Marc Marquez conquista pela 7ªVez seguida a pole position em Sashsering e Barberá se Destaca em 2º

Desde de 2010 o Espanhol Marc Marquez não conhece outra posição tanto no Grid de largada como em Corrida que não seja ou a pole position ou com a Vitória e hoje não foi diferente com um grande domínio ele aniquilou a concorrência já na metade da classificação e pois a sua Honda HRC na frente pela 4ªVez na temporada com o 1:21.160 superando em 412 milésimos a surpresa do treino oficial o Espanhol Hector Barbera com a Moto da Ducati de 2014 batendo todas as motos de Fábrica e as motos de 2015, impressionante o que fez o piloto espanhol no dia de hoje.

Alemanha_sabado_16 (4)

Para a Yamaha e Valentino Rossi sobrou uma vaguinha na primeira fila na terceira posição que fez 1:21.666 o que foi exatamente o mesmo tempo de Danilo Petrucci que acabou por fazer depois a marca de 1:21.666, Mas o resultado é muito bom para velho Rossi já que viu Jorge Lorenzo passar para a parte final do Treino no Sufoco e acabou caindo na parte final do Treino e além disso Jorge Lorenzo não se achou na moto dele e vai largar em uma distante 11ªposição enquanto que o Danilo Petrucci que foi junto de Lorenzo para o Q2 e além disso superou o Lorenzo no Q1 acabou levando a Pramac Ducati de 2015 para o 4ºlugar abrindo a segunda fila que terá Pol Espargaró que flertou com a pole em alguns momentos do Treino e Maverick Viñales com a Suzuki. Na terceira fila finalmente aparecem as Ducati de 2016 com Andrea Dovizioso em 7ºlugar e de Andrea Iannone (Que caiu mais uma vez na parte final da classificação) em 9ºlugar tendo entre eles a Suzuki de Aleix Espargaró em 8º.

Alemanha_sabado_16 (2)

Fechando os 12 que disputaram o Q2 ficaram Dani Pedrosa em mais um treino esquecível, Jorge Lorenzo em um qualificatória ridícula em 11º e Yoony Hernandez com a Ducati de 2014 da Aspar Martinez em12º. O Vencedor do GP da Holanda Jack Miller larga em 16ºlugar, Mas o que pode animar os pilotos que não são favoritos a vitória é que a previsão do tempo para amanhã é de chuva em Sachsering. A MotoGP tem largada a partir das 6 da Manhã com a Moto 3, as 7 e 20 da Manhã teremos a Moto 2 e as 9 da Manhã teremos a largada da Categoria Principal e ai vamos ver se o Marquez completa 7 vitórias seguidas na Alemanha.

Nova pintura e Patrocinador para o time de Aspar Martinez
Nova pintura e Patrocinador para o time de Aspar Martinez

Grid de largada do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP da Alemanha – Sachsering

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’21.160
2 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’21.572
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’21.666
4 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’21.666
5 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’21.738
6 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’21.784
7 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’21.858
8 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’21.883
9 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 1’21.890
10 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’21.892
11 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’22.088
12 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’22.346
13 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’21.783
14 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’21.994
15 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’22.236
16 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’22.382
17 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’22.493
18 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Ducati Team Ducati) 1’22.567
19 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’22.670
20 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’22.860
21 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’23.075

Em Negrito pilotos que classificaram direto no Q2
Em Itálico pilotos que classificaram no Q2 pelo Q1
Letra normal, Pilotos que ficaram de Fora do Q2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Sobre pista molhada e chuva Jack Miller conquista sua primeira vitória e quebra jejum de equipes satélites na MotoGP

O GP da Holanda que já foi marcado em 2015 pela briga entre Rossi e Marquez pela vitória nesse ano de 2016 vai ter outro capitulo ainda maior que esse se isso fosse possível pela corrida que foi realizada em Assen. Sobre piso molhado a corrida começa com Scott Redding tomando a ponta e no mesmo instante saindo da pista perdendo algumas posições deixando Rossi na liderança com Dovizioso em 2ºlugar com Marquez com dificuldades e Lorenzo com total falta de confiança em sua moto caindo rapidamente na prova para os últimos lugares, Quem foi para frente foi Dani Pedrosa, Jack Miller e Andrea Iannone que largou da última posição.

Lorenzo não andou nada o final de semana inteiro com a Yamaha de 2016
Lorenzo não andou nada o final de semana inteiro com a Yamaha de 2016

Mas que se destacou mesmo foi o Colombiano Yonny Hernandez que nas primeiras voltas passou de 6º para a liderança da prova ultrapassando a Dovizioso  e Rossi e assumindo a liderança com sua Ducati de 2014 e começou a abrir diferença para os seus adversários, Enquanto isso os pilotos da Pramac e Andrea Iannone estavam avançando na prova inclusive superando os pilotos da Honda que não se acharam (No Caso do Pedrosa) e não pareciam ter uma moto capaz de disputar a vitória (No Caso do Marc Marquez)

Hernandez jogou fora a chance da sua vida na MotoGP com a queda de hoje quando estava na liderança
Hernandez jogou fora a chance da sua vida na MotoGP com a queda de hoje quando estava na liderança

Dovizioso na 9ªvolta tomou o segundo lugar de Rossi, 3 Voltas depois o Colombiano Yonny Hernandez que tinha 4 segundos de diferença na liderança e sobrando na turma acabou caindo e arruinando a sua corrida já que voltas depois ele teve de deixar a prova e deixar sua situação na MotoGP mais complicada ainda sendo o último colocado no Campeonato. Ao mesmo tempo Danilo Petrucci vinha com tudo para se aproximar da disputa pela liderança da prova já que Andrea Dovizioso não conseguia abrir de Rossi que tentava de novo na liderança da prova, Na volta 14 Petrucci ultrapassa Rossi assumindo a segunda posição enquanto que Iannone acabou caindo mais uma vez. pelo menos conseguiu voltar para a corrida na parte de trás do pelotão.

Assen_domingo2016 (1)

Na volta 15 Petrucci foi para cima de Dovizioso e assumiu a liderança da prova, Mas a prova nessa mesma volta com a chuva aumentando bastante acabou sendo interrompida e todos acharam que Petrucci iria vencer, Mas a prova foi dada como resultado sendo da volta 14 e dava Dovizioso na frente com Petrucci e Rossi logo a seguir, A Chuva foi rápida mas o bastante para molhar o circuito para acabar com o trilho seco que estava se formando. A Decisão da direção de prova foi esperar uns 25 minutos para uma nova largada com as 12 voltas restantes.

Petrucci ficou a poucos metros de uma possível vitória
Petrucci ficou a poucos metros de uma possível vitória

Resultado da prova antes da interrupção
após 15 voltas

1 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 26’21.451
2 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 0.401
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 0.735
4 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 0.939
5 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 4.608
6 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 5.499
7 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 6.002
8 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 9.204
9 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 17.252
10 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 17.384
11 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 17.795
12 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 21.655
13 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 23.973
14 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 30.610
15 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 30.836
16 8 Hector Barberá (Avintia Racing Ducati) a 42.806
17 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 51.467
18 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 51.794
19 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 53.072
51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) a 1 Volta

Não Terminaram a corrida:

68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 2 Voltas

Assen_domingo2016 (7)

Na segunda corrida do dia o piloto Dovizioso na ponta com Rossi e Marquez a seguir, Desde da primeira volta a prova com 12 voltas foi uma confusão. Na primeira volta Aleix Espargaró foi tocado e depois saiu da pista perdendo muito tempo para uma corrida de 12 voltas e Cal Crutchlow acabou caindo e deixando a corrida, Rossi passou Dovizioso ainda na primeira volta da prova, Enquanto que Pedrosa acabou caindo.

Nas voltas seguintes dois prováveis candidatos para a vitória caíram. Na segunda volta Andrea Dovizioso acabou caindo e deixando a prova e na volta 3 na curva 8 o Italiano Valentino Rossi cai e o sonho da 10ªvitória em Assen se espatifou no chão, Com isso Marquez foi para a liderança com um Perigoso Jack Miller com a Marc VDS em segundo lugar e que partiu para cima de Marc Marquez com a Honda Repsol algo que era impossível de acontecer em condições normais, Na 5ªVolta Miller consegue a ultrapassagem sobre Marquez e assume a liderança da prova, Geralmente A Formiga Atômica vendo que Pedrosa e Lorenzo estavam lá atrás e com Rossi fora ele preferiu não arriscar de forma inútil e que poderia acabar em chão para o líder do campeonato, Com isso Marquez não se importou com a liderança do Miller. Danilo Petrucci que era um outro que poderia disputar a vitória acabou com problemas em sua moto logo no começo e deixou a prova.

Miller assumiu a liderança da prova.
Miller assumiu a liderança da prova.

Pol Espargaró segurou o 3ºlugar de uma forma até tranquila até a volta 12 quando Petrucci foi para cima do piloto da Tech 3 e conquistou um lugar no pódio para a Ducati que tinha tudo para vencer a prova em Assen aonde suas motos dominaram o final de semana inteiro.

No final o Australiano Jack Miller levou a Honda da Marc VDS para a 1ªVitória na MotoGP que foi a primeira Vitória da Marc VDS na categoria principal do Mundial de Motovelocidade e mais importante disso foi que pela primeira vez desde do GP de Portugal de 2006 quando Toni Elias com a Equipe Gresini Fortuna Honda uma equipe satélite não conquistava uma vitória na categoria principal e fazia pelo menos 3 anos que os vencedores não tinham outro dono se não fosse Rossi, Marquez, Lorenzo e Pedrosa. Miller pode ter demorado, Mas mostrou que pode ser um piloto vencedor na MotoGP e com essa corrida de hoje pode ser um divisor de Águas na carreira desse piloto.

Assen_domingo2016 (4)

Marc Marquez com o segundo lugar ampliou sua liderança no campeonato fazendo uma corrida inteligente em relação ao campeonato enquanto que os seus adversários diretos ao campeonato acabaram tropeçando com Jorge Lorenzo num péssimo final de semana ficando em 10ºlugar e Dani Pedrosa ficando em 12ºlugar após ter caído no começo da segunda corrida também jogando fora uma boa chance de melhorar sua posição no campeonato, O pódio foi completado pelo Inglês Scott Redding que marcou seu primeiro pódio na temporada e pela Pramac (Seu segundo pódio na MotoGP) colocando a Ducati de 2015 no pódio.

Redding conquistou o pódio para a Pramac
Redding conquistou o pódio para a Pramac

Pol Espargaró teve também um belo final de semana com um belo grid de largada e uma bela corrida ficando em 4ºlugar mesmo que o pódio tenha escapado, Andrea Iannone com a Ducati oficial que sobrou ficou em 5ºlugar, Mas longe da vitória na segunda corrida segurando a posição de Hector Barbera com a Ducati de 2014 ficando em 6ºlugar. Igualmente com a Ducati de 2014 mas com a Ducati da Aspar Martinez o Irlandês Eugene Laverty que teve um dia difícil caindo antes da corrida na ida para o Grid na primeira prova e largando dos boxes conseguiu fazer uma redentora segunda corrida ficando em 7ºlugar que superou a Stefan Bradl que acabou sendo a única Aprilla que sobrou na corrida já que Alvaro Bautista acabou caindo na volta final e estava em 6ºlugar, Marevick Viñales em um dia Ruim ficou em 9ºlugar e  Lorenzo nem se fala conseguiu ficar em 10ºlugar.

Esteve Rabat ficou em 11ºlugar em prova totalmente apagada visto que o seu companheiro de equipe venceu a prova, Pedrosa ficou em 12ºlugar e Bradley Smith a 3 voltas do vencedor salvou 3 pontos no campeonato com o 13ºlugar.

Daqui a 3 semanas teremos a 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade no complicado circuito de Sachsering na Alemanha, Até lá vai ser muito tempo que pelo menos é recompensado por esse dia na MotoGP no dia de hoje!

Assen_domingo2016 (3)

Resultado final do GP da Holanda
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

1 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 22’17.447 em 12 Voltas
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 1.991
3 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 5.906
4 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 9.812
5 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 17.835
6 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 18.692
7 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 22.605
8 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 23.603
9 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 26.148
10 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 27.604
11 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 1’21.830
12 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 1’54.369
13 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 3 Voltas

Não Terminaram a corrida:

19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1 Volta
51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) a 7 Voltas
46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 10 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 10 Voltas
4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 11 Voltas
9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 11 Voltas
35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 12 Voltas

Não largou na segunda corrida:

68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 12 Voltas

Assen_domingo2016 (8)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Valentino Rossi é pole e levanta torcida em Mugello

Valentino Rossi em grande fase no campeonato conquistou a pole position com uma volta impressionante superando o recém-demitido da Ducati em 2017 e Contratado pela Suzuki o Também Italiano Andrea Iannone que parecia que sera o pole pois ficou a maior parte do Q2 com a primeira posição, Mas no final foi superado pelo piloto da Yamaha com 1:46.504 no último minuto de treino e depois do Cronometro Zerado o piloto Maverick Viñales com a Suzuki ficou bem perto de Rossi com 1:46.598 e larga em 2ºlugar ao lado do seu companheiro de equipe na Yamaha em 2017, Andrea Iannone completa a primeira Fila.

Marc Marquez e Jorge Lorenzo que geralmente são as estrelas das classificações dessa vez foram apenas Convidados de luxo ficando em 4º e 5ºlugares compondo a segunda fila com o Aleix Espargaró com a outra Suzuki que veio do Q1 e sendo competitivo no Q2, Só que ficou a quase 6 décimos de Viñales, Pior ficou para Dani Pedrosa que ficou em 7ºlugar e lidera a Fila 3 que vai ter os pilotos Bradley Smith com a Melhor moto satélite (Tech 3 Yamaha) e de Danilo Petrucci com a Pramac Ducati, Completando os 10 primeiros colocados o companheiro de Petrucci na Pramac o Inglês Scott Redding que veio do Q1 junto de Aleix Espargaró ficando em 10ºlugar. Michele Pirro que corre com a Moto de teste da Ducati e Yonny Hernandez de Ducati de 2014 da Aspar Martinez completam os 12 primeiros colocados.

Hernandez em um bom dia de treino com sua Ducati
Hernandez em um bom dia de treino com sua Ducati

Andrea Dovizioso teve um treino horrível e se quer conseguiu chegar perto da Classificação para o Q2 conseguindo apenas o 13ºlugar no Grid de largada, Pol Espargaró e Cal Crutchlow também não conseguiram a classificação e ainda acabaram no chão caindo na tentativa final de ambos. Tito Rabat quebrou a clavícula nos treinos livres e não corre amanhã.

A Etapa do Mundial de Motovelocidade na Categoria MotoGP em Mugello será realizada a partir das 9 da Manhã.

Péssimo dia de Dovizioso
Péssimo dia de Dovizioso

Grid de largada – GP da Itália (Mugello)
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

1 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’46.504
2 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’46.598
3 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 1’46.607
4 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’46.759
5 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’46.882
6 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’47.186
7 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’47.218
8 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’47.247
9 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’47.261
10 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’47.359
11 51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) 1’47.361
12 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’47.436
13 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’47.089
14 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’47.159
15 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’47.555
16 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’47.659
17 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’47.830
18 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’48.111
19 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’48.372
20 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’48.646
21 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’48.991

Não larga:

53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) Sem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Lorenzo conquista a pole após duelo com Rossi em Motegi

O Duelo já começou entre os dois pilotos da Yamaha Movistar, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi disputaram a pole position de uma forma  intensa e acabou o Gladiador levando a melhor por apenas 81 milésimos de diferença, É A quarta pole de Lorenzo nessa temporada.

Na primeira parte do Treino tivemos uma intensa disputa pelas duas vagas restantes no Q2, Apesar de dois favoritos Maverick Viñales e Scott Redding conseguirem a classificação ambos não tiveram facilidade para confirmarem suas vagas, A Aprilla de Stefan Bradl em plena melhora levou a motor a ficar a 1 posição da classificação no Q2, Yonny Hernandes e Danilo Petrucci frustraram as expectativas da Pramac em ficar em 14º e 17º. Destaque para o piloto de Testes da Yamaha Katsuyuki Nakasuga que chegou a sonhar em classificação para a parte final do Treino, Acabou o Japonês classificando me 15ºlugar.

Nakasuga_larga_em15

Takumi Takahashi, piloto de testes da Honda fez bonito e vai largar em 19ºlugar, O Mais idoso do Grid o piloto Kousuke Akiyoshi com a moto de Karel Abraham larga na última posição dos 26 pilotos que vão para a Corrida, Seriam 27 caso o piloto de San Marino Alex de Angelis não ter tido um fortíssimo acidente que provocou a inconsciência para piloto da Ioda que certamente esta inapto a correr na madrugada desse domingo, De Angelis fraturou três costelas, cinco vértebras, teve uma lesão no pulmão e uma concussão na cabeça. O Médico vai observar o caso do piloto nos próximos dias.

deangelis_motegi

Na segunda parte do Treino a batalha entre os pilotos da Yamaha pela pole position entre o Lorenzo e o Rossi durou até o final do Treino, Rossi nos últimos segundos do Treino conseguiu tomar a pole de Lorenzo com 1:43.871, Mas o Espanhol estava na sua melhor volta e com 1:43.790 ele levou a pole position. Uma corrida que promete uma disputa entre Lorenzo e Rossi pela vitória e pela disputa pelo título já que Marc Marquez que vai completar a primeira fila ficou a quase meio segundo de Lorenzo o que é uma humilhação para a Honda em Plena casa perdendo feio para a Yamaha, A Segunda Fila aparecem as Duas Ducati oficiais com Dovizioso na frente de Iannone e Pedrosa com a Honda HRC Repsol fechando a segunda fila.

A Terceira Fila largam Aleix Espargaró com a moto oficial da Suzuki, Cal Crutchlow com a melhor moto Satélite do treino superando a moto da Tech 3 Bradley Smith. Completando os Top 12 na Quarta fila largam Maverick Viñales, Pol Espargaró e Scott Redding, Amanhã as 2 da manhã teremos o GP do Japão do Mundial de Motovelocidade da Categoria MotoGP.

Rossinaprimeirafila

Grid de largada do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP do Japão

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’43.790
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’43.871
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’44.216
4 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’44.322
5 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 1’44.436
6 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’44.582
7 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’44.809
8 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’44.932
9 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’45.067
10 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’45.081
11 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’45.219
12 45 Scott Redding (EG 0,0 Marc VDS Honda) 1’45.333
13 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’45.432
14 68 Yonny Hernandez (Octo Pramac Racing Ducati) 1’45.438
15 21 Katsuyuki Nakasuga (Yamaha Factory Racing Team Yamaha) 1’45.496
16 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’45.608
17 9 Danilo Petrucci (Octo Pramac Racing Ducati) 1’45.691
18 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’45.724
19 72 Takumi Takahashi (Team HRC with Nissin Honda) 1’45.743
20 50 Eugene Laverty (Aspar MotoGP Team Honda) 1’45.751
21 69 Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team Honda) 1’45.843
22 43 Jack Miller (LCR Honda Honda) 1’46.039
23 76 Loris Baz (Forward Racing Yamaha Forward) 1’46.048
24 63 Mike Di Meglio (Avintia Racing Ducati) 1’46.179
25 24 Toni Elias (Forward Racing Yamaha Forward) 1’46.256
26 64 Kousuke Akiyoshi (AB Motoracing Honda) 1’47.760

Não Vai correr:

15 Alex de Angelis (E-Motion IodaRacing Team ART)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP / Motorsport.com

Lorenzo com sobras conquista vitória em Aragón e Pedrosa segura de Forma Heróica a Rossi ficando em 2ºlugar

Jorge Lorenzo que tinha que recuperasse da corrida passada em Mizano aonde ele foi para o chão nesse final de semana ele acabou dando uma grande volta por cima com uma atuação soberba conquistou a vitória no GP de Aragón colocando fogo no campeonato.

Largada_motGP_aragon

Mesmo com Marc Marquez com a pole position o piloto da Yamaha acabou assumindo a liderança nos primeiros metros de corrida. A promessa de uma disputa particular entre Marc Marquez e Jorge Lorenzo durou até a metade da segunda volta quando Marquez acabou indo para o Chão pela 5ªvez na temporada sem possibilidades de voltar a prova, A partir dai foi um passeio de Jorge Lorenzo, Enquanto isso Andrea Iannone ficou em 2ºlugar no começo da prova e muito bem, Mas Pedrosa e Rossi estavam com mais moto que o piloto da Ducati que vem fazendo uma ótima temporada superando de Longe a Andrea Dovizioso que largou do 13ºlugar e acabou caindo do segundo para o 4ºlugar, Mas conseguia acompanhar de forma razoável a Pedrosa e Rossi enquanto que abria horrores para cima de seu companheiro de equipe Andrea Dovizioso que se recuperou da péssima posição de largada e em poucas voltas já estava em 5ºlugar.

Tivemos belas brigas entre elas as disputas que envolviam a Suzuki de Aleix Espargaró que correu com grande coragem com sua Suzuki, Tivemos a queda de Danilo Petrucci que estava muito bem com a Pramac lutando no segundo pelotão da corrida (Foi a primeira queda de Petrucci no ano) Mas a grande luta da prova foi entre Daniel Pedrosa com a Honda e Valentino Rossi com a Yamaha. Apesar do impeto de Rossi nessa corrida o piloto da Repsol Honda acabou fazendo uma corrida maravilhosa e se defendeu de todos os ataques de Rossi, Na última volta Rossi finalmente conseguiu uma ultrapassagem em cima de Pedrosa e parecia que a Yamaha teria mais uma dobradinha, Mas curvas depois Pedrosa foi para cima de forma decidida e acabou devolvendo a ultrapassagem recuperando o segundo lugar e com isso fazendo sua melhor corrida nessa temporada.

disputadacorrida_26_46

Ao Final Lorenzo agradeceu a Pedrosa pois além de conquistar uma vitória praticamente de ponta a ponta ainda contou com a ajuda de Espanhol da Honda que tirou de Rossi 4 pontos o que fez a diferença entre os dois a cair de 23 para 14 pontos a 4 corridas do final do campeonato. Rossi só pode lamentar o 3ºlugar, Mas é agora que o piloto Italiano precisa provar ao mundo que pode competir em Igualdade de condições com Lorenzo e vencer Lorenzo para se sagrar pela 10ªvez o campeão do Mundial de Motovelocidade.

boa_recuperacao_de_dovizioso

Andrea Iannone deu uma surra em Andrea Dovizioso mesmo o seu companheiro chegando apenas 1 posição atrás ele tomou 17 segundos de Iannone, Uma diferença acapachante que o piloto que faz sua primeira temporada na equipe oficial da Ducati colocou no experiente piloto que esta em sua 8ªtemporada na MotoGP. Aleix Espargaró volta a colocar uma Suzuki no Top 6 o que não acontecia desde do GP da Catalunha aonde seu companheiro de equipe Marevick Viñales ficou na 6ªposição. Aleix fez seu melhor resultado na temporada superando a Cal Crutchlow que teve o consolo de ser o melhor piloto de equipe Satélite na 7ªposição superando a Bradley Smith e a Pol Espargaró com a Tech 3 Honda. Completou o Top 10 o Colombiano Yonny Hernandez que esta desesperado procurando emprego na MotoGP em 2016.

,Grande Desempenho de Álvaro Bautista
,Grande Desempenho de Álvaro Bautista

Maverick Viñales ficou em 11ºlugar longe de Aleix Espargaró na frente de Scott Redding com um resultado muito frustrante após um pódio na prova passada em Mizano chegando a apenas 1.5 segundo a frente de Álvaro Bautista que fez uma grande corrida com a Aprilla que mostra alguma evolução em relação ao inicio da temporada. Completando a zona de pontuação os dois pilotos da Aspar Martinez com a Honda Option de Eugene Laverty e Nicky Hayden.

Pódiodearagon

Daqui a 2 semanas teremos a primeira corrida das três provas na Asia, no dia 11 de Outubro em Motegi no Japão começa um dos 4 últimos capítulos da disputa do campeonato entre Rossi que tem 263 pontos e Lorenzo que tem 249 pontos. Ainda vivos na disputa mas com chances praticamente inexistentes Marquez com 184 e Iannone com 173 pontos. A briga fica com os dois pilotos da Movistar Yamaha MotoGP que se tornou a campeã do mundial de equipes da Moto GP nesse final de semana.

campea_do_campeonato_de_equipes

Resultado Final do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP de Aragón
1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 41’44.933 em 23 Voltas
2 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 2.683
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 2.773
4 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 7.858
5 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 24.322
6 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 24.829
7 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 25.367
8 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 25.503
9 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 26.452
10 68 Yonny Hernandez (Octo Pramac Racing Ducati) a 43.889
11 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 44.255
12 45 Scott Redding (EG 0,0 Marc VDS Honda) a 48.176
13 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 49.755
14 50 Eugene Laverty (Aspar MotoGP Team Honda) a 50.271
15 69 Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team Honda) a 50.364
16 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 50.722
17 76 Loris Baz (Forward Racing Yamaha Forward) a 51.997
18 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 53.406
19 43 Jack Miller (LCR Honda Honda) a 56.859
20 63 Mike di Meglio (Avintia Racing Ducati) a 59.607
21 24 Toni Elias (Forward Racing Yamaha Forward) a 1’15.237
Não Completaram a corrida:
17 Karel Abraham (AB Motoracing Honda) a 12 Voltas
9 Danilo Petrucci (Octo Pramac Racing Ducati) a 14 Voltas
15 Alex de Angelis (E-Motion IodaRacing Team ART) a 18 Voltas
93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP/ Motorsport.com