Com muita sorte, Hamilton conquista vitória em Baku e vira líder do Mundial

Em sua 3ªEdição, O GP do Azerbaijão mais uma vez se mostrou imprevisível, Até o final da corrida não se pode dar por certo quem vai ganhar. Baku tem seus mistérios, Essa edição tinha tudo para esta nas mãos de Sebastian Vettel e de Valtteri Bottas, Mas foi Lewis Hamilton quem acabou levando a vitória. (63ªVitória da sua carreira)

Vettel largou bem, Com Hamilton e Bottas logo a seguir. Verstappen e Ricciardo disputavam o 4ºlugar. Lá atrás, Muita confusão. Primeiro, Sergei Sirotkin toca na traseira de Perez e seu bico dianteiro quebra. Segundos depois Sirotkin acaba espremido por Hulkenberg e Alonso, Com isso a suspensão do Russo quebra. Um pouco mais a frente, Raikkonen que perdeu a posição para Ocon, que foi para cima do Francês que tentou manter a 6ªposição e acabou se chocando com  o homem de gelo, Levando a pior e indo parar no Muro.

O Safety Car entrou na pista. Raikkonen teve de ir para os boxes, Assim como alguns pilotos que se envolveram na confusão. A imagem do começo da prova foi Fernando Alonso tendo de ir aos boxes com 2 pneus furados, 1 com a borracha dechapando e o outro no aro apenas. Foi um milagre o Espanhol não ter abandonado pelos danos que teve em seu assoalho do seu Mclaren-Renault.

Foram 5 voltas para limparem a pista, Na 6ªVolta a corrida recomeça. Verstappen foi para o ataque e passou Ricciardo que por excesso de precaução, Perdeu posição para Carlos Sainz jr.

Vettel vinha na liderança e abria de Hamilton que abria de Bottas. Os 3 abriam diferença para os dois da Red Bull que vinham sendo pressionados por Sainz jr (Verstappen). e Hulkenberg (Ricciardo). Com pneus mais duros e com problemas na recarga de energia os dois viraram alvo fácil para os pilotos da equipe Francesa que passaram ao mesmo tempo. Destaço que a disputa entre Verstappen e Sainz jr. que ficaram 3 voltas trocando posição. Na 10ªVolta, Hulkenberg passou Verstappen para ganhar o 5ºlugar.

Porém, A prova do piloto Alemão acabaria na volta 11, Quando ele acaba saindo de traseira e acabou indo para o Muro, Danificando sua posição e abandonando a prova. Enquanto isso Raikkonen já aparecia entre os 10 primeiros lugares, Já atrás de Stroll e Leclerc. Enquanto isso quem vinha abrindo diferença era

Na volta 15, Verstappen passou Sainz que aproveitou e foi para a primeira parada nos boxes, Colocando os pneus mais duros para completar a prova. Enquanto isso Leclerc vinha muito bem, Superou Lance Stroll se destacando na corrida. Ao contraio de seu companheiro de equipe. Marcus Ericsson acabou passando reto e perdendo muito tempo, E ainda por cima ele acabou tomando penalização de 10 segundo por um incidente com Magnussen. (Como eu não vi, Não tem como dar uma opinião)

Continuava a disputa entre Verstappen e Ricciardo pelo 4ºlugar, Trocando de posição em intensa disputa. Raikkonen passou Stroll e e também passou pelo Leclerc, Na volta 17, o finlandês passou para o 6ºlugar. Na volta 21, O mexicano Sergio Perez em belíssima corrida de recuperação ultrapassa Lance Stroll que acabou alongando a primeira curva e perdendo algum tempo.

Na volta seguinte, Hamilton que vinha tirando aos poucos a vantagem de Sebastian Vettel, Acabou também alongando a curva, travando os pneus e deixando esses pneus quadrados. A parada foi antecipada, Na 23ªVolta com os pneus médio que teriam de aguentar 28 voltas até o final da prova. Vettel vinha agora 13 segundos de frente para Bottas e 30 segundos a frente do Hamilton. A Corrida estava se encaminhando para as mãos do líder do campeonato.

A corrida chegava na sua metade. Os pneus estavam durando muito, O Desgaste dos pneus que já é baixo. Com o tempo encoberto e frio era mais baixo ainda. Grosjean que largou do último lugar já vinha em 8ºlugar, logo após a parada de Charles Leclerc da Sauber. Todos os pilotos iriam para 1 única parada nos boxes.

Na 27ªVolta, Ricciardo tenta o ataque em cima de Verstappen, Consegue passar na curva 1, O jovem piloto Holandês voltou pra cima do Australiano e deu o troco, Voltando ao 4ºlugar.

Enquanto isso, Alonso perde tempo e perdeu o 11ºlugar para Stroll, Era um final de semana bem difícil para a Mclaren. Vandoorne vinha em 16º, 1 volta atrás dos líderes.

Vettel, Bottas, Verstappen e Ricciardo ainda não tinham parado nos boxes, poderiam tentar fazerem a parada e irem para os pneus mais macios para ganharem a corrida. Na volta 30 é Vettel, O líder para para colocar os pneus mais duros. Bottas assume a liderança com 11 segundos de frente para Vettel que vinha 8.3 a frente de Hamilton.

Os pneus mais novos demoravam para renderem bem, algo muito estranho. Já que a tendência é os pneus é geralmente os mais novos renderem melhor do que os mais novos. Bottas fez a melhor volta da prova. Com pneus de mais de 35 voltas de uso. O Finlandês teria de parar nos boxes assim como Verstappen e Ricciardo.

Na volta 35, Ricciardo foi para uma nova tentativa de ultrapassagem sobre Verstappen e por fora realizou a ultrapassagem e levou a 4ªposição. E assim quando ele começou a abrir diferença praticamente poderíamos concluir que era assunto encerrado em relação a essa disputa.

Na Volta 38, Ricciardo foi para a sua única parada, Colocando os pneus ultrasoft. Na Volta seguinte foi a vez de Verstappen ir para os pneus ultrasoft e devido a demora dos pneus de Ricciardo esquentarem. O holandês ganhou a posição de número 4. Enquanto que Valtteri Bottas faz melhor volta da corrida com os pneus mais gastos. Mesmo assim, quando parar Vettel teria 8 segundos.

Até que Ricciardo foi para cima de Verstappen que sutilmente muda duas vezes a trajetória e acabou o Australiano atropelando Verstappen e acabou ambos saindo reto. Provocando uma bandeira amarela. Isso facilitou a vida de Bottas que foi aos boxes colocarem os pneus mais macios. A corrida estava nas mãos do piloto da Mercedes. Vettel, Raikkonen, Alonso e outros pilotos foram fazer a parada para colocarem pneus mais macios. (Ultrasoft)

Após 3 voltas para limparem a pista e deixarem todos os retardatários recuperarem a volta, Quando parecia que iriamos ter a relargada, Na volta 44: Romain Grosjean conseguiu a façanha de bater quando esquentava os pneus. Jogou fora o 6ºlugar para a Haas e afundando ainda mais no seu inferno astral sem qualquer bom resultado em 2018. Esse acidente prolongou o safetycar. Mais 4 voltas para limpar a pista. Muita gente não ficou feliz com o que o Francês fez, Ao voltar aos boxes, Grosjean atirou a sua luva que quase acertou um dos membros da equipe. O Clima não esta bom para ele que disse que foi o Ericsson que tocou nele (Aonde????, Em qual universo isso aconteceu???) O Sueco estava 1 volta atrás e ele tinha recuperado volta.

Com 4 voltas para o final a corrida recomeça e Vettel foi para cima de Bottas que deixou o Alemão passar, Provavelmente prevendo que o Alemão iria travar os pneus. E foi isso que aconteceu. Tanto é que Hamilton e Raikkonen ganharam posições. Bottas voltou a liderança.

O piloto da Ferrari com os pneus quadrados perdia rendimento. A Dobradinha da Mercedes estava nas mãos. Até que no final da volta 48, Bottas passa por cima de um detrito e logo depois acaba furando o seu pneu, Após uma corrida impecável, Bottas não tinha nada mais a fazer. Apenas encostar o carro dele e abandonar.

Hamilton ganhou a liderança de graça, Com Raikkonen em segundo e Perez praticamente ao mesmo tempo Bottas teve a infelicidade ele conquistava a posição em cima de Vettel. De 5º para um lugar no pódio com a Force India que não vive seus melhores momentos.

O piloto Inglês que vinha apenas para tentar manter o pódio acabou levando uma vitória nas ruas de Baku. Essa pista tem mistérios que não se pode explicar. A 63ªVitória da carreira do piloto da Mercedes e a liderança do campeonato após um começo de ano difícil. Kimi Raikkonen que teve um dia que começou difícil acabou ficando em 2ºlugar e Sergio Perez que vinha sem marcar pontos, Lavou a alma da Force India com o 3ºlugar. Um grande final de semana da equipe indiana que passou do penúltimo lugar para o  6ºlugar no Mundial de Construtores.

Sebastian Vettel sai derrotado em Baku, o 4ºlugar tira o piloto Alemão da liderança do Campeonato. Com 70 pontos, Hamilton passa a liderar o campeonato, 4 pontos de frente de Vettel.

Carlos Sainz jr. teve um belo final de semana, acabou ficando em 5ºlugar em uma prova combativa. E um corridão de Charles Leclerc com a Sauber, Um incrível 6ºlugar para o piloto de Mônaco. Também corridão de Alonso, que depois ter de levar o seu carro com 2 pneus furados para os boxes na primeira volta ainda consegue levar a Mclaren para o 7ºlugar, Um final de semana bem ruim para o time de Woking.

Lance Stroll consegue levar a Williams aos primeiros pontos do ano, Em 8ºlugar. Stoffel Vandoorne no final chegou ao improvável 9ºlugar após ficar 1 volta atrás do líder em penúltimo lugar em certo momento da prova. E mais improvável foi o 10ºlugar de Brendon Hartley que marcou assim o primeiro ponto na Formula 1.

Marcus Ericsson ainda levou a outra Sauber para o 11ºlugar, Pierre Gasly começou muito bem, Chegando a ficar em 7ºlugar, Porém acabou só em 12º e Kevin Magnussen ficou em 13º com a única Haas que marcou pontos no ano. Valtteri Bottas que chorou depois de abandonar a prova ainda terminou qualificado em 14º.

Esperamos que Baku não saia do calendário do campeonato, Porém que a pista deveria ter uma limpeza melhor dos detritos, Isso sim! Daqui a 2 semanas teremos a primeira corrida da fase europeia. No circuito da Catalunha, Em Barcelona veremos mais uma disputa emocionante pela vitória e pelo título do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1!

Resultado final do GP do Azerbaijão
Circuito de Rua de Baku – 4ªEtapa do Mundial de Formula 1

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo/Abandono Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 51 1h 43:44.291 2
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 51 a 2.460 6
3 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 4.024 8
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 51 a 5.329 1
5 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 51 a 7.515 9
6 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 51 a 9.158 13
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 51 a 10.931 12
8 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 12.546 10
9 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 51 a 14.152 16
10 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 51 a 18.030 19
11 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 51 a 18.512 18
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 51 a 24.720 17
13 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 51 a 30.663 15
14 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 48 Pneu Furado 3
15 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 42 Acidente 20
16 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 39 Colisão 5
17 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 39 Colisão 4
18 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 10 Acidente 14
19 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 0 Acidente 7
20 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 0 Acidente 11

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Williams/Force India/Red Bull/Toro Rosso/Sauber/Mclaren

Sebastian Vettel supera Hamilton e Bottas em Baku e leva a 53ªpole da Carreira

Vettel marcou sua 53ªpole de sua carreira, E a terceira na temporada 2018, O piloto da Ferrari mais uma vez superou os dois pilotos da Mercedes e seu companheiro de equipe. Um treino que teve muita disputa, Mas com os carros italianos parecendo estarem 1 degrau acima dos seus principais adversários.

O Q1 nem  esquenta e Romain Grosjean saiu da pista, O piloto da Haas teve problemas e abandonou o treino. Alías, O final de semana não estava sendo dos melhores para a Haas que vinha deixando a desejar nos treinos livres em relação as 3 primeiras corridas.

Enquanto os pilotos vinham fazendo suas voltas, O Carro do piloto Francês era recolhido. E o bom trabalho dos pilotos da Force India nos treinos se Sexta se confirmaram hoje com uma ótima atuação de Esteban Ocon. Ricciardo e Verstappen chegaram a ocupar os 2ºprimeiros lugares, Depois foram superados por Raikkonen e Vettel.

Nos minutos finais, a Toro Rosso acaba tendo um problema, Por muito pouco seus dois pilotos não se chocam. Hartley com problemas estava lento e Gasly desviou na hora certa da trajetória e acabou indo para a área de Escape. Apesar de evitar a batida, Gasly não evitou a eliminação já no Q1. Quem caiu fora além de Grosjean, Hartley e Gasly foram Marcus Ericsson e Stoffel Vandroome. Lance Stroll na sua última volta assegurou um lugar entre os 15 que partiram para o Q2. Com isso, A Williams pela primeira vez tinha seus dois pilotos na segunda fase da Classificação.

Classificação do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.538
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.642
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.693
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.762
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.857
6 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.021
7 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.355
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.426
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.674
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.746
11 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:43.752
12 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.992
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.010
14 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.261
15 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.359
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.489
17 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.496
18 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:45.541
19 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:57.354

Bottas fez um brilhante tempo no Q2, Para compensar o fraco tempo do Q1, Esse tempo só foi superado pelo seu companheiro de Equipe Lewis Hamilton, Por apenas 3 milésimos de segundo. Tanto no Q1 tanto no Q2 tivemos muitas escapadas de pista, Inclusive dos dois pilotos da Ferrari.

Na reta final do treino, Raikkonen vivia um drama. Ele vinha na última posição até a sua última volta nos últimos segundos. O homem de gelo justificou seu nome. Do último lugar entre os 15 para uma grande volta e para marcar o melhor tempo do Q2, Com 1:42.510. A Ferrari coloca no bolso os dois pilotos da Mercedes que ficaram em 2º e 3ºlugares. Verstappen ficou em 4º com Ocon da Force India em 5º e Vettel num 6ºlugar.

Daniel Riccardo acabou arriscando andar de pneus SuperSoft ao invés dos Ultrasoft, Por muito pouco o Australiano não ficou de fora da parte final do Treino. Passando para o Q3 em 10ºlugar. Atrás de Nico Hulkenberg, Sergio Perez e de Carlos Sainz jr.  que acabaram classificados para o Q3. Ferrari, Mercedes, Red Bull, Force India e Renault acabaram colocando os seus dois carros na parte final do treino.

Ficaram eliminados, Os dois pilotos da Williams que parece estar bem melhor (Pelo menos em Baku) Com Stroll em 11º e Sirotkin em 12º, Marcando os melhores grid de largada de ambos nessa temporada. Fernando Alonso em 13º com uma Mclaren-Renault que não se deu bem. Os outros eliminados foram Charles Leclerc que classificou pela primeira vez no Q2 e Kevin Magnussen com uma Haas Problemática nesse final de semana.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.510
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.676
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.679
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.901
5 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.967
6 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:43.015
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.232
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.366
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.464
10 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:43.482
11 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.585
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.886
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.019
14 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.074
15 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:44.759

No Q3, Red Bull, Force India e Mercedes foram os primeiros a entrarem na pista. Pouco depois vinha Hulkenberg e os pilotos da Ferrari e Sainz jr. por último.

Verstappen marcou o melhor tempo, Até Bottas e Hamilton marcarem suas voltas em seguida e colocarem os dois pilotos da Mercedes nas 2 primeiras posições. Sebastian Vettel estraçalhou o tempo das Mercedes, Com 1:41.498 ele tomou a pole das mãos dos carros germânicos.

A 2 minutos do final, Todos os pilotos vão para a última tentativa. Bottas e Hamilton são os primeiros a tentarem, Apesar de melhorarem seus tempos não conseguem chegar ao tempo de 1:41.498 de Vettel.

Kimi Raikkonen, Em sua última volta conseguiu a 1ª e a 2ªmelhores parciais, Parecia que a pole iria para as mãos do Finlandês. Até que ele quase perde o controle do carro na última curva do circuito. Resultado disso foi a perda de mais de 1 segundo no último setor, A pole escapou das mãos de Raikkonen e se confirmou a pole 53 de Vettel na Formula 1.

Hamilton, O grande rival de Vettel, 9 pontos atrás do piloto alemão larga ao seu lado em segundo. Na segunda fila largam Valtteri Bottas com a Mercedes e Daniel Ricciardo que superou em 80 milésimos a Max Verstappen. O Holandês larga na terceira fila junto de Kimi Raikkonen.

Os dois pilotos da Force India largam na Quarta fila: Ocon ficou a 24 milésimos a frente de Sergio Perez e sai na 7ªposição. Um grande final de semana da equipe Indiana que vem no penúltimo lugar no campeonato de Construtores. E a Renault ficaria com a 5ªfila, Se Não tivessem trocado o Câmbio de Nico Hulkenberg que perde 5 posições no Grid. (Caindo do 9º para o 14º) Carlos Sainz jr. Larga em 9º e Lance Stroll fica com o 10ºlugar, Colocando a Williams pela primeira vez no ano em uma posição digna com sua história na Formula 1.

Amanhã, As 9 da manhã teremos o GP do Azerbaijão, Direto do circuito de Baku para mais um duelo pela vitória e pela liderança do campeonato.

Grid de Largada do GP do Azerbaijão
4ªEtapa do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:41.498 19
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:41.677 21
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:41.837 21
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:41.911 20
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:41.994 19
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.490 20
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.523 20
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:42.547 20
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.351 20
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.585 16
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.886 17
12 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.019 16
13 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.074 17
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.066 20
15 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:44.759 14
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:44.489 8
17 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.496 9
18 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:45.541 10
19 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:57.354 5
20 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO Sem Tempo 2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Force India/Williams/Toro Rosso

Rosberg fecha o campeonato com vitória em Abu Dhabi em uma exibição impecável numa corrida sonífera

Nico Rosberg fechou o ano com vitória e deu seu cartão de visitas para a Formula 1 de como ele vai ser em 2016, Em uma corrida impecável Nico venceu pela 6ªVez na temporada sendo a 3ªseguida, pela primeira vez Rosberg emplacou 3 vitórias seguidas na sua carreira.

Uma corrida em que foi um verdadeiro sonífero com poucas emoções com exceção da largada aonde Felipe Nasr acabou Tocando em Alonso de forma involuntária em consequência disso Alonso acabou se chocando de Forma mais forte com o Venezuelano Pastor Maldonado da Lotus que abandonou a corrida na primeira curva praticamente. Já Alonso com danos em seu carro acabou indo para os boxes e depois disso acabou punido com um Drive Through o que acabou com qualquer possibilidade que o piloto da Mclaren tinha na prova. Nico Hulkenberg pulou de 7ª para o 5ªlugar, Carlos Sainz pulou do 10º para o 8ºlugar. Mas a grande largada foi a de Vettel que de 15ª passou para o 12ªlugar.

EAU_Domingo2015 (1)

Alias as provas do piloto da Ferrari e de Romain Grosjean que saiu do 18ºlugar e partiu para a recuperação na prova. Por causa do altíssimo desgaste de pneus logo nas primeiras voltas os pilotos foram obrigados a irem para a primeira troca dos pneus, Acabou não sendo muito bom negócio para Valtteri Bottas que foi ordenado a sair dos boxes no momento errado e com isso ele se chocou na roda traseira de Jenson Button e com isso Bottas teve de voltar aos boxes na volta seguinte para colocar um novo bico no lugar do que foi danificado no incidente, Além disso Bottas teve um Acréscimo de 5 segundos em seu tempo que poderia ser cumprido em uma das paradas.

Sebastian Vettel, Romain Grosjean e Marcus Ericsson prolongaram a suas paradas nos boxes para buscarem uma melhora na classificação na prova. Logo após as paradas dos três a tática deu grandes resultados com o piloto da Ferrari que estava em 4ºlugar, Grosjean e Ericsson estavam de fora dos 10 primeiros colocados, Pouca coisa aconteceu nas voltas seguintes apenas a ameaça de Fernando Alonso que eu posso chutar aqui que ele esta fazendo sua última corrida na Formula 1 de que se não tivesse Safety car ele deixaria a corrida, Ao mesmo tempo que ele esta praticamente fora da prova, Dava para ver que ele não estava nem ai com o projeto da Mclaren, Seria a Hora da equipe Inglesa Dispensar essa figura egocêntrica da equipe e da categoria e Max Verstappen na 23ªVolta acabou fritando demais os pneus e teve de fazer uma parada antecipada nos boxes.

EAU_Domingo2015

Os pilotos foram para a segunda parada nos boxes por volta da 25ª até 35ªVolta e o quadro da corrida continuou a mesma com Rosberg na frente e Hamilton tentando se aproximar do piloto Alemão tentando a 11ªVitória na temporada, Mas Rosberg não deu qualquer chance para Hamilton e conquistou a 14ªVitória na carreira com Hamilton chegando a 8.2 segundos atrás de Rosberg e Fechando o Ano com 381 pontos contra os 322 pontos de Nico Rosberg e 278 de Sebastian Vettel. Kimi Raikkonen em uma corrida muito correta levou a Ferrari ao pódio com o 3ºlugar concluindo o campeonato com 150 pontos na quarta posição também ajudado pelo resultado pífio de Bottas no dia de hoje, Sebastian Vettel fez bela corrida de recuperação ficando em 4ºlugar após largar do 15ºlugar.

EAU_Domingo2015 (4)

Belíssima corrida de Sergio Perez que fechou seu ano em 5ºlugar seguido de perto por Daniel Ricciardo com a Red Bull que chegou a travar briga com Perez por essa posição, Mais atrás veio Nico Hulkenberg com a Force India, Felipe Massa salvando alguns pontos para a Williams que não foi nada bem em Abu Dhabi, Romain Grosjean que fez a última ultrapassagem da temporada (Sobre Kvyat na penúltima volta) ficando em 9ºlugar em sua última corrida pela Lotus e Daniil Kvyat fechou a zona de pontuação.

Logo a Seguir vieram Carlos Sainz jr. e Max Verstappen ambos da Toro Rosso, Depois vindo Jenson Button que manteve seu Mclaren-Honda na Frente de Valtteri Bottas que ficou em 14ºlugar e com o 5ºlugar no campeonato de pilotos. Marcus Ericsson e Felipe Nasr com a Sauber que andou mal em Yas Marina e nas últimas posições o Espanhol Fernando Alonso em sua pior temporada desde de 2001 quando correu pela Minardi, Will Stevens que ficou na frente de Roberto Mehri que encerrou a temporada pela Manor devido a compromissos de Alexander Rossi com a GP2 Series.

EAU_Domingo2015 (2)

E dessa maneira se encerra a Temporada de 2015 da Formula 1, Uma temporada que por tudo que aconteceu não vai ser uma temporada que vai deixar muitas saudades, Esperamos que em 2016 as coisas sejam melhores para o Esporte e que esse buraco que a categoria possa reencontrar o Caminho do sucesso.

Classificação após 55 Voltas
Piloto Número Equipe-Motor Chassis Voltas Tempo Grid de Largada Pontos
1. Nico Rosberg 6 Mercedes F1 W06 Hybrid 55 1:38:30.175 1 25
2. Lewis Hamilton 44 Mercedes F1 W06 Hybrid 55 a 8.271 2 18
3. Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF15-T 55 a 19.430 3 15
4. Sebastian Vettel 5 Ferrari SF15-T 55 a 43.735 15 12
5. Sergio Perez 11 Force India-Mercedes VJM08 55 a 1:03.952 4 10
6. Daniel Ricciardo 3 Red Bull-Renault RB11 55 a 1:05.010 5 8
7. Nico Hulkenberg 27 Force India-Mercedes VJM08 55 a 1:33.618 7 6
8. Felipe Massa 19 Williams-Mercedes FW37 55 a 1:37.751 8 4
9. Romain Grosjean 8 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 55 a 1:38.201 18 2
10. Daniil Kvyat 26 Red Bull-Renault RB11 55 a 1:42.371 9 1
11. Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso-Renault STR10 55 a 1:43.525 10
12. Max Verstappen 33 Toro Rosso-Renault STR10 54 a 1 Volta 11
13. Jenson Button 22 Mclaren-Honda MP4-30 54 a 1 Volta 12
14. Valtteri Bottas 77 Williams-Mercedes FW37 54 a 1 Volta 6
15. Marcus Ericsson 9 Sauber-Ferrari C34 54 a 1 Volta 17
16. Felipe Nasr 12 Sauber-Ferrari C34 54 a 1 Volta 14
17. Fernando Alonso 14 Mclaren-Honda MP4-30 53 a 2 Voltas 16
18. Will Stevens 28 Manor-Ferrari MR03 53 a 2 Voltas 19
19. Roberto Merhi 98 Manor-Ferrari MR03 52 a 3 Voltas 20
Pastor Maldonado 13 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 0 a 55 Voltas 13

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Mercedes/Ferrari/Lotus/Force India

Em Abu Dhabi Nico Rosberg arrasa Hamilton e conquista 6ªPole em Sequência

Nico Rosberg tentando sua terceira vitória seguida marca a 6ªpole seguida na temporada de 2015, Com um impressionante tempo colocando quase 4 décimos em Lewis Hamilton que fecha 2015 sem conseguir a 50ªpole em sua carreira.

O treino foi dominado pelas Mercedes, Mas acabou revelando algumas surpresas, Algumas muito positivas com a Force India lutando de igual para igual com a Ferrari e superando a Williams e a Red Bull principalmente com o Mexicano Sergio Perez. A Outra é a Mclaren que pareceu superar algumas deficiências com um belíssimo desempenho na parte das curvas do Circuito. O que mostra que o problema da Mclaren é realmente motor e não o Chassi MP4-30 que é um dos melhores Chassis do ano.

Porém, um Furo de Pneu acabou fazendo Alonso não ter a chance de ir ao Q2, Mas a grande surpresa negativa do Treino foi Sebastian Vettel que acabou junto com a Ferrari cometendo um Erro de avaliação no Treino e acabou com o 16ºTempo o que tirou Vettel do Q2. Ericsson, Stevens e Merhi acabaram sendo os outros três Eliminados.

Vettel_fail_EAU15

Classificação do Q1:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:40.974
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:41.111
3 11 Sergio Perez (Force India) 1:41.983
4 27 Nico Hulkenberg (Force India) 1:41.996
5 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing) 1:42.275
6 19 Felipe Massa (Williams) 1:42.303
7 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:42.500
8 26 Daniil Kvyat (Red Bull Racing) 1:42.540
9 22 Jenson Button (McLaren) 1:42.570
10 8 Romain Grosjean (Lotus) 1:42.585
11 77 Valtteri Bottas (Williams) 1:42.608
12 33 Max Verstappen (Toro Rosso) 1:42.889
13 12 Felipe Nasr (Sauber) 1:42.896
14 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:42.911
15  13 Pastor Maldonado (Lotus) 1:42.929
16 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:42.941
17 14 Fernando Alonso (McLaren) 1:43.187
18 9 Marcus Ericsson (Sauber) 1:43.838
19 28 Will Stevens (Manor) 1:46.297
20 98 Roberto Merhi (Manor) 1:47.434

No Q2, houve o mesmo domínio da Mercedes com Hamilton mostrando que queria acabar com a festa de Rosberg, Foram eliminados os pilotos da Lotus com Romain Grosjean que teve problemas com seu motor e nem fez volta, Pastor Maldonado também caiu junto de Felipe Nasr, Jenson Button e Max Verstappen que vinha nas últimas corridas passando para a parte final do Treino. Com isso seu companheiro de equipe Carlos Sainz Jr. acabou passando para o Q3 junto dos pilotos da Mercedes, Kimi Raikkonen com a Ferrari, Williams, Force India e Red Bull. Essas equipes com exceção de Sainz fazem parte das 5 melhores equipes da Formula 1 de hoje.

Button_abu_dhabi

Classificação do Q2:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:40.758
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:40.979
3 11 Sergio Perez (Force India) 1:41.560
4 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:41.612
5 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing) 1:41.830
6 77 Valtteri Bottas (Williams) 1:41.868
7 27 Nico Hulkenberg (Force India) 1:41.925
8 26 Daniil Kvyat (Red Bull Racing) 1:42.328
9 19 Felipe Massa (Williams) 1:42.349
10 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:42.482
11 33 Max Verstappen (Toro Rosso) 1:42.521
12 22 Jenson Button (McLaren) 1:42.668
13 13 Pastor Maldonado (Lotus) 1:42.807
14 12 Felipe Nasr (Sauber) 1:43.614
15 8 Romain Grosjean (Lotus) Sem Tempo

No Q3 mais uma vez tivemos a disputa entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton pela pole position em Abu Dhabi. Dessa vez Hamilton conseguiu combater Rosberg, Na Volta final ele tomou a primeira posição de Nico Rosberg, Mas dai o piloto Alemão veio e com o tempo de 1:40.237 acabou detonando o tempo de Hamilton que ficou com 1:40.617 e com isso Rosberg levou a 7ªpole na temporada sendo a 6ªVez seguida.

Na Segunda Fila Vão largar o piloto Finlandês Kimi Raikkonen e o Mexicano Sergio Perez com a Force India que tem a expectativa de lutar pelo pódio nessa última corrida da temporada. Na Terceira Fila largam Daniel Ricciardo com a Red Bull e Valtteri Bottas com a Williams. Com o que esta se mostrando nesse grid A Ferrari, Force India, Red Bull e Williams tem possibilidades de lutarem pelo pódio.

Nico Hulkenberg com a Force India, Felipe Massa com a Williams, Danill Kvyat com a Red Bull e Carlos Sainz Jr. com a Toro Rosso completaram os 10 primeiros colocados.

Grid de Largada
Piloto Número Equipe-Motor Chassi Tempo Etapa
1. Nico Rosberg 6 Mercedes F1 W06 Hybrid 1:40.237 Q3
2. Lewis Hamilton 44 Mercedes F1 W06 Hybrid 1:40.617 Q3
3. Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF15-T 1:41.051 Q3
4. Sergio Perez 11 Force India-Mercedes VJM08 1:41.184 Q3
5. Daniel Ricciardo 3 Red Bull-Renault RB11 1:41.444 Q3
6. Valtteri Bottas 77 Williams-Mercedes FW37 1:41.656 Q3
7. Nico Hulkenberg 27 Force India-Mercedes VJM08 1:41.686 Q3
8. Felipe Massa 19 Williams-Mercedes FW37 1:41.759 Q3
9. Danill Kvyat 26 Red Bull-Renault RB11 1:41.933 Q3
10. Carlos Sainz 55 Toro Rosso-Ferrari STR10 1:42.708 Q3
11. Max Verstappen 33 Toro Rosso-Ferrari STR10 1:42.521 Q2
12. Jenson Button 22 Mclaren-Honda MP4-30 1:42.668 Q2
13. Pastor Maldonado 13 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 1:42.807 Q2
14. Felipe Nasr 12 Sauber-Ferrari C34 1:43.617 Q2
15. Romain Grosjean 8 Lotus-Mercedes E23 Hybrid Sem Tempo Q2
16. Sebastian Vettel 5 Ferrari SF15-T 1:42.941 Q1
17. Fernando Alonso 14 Mclaren-Honda MP4-30 1:43.187 Q1
18. Marcus Ericsson 9 Sauber-Ferrari C34 1:43.838 Q1
19. Will Stevens 28 Manor-Ferrari MR03 1:46.297 Q1
20. Roberto Merhi 98 Manor-Ferrari MR03 1:47.434 Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Mercedes/Ferrari

Rosberg conquista a 4ªpole em Seqüência na reestréia do México no cenário da Formula 1

Pela Quarta vez seguida Nico Rosberg conquistou a pole position, Na volta do México no Cenário da Formula 1 o piloto Alemão conseguiu superar o tricampeão do mundo seu companheiro de equipe Nico Rosberg na primeira volta do Q3 e contou com o erro de Hamilton para assegurar a pole.

No Q1 logo todos os pilotos foram para a pista devido a possibilidade da chuva vim logo no Q1, Mas ela não veio e dai os pilotos todos tiveram que usar logo os pneus macios com exceção de Lewis Hamilton que com os pneus duros conseguiu passar para o Q2 com facilidade. Jenson Button não treinou e vai largar em último lugar mesmo, Então ficaram 4 vagas para a eliminação no Q1, A Manor era certa que ficaria com essas duas vagas, Alonso mesmo com todo o seu esforço acabou também de fora do Q1, Restava uma vaga para a eliminação. Sobrou para Felipe Nasr que ficou de fora da segunda parte do treinamento.

MEX_sabado_15 (1)

Classificação no Q1:

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:20.436
2 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:20.503
3 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:20.808
4 77 Valtteri Bottas (Williams) 1:20.817
5 26 Daniil Kvyat (Red Bull Racing) 1:20.826
6 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:20.960
7 11 Sergio Perez (Force India) 1:20.966
8 33 Max Verstappen (Toro Rosso) 1:20.995
9 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing) 1:21.166
10 9 Marcus Ericsson (Sauber) 1:21.299
11 27 Nico Hulkenberg (Force India) 1:21.315
12 19 Felipe Massa (Williams) 1:21.379
13 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:21.422
14 13 Pastor Maldonado (Lotus) 1:21.520
15 8 Romain Grosjean (Lotus) 1:21.577
16 14 Fernando Alonso (McLaren) 1:21.779
17 12 Felipe Nasr (Sauber) 1:21.788
18 53 Alexander Rossi (Marussia) 1:24.136
19 28 Will Stevens (Marussia) 1:24.386

No Q2 Vettel colocou sua Ferrari entre os dois carros da Mercedes com Hamilton em primeiro e Rosberg em 3º, O Melhor de tudo para o Campeão de 2015 é que ele tinha um jogo de pneus a mais novinho se tornando naquela altura o mais forte candidato a pole position. Kimi Raikkonen que já tinha que pagar a punição de 5 posições nos boxes e acabou tendo de encerrar o treino mais cedo ficando de fora do Q3, sendo o último dos 15 que participaram do Q2. Eliminados também foram Maldonado e Grosjean da Lotus, Ericsson com a Sauber e Carlos Sainz jr. que acabou tendo a classificação do seu companheiro Max Verstappen que colocou a Toro Rosso no Q3. Para a alegria da Torcida Mexicana Sergio Perez colocou seu carro no Q3. Felipe Massa arranjou sua vaga na última hora no Q3 conseguindo o 6ºtempo.

MEX_sabado_15 (2)Classificação no Q2:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:19.829
2 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:20.045
3 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:20.053
4 77 Valtteri Bottas (Williams) 1:20.458
5 26 Daniil Kvyat (Red Bull Racing) 1:20.490
6 19 Felipe Massa (Williams) 1:20.642
7 11 Sergio Perez (Force India) 1:20.669
8 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing) 1:20.783
9 33 Max Verstappen (Toro Rosso) 1:20.894
10 27 Nico Hulkenberg (Force India) 1:20.935
11 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:20.942
12 8 Romain Grosjean (Lotus) 1:21.038
13 13 Pastor Maldonado (Lotus) 1:21.261
14 9 Marcus Ericsson (Sauber) 1:21.544
15 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:22.494

No Q3 a briga foi mesmo entre Hamilton e Rosberg sendo que o Inglês tinha a vantagem deter um pneu a mais, Mas Rosberg estava disposto a lutar pela pole position e travou um duelo com Hamilton pelo primeiro lugar, Rosberg na primeira volta se saiu melhor com 1:19.480 contra 1:19.668 de Hamilton. Vettel e Kvyat não conseguiram chegar ao ponto de ameaçar as Mercedes.

Na Tentativa final a pista ficou pior para todo mundo e Hamilton acabou cometendo um erro e isso possibilitou a pole position de número 20 para Nico Rosberg em sua carreira, Para Hamilton o segundo lugar não o deixa feliz, Mas não preocupa para a corrida já que nas 4 últimas provas ele não saiu da pole mas conquistou a vitória. Esse é o menor dos problemas para o piloto Inglês que corre sossegado nessas 4 últimas provas do ano, A Segunda fila vão largar Sebastian Vettel com a Ferrari e Daniil Kvyat com a Red Bull, Apesar do Fraco motor a Red Bull mostra que no final dessa temporada o seu carro consegue cobrir deficiências do motor Renault, Tanto é que tanto Daniil como Daniel Ricciardo acabaram superando os dois carros da Williams. Ricciardo ficou em 5º, Bottas em 6º e Felipe Massa aparece em 7ºlugar.

Completam os 10 primeiros o piloto da Toro Rosso Max Verstappen em mais um grande treino, Sergio Perez piloto da casa e Nico Hulkenberg ambos com a Force India.

MEX_sabado_15 (3)

 

Grid de Largada
Piloto Número Equipe-Motor Chassi Tempo Etapa
1. Nico Rosberg 6 Mercedes F1 W06 Hybrid 1:19.480 Q3
2. Lewis Hamilton 44 Mercedes F1 W06 Hybrid 1:19.668 Q3
3. Sebastian Vettel 5 Ferrari SF15-T 1:19.850 Q3
4. Daniil Kvyat 26 Red Bull-Renault RB11 1:20.398 Q3
5. Daniel Ricciardo 3 Red Bull-Renault RB11 1:20.399 Q3
6. Valtteri Bottas 77 Williams-Mercedes FW37 1:20.448 Q3
7. Felipe Massa 19 Williams-Mercedes FW37 1:20.567 Q3
8. Max Verstappen 33 Toro Rosso-Renault STR10 1:20.710 Q3
9. Sergio Perez 11 Force India-Mercedes VJM08 1:20.716 Q3
10. Nico Hulkenberg 27 Force India-Mercedes VJM08 1:20.788 Q3
11. Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso-Renault STR10 1:20.942 Q2
12. Romain Grosjean 8 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 1:21.038 Q2
13. Pastor Maldonado 13 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 1:21.261 Q2
14. Marcus Ericsson 9 Sauber-Ferrari C34 1:21.544 Q2
15. Felipe Nasr 12 Sauber-Ferrari C34 1:21.788 Q3
16. Alexander Rossi 53 Manor-Ferrari MR03 1:24.136 Q3
17. Will Stevens 28 Manor-Ferrari MR03 1:24.386 Q3
18. Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF15-T 1:22.494 Q2
19. Fernando Alonso 14 Mclaren-Honda MP4-30 1:21.779 Q3
20. Jenson Button 22 Mclaren-Honda MP4-30 Sem Tempo Q3

* Raikkonen foi punido por trocar o câmbio com 5 posições no Grid de largada
* Alonso foi punido com 15 posições por trocar componentes do motor
* Button perdeu 50 posições por trocar os componentes do motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Manor/Lotus/Mercedes

Hamilton aproveita quebra no Carro de Rosberg, Vence em Sochi e praticamente coloca a mão na Taça

Nico Rosberg foi o dominador do final de Semana, Mas quando precisou da sorte ela não estava do lado dele e sim do lado de Lewis Hamilton que conquistou a vitória e com a Quebra de seu companheiro de equipe esta agora com o campeonato nas mãos.

Na largada tudo parecia muito bem para Rosberg que largou muito bem e continuou na liderança com Hamilton tentando passar por fora o seu companheiro de equipe, Raikkonen passou de 5º para o 3ºlugar deixando para Trás Bottas e Vettel. Nico Hulkenberg rodou sozinho e o Sueco Marcus Ericsson acabou achando em Encheio o piloto da Force India provocando a Entrada do Safety Car, Max Verstappen que rodou nessa confusão e Romain Grosjean.

Sochi15_domingo (3)

A Relargada aconteceu na 6ªVolta E o Bottas foi para cima de Raikkonen e toma o terceiro lugar, Rosberg liderava a corrida com tranquilidade até que o Acelerador travou e deixou o piloto da Mercedes na mão e com isso Hamilton assumiu a liderança da prova com Bottas em segundo e Raikkonen em 3º e Vettel em 4º. Os Brasileiros estavam indo bem com Nasr em 9º e Massa conseguindo se recuperar já estando em 10ºlugar e enquanto isso a cada piscada um piloto fazia ultrapassagens em cima das Mclaren-Honda.

Na 12ªVolta o Piloto Romain Grosjean que vai correr pela Haas acabou indo para o muro, Uma batida forte que fez o Safety Car entrar de novo para que a pista fosse limpa. Aproveitando isso Sergio Perez, Daniel Ricciardo, Carlos Sainz, Jenson Button, Roberto Merhi foram para os boxes e na volta seguinte foi a vez de Alonso e de Merhi terem feito as paradas.

Perez partiu para uma tática arriscada que fez ele levar o pódio
Perez partiu para uma tática arriscada que fez ele levar o pódio

Após 4 voltas de bandeira amarela o safety car saiu da pista e a bandeira verde e dai Hamilton começou a ir embora com o Bottas em 2º e Vettel tentando passar Raikkonen que espalhou na Chicane, Isso fez com que Vettel  ficou ameaçado de Perder posição pelo Russo Daniil Kvyat que chegou a ficar ameaçado curvas depois ao Felipe Nasr. Lá atrás Daniel Ricciardo estava muito agressivo, Na nota 21 o piloto Australiano da Red Bull já estava em 9ºlugar. Vettel conseguiu passar Raikkonen e assumiu a 3ªposição e começou a partir para cima de Valtteri Bottas.

O primeiro a fazer as parada com os pilotos que não fizeram a parada foi Max Verstappen que tinha parado na primeira volta ele foi para a segunda troca, Na Volta 30 Bottas foi para a sua parada isso fez com que Vettel fosse para a parada na volta seguinte e com um belíssimo trabalho da sua equipe ele voltou na frente do Bottas e do Ricciardo que se encontrava na frente do Finlandês, Raikkonen tentou fazer o mesmo na volta 32, Mas sem sucesso ele ficou atrás do Bottas. Já Hamilton de forma tranquila fez a troca na volta 33. Ao mesmo tempo Vettel passou Perez e assumiu a 4ªposição sendo que era o segundo dos pilotos que pararam nos boxes, Kvyat na volta 34 e Nasr na volta 35 fizeram suas paradas nos boxes voltando em posições intermediárias.

Nasr chegou a levar a Sauber ao 2ºlugar.
Nasr chegou a levar a Sauber ao 2ºlugar.

Hamilton era o líder com Vettel muito atrás e Perez, Ricciardo, Bottas e Raikkonen disputando o pódio e depois Felipe Massa atrás do Daniil Kvyat, Mas com pneus melhores do que o Russo ele foi para cima e conseguiu essa ultrapassagem. Na Parte final de prova foi intensa de ultrapassagens.

Primeiro foi Bottas que atacou a Ricciardo e conseguiu a ultrapassagem assumindo o 4ºlugar na volta 45, Logo depois Raikkonen foi para o ataque para cima do piloto Australiano e passou na volta 48 curvas depois o piloto da Red Bull devido a problemas na suspensão foi obrigado a deixar a prova. Antes disso Sainz acabou rodando 2 vezes sendo que na segunda ele acabou quebrando o aerofólio Traseiro o que acabou por fazer ele deixar a corrida após ter sido liberado pelos médicos.

Sérgio Perez na parte final tentou segurar a Bottas e Raikkonen para ficar com o pódio. a menos de 2 voltas do final Bottas e Raikkonen foram para cima e conseguiram a ultrapassagem dupla jogando o Mexicano para o 5ºlugar. Na Volta final Raikkonen tentou passar Bottas, Mas a manobra Resulta em Raikkonen batendo em Bottas, Jogando o piloto da Williams no Muro e quem agradeceu com isso foi Sérgio Perez que tomou de volta a terceira posição.

Pódio Russo na Formula 1 Vettev, Hamiltokencho e Perezkov
Pódio Russo na Formula 1 Vettev, Hamiltokencho e Perezkov

Hamilton levou tranqüilo o carro até o final e conquistou a 9ªVitória na temporada ficando bem perto do título que pode vim em Austin no dia 25 de Outubro, Sebastian Vettel completou a prova na segunda posição e assumiu a vice-liderança do campeonato e Sergio Perez levou a Force India ao melhor resultado na temporada e conquistou o 5ºpódio da sua carreira e igualou o pódio do GP do Bahrein de 2014 nessa trajetória na Force India

Felipe Massa que tinha uma situação muito difícil com o 15ºlugar no Grid de largada uniu certa competência em uma corrida constante e se aproveitando das quebras e acidentes de seus adversário conquistou um brilhante 4ºlugar na frente do dono da Casa o Russo Daniil Kvyat que conseguiu salvar 10 pontos para a Red Bull que tinha um grid difícil com os seus pilotos em 10º e 11º lugares. Felipe Nasr teve uma grande corrida e aproveitando cada oportunidade levou a Sauber para uma 6ªposição mostrando que a vinda do novo engenheiro de corrida fez com que ele tivesse um ganho de performance. Pastor Maldonado conseguiu mais alguns pontos para a Lotus com o 7ºlugar, Kimi Raikkonen acabou levando 30 segundos de punição e com isso caiu do 5º para a 8ºposição.

Raikkonen errou no final e terminou a corrida apenas em 8º com a punição
Raikkonen errou no final e terminou a corrida apenas em 8º com a punição

Jenson Button salvou 2 pontos para a Mclaren numa corrida muito correta chegando em 9º e Fernando Alonso acabou perdendo o 10ºlugar devido a ele ter ultrapassado os limites da Pista, ele teve 5 segundos acrescentado ao tempo final de corrida e com isso foi o bastante para Max Verstappen salvar 1 ponto numa corrida apagada do jovem piloto da Toro Rosso. Bottas ainda completou em 12ºlugar mesmo deixando a prova na volta final ficando na frente de Roberto Merhi e de Will Stevens que se aproveitaram dos erros e chegaram na melhor posição possível e Daniel Ricciardo ainda conseguiu levar o 15ºlugar.

Próxima corrida será daqui a 2 semanas em Austin no Texas e Hamilton com uma vitória com Vettel em 3ºlugar e dessa forma o inglês conquista o tricampeonato em Solo Norte-americano. No dia 25 de Outubro podemos ver Lewis Hamilton se consagrar o Tricampeão do mundo. A Mercedes conseguiu o título do mundial de construtores assim como em 2014 e no mesmo local em Sochi.

Mercedes Campeão dos Construtores de 2015
Mercedes Campeão dos Construtores de 2015

GP da Rússia

Classificação após 53 Voltas
Piloto Número Equipe-Motor Chassis Voltas Tempo Grid de Largada
1. Lewis Hamilton 44 Mercedes F1 W06 Hybrid 53 1:37:11.024 2
2. Sebastian Vettel 5 Ferrari SF15-T 53 a 5.953 4
3. Sergio Perez 11 Force India-Mercedes VJM08 53 a 28.918 7
4. Felipe Massa 19 Williams-Mercedes FW37 53 a 38.831 15
5. Daniil Kvyat 26 Red Bull-Renault RB11 53 a 47.566 11
6. Felipe Nasr 12 Sauber-Ferrari C34 53 a 56.508 12
7. Pastor Maldonado 13 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 53 a 1:01.088 14
8. Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF15-T 53 a 1:12.358 5
9. Jenson Button 22 Mclaren-Honda MP4/30 53 a 1:19.467 13
10. Max Verstappen 33 Toro Rosso-Renault STR10 53 a 1:28.424 9
11. Fernando Alonso 14 Mclaren-Honda MP4/30 53 a 1:31.210 19
12. Valtteri Bottas 77 Williams-Mercedes FW37 52 Acidente 3
13. Roberto Merhi 98 Manor-Ferrari MR03 52 a 1 Volta 18
14. Will Stevens 28 Manor-Ferrari MR03 51 a 2 Voltas 17
15. Daniel Ricciardo 3 Red Bull-Renault RB11 47 Suspenão 10
Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso-Renault STR10 45 Freios 20
Romain Grosjean 8 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 11 Acidente 8
Nico Rosberg 6 Mercedes F1 W06 Hybrid 7 Acelerador 1
Nico Hulkenberg 27 Force India-Mercedes VJM08 0 Acidente 6
Marcus Ericsson 9 Sauber-Ferrari C34 0 Acidente 16
Kimi Raikkonen foi punido com o acréscimo de 30 segundos no tempo final de corrida por causa do Acidente que ele foi considerado o culpado com o Valtteri Bottas – Fernando Alonso foi punido com um Acréscimo de 5 segundos por ultrapassar os limites da pista.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Sauber/Force India

Sorte de Rosberg termina com quebra de câmbio e Hamilton vence em casa

Jenson Button com o capacete Rosa em Homenagem a John Button que faleceu em Janeiro desse ano Foto: Mclaren

Quando tudo indicava que Rosberg iria emplacar uma vitória para desestabilizar de vez Hamilton no campeonato ai veio um problema de Câmbio no meio da corrida e dai Hamilton aproveitou isso para ele vencer a 9ªEtapa do mundial de Formula 1 realizado em Silverstone.

Uma corrida que teve uma largada confusa, bem complicada. Na parte da frente, nada demais a não ser á largada ruim de Vettel que perdeu posições para Button, Magnussen e Hamilton com o Rosberg na liderança da prova. Curvas depois no primeiro setor o piloto Finlandês Kimi Raikkonen escapa da pista e acaba traído pelo degrau entre o limite da pista e da área de escape e acabou rodando e batendo muito forte e acabou levando Felipe Massa a também bater. Resultado disso uma bandeira vermelha que durou quase 1 hora de duração e Felipe massa saindo da corrida com problemas na suspensão, se for só isso era para tentarem arrumar isso, pois com 1 hora de retardo da largada valia pelo menos fazer uma tentativa, mesmo que tivesse sido inútil pois o Regulamento permitia.

Mas pelo que o Massa fez para evitar o acidente o Brasileiro evitou que o pior acontece o que seria uma batida de frente, Seria catastrófico e além do Massa o Kobayashi também evitou o acidente, O Japonês teve danos em seu carro, mas pode voltar a corrida.

Max Chilton que foi para os boxes sem autorização por causa de danos em seu carro, O pneu que se soltou da roda do Raikkonen acabou batendo no carro do Chilton, por sorte, nada aconteceu com o piloto inglês que acabou sendo punido pela infração de ter ido aos boxes de forma ilegal, Mas pelo que ele quase sofreu o inglês acabou no lucro.

Depois de 1 hora de paralisação depois dos comissários terem limpado a pista e consertado um guard-rail a corrida recomeçou após os pilotos darem uma volta de apresentação por Safety Car, A partir dai se viu o que a Mercedes pode fazer. Em 3 voltas Hamilton já tinha passado tanto Magnussen que estava em 3º como o Button que estava em 2º e com isso as Mercedes começavam a sua corrida e os outros começavam uma outra corrida atrás das Mercedes. Quem se deu bem nesse Safety Car foi Alonso que começou com os pneus Médios e passou para os Macios e com isso não precisaria mais andar com os pneus duros e por isso seu desempenho seria o melhor possível.

Assim como estava sendo o desempenho de Valtteri Bottas que também subia muito na Classificação da Corrida mesmo largando do 14ºlugar. Enquanto isso Gutierrez acabou dando sua vingança a Maldonado, Só que com resultado foi desastroso para o Mexicano que não sei como ainda continua na Formula 1 pois acabou deixando a corrida duas curvas depois parando seu carro na caixa de brita.

Caterham vivendo um inferno no fundo do pelotão Foto: Caterham

Outro que deixou a corrida foi Marcus Ericsson com problemas de Suspensão na sua Lamentável Caterham que definitivamente deixou de ser competitiva na Formula 1 e cada dia ver a Marussia que chegou a estar em 10ºlugar na corrida com Jules Bianchi, Mas que em poucas voltas acabou indo para mais atrás por que a equipe Russa ainda não tem carro para disputar posições como essas.

As primeiras paradas aconteceram a partir da volta 15, Os pneus dessa vez não tinham um desgaste crítico e, portanto deu para fazer um gerenciamento bom o bastante para boa parte dos pilotos fazerem uma parada apenas, Já para Vettel e Rosberg eles foram para 2 Paradas. Outros como Bottas e Hamilton foram para uma única parada nos boxes. Dai Rosberg avisa que ele tinha um problema de câmbio na diminuição de marchas, A corrida se mantia disputada lá atrás com Vettel, Alonso e Bottas se destacando, mas com Jenson Button se superando com sua Mclaren e cm seu capacete rosa em homenagem ao seu pai.

Até que na 29ªVolta Nico Rosberg tem seu problema de Câmbio consolidado e acabou abandonando a corrida e com isso Hamilton assumiu a liderança da prova, E por incrível que pareça o Vice-Líder era Valtteri Bottas e Sebastian Vettel era o terceiro lugar. Enquanto Hamilton administrava sua vantagem, Bottas fazia sua parada única nos boxes e voltou atrás de Vettel ainda na terceira posição. Só que Bottas com melhores pneus que Vettel conseguiu a ultrapassagem assumindo o 2ºlugar na corrida, Já Vettel foi para os boxes para uma segunda parada nos boxes assim como Hamilton, Mas A Mercedes preferiu ser cautelosa e acabou por realizar essa troca.

Na Parte final de corrida a briga da prova estava entre Alonso sobre Vettel pelo 5ºlugar, Uma briga dura, uma briga entre 2 campeões mundiais, Alonso lutou como nunca, Só que Vettel conseguiu passar Alonso após o Espanhol após voltas e voltas de uma intensa Briga, Vettel reclamou demais de Alonso por que ele acabou passando do limite da pista o que eu já tinha falado ontem que achava isso uma tremenda de uma besteira e depois Alonso também reclamou da manobra do Vettel para ultrapassar ele. Foi uma briga que valeu um 5ºlugar, Mas que foi para todos os campos, Desde nas pistas até pelos mimimi de ambos.

De Resto Button tentou tirar tudo de uma limitada Mclaren para conseguir o pódio para fazer a Homenagem devida ao seu pai, Só que acabou Ricciardo segurando o 3ºlugar. Hamilton ao cruzar a linha de chegada conseguiu eliminar 25 dos 29 pontos de vantagem que Rosberg tinha e passa a pressão para o piloto Alemão que corre no dia 20 em Casa. Valtteri Bottas numa espetacular segunda posição com a Williams numa corrida fantástica de recuperação e da mostra de que o carro da Williams melhorou muito e que já é a segunda força do Grid, Daniel Ricciardo em 3ºlugar mais uma vez andando melhor que Vettel e fazendo uma bela corrida e segurando a Jenson Button que fez um final de semana brilhante, Até acho uma judiação ele ter ficado fora desse pódio, Até por que o trabalho de Button foi para chegar ao pódio, Mas faltou foi um carro melhor para ele fazer isso.

Sebastian Vettel com uma belíssima ultrapassagem conseguiu o 5ºlugar e apesar disso mais uma vez ficou atrás de Ricciardo, Dessa vez o Alemão realmente não casou com esse carro de forma nenhuma, Ele já deve estar pensando em 2015, pois nesse ano já não pode mais fazer nada pelo que vem caminhando esse campeonato.

Se para Vettel esta difícil, Para Alonso esta pior, só não esta tão pior por que ele é que carrega a Ferrari nas costas mesmo com um carro difícil nas mãos, O 6ºlugar até não chega a ser ruim, Mas esse carro se mostra um carro ruim para ser um carro campeão e que mais uma vez Alonso não vai ver a cor do título, ou melhor, nem chega perto disso.

Kevin Magnussen diria que fez uma corrida dentro da normalidade da Mclaren atual ficando em 7ºlugar, Logo depois Nico Hulkenberg numa Force India que nunca andou em Silverstone  em 8ºlugar salvando pontos no campeonato e nada, nada, nada veio a Toro Rosso com uma corrida correta colocando seus pilotos em 9º e 10ºlugar, lugar exato aonde eles largaram com Danill Kvyat em 9º e Jean-Eric Vergne em 10º.

Sergio Perez que acabou indo para fora da pista na primeira volta e depois fez uma recuperação que foi inútil para chegar aos pontos ficando em 11ºlugar. E dai veio Grosjean se arrastando com a Lotus, Sutil com o lixo chamado Sauber que não mostra a menor condição para ser competitivo, Bianchi que foi limitado pela Marussia que melhora, mas ainda pouco para quem quer virar time médio. Kobayashi carregando a Caterham que se mostra cada dia mais decepcionante em 15º e depois Chilton em 16º e para completar com problemas no final da prova Pastor Maldonado que continua muito mal nesse ano, Mas que dessa vez fique claro que o incidente com o Gutierrez que ele não foi o culpado.

Daqui a 2 semanas teremos o GP da Alemanha de Formula 1 com a disputa pelo título pegando fogo entre Rosberg que agora tem de novo Hamilton na sua cola a 4 pontos dele, a Vitória de hoje faz o campeonato ficar mais emocionante.

Hamilton volta a vence com Bottas e Ricciardo junto do Inglês para fazer a Festa. Foto: Mercedes

Resultado Final do GP da Inglaterra de Formula 1

Pos Pilotos Equipe Chassis Motor Voltas Tempo grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W05 Mercedes PU106A Hybrid 52 2:26:52.094 6
2 77 Valtteri Bottas Williams FW36 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 30.135s 14
3 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB10 Renault Energy F1-2014 52 a 46.495s 8
4 22 Jenson Button McLaren MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 47.390s 3
5 1 Sebastian Vettel Red Bull RB10 Renault Energy F1-2014 52 a 53.864s 2
6 14 Fernando Alonso Ferrari F14 T Ferrari 059/3 52 a 59.946s 16
7 20 Kevin Magnussen McLaren MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 62.563s 5
8 27 Nico Hulkenberg Force India VJM07 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 88.692s 4
9 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 52 a 89.340s 9
10 25 Jean-Eric Vergne Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 51 a 1 Volta 10
11 11 Sergio Perez Force India VJM07 Mercedes PU106A Hybrid 51 a 1 Volta 7
12 8 Romain Grosjean Lotus E22 Renault Energy F1-2014 51 a 1 Volta 11
13 99 Adrian Sutil Sauber C33 Ferrari 059/3 51 a 1 Volta 13
14 17 Jules Bianchi Marussia MR03 Ferrari 059/3 51 a 1 Volta 12
15 10 Kamui Kobayashi Caterham CT05 Renault Energy F1-2014 50 a 2 Voltas 22
16 4 Max Chilton Marussia MR03 Ferrari 059/3 50 a 2 Voltas 17
17 13 Pastor Maldonado Lotus E22 Renault Energy F1-2014 49 a 3 Voltas – Exaustor 20
6 Nico Rosberg Mercedes F1 W05 Mercedes PU106A Hybrid 28 a 24 Voltas – Câmbio 1
9 Marcus Ericsson Caterham CT05 Renault Energy F1-2014 11 a 41 Voltas – Suspensão 21
21 Esteban Gutierrez Sauber C33 Ferrari 059/3 9 a 43 Voltas – Acidente 19
19 Felipe Massa Williams FW36 Mercedes PU106A Hybrid 0 a 52 Voltas – Acidente 15
7 Kimi Räikkönen Ferrari F14 T Ferrari 059/3 0 a 52 Voltas – Acidente 18

Melhor volta de Cada piloto na Corrida:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 26ªVolta – 1:37.176
2 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 52ªVolta – 1:37.481
3 6 Nico Rosberg (Mercedes) 26ªVolta – 1:38.091
4 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 34ªVolta – 1:38.264
5 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 52ªVolta – 1:38.284
6 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 45ªVolta – 1:38.407
7 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 34ªVolta – 1:38.459
8 14 Fernando Alonso (Ferrari) 52ªVolta – 1:38.587
9 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 52ªVolta – 1:38.625
10 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 32ªVolta – 1:38.677
11 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 41ªVolta – 1:38.716
12 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 48ªVolta – 1:38.919
13 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 44ªVolta – 1:39.261
14 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 51ªVolta – 1:39.961
15 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 34ªVolta – 1:40.041
16 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 48ªVolta – 1:40.314
17 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 50ªVolta – 1:40.399
18 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 31ªVolta – 1:41.462
19 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 7ªVolta – 1:42.566
20 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 7ªVolta – 1:44.319

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Caterham/Mercedes

Mulher volta a andar na Formula 1 em um evento de Grande Prêmio

Susie Wolff andou muito pouco, Foram somente 4 voltas devido a problemas com a Williams, esses problemas também afetaram o piloto Brasileiro Felipe Massa, Valtteri Bottas cedeu o lugar para Wolff enquanto isso Frinjs com a Caterham substituiu Kamui Kobayashi, Daniel Juncadella substituindo a Nico Hulkenberg na Force India e Giedo van der Garde substituindo a Adrian Sutil na Sauber, Claro no segundo treino livre todos os titulares voltaram aos seus lugares.

Se os titulares voltaram aos seus carros, Os que lideram continuam os mesmos carros prateados da Mercedes GP com Lewis Hamilton e Nico Rosberg, Com Ferrari e Red Bull disputando a segunda posição como equipe que esta mais perto da Mercedes, Mas não acredito que os carros Alemães irão sofrer pressão nessa corrida. As Williams voltaram a estar naquele nível de antes do GP da Áustria, É um carro rápido de reta, Mas instável é difícil e numa pista ainda que rápida, Mas com curvas as coisas se complicam um pouco. Quem não andou bem foi a Force India que ficou lá embaixo no Treino livre, Será que isso indica problemas da Force India em Silverstone?

Amanhã a partir das 6 da Manhã teremos o Terceiro Treino livre e as 9 da Manhã o Treino Oficial.

Resultado dos Treinos Livres do GP da Inglaterra

1ºTreino Livre

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:35.424 – 25 Voltas
2 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:36.155 – 22 Voltas
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:36.263 – 23 Voltas
4 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:36.623 – 21 Voltas
5 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:36.703 – 23 Voltas
6 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:36.921 – 20 Voltas
7 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:36.963 – 25 Voltas
8 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:37.175 – 29 Voltas
9 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:37.227 – 25 Voltas
10 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:37.231 – 30 Voltas
11 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:37.720 – 22 Voltas
12 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:37.910 – 21 Voltas
13 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:38.056 – 18 Voltas
14 34 Daniel Juncadella (Force India-Mercedes) 1:38.083 – 23 Voltas
15 36 Giedo van der Garde (Sauber-Ferrari) 1:38.328 – 19 Voltas
16 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:38.917 – 12 Voltas
17 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:39.461 – 7 Voltas
18 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:39.814 – 24 Voltas
19 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:40.597 – 19 Voltas
20 46 Robin Frijns (Caterham-Renault) 1:42.261 – 11 Voltas
21 41 Susie Wolff (Williams-Mercedes) 1:44.212 – 4 Voltas
22 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) Sem tempo – 2 Voltas

2ºTreino Livre

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:34.508 – 14 Voltas
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:34.736 – 35 Voltas
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:35.244 – 32 Voltas
4 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:35.511 – 11 Voltas
5 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:35.627 – 27 Voltas
6 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:36.016 – 33 Voltas
7 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:36.228 – 34 Voltas
8 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:36.299 – 35 Voltas
9 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:36.554 – 29 Voltas
10 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:36.583 – 26 Voltas
11 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:36.671 – 29 Voltas
12 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:36.778 – 31 Voltas
13 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:36.951 – 35 Voltas
14 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1:37.064 – 35 Voltas
15 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:37.097 – 33 Voltas
16 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:37.236 – 37 Voltas
17 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:37.449 – 27 Voltas
18 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1:37.520 – 25 Voltas
19 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:38.658 – 11 Voltas
20 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:39.068 – 31 Voltas
21 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:39.224 – 28 Voltas
22 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:39.762 – 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: Williams

Corridas Históricas – GP dos Estados Unidos de 1987

Grid de Largada:

1 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’39.264
2 Ayrton Senna (Lotus/Honda) 1’40.607
3 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’40.942
4 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’42.050
5 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’42.357
6 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’42.361
7 Michele Alboreto (Ferrari) 1’42.684
8 Teo Fabi (Benetton/Ford) 1’42.918
9 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’43.479
10 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’43.541
11 Stefan Johansson (McLaren/TAG) 1’43.797
12 Gerhard Berger (Ferrari) 1’43.816
13 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’44.350
14 Philippe Streiff (Tyrrell/Ford) 1’45.037
15 Martin Brundle (Zakspeed) 1’45.291
16 Christian Danner (Zakspeed) 1’45.740
17 Andrea de Cesaris (Brabham/BMW) 1’46.046
18 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’46.083
19 Alex Caffi (Osella/Alfa Romeo) 1’46.124
20 Philippe Alliot (Lola/Ford) 1’46.194
21 René Arnoux (Ligier/Megatron) 1’46.211
22 Ivan Capelli (March/Ford) 1’46.269
23 Piercarlo Ghinzani (Ligier/Megatron) 1’47.471
24 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’48.801
25 Adrián Campos (Minardi/Motori Moderni) 1’50.495
26 Pascal Fabre (AGS/Ford) 1’53.644

Senna conquista segunda vitória nas ruas de Detroit

Após 4 etapas do campeonato mundial de 1987 de Formula 1 o campeonato iria para a Famosa capital da indústria automobilística com Prost líder com 18 pontos e 2 vitórias na liderança com Senna a 3 pontos atrás e vencedor da prova anterior em Mônaco, Johansson que fazia um grande campeonato estava em 3º com 13 pontos, Nelson Piquet estava com 12 pontos em 4º, Nigel Mansell com 10 pontos e uma vitória estava em 5º  e Michele Alboreto em 6ºlugar com 8 pontos.

Nos treinos oficiais o Leão Nigel Mansell voou baixo e com mais de um segundo de vantagem conquistou a pole position com Ayrton Senna com a Lotus-Honda em 2º, Nelson Piquet com a Williams e Thierry Boutsen com a Benetton-Ford TEC V6 formavam a segunda fila e a terceira fila era formada por Alain Prost com a Mclaren e pelo dono da Casa Eddie Cheever que fez um grande treino colocando a mediana Arrows na terceira fila.

Um dia que estava com o tempo nublado era isso que  os 26 pilotos iriam enfrentar 63 voltas nesse circuito de rua traiçoeiro e que exigia a perfeição dos pilotos ou caso contraio a qualquer momento eles encontrariam o Muro como impedimento deles continuarem na prova.

Na Largada a liderança ficando com Mansell com Senna em segundo e Piquet em 3º e Cheever que fez belíssima largada ganhando 2 posições para ir ao 4ºlugar para a Alegria da torcida norte americana, Já Satoru Nakajima acabou batendo de leve em um adversário na segunda curva e acabou curvas depois sendo atingido pelo piloto Espanhol Adrian Campos. Resultado disso é que Nakajima já ficou pela curva aonde ele saiu da corrida, Campos deu uma volta e depois deixou a corrida.

Mansell estava em primeiro com Senna em segundo e ambos estavam abrindo muito de Piquet que estava tendo que se virar para se manter na frente de Cheever que começou muito forte a sua corrida, E ai depois Teo Fabi estava em 5ºlugar levando consigo um grupo bem razoável de pilotos atrás dele.

Na terceira volta de prova Mansell abriu boa vantagem para Senna, Enquanto isso Piquet continuava sendo pressionado por Cheever, e curvas depois o Norte-Americano passou assumindo o terceiro lugar, Enquanto isso Piquet ficava pelo caminho e sentindo que estava com desempenho ruim acabou indo para os boxes para trocar os pneus e dessa volta ele voltou apenas em 21ºlugar.

Alex Caffi acabou passando reto e deixando a corrida, Também deixou a prova o piloto Andrea de Cesaris que antes e acabar no muro acabou tendo seu câmbio quebrado. Enquanto isso Cheever vinha em 3ºlugar com o seu Arrows-Megatron e na frente de Ferrari, Mclaren e Benettons. Mas Teo Fabi, Michele Alboreto, Alain Prost estavam atrás já querendo acabar com a festa do Norte-Americano.

Fabi iria para cima de Cheever na luta pelo terceiro lugar e já bem longe de Mansell e de Senna que já abriam um monte de tempo em cima do piloto da Arrows. No começo da 7ªVolta Teo Fabi tenta ultrapassagem sobre Cheever, Mas Cheever se defende bem e Fabi acaba perdendo o bico de seu carro e estraga a sua corrida, Mas Cheever também tem prejuízos. Para mim Fabi não soube esperar o melhor momento para passar Cheever, Essa pista tinha pelo menos 2 pontos de ultrapassagem claros. Fabi abandonou a corrida com a quebra da parte do Bico do seu carro e Chevver foi para os boxes trocar os pneus e Voltou na 19ºlugar, Piquet já vinha na 15ºlugar e subindo volta a volta.

Classificação após 10 Voltas era a seguinte: 1. Mansell, 2. Senna, 3. Alboreto, 4. Boutsen, 5. Prost, 6. Berger.

Mansell continuava na ponta com um pouco mais de 6 segundos sobre Senna que tinha enorme diferença para Alboreto e Boutsen que se confrontavam pelo 3ºlugar, O Benetton apesar do motor menos potente que a Ferrari estava mostrando que estava se adaptando melhor a esse circuito, Prost estava em 5ºlugar sem dar mostras de que queria atacar agora.

Mansell já encontrava seu primeiro retardatário que era o Pascal Fabre da AGS na volta número 12 tamanha a fragilidade desse carro da equipe francesa e até mesmo do Fabre que andou 14 segundos mais lento que o pole position. (Hoje Fabri não teria autorização para largar por causa dos 107%) Ayrton Senna em 2ºlugar estava com um déficit de diferença para Mansell, Mas se a corrida acabasse naquela volta Senna seria o líder do campeonato com 21 pontos ao lado de Prost que continuava quieto em 5ºlugar, Típico das corridas do Prost aonde ele só atacava na hora certa.

Capelli deixava a corrida com problemas elétricos na volta 10,Derek Warwick também deixou a corrida Mas foi por causa de um toque no muro que danificou sua suspensão traseira e o forçou a abandonar na 13ªvolta. 7 carros já deixavam a prova naquele momento, Nelson Piquet já impressionava em estar em 9ºlugar após furo de pneu nas primeiras voltas e uma parada prematura nos boxes.

Prost parou de esperar e começou o ataque pra cima de Boutsen enquanto isso Piquet partia para cima de Patrese na luta pelo 8ºlugar na corrida, Mesmo com o motor BMW da Brabham Piquet tinha um desempenho melhor do que o desempenho de Patrese, E na metade da 17ªVolta o Brasileiro conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto da Brabham como também passou a Johansson que estava lento na pista com problemas mecânicos, Patrese e os outros pilotos atrás recuperaram posições enquanto que Johansson foi para os boxes, Por falar nos boxes a coisa estava explodindo pois o piloto da Zakspeed  Martin Brundle deixou a corrida com problemas do seu turbo que estourou em plenos boxes, Ele ainda tentaram fazer ele voltar a corrida mas o carro já tinha quebrado e Brundle nada pode fazer nessa altura do campeonato.

Johansson voltou para a corrida, Mas muito atrasado nas últimas posições da corrida. Mansell continuava a pegar retardatários enquanto que Boutsen, Prost e Berger faziam uma bela briga pelo 4ºlugar. Prost Acabou conseguindo a ultrapassagem sobre Boutsen na 20ªVolta e assumiu a 4ªposição. Classificação após 20 voltas completadas: 1. Nigel Mansell, 2. Ayrton Senna, 3. Michele Alboreto, 4. Alain Prost, 5. Thierry Boutsen e 6. Gerhard Berger.

EUA1987 (30)

Prost começava a buscar o 3ºlugar de Michele Alboreto enquanto que Berger iria tentar buscar o 5ºlugar de Thierry Boutsen Enquanto isso em 22 voltas Cheever estava em 13ºlugar, mas se recuperando do incidente do começo da corrida. Prost esperou o tempo certo para passar Alboreto e essa ultrapassagem aconteceu na 25ªVolta Prost acabou passando a Alboreto e na hora certa, já que Berger que a 2 voltas antes tinha passado a Boutsen já vinha pressionando a Prost. Alboreto ficou muito lento pela pista por causa de Problemas de Câmbio, tanto é que Prost levou junto a Gerhard Berger, Já Alboreto deixaria a corrida com os mesmos problemas de Câmbio que fizeram a corrida de Alessandro Nannini acabar na 23ªVolta.

Mansell com 26 voltas continuava na ponta da corrida dominando a prova, Com Senna em segundo também com vantagem muito tranquila para Prost que estava em 3ºlugar.

A Corrida estava em sua metade e sua classificação era essa na Volta 26: 1. Nigel Mansell, 2. Ayrton Senna, 3. Alain Prost, 4. Gerhard Berger, 5. Thierry Boutsen, 6. Nelson Piquet, O dono da casa Eddie Cheever já figurava em 10ºlugar.

Mas logo essa classificação iria mudar, Boutsen perdia rendimento e acabou sendo ultrapassado pelo Nelson Piquet e caindo para o 6ºlugar isso na volta 31, O Brasileiro Piquet buscava recuperação na corrida tentando se aproximar de Berger e Prost para pelo menos lutar pelo pódio. Já a se destacar a corrida de Phillipe Streiff que aproveitando o seu motor aspirado que era melhor de toque do que o Turbo no circuito de Detroit com um bom Chassi da Tyrrell estava em 7ºlugar na frente de pilotos com mais motor e mais carro que o piloto da Tyrrell.

Na 34ªVolta Mansell foi para os boxes com 11 segundos de Vantagem para Senna e acabou tendo uma parada desastrosa demorando demais por causa de um dos pneus traseiros e dessa Forma Ayrton Senna que parecia o único que teria condições de lutar contra Mansell assumia a liderança da corrida.

Mansell perderia posição também para Alain Prost e cairia para o terceiro lugar, Mas se Mansell fez uma parada poderia ser que Senna e Prost tinham que também fazer a parada e dai Mansell poderia voltar a liderança da corrida, O Inglês com melhores pneus foi para cima de Prost e conseguiu na 37ªVolta a ultrapassagem que devolveria Mansell para o segundo lugar enquanto isso Piquet já estava em 4ºlugar ao ultrapassar a Berger na 34ªVolta.

Piquet começava a querer tirar o 3ºlugar de Alain Prost, Com um pneu 3 voltas mais novo do que o Francês. Em termos de pneus a situação mais confortável era de Mansell que poderia muito bem voltar a liderança da corrida assim que todos os outros parassem nos boxes ou então recuperar tudo na pista, Pois com os pneus menos desgastados daria para o Leão voar baixo e reduzir a diferença para pó sobre Ayrton Senna. Enquanto isso Phillipe Alliot com a Lola-Larrousse deixava a corrida após um acidente na 39ªVolta, O GP dos Estados Unidos se encaminhava para o terço final com Mansell começando uma tentativa de atropelar Ayrton Senna para buscar a vitória.

Piquet ao completar a 42ªVolta aproveitando de dois retardatários acabou ultrapassando a Alain Prost e assumindo o 3ºlugar após ter caído para 21ªposição após a 3ªVolta de prova, uma linda ultrapassagem desse Genial piloto Brasileiro, O Momento mais bonito da corrida e do campeonato de 1987.

Boutsen também fica para trás na corrida fazendo uma parada muito longa cedendo seu 6ºlugar para o Francês Phillipe Streiff com a Tyrrell-Ford DFZ aspirado que também liderava a corrida dos aspirados. Mas logo depois de uma volta Streiff acabou perdendo a roda Traseira e dessa Forma sendo obrigado a abandonar a corrida, A Roda que soltou do carro de Streiff poderia ocasionar em um incidente mais grave, Mas por sorte nada aconteceu de ruim com ninguém, Uma pena foi pelo Streiff que fazia uma corrida muito boa. Sorte de Eddie Cheever que acabou assumindo o 6ºlugar na prova.

Mansell já não apresentava o mesmo desempenho seja por problema em seu carro ou por causa do desgaste físico e com isso Piquet e Prost chegavam em Mansell para lutarem pelo 2ºlugar, A liderança de Senna estava tranquila com 43 segundos sobre o vice-líder da corrida.
Classificação após 49 Voltas completadas: 1. Ayrton Senna, 2. Nigel Mansell, 3. Nelson Piquet, 4. Alain Prost, 5. Gerhard Berger, 6. Eddie Cheever.

A luta da corrida estava entre um Mansell com desempenho muito abaixo do esperado seja pelo carro ou por causa do desgaste dele contra Piquet que era companheiro de equipe (Ou digamos inimigo do Mansell) e de Prost.

Boutsen ainda buscava forças para tirar o 6ºposto de Cheever, Mas acabou a 11 voltas do final seus freios da sua Benetton dando problema e com isso o Belga deixou a corrida após figurar a maior parte do tempo nos pontos.

Já na volta de número 53 Nelson Piquet passou a Mansell e levou com ele o Francês Alain Prost que assumiu o 3ºlugar. Mansell já não via a hora de terminar a corrida, Mas antes disso na volta 56 Berger tomou a 4ªposição de Mansell, A Sorte do Leão é que Cheever estava bem longe. Pois se não fosse pela distância que estava entre os dois acabaria o Norte-Americano ainda com o 5ºlugar.

Senna só administrou sua enorme vantagem para os demais e dessa Forma levou a Lotus a Segunda vitória na temporada de 1987 com a Lotus-Honda, repetindo a vitória em 1986 quando Senna estava com a Lotus-Renault turbo, e Assumia pela primeira vez a liderança do campeonato de 1987, Nelson Piquet em 2ºlugar obtendo uma grande recuperação na corrida e uma ultrapassagem maravilhosa, Alain Prost em 3º numa corrida onde ele não figurou para lutar pela vitória, Mas Salvou alguns pontinhos para ficar a 2 pontos de Senna, Berger, Mansell que acabou tendo um resultado inapropriado a pilotagem que tele e Cheever que teve problemas de Pane Seca no final acabaram nos pontos.  Johansson que sofreu com problemas também na corrida, Danner, Patrese, Arnoux, Palmer e Fabre completaram a corrida.

Senna e Piquet formavam mais uma dobradinha brasileira na Formula 1. Para a Lotus essa vitória deixava a equipe mais viva do que nunca pela disputa do título. Mal Sabia a Lotus que essa seria a última vitória até o GP de Abu Dhabi de 2012 quando Kimi Raikkonen acabou com esse Hiato de 25 anos sem vitória da Lotus na Formula 1.

Resultado final do GP dos Estados Unidos de 1987

Fotos:

Vídeo da Corrida:

Créditos:
Fotos: Bestlap / Formel1mic
Vídeo: Youtube (Canal: Holger Eckert)
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP do Japão de 1989

Xkhczmdg

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’38.041
2 Alain Prost (McLaren/Honda) 1’39.771
3 Gerhard Berger (Ferrari) 1’40.187
4 Nigel Mansell (Ferrari) 1’40.406
5 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’40.936
6 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’41.103
7 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’41.324
8 Philippe Alliot (Lola/Lamborghini) 1’41.336
9 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’41.458
10 Nicola Larini (Osella/Ford) 1’41.519
11 Nelson Piquet (Lotus/Judd) 1’41.802
12 Satoru Nakajima (Lotus/Judd) 1’41.988
13 Martin Brundle (Brabham/Judd) 1’42.182
14 Luis Perez-Sala (Minardi/Ford) 1’42.283
15 Alex Caffi (Dallara/Ford) 1’42.488
16 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’42.581
17 Ivan Capelli (March/Judd) 1’42.672
18 Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’42.709
19 Paolo Barilla (Minardi/Ford) 1’42.780
20 Mauricio Gugelmin (March/Judd) 1’42.880
21 Bernd Schneider (Zakspeed/Yamaha) 1’42.892
22 Emanuele Pirro (Benetton/Ford) 1’43.063
23 Olivier Grouillard (Ligier/Ford) 1’43.379
24 Eddie Cheever (Arrows/Ford) 1’43.511
25 Derek Warwick (Arrows/Ford) 1’43.599
26 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’43.757

Não Largaram:

René Arnoux (Ligier/Ford) 1’44.030
Michele Alboreto (Lola/Lamborghini) 1’44.063
Pierre-Henri Raphanel (Rial/Ford) 1’47.160
Bertrand Gachot (Rial/Ford) 1’47.295
Piercarlo Ghinzani (Osella/Ford) 1’44.313
Roberto Moreno (Coloni/Ford) 1’44.498
Stefan Johansson (Onyx/Ford) 1’44.582
Aguri Suzuki (Zakspeed/Yamaha) 1’44.780
Oscar Larrauri (Euro Brun/Judd) 1’45.446
J J Lehto (Onyx/Ford) 1’45.787
Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’46.705
Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’48.306
Enrico Bertaggia (Coloni/Ford)

Em Decisão absurda Senna é Desclassificado, Prost é o Campeão de 1989 e Nannini conquista sua 1ªvitória na Formula 1

Suzuka, Japão. Mais uma vez a decisão do campeonato iria para lá e mais uma vez entre Senna e Prost dessa vez com a vantagem para Alain Prost que tinha 76 pontos, Mas já estava limitado pelos descartes e Ayrton Senna com 60 pontos que só poderia ser o campeão se conseguisse vencer as 2 últimas etapas do ano.

O Script do filme estava armado. Com os melhores carros a Mclaren dominou os treinos com Senna largando na pole position e Prost em 2º depois vindo as Ferrari de Berger e Mansell que tomaram 2 segundos das Mclaren na Classificação.

Bgcgg5lx

As Atenções estavam voltadas aos dois pilotos da Mclaren que acabaram por se desentender durante a temporada de 1989. Tanto que Alain Prost iria deixar a Mclaren e correr na Ferrari para 1990. Ambos estavam concentrados para largarem bem, mas na largada Prost pulou mais rápido que Senna e assumiu a ponta da corrida enquanto Senna se manteve na frente de Berger e assumia o 2ºlugar. Quem largou bem foi Alessandro Nannini que pulou de 6º para a 4º já quem perdeu posições foi Mansell que caiu de 4º para 6ºlugar. A Corrida acabou para as duas Minardi na primeira volta Paolo Barilla nem largou e Luis Perez-Sala se acidentou e abandonou a corrida.

Prost logo de inicio impõe ritmo fortíssimo tentando fazer Senna cair em sua armadilha, Senna já ciente disso não adotou essa estratégia de perseguir Prost no começo da corrida.

A Classificação após a primeira volta era: Prost (1:49.369), Senna (a 1.401), Berger (a 2.793), Nannini (a 3.834), Patrese (a 4.917) e Mansell (a 5.393). Na Segunda volta Bernd Schneider com a Zakspeed-Yamaha acabou fora da corrida com problemas de Câmbio (Seria a última vez que a Zakspeed participaria de um Grande Prêmio).

Prost estava impondo um ritmo de corrida fortíssimo fora da principal característica do Francês que era o rei da estratégia. O piloto que mais poupa o carro, Já Senna Andava no ritmo normal. Mansell passou Patrese antes de acabar a 2ªvolta da corrida e assumia o 5ºlugar e agora Mansell partiria pra cima de Nannini na briga pelo 4ºlugar.

Genhcyhu

Prost continuava seu ritmo fortíssimo, Mas Senna não se preocupava em ter o mesmo ritmo de Prost no começo da corrida, procurando poupar o seu carro e atacar na hora certa. Classificação após 5 voltas: Prost (8:55.296), Senna (a 3.815), Berger (a 6.219), Nannini (a 9.635), Mansell (a 12.831) e Patrese (16.242).

Senna já abria 2 segundos na frente de Berger sem ter problemas de se poupar no começo ao contraio de Prost que continuava seu ritmo forte. Lá atrás Nakajima tentava recuperar terreno após ter tido uma largada ruim. Prost fazia a melhor volta da corrida na volta 7 com 1:45.827 – Média de 199.310 km/h (123.845 Mph) Prost tinha 4.5 segundo na frente de Senna, Mas já começava a sentir o maior desgaste de pneus e logo Senna começaria a andar melhor do que Prost.

Na Volta 9 a Classificação era : Prost, Senna, Berger, Nannini, Mansell, Patrese, Boutsen, Alliot, Modena e Piquet.

Na Volta 9 Senna é finalmente mais rápido que Alain Prost. Era a partir daí que Senna começava a sua luta pela vitória. Alesi e Pirro acabaram por se enroscar no grampo e Nakajima ganhou as posições dos dois.

Na Volta 11 Prost e Senna fizeram 1:45.7 mas foi Prost que fez a volta mais rápida com 1:45.722 – Média: 199.508 km/h (123.968 Mph) a Vantagem de Prost era de 5 segundos sobre Senna, Berger estava longe já de Senna. Na volta 12 Senna fazia a melhor volta da corrida 1:45.359 passando dos 200 km de média horária (200.195 km/h).

Senna tentava se aproximar de Prost mas só conseguia tirar 1 décimo por volta. Mas Prost na volta 14 respondia fazendo a melhor volta da corrida 1:45.200 – Média de 200.498 Km/h (124.583 Mph) com isso a diferença deles era de 5 segundos, Berger estava a 12 segundos de Senna e consequentemente a 17 de Prost depois vinha Nannini e Mansell brigando pelo 4ºlugar. Na Volta 15 Senna deu o troco pra cima de Prost. 1:44.960 (200.956 km/h).

Logo Começaria a rodada de paradas para os boxes, Alliot passou reto depois da Degner. Senna na volta 17 tirava 6 décimos de Prost fazendo a diferença cair para 3.8 segundos. Na Volta 18 Mansell fazia sua troca de pneus.

Depois de 17 voltas completadas a classificação era: Prost (30:03.892), Senna (a 3.878), Berger (a 20.332), Nannini (a 24.766), Mansell (a 27.428) e Patrese (a 37.099)

As Mclaren começariam a ter tráfego de retardatários e Prost na volta 18 foi 7 décimos mais rápido do que Senna fazendo a vantagem voltar a casa dos 4 segundos. Prost começava a pegar os retardatários e eram logo três: Alesi, Chevver e Grouillard, E Prost acabou se complicou na ultrapassagem e com isso Senna diminuiu a diferença de 4.6 para 3.1 ao termino da volta 19. Senna também não deu sorte para passar os retardatários. Com isso na volta 20 Senna estava 4.3 segundos atrás de Prost. Na 20ªVolta Alessandro Nannini faz sua parada nos boxes.

Na volta 21 Alain Prost iria para os boxes para fazer a sua primeira troca, Um pit muito rápido que durou 7 segundos e 86 Centésimos. Senna assumia a liderança que era até esperado sendo que Senna não gastou tanto os pneus do que Prost que continuava a passar os retardatários como as duas Dallaras de Caffi e De Cesaris.

Boutsen e Alliot na volta 23 pararam para tocar os seus pneus, ao Final da volta 23 Senna foi para os boxes trocar seus pneus a Mclaren não trabalhou tão bem assim, o tempo foi 9.89 segundos perderam 2 segundos e 3 centésimos. A Classificação da corrida era após 24 voltas: Prost (42:47.274), Senna (4.673) , Berger (24.705), Nannini (28.542) , Mansell (29.617) e Patrese (32.490) . Piquet era o 7ºlugar e ainda não fez a sua primeira parada nos boxes.

Lzi8jvdq

Jonathan Palmer com a Tyrrell e Nicola Larini com a Osella abandonaram a corrida com 20 e 21 voltas respectivamente. (Palmer por problemas na Bomba de combustível e Larini com problemas nos freios)

Senna começava a se aproximar de Prost, sentindo que a hora de atacar Prost era agora. Patrese Trocou os pneus e com isso Nelson Piquet estava em 6ºlugar. Já estávamos na metade da corrida. A volta 25 de Ayrton Senna era a melhor volta da corrida com 1:43.904(202.998 km/h) chegando a 126 mph.

Prost e Senna negociam ultrapassagens sobre os retardatários. Senna fazia a volta mais rápida de novo com 1:43.496 (203.799 km/h) e Diminuía a distância para 3 segundos atrás de Alain Prost e acabou se livrando mais rápido de Warwick e Gugelmin que estavam tomando uma volta de Prost e Senna. Era a primeira vez que Senna começava a se aproximar de vez de Prost para a batalha.

Já Brundle não facilitou para nenhum dos dois (nem Prost, nem Senna tiveram facilidades para passar o Inglês) Na volta 29 Senna virava 2 décimos mais rápido que Prost e continuava a cair a diferença de Prost para Senna. Capelli com a sua March acabou sendo o 6ºpiloto a deixar a corrida com problemas de Suspensão. Na 30 voltas Modena foi o retardatário para ser passado, Ddessa vez nenhum dos dois teve problema e Senna virava 7 décimos mais rápido que Prost e a diferença caia para 2 segundos. Alesi era o retardatário na volta 31, Dessa vez Alesi atrapalha Senna, Mas assim mesmo Senna foi mais rápido que Prost e a diferença dele estava em 1.7 segundos.

Qxolcnaf

Motor de Grouillard na volta 31 pediu Água (quebrou) e abandonou a corrida. Piquet finalmente faz sua troca de pneus, foi o último dos pilotos a parar nos boxes para uma primeira troca. Classificação após 31 voltas: Prost (55:00.179), Senna (a 1.758), Berger (a 28.641), Nannini (a 36.006), Mansell (a 41.877) e Patrese (a 1:07.293).

Prost na volta 32 Consegue ser mais rápido nos centésimos do que Senna. Na Volta 33 Senna comete um erro e acabou e perdeu meio segundo e com isso a vantagem subiu para 2.2 segundos. Nelson Piquet na volta 34 começava a ser alvo de Prost e Senna para ser ultrapassado para levar uma volta dos dois pilotos da Mclaren.

Piquet abriu para Prost passar, Mas Senna teve dificuldade e com isso perdeu tempo e a diferença voltou a estar a casa dos 3 segundos a favor de Prost. Berger com problemas de câmbio abandonou a corrida e com isso Nannini assumiu o 3ºlugar da corrida com Mansell em 4º e Patrese e Boutsen em 5º e 6ºlugar. E Pirro e De Cesaris acabaram se chocando no hairpin e tudo foi culpa do Pirro que se chocou com De Cesaris que defendia sua posição de forma correta.

Senna tentava buscar de novo Prost e precisava ser rápido, O tempo estava acabando ou melhor as voltas estavam acabando (faltavam 16 voltas para o final), para Senna era agora ou nunca, para Prost era só se manter na frente que o Título era dele. Classificação após 36 Voltas: Prost (1:03.40.057), Senna (a 3.337), Nannini (a 46.947), Mansell (a 51.025), Patrese (a 1:17.159) e Boutsen (a 1:23.574).

Na Volta 37 Senna faz a volta mais rápida com 1:43.300 – Média de 204.185 km/h (126.875 Mph), Alliot quebra o motor Lamborghini na volta 36 e deixa a corrida após boa corrida. Jean Alesi também deixa a corrida com problemas de Câmbio. E a briga entre Prost e Senna. Nannini em Terceiro lugar estava a mais de 30 segundos atrás de Senna, mas com o Terceiro lugar administrável. 1:43.025 Senna faz a melhor volta da corrida na volta 38 e baixa a diferença para 2 segundos.

Na Volta 39 Senna baixa a diferença para 1.7 segundos. Enquanto isso Mansell fuma na Pista e com isso Mansell deveria abandonar a corrida, Mas o leão continuava na corrida achando que ainda dava para prosseguir.

No final da volta 40 Prost perde muito tempo atrás da Arrows e acaba Senna se aproximando definitivamente pra cima de Alain Prost e ambos iriam travar a batalha final em Suzuka. O Francês para matar o campeonato a favor dele enquanto Senna tenta levar o título para Adelaide. Nakajima na volta 39 deixou a corrida. (Seu motor Judd não aguentou o tranco da corrida) Mansell depois de muitas voltas fumando acabou parando com problemas com Problemas de Motor o V12 da Ferrari também não aguentou até o final, nisso Nannini se firmava em 3ºlugar que era o máximo que ele poderia conseguir com Prost e Senna na pista.

Yl8gi3mr

Senna buscava a Ultrapassagem, Mas Prost acabava Saindo mais forte na aceleração do que Senna. Nisso dava pra ver que Na reta não iria acontecer a ultrapassagem e que teria que ser numa curva e foi justamente na volta 45 em que Senna subindo a grande reta foi com ação em cima de Prost e quando Senna buscou a ultrapassagem pra cima de Prost na chicane o francês Alain Marie Pascal Prost Teve seu momento mais negro da sua carreira na Formula 1. O francês jogou o carro pra cima de Ayrton Senna, os dois batem, e ficam parados.

Z6ysjybe

Com isso o título era de Prost que estava satisfeito e deixava o carro por aí abandonando a corrida. Já Senna queria voltar e pediu para ser empurrado, com a ajuda necessária dos fiscais de pista acabou voltando ele foi conduzido para fora da Chicane e voltou a corrida com a Asa dianteira quebrada.

5pjuvhhf

Senna ele precisava ir aos boxes para trocar a Asa, mas sem ir rápido Senna acaba quebrando o bico e na Curva Degner passa reto. consegue voltar a pista e vai para os boxes. Nannini que tinha um terceiro lugar garantido e satisfeito por subir ao pódio acabou vendo a chance de vencer pela primeira vez na Formula 1. Nannini Passa depois de Senna ter de ir aos boxes tocar o bico dianteiro. Senna volta longe de Nannini e com 5 voltas para o final.

Nannini tinha uma boa distância sobre Senna e parecia que mesmo com Prost fora o Título ficaria com o Francês, Mas o problema de Prost e de Nannini era que tinha ainda Ayrton Senna na corrida.

Senna foi nas ultimas 5 voltas alucinado em cima de Nannini e mesmo com a suspensão danificada Senna tirava diferença sobre Nannini, na volta 49 a diferença era de 4.6 segundos e na volta 50 Senna se aproximava do jovem Italiano de uma forma impressionante, enquanto isso os comissários e os fiscais e homens da FIA estavam na Torre para avaliar se tinha ou não punição para Senna.

A 3 Voltas para o final da corrida Nannini na frente com Senna na sua cola, Nannini lutava pela primeira vitória na carreira e Senna lutava para vencer a corrida e levar o título para a Austrália. E a menos de 2 voltas para o final Senna passa Nannini na chicane, dessa vez sem incidente restando 2 voltas para o final Senna tinha passado Nannini de forma dramática e emocionante. E Nessas horas é que só mesmo Senna para conseguir isso.

Fplxcoit

Na pista Senna completou as duas últimas voltas na liderança e acabou cruzando na frente, numa das corridas mais emocionantes da história da Formula 1, Senna fez uma das maiores corridas em que um piloto poderia fazer na história de 39 anos de Formula 1 (67 nos dias de Hoje).

Com isso Senna levava a Disputa do título para a Austrália, Mas minutos depois os comissários de prova desclassificam Senna e deram a vitória a Alessandro Nannini. Com isso Prost conquistava o Tricampeonato. Balestre depois de um tempo ele confessava que acabou mandando punir Senna para dar o título para Prost.

Senna e a Mclaren criticaram de forma muito forte a Balestre. Com isso Balestre chegou a dar uma punição de 6 meses sem correr e de 100 mil dólares. E ainda ameaçou Tirar a Mclaren da Formula e de cassar a Superlicença de Senna caso Ron Dennis e Senna não se retratassem das palavras que eles falaram ao presidente da FISA (FIA).

O Caso é que Prost em seu momento mais sujo de sua carreira fantástica chegava ao seu tricampeonato e levava o número 1 para a Ferrari. Mas essa manobra teria uma consequência no ano seguinte. Senna não esqueceria jamais essa derrota política e iria querer a vingança. Nannini comemorava a sua primeira vitória da Carreira (Que acabaria sendo a única da carreira) Junto de Patrese e de Boutsen. Piquet que fez grande corrida com a Carroça da lotus-Judd em 4º, Brundle em 5º e Warwick em 6º Completaram a zona de pontuação.

Resultado final do GP do Japão de 1989

Fotos:

Vídeo da corrida: Motor Sports

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva