de Marquez. Porém, Se Marquez continuar tendo um desempenho como tem hoje, Vai ser muito difícil que o piloto da Ducati possa duelar com a Formiga Atômica. O pódio foi completado pelo Danilo Petrucci com a outra Ducati oficial. Foi o primeiro pódio dele na equipe de Fábrica, Calando um pouco os seus críticos e superando ao Australiano Jack Miller da Pramac.

Valentino Rossi não conseguiu fazer uma corrida capaz de lhe dar um pódio. O 5ºlugar é até frustrante para ele, agora ele fica longe demais de Marquez ao final da 5ªprova da temporada. Assim como foi Frustrante a prova para Alex Rins que ficou em 10ºlugar e agora esta a 20 pontos da Liderança do Mundial. O Final de Semana da Suzuki deu tudo erradíssimo já que Joan Mir largou muito atrasado e ficou em 16ºlugar.

Quem fez uma brilhante corrida foi Pol Espargaró, Levar a KTM para o 6ºlugar e chegar perto do pelotão da frente é uma mostra de força tanto do piloto Espanhol como da Moto que parece ter evoluído mais do que a Aprilla. A corrida de Pol foi espetacular, Segurou ao Ítalo-Brasileiro Franco Morbidelli que depois de um começo promissor acabou a prova em um honroso 7ºlugar.

Fabio Quartararo teve um ótimo final de corrida, Apesar da decepcionante Classificação do Sábado ele reagiu e levou o 8ºlugar. Superando no final a Cal Crutchlow que se arrastou no final para ficar em 9ºlugar. Rins fechou os Top 10.

E continua o inferno astral de Jorge Lorenzo! Em mais uma exibição patética o Espanhol acaba a prova em 11ºlugar e o resultado dá força aos boatos de demissão ao final da temporada para o Tricampeão do Mundo. Aleix Espargaró com a Aprilla fez o que era possível em 12ºlugar, Johann Zarco em mais uma corrida decepcionante ficou em 13º e a Tech 3 conseguiu levar seus dois pilotos a Zona de Pontuação. Pela Primeira vez no ano que Hafizh Syarhin terminou nos pontos, Ao chegar em 14ºlugar e Miguel Oliveira fechou a zona de pontos.

Daqui a duas semanas teremos a prova na casa da Ducati, Em Mugello. Até lá, engenheiros, Mecânicos, Estrategistas, Pais de Santos, Feiticeiros, Entre todos os meios possíveis terão de achar um meio de parar Marc Marquez, O Grande Favorito ao Título da Temporada de 2019.

Fotos:

Resultado final do GP da França
Mundial de Motovelocidade

PosPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda41’53.647
24Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 1.984
39Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 2.142
443Jack MillerPramac RacingDucatia 2.940
546Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 3.053
644Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 5.935
721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 7.187
820Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 8.439
935Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 9.853
1042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 13.709
1199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 15.003
1241Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 29.512
135Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 33.061
1455Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 35.481
1588Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 36.044
1636Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 1 Volta
x30Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 9 Voltas
x29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 19 Voltas
x12Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 21 Voltas
x63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 21 Voltas
x53Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 25 Voltas
x17Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatiDesclassificado

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

John McPhee se aproveita de clima frio e leva a pole na França

Em um clima bem típico do clima inglês, O Escocês John McPhee acabou conquistando a pole position no GP da França da Moto 3. Num cheio com pista melada. Os pilotos tiveram o dilema de colocar ou os pneus de pista seca ou os pneus de pista molhada.

Na 1ªparte do Q1, O Tcheco de Filip Salac de 17 anos marcava o primeiro tempo e estava com um ótimo desempenho, Mas os tempos assim que a pista começou a secar eles começaram a baixar. Ramirez a 5 minutos do final pegou a liderança para ele, Mas 20 segundos depois o Espanhol Alonso Lopez passou a liderança com a Moto da Estrella Galícia.

A Classificação não se modificou até os segundos finais, Foi quando, Ayuki Sasaki pulou para o segundo lugar. A partir dai, vários pilotos melhoraram seus tempos buscando a vaga no Q2.

Acabaram passando para a parte final da Classificação: John McPhee que marcou o melhor tempo no final, Marcos Ramirez da Leopard Racing, Makar Yurchenko que pegou o vácuo do piloto da Petronas ficou em 3º e Sergio Garcia que acabou tirando seu companheiro de equipe Alonso Lopez e do Tcheco Filip Salac, que foi o destaque do treino.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
117John McpheePetronas Sprinta RacingHonda1’43.994
242Marcos RamirezLeopard RacingHonda1’44.046
376Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’44.353
411Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’44.469
521Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Honda1’44.516
612Filip SalacRedox PruestelGPKTM1’44.589
713Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’44.643
884Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1’44.710
95Jaume MasiaBester Capital DubaiKTM1’44.776
1071Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1’44.837
1177Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTM1’44.913
1254Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1’45.116
1340Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’45.535
1461Can OncuRed Bull KTM AjoKTM1’45.796
1569Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1’46.092

Na parte final, Na primeira parte da Classificação foi dominada pelo Espanhol Marcos Ramirez que estava disposto para recuperar os pontos perdidos em Jerez e fez uma grande volta. Arbolino e McPhee vinham logo a seguir.

A 5 minutos e 30 segundos do final, Tony Arbolino e depois Tatsuki Suzuki acabaram tomando a ponta das mãos de Ramirez. A liderança voltaria para as mãos de Arbolino com 1:42.467. O Vencedor da prova passada Niccolò Antonelli acabou indo ao Chão faltando 2 minutos e 40 segundos do final.

A Pole só foi definida faltando 1 minuto e meio para o Final, Foi quando o Escocês John McPhee marcou o tempo com 1:42.277. Dai o tempo não baixou mais o que garantiu a pole position para o piloto da Petronas Sprinta Racing. A primeira fila será composta pelo Italiano da Snipers Tony Arbolino e pelo Japonês Ai Ogura, que marcou uma bela 3ªposição na sua volta final.

Se um japonês fecha a primeira fila um outro abre a Segunda Fila. O piloto da SIC58 Tatsuki Suzuki, embalado pelo primeiro pódio da carreira larga em 4º e terá companhia do Argentino Gabriel Rodrigo da Gresini e de Marcos Ramirez da Leopard Racing. A terceira fila será formada pelo Italiano Niccolò Antonelli da SIC58, Raul Fernandez da Aspar Martinez (Primeiro piloto da KTM no Grid) e Kaito Toba da Honda Asia Team. Completando os 10 primeiros colocados o Espanhol Sergio Garcia da Estrella Galícia.

A Moto 3 terá sua largada a partir das 6 horas da Manhã, Horário de Brasília.

Fotos:

Grid de Largada:
GP da França – Moto 3

posPilotoEquipeMotoTempo
117John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’42.277
214Tony ArbolinoVNE SnipersHonda1’42.467
379Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’42.515
424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’42.567
519Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’42.743
642Marcos RamirezLeopard RacingHonda1’42.892
723Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’42.951
825Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’42.961
927Kaito TobaHonda Team AsiaHonda1’42.969
1011Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’42.988
1116Andrea MignoBester Capital DubaiKTM1’43.019
1276Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’43.107
1355Romano FenatiVNE SnipersHonda1’43.213
1444Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM1’43.304
1548Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda1’43.519
1675Albert ArenasSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’43.589
1722Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’43.756
187Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM1’43.801
1921Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Honda1’44.516
2012Filip SalacRedox PruestelGPKTM1’44.589
2113Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’44.643
2284Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1’44.710
235Jaume MasiaBester Capital DubaiKTM1’44.776
2471Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1’44.837
2577Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTM1’44.913
2654Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1’45.116
2740Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’45.535
2861Can OncuRed Bull KTM AjoKTM1’45.796
2969Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1’46.092

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP