A Vinda dos motores Renault para a Mclaren pode manter Alonso na Formula 1

Confirmado o Termino da Parceria Mclaren-Honda, Após 3 temporadas absolutamente patéticas e de muitos fracassos para a equipe de Formula 1 que obteve seus piores resultados da sua história em 2015 e até agora em 2017. Tendo apenas um ano razoável que foi em 2016 aonde a Mclaren ficou na 6ªposição nos construtores. Esse fim da parceira esta nas exigências para Alonso permanecer na Mclaren para a temporada de 2018.

Será que vale a pena tudo isso para o time de Woking voltar a ser competitivo e será que vale a pena Alonso querer instituir em correr na Formula 1 visto que ele já esta completamente queimado em praticamente todas as equipes da categoria. Principalmente quando ele foi para o Universo da Formula Indy em Maio. E o que se viu foi um outro Fernando Alonso que gostou desse mundo, Os boatos recentes falavam em Alonso na Formula Indy e o comentarista Washington Demosthenes no programa Papo de Paddock já falava que Alonso deveria ir para a Formula Indy em 2018 e que na Mclaren ele não estava ajudando em nada no desenvolvimento.

O Fato é que com a confirmação da entrada da Renault em 2018 na Mclaren (Parceria inédita como seria uma parceria entre Mclaren e Ferrari) Alonso pode ficar na Formula 1 para a temporada de 2018.


A Honda vai agora ter na Toro Rosso a chance de desenvolver um motor sem pressão nenhuma o poderia ter sido o caminho certo ao começar com um time de menor expressão como é a equipe satélite da Red Bull.

Nessa troca de Motores a Renault confirmou a ida de Carlos Sainz jr. Para a temporada de 2018 no lugar do fraquíssimo Jolyon Palmer que não mostrou nada em quase 2 temporadas na Formula 1. O 10ºlugar no GP da Malásia do ano passado foi seu melhor resultado. E segundo os boatos, pode ser que Palmer esteja fazendo no GP de Cingapura a sua última corrida na Formula 1. Já que a Renault pode chamar o Carlos Sainz jr. Para ocupar esse lugar do Palmer no GP da Malásia já para o dia 1º de Outubro. Com isso a Toro Rosso deve colocar no lugar de Sainz o Francês Pierre Gasly para o restante da temporada 2017.

Se na parte da frente tudo esta definido para a próxima temporada, No pelotão da parte de trás as vagas para 2018 não estão todas definidas e ainda tem indefinições que vão ser encerradas até o final dessa temporada. Aguarde para novas informações nesse quebra cabeça que esta ganhando dia após dias novas peças para serem encaixadas para se formar o quadro do ano que vem.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Toro Rosso/Renault

Sem categoria

Deixe uma resposta