Granado vence prova final da Moto e, Matteo Ferrari ficou com o título com uma corrida segura

Em Valencia, o Brasileiro Eric Granado acabou repetindo a vitória da prova do Sábado e conquistou a última etapa do campeonato da Moto e. Dessa vez, em uma disputa acirrada entre Smith e Granado pela vitória. O inglês largou melhor e liderou praticamente toda a corrida, Mas Granado conseguiu chegar no Britânico e ambos fizeram uma volta final alucinante, onde os dois se alternaram na liderança da corrida. Na última curva, Granado levou a vantagem e acabou conquistando as 2 vitórias do final de semana. Foi um final de semana perfeito para Granado, Seu melhor final de semana no Mundial de Motovelocidade e o melhor final de semana de sua carreira profissional.

Bradley Smith que ainda sonhava com o título acabou ficando com o 2ºlugar, Mas mesmo se vencesse não daria para Smith terminar com o campeonato. O Italiano Matteo Ferrari que vinha o campeonato sobre controle depois da prova do sábado, o piloto da Gresini ficou com sua vida facilitada, Porque Hector Garzo foi eliminado e perdeu o 2ºlugar e os 20 pontos (Deixando o piloto da Tech 3 eliminado da disputa pelo campeonato) e fez uma corrida correta, garantindo o título com o 5ºlugar.

Matteo Ferrari se torna o primeiro campeão da História da Moto e, Ficando com 11 pontos de frente para Bradley Smith e 27 pontos a frente de Eric Granado que chegou em 3ºlugar. Hector Garzo completou o pódio da última etapa do campeonato. O San Marinense Alex de Angelis ficou com o 4ºlugar, a frente do Campeão Matteo Ferrari. Mike di Meglio completou os 6 primeiros colocados.

Na parte inicial da corrida, Di Meglio da Marc VDS e Sete Gibernau (Que encerrou sua carreira ficando em uma honrosa 7ªposição) travaram um belo duelo e ficando lado ao lado em algumas curvas do Circuito de Ricardo Torno. Xavier Simeon, Niccolo Canepa e Joshua Hook caíram logo na primeira volta e não conseguiram pontuar.

O Portal Sportszone dar os parabéns a Matteo Ferrari pelo Título de campeão do Mundial de Moto e. O primeiro campeão da história das motos elétricas.

Fotos:

Resultado final da última etapa da Moto e
GP de Valência

posPilotoEquipeMotoTempo/Diferença
151Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergica11’52.860
238Bradley SmithOne Energy RacingEnergicaa 0.458
34Hector GarzoTech 3 E-RacingEnergicaa 4.124
45Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 7.003
511Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 7.405
663Mike di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 9.475
715Sete GibernauJoin Contract Pons 40Energicaa 9.513
827Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 10.503
918Nicolas TerolOpenBank Ángel Nieto TeamEnergicaa 14.613
102Jesko RaffinDynavolt Intact GPEnergicaa 14.711
1114Randy de PunietLCR E-TeamEnergicaa 15.202
126Maria HerreraOpenBank Ángel Nieto TeamEnergicaa 17.166
1332Lorenzo SavadoriTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 19.552
1478Kenny ForayTech 3 E-RacingEnergicaa 29.432
10Xavier SimeonAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 7 Voltas
7Niccolo CanepaLCR E-TeamEnergicaa 7 Voltas
16Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 7 Voltas


Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez fecha o ano com vitória e Repsol Honda conquista o campeonato de equipes

O ano de 2019 termina com a 12ªVitória do Espanhol Marc Marquez, Que mesmo largando mal e com a liderança de Fabio Quartararo no começo da prova, não foi o bastante para deter o Formiga Atômica, que acabou ajudando a Honda Repsol a ser o campeão do Mundial de Construtores.

Na Largada, Jack Miller largou muito melhor que Quartararo (Graças ao sistema de largada que a Ducati tem em suas motos) e assumiu a liderança. O Objetivo do Australiano foi alcançável, Masna 4ªcurva, Quartararo foi com tudo para cima de Miller e acabou voltando à liderança. Marquez largou mal e chegou a ficar em 6ºlugar, Mas se recuperou e subiu para o 5ºlugar. Já Andrea Dovizioso largou muito bem, Largando do 6º para o 4ºlugar e foi para cima de Rins para tentar ir ao terceiro lugar. Ao invés disso, Marquez foi por dentro e acabou passando por ambos subindo para o 3ºlugar.

Quartararo visto que teria que abrir vantagem para conseguir suprir o avanço do Marquez, Mas não adiantou muito, Já que o Formiga Atômica passa Miller antes do final da 2ªVolta e a partir dai Marquez começava a tirar a diferença volta a após volta para Quartararo. Enquanto isso, Miller vinha mais e mais ficando para Dovizioso e Rins para segurar o pódio, sua moto não parecia render o suficiente para se manter na 3ªposição.

Na 6ªVolta, Marquez chegou em cima de Quartararo e começou a estudar mais uma vez os movimentos do piloto Francês da Petronas. Ao contraio das corridas anteriores, O piloto da Honda passou na marra Quartararo na curva 10 e assumiu a liderança na 8ªVolta. A partir dai começou a corrida a ficar com a cara do Marquez. Ele abriu uma pequena vantagem de 6 décimos sobre Quartararo e a partir dai, a vantagem do piloto da Honda se estabilizou.

Michele Pirro é o primeiro piloto a deixar a prova após 8 voltas, com sua Ducati laboratório visando a temporada de 2020.

Contrariando as previsões pessimistas, Jack Miller não só estava resistindo a pressão de Dovizioso, mas como também visando o segundo lugar do Francês Fabio Quartararo. Crutchlow acabou indo para o chão e abandonando na 10ªVolta, Em mais um ano de altos e baixos do piloto britânico.

No segundo pelotão, Franco Morbidelli vinha mantendo-se na frente de Marevick Viñales na 6ªposição. Um pouco mais atrás vinha o Espanhol Joan Mir com a segunda Suzuki. Valentino Rossi vinha longe deles em 9º.

Na 14ªVolta, Danilo Petrucci vai para o chão e Honda Repsol dava um passo decisivo para o título, Mas esse acidente não foi mais importante que o acidente de Johann Zarco que caiu da moto, Até ai nada demais, Mas dai o francês foi atropelado pela moto de Iker Lecuona (Que vinha fazendo uma bela corrida) A Moto do piloto Espanhol pegou nas duas pernas de Zarco, que teve de ser levado para o Hospital para check up. Minutos depois, ele estava já nos boxes da LCR Honda como se nada tivesse acontecido.

A 9 voltas do final, Franco Morbidelli vai para o chão e também deixa a prova. Na parte intermediária, Andrea Iannone vinha sustentando a 9ªposição, Seguido de Aleix e Pol Espargaró disputando essa posição honrosa.

A 6 voltas do final, Rins vai para cima de Dovizioso que não conseguia chegar em Miller para disputar o pódio. Já o piloto da Suzuki queria chegar no 3ºlugar no Mundial de Pilotos.

Marquez nas voltas finais abriu vantagem sobre Quartararo e partiu para a vitória em Valencia, Corrida aonde ele não vencia desde de 2015. Foi sua 12ªvitória, fechando a temporada com chave de ouro. Com 420 pontos (Recorde de pontos de um piloto em uma temporada) e a Honda Reysol conquistou o campeonato de pilotos.

Fabio Quartararo terminou pela 5ªvez na temporada em 2ºlugar. O Francês conquistou o campeonato dos pilotos privados. O pódio foi completado pelo Australiano Jack Miller, que fez um belo final de semana, Melhor do que Andrea Dovizioso. O piloto oficial da Ducati não conseguiu levar a Equipe Ducati ao campeonato de equipes. Alex Rins fez uma boa corrida, mas apesar disso. O piloto da Suzuki não conseguiu superar Marevick Viñales na classificação final do campeonato. O 6ºlugar bastou para o piloto da Yamaha ficar com o 3ºlugar na classificação geral.

Joan Mir chegou em 7ºlugar, O piloto da Suzuki fez um bom final de temporada. Ficando na frente de Valentino Rossi. O doutor ficou longe da disputa pelos primeiros lugares. Na volta final, Iannone caiu e os irmãos Esgarparó (Aleix em 9º e Pol em 10º respectivamente) completaram os Top 10.

Esteve Rabat teve um final digno ficando em 11ºlugar, Assim como o finlandês Mika Kallio que teve uma passagem digna substituindo Zarco no final da temporada, Chegando em sua 12ªposição. Jorge Lorenzo acabou ajudando a Honda na conquista do campeonato de equipes ao terminar em 13ºlugar. Ao terminar a prova, a Honda mostrou a placa com os dizeres: Muito obrigado Jorge Lorenzo. Karel Abraham e Hafish Syarhin completavam a zona de pontuação.

Marquez se consagra como um dos maiores pilotos da História do Mundial de Motovelocidade.

Fotos:


Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
193Marc MárquezRepsol Honda TeamHonda41’21.469
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 1.026
343Jack MillerPramac RacingDucatia 2.409
44Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 3.326
542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 3.508
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 8.829
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 10.622
846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 22.992
941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 32.704
1044Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 32.973
1153Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 42.795
1282Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTMa 45.732
1399Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 51.044
1417Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 1’04.871
1555Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’16.487
29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 1 Volta
21Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 9 Voltas
9Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 14 Voltas
5Johann ZarcoLCR Honda IDEMITSUHondaa 14 Voltas
27Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTMa 14 Voltas
35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 17 Voltas
51Michele PirroDucati TeamDucatia 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder fecha temporada com vitória em Valencia e confirma o vice-campeonato da Moto 2

Brad Binder acabou tendo mais dificuldade do que se esperava, Mas acabou conquistando a sua 5ªvitória na temporada, fechando o ano com o Vice-campeonato Mundial da Moto 2. A disputa pela vitória e pela 2ªposição do campeonato ficou entre O Sul-Africano e o Suíço Thomas Luthi que deu trabalho para o piloto da KTM, ficando na ponta na maior parte da prova. Navarro completou o pódio após briga a corrida toda com Stefano Manzi, um dos destaques do final de semana em Ricardo Torno.

Prova da moto 2 foi reduzida para apenas 16 voltas. Jorge Martin e Thomas Luthi se aproveitaram da fraca largada de Jorge Navarro e assumiram os 2 primeiros lugares. Navarro caiu para o 3ºlugar, seguido de Brad Binder, Xavi Vierge e Stefano Manzi.

No final da primeira volta, Binder supera Navarro subindo para o 3ºlugar. Na segunda volta, Martin erra e permite a Luthi a liderança da corrida e Binder passou para o segundo lugar.

A partir da volta seguinte, O Gueopado Sul-Africano vai para cima de Luthi. Os dois principais postulantes ao campeonato lutando mano a mano pela vitória e pela posição no campeonato, Com Navarro em 3ºlugar, acompanhando os 2 primeiros lugares. Manzi superou Martin e assumiu o 4ºlugar. É de longe a melhor corrida da carreira do piloto da MV Agusta no Mundial. Enquanto isso, Martin acabou perdendo posição para Vierge e Marquez, caindo para o 7ºlugar.

Luthi resistia a pressão e chegou a abrir meio segundo de Brad Binder. Porém, O Sul-africano foi para cima e acabou conquistando a liderança no começo da 11ªvolta, Mas em seguida, Binder errou e Luthi acabou voltando para a liderança da prova. Nisso, Navarro e Manzi chegam nos 2 e formam o Grupo que vinha disputando a liderança e a vitória. O principal piloto da MV Agusta estava com a moto embutida na moto da Speed UP de Navarro em busca do pódio.

Alex Marquez estava fazendo uma boa prova de recuperação, em uma solida 5ªposição, Mas a 4 voltas do final, O campeão do mundo vai para o chão e acaba saindo da disputa. (Voltando a mais de 1 minuto atrás dos lideres)

A 2 voltas do final, Binder foi para cima de Luthi e acabou no final da reta oposta superando o suíço. Era o golpe fatal para liderar a prova e de garantir do vice-campeonato da Moto 2. Na volta final, Binder abriu vantagem para Luthi. Na curva 6, Manzi superou Navarro e poderia ter ganho o pódio, Mas Navarro não se entregou e acabou recuperando a posição no final da reta oposta.

Brad Binder conquistou a vitória e acabou confirmando o vice-campeonato da Moto 2. Com a queda de Alex Marquez o sul-africano acabou ficando a 3 pontos do campeão da temporada. No ano que vem, Binder vai correr na MotoGP em 2020. Uma bela despedida para o piloto que juntamente com Alex Marquez ficou com 5 vitórias na temporada. Thomas Luthi termina o ano com o 2ºlugar na corrida e terminando em 3ºlugar no Mundial de Pilotos, apesar disso acaba sendo frustrante como o piloto da Dynavolt tinha a vitória e o vice-campeonato nas mãos a maior parte da prova.

O pódio ficou mesmo com Jorge Navarro, O 4ºlugar no Mundial de Pilotos. Um bom resultado para o Espanhol, para 2020 o foco primeiro era a conquista da primeira vitória e de disputar o título. Jorge Martin fez uma boa corrida, chegando na 5ªposição. Augusto Fernandez usando a pintura da moto de Sito Pons. (Em homenagem ao antigo Piloto campeão das 250cc de 1988 e 1989)

Xavi Vierge da Marc VDS ficou em 7ºlugar, a frente de Luca Marini da Vr46, Fabio di Giannantonio da Speed UP e de Sam Lowes da Gresini. O Campeonato de equipes ficou com a equipe Pons, Com 4 pontos de diferença para a Dynavolt. A Marc VDS acabou não conseguindo o campeonato pela irregularidade de Vierge. O Italiano Fabio di Giannantonio acabou com o título de Rookie do ano, na frente de Enea Bastianini.

Mattia Pasini da Tasca, Dominique Aegerter da MV Agusta, , Jake Dixon da Angel Nieto, Enea Bastianini da Italtrans e Remy Gardney da SAG completaram a zona de pontuação. Alex Marquez fechou a corrida em 30ºlugar, Mas comemorou o campeonato mesmo assim. Amanhã, Além de Marquez, Binder, Luthi e Fabio di Giannantonio vão para a festa de premiação da MotoGP amanhã.

Fotos:

Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
141Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM25’30.766
212Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 0.735
39Jorge NavarroMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 1.045
462Stefano ManziMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 1.185
588Jorge MartínRed Bull KTM AjoKTMa 8.066
640Augusto FernándezFLEXBOX HP 40Kalexa 8.311
797Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 9.922
810Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 11.085
921Fabio Di GiannantonioMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 11.739
1022Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 12.362
1154Mattia PasiniTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 16.620
1277Dominique AegerterMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 17.160
1396Jake DixonInde Angel Nieto TeamKTMa 17.595
1433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 17.624
1587Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 17.835
1623Marcel SchrötterDynavolt Intact GPKalexa 18.090
177Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 18.251
1816Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 18.434
1972Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 19.829
205Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 20.278
2145Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 20.298
2211Nicolò BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 20.362
2335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 20.280
2464Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 25.732
2520Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 28.179
2665Philipp ÖttlRed Bull KTM Tech 3KTMa 28.392
2770Tommaso MarconNTS RW Racing GPNTSa 32.617
2818Xavier CardelúsInde Angel Nieto TeamKTMa 37.281
2947Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalexa 37.410
3073Álex MárquezEG 0,0 Marc VDSKalexa 1’29.344
69Sean KellyAmerican Racing KTMKTMa 2 Voltas
3Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 11 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Sergio Garcia vence prova complicada em Valencia

A Moto 3 teve uma corrida complicada, Com 2 largadas, várias quedas e disputas pela vitória intensa. O Estreante Sergio Garcia terminou a temporada vencendo pela primeira vez da carreira.

Antes da largada, Canet teve problema e acabou tendo de largar das ultimas posições. Ele teve vazamento na moto do piloto da equipe de Max Biaggi, Por causa do vazamento de óleo, a largada teve de ser adiada por 15 minutos por causa do frio.

Na primeira largada, Migno não largou bem e Ramirez e Masia se alternaram na 1ªposição, Até que na curva 4, Masia caiu e deixou a prova. Ramirez abriu 7 décimos sobre Migno, Sergio Garcia, Filip Salac e Tatsuki Suzuki. Canet estava já em 20ºlugar, mas sua moto ainda estava vazando fluidos e acabou por provocar um enorme acidente. Niccolò Antonelli, Yakar Yurchenko, Jeremy Alcoba e Carlos Tatay foram ao chão, Mas o pior aconteceu com Dennis Foggia que bateu em uma das motos e pegou fogo a moto da VR46 e teve de ser hospitalizado, Mas não teve consequências mais serias para o piloto italiano.

A Bandeira vermelha foi acionada e os pilotos tiveram que voltar aos boxes e a prova foi encurtada para 15 voltas. Antonelli, Masia e Foggia não foram para a segunda largada. Canet voltou para a sua posição de origem, Fenati e Binder acabaram tendo de largar dos boxes.

Na segunda largada, Migno larga bem e manteve a liderança, seguido de Ramirez, Canet, Salac, Suzuki e Garcia. Mas logo isso iria mudar. Na segunda volta, Ramirez foi para a ponta e Suzuki passou a ser o segundo lugar. Albert Arenas e Darryn Binder foram os primeiros a caírem nesse seguimento de corrida. Mas foi na terceira volta, na curva 4 é que aconteceu um acidente que envolveu 4 pilotos. Lorenzo Dalla Porta caiu e acabou Tony Arbolino, John McPhee e Alonso Lopez foram para o chão, A prova estava mais esvaziada ao faltarem 12 voltas para o final e estava frio em Valencia.

Xavier Artigas começou a se destacar, largando do 16ºposição, O convidado já estava em 7ºlugar e era o mais rápida da pista naquele momento da prova.

Sergio Garcia e Marcos Ramirez disputavam a liderança, O Piloto da Estrella Galicia e o piloto da Leopard disputavam a vitória. Mas tinha que tomar cuidado com o Andrea Migno, Tatsuki Suzuki e Aron Canet e principalmente com Artigas, que já vinha no primeiro grupo.

Na 10ªVolta tudo muda e Xavier Artigas acaba passando Ramirez e passa para a liderança da corrida. Poderia o estreante vencer a corrida. Enquanto que Ramirez acabou caindo para o 7ºlugar, logo a frente de Canet. Artigas chegou a abrir vantagem para os demais e parecia que iria conseguir a vitória, Mas a 3 voltas do final, O jovem piloto da Leopard acabou errando e Suzuki aproveitou e passou a liderança, Só que abriu demais e caiu para o 4ºlugar. Sergio Garcia, Andrea Migno e Xavier Artigas ficaram nas 3 primeiras posições, Mas Tatsuki Suzuki não desistiu e foi para cima de Artigas.

Migno começou na volta final na liderança, Sergio Garcia estava na cola. Suzuki partiu para cima de Artigas e conseguiu passar para o 3ºlugar. Parecia que Migno iria conseguir sua primeira vitória, O Espanhol Sergio Garcia acabou na curva final superando o piloto da Mugen Race que levou o espanhol de 16 anos para a sua primeira vitória na prova de encerramento da temporada de 2019. Um grande final de ano para o estreante da Estrella Galicia (Apesar de que o título de Rookie para Celestino Vietti) que conseguiu 2 pódios nas 2 últimas corridas do ano. Andrea Migno ficou a 5 milésimos da 2ªvitória da carreira e acabou com o 2ºlugar.

Na curva final, Xavier Artigas superou Tatsuki Suzuki e acabou ficando com o 3ºlugar, Subindo para o pódio na sua 1ªcorrida no Mundial de Motovelocidade. Deixando mais uma vez Tatsuki Suzuki em 4ºlugar, Apesar do bom final de temporada, fica a frustação do pódio escapar mais uma vez das mãos do piloto Japonês.

Filip Salac teve seu melhor final de semana na Moto 3, O Estreante que começou o ano na parte de trás do Grid acabou ficando com um brilhante 5ºlugar. Aron Canet acabou em 6ºlugar e conseguiu segurar o vice-campeonato da Moto 3, Ficando na frente de Marcos Ramirez que chegou a liderar a prova na parte inicial da prova.

Celestino Vietti chegou em 8ºlugar e acabou conquistando o título de Rookie da temporada de 2019. O Casaque Makar Yurchenko da BOE Skull e Ai Ogura da Honda Team Asia completaram os 10 primeiros colocados. Na cerimonia de premiação amanhã, Lorenzo Dalla Porta, Aron Canet, Marcos Ramirez e Celestino Vietti vão receber suas premiações.

Fotos:

Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
111Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda25’17.918
216Andrea MignoMugen RaceKTMa 0.005
34Xavier ArtigasLeopard Impala Junior TeamHondaa 0.180
424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 0.246
512Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 0.328
644Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 3.016
742Marcos RamírezLeopard RacingHondaa 3.032
813Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 9.666
976Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 9.747
1079Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 9.859
1182Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTMa 9.975
1261Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTMa 10.223
1327Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 10.537
1454Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 10.712
1584Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 12.661
1622Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 14.116
1755Romano FenatiVNE SnipersHondaa 17.669
1869Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 31.008
1971Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 43.939
2075Albert ArenasValresa Angel Nieto TeamKTMa 1 Volta
2148Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHondaa 3 Voltas
21Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Hondaa 6 Voltas
25Raúl FernándezValresa Angel Nieto TeamKTMa 9 Voltas
14Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 12 Voltas
17John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 12 Voltas
40Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 13 Voltas
5Jaume MasiáMugen RaceKTMnão fez a segunda largada
99Carlos TatayFundacion Andreas Perez 77KTMnão fez a segunda largada
23Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondanão fez a segunda largada
52Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondanão fez a segunda largada
7Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMnão fez a segunda largada

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Granado conquista vitória na primeira da Rodada Dupla em Ricardo Torno

Eric Granado acabou com todos os, porém que se tinha da sua pilotagem, E depois de viajar até a Malásia para substituir Rabat e ser impedido disso por “Burocracias da Ducati” O Brasileiro se sentiu na meta de se vingar dos seus críticos. Após a pole position, O piloto da Avintia conquistou a vitória na 1ªcorrida da rodada dupla de Valencia.

Na largada, Smith passou para a ponta, Granado acabou recuando para o terceiro lugar. O inglês lidera com tranquilidade nas primeiras duas voltas, Mas ele era acompanhado de perto pelo Garzo e por Granado. O líder do campeonato, Matteo Ferrari vinha disputando o 4ºlugar com o Belga Xavier Simeon. Raffin completava os 6 primeiros.

Granado superou Garzo e foi para cima do Smith, buscando a vitória. O Espanhol da equipe Tech 3 veio atrás e também entrou na disputa. A 2 voltas do final, Granado passou Smith na reta e assumiu a liderança, Garzo chegou a tomar o segundo lugar de Smith, Mas o britânico não desistiu e retornou o segundo lugar.

Na última volta, Smith e Garzo disputavam curva a curva pelo 2ºlugar. Granado ficou mais tranquilo na frente e acabou conquistando a sua primeira vitória no Mundial de Motovelocidade, após de fracassos na Moto 2 e 3 o Brasileiro finalmente consegue um resultado significativo na sua carreira.

Hector Garzo na última curva acabou passando Bradley Smith e ficando com o segundo lugar. Esse resultado faz com que Garzo diminuía a diferença  para o líder Matteo Ferrari, O piloto da Gresini ficou com o 4ºlugar, Precisa de um pódio na prova de hoje para conquistar o campeonato. Bradley Smith completou o pódio. Xavier Simeon e Alex de Angelis completaram os Top 6.

As 6 da manhã teremos a decisão da categoria. Com Ferrari, Garzo e Smith disputando o Título.

Grid de largada 5ªetapa da Moto e
GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
151Eric GranadoAvintia Esponsorama RacingEnergica11’49.900
24Hector GarzoTech 3 E-RacingEnergicaa 0.576
338Bradley SmithOne Energy RacingEnergicaa 0.706
411Matteo FerrariTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 3.213
510Xavier SimeonAvintia Esponsorama RacingEnergicaa 6.310
65Alex de AngelisOCTO Pramac MotoEEnergicaa 7.383
77Niccolo CanepaLCR E-TeamEnergicaa 7.732
82Jesko RaffinDynavolt Intact GPEnergicaa 8.888
916Joshua HookOCTO Pramac MotoEEnergicaa 9.634
1027Mattia CasadeiOngetta SIC58 SquadracorseEnergicaa 10.676
1163Mike di MeglioEG 0,0 Marc VDSEnergicaa 10.923
1215Sete GibernauJoin Contract Pons 40Energicaa 12.177
1314Randy de PunietLCR E-TeamEnergicaa 15.569
1418Nicolas TerolOpenBank Ángel Nieto TeamEnergicaa 15.783
156Maria HerreraOpenBank Ángel Nieto TeamEnergicaa 15.821
1632Lorenzo SavadoriTRENTINO Gresini MotoEEnergicaa 16.165
1778Kenny ForayTech 3 E-RacingEnergicaa 21.668

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP