Toro Rosso revela o STR14, Em busca de melhor classificação nos construtores com nova Dupla de Pilotos

A Toro Rosso na semana passada mostrou seu carro para a Temporada de 2019, Esse carro tem muitas semelhanças com o carro da Red Bull. Assim como a Haas faz parceria com a Ferrari e adquire tudo que eles podem ter da sua matriz sem ferir o regulamento.

Toro Rosso manteve pintura do ano passado, Mas nada além disso Somente a pintura é igual. Os pilotos são diferentes dos pilotos do ano passado. Saíram Pierre Gasly para a Red Bull e Brendon Hartley que saiu da equipe por falta de resultados (Vai desenvolver carros para a Formula E, Correr de endurance e ser piloto de simulador da Ferrari) No ano passado apesar de alguns bons resultados (Todos eles com o Francês Pierre Gasly como o 4ºlugar no Bahrein, 6ºlugar em Mônaco) a Toro Rosso ficou em 9ºlugar, Ficando a frente apenas da equipe Williams.

Franz Tost falou sobre as suas expectativas da temporada de 2019 no comunicado da Toro Rosso aonde ele foi entrevistado.

O objetivo é melhorar sempre para competir ao mais alto nível possível e este inverno tivemos trabalhado intensamente para trazer algumas mudanças organizacionais, que a nossa  esperança é ajudar a suavizar algumas questões que experimentamos no passado. Nós analisamos todos os procedimentos internos para otimizar nossos pontos fortes e minimizar nossas fraquezas. Em comparação com outras equipes, a Toro Rosso conta com um número menor de pessoas (Cerca de 400 funcionários) , mas com a parceria com a Red Bull que também vai usar os motores Honda vai deixar mais tempo para os nossos grupos de trabalho técnico se concentrarem nos detalhes. Em busca de um desempenho melhor.

Apesar dos inúmeros problemas do Motor Honda, Tost avalia positivamente a mudança de motor do Renault para a Honda a partir de 2018. “Foi uma ótima decisão mudar para a Honda no ano passado e, apesar de ser o primeiro ano do que esperamos venha a ser uma parceira muito longa, A cooperação com os japoneses tem sido incrível. Tost concordou que o fornecimento dos motores Honda para a Aston Martin Red Bull Racing vai dar um impulso adicional para melhorar ainda mais o motor em 2019.

Tost falou sobre a volta de Daniil Kvyat e a vinda de Alex Albon para a temporada de 2019

Eu sempre digo que um jovem piloto precisa de dois a três anos para entender esse mundo complicado da F1, mas Daniil mostrou sua velocidade natural desde o começo. Quando a contingência exigiu sua mudança para a Red Bull Racing, parecia que ele estava pronto para o desafio. Ele mostrou algumas performances muito boas, mas sob pressão é sempre um desafio, agora podemos dizer com essa retrospectiva que era muito cedo para isso. Ele teve que passar por um momento difícil quando voltou a Toro Rosso em 2016 – foi psicologicamente difícil, mas ninguém nunca duvidou de suas habilidades de condução. Eu acredito fortemente ele merece outra chance na Fórmula 1. Tanto porque amadureceu como pessoa longe das pistas que vai ajudar a mostrar sua capacidade na pista bem como apoiar seu companheiro de equipe. Alex terá muito a aprender, como qualquer novato na Fórmula 1, mas ele certamente mostrou qualidades nas categorias de base como a Fórmula 3 Europeia, GP3 e especialmente na Fórmula 2, onde ele foi capaz de vencer corridas. No segundo semestre do ano passado Campeonato F2, ele impressionou com muitas manobras de ultrapassagem e é isso que nos convenceu de que ele é o piloto certo para completar o time. Com Daniil do outro lado do garagem, ele tem um piloto experiente F1 com quem ele vai aprender muito, junto com o apoio da equipe ao seu redor. Temos em Daniil e Alex, temos dois pilotos jovens e competitivos.

A expectativa dos pilotos para 2019:

Alexander Albon (Tailândia)

“Em geral, a maneira que eu tenho percorrido minha carreira e minhas corridas, é que nunca estabeleço nenhum objetivo em qualquer coisa. Todos os anos, meu foco é apenas passo a passo de corrida após corrida – seja o que for, treinos, classificação a corrida. Se você começar a definir objetivos de longo prazo, você só coloca pressão desnecessária sobre si mesmo. Eu estou apenas focado em mim mesmo e vamos ver como tudo andar.

Daniil Kvyat (Rússia)

“Não sabemos exatamente onde estaremos. Como todo mundo, estamos trabalhando duro para montar o melhor pacote possível. A melhor coisa que posso fazer por mim mesmo é trabalhar duro quanto possível em mim e no meu desempenho. Eu acredito nos funcionários da equipe. Eles sabem o que estão fazendo. Eu e minha equipe de engenharia faremos tudo para extrair o máximo do carro que receberemos da equipe. Eu acho que estamos bem e eu sinto que todos estão motivados e focados no projeto. Eu posso ver isso e isso me dá confiança para o futuro.”

Jody Egginton (Diretor Técnico Adjunto)

“Nada mudou em termos do processo de design de colocar o carro para fora, só temos poucas variáveis ​​a menos para trabalhar. No entanto, no âmbito de uma quantidade fixa de recurso, isso pode fornecer uma oportunidade, pois permite mais foco em outras áreas do conceito do carro, que por sua vez, pode trazer desempenho melhor para nós. ”

Graham Watson (Gerente da Equipe)

“(Falando sobre as paradas), No ano passado, nós fomos mais consistentes e mais rápidos do que nós últimos quatro anos. Neste inverno, primeiramente, estudamos cuidadosamente vídeos das paradas nos boxes e 2018 e estamos trabalhando um pouco no refinamento do posicionamento. Em segundo lugar, vamos herdar parte do design do carro da Red Bull, acreditamos que uma combinação disso e do trabalho no posicionamento nos permitirá melhorar ainda mais. Eu estou confiante de que daremos outro passo na direção certa. ”

Toyoharu Tanabe (Diretor Técnico da Honda F1)

“Em termos simples, nosso objetivo é alcançar melhores resultados do que em 2018 para ambas as equipes (Red Bull e Toro Rosso). Isso significa terminar Melhor colocado no Mundial de Construtores, marcando mais pontos, correndo de forma mais confiável e, talvez até mesmo repetindo o GP do Bahrein do ano passado ou um resultado melhor. ”

Fotos:

Dados técnicos do STR14

Chassis: STR14 – Monocoque composto de fibra de carbono

Suspensão dianteira e traseira: Fabricado pela Scuderia Toro Rosso/Red Bull Technology –Feito de Fibra de carbono
Chassi: Scuderia Toro Rosso – monocoque composto de carbono.
Suspensão dianteira: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology – carbono
Incluindo o Trangulo da suspensão, Barras de Torçao e amortecedores.
Direção: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology
Caixa de velocidades: Red Bull Technology – composto de carbono
montado longitudinalmente, acionado hidraulicamente com 8 marchas mais a marcha reversa
Sistema de Freio: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology
Banco do condutor: Scuderia Toro Rosso – composto de carbono específico para cada condutor
Pneus: Pirelli
Sistema de Combustível: Scuderia Toro Rosso / Red Bull Technology
Peso total: 743 kg
Motor: Honda RA619H
Número de Cilindros: 6
Capacidade: 1.600cc
combustível e Lubrificante: Mobil 1
Freios: Brembo

Pilotos:

26. Daniil Kvyat (Rússia)
23. Alexander Albon (Tailândia)

Patrocinadores: Red Bull, MyWorld, Casio

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Toro Rosso

Bottas conquista primeira vitória da carreira em Grande largada numa prova sonolenta em Solo Russo

O Finlandês Valtteri Bottas que esta em seu primeiro ano na Mercedes e já tinha dado mostras de que seria uma forte 3ªForça do campeonato pelas primeiras provas do ano conseguiu em uma grande largada acabar com a vantagem da Ferrari de ter em mãos pole e o 2ºdo grid e numa corrida sem nenhuma disputa mais séria com exceção da parte final aonde o Finlandês acabou sendp pressionado por Sebastian Vettel. Acabou levando pela primeira vez uma vitória na Formula 1.

Antes da largada o Espanhol Fernando Alonso teve problemas em seu Mclaren que continua no calvário com a Honda que parece não ter fim e acaba nem largando. Provocando uma nova volta de apresentação deixando a corrida mais curta em uma volta passando a ter 52 voltas.

As emoções maiores ficaram na largada com Bottas tomando as posições dos dois pilotos da Ferrari numa grande manobra. Lá atrás tivemos Romain Grosjean tocando em Jolyon Palmer que acabou em seguida tocando de volta do piloto Francês que teve seu carro saltando e indo para o muro ficando bem destruído e Palmer também acabou no muro e ambos ficaram de fora da corrida provocando a entrada do safety car quase que ao mesmo tempo que o Canadense Lance Stroll roda e cai para os últimos lugares.

Alguns pilotos como Vandoorne foram para os boxes fazerem uma parada para mudarem sua tática de paradas nos boxes. Na Volta 4 a corrida recomeça com Bottas mantendo a liderança seguido de Vettel, Raikkonen, Hamilton, Verstappen, Massa, Ricciardo, Perez, Ocon e Hulkenberg que não iria se manter por muito tempo, O Australiano Daniel Ricciardo com problemas de freios acabou deixando a prova na 6ªVolta. A Situação da Red Bull que já não era tudo isso sem o Ricciardo se mostrava pior com o decorrer das voltas aonde Verstappen a cada volta ficava 1 segundo mais distante de Hamilton que fazia uma corrida completamente apagada em relação a Bottas que abria diferença aos poucos para Vettel que vinha em segundo a frente e bem a frente de Raikkonen em 3º.

Massa em 6º liderava o bloco intermediário que era composto por Perez, Ocon e Hulkenberg. Depois vinham Magnussen, Sainz, Kvyat e Stroll disputando o 10ºlugar e por fim Vandoorne, Ericsson e Wehrlein se arrastando. Um com uma Mclaren-Honda e os outros dois com a Sauber-Ferrari de 2016. Magnussen e Vandoorne foram punidos por vazar a chicane da curva 2 naquela confusão da primeira volta. Para mim um exagero, Nenhum deles se beneficiou dessa manobra, Portanto a punição era desnecessária ao meu ponto de ver.

A Corrida teve pouquíssimos momentos de alguma agitação e nenhuma briga clara por posição. A movimentação maior foi quando Wehrlein e Massa foram os primeiros a pararem na volta 22. A partir dai tivemos alguma movimentação nos boxes e algumas ultrapassagens por lá mesmo como Magnussen e a Haas teve de pagar a punição injusta que sofreu nos boxes o que fez o piloto Escandinavo perder posição na zona de pontos e voltando atrás do Kvyat que tinha feito parada na mesma volta.

Ocon primeiro e Perez depois fizeram as trocas de pneus nos boxes o que fez o Brasileiro Felipe Massa voltar a 7ªposição tendo Hulkenberg ainda que parar nos boxes e quando isso acontecesse o Brasileiro voltaria ao 6ºlugar. Valtteri Bottas parou nos boxes na volta 27 o que fez Vettel subir para o primeiro lugar.

Verstappen parou nos boxes na volta 30 e mesmo com a parada o piloto que restou da Red Bull ainda voltou em 5ºlugar bem na frente do Hulkenberg. Era um abismo a diferença das equipes na Formula 1 de hoje. Tanto é que nas primeiras 10 voltas de bandeira verde os pilotos da Sauber estavam virando em média quase 5 segundos mais lentos do que Valtteri Bottas com a Mercedes e a Ferrari de Sebastian Vettel. Muito triste que a Formula 1 tenha isso nos dias de hoje.

Vettel parou na volta 34 e perdeu alguns décimos porque um dos mecânicos não encaixou tão bem uma das rodas tendo de perder um tempinho para ajeitar o pneu. Não foi decisivo para Vettel voltar atrás de Bottas a diferença entre os dois estava em 5 segundos ao restar 17 voltas para o final. A corrida estava bem encaminhada para o piloto Finlandês da Equipe Mercedes. Mas a partir dai Vettel começou a ter um ritmo mais forte de corrida. Bottas na volta 38 acabou quase que jogando fora a sua corrida após errar o ponto de frenagem o que fez ele passar perto do muro em uma das curvas de Sochi.

Vettel continuava a diminuir a diferença para Bottas, Com pneus mais novos e com o ritmo de prova com os pneus mais gastos favorecendo ao carro italiano poderíamos ter uma briga pela vitória algo que não tivemos a prova inteira em nenhuma posição praticamente. Nico Hulkenberg parou nos boxes na volta 41. Mas Felipe Massa não pode desfrutar do 6ºlugar. Um pneu furado fez ele ter de voltar aos boxes para fazer uma parada não programada o que fez o piloto da Williams voltar apenas em 9ºlugar atrás até mesmo do Hulkenberg.

Vettel partiu para o ataque final pra cima de Bottas baixando a vantagem do finlandês para apenas 1 segundo podendo a qualquer momento abrir a asa móvel, A 3 voltas do final Vettel consegue estar apto a usar asa móvel, Mas foi Bottas que se beneficiou da Asa Móvel a estar perto de Felipe Massa para distanciar o bastante para evitar um ataque de Vettel. E de quebra o finlandês passou o piloto da Ferrari em um ponto melhor que Vettel que acabou perdendo tempo nessa ultrapassagem em cima do Brasileiro. Isso sacramentou a 1ªVitória de Valtteri Bottas na Formula 1 com 7 décimos na frente de Vettel que ficou em segundo lugar mantendo a liderança do campeonato agora com 13 pontos de Frente sobre Lewis Hamilton que fez uma corrida muito apagada ficando em 4ºlugar atrás de Kimi Raikkonen que completou o pódio nesse bom final de semana da Ferrari que mostra lutar de igual para igual com as Mercedes.

A Red Bull esta anos-luz dessas duas equipes. O 5ºlugar de Max Verstappen é hoje o máximo que se pode almejar para o time Austríaco graças em parte ao Chassis que não parece ser tão bem construído como aos motores Renault que estão claramente abaixo dos motores Mercedes e Ferrari nessa batalha de propulsores na Formula 1.

Sergio Perez foi o melhor das equipes intermediárias ao fazer uma corrida correta e sem erros acabou beneficiado pelo furo de pneu de Felipe Massa ficando com o 6ºlugar e para completar o melhor final de semana da Force India em 2017 o Francês Esteban Ocon que tinha ficado em décimo lugar nas 3 primeiras provas de 2017 acabou Saltando 3 posições nesse retrospecto terminando a corrida em 7ºlugar. Nico Hulkenberg com a Renault acabou a prova em 8ºlugar marcando mais alguns pontos para a Renault que só pode contar mesmo com ele para pontuar já que Palmer não consegue dar o mesmo nível de pilotagem para a fábrica francesa.

Felipe Massa foi o prejudicado do dia. Estava tudo encaminhado para o 6ºlugar e esse furo de pneu e a parada extra fez com que o Brasileiro só acabasse em 9ºlugar salvando ainda assim 2 pontos para a Williams que só pode contar com ele para pontuar no campeonato de construtores. Apesar de que Lance Stroll conseguiu completar sua primeira corrida da carreira ficando a 1 posição da zona de pontuação em 11ºlugar. Perdeu essa disputa para o Espanhol Carlos Sainz jr. que saiu do 14º no grid para fechar a zona de pontuação em 10ºlugar com a Toro Rosso.

Depois do Stroll tivemos Daniil Kvyat que não consegue ter sorte em Sochi tendo visto que só marcou pontos em solo Russo na prova de 2015 quando obteve o 5ºlugar com a Red Bull. Hoje ficou apenas em 12ºlugar, Magnussen que acabou com a prova comprometida devido a punição injusta de 5 segundos nos boxes por vazar a chicane naquela confusão da largada ficou em 13ºlugar, Stoffel Vandoorne leva a lenta Mclaren-Honda ao 14ºlugar na frente apenas de Marcus Ericsson e de Pascal Wehrlein com a mais fraca ainda Sauber.

Daqui a 2 semanas teremos a 5ªEtapa do Mundial de Formula 1 no Circuito da Catalunha na Espanha. Mais uma batalha entre os pilotos da Mercedes e da Ferrari pelo título do Mundial de 2017.

Resultado final do GP da Rússia de Formula 1
Sochi – 52 Voltas

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 52 1:28:08.743 3
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 52 a 0.617s 1
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF70H Ferrari 062 52 a 11.000s 2
4 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 52 a 36.320s 4
5 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 52 a 60.416s 7
6 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 52 a 86.788s 9
7 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 52 a 95.004s 10
8 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 52 a 96.188s 8
9 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 51 a 1 Volta 6
10 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 51 a 1 Volta 14
11 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 51 a 1 Volta 11
12 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 51 a 1 Volta 12
13 20 Kevin Magnussen Haas VF-16 Ferrari 062 51 a 1 Volta 13
14 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 51 a 1 Volta 20
15 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 51 a 1 Volta 18
16 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 50 a 2 Voltas 17
3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 5 a 47 Voltas – Freios 5
30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 0 a 52 Voltas – Acidente 16
8 Romain Grosjean Haas VF-16 Ferrari 062 0 a 52 Voltas – Acidente 19
14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 0 Não largou 15

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Force India/Williams/Toro Rosso

Hamilton leva a pole em Hermanos Rodriguez em treino disputado, No final Rosberg consegue entrar na primeira fila

Hamilton em busca do tetracampeonato conquistou a pole position. Um final de semana aonde o piloto inglês foi o dominador o final de semana inteiro em cima de Nico Rosberg, que conseguiu se achar no final e salvar o 2ºlugae e a primeira fila do grid.

No Q1 tivemos surpresas, Primeira delas foi que a Haas que tinha saído do jejum de pontos desde do GP da Áustria em sua casa teve um treino para esquecer com Romain Grosjean tem problemas em marcar uma volta e na última volta rápida o piloto francês acabou sendo atrapalhado pelo totalmente questionado (No Mínino para não dizer um piloto fraco) Esteban Gutierrez que rodou em sua última volta o que fez Grosjean abortar a última tentativa, Resultado disso foi o 21ºlugar com o Gutierrez que ficou em 17ºlugar também caindo fora logo na primeira parte da classificação.

Daniil Kvyat com problemas de Motor ficou de fora do Q2 em 18ºlugar, Um ano terrivel para ele desde do GP da Espanha. O Contrato com a Toro Rosso para 2017 foi a melhor notícia para ele nessa temporada. Os outros dois eliminados foram Felipe Nasr, Que já esta totalmente fritado pela equipe Sauber, desde da notícia de que ele estaria as portas de entrar na equipe Force India para 2017. já o piloto Sueco Marcus Ericsson passou até com facilidade para o Q2 e Esteban Ocon que viu seu companheiro de equipe o Alemão Pascal Wehrlein fazer uma grande volta classificando a Manor para o Q2 favorecido pelo motor Mercedes.

Jolyon Palmer não treinou devido ao chassi que foi danificado no 3ºTreino Livre.

Resultado do Q1:

1     44     Lewis Hamilton         (Mercedes)             1:19.447
2     7     Kimi Räikkönen         (Ferrari)             1:19.554
3     3     Daniel Ricciardo     (Red Bull Racing TAG Heuer)     1:19.713
4     5     Sebastian Vettel     (Ferrari)             1:19.865
5     33     Max Verstappen         (Red Bull Racing TAG Heuer)     1:19.874
6     6     Nico Rosberg         (Mercedes)             1:19.996
7     11     Sergio Perez         (Force India Mercedes)         1:20.308
8     77     Valtteri Bottas     (Williams Mercedes)         1:20.338
9     19     Felipe Massa         (Williams Mercedes)         1:20.423
10     55     Carlos Sainz         (Toro Rosso Ferrari)         1:20.457
11     14     Fernando Alonso     (McLaren Honda)         1:20.552
12     27     Nico Hulkenberg     (Force India Mercedes)         1:20.599
13     9     Marcus Ericsson     (Sauber Ferrari)         1:21.062
14     20     Kevin Magnussen     (Renault)             1:21.254
15     22     Jenson Button         (McLaren Honda)         1:21.333
16     94     Pascal Wehrlein     (MRT Mercedes)             1:21.363
17     21     Esteban Gutierrez     (Haas Ferrari)             1:21.401
18     26     Daniil Kvyat         (Toro Rosso Ferrari)         1:21.454
19     12     Felipe Nasr         (Sauber Ferrari)         1:21.692
20     31     Esteban Ocon         (MRT Mercedes)             1:21.881
21     8     Romain Grosjean     (Haas Ferrari)             1:21.916

No Q2 as atenções se voltaram para o Mexicano Sergio Perez que acabou desapontando a todos os seus torcedores é não conseguiu tempo suficiente para se classificar para o Q3. Ao contraio do seu companheiro Nico Hulkenberg, que andou muito bem levando o carro para o 6ºlugar classificando com uma bela volta no final do Treino.

Para Hamilton era tudo que ele queria para mudar a história do campeonato em 2ºlugar, Para Rosberg a situação era crítica demais, O tempo dele era apenas o 5º dos tempos que passaram para o Q3. As Williams também trataram de garantir suas vagas para o Q3, O que deixou Fernando Alonso de Fora do Q3.

Além de Alonso e Perez acabaram eliminados: Jenson Button com a outra Mclaren,  e as esperadas eliminações de Kevin Magnussen (Que esta ameaçado seu futuro na Formula 1) da Renault, Marcus Ericsson com a Sauber que de forma definitiva esta dando preferência mesmo para o piloto da Suécia e Pascal Wehrlein que fez um grandioso trabalho por levar a Manor para o Q3.

Classificados foram Max Verstappen que foi o mais rápido no Q2 dando a esperança da Red Bull tentar a pole position, Lewis Hamilton, Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo, Nico Rosberg, Nico Hulkenberg, Kimi Raikkonen, Valtteri Bottas, Felipe Massa e Carlos Sainz jr.

Resultado do Q2:

1     33     Max Verstappen         (Red Bull Racing TAG Heuer)     1:18.972
2     44     Lewis Hamilton         (Mercedes)             1:19.137
3     5     Sebastian Vettel     (Ferrari)             1:19.385
4     3     Daniel Ricciardo     (Red Bull Racing TAG Heuer)     1:19.553
5     6     Nico Rosberg         (Mercedes)             1:19.761
6     27     Nico Hulkenberg     (Force India Mercedes)         1:19.769
7     7     Kimi Räikkönen         (Ferrari)             1:19.936
8     77     Valtteri Bottas     (Williams Mercedes)         1:19.958
9     19     Felipe Massa         (Williams Mercedes)         1:20.151
10     55     Carlos Sainz         (Toro Rosso Ferrari)         1:20.169
11     14     Fernando Alonso     (McLaren Honda)         1:20.282
12     11     Sergio Perez         (Force India Mercedes)         1:20.287
13     22     Jenson Button         (McLaren Honda)         1:20.673
14     20     Kevin Magnussen     (Renault)             1:21.131
15     9     Marcus Ericsson     (Sauber Ferrari)         1:21.536
16     94     Pascal Wehrlein     (MRT Mercedes)             1:21.785

decisao_mexico-2

No Q3 Lewis Hamilton sobrou enquanto Rosberg sofreu, Mas conseguiu o segundo lugar. Na primeira tentativa Hamilton já decidiu a pole fazendo 1:18.704 enquanto que Rosberg fez uma volta ruim caindo para o 4ºlugar atrás dos dois pilotos da Red Bull. O Austráliano Daniel Ricciardo em 2º e Max Verstappen em 3º. A Ferrari decepcionou ficando atrás das duas equipes quando parecia que eles iria disputar a pole com a Mercedes na Sexta-feira.

Rosberg tinha que tentar saltar para o segundo lugar para continuar sua tática de preservar a chance de ser o campeão do mundo sem precisar vencer mais. O problema é que Verstappen e Ricciardo foram para a tentativa final para melhorar seus tempos também.

Ricciardo e Verstappen melhoraram seus tempos com o Holandês na frente de Ricciardo na segunda posição. Pressionado na sua volta final Rosberg teve de superar para fazer o tempo de 1:18.958 e garantir o lugar na primeira fila, Era tudo que o piloto Alemão queria.

Hamilton garantiu a pole position e não basta só ele vencer, Ele tem que torcer por um insucesso do seu companheiro de equipe pois com 26 pontos de diferença o que mais não pode acontecer para Hamilton é que Rosberg termine as 3 corridas em 2ºlugar.

Max Verstappen larga em 3ºlugar com Daniel Ricciardo em 4ºlugar ambos da Red Bull de forma supreendente  já que o Motor da equipe Austríaca é menos potente do que os Motors Ferrari e Mercedes.

Mas supreedente foi o 5ºlugar de Nico Hulkenberg que andou muito bem com a Force India superando os pilotos da Ferrari que ficaram com o 6º e 7ºlugares. Valtteri Bottas e Felipe Massa largam em 8º e 9ºlugares com a Williams que luta com a Force India que esta disputando o 4ºlugar no mundial de construtores. Carlos Sainz jr. com a Toro Rosso completa os 10 primeiros colocados.

Daqui a pouco as 5 da Tarde teremos o GP do México de Formula 1

Grid de largada do GP do México
19ªEtapa

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Fase da Classificação
1 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:18.704 Q3
2 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:18.958 Q3
3 Max Verstappen 33 Red Bull RB12 TAG Heuer 1:19.054 Q3
4 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB12 TAG Heuer 1:19.133 Q3
5 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:19.330 Q3
6 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 061 1:19.376 Q3
7 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 061 1:19.381 Q3
8 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:19.551 Q3
9 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:20.032 Q3
10 Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 060 1:20.378 Q3
11 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1:20.282 Q2
12 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:20.287 Q2
13 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1:20.673 Q2
14 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 1:21.131 Q2
15 Marcos Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 061 1:21.536 Q2
16 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:21.785 Q2
17 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 061 1:21.401 Q1
18 Daniil Kvyat 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 060 1:21.454 Q1
19 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 061 1:21.692 Q1
20 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:21.881 Q1
21 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 061 1:21.916 Q1
22 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 Sem tempo Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes

Rosberg fecha o campeonato com vitória em Abu Dhabi em uma exibição impecável numa corrida sonífera

Nico Rosberg fechou o ano com vitória e deu seu cartão de visitas para a Formula 1 de como ele vai ser em 2016, Em uma corrida impecável Nico venceu pela 6ªVez na temporada sendo a 3ªseguida, pela primeira vez Rosberg emplacou 3 vitórias seguidas na sua carreira.

Uma corrida em que foi um verdadeiro sonífero com poucas emoções com exceção da largada aonde Felipe Nasr acabou Tocando em Alonso de forma involuntária em consequência disso Alonso acabou se chocando de Forma mais forte com o Venezuelano Pastor Maldonado da Lotus que abandonou a corrida na primeira curva praticamente. Já Alonso com danos em seu carro acabou indo para os boxes e depois disso acabou punido com um Drive Through o que acabou com qualquer possibilidade que o piloto da Mclaren tinha na prova. Nico Hulkenberg pulou de 7ª para o 5ªlugar, Carlos Sainz pulou do 10º para o 8ºlugar. Mas a grande largada foi a de Vettel que de 15ª passou para o 12ªlugar.

EAU_Domingo2015 (1)

Alias as provas do piloto da Ferrari e de Romain Grosjean que saiu do 18ºlugar e partiu para a recuperação na prova. Por causa do altíssimo desgaste de pneus logo nas primeiras voltas os pilotos foram obrigados a irem para a primeira troca dos pneus, Acabou não sendo muito bom negócio para Valtteri Bottas que foi ordenado a sair dos boxes no momento errado e com isso ele se chocou na roda traseira de Jenson Button e com isso Bottas teve de voltar aos boxes na volta seguinte para colocar um novo bico no lugar do que foi danificado no incidente, Além disso Bottas teve um Acréscimo de 5 segundos em seu tempo que poderia ser cumprido em uma das paradas.

Sebastian Vettel, Romain Grosjean e Marcus Ericsson prolongaram a suas paradas nos boxes para buscarem uma melhora na classificação na prova. Logo após as paradas dos três a tática deu grandes resultados com o piloto da Ferrari que estava em 4ºlugar, Grosjean e Ericsson estavam de fora dos 10 primeiros colocados, Pouca coisa aconteceu nas voltas seguintes apenas a ameaça de Fernando Alonso que eu posso chutar aqui que ele esta fazendo sua última corrida na Formula 1 de que se não tivesse Safety car ele deixaria a corrida, Ao mesmo tempo que ele esta praticamente fora da prova, Dava para ver que ele não estava nem ai com o projeto da Mclaren, Seria a Hora da equipe Inglesa Dispensar essa figura egocêntrica da equipe e da categoria e Max Verstappen na 23ªVolta acabou fritando demais os pneus e teve de fazer uma parada antecipada nos boxes.

EAU_Domingo2015

Os pilotos foram para a segunda parada nos boxes por volta da 25ª até 35ªVolta e o quadro da corrida continuou a mesma com Rosberg na frente e Hamilton tentando se aproximar do piloto Alemão tentando a 11ªVitória na temporada, Mas Rosberg não deu qualquer chance para Hamilton e conquistou a 14ªVitória na carreira com Hamilton chegando a 8.2 segundos atrás de Rosberg e Fechando o Ano com 381 pontos contra os 322 pontos de Nico Rosberg e 278 de Sebastian Vettel. Kimi Raikkonen em uma corrida muito correta levou a Ferrari ao pódio com o 3ºlugar concluindo o campeonato com 150 pontos na quarta posição também ajudado pelo resultado pífio de Bottas no dia de hoje, Sebastian Vettel fez bela corrida de recuperação ficando em 4ºlugar após largar do 15ºlugar.

EAU_Domingo2015 (4)

Belíssima corrida de Sergio Perez que fechou seu ano em 5ºlugar seguido de perto por Daniel Ricciardo com a Red Bull que chegou a travar briga com Perez por essa posição, Mais atrás veio Nico Hulkenberg com a Force India, Felipe Massa salvando alguns pontos para a Williams que não foi nada bem em Abu Dhabi, Romain Grosjean que fez a última ultrapassagem da temporada (Sobre Kvyat na penúltima volta) ficando em 9ºlugar em sua última corrida pela Lotus e Daniil Kvyat fechou a zona de pontuação.

Logo a Seguir vieram Carlos Sainz jr. e Max Verstappen ambos da Toro Rosso, Depois vindo Jenson Button que manteve seu Mclaren-Honda na Frente de Valtteri Bottas que ficou em 14ºlugar e com o 5ºlugar no campeonato de pilotos. Marcus Ericsson e Felipe Nasr com a Sauber que andou mal em Yas Marina e nas últimas posições o Espanhol Fernando Alonso em sua pior temporada desde de 2001 quando correu pela Minardi, Will Stevens que ficou na frente de Roberto Mehri que encerrou a temporada pela Manor devido a compromissos de Alexander Rossi com a GP2 Series.

EAU_Domingo2015 (2)

E dessa maneira se encerra a Temporada de 2015 da Formula 1, Uma temporada que por tudo que aconteceu não vai ser uma temporada que vai deixar muitas saudades, Esperamos que em 2016 as coisas sejam melhores para o Esporte e que esse buraco que a categoria possa reencontrar o Caminho do sucesso.

Classificação após 55 Voltas
Piloto Número Equipe-Motor Chassis Voltas Tempo Grid de Largada Pontos
1. Nico Rosberg 6 Mercedes F1 W06 Hybrid 55 1:38:30.175 1 25
2. Lewis Hamilton 44 Mercedes F1 W06 Hybrid 55 a 8.271 2 18
3. Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF15-T 55 a 19.430 3 15
4. Sebastian Vettel 5 Ferrari SF15-T 55 a 43.735 15 12
5. Sergio Perez 11 Force India-Mercedes VJM08 55 a 1:03.952 4 10
6. Daniel Ricciardo 3 Red Bull-Renault RB11 55 a 1:05.010 5 8
7. Nico Hulkenberg 27 Force India-Mercedes VJM08 55 a 1:33.618 7 6
8. Felipe Massa 19 Williams-Mercedes FW37 55 a 1:37.751 8 4
9. Romain Grosjean 8 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 55 a 1:38.201 18 2
10. Daniil Kvyat 26 Red Bull-Renault RB11 55 a 1:42.371 9 1
11. Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso-Renault STR10 55 a 1:43.525 10
12. Max Verstappen 33 Toro Rosso-Renault STR10 54 a 1 Volta 11
13. Jenson Button 22 Mclaren-Honda MP4-30 54 a 1 Volta 12
14. Valtteri Bottas 77 Williams-Mercedes FW37 54 a 1 Volta 6
15. Marcus Ericsson 9 Sauber-Ferrari C34 54 a 1 Volta 17
16. Felipe Nasr 12 Sauber-Ferrari C34 54 a 1 Volta 14
17. Fernando Alonso 14 Mclaren-Honda MP4-30 53 a 2 Voltas 16
18. Will Stevens 28 Manor-Ferrari MR03 53 a 2 Voltas 19
19. Roberto Merhi 98 Manor-Ferrari MR03 52 a 3 Voltas 20
Pastor Maldonado 13 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 0 a 55 Voltas 13

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Mercedes/Ferrari/Lotus/Force India

Em Abu Dhabi Nico Rosberg arrasa Hamilton e conquista 6ªPole em Sequência

Nico Rosberg tentando sua terceira vitória seguida marca a 6ªpole seguida na temporada de 2015, Com um impressionante tempo colocando quase 4 décimos em Lewis Hamilton que fecha 2015 sem conseguir a 50ªpole em sua carreira.

O treino foi dominado pelas Mercedes, Mas acabou revelando algumas surpresas, Algumas muito positivas com a Force India lutando de igual para igual com a Ferrari e superando a Williams e a Red Bull principalmente com o Mexicano Sergio Perez. A Outra é a Mclaren que pareceu superar algumas deficiências com um belíssimo desempenho na parte das curvas do Circuito. O que mostra que o problema da Mclaren é realmente motor e não o Chassi MP4-30 que é um dos melhores Chassis do ano.

Porém, um Furo de Pneu acabou fazendo Alonso não ter a chance de ir ao Q2, Mas a grande surpresa negativa do Treino foi Sebastian Vettel que acabou junto com a Ferrari cometendo um Erro de avaliação no Treino e acabou com o 16ºTempo o que tirou Vettel do Q2. Ericsson, Stevens e Merhi acabaram sendo os outros três Eliminados.

Vettel_fail_EAU15

Classificação do Q1:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:40.974
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:41.111
3 11 Sergio Perez (Force India) 1:41.983
4 27 Nico Hulkenberg (Force India) 1:41.996
5 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing) 1:42.275
6 19 Felipe Massa (Williams) 1:42.303
7 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:42.500
8 26 Daniil Kvyat (Red Bull Racing) 1:42.540
9 22 Jenson Button (McLaren) 1:42.570
10 8 Romain Grosjean (Lotus) 1:42.585
11 77 Valtteri Bottas (Williams) 1:42.608
12 33 Max Verstappen (Toro Rosso) 1:42.889
13 12 Felipe Nasr (Sauber) 1:42.896
14 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:42.911
15  13 Pastor Maldonado (Lotus) 1:42.929
16 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:42.941
17 14 Fernando Alonso (McLaren) 1:43.187
18 9 Marcus Ericsson (Sauber) 1:43.838
19 28 Will Stevens (Manor) 1:46.297
20 98 Roberto Merhi (Manor) 1:47.434

No Q2, houve o mesmo domínio da Mercedes com Hamilton mostrando que queria acabar com a festa de Rosberg, Foram eliminados os pilotos da Lotus com Romain Grosjean que teve problemas com seu motor e nem fez volta, Pastor Maldonado também caiu junto de Felipe Nasr, Jenson Button e Max Verstappen que vinha nas últimas corridas passando para a parte final do Treino. Com isso seu companheiro de equipe Carlos Sainz Jr. acabou passando para o Q3 junto dos pilotos da Mercedes, Kimi Raikkonen com a Ferrari, Williams, Force India e Red Bull. Essas equipes com exceção de Sainz fazem parte das 5 melhores equipes da Formula 1 de hoje.

Button_abu_dhabi

Classificação do Q2:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:40.758
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:40.979
3 11 Sergio Perez (Force India) 1:41.560
4 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:41.612
5 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing) 1:41.830
6 77 Valtteri Bottas (Williams) 1:41.868
7 27 Nico Hulkenberg (Force India) 1:41.925
8 26 Daniil Kvyat (Red Bull Racing) 1:42.328
9 19 Felipe Massa (Williams) 1:42.349
10 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:42.482
11 33 Max Verstappen (Toro Rosso) 1:42.521
12 22 Jenson Button (McLaren) 1:42.668
13 13 Pastor Maldonado (Lotus) 1:42.807
14 12 Felipe Nasr (Sauber) 1:43.614
15 8 Romain Grosjean (Lotus) Sem Tempo

No Q3 mais uma vez tivemos a disputa entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton pela pole position em Abu Dhabi. Dessa vez Hamilton conseguiu combater Rosberg, Na Volta final ele tomou a primeira posição de Nico Rosberg, Mas dai o piloto Alemão veio e com o tempo de 1:40.237 acabou detonando o tempo de Hamilton que ficou com 1:40.617 e com isso Rosberg levou a 7ªpole na temporada sendo a 6ªVez seguida.

Na Segunda Fila Vão largar o piloto Finlandês Kimi Raikkonen e o Mexicano Sergio Perez com a Force India que tem a expectativa de lutar pelo pódio nessa última corrida da temporada. Na Terceira Fila largam Daniel Ricciardo com a Red Bull e Valtteri Bottas com a Williams. Com o que esta se mostrando nesse grid A Ferrari, Force India, Red Bull e Williams tem possibilidades de lutarem pelo pódio.

Nico Hulkenberg com a Force India, Felipe Massa com a Williams, Danill Kvyat com a Red Bull e Carlos Sainz Jr. com a Toro Rosso completaram os 10 primeiros colocados.

Grid de Largada
Piloto Número Equipe-Motor Chassi Tempo Etapa
1. Nico Rosberg 6 Mercedes F1 W06 Hybrid 1:40.237 Q3
2. Lewis Hamilton 44 Mercedes F1 W06 Hybrid 1:40.617 Q3
3. Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF15-T 1:41.051 Q3
4. Sergio Perez 11 Force India-Mercedes VJM08 1:41.184 Q3
5. Daniel Ricciardo 3 Red Bull-Renault RB11 1:41.444 Q3
6. Valtteri Bottas 77 Williams-Mercedes FW37 1:41.656 Q3
7. Nico Hulkenberg 27 Force India-Mercedes VJM08 1:41.686 Q3
8. Felipe Massa 19 Williams-Mercedes FW37 1:41.759 Q3
9. Danill Kvyat 26 Red Bull-Renault RB11 1:41.933 Q3
10. Carlos Sainz 55 Toro Rosso-Ferrari STR10 1:42.708 Q3
11. Max Verstappen 33 Toro Rosso-Ferrari STR10 1:42.521 Q2
12. Jenson Button 22 Mclaren-Honda MP4-30 1:42.668 Q2
13. Pastor Maldonado 13 Lotus-Mercedes E23 Hybrid 1:42.807 Q2
14. Felipe Nasr 12 Sauber-Ferrari C34 1:43.617 Q2
15. Romain Grosjean 8 Lotus-Mercedes E23 Hybrid Sem Tempo Q2
16. Sebastian Vettel 5 Ferrari SF15-T 1:42.941 Q1
17. Fernando Alonso 14 Mclaren-Honda MP4-30 1:43.187 Q1
18. Marcus Ericsson 9 Sauber-Ferrari C34 1:43.838 Q1
19. Will Stevens 28 Manor-Ferrari MR03 1:46.297 Q1
20. Roberto Merhi 98 Manor-Ferrari MR03 1:47.434 Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Mercedes/Ferrari