Robert Kubica volta a Formula 1, Porém Williams continua um desastre

Após 7 anos e meio afastado das competições, O polonês Robert Kubica finalmente entrou em um carro de Formula 1 para uma sessão oficial de treino livre. Como terceiro piloto da Williams se constatou uma coisa: O FW41 é um carro horrível e parece sem qualquer solução de melhora. A Tal ponto que já se fala que o projeto do carro desse ano foi abandonado e que já estão desenvolvendo o carro de 2019.

A Williams vive seu pior momento na Formula 1. Com dois pilotos inexperientes, Tendo um piloto como Kubica com piloto de desenvolvimento que colocou tempo em Lance Stroll no primeiro treino livre. Pior de tudo, Não podem colocar o Polonês em uma corrida, Até porque tanto Stroll como Sirotkin tem seus patrocinadores que injetam muito dinheiro e não gostariam nadinha, se um dos seus pilotos for jogado para o banco de reservas em uma corrida.

Se é que poderia adiantar a presença do Kubica a ponto de levar o carro aos pontos de maneira constante. Acho que algumas vezes até acreditaria, Mas não de forma constante. Com o Crescimento da Sauber e da Mclaren e com sua involução em relação a 2017. É muito provável que a equipe de Sir. Frank Williams pela primeira vez como a pior equipe da Formula 1 em uma temporada.

Sobre os treinos livres de hoje, Não me parece até agora que a ordem das forças na categoria tenha mudado. Continua a Mercedes que marcou o melhor tempo nos dois treinos livres (Bottas na primeira sessão e Hamilton na segunda sessão) Red Bull e Ferrari não ficaram muito longe dos carros alemães e estão na disputa pela pole position. A Ferrari pode não ter o motor da Mercedes e nem o carro da Ferrari, Na média eles possam estar um degrau a frente da Mercedes que tem problemas no seu carro, principalmente por conta do desgaste dos pneus. A Red Bull tem o melhor chassis, Porém tem o mais fraco dos motores (Renault) e isso pode ser uma desvantagem principalmente na reta dos boxes.

Haas e Mclaren parecem estar um degrau a frente na disputa pela 4ªForça do mundial: A Mclaren com o bico dianteiro diferente de tudo que se viu, poderá fazer a diferença na Classificação e na corrida. A Haas colocou seus dois carros nas 10 primeiras posições. Porém, ainda precisam transformar a performance em resultados.

Toro Rosso mostrou ter velocidade, apesar disso ainda não esta parecendo que vão brigar por resultados significativos. Enquanto a Force India parece começar a voltar a disputa pelo menos no bloco intermediário, A Renault não teve um bom desempenho hoje: Ou a equipe Francesa não tenha mostrado todo o seu potencial ou então não vai ser um dos melhores finais de semana da Renault em 2018.

Sauber esta com um carro melhor que a Williams, Quem diria que a equipe Suíça que nos últimos anos afundaram nas últimas posições agora estaria na frente da Williams, que nos últimos anos esteve disputando na primeira metade da tabela. Até mesmo com pódios e disputando vitórias.

Para amanhã, veremos de verdade quem vai realmente disputar a pole e quem evoluiu e quem andou para trás com a introdução do pacotes aerodinâmicos. Amanhã, As 7 da manhã teremos o 3ºtreino livre e as 10 da manhã teremos a Classificação para o Grid de Largada para a 5ªEtapa do Campeonato Mundial de Formula 1.

1ºTreino Livre

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Pneu Voltas
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.148 32
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.997 22
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.098 24
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:19.187 26
5 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.499 19
6 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:19.858 26
7 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:19.871 11
8 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:19.906 24
9 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:20.083 28
10 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:20.508 29
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:20.637 28
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:20.665 23
13 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.924 36
14 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:20.984 18
15 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.053 28
16 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.144 27
17 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.159 26
18 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.373 28
19 40 Robert Kubica Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.510 24
20 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:22.756 15

2ºTreino Livre

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Pneu Voltas
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.259 39
2 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:18.392 41
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:18.533 39
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:18.585 34
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:18.611 39
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:18.829 16
7 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:19.579 24
8 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:19.643 39
9 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:19.722 32
10 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.962 28
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.024 38
12 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:20.035 35
13 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:20.183 43
14 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:20.373 32
15 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:20.501 37
16 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:20.514 29
17 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:20.672 31
18 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.265 34
19 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.556 35
20 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:22.060 36

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Williams/Mclaren/Haas/Mercedes

Com muita sorte, Hamilton conquista vitória em Baku e vira líder do Mundial

Em sua 3ªEdição, O GP do Azerbaijão mais uma vez se mostrou imprevisível, Até o final da corrida não se pode dar por certo quem vai ganhar. Baku tem seus mistérios, Essa edição tinha tudo para esta nas mãos de Sebastian Vettel e de Valtteri Bottas, Mas foi Lewis Hamilton quem acabou levando a vitória. (63ªVitória da sua carreira)

Vettel largou bem, Com Hamilton e Bottas logo a seguir. Verstappen e Ricciardo disputavam o 4ºlugar. Lá atrás, Muita confusão. Primeiro, Sergei Sirotkin toca na traseira de Perez e seu bico dianteiro quebra. Segundos depois Sirotkin acaba espremido por Hulkenberg e Alonso, Com isso a suspensão do Russo quebra. Um pouco mais a frente, Raikkonen que perdeu a posição para Ocon, que foi para cima do Francês que tentou manter a 6ªposição e acabou se chocando com  o homem de gelo, Levando a pior e indo parar no Muro.

O Safety Car entrou na pista. Raikkonen teve de ir para os boxes, Assim como alguns pilotos que se envolveram na confusão. A imagem do começo da prova foi Fernando Alonso tendo de ir aos boxes com 2 pneus furados, 1 com a borracha dechapando e o outro no aro apenas. Foi um milagre o Espanhol não ter abandonado pelos danos que teve em seu assoalho do seu Mclaren-Renault.

Foram 5 voltas para limparem a pista, Na 6ªVolta a corrida recomeça. Verstappen foi para o ataque e passou Ricciardo que por excesso de precaução, Perdeu posição para Carlos Sainz jr.

Vettel vinha na liderança e abria de Hamilton que abria de Bottas. Os 3 abriam diferença para os dois da Red Bull que vinham sendo pressionados por Sainz jr (Verstappen). e Hulkenberg (Ricciardo). Com pneus mais duros e com problemas na recarga de energia os dois viraram alvo fácil para os pilotos da equipe Francesa que passaram ao mesmo tempo. Destaço que a disputa entre Verstappen e Sainz jr. que ficaram 3 voltas trocando posição. Na 10ªVolta, Hulkenberg passou Verstappen para ganhar o 5ºlugar.

Porém, A prova do piloto Alemão acabaria na volta 11, Quando ele acaba saindo de traseira e acabou indo para o Muro, Danificando sua posição e abandonando a prova. Enquanto isso Raikkonen já aparecia entre os 10 primeiros lugares, Já atrás de Stroll e Leclerc. Enquanto isso quem vinha abrindo diferença era

Na volta 15, Verstappen passou Sainz que aproveitou e foi para a primeira parada nos boxes, Colocando os pneus mais duros para completar a prova. Enquanto isso Leclerc vinha muito bem, Superou Lance Stroll se destacando na corrida. Ao contraio de seu companheiro de equipe. Marcus Ericsson acabou passando reto e perdendo muito tempo, E ainda por cima ele acabou tomando penalização de 10 segundo por um incidente com Magnussen. (Como eu não vi, Não tem como dar uma opinião)

Continuava a disputa entre Verstappen e Ricciardo pelo 4ºlugar, Trocando de posição em intensa disputa. Raikkonen passou Stroll e e também passou pelo Leclerc, Na volta 17, o finlandês passou para o 6ºlugar. Na volta 21, O mexicano Sergio Perez em belíssima corrida de recuperação ultrapassa Lance Stroll que acabou alongando a primeira curva e perdendo algum tempo.

Na volta seguinte, Hamilton que vinha tirando aos poucos a vantagem de Sebastian Vettel, Acabou também alongando a curva, travando os pneus e deixando esses pneus quadrados. A parada foi antecipada, Na 23ªVolta com os pneus médio que teriam de aguentar 28 voltas até o final da prova. Vettel vinha agora 13 segundos de frente para Bottas e 30 segundos a frente do Hamilton. A Corrida estava se encaminhando para as mãos do líder do campeonato.

A corrida chegava na sua metade. Os pneus estavam durando muito, O Desgaste dos pneus que já é baixo. Com o tempo encoberto e frio era mais baixo ainda. Grosjean que largou do último lugar já vinha em 8ºlugar, logo após a parada de Charles Leclerc da Sauber. Todos os pilotos iriam para 1 única parada nos boxes.

Na 27ªVolta, Ricciardo tenta o ataque em cima de Verstappen, Consegue passar na curva 1, O jovem piloto Holandês voltou pra cima do Australiano e deu o troco, Voltando ao 4ºlugar.

Enquanto isso, Alonso perde tempo e perdeu o 11ºlugar para Stroll, Era um final de semana bem difícil para a Mclaren. Vandoorne vinha em 16º, 1 volta atrás dos líderes.

Vettel, Bottas, Verstappen e Ricciardo ainda não tinham parado nos boxes, poderiam tentar fazerem a parada e irem para os pneus mais macios para ganharem a corrida. Na volta 30 é Vettel, O líder para para colocar os pneus mais duros. Bottas assume a liderança com 11 segundos de frente para Vettel que vinha 8.3 a frente de Hamilton.

Os pneus mais novos demoravam para renderem bem, algo muito estranho. Já que a tendência é os pneus é geralmente os mais novos renderem melhor do que os mais novos. Bottas fez a melhor volta da prova. Com pneus de mais de 35 voltas de uso. O Finlandês teria de parar nos boxes assim como Verstappen e Ricciardo.

Na volta 35, Ricciardo foi para uma nova tentativa de ultrapassagem sobre Verstappen e por fora realizou a ultrapassagem e levou a 4ªposição. E assim quando ele começou a abrir diferença praticamente poderíamos concluir que era assunto encerrado em relação a essa disputa.

Na Volta 38, Ricciardo foi para a sua única parada, Colocando os pneus ultrasoft. Na Volta seguinte foi a vez de Verstappen ir para os pneus ultrasoft e devido a demora dos pneus de Ricciardo esquentarem. O holandês ganhou a posição de número 4. Enquanto que Valtteri Bottas faz melhor volta da corrida com os pneus mais gastos. Mesmo assim, quando parar Vettel teria 8 segundos.

Até que Ricciardo foi para cima de Verstappen que sutilmente muda duas vezes a trajetória e acabou o Australiano atropelando Verstappen e acabou ambos saindo reto. Provocando uma bandeira amarela. Isso facilitou a vida de Bottas que foi aos boxes colocarem os pneus mais macios. A corrida estava nas mãos do piloto da Mercedes. Vettel, Raikkonen, Alonso e outros pilotos foram fazer a parada para colocarem pneus mais macios. (Ultrasoft)

Após 3 voltas para limparem a pista e deixarem todos os retardatários recuperarem a volta, Quando parecia que iriamos ter a relargada, Na volta 44: Romain Grosjean conseguiu a façanha de bater quando esquentava os pneus. Jogou fora o 6ºlugar para a Haas e afundando ainda mais no seu inferno astral sem qualquer bom resultado em 2018. Esse acidente prolongou o safetycar. Mais 4 voltas para limpar a pista. Muita gente não ficou feliz com o que o Francês fez, Ao voltar aos boxes, Grosjean atirou a sua luva que quase acertou um dos membros da equipe. O Clima não esta bom para ele que disse que foi o Ericsson que tocou nele (Aonde????, Em qual universo isso aconteceu???) O Sueco estava 1 volta atrás e ele tinha recuperado volta.

Com 4 voltas para o final a corrida recomeça e Vettel foi para cima de Bottas que deixou o Alemão passar, Provavelmente prevendo que o Alemão iria travar os pneus. E foi isso que aconteceu. Tanto é que Hamilton e Raikkonen ganharam posições. Bottas voltou a liderança.

O piloto da Ferrari com os pneus quadrados perdia rendimento. A Dobradinha da Mercedes estava nas mãos. Até que no final da volta 48, Bottas passa por cima de um detrito e logo depois acaba furando o seu pneu, Após uma corrida impecável, Bottas não tinha nada mais a fazer. Apenas encostar o carro dele e abandonar.

Hamilton ganhou a liderança de graça, Com Raikkonen em segundo e Perez praticamente ao mesmo tempo Bottas teve a infelicidade ele conquistava a posição em cima de Vettel. De 5º para um lugar no pódio com a Force India que não vive seus melhores momentos.

O piloto Inglês que vinha apenas para tentar manter o pódio acabou levando uma vitória nas ruas de Baku. Essa pista tem mistérios que não se pode explicar. A 63ªVitória da carreira do piloto da Mercedes e a liderança do campeonato após um começo de ano difícil. Kimi Raikkonen que teve um dia que começou difícil acabou ficando em 2ºlugar e Sergio Perez que vinha sem marcar pontos, Lavou a alma da Force India com o 3ºlugar. Um grande final de semana da equipe indiana que passou do penúltimo lugar para o  6ºlugar no Mundial de Construtores.

Sebastian Vettel sai derrotado em Baku, o 4ºlugar tira o piloto Alemão da liderança do Campeonato. Com 70 pontos, Hamilton passa a liderar o campeonato, 4 pontos de frente de Vettel.

Carlos Sainz jr. teve um belo final de semana, acabou ficando em 5ºlugar em uma prova combativa. E um corridão de Charles Leclerc com a Sauber, Um incrível 6ºlugar para o piloto de Mônaco. Também corridão de Alonso, que depois ter de levar o seu carro com 2 pneus furados para os boxes na primeira volta ainda consegue levar a Mclaren para o 7ºlugar, Um final de semana bem ruim para o time de Woking.

Lance Stroll consegue levar a Williams aos primeiros pontos do ano, Em 8ºlugar. Stoffel Vandoorne no final chegou ao improvável 9ºlugar após ficar 1 volta atrás do líder em penúltimo lugar em certo momento da prova. E mais improvável foi o 10ºlugar de Brendon Hartley que marcou assim o primeiro ponto na Formula 1.

Marcus Ericsson ainda levou a outra Sauber para o 11ºlugar, Pierre Gasly começou muito bem, Chegando a ficar em 7ºlugar, Porém acabou só em 12º e Kevin Magnussen ficou em 13º com a única Haas que marcou pontos no ano. Valtteri Bottas que chorou depois de abandonar a prova ainda terminou qualificado em 14º.

Esperamos que Baku não saia do calendário do campeonato, Porém que a pista deveria ter uma limpeza melhor dos detritos, Isso sim! Daqui a 2 semanas teremos a primeira corrida da fase europeia. No circuito da Catalunha, Em Barcelona veremos mais uma disputa emocionante pela vitória e pelo título do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1!

Resultado final do GP do Azerbaijão
Circuito de Rua de Baku – 4ªEtapa do Mundial de Formula 1

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo/Abandono Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 51 1h 43:44.291 2
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 51 a 2.460 6
3 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 4.024 8
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 51 a 5.329 1
5 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 51 a 7.515 9
6 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 51 a 9.158 13
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 51 a 10.931 12
8 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 12.546 10
9 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 51 a 14.152 16
10 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 51 a 18.030 19
11 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 51 a 18.512 18
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 51 a 24.720 17
13 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 51 a 30.663 15
14 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 48 Pneu Furado 3
15 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 42 Acidente 20
16 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 39 Colisão 5
17 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 39 Colisão 4
18 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 10 Acidente 14
19 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 0 Acidente 7
20 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 0 Acidente 11

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Williams/Force India/Red Bull/Toro Rosso/Sauber/Mclaren

Sebastian Vettel supera Hamilton e Bottas em Baku e leva a 53ªpole da Carreira

Vettel marcou sua 53ªpole de sua carreira, E a terceira na temporada 2018, O piloto da Ferrari mais uma vez superou os dois pilotos da Mercedes e seu companheiro de equipe. Um treino que teve muita disputa, Mas com os carros italianos parecendo estarem 1 degrau acima dos seus principais adversários.

O Q1 nem  esquenta e Romain Grosjean saiu da pista, O piloto da Haas teve problemas e abandonou o treino. Alías, O final de semana não estava sendo dos melhores para a Haas que vinha deixando a desejar nos treinos livres em relação as 3 primeiras corridas.

Enquanto os pilotos vinham fazendo suas voltas, O Carro do piloto Francês era recolhido. E o bom trabalho dos pilotos da Force India nos treinos se Sexta se confirmaram hoje com uma ótima atuação de Esteban Ocon. Ricciardo e Verstappen chegaram a ocupar os 2ºprimeiros lugares, Depois foram superados por Raikkonen e Vettel.

Nos minutos finais, a Toro Rosso acaba tendo um problema, Por muito pouco seus dois pilotos não se chocam. Hartley com problemas estava lento e Gasly desviou na hora certa da trajetória e acabou indo para a área de Escape. Apesar de evitar a batida, Gasly não evitou a eliminação já no Q1. Quem caiu fora além de Grosjean, Hartley e Gasly foram Marcus Ericsson e Stoffel Vandroome. Lance Stroll na sua última volta assegurou um lugar entre os 15 que partiram para o Q2. Com isso, A Williams pela primeira vez tinha seus dois pilotos na segunda fase da Classificação.

Classificação do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.538
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.642
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.693
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.762
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.857
6 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.021
7 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.355
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.426
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.674
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.746
11 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:43.752
12 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.992
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.010
14 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.261
15 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.359
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.489
17 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.496
18 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:45.541
19 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:57.354

Bottas fez um brilhante tempo no Q2, Para compensar o fraco tempo do Q1, Esse tempo só foi superado pelo seu companheiro de Equipe Lewis Hamilton, Por apenas 3 milésimos de segundo. Tanto no Q1 tanto no Q2 tivemos muitas escapadas de pista, Inclusive dos dois pilotos da Ferrari.

Na reta final do treino, Raikkonen vivia um drama. Ele vinha na última posição até a sua última volta nos últimos segundos. O homem de gelo justificou seu nome. Do último lugar entre os 15 para uma grande volta e para marcar o melhor tempo do Q2, Com 1:42.510. A Ferrari coloca no bolso os dois pilotos da Mercedes que ficaram em 2º e 3ºlugares. Verstappen ficou em 4º com Ocon da Force India em 5º e Vettel num 6ºlugar.

Daniel Riccardo acabou arriscando andar de pneus SuperSoft ao invés dos Ultrasoft, Por muito pouco o Australiano não ficou de fora da parte final do Treino. Passando para o Q3 em 10ºlugar. Atrás de Nico Hulkenberg, Sergio Perez e de Carlos Sainz jr.  que acabaram classificados para o Q3. Ferrari, Mercedes, Red Bull, Force India e Renault acabaram colocando os seus dois carros na parte final do treino.

Ficaram eliminados, Os dois pilotos da Williams que parece estar bem melhor (Pelo menos em Baku) Com Stroll em 11º e Sirotkin em 12º, Marcando os melhores grid de largada de ambos nessa temporada. Fernando Alonso em 13º com uma Mclaren-Renault que não se deu bem. Os outros eliminados foram Charles Leclerc que classificou pela primeira vez no Q2 e Kevin Magnussen com uma Haas Problemática nesse final de semana.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.510
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.676
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.679
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.901
5 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.967
6 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:43.015
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.232
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.366
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.464
10 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:43.482
11 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.585
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.886
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.019
14 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.074
15 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:44.759

No Q3, Red Bull, Force India e Mercedes foram os primeiros a entrarem na pista. Pouco depois vinha Hulkenberg e os pilotos da Ferrari e Sainz jr. por último.

Verstappen marcou o melhor tempo, Até Bottas e Hamilton marcarem suas voltas em seguida e colocarem os dois pilotos da Mercedes nas 2 primeiras posições. Sebastian Vettel estraçalhou o tempo das Mercedes, Com 1:41.498 ele tomou a pole das mãos dos carros germânicos.

A 2 minutos do final, Todos os pilotos vão para a última tentativa. Bottas e Hamilton são os primeiros a tentarem, Apesar de melhorarem seus tempos não conseguem chegar ao tempo de 1:41.498 de Vettel.

Kimi Raikkonen, Em sua última volta conseguiu a 1ª e a 2ªmelhores parciais, Parecia que a pole iria para as mãos do Finlandês. Até que ele quase perde o controle do carro na última curva do circuito. Resultado disso foi a perda de mais de 1 segundo no último setor, A pole escapou das mãos de Raikkonen e se confirmou a pole 53 de Vettel na Formula 1.

Hamilton, O grande rival de Vettel, 9 pontos atrás do piloto alemão larga ao seu lado em segundo. Na segunda fila largam Valtteri Bottas com a Mercedes e Daniel Ricciardo que superou em 80 milésimos a Max Verstappen. O Holandês larga na terceira fila junto de Kimi Raikkonen.

Os dois pilotos da Force India largam na Quarta fila: Ocon ficou a 24 milésimos a frente de Sergio Perez e sai na 7ªposição. Um grande final de semana da equipe Indiana que vem no penúltimo lugar no campeonato de Construtores. E a Renault ficaria com a 5ªfila, Se Não tivessem trocado o Câmbio de Nico Hulkenberg que perde 5 posições no Grid. (Caindo do 9º para o 14º) Carlos Sainz jr. Larga em 9º e Lance Stroll fica com o 10ºlugar, Colocando a Williams pela primeira vez no ano em uma posição digna com sua história na Formula 1.

Amanhã, As 9 da manhã teremos o GP do Azerbaijão, Direto do circuito de Baku para mais um duelo pela vitória e pela liderança do campeonato.

Grid de Largada do GP do Azerbaijão
4ªEtapa do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:41.498 19
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:41.677 21
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:41.837 21
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:41.911 20
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:41.994 19
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.490 20
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.523 20
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.547 20
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.351 20
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.585 16
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.886 17
12 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.019 16
13 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.074 17
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.066 20
15 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:44.759 14
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.489 8
17 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.496 9
18 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:45.541 10
19 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:57.354 5
20 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO Sem Tempo 2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Force India/Williams/Toro Rosso

Corridas Históricas – GP da Austrália de 2010

Era a segunda corrida da década de 2010 da Formula 1 em Albert Park na Austrália que pela 2ªVez desde de 1996 a prova não abriu o ano, A disputa do treino de Classificação seria disputada sobre um tempo nublado e frio de 24 Graus o que não é normal em Melborne.

Vitantonio Liuzzi e Adrian Sutil foram os primeiros a entrarem no Q1 o que não seria problemas para o time indiano que tinha começado bem a temporada, Logo todos os pilotos foram para os treinos para garantirem o tempo para passar para o Q2, Teoricamente nessa classificação se nada desse errado seria uma disputa entre Red Bull e Ferrari pela vitória com Mclaren e Mercedes um pouco mais atrás sobrando o 9º e 10º para os outros times disputarem. Lá Atrás com as novas equipes a Lotus que concluiu a corrida com seus dois carros no Bahrein estava na frente da Virgin e da Hispania que estavam mais atrás da Lotus.

Nos primeiros minutos de Treino a Red Bull mostrava a sua Força com Mark Webber fazendo o melhor tempo com 1:25.951 na primeira volta, 20 segundos depois Fernando Alonso (Que ganhou o GP do Bahrein da temporada de 2010) com a Ferrari respondeu com 1:25.522, Felipe Massa a menos de 13 minutos do final fez 1:26.444 tomando 7 décimos do Fernando Alonso (O que seria uma tendência do final de Semana inteiro) .

Rubens Barrichello que tinha feito uma boa exibição no Bahrein colocou o 4ºtempo a 11 minutos e meio do final, Webber a 11 minutos e 10 segundos com 1:25.286 voltando a primeira posição e 15 segundos depois Alonso com 1:25.082 em um confronto direto com o piloto da Red Bull. Jenson Button a 10 minutos do final do Q1 fez o terceiro tempo a quase 4 décimos de Alonso o que mostrava a Mclaren estava 1 a 2 passos atrás mas era perigosa e poderia disputar a vitória.

Dai Vettel resolveu acabar com a Brincadeira fazendo 1:24.774 com o melhor tempo . Eliminados até aquele momento eram: Buemi, Kovalainen, Trulli, Glock, Chandhok, Di Grassi, Senna, De La Rosa na bolha melhorou um pouco seu tempo subindo uma posição para o 16ºlugar. Segundos depois Button e Hamilton subiram para o 2º e 3ºlugares.

Classificação a 7 minutos do final do Q1:

Vettel – Button – Hamilton – Alonso – Webber – Rosberg – Schumacher – Barrichello – Sutil – Hulkenberg – Kubica – Kobayashi – Liuzzi – Massa – Alguersuari – De la Rosa – Petrov são os classificados para o Q2.

Felipe Massa estava em situação complicada na 14ªposição a 7 minutos do final, e foi para a pista para tentar uma volta rápida para melhorar o tempo e garantir lugar na próxima etapa da Classificação, Enquanto isso Barrichello Reclamava da pouca atenção do time quando ele queria entrar na pista para aproveitar quando não tinha transito nenhum.

Massa concluiu sua volta na 7ªposição com 1:25.435, Mas o problema é que Alonso estava com mais de 5 décimos do Alonso que estava em 4ºlugar. Já Bruno Senna estava lutando para fazer o melhor tempo possível conseguindo 1:30.924 a mais de 6 segundos do ponteiro  enquanto que Lucas di Grassi com um carro da Virgin fez 1:30.295 com 5 segundos mais lento que os ponteiros, Já A Lotus com Kovalainen com 1:29.133 e Trulli com 1:28.880 estava em melhor estágio das novas equipes. Ainda assim estavam a 4 segundos dos lideres.

Acabaram eliminados na primeira parte do treino os pilotos da Hispania, da Virgin, da Lotus e Vitaly Petrov que acabou escapando em uma curva no que custou tempo que foi o bastante para não permitir a classificação do Q2

Resultado do Q1:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:24.774
2. Nico Rosberg (Mercedes) 1:24.788
3. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:24.897
4. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:25.046
5. Fernando Alonso (Ferrari) 1:25.082
6. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1:25.286
7. Michael Schumacher (Mercedes) 1:25.351
8. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:25.504
9. Felipe Massa (Ferrari) 1:25.548
10. Robert Kubica (Renault) 1:25.588
11. Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:25.702
12. Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:25.866
13. Sebastian Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.061
14. Pedro de la Rosa (Sauber-Ferrari) 1:26.089
15. Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.095
16. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:26.170
17. Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari) 1:26.251
18. Vitaly Petrov (Renault) 1:26.471
19. Heikki Kovalainen (Lotus-Cosworth) 1:28.797
20. Jarno Trulli (Lotus-Cosworth) 1:29.111
21. Timo Glock (Virgin-Cosworth) 1:29.592
22. Lucas di Grassi (Virgin-Cosworth) 1:30.185
23. Bruno Senna (HRT-Cosworth) 1:30.526
24. Karun Chandhok (HRT-Cosworth) 1:30.613

Na Segunda parte do Treino eram 17 pilotos para 10 vagas e nem os times grandes poderiam brincar em 15 minutos ou algum carro ficaria de Fora do Q3, Um dos carros da Force India e Mark Webber foram os primeiros a entrarem para fazerem seus tempos, O piloto da casa estava disposto a fazer a pole position fazendo 1:24.747 na sua primeira volta na segunda fase da Classificação, Segundos depois Alonso tomou a primeira posição com 1:24.459, Rosberg com 1:25.246 fez o 4ºtempo.

Logo os pilotos fizeram uma volta rápida com exceção de Alguersuari e de De la Rosa. A disputa estava frenética principalmente entre Alonso com a Ferrari e Webber com a Red Bull, A 9 minutos do Final Buemi, Kobayashi, Hulkenberg, Hamilton, Sutil, Alguersuari e De La Rosa estavam eliminados se o treino terminasse naquele momento.

Robert Kubica brigava com o carro da Renault para entrar entre os 10 primeiros e garantir um lugar na fase final do Treino, Enquanto que Button estava fazendo o 3ºlugar o Hamilton estava em 17º a 6 minutos do final do Treino e por isso ele foi para a pista buscar o tempo para passar para a fase final do treinamento e parecia conseguir colocando 3 décimos mais rápido na primeira parcial do que o 10ºlugar e 4 décimos na segunda parcial. Terminou a volta com 1:25.251 na 7ªposição o que parecia suficiente para ficar entre os 10.

Mas dai todo mundo foi para melhorar o seu tempo na parte final a 2 minutos do final, Rubens Barrichello andando muito no começo de campeonato com a Williams, Kubica, Sutil e Schumacher tiraram o Hamilton dos 10 primeiros colocados e o pânico acabou aumentando com o tempo de 1:25.184, Em sua volta final Hamilton tirou o pé e ficou de fora do Q3.

Os eliminados além do Hamilton foram Buemi com um bom desempenho com a Toro Rosso, Liuzzi, De la Rosa, Hulkenberg, Kobayashi (Apesar de quase ter perdido o controle do seu carro da Sauber) e Alguersuari.

Resultado do Q2:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:24.096
2. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1:24.276
3. Fernando Alonso (Ferrari) 1:24.335
4. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:24.531
5. Nico Rosberg (Mercedes) 1:24.788
6. Felipe Massa (Ferrari) 1:25.010
7. Michael Schumacher (Mercedes) 1:24.871
8. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:25.046
9. Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:25.085
10. Robert Kubica (Renault) 1:25.122
11. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:25.184
12. Sebastian Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 1:25.638
13. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:25.743
14. Pedro de la Rosa (Sauber-Ferrari) 1:25.747
15. Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:25.748
16. Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari) 1:25.777
17. Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.089

Nos 10 minutos finais a pole seria decidida e era muito provável que ela seria da Red Bull que tinha o carro do começo da temporada apesar do carro da Ferrari que estava na cola do time dos energéticos. Mclaren apesar de falarem que estariam fortes ainda estavam um pouco atrás dessa disputa como a Mercedes que via Rosberg dando uma Surra em Schumacher que estava fazendo a segunda corrida da sua volta a Formula 1. Com Mark Webber, Fernando Alonso e Michael Schumacher o Q3 começa.

Alonso e Webber disputavam a pole em um duelo direto, Nesse duelo levou a melhor Webber com 1:24.035 contra o Alonso com 1:24.604. Mas veio Sebastian Vettel e colocou o tempo para baixo fazendo 1:23.919 a 6 minutos do final. Alonso melhorou o seu melhor tempo com 1:24.245, Enquanto isso Rosberg ao tentar melhor seu tempo acabou passando por cima da grama e quase rodou na metade da volta. Classificação do Q3 era Vettel – Webber – Alonso – Rosberg – Button – Schumacher – Barrichello – Massa – Kubica – Sutil

Com 4 minutos do final os ponteiros com exceção de Jenson Button (que melhorou seu tempo para 1:24.695) foram para os boxes para uma última tentativa no final. Felipe Massa foi para a pista tentar melhor seu tempo, Fez uma boa primeira parcial, Mas o resto das parciais o Brasileiro fez 1:24.837 virando mais de 6 décimos mais lento que Fernando Alonso o que foi o drama o final de semana inteiro e ele aumento esse drama com a melhora do tempo do Alonso para 1:24.111 enquanto que Webber não consegue melhorar o tempo e com isso Vettel já comemorava a pole position e levando o carro para casa conquistando a segunda pole position. (Ainda vira um último tempo com 1:24.222)

A Red Bull dominava a 1ªfila com Vettel e Webber, Alonso na segunda fila com Jenson Button em 4º com a Melhor Mclaren no grid na frente de Felipe Massa com os seus 7 décimos acima do Fernando Alonso largando em 5º. Completando o Grid Rosberg e Schumacher com as Mercedes seguido de Rubens Barrichello que foi o melhor do segundo Grupo com a Williams e completando os 10 primeiros colocados Robert Kubica e Adrian Sutil.

Frase do Vettel depois de conquistar a pole foi essa:  “Vamos mostrar a Eles!”

Grid de Largada:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:23.919
2. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1:24.035
3. Fernando Alonso (Ferrari) 1:24.111
4. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:24.675
5. Felipe Massa (Ferrari) 1:24.837
6. Nico Rosberg (Mercedes) 1:24.884
7. Michael Schumacher (Mercedes) 1:24.927
8. Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:25.217
9. Robert Kubica (Renault) 1:25.372
10. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:26.036
11. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:25.184
12. Sebastian Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 1:25.638
13. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:25.743
14. Pedro de la Rosa (Sauber-Ferrari) 1:25.747
15. Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:25.748
16. Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari)1:25.777
17. Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.089
18. Vitaly Petrov (Renault) 1:26.471
19. Heikki Kovalainen (Lotus-Cosworth) 1:28.797
20. Jarno Trulli (Lotus-Cosworth) 1:29.111
21. Timo Glock (Virgin-Cosworth) 1:29.592
22. Lucas di Grassi (Virgin-Cosworth) 1:30.185
23. Bruno Senna (HRT-Cosworth) 1:30.526
24. Karun Chandhok (HRT-Cosworth) 1:30.613

No dia da corrida da Austrália, sobre um tempo encoberto, vento, Chovendo e com pista levemente molhada. Isso era o bastante para os pilotos colocarem os pneus de chuva leve (Intermediários), Isso tornaria a prova imprevisível para todos os pilotos. O Favoritismo dos carros da Red Bull projetados por Adrian Nemey não mais tão garantida do que antes.

Vale falar o hino Nacional Australiano cantado por uma cantora e várias crianças como se fosse um Coral, Uma das coisas mais bonitas que vi em preparativos de corrida nessa última década.

Os pilotos da Virgin iriam largar dos boxes, Trulli com o carro desmontado não iria largar. Já todos os outros pilotos iriam largar do Grid de largada, Por sinal uma largada confusa demais:

Massa larga muitíssimo bem pulando do 5º para o segundo lugar. A Confusão ficou com Button que acabou tocando em Alonso que tocou Schumacher, O espanhol rodou praticamente caindo para o último lugar. Schumacher teve seu bico danificado e Button estava com o carro intacto, Mas não foi por isso que o Safety Car entrou na pista. Ele acabou entrando no acidente na 6ªCurva. Kobayashi perdeu o bico de maneira estranha e acabou sem rumo dando batida no muro interno e atingido quase que em cheio Nico Hulkenberg com a Williams e Sebastian Buemi com a Toro Rosso.

O Safety Car foi acionado, Schumacher aproveitando isso, Foi para os boxes para troca de pneus e troca do bico dianteiro. Vettel continuava na liderança com Massa em 2º, Webber em 3º, Kubica em 4º, Rosberg, Button, Hamilton, Sutil, Barrichello e Petrov (que largou do 18ºlugar para o 10ºlugar, Ganhando 8 posições) eram os 10 primeiros colocados. Bruno Senna com o horrível carro da Hispania ele subiu para o 14ºlugar, Já Alonso vinha em 18ºlugar e Michael Schumacher em 20ºlugar.

Relargada na 5ªVolta, Aproveitando a escapada do Australiano, Kubica foi para cima de Webber em uma ótima relargada, E faltou pouco para conseguir concretizar essa ultrapassagem em cima do Australiano por fora. Enquanto isso Schumacher e Alonso buscavam a recuperação.

Na 6ªVolta, Hamilton colocou por dentro de Button e ganhou o 6ºlugar. Curvas depois Webber recuperou o 2ºlugar de Felipe Massa, Que ficou para Kubica, Rosberg, Hamilton e Button que acabou indo para o boxes. Era o primeiro a arriscar pneus de pista seca, Na curva 3 após a volta ele acaba indo para a zebra. Será que era cedo demais para o inglês??? Parecia que sim!

Enquanto isso Schumacher ganhava o 14ºlugar de Heikki Kovalainen e Alonso já ultrapassava a Adrian Sutil da Force India, Ganhando o 12ºlugar.

Na 9ªVolta: Massa, Kubica, Rosberg, Hamilton, Barrichello e outros pilotos foram para os boxes. Após as paradas, Quem se deu bem foi Robert Kubica e Nico Rosberg que ganharam posição de Felipe Massa. Vettel, Webber, Liuzzi, Alguersuari, Sutil e Glock não fizeram a parada nessa volta.

Button ataca Kubica e acabou conseguindo a ultrapassagen no terço final do circuito, Vettel para na volta 10. Deixando Webber, Sutil nas 2 primeiras posições sem trocarem os pneus. Antes dessas paradas acabou o Russo Vitaly Petrov que vinha em uma posição razoável rodando na curva 3 e deixando a prova.

Finalmente Webber faz a parada na 11ªVolta, Após a saída o Australiano acabou escapando e perdendo posição para Kubica, Rosberg e Massa e caiu para o 6ºlugar logo a frente de Hamilton que ganhou o 7ºlugar de Rubens Barrichellocom o Williams que sobrou na prova. A Classificação após 12 Voltas era: Vettel – Button (1.040) – Kubica (2.894) – Rosberg (3.551) – Massa (7.385) – Webber (10.101) – Hamilton (10.478) – Barrichello (11.546) – De la Rosa (14.443) – Alonso (14.817) – Liuzzi (18.734) – Alguersuari (19.976) – Michael Schumacher (21.029) – Kovalainen (38.528) – Glock (44.834) – Chandhok (53.796) – Di Grassi (1:01.991) Os outros abandonaram.

Alonso vai para cima de De la Rosa, E na volta 13 o Espanhol vai para o 9ºlugar em uma incrível recuperação do Principe das Asturias. Enquanto isso Vettel dava um passeio no Albert Park, Com vantagem boa para Button com a Mclaren que vinha no ataque com Hamilton atacando Webber. Alonso passava Barrichello e subia para o 8ºlugar.

Já o outro piloto da Ferrari, O brasileiro Felipe Massa vinha pressionado pelo Webber que trazia com ele Hamilton, No Começo da 16ª Volta: Webber e Hamilton passam de uma vez Felipe Massa … Porém duas curvas depois Hamilton com muita foi para cima de Webber que acabou se atrapalhando e perdendo a curva, Hamilton acabou tendo que tirar o pé.  Resultado da história foi que o piloto Brasileiro do carro vermelhinho recuperou essas duas posições. E Webber ficou para atrás do Alonso no 8ºlugar.

Vettel já abria 3 segundos e 1 décimo de frente para Button. Enquanto isso, O Indiano Karun Chandhok passa pela brita, Fazia o que era possível para manter uma porcaria como era a HRT na pista. Já Schumacher estava na batalha por posição com o Espanhol Jaime Alguersuari com a Toro Rosso, Valendo o 12ºlugar. Continuava os problemas de Felipe Massa que era pressionado por Lewis Hamilton e estava vindo um pouco mais atrás Alonso. No bloco intermediário vinha Liuzzi buscando ganhar o 10ºlugar que estava nas mãos de Pedro de la Rosa com a Sauber. A corrida vinha chegando no seu segundo terço e não tinha nada definido ainda.

Massa resistia como pode a pressão do campeão do mundo de 2008, Mas na 22ªVolta o piloto da Mclaren que ganharia o 5ºlugar, Alonso tentou atacar Felipe, Porém acabou destracionando na saída da curva 3 e perdendo posição para Mark Webber, Caindo para o 8ºlugar.

Liuzzi na 23ªVolta tira o 10ºlugar do Pedro de la Rosa em uma bela ultrapassagem na retomada da curva 13. Já Hamilton vinha na pressão para cima de Nico Rosberg, O inglês estava dando um show. Já Webber estava pressionando Massa, Não tinha a menor dúvida que o carro de Felipe estava sendo o que menos rendia entre os 8 primeiros colocados.

Na 24ªVolta, Quase ao mesmo tempo que Hamilton conquistava a ultrapassagem em cima de Rosberg, Sebastian Vettel perde os freios e acaba rodando ao encontro da caixa de brita. Dai o Alemão não saia mais e acabava por entregar o favoritismo todo para os carros da Mclaren que poderiam fazer 1-2. Numa corrida que estava desenhada para uma dobradinha da Red Bull. Não é a toa que os mecânicos da Mclaren comemoraram nos boxes, Estavam vendo o principal adversário deles fora de combate.

Rosberg fica mais para Massa, Webber e Alonso na disputa pelo 4ºlugar. Jenson Button era o novo líder, Kubica em segundo e Hamilton em 3º iria buscar o piloto da Renault. Na volta 26 Webber passa Felipe Massa que se posicionou para Alonso não dar uma no contra pé dele. A digibilidade do carro de Felipe Massa estava bem dramática nesse momento da prova.

Hamilton partiu para o ataque em cima do Kubica, A corrida chegava exatamente na sua metade, Na 29ªvolta: Button – Kubica (3.735) – Hamilton (3.953) – Rosberg (6.577) – Webber (7.884) – Massa ( 8.417) – Alonso (9.073) – Barrichello (22.562) – Liuzzi (33.542) – De la Rosa (35.444) – Michael Schumacher (36.233) – Alguersuari (59.972) – Kovalainen (1 volta) – Glock (1 Volta) – Chandhok (2 Voltas) eram os pilotos que continuavam na prova, Di Grassi ainda estava na pista, Mas já muito atrasado devido ao nível bem ruim do VR-01.

Kubica resistia aos ataques de Hamilton. Enquanto isso Schumacher faria a segunda parada nos boxes e acabou na volta depois da parada sendo ultrapassado pelo Alguersuari. Button vinha 6.248 segundos a frente da disputa entre Kubica e Hamilton, Um pouco mais atrás Webber se aproximava de Rosberg buscando subir para o 4ºlugar. Na 32ªVolta, O piloto Inglês faz uma tentativa e acaba perdendo tempo ao passar pela parte molhada da pista, O Polonês agradece e manteve o 2ºposto. Alonso continuava colado em Felipe Massa, que estava se segurando como podia nessa posição.

Mark Webber foi para uma segunda parada na 33ªvolta, Enquanto Hamilton tentava de todo o jeito passar Kubica. Rosberg na volta 34 foi para uma segunda parada, Voltou disputando posição com Webber e acabou perdendo a posição para o piloto da casa.

Hamilton desistiu da briga com Kubica e resolveu fazer a parada na 35ªVolta. O tempo das paradas ainda eram de 4 segundos, Não era tão treinado como é as paradas de hoje. (Que são feitas em menos de 3 segundos) O piloto da Mclaren voltava a frente de Webber.

Button, Kubica, Massa e Alonso ou paravam agora ou seguiam até o final na tática de uma parada apenas. Já Hamilton, Webber e Rosberg iriam nas 25 voltas finais partir para cima os 4 primeiros, Tendo pneus mais novos que os pneus desses líderes. Na volta 36, Hamilton errou a curva e perdeu a posição para Webber. Na curva seguinte, Hamilton recuperou essa posição.

Button vinha aumentando a sua distância para Robert Kubica e os demais, A vitória a não ser que tivesse desgaste demasiado do seus pneus, Erro ou quebra estava muito nas mãos do campeão do Mundo de 2009. Classificação após 39 voltas: Button – Kubica (12.165) – Massa (14.022) – Alonso (15.104) – Hamilton (34.029) – Webber (35.581) – Rosberg (37.602) – Liuzzi (49.498) – de la Rosa ( 52.744) – Barrichello (1:02.149) – Alguersuari (1:10.152) – Schumacher (1:11.224) – Kovalainen (1 volta) – Glock (1 Volta) – Chandhok (3 Voltas)

Só que o problema de Button, Kubica, Massa e Alonso é que Hamilton, Webber e Rosberg estavam virando muito mais rápido do que eles. (Quase 2 segundos com os pneus novos) Kubica começava a ser pressionado pelo Massa e Alonso que estava vindo na mesma tocada de seu companheiro de equipe.

A Cada volta que se passava Webber vinha fazendo a melhor volta da prova assim como Hamilton e Rosberg vinham chegando de forma muito rápida no Grupo formado por Kubica, Massa e Alonso. Faltavam 12 voltas para o final da prova. Possivelmente a tática de 2 paradas pode ter sido a tática acertada para ganhar a prova. Apesar da enorme diferença de Button em cima dos demais. Hamilton vinha a menos de 5 segundos sobre Alonso. Finalmente na volta 50 foi que Hamilton encostou em Alonso e levou com ele Mark Webber, Rosberg acabou ficando um pouco mais para trás.

Agora Hamilton teria 8 voltas pela frente, para passar pelo menos Alonso em primeiro e depois Massa e Kubica que iriam aproveitar essa disputa para fugir do espanhol a maior distância possível. Button vinha 17.446 segundos, Mesmo com o desgaste dos seus pneus, A vitória era dele praticamente. Não havia tempo para Hamilton, Webber e Rosberg passarem Kubica, Massa e Alonso e depois tirar esse tempo em 7 voltas.

Rubens Barrichello passou Pedro de la Rosa e ganha a 9ªposição, O piloto da Williams também fez uma segunda parada e agora tinha o objetivo de tomar o 8ºlugar que estava nas mãos de Vitantonio Liuzzi.

O Ataque de Hamilton era sem trégua nenhum para cima de Alonso que resistia heroicamente esses ataques e se mantendo em 4ºlugar. Massa e Kubica sem se preocuparem com esses ataques vinham tendo algum fôlego sobre Alonso e os demais. Schumacher lá atrás, Consegue se livrar de Alguersuari e ganhar o 11ºlugar após ficar mais de 35 voltas atrás do piloto da Toro Rosso.

Na metade da Volta 56, Hamilton ataca Alonso e tentando por fora ele foi  atingido por Mark Webber que destruiu o seu bico. Hamilton acabou voltando sem maiores consequências a corrida e o Australiano foi para os boxes para trocar os pneus e o Bico danificado e acabou caindo para o 9ºlugar. Quem se beneficiou foi Nico Rosberg que ganhou 2 posições e subiu para o 5ºlugar e com alguma chance de passar Fernando Alonso.

Jenson Button repetindo a vitória no ano de 2009, com uma atuação brilhante, Arriscando ser o primeiro a parar para colocar os pneus secos recebe a Bandeirada da Vitória de John Travolta. Vitória merecida de um piloto cerebral como é o piloto Inglês. Robert Kubica, Com um carro limitadíssimo como era o Renault desse ano conseguiu o 2ºlugar e Felipe Massa com todas as dificuldades que teve acabou indo para o pódio.

Fernando Alonso em 4º também merece todos os elogios possíveis, levou um toque na largada, Caiu dos últimos lugares e voltou a prova, Se recuperou e chegou em 4ºlugar. Com Nico Rosberg em 5º e Lewis Hamilton em 6ºlugar. (Numa corrida aonde Lewis deu um show, Mas seu show não lhe rendeu resultado melhor)

A Decepção foi Mark Webber que acabou terminando em uma patética 9ªposição, Uma prova em que ele errou demais. Ficando atrás até de Vitantonio Liuzzi com a Force India e de Rubens Barrichello com a Williams. Schumacher ainda conseguiu no final da prova passar De la Rosa para fechar a zona de pontuação. Era o começo da temporada de 2010, Uma das temporadas mais disputadas da história da Formula 1 moderna.

Resultado final do GP da Austrália de Formula 1

Fotos:

Classificação do Campeonato depois das 2 primeiras corridas do ano de 2010:

Mundial de Pilotos:

1. Fernando Alonso 37 Pontos
2. Felipe Massa 33 Pontos
3. Jenson Button 31 Pontos
4. Lewis Hamilton 23 Pontos
5. Nico Rosberg 20 Pontos
6. Robert Kubica 18 Pontos
7. Sebastian Vettel 12 Pontos
8. Michael Schumacher 9 Pontos
9. Vitantonio Liuzzi 8 Pontos
10. Mark Webber 6 Pontos
11. Rubens Barrichello 5 Pontos

Mundial de Construtores:

1. Ferrari 70 Pontos
2. McLaren Mercedes 54 Pontos
3. Mercedes 29 Pontos
4. Renault 18 Pontos
5. Red Bull Renault 18 Pontos
6. Force India Mercedes 8 Pontos
7. Williams Cosworth 5 Pontos

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic

 

Bottas vence em Abu Dhabi, Vettel fecha o ano com o vice-campeonato

Lnsjwno3 o

Em uma corrida Monótona, Valtteri Bottas encerrou sua bela temporada com vitória no Circuito de Yas Marina, Partindo da pole position e conquistando sua terceira vitória na temporada.

R9mqnynj o

Na largada os seis primeiros colocados mantiveram as 6 primeiras posições. Alonso chegou a tomar posição de Felipe Massa, que acabou recuperando esse 10ºlugar na segunda reta oposta. Nos primeiros metros apenas um incidente. Kevin Magnussen acabou rodando e caindo para o último lugar da prova.

Na primeira parte da prova não tivemos disputas na parte da Frente. A não ser algumas aproximações de Max Verstappen em cima de Kimi Raikkonen e Uma certa aproximação dos espanhóis Fernando Alonso e Carlos Sainz jr. em cima de Felipe Massa na disputa pelo 10ºlugar. Não tivemos modificação nenhuma de posição entre os 12 primeiros colocados.

Ajltfwri o

A briga do começo da prova foi entre Lance Stroll e Romain Grosjean. Eles proporcionaram os momentos mais bonitos da prova de hoje. Em dos momentos dessa briga, Grosjean colocou por fora de Stroll e conseguiu a ultrapassagem inicialmente, Mas na curva seguinte, Stroll se aproveitou da escorregada do piloto da Haas e com a força do seu motor Mercedes conseguiu retornar a posição.

Voltas depois Grosjean conseguiu de forma definitiva ultrapassar Stroll de forma definitiva, Sem antes dividir roda com roda com o piloto da Williams. O francês passou para o 13ºlugar na 12ªVolta.

Depois disso logo começaram as paradas dos boxes com a chegada da noite. Nesse meio tempo ocorreram os 2 abandonos da prova: Na 21ªVolta, Daniel Ricciardo que teve problemas Hidráulicos e acabou deixando a prova. Isso abriu a possibilidade de Raikkonen tomar o 4ºlugar no Mundial de pilotos. O segundo abandono, Foi com o Espanhol Carlos Sainz jr. que foi vitima de um mal trabalho da Renault que esqueceu de apertar a porca do Pneu dianteiro esquerdo. Percebendo isso, Sainz não tentou levar o carro para os boxes. Ele parou seu carro na imensa área de escape e abandonou a prova na 31ªVolta.

7 Voltas antes. Na 24ªVolta, Recém saído dos boxes, O Espanhol Fernando Alonso consegue passar Felipe Massa na primeira reta oposta e ganha o 9ºlugar do piloto Brasileiro que estava fazendo a última corrida da sua carreira na Formula 1.

Ydc3b2xr o

Depois disso a corrida apenas teve disputa na parte de trás com os pilotos da Sauber disputando posição com Kevin Magnussen, Pierre Gasly e com Brendon Hartley. A Reclamação tanto de Ericsson como de Wehrlein era a mesma: Falta de Potência. Tipico do motor Ferrari de 2016 que estava no auge da defasagem de potência em relação aos motores no final da temporada de 2017. Mesmo sendo os motores Renault que estavam em processo de crise com o reaproveitamento de peças para seus motores. (O que deixou eles menos potentes)

Lá na frente Lewis Hamilton tentava aproximação em cima de Bottas. O Campeão chegou a ter uma chance real para ameaçar a vitória de seu companheiro de equipe, Na hora que Bottas precisava reagir ele acabou correspondendo as expectativas e acabou não só abrindo diferença para Hamilton como ele fez a melhor volta da prova da prova.

Ou0dyydg o

Bottas levou o carro até o final e fechou sua boa temporada com a vitória no circuito de Yas Marina nos EAU, Mas o vice-campenato ficou mesmo com Sebastian Vettel que fez uma prova segura e levou a Ferrari para o 3ºlugar. A mais de 20 segundos atrás de Lewis Hamilton que fechou o ano na segunda posição. Ao final da prova os três pilotos comemoraram seus resultados na corrida e no campeonato juntos.

Gtbgudhc o

Kimi Raikkonen garantiu o 4ºlugar na prova e tomou o 4ºlugar do Mundial de Pilotos que estava nas mãos de Daniel Ricciardo. Max Verstappen salvou o dia da Red Bull com o 5ºlugar de hoje.

Ah5wtgii o

Quem realmente fez a diferença para uma equipe foi Nico Hulkenberg que fez uma bela corrida. Ao chegar em 6ºlugar. Não só ele chegou a frente dos dois pilotos da Force India como também ajudou a Renault a terminar a temporada em 6ºlugar o Mundial de Construtores.

Sergio Perez e Esteban Ocon confirmaram a bela temporada que eles e a Force India tiveram, Fecharam em 7º e 8ºlugares. Perez fechou o ano com mais de 100 pontos na classificação do campeonato. Fernando Alonso terminou a corrida e a desastrada parceria Mclaren-Honda com o 9ºlugar.

Sbgrr5xu o

Felipe Massa acabou terminando a sua última corrida da carreira em 10ºlugar. Ao final da prova Massa agradeceu a todos da equipe. Ele acabou parando o carro na reta dos boxes e recebendo os comprimentos de Hamilton e de Bottas. Sem dúvida um piloto respeitável na Formula 1 como uma carreira respeitável em 15 anos dentro do circo.

Romain Grosjean fechou o ano com o 11ºlugar com a Haas (Que teve um ano decente), Stoffel Vandoorne em 12º com a outra Mclaren, chegando a frente de Kevin Magnussen com a outra Haas.

Gglhkay4 o

E depois pouco a acrescentar. Apenas uma menção honrosa a Pascal Wehrlein que este desempregado e mesmo assim levou a Sauber para um honroso 14ºlugar, A Frente de Brendon Hartley com a Toro Rosso (Que sofreu muito no final do ano com os problemas da Renault), Na frente de Pierre Gasly, Marcos Ericsson e de Lance Stroll que acabou ficando para trás na prova.

Final de Temporada: Até dia 25 de Março, com a abertura da temporada 2018 de Formula 1. Em Melbourne na Austrália.

9bog4xrp o

Resultado Final do GP de Abu Dhabi
Última Etapa do Campeonato Mundial de Formula 1

Pos. Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 77 Valtteri Bottas Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 55 1:34:14.062 1
2 44 Lewis Hamilton Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 55 +3.899s 2
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 55 +19.330s 3
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF70H Ferrari 062 55 +45.386s 5
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB13 TAG Heuer 55 +46.269s 6
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 55 +85.713s 7
7 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 55 +92.062s 8
8 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 55 +98.911s 9
9 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 54 a 1 Volta 11
10 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 54 a 1 Volta 10
11 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 54 a 1 Volta 16
12 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 54 a 1 Volta 13
13 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 54 a 1 Volta 14
14 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 54 a 1 Volta 18
15 28 Brendon Hartley Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 54 a 1 Volta 20
16 10 Pierre Gasly Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 54 a 1 Volta 17
17 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 54 a 1 Volta 19
18 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 54 a 1 Volta 15
55 Carlos Sainz Renault R.S.17 Renault R.E.17 31 a 24 Voltas 12
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB13 TAG Heuer 20 a 34 Voltas 4

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Renault/Williams