Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Valencia

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Marquez conquista o título na Decisão de Valencia, Pedrosa Vence e Lorenzo tira chance de Dovizioso brigar pelo Campeonato

Published by:

Rnepb4zy oDecisão do Mundial de motovelocidade entre o tricampeão Marc Marquez e o Italiano Andrea Dovizioso que sonhava com o primeiro título com sua Ducati que estava depois de 10 anos com a possibilidade de conquistar um campeonato. (O único título foi com Casey Stoner em 2007)

Em um belo dia de sol e com a casa cheia, podemos dizer que a situação era muito favorável para Marc Marquez que largaria na pole position. Dovizioso iria largar da 9ªposição.

A Largada foi muito favorável para a Honda. Marquez manteve a liderança e Pedrosa que largou do 5ºlugar subiu para o segundo lugar, Zarco que chegou a cair para o 5ºlugar recuperou as posições em cima de Lorenzo e Zarco e voltou ao terceiro lugar. Dovizioso largou bem e pulou do 9º para o 6ºlugar.

Iwjahyqz o

Zarco com os pneus mais macios foi para cima dos pilotos da Honda. Primeiro ele passou Pedrosa e na 4ªvolta o piloto da Tech 3 passou Marquez e assumiu a liderança. Lorenzo e Dovizioso ultrapassagem Iannone e assumiram 4º e 5ºlugares. A partir dai começaria uma novela que iria durar pela maior parte da corrida. Sabedor de que Dovizioso era quem brigava pelo título, A Ducati daria uma ordem para Lorenzo ceder uma ultrapassagem, Para o seu companheiro pelo menos tentasse disputar o campeonato.

Fs4lmbga o

Os 5 primeiros colocados (Zarco, Marquez, Pedrosa, Lorenzo e Dovizioso) se afastaram do resto da Turma. Iannone já estava mais atrás, Disputando o 6ºlugar com o Italiano Valentino Rossi e o Australiano Jack Miller.

Na 10ªVolta, Chegando a um terço de prova Lorenzo não cedia posição para Dovizioso. Na 13ªVolta o piloto Espanhol Recebe uma Mensagem: Mapping 8. Era a ordem para ele ceder o 4ºlugar para Dovizioso. Jorge Lorenzo sabendo dessa ordem simplesmente não quis saber e continuou a não obedecer a essa ordem.

4wlph9g9 o

Na metade da prova Johann Zarco continuava na liderança, Marquez em segundo, iria começar a atacar o piloto da Tech 3 que administrava bem seus pneus mais macios. Já Lorenzo continuava na frente de Dovizioso e a ordem do Mapping 8 continuava sendo dada. Volta após volta.

Sd2wf26e o

A 10 Voltas do final, Marquez começou o ataque em cima de Zarco. Marquez chegou a passar Zarco que acabou dando o troco na curva seguinte. Enquanto que a Ducati começou a mandar placa de forma explicita para Lorenzo deixar Dovizioso passar por ele. O gladiador do Asfalto não estava nem ai com as ordens e continuou na frente, Era um absurdo Jorge Lorenzo não obedecer as ordens da Ducati, não deixar o Dovizioso tentar pelo menos reveter o quadro do campeonato que esta contra ele.

L3uijigp o

Na última curva da 22ªVolta, Marquez que estava com a mão na taça ultrapassou Zarco e assumiu a liderança, Que durou apenas 1 curva. A Formiga Atômica acabou perdendo o controle da Moto e por muito pouco ele não foi para o Chão. Marquez foi para a brita e caiu para o 5ºlugar. Era a chance de Dovizioso de tentar no mínimo disputar a vitória, Mas Lorenzo não obedecia as ordens. Ao contraio disso ele foi para o Ataque, (em cima de Zarco e Pedrosa) querendo vencer a prova.

Sua ambição acabou fazendo ele ir ao chão a 6 voltas do final. (Minha opinião: Mereceu cair, Essa queda resume o patético ano que ele teve com a Ducati) Dovizioso poderia atacar Zarco e Pedrosa, Mas curvas depois ele acaba passando reto e caindo na brita, Definindo o campeonato a favor do Espanhol Marc Marquez. O Italiano ainda levou a moto para os boxes e foi aplaudido pela equipe na sua chegada.

Dovizioso sai muito mais fortalecido da temporada, Que foi sem dúvida a melhor de todas que ele já fez no Mundial de Motovelocidade. Marquez era o 3º e só esperava Levar a Moto até o final para comemorar o tetracampeonato.

1mgs2lvp o

Nas voltas finais, Zarco vinha segurando a liderança dos ataques de Pedrosa. O piloto da Tech 3 resistiu até a entrada da última volta. Quando Pedrosa foi por dentro e deu a cartada final, Em cima do rookie do ano e do melhor piloto de Moto privada de 2017. Pedrosa depois disso apenas administrou a vantagem de moto que tinha sobre Zarco e conquistou sua segunda vitória em 2017. Um abatido Zarco acabou ficando com o 2ºlugar mais frustrante da sua carreira.

Aajohri0 o

Já Marc Marquez recebeu a bandeirada em terceiro e comemorou o seu 6ºcampeonato no Mundial de motovelocidade. A festa de Marc Marquez com a torcida foi fantastica. Com um viciado piloto jogando o dado gigante e caindo no 6. O Número de títulos que ele tem na sua carreira (Sendo 1 nas 125cc, 1 na Moto 2 e 4 na MotoGP)

Lqqg7n9j o

Alex Rins teve seu melhor desempenho na Moto GP e levou a Suzuki ao 4ºlugar. Na frente de Valentino Rossi que ainda fez uma corrida, boa levando em conta o pífio desempenho da Yamaha 2017 em Valencia. Andrea Iannone não teve um desempenho a altura de brigar por posições mais acima  e terminou em 6ºlugar com a outra Suzuki. (Que teve um impressionante final de campeonato)

Mvxxtyjq o

Jack Miller se despediu da Marc VDS com uma bela prova, Ficando na frente de Cal Crutchlow na disputa pelo 7ºlugar com o piloto Inglês. Michelle Pirro, Em uma prova sem chamar atenção em momento nenhum e Tito Rabat em um bom final de semana fecharam os 10 primeiros.

A se destacar a lamentável prova de Marevick Viñales que fez um final de semana muito ruim mesmo, Acabando em 12ºlugar. Começou muito bem com 2 vitórias nas primeiras duas corridas e acabou tendo esse final frustrante. O que acaba por macular um pouco a sua imagem na MotoGP.

I9inc3w6 o

A Pramac em fim de feira teve Petrucci em 13º, Um time que caiu demais na parte final do campeonato. E o Fiasco de Michael Van Der Mark que não passou do 17ºlugar com a Tech 3.

Parabéns a Marc Marquez pelo tetracampeonato do Mundial de Motovelocidade – Na Categoria MotoGP. Um dos maiores pilotos da história e sem dúvida o piloto dessa Década no Mundo das duas Rodas!

Resultado final da Última etapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Comunidade Valenciana – MotoGP

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 46’08.125
2 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 0.337
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 10.861
4 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 13.567
5 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 13.817
6 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 14.516
7 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 17.087
8 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 17.230
9 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 25.942
10 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 27.020
11 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 30.835
12 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 35.012
13 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 38.076
14 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 41.988
15 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 47.703
16 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 47.709
17 60 Michael van der Mark Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 52.134
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 5 Voltas
4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 5 Voltas
99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 6 Voltas
22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 8 Voltas
19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 16 Voltas
45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 26 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 27 Voltas
36 Mika Kallio Red Bull KTM Factory Racing KTM 28 Voltas

Só uma palavrinha sobre ao caso da Ducati

Jorge Lorenzo termina o ano de maneira menor do que começou em 2017. Além de tomar uma surra de Andrea Dovizioso, Ele acaba não obedecendo uma ordem de equipe logica (Seu companheiro de equipe estava tentando pelo menos disputar a vitória. O Espanhol mostrou que não é um homem de equipe, Egocêntrico, não pensa no quanto era importante um título para a Ducati diante da tão poderosa equipe Honda. (Que tem uma estrutura muito menor do que das montadoras japonesas de Moto)

O pior para Lorenzo é ver toda a equipe aplaudindo a Andrea Dovizioso. Que sai de 2017 muito mais forte do que entrou. Se eu fosse a Ducati eu investiria mais em Dovizioso para a temporada de 2018 do que em Lorenzo. Até sugeriam que a Fábrica italiana mandasse o tricampeão do mundo ir embora. Eu para 2018 baixaria em um terço o salário do Lorenzo e Dobraria o salário do Dovizioso.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Jorge Martin conquista sua primeira vitória na Motovelocidade em Valencia

Published by:

D9y838kf o

Depois de toda uma temporada, O Espanhol Jorge Martin finalmente conseguiu conquista a sua primeira vitória no Mundial de motovelocidade. Nesse domingo no Circuito de Valência na Espanha, Martin largou da pole position e teve uma atuação impecável.

Na largada ele se manteve na liderança com Gabriel Rodrigo e Joan Mir logo atrás do piloto da Gresini. Em pouco tempo os três primeiros se distanciaram de Bastianini, Ayumi Sasaki em belo começo de corrida e Fabio di Giannantonio que disputavam a 4ªposição.

No final da terceira volta Gabriel Rodrigo acabou caindo na última curva antes da reta dos boxes e acabou atrapalhando a Joan Mir que foi para fora da pista, Mir voltou em 19ºlugar e Martin estava com mais de 1 segundo e meio de vantagem para Di Giannantonio que estava naquele momento na segunda posição. Mas logo ele seria superado por Enea Bastianini, Juanfran Guevara e pelo piloto da Região Marcus Ramirez da Platinum Bay que vinha muito bem no final de semana.

4wunz9mi o

A partir da 5ªVolta começava o Show do Campeão da temporada 2017 da moto 3 que vinha lá de trás. Volta após volta o piloto da Leopard foi subindo na classificação. Na 9ªVolta, Mir já vinha em 11ºlugar após passar 8 pilotos. Lá na frente, Jorge Martin abria mais de 4 segundos de diferença para Bastianini, Ramirez, Guevara e o jovem Wild Card Dennis Foggia (Novo protegido de Valentino Rossi) Duelavam pelo 2ºlugar.

Ramirez passou para a segunda posição na 12ªVolta com Foggia seguindo de perto, O Ousado piloto da Sky Racing Junior queria mais e passou Ramirez na volta seguinte, Passando para o segundo lugar.

Foggia teve de lutar pelo segundo lugar com Bastianini que chegou a passar o italiano que voltou a posição na 15ªvolta. Enquanto isso Mir chegava na briga do pelotão da disputa do segundo lugar. Ele passou do 9ºlugar na volta 15 para o 5ºlugar na volta 18. Na volta 19, Mir passou Fenati e Ramirez subindo para o terceiro lugar.

Mir assumiu o segundo lugar ao passar Bastianini, Uma formidável recuperação do piloto da Leopard Racing.

Bagttva8 o

Mas a diferença de Mir para Martin era gigante, O piloto da Gresini só administrou a sua diferença para levar a sua primeira vitória na Moto 3. Uma vitória merecida, Diga-se de passagem após uma corrida liderada de ponta a ponta após 8 provas no pódio e 9 poles positions na temporada.

Agora, Quem deu um show foi Joan Mir, Que se não tivesse sido atrapalhado por Gabriel Rodrigo Certamente disputaria a vitória e poderia levar sua 11ªvitória em 2017 e se igualar como o maior número de vitórias que é de Valentino Rossi em 1997. O 2ºlugar com uma brilhante exibição coroa a temporada de 341 pontos (O piloto que mais marcou pontos em 2017 no Mundial de motovelocidade)

Qwnaxxmm o

O pódio foi completado pelo Espanhol e Valenciano Marcos Ramirez que acaba sendo o melhor piloto da KTM em 2017 com 123 pontos. Superando o Italiano Romano Fenati que fez sua última corrida na Moto 3 com o 4ºlugar. (Corre pela moto 2 pela Rivacold em 2018) Em 5ºlugar ficou o Italiano Enea Bastianini que vai correr na Leopard em 2018, substituindo a Joan Mir. Dennis Foggia por sair da pista na curva 2 (Levar vantagem) em uma das disputas acabou recuando uma posição caindo para o 7ºlugar (Terminou a frente de Guevara na pista) Ao ser punido em uma posição. Deixando o piloto da RBA Racing que sobrou na pista com o sexto lugar.

John McPhee (que vai correr pela CIP na temporada de 2018), Aron Canet (Que confirmou o 3ºlugar no mundial da Moto 3) e Kazuki Masaki que correu como wild card acabaram completando os 10 primeiros colocados.

Okftbxct o

A Lamentar a despedida da Mahindra e da Pegueot do Mundial de motovelocidade que se quer foram competitivas na temporada desse ano. Em 2018 a Categoria só terá duas fabricantes: Honda e KTM.

Tcfuzcyz o

Resultado da última etapa do Mundial de motovelocidade
GP da Comunidade Valenciana

pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 40’02.193
2 36 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 3.760
3 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 3.877
4 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 3.953
5 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 3.999
6 58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 4.940
7 10 Dennis Foggia Sky Junior Team VR46 Academy KTM RC250GP 4.735
8 17 John McPhee British Talent Team Honda NSF250RW 5.071
9 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 5.218
10 39 Kazuki Masaki Asia Talent Team Honda NSF250RW 6.462
11 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 6.544
12 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 6.633
13 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 8.687
14 23 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 16.100
15 65 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP 16.156
16 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 16.263
17 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 16.398
18 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 33.128
19 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 33.807
20 48 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 34.360
21 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 34.629
22 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 34.403
23 75 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 34.958
24 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 35.730
25 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 39.331
26 6 Maria Herrera MH6 Team KTM RC250GP 46.209
27 11 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW 51.534
28 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O a 1’17.109
29 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O a 1 Volta
21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW a 17 Voltas
19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 MotoGP Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

No Fim da Temporada da Moto 3 Binder vive um quase Review de Jerez, se recupera e vence em Valência

Published by:

Brad Binder na prova de encerramento do Mundial de Motovelocidade da categoria inicial do evento que é a Moto 3 mostrou o que foi uma síntese da temporada inteira que foi um domínio dele no ano todo com direito a uma recuperação incrível.

No grid de largada a pole position ficou com o Espanhol Aron Canet da Estrella Galícia com Brad Binder em 2º e Hiroki Ono em Terceiro lugar. Logo depois vinham Guevara, Oettl, Bastianini, Mir, Dalla Porta, Di Giannantonio e Hanika que deram a volta de apresentação. Mas quando foram para a largada o  pole position Aron Canet com problemas em sua moto acabou sendo retirado do grid tendo de largar dos boxes o que matou a possibilidades em relação a disputa de vitória na sua casa.

Na largada Hiroki Ono assumiu a liderança e ficou ponteando a corrida por pouco tempo pois Enea Bastianini que estava em 2ºlugar acabou passando o piloto da Honda Asia Team e assumindo o 1ºlugar com Binder em 2º que também passou o Japonês que foi rebaixado para o 3ºposto. Ao Final da primeira Volta o Argentino Gabriel Rodrigo perdeu o controle da sua moto e acabou levando para o chão o italiano Francesco Bagnaia que vinha disputando o vice-campeonato com o outro italiano da Gresini Enea Bastianini. Na Segunda Volta Binder acabou cometendo um erro e acabou caindo do 2ºlugar para o 22ºlugar o que significaria muito trabalho pela frente para o campeão de 2016 da Moto 3 (Mas Lembrem-se da corrida de Jerez)

moto23_valencia2016-12

Joan Mir assumiu a liderança da prova isso depois de 4 voltas com a dupla da Gresini em 2º (Bastianini) e 3º (di Giannantonio) colocados e Andrea Migno com a moto da equipe VR46 vinha em 4ºlugar vinha chegando nessa disputa. Jakub Kornfeil que largou lá atrás em grande recuperação já estava em 9ºlugar.

No começo da 6ªVolta Lorenzo Dalla Porta acabou sofrendo um acidente impressionante mas nada aconteceu com o piloto Italiano que fez um bom final de campeonato substituindo ao Romano Fenati que deixou a equipe VR46 no meio do campeonato. Fábio di Giannantonio foi para cima de Bastianini e não respeitando a hierarquia acabou assumindo o segundo lugar, Binder já vinha em 16ºlugar e Canet ainda estava nas últimas posições.

moto23_valencia2016-8

Brad Binder estava igual a Jerez passando todos que ele vinha pela frente e se recuperando de maneira rápida. Na 9ªVolta Andrea Migno Passou Bastianini e Di Giannantonio e uma só vez passando para o 2ºlugar e que passou para a liderança porque Mir assumiu a liderança na curva 14 quando estava com a Bandeira amarela (Isso iria acontecer com mais alguns pilotos durante a corrida) Com isso o piloto da Leopard tinha que ceder uma posição deixando Migno em 1º com Mir, Bastianini, Di Giannantonio e Kornfeil em impressionante recuperação já se colocando na 5ªposição.

Mir voltou a liderança na11ªVolta enquanto que Brad Binder entrava na zona dos 10 primeiros colocados ao passar o Espanhol Jorge Martin e partia para cima de Raul Fernandez que substituiu a Maria Herrera que sofreu um acidente em Sepang o que provavelmente tirou ela da etapa final do campeonato. Na 16ªVolta Migno e Bastianini partiram para o ataque em Joan Mir que foi ultrapassado por ambos que assumiram as 2 primeiras posições, Na mesma volta Binder passou do 8ºluigar para o 6ºlugar ultrapassando a Jorge Navarro e a Juanfran Guevara e partia já para disputar posição com o checo Kornfeil.

moto23_valencia2016-13

Fabio Giannantonio voltou a tomar o 2ºlugar de Enea Bastianini enquanto que Brad Binder ultrapassou Kornfeil subindo para o 5ºlugar, Logo depois o Sul-africano passou os dois pilotos da Gresini sendo Bastianini primeiro e depois di Giannantonio passando para o 3ºlugar. Vendo que a situação poderia ficar ruim o Espanhol Joan Mir foi para cima de Migno a 7 Voltas do final e usando a potência da sua Leopard-KTM ultrapassa o italiano voltando a liderança da prova.

moto23_valencia2016-7

Andrea Migno estava na alça de mira de Binder que executa ultrapassagem na 22ªVolta para se recolocar em 2ºlugar e isso não iria satisfazer o piloto da Ajo KTM que iria para cima de Mir para coroar o ano com a vitória em Valência. A 4 Voltas do final Binder na reta ultrapassa Mir e assume a liderança e parecia que ele iria levar na tranquilidade até o final da prova, Mas a 2 voltas do final Binder erra e perde posição para Mir e Migno que brigavam pelo 2ºlugar para Bastianini caindo para o 4ºlugar.

Sem problemas para o Sul-Africano que já largou de último para ganhar em Jerez e já Tinha caindo do 22ºlugar para a liderança a 4 voltas do fina. Na penúltima volta passa Migno e se aproveita do erro de Bastianini que erra a curva 2 subindo para o segundo lugar antes da volta final aonde ele colou em Joan mir e só teve o trabalho de passar o piloto da Leopard de maneira ridiculamente fácil.

Ao Final Brad Matador Destruidor Binder venceu conquistando a marca de 7 Vitórias na temporada e conquistando 319 pontos sendo a maior pontuação entre os 3 campeões das 3 categorias do Mundial de Motovelocidade. Depois da Bandeirada Brad Binder comemorou com seu irmão Darryn Binder e com o Estreante Raul Fernandez de que foi muito bem chegando em 11ºlugar.

moto23_valencia2016-10

Joan Mir com o 2ºlugar acabou ganhando o título de Rookie do ano superando a Andrea Migno que fechou o último pódio da temporada de 2016 da Moto 3. Enea Bastianini com o 4ºlugar conquistou o vice-campeonato da Moto 3 e vai em 2017 correr na Estrella Galícia sendo o principal favorito ao campeonato do ano que vem. Fechando os 10 primeiros colocados chegaram di Giannantonio, Guevara, Kornfeil que fez uma grande corrida de recuperação, Oettl, Navarro e Jorge Martin.

Semana que vem teremos um resumo das temporadas da Moto 3, Moto 2 e Moto GP aqui no PortalSportszone.

Resultado final da 18ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP da Comunidade Valenciana

1 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) 40’13.777 – 26 Voltas
2 36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 0.056
3 16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 0.081
4 33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda) a 0.147
5 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 0.713
6 58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 0.899
7 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 2.683
8 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 3.145
9 9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 5.263
10 88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 7.921
11 31 Raul Fernandez (MH6 Team KTM) a 8.081
12 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 8.250
13 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 8.603
14 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 9.283
15 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 9.358
16 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 9.527
17 8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 9.652
18 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 9.950
19 44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 16.838
20 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 18.712
21 76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 18.737
22 98 Karel Hanika (Freundenberg Racing Team KTM) a 18.976
23 63 Vicente Perez (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 19.039
24 12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 24.297
25 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 24.526
26 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 25.331
27 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 25.370
28 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 48.829
29 26 Daniel Saez (GA Competicion KTM) a 48.861
30 99 Enzo Boulom (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 49.282
31 43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 1’12.409

Não Terminaram a corrida:

42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 17 Voltas
48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 21 Voltas
19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 26 Volta
21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 26 Volta

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 2 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Rabat conquista vitória em sua despedida da moto 2 em Valencia

Published by:

Em uma corrida morna o Espanhol Tito Rabat que voltou depois de 3 corridas de Ausência conquistou a vitória em Ricardo Torno na última corrida da Moto 2 e também a última dele na categoria já que ele vai disputar em 2016 a temporada na moto GP pela Marc VDS. A prova foi reduzida para 18 voltas isso por que nas primeiras curvas tivemos um acidente que envolveu 6 pilotos entre eles Hafizh Syarhin e Franco Morbidelli que acabaram não largando na segunda largada, A Corrida teve bandeira Vermelha e a prova foi invalida.

MotoGP_Valencia_Decisão (2)

Na corrida que valeu que foi de 18 Voltas Rabat assumiu a liderança seguido por Thomas Luthi e Alex Rins. Rins conseguiu passar Luthi e assumir a segunda posição e partiu para cima de Rabat. Mas o piloto da Marc VDS segurou a ponta até o final e se despediu da categoria com uma importante vitória, Mas o Vice-campeonato ficou mesmo para Alex Rins que também foi o Estreante da temporada 2015 que terminou em segundo lugar.

MotoGP_Valencia_Decisão (6)

O pódio foi completado pelo Suíço Thomas Luthi que segurou a Lorenzo Baldassarri na parte final de prova para manter o 3ºposto. Sam Lowes que se despediu da Speed Up e Luis Salom da Pons Racing completaram os 6 primeiros colocados. O Campeão Johann Zarco fez uma prova tranquila e sem compromissos mais no campeonato ficou em um modesto 7ºlugar. Com Alex Pons, Simone Corsi e Mika Kallio Fechando os 10 primeiros colocados.

MotoGP_Valencia_Decisão (17)

Resultado Final da moto 2
Mundial de motovelocidade – GP da Comunidade Valenciana

1 1 Tito Rabat (EG 0,0 Marc VDS Kalex) 28’48.831
2 40 Alex Rins (Paginas Amarillas HP 40 Kalex) a 0.309
3 12 Thomas Luthi (Derendinger Racing Interwetten Kalex) a 3.347
4 7 Lorenzo Baldassarri (Forward Racing Kalex) a 3.644
5 22 Sam Lowes (Speed Up Racing Speed Up) a 5.140
6 39 Luis Salom (Paginas Amarillas HP 40 Kalex) a 9.499
7 5 Johann Zarco (Ajo Motorsport Kalex) a 9.834
8 49 Axel Pons (AGR Team Kalex) a 11.197
9 3 Simone Corsi (Forward Racing Kalex) a 11.611
10 36 Mika Kallio (QMMF Racing Team Speed Up) a 17.311
11 30 Takaaki Nakagami (IDEMITSU Honda Team Asia Kalex) a 20.784
12 73 Alex Marquez (EG 0,0 Marc VDS Kalex) a 21.296
13 11 Sandro Cortese (Dynavolt Intact GP Kalex) a 21.455
14 94 Jonas Folger (AGR Team Kalex) a 21.560
15 23 Marcel Schorotter (Tech 3 Tech 3) a 24.669
16 19 Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2 Kalex) a 28.190
17 97 Xavi Vierge (Tech 3 Tech 3) a 28.537
18 60 Julian Simon (QMMF Racing Team) Speed Up a 28.762
19 88 Ricard Cardus (JPMoto Malaysia) Suter a 29.017
20 66 Florian Alt (E-Motion IodaRacing Team Suter) a 29.297
21 4 Randy Krummenacher (JIR Racing Team Kalex) a 30.788
22 70 Robin Mulhauser (Technomag Racing Interwetten Kalex) a 32.028
23 10 Thitipong Karokorn (APH PTT The Pizza SAG Kalex) a 37.044
24 2 Jesko Raffin (sports-millions-EMWE-SAG Kalex) a 37.107
25 32 Federico Fuligni (Ciatti Suter) a 47.239
26 16 Joshua Hook (Technomag Racing Interwetten Kalex) a 47.901

Não Terminaram a corrida:

90 Lucas Mahias (Promoto Sport Transfiormers) a 5 Voltas
57 Edgar Pons (Italtrans Racing Team Kalex) a 15 Voltas
21 Franco Morbidelli (Italtrans Racing Team Kalex) a 18 Voltas
55 Hafizh Syarhin (Petronas Raceline Malaysia Kalex) a 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Lorenzo conquista o tricampeonato na MotoGP após segurar os pilotos da Honda, Rossi ultrapassa 22 pilotos e fica em 4º

Published by:

T2gafbdu o

Desde de que foi sancionada a punição a Valentino Rossi, pela lamentável manobra que ele fez em cima de Marc Marquez. Já se sabia que a vida do piloto Espanhol, Jorge Lorenzo ficaria mais fácil para ser o campeão da temporada de 2015.

O Que aconteceu em Valencia foi a prova de que Lorenzo se focou na corrida enquanto Rossi teve de pagar pelo que fez no passado largando da última posição. Na largada Lorenzo manteve-se na frente enquanto que Rossi que partiu dos 25ºlugar (Crutchlow com problemas acabou largando do último lugar) acabou passando 10 pilotos sendo 8 deles na largada e mais um na primeira curva e 1 antes de Terminar na primeira volta, Depois o piloto Italiano em busca do seu 10ºtítulo mundial começou a passar os seus adversários um a um todos eles. Alguns deles endureceram o jogo como Pol Espargaró, Nicky Hayden (Que se despedia da categoria) Bradley Smith e Aleix Espargaró. Outros acabaram não se impondo a Rossi e deixaram passagem livre para o piloto Italiano.

8ej7pbxs o

Andrea Iannone que poderia fazer frente a Rossi acabou caindo na terceira volta. Após 13 voltas de prova Rossi já estava em 4ºlugar. Mas dai veio o grande problema de Rossi que era Pedrosa que era o 3ºcolocado estava a 11 segundos na frente do piloto Italiano que tentou de tudo para fazer a vantagem cair e se juntar a turma dos líderes, Mas Rossi não conseguiu. Seus pneus estavam desgastados demais para fazer esse feito. Só restava Lorenzo ficar em 3ºlugar para Rossi realizar seu sonho de conquistar o 10ºTítulo Mundial.

Vqoqseu9 o

Só que Lorenzo em disputa com as duas motos da Honda HRC acabou levando a melhor. Mesmo com Marc Marquez por perto Lorenzo controlou durante toda a corrida ao seu rival mesmo que na reta final o piloto Dani Pedrosa tenha chegado também a essa turma. A 2 Voltas do final, Dani Pedrosa atacou Marquez e conseguiu a ultrapassagem, Mas na curva seguinte Marquez retomou a posição.

Nisso Lorenzo abriu o mínimo necessário para administrar essa vantagem e com a vitória com Marquez em 2º e Pedrosa em 3º com Rossi a quase 20 segundos atrás em 4º acabou levando o tricampeonato Mundial na MotoGP sendo o 5º no Mundial de Motovelocidade se contamos os títulos das 250cc em 2006 e 2007.

Wuo190gu o

Lorenzo depois da conquista na festa do pódio estava emocionado com um título que até a penúltima etapa estava nas mãos de Valentino Rossi, Que mesmo sem o campeonato foi aplaudido poro todos que estavam no Autódromo de Ricardo Torno, Mostrando todo o respeito por esse gênio que é Valentino Rossi e as palmas também foram pela corrida de recuperação que ele fez,  Largando do 25ºlugar para chegar em 4ºlugar.

Mas isso só aconteceu por cauda da punição que ele de largar da última posição. Que isso sirva de lição para a próxima temporada. Pois ele perdeu o título na Malásia quando ele poderia ter adotado uma outra tática de corrida e ter deixado Rossi com a mesma terceira posição. Com isso fazer a decisão do campeonato com Lorenzo no mano a mano. Aonde ele poderia ter tido uma vantagem que seria capaz mesmo de ficar atrás do Lorenzo nessa prova poderia sim comemorar o título.

Jwf9ar20 o

Após esses 4 pilotos acabaram os dois pilotos da Tech 3 sendo os melhores do resto do pelotão com Pol Espargaró em 5º e Bradley Smith em 6º seguido de Andrea Dovizioso com a Melhor Ducati da prova.

Aleix Espargaró que dificultou a vida de Rossi ficou em um honroso 8ºlugar nesse primeiro ano Honroso da Suzuki na sua volta a MotoGP, Cal Crutchlow após largar do último lugar teve uma boa recuperação na prova chegando ao 9ºlugar na frente de Danilo Petrucci que fechou bem a temporada com a Pramac Ducati de 2014, Marevick Viñales completando a prova em 11º com Michele Pirro que correu pela terceira vez na temporada completando a prova em 12º

Kfqz6o8f o

Depois Yonny Hernandez, Alvaro Bautista que acabou vendo a Aprilla dar uma melhorada desde do começo da temporada aonde só andava nas últimas posições até chegar ao final beliscando lugar nas 10 primeiras posições e completando a zona de pontuação ficou o Inglês Scott Redding que vai corre pela Pramac em 2016 e deixa a moto para o Campeão da Moto 2 em 2014 Tito Rabat. Nicky Hayden campeão em 2006 se despediu em 17ºlugar com a sua Open Honda, ano que vem ele corre na SBK pela marca Japonesa.

Parabéns a Jorge Lorenzo pelo seu 5ºtítulo na sua carreira no Mundial de Motovelocidade e pelo campeonato de 2015 que foi o mais disputado dos últimos anos na Categoria Principal.

Ptb93051 o

Resultado Final – GP da Comunidade Valenciana
Mundial de motovelocidade – MotoGP

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 45’59.364
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 0.263
3 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 0.654
4 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 19.789
5 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 26.004
6 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 28.835
7 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 28.886
8 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 34.222
9 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 35.924
10 9 Danilo Petrucci (Octo Pramac Racing Ducati) a 39.579
11 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 39.746ati) a 54.081
12 51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) a 47.053
13 68 Yonny Hernandez (Octo Pramac Racing Duc
14 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 56.646
15 45 Scott Redding (EG 0,0 Marc VDS Honda) a 57.278
16 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 57.363
17 69 Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team Honda) a 58.742
18 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 59.086
19 76 Loris Baz (Forward Racing Yamaha Forward) a 1’04.339
20 24 Toni Elias (Forward Racing Yamaha Forward) a 1’04.413
21 43 Jack Miller (LCR Honda Honda) a 1’05.212
22 13 Anthony West (AB Motoracing Honda) a 1’27.281

Não Terminaram a corrida:

63 Mike di Meglio (Avintia Racing Ducati) a 6 Voltas
50 Eugene Laverty (Aspar MotoGP Team Honda) a 7 Voltas
23 Broc Parkes (E-Motion IodaRacing Team ART) a 9 Voltas
29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 28 Voltas

Snbkuqhc o

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP